SlideShare uma empresa Scribd logo
As crianças são as principais vítimas da subnutrição. Muitas
delas vivem na Índia e milhões destas crianças morrem todos os
anos com o incerto consumo de alimentos, em que mesmo as
mães produzem pouco leite materno para os bebés. Para “ajudar”,
não há água potável para a preparação de leites instantâneos.
        A subnutrição é algo de que milhares pessoas, de diversos
países, sofrem desde crianças, mas também quando conseguem
chegar a adultos. Também os animais sofrem com esta realidade.
Não têm o alimento de que o corpo precisa, podendo levar à
morte.
        A subnutrição provoca doenças como hemorragia
gastrointestinal, dores de cabeça, visão dupla, osteoporose,
edemas entre outras.
A subnutrição é principalmente causada pela pobreza
no mundo.
        A pobreza extrema está ligada à fome. 850 milhões de
pessoas no mundo têm uma alimentação suficiente para
satisfazer as suas necessidades. A fome causa a subnutrição.
        As crianças subnutridas com menos de 5 anos de idade
diminuíram de 33% em 1990 para 26 % em 2006. Neste ano, o
número de crianças com peso abaixo do normal ultrapassou os
140 milhões.
        A subnutrição mata anualmente 5,6 milhões de crianças
em todo o Mundo.
        Em África, o número de crianças subnutridas aumentou
cerca de 18 %.
        Prevê-se que a subnutrição infantil diminuirá cerca de
20% até ao ano de 2020, mas 132 milhões de crianças vão
continuar a não ter a alimentação suficiente para um
desenvolvimento saudável.
      840 milhões de pessoas sofrem de subnutrição
    crónica;
      Entre elas, 200 milhões de crianças menores de
    cinco anos têm deficiência aguda e crónica de
    proteínas e energia;
      Em cada 3.5 segundos morre uma pessoa à fome.
      Mais de mil milhões de pessoas do mundo têm
    fome.
      20 mil pessoas morrem por dia de fome.
A obesidade é a acumulação em excesso de gordura
no organismo. Quando ingerimos alimentos em muita
quantidade, armazenamos gorduras no nosso corpo. Estas
gorduras provocam um aumento na massa corporal (gorda).
Com a falta de exercício físico provocado pelas facilidades do
homem tem ( carro, elevador, escadas rolantes…), tudo se
agrava.
       No nosso país a obesidade corresponde a 13% nos
homens e 15% nas mulheres.
Quando o tecido gordo se acumula na parte superior do
corpo,     sobretudo    no     abdómen,        é      obesidade
andróide, abdominal ou visceral. É típico de homem obeso.
       Quando a gordura se distribui, na parte inferior do corpo
particularmente na região glútea e coxas, é obesidade do tipo
ginóide. É típico de uma mulher obesa.
Mais de metade da população portuguesa (53%) tem excesso de peso e
há pessoas que sofrem de obesidade, o que leva muitas delas a colocar
“bandas gástricas” no estômago para não comerem em excesso e
poderem ter alguma qualidade de vida.
Por vezes, as dietas forçadas, e de muitos sacrifícios, provocam riscos
graves na sua própria saúde, podendo levar à morte.

O governo está preocupado com o que se passa no pais, sobretudo com a
obesidade infantil, que é inquietante, por isso as cantinas escolares
aumentaram os legumes, os cozidos e grelhados, saladas e frutas e
incentivam as atividades nos recreios, e a não ficarem em casa muito
tempo, paradas e sentadas em frente aos computadores e televisão.
A “comida de plástico” como a do McDonalds, dificulta a tarefa dos pais
no controlo das crianças porque a nossa juventude frequentam cada vez
mais esses espaços. Esse tipo de comida, muitas vezes provoca a doença
de Chron (inflamação crónica do aparelho digestivo).
As pessoas deviam pensar naquilo que vão comer. Existe um ditado que
muita gente diz “perdoa o mal que faz para o bem que sabe”
A    obesidade    infantil, afeta   cada     vez   mais
crianças, sobretudo nos Estados Unidos da América, Reino
Unido e Áustria. A obesidade está relacionada principalmente
com os hábitos alimentares, falta de exercício físico, doenças
comportamentais e psicológicas.
       Em Portugal, 31,5% das crianças entre 7 e os 9 anos têm
excesso de peso e 11,3% são obesas. Das crianças entre os 9 e
os 16 anos, 31,5% têm excesso de peso ou são obesas. No futuro
estima-se que estas crianças, para além de virem a ser adultos
obesos, vão sofrer de patologias cardiovasculares.
Portugal é o segundo país europeu com mais crianças com
excesso de peso.
Obesidade e subnutrição

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
Matheus Simoes Masuoka
 
Fotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de CiênciasFotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Mary Alvarenga
 
Mitos e Lendas indígenas
Mitos e Lendas indígenasMitos e Lendas indígenas
Mitos e Lendas indígenas
Escola Silene de Andrade
 
Formação do Povo Brasileiro: indagações
Formação do Povo Brasileiro: indagaçõesFormação do Povo Brasileiro: indagações
Formação do Povo Brasileiro: indagações
Secretaria Municipal de Educação
 
Estados físicos da Água
Estados físicos da ÁguaEstados físicos da Água
Estados físicos da Água
Andrea Barreto
 
Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2
Bruno Curcio
 
D5 (5º ano) mat
D5 (5º ano) matD5 (5º ano) mat
D5 (5º ano) mat
Cidinha Paulo
 
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° anoAtividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
SENHORINHA GOI
 
Tartaruga alfabeto 1
Tartaruga alfabeto 1Tartaruga alfabeto 1
Tartaruga alfabeto 1
SimoneHelenDrumond
 
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
Fabio Lemes
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
Washington Rocha
 
Cartaz p possessivos
Cartaz p possessivosCartaz p possessivos
Cartaz p possessivos
Associação de Pais C appalmesc
 
O príncipe das emojis
O príncipe das emojisO príncipe das emojis
O príncipe das emojis
Letras Mágicas
 
Apostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoApostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 ano
David Oliveira
 
Atividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordelAtividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordel
juditholima
 
Atividade de Ciências - Coleta seletiva
Atividade de Ciências  - Coleta seletivaAtividade de Ciências  - Coleta seletiva
Atividade de Ciências - Coleta seletiva
Mary Alvarenga
 
Lima Barreto
Lima BarretoLima Barreto
Lima Barreto
Cláudia Heloísa
 
O povo brasileiro imigação
O povo brasileiro   imigaçãoO povo brasileiro   imigação
O povo brasileiro imigação
André Moraes
 
Malha quadriculada
Malha quadriculadaMalha quadriculada
Malha quadriculada
Luciene Vaz de Vargas
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Wandick Rocha de Aquino
 

Mais procurados (20)

Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
 
Fotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de CiênciasFotossíntese - Texto e atividade de Ciências
Fotossíntese - Texto e atividade de Ciências
 
Mitos e Lendas indígenas
Mitos e Lendas indígenasMitos e Lendas indígenas
Mitos e Lendas indígenas
 
Formação do Povo Brasileiro: indagações
Formação do Povo Brasileiro: indagaçõesFormação do Povo Brasileiro: indagações
Formação do Povo Brasileiro: indagações
 
Estados físicos da Água
Estados físicos da ÁguaEstados físicos da Água
Estados físicos da Água
 
Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2
 
D5 (5º ano) mat
D5 (5º ano) matD5 (5º ano) mat
D5 (5º ano) mat
 
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° anoAtividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
 
Tartaruga alfabeto 1
Tartaruga alfabeto 1Tartaruga alfabeto 1
Tartaruga alfabeto 1
 
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
 
Cartaz p possessivos
Cartaz p possessivosCartaz p possessivos
Cartaz p possessivos
 
O príncipe das emojis
O príncipe das emojisO príncipe das emojis
O príncipe das emojis
 
Apostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoApostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 ano
 
Atividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordelAtividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordel
 
Atividade de Ciências - Coleta seletiva
Atividade de Ciências  - Coleta seletivaAtividade de Ciências  - Coleta seletiva
Atividade de Ciências - Coleta seletiva
 
Lima Barreto
Lima BarretoLima Barreto
Lima Barreto
 
O povo brasileiro imigação
O povo brasileiro   imigaçãoO povo brasileiro   imigação
O povo brasileiro imigação
 
Malha quadriculada
Malha quadriculadaMalha quadriculada
Malha quadriculada
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 

Destaque

Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
5eeugeiocastro
 
Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1
5eeugeiocastro
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
rafaelg1234
 
Obesidade e subnutrição
Obesidade e subnutriçãoObesidade e subnutrição
Obesidade e subnutrição
5eeugeiocastro
 
Obesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçaoObesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçao
5eeugeiocastro
 
Desnutricao
DesnutricaoDesnutricao
Desnutricao
Andressa Giovanni
 
Contrastes pd ped
Contrastes  pd pedContrastes  pd ped
Contrastes pd ped
Gina Espenica
 
Desnutrição pv
Desnutrição pvDesnutrição pv
Desnutrição pv
Paulo Sales
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
bryner97
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
Gladyanny Veras
 
Trabalho Infantil
Trabalho InfantilTrabalho Infantil
Trabalho Infantil
Fabio Santos
 

Destaque (11)

Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
 
Obesidade e subnutrição
Obesidade e subnutriçãoObesidade e subnutrição
Obesidade e subnutrição
 
Obesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçaoObesidade e subnutriçao
Obesidade e subnutriçao
 
Desnutricao
DesnutricaoDesnutricao
Desnutricao
 
Contrastes pd ped
Contrastes  pd pedContrastes  pd ped
Contrastes pd ped
 
Desnutrição pv
Desnutrição pvDesnutrição pv
Desnutrição pv
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
Trabalho Infantil
Trabalho InfantilTrabalho Infantil
Trabalho Infantil
 

Semelhante a Obesidade e subnutrição

Obesidade na adolescência
Obesidade na adolescênciaObesidade na adolescência
Obesidade na adolescência
Flávia Borges
 
Apresentação trabalho de ciências
Apresentação trabalho de ciênciasApresentação trabalho de ciências
Apresentação trabalho de ciências
5eeugeiocastro
 
Apresentação1 ciencias
Apresentação1 cienciasApresentação1 ciencias
Apresentação1 ciencias
5eeugeiocastro
 
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Trabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeraldaTrabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeralda
LeandroMarques2009
 
Trabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeraldaTrabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeralda
LeandroMarques2009
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
Mayjö .
 
Síntese
SínteseSíntese
Trabalho sobre a fome somos contra
Trabalho sobre a fome somos contraTrabalho sobre a fome somos contra
Trabalho sobre a fome somos contra
ufmt
 
Fome Brasile Mundo KéRen Hapuqui
Fome Brasile Mundo KéRen HapuquiFome Brasile Mundo KéRen Hapuqui
Fome Brasile Mundo KéRen Hapuqui
Sueli
 
Muito além do peso - Obesidade Infantil
Muito além do peso - Obesidade Infantil   Muito além do peso - Obesidade Infantil
Muito além do peso - Obesidade Infantil
BeatrizLanaFelipe
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
I.Braz Slideshares
 
TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...
TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...
TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...
Francini Domingues
 
Obesidade infantil no brasil
Obesidade infantil no brasilObesidade infantil no brasil
Obesidade infantil no brasil
Véu Leite
 
A nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo conscienteA nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo consciente
Kamilly Moreira Bicalho
 
A nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo conscienteA nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo consciente
Kamilly Moreira Bicalho
 
Obesidade infantil
Obesidade infantilObesidade infantil
Obesidade infantil
Gabriela Cavalcante
 
Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1
Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1
Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1
EMEF IRINEU MARINHO
 
E-book EuSaúde - Obesidade Infanto
E-book EuSaúde - Obesidade InfantoE-book EuSaúde - Obesidade Infanto
E-book EuSaúde - Obesidade Infanto
EuSaúde
 
A alimentação como indicador de desenvolvimento
A alimentação como indicador de desenvolvimentoA alimentação como indicador de desenvolvimento
A alimentação como indicador de desenvolvimento
Mayjö .
 

Semelhante a Obesidade e subnutrição (20)

Obesidade na adolescência
Obesidade na adolescênciaObesidade na adolescência
Obesidade na adolescência
 
Apresentação trabalho de ciências
Apresentação trabalho de ciênciasApresentação trabalho de ciências
Apresentação trabalho de ciências
 
Apresentação1 ciencias
Apresentação1 cienciasApresentação1 ciencias
Apresentação1 ciencias
 
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
 
Trabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeraldaTrabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeralda
 
Trabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeraldaTrabalho obesidade esmeralda
Trabalho obesidade esmeralda
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
 
Síntese
SínteseSíntese
Síntese
 
Trabalho sobre a fome somos contra
Trabalho sobre a fome somos contraTrabalho sobre a fome somos contra
Trabalho sobre a fome somos contra
 
Fome Brasile Mundo KéRen Hapuqui
Fome Brasile Mundo KéRen HapuquiFome Brasile Mundo KéRen Hapuqui
Fome Brasile Mundo KéRen Hapuqui
 
Muito além do peso - Obesidade Infantil
Muito além do peso - Obesidade Infantil   Muito além do peso - Obesidade Infantil
Muito além do peso - Obesidade Infantil
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...
TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...
TEMA : desperdício de alimentos TRABALHO DESENVOLVIDO POR: HANADY E NATHALIA ...
 
Obesidade infantil no brasil
Obesidade infantil no brasilObesidade infantil no brasil
Obesidade infantil no brasil
 
A nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo conscienteA nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo consciente
 
A nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo conscienteA nutrição e o consumo consciente
A nutrição e o consumo consciente
 
Obesidade infantil
Obesidade infantilObesidade infantil
Obesidade infantil
 
Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1
Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1
Alimentois Saudavies X NãO SaudáVeis1
 
E-book EuSaúde - Obesidade Infanto
E-book EuSaúde - Obesidade InfantoE-book EuSaúde - Obesidade Infanto
E-book EuSaúde - Obesidade Infanto
 
A alimentação como indicador de desenvolvimento
A alimentação como indicador de desenvolvimentoA alimentação como indicador de desenvolvimento
A alimentação como indicador de desenvolvimento
 

Mais de 5eeugeiocastro

A sida
A sidaA sida
O sistema reprodutor
O sistema reprodutorO sistema reprodutor
O sistema reprodutor
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)
5eeugeiocastro
 
Reprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimentoReprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimento
5eeugeiocastro
 
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andréPower point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
5eeugeiocastro
 
Pp rhc
Pp rhcPp rhc
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdadeApresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
5eeugeiocastro
 
A arte de evacuar
A arte de evacuarA arte de evacuar
A arte de evacuar
5eeugeiocastro
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
5eeugeiocastro
 
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
5eeugeiocastro
 
A obesidade
A obesidadeA obesidade
A obesidade
5eeugeiocastro
 
Apresentação6
Apresentação6Apresentação6
Apresentação6
5eeugeiocastro
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
5eeugeiocastro
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
5eeugeiocastro
 
A obesidade
A obesidadeA obesidade
A obesidade
5eeugeiocastro
 

Mais de 5eeugeiocastro (20)

A sida
A sidaA sida
A sida
 
O sistema reprodutor
O sistema reprodutorO sistema reprodutor
O sistema reprodutor
 
Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)
 
Reprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimentoReprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimento
 
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andréPower point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Pp rhc
Pp rhcPp rhc
Pp rhc
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdadeApresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
 
A arte de evacuar
A arte de evacuarA arte de evacuar
A arte de evacuar
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
 
A obesidade
A obesidadeA obesidade
A obesidade
 
Apresentação6
Apresentação6Apresentação6
Apresentação6
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
A obesidade
A obesidadeA obesidade
A obesidade
 

Obesidade e subnutrição

  • 1.
  • 2.
  • 3. As crianças são as principais vítimas da subnutrição. Muitas delas vivem na Índia e milhões destas crianças morrem todos os anos com o incerto consumo de alimentos, em que mesmo as mães produzem pouco leite materno para os bebés. Para “ajudar”, não há água potável para a preparação de leites instantâneos. A subnutrição é algo de que milhares pessoas, de diversos países, sofrem desde crianças, mas também quando conseguem chegar a adultos. Também os animais sofrem com esta realidade. Não têm o alimento de que o corpo precisa, podendo levar à morte. A subnutrição provoca doenças como hemorragia gastrointestinal, dores de cabeça, visão dupla, osteoporose, edemas entre outras.
  • 4. A subnutrição é principalmente causada pela pobreza no mundo. A pobreza extrema está ligada à fome. 850 milhões de pessoas no mundo têm uma alimentação suficiente para satisfazer as suas necessidades. A fome causa a subnutrição. As crianças subnutridas com menos de 5 anos de idade diminuíram de 33% em 1990 para 26 % em 2006. Neste ano, o número de crianças com peso abaixo do normal ultrapassou os 140 milhões. A subnutrição mata anualmente 5,6 milhões de crianças em todo o Mundo. Em África, o número de crianças subnutridas aumentou cerca de 18 %. Prevê-se que a subnutrição infantil diminuirá cerca de 20% até ao ano de 2020, mas 132 milhões de crianças vão continuar a não ter a alimentação suficiente para um desenvolvimento saudável.
  • 5. 840 milhões de pessoas sofrem de subnutrição crónica;  Entre elas, 200 milhões de crianças menores de cinco anos têm deficiência aguda e crónica de proteínas e energia;  Em cada 3.5 segundos morre uma pessoa à fome.  Mais de mil milhões de pessoas do mundo têm fome.  20 mil pessoas morrem por dia de fome.
  • 6.
  • 7. A obesidade é a acumulação em excesso de gordura no organismo. Quando ingerimos alimentos em muita quantidade, armazenamos gorduras no nosso corpo. Estas gorduras provocam um aumento na massa corporal (gorda). Com a falta de exercício físico provocado pelas facilidades do homem tem ( carro, elevador, escadas rolantes…), tudo se agrava. No nosso país a obesidade corresponde a 13% nos homens e 15% nas mulheres.
  • 8. Quando o tecido gordo se acumula na parte superior do corpo, sobretudo no abdómen, é obesidade andróide, abdominal ou visceral. É típico de homem obeso. Quando a gordura se distribui, na parte inferior do corpo particularmente na região glútea e coxas, é obesidade do tipo ginóide. É típico de uma mulher obesa.
  • 9. Mais de metade da população portuguesa (53%) tem excesso de peso e há pessoas que sofrem de obesidade, o que leva muitas delas a colocar “bandas gástricas” no estômago para não comerem em excesso e poderem ter alguma qualidade de vida. Por vezes, as dietas forçadas, e de muitos sacrifícios, provocam riscos graves na sua própria saúde, podendo levar à morte. O governo está preocupado com o que se passa no pais, sobretudo com a obesidade infantil, que é inquietante, por isso as cantinas escolares aumentaram os legumes, os cozidos e grelhados, saladas e frutas e incentivam as atividades nos recreios, e a não ficarem em casa muito tempo, paradas e sentadas em frente aos computadores e televisão. A “comida de plástico” como a do McDonalds, dificulta a tarefa dos pais no controlo das crianças porque a nossa juventude frequentam cada vez mais esses espaços. Esse tipo de comida, muitas vezes provoca a doença de Chron (inflamação crónica do aparelho digestivo). As pessoas deviam pensar naquilo que vão comer. Existe um ditado que muita gente diz “perdoa o mal que faz para o bem que sabe”
  • 10. A obesidade infantil, afeta cada vez mais crianças, sobretudo nos Estados Unidos da América, Reino Unido e Áustria. A obesidade está relacionada principalmente com os hábitos alimentares, falta de exercício físico, doenças comportamentais e psicológicas. Em Portugal, 31,5% das crianças entre 7 e os 9 anos têm excesso de peso e 11,3% são obesas. Das crianças entre os 9 e os 16 anos, 31,5% têm excesso de peso ou são obesas. No futuro estima-se que estas crianças, para além de virem a ser adultos obesos, vão sofrer de patologias cardiovasculares. Portugal é o segundo país europeu com mais crianças com excesso de peso.