SlideShare uma empresa Scribd logo
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
ATENÇÃO À
CRIANÇA
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA):
Trabalho multiprofissional, envolvimento e valorização
das famílias e políticas públicas são pontos fundamentais
para a consolidação da rede de cuidados.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Objetivos dessa apresentação:
• Promover conhecimento sobre o Transtorno do Espectro Autista, com o
intuito de favorecer a sua identificação e intervenção no momento
ideal;
• Apresentar seu conceito, incidência, características, diagnósticos
diferenciais, comorbidades, sinais de risco, instrumentos de rastreio,
tratamento, manejo e fluxograma de encaminhamentos.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Transtorno do Espectro Autista
• O Transtorno do Espectro Autista (TEA) - Grupo de desordens complexas do
desenvolvimento humano, com etiologias multifatoriais ainda mal definidas.
• O TEA é considerado um transtorno do neurodesenvolvimento que se manifesta nos
primeiros anos de vida por comportamentos que , segundo o DSM-5,incluem:
O que é Autismo?
1
• Dificuldades na comunicação e interação social
2
• Presença de comportamentos repetitivos e interesses restritos
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Incidência e Características
(CDC, 2021)
Fatores de Risco
• Exposição a ácido valpróico durante o pré-natal
• Baixo peso ao nascer X prematuridade extrema
• Idade parental avançada
Herança
Multifatorial
• Nos Estados Unidos: 1 caso em 44 crianças na idade de 8 anos tem diagnóstico de TEA.
• No Brasil, dados de 2011 apontam 1 caso a cada 360 crianças.
• 4.2 vezes mais prevalentes em meninos do que em meninas.
• 15% dos casos tem um componente genético associado (mutação genética, fator
ambiental)
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Diagnóstico do Transtorno do
Espectro Autista
Há diversas ferramentas para o diagnóstico dos TEA.
O mais utilizado é o Manual Diagnóstico e
Estatístico de Doenças Mentais, da Academia
Americana de Psiquiatria (5ª edição – DSM5, 2013).
Ele apresenta:
• Critérios diagnósticos
• Níveis de gravidade
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Critério Diagnóstico TEA - DSM5
DSM-5, 2013.
Déficit na Interação e
Comunicação Social
• Falhas de reciprocidade socioafetiva
• Falhas na comunicação não verbal
• Dificuldades em desenvolver, manter e
compreender uma interação
Padrões Restritos e Repetitivos de
Comportamentos e Interesse
• Movimentos motores repetitivos
• Adesão inflexível a rotinas
• Interesses fixos e altamente restritos
• Área sensorial (reações muito
exacerbadas ou pouco ativas, a
depender da situação).
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Déficit na Interação e Comunicação Social
• Abordagem social inadequada.
• Dificuldade em estabelecer uma conversação de forma adequada.
• Dificuldade em compartilhar interesses, emoções, afeto e reação.
• Falhas em iniciar ou responder as interações sociais.
Reciprocidade
Sócio Emocional
• Pouca integração de comunicação verbal e não verbal.
• Contato visual e linguagem corporal inadequados ou déficits na compreensão e uso
de gestos.
• Pode haver ausência total de expressões faciais ou gestos comunicativos.
Comunicação
não Verbal
• Dificuldade em ajustar o comportamento para se adequar a contextos sociais
diversos.
• Pode haver dificuldade em compartilhar brincadeiras imaginativas ou em fazer
amigos.
• Em alguns indivíduos, pode haver ausência de interesse em outras pessoas.
Desenvolver,
Manter e
Compreender
uma Interação
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Padrões Restritos e Repetitivos de Comportamento e Interesse
Movimentos
Motores
Repetitivos
• Estereotipias motoras.
• Ecolalia.
• Discurso Repetitivo ou Frases Idiossincráticas.
Adesão
Inflexível às
Rotinas
• Extrema frustração frente a mínimas mudanças.
• Dificuldade com transições.
• Padrões rígidos de pensamento.
• Rituais de saudação.
• Insistência em fazer o mesmo caminho ou ingerir os mesmos alimentos.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Padrões Restritos e Repetitivos de Comportamento e Interesse
Interesses Fixos
e Altamente
Restritos
• Forte apego ou preocupação com objetos incomuns.
• Interesses excessivamente circunscritos ou persevera.
Área Sensorial
• Indiferença a dor ou a temperatura.
• Reação contrária a sons ou texturas específicas.
• Cheirar ou tocar objetos de forma excessiva.
• Fascinação visual por luzes ou movimento.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Classificação do Transtorno do Espectro Autista
DSM 5 - Transtorno do Espectro Autista
Nível 1: grau leve (exigindo pouco apoio)
Esses indivíduos podem ser verbais, mas tem dificuldade de iniciar e sustentar interações com os outros.
Eles podem ter reduzido interesse em interagir com os outros. Seus comportamentos restrito e reduzido,
pode interferir no seu funcionamento em um ou mais contextos.
Nível 2: grau moderado (necessitam de suporte)
Déficits graves nas habilidades de comunicação social verbal e não verbal; prejuízos aparentes na
interação social mesmo na presença de apoio. Os comportamentos restritos e repetitivos são óbvios ao
observador casual e pode interferir no funcionamento em diversos contextos e podem ficar frustrados
quando interrompidos ou redirecionados.
,
Nível 3: grau severo (necessitam de mais apoio/suporte)
Déficits graves nas habilidades de comunicação verbal e não verbal causam prejuízos significativos de
funcionamento. Apresentam grande limitação em iniciar e responder a intenções social que partem dos
outros. Os comportamentos restritos e repetitivos interferem no funcionamento em todos os contextos.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Classificação do Transtorno do Espectro Autista
Transtornos Globais do Desenvolvimento - F84 (CID 10)
F84.0 Autismo Infantil
F84.1 Autismo Típico
F84.2 Síndrome de Rett
F84.3 Outro transtorno desintegrativo da infância
F84.4 Transtorno com hipercinesia associado a retardo mental e a movimentos estereotipados
F84.5 Síndrome de Aspeger
F84.8 Outros transtornos globais do desenvolvimento
F84.9 Transtornos globais não especificados do desenvolvimento (TID SOE)
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Classificação do Transtorno do Espectro Autista
Transtorno do Espectro do Autismo - 6AO2 (CID 11)
6AO2.0 TEA Sem transtorno do desenvolvimento intelectual e com comprometimento leve ou ausente da
linguagem funcional
6AO2.1 TEA Com transtorno do desenvolvimento intelectual e com comprometimento leve ou ausente da
linguagem funcional
6AO2.2 TEA Sem transtorno do desenvolvimento intelectual e com linguagem funcional prejudicada
6AO2.3 TEA Com transtorno do desenvolvimento intelectual e com linguagem funcional prejudicada
6AO2.4 TEA Sem transtorno do desenvolvimento
intelectual e com ausência de linguagem funcional
6AO2.5 TEA Com transtorno do desenvolvimento intelectual e com ausência de linguagem funcional
6AO2.Y Outro Transtorno do Espectro do Autismo especificado
6AO2.Z Transtorno do Espectro do Autismo, não especificado
2022
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Diagnóstico Diferencial do Transtorno do Espectro Autista
Síndrome de Rett Mutismo Seletivo Esquizofrenia
Transtorno do
movimento
estereotipado
Transtorno de linguagem e
Transtorno da comunicação
social (pragmática)
Transtorno do
desenvolvimento intelectual
quando não associado a TEA
Transtorno de
hiperatividade e déficit de
atenção quando não
associado a TEA
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Comorbidades do Transtorno do Espectro Autista
• .
• 63 a 96% - comorbidades psiquiátricas,
como agitação psicomotora, ansiedade,
depressão, TDAH
• 50 a 80% - distúrbio do sono
• 42 a 61% - seletividade alimentar
• 9 a 51% - sintomas gastrointestinais
• .
• .
• 15 a 65% - déficit intelectual
• 75% - dificuldades de aprendizado
• 12 a 26% - epilepsia
• 9% - tics
• .
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
A Caderneta da Criança é a principal ferramenta de
rastreio do Transtorno do Espectro Autista. O
acompanhamento do desenvolvimento infantil com a
através dela auxilia os profissionais a identificarem
precocemente sinais de alerta.
• Quanto mais precoce o diagnóstico, mais rápido será instituído a reabilitação e
melhor desfecho será alcançado.
• É importante ressaltar que 35% dos indivíduos do Espectro Autista não terminam sua
escolaridade e 25% não entram pro mercado de trabalho .
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Quando Suspeitar do Transtorno do Espectro Autista?
6 meses:
ausência
de sorriso
ou
expressões
9 meses: não
compartilha
sons, sorrisos
ou outras
expressões
12 meses: ausência
de balbucio, não
responde ao nome,
não utiliza sorrisos
ou outras
expressões
16 meses:
ainda não fala e
não aponta
objetos de
interesse
18 meses:
não brinca
de faz de
conta
24 meses: não
utiliza
combinação de 2
palavras, perda de
fala, balbucio ou
interação
Sinais de Alerta do
início do
desenvolvimento
infantil
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Quando Suspeitar do Transtorno do Espectro Autista?
Sinais de Alerta do início
do desenvolvimento
infantil
• Evita o contato de olhar
• Preferência persistente em ficar/brincar sozinho
• Não realiza atenção conjunta e/ou compartilhada
• Dificuldade em compreender o sentimento de outras pessoas
• Atraso ou regressão no desenvolvimento da fala e linguagem
• Repetir palavras e frases persistentemente
• Ausência de gestos comunicativos
• Não imita ações/ movimentos ou sons.
• Se frusta por mudanças mínimas
• Interesses restritos e repetitivos
• Se interessa mais por objetos do que por pessoas
• Não aponta e nem segue o apontar do outro
• Manipulação limitada de objetos lúdicos.
• Comportamentos incomuns (flapping, girar, rodar)
• Reação incomum ou intensa a sons, cheiros, texturas, luzes
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Quando Suspeitar Transtorno do Espectro Autista?
• Comportamento Visual: padrões atípicos na fixação e
acompanhamento de objetos.
• Desenvolvimento motor: diminuição nos níveis de atividade, falhas na coordenação
motora ampla e fina, maneirismos motores atípicos.
• Brincar: brincar imitativo limitado (padrões de brincar atípicos ou repetitivos).
• Comunicação Social e Linguagem: ausência de interesse em faces, pobre contato
visual, ausência de sorriso social e pouco responsivo aos outros.
Déficits em Diversas
Áreas do
Desenvolvimento
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Instrumentos de Rastreio para Risco de Transtorno do Espectro Autista
Check-lists e Escalas
• Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-Chat): possibilita identificar atraso no
desenvolvimento de crianças 18 a 24 meses.
• Autism Behavior Checklist (ABC) Inventário do Comportamento Autístico (ICA):
permite rastrear sintomas autísticos a partir dos três anos.
• Childhood Autism Rating Scale (CARS) ou Escala de Avaliação do Autismo na Infância:
auxiliam o diagnóstico e identificação de crianças com autismo, além de ser sensível na
distinção entre o autismo e outros atrasos no desenvolvimento, pode ser utilizado em
crianças a partir dos 2 anos de idade.
Diagnóstico do TEA é clínico e envolve a participação de uma equipe interdisciplinar.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
Manejo Clínico e Terapêutico
• Medicamentos: serão recomendados apenas na presença de algumas comorbidades,
como por exemplo a epilepsia, distúrbios do sono, etc.
• Suporte à Família: acolhimento no processo diagnóstico, como também no
acompanhamento e orientações nas diferentes fases do desenvolvimento.
• Terapias: o principal remédio para os indivíduos com TEA são as terapias - através
dessas será possível incluí-los em todos os seus contextos sociais.
• Exames: serão solicitados quando houver necessidade de diagnósticos diferenciais,
investigação genética, confirmação de crises convulsivas, entre outros.
• Intervenções Pedagógicas: importante a aproximação da saúde e educação,
favorecendo melhores estratégias educacionais, personalizada às questões de cada
criança.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
O diagnóstico de TEA é médico, feito por um neurologista ou
psiquiatra, mas deve ser realizado a partir das observações clínicas de
uma equipe interdisciplinar ou multiprofissional.
Esses profissionais serão fundamentais não apenas no momento do
diagnóstico, como também, e principalmente, para o
acompanhamento terapêutico das pessoas com TEA durante às
diferentes fases de sua vida.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
As pessoas com Transtorno do Espectro Autista precisam, além de outros
elementos:
• Promoção de autonomia, do aprimoramento do desempenho em
atividades sociais e cotidianas, inserção no mercado de trabalho e a
integração no cenário comunitário;
• Valorização do papel dos familiares durante todo o programa de
tratamento;
• Importância de um trabalho colaborativo, multiprofissional e
intersetorial;
• Defesa e garantia de direitos;
• Detecção precoce e diagnóstico diferencial.
Oliveira; Castro, 2017
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?
• Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de Atenção à
Reabilitação da Pessoa com Transtornos do Espectro do Autismo (TEA) / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de
Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014.
• Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. Linha de cuidado para a atenção às
pessoas com transtornos do espectro do autismo e suas famílias na Rede de Atenção Psicossocial do Sistema Único de Saúde / Ministério da Saúde,
Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada e Temática. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015.
• São Paulo. Secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e da Saúde. Protocolo do Estado de São Paulo de Diagnóstico, Tratamento
e Encaminhamento de Pacientes com Transtorno do Espectro Autista (TEA).
• Hyman SL, Levy SE, Myers SM; COUNCIL ON CHILDREN WITH DISABILITIES, SECTION ON DEVELOPMENTAL AND BEHAVIORAL PEDIATRICS.
Identification, Evaluation, and Management of Children With Autism Spectrum Disorder. Pediatrics. 2020;145(1):e20193447.
doi:10.1542/peds.2019-3447
• Oliveira, Bruno Diniz Castro de et al. Políticas para o autismo no Brasil: entre a atenção psicossocial e a reabilitação1. Physis: Revista de Saúde
Coletiva [online]. 2017, v. 27, n. 03 [Acessado 1 Maio 2022] , pp. 707-726. ISSN 1809-4481. https://doi.org/10.1590/S0103-73312017000300017.
• Marteleto MR, Pedromônico MR. Validity of Autism Behavior Checklist (ABC): preliminary study. Braz J Psychiatry. 2005;27(4):295-301.
doi:10.1590/s1516-44462005000400008
• Robins DL, Fein D, Barton ML, Green JA. The Modified Checklist for Autism in Toddlers: an initial study investigating the early detection of autism
and pervasive developmental disorders. J Autism Dev Disord. 2001;31(2):131-144. doi:10.1023/a:1010738829569
• Robins DL, Casagrande K, Barton M, Chen CM, Dumont-Mathieu T, Fein D. Validation of the modified checklist for Autism in toddlers, revised with
follow-up (M-CHAT-R/F). Pediatrics. 2014;133(1):37-45. doi:10.1542/peds.2013-1813
• Maenner MJ, Shaw KA, Bakian AV, et al. Prevalence and Characteristics of Autism Spectrum Disorder Among Children Aged 8 Years — Autism and
Developmental Disabilities Monitoring Network, 11 Sites, United States, 2018. MMWR Surveill Summ 2021;70(No. SS-11):1–16. DOI:
http://dx.doi.org/10.15585/mmwr.ss7011a1external icon.
Referências
ATENÇÃO À
CRIANÇA
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Material de 20 de maio de 2022
Disponível em: portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Eixo: Atenção à Criança
Aprofunde seus conhecimentos acessando artigos disponíveis na biblioteca do Portal.
AUTISMO:
O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regularAutismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Janderly Reis
 
TEA
TEATEA
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
guest1f39a4
 
Autismo
AutismoAutismo
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
fernandapinho2014
 
TEA: Transtorno do Espectro Autista
TEA:  Transtorno do Espectro AutistaTEA:  Transtorno do Espectro Autista
TEA: Transtorno do Espectro Autista
BRENAKESIAMOREIRAFLO
 
Autismo pela Análise do Comportamento
Autismo pela Análise do ComportamentoAutismo pela Análise do Comportamento
Autismo pela Análise do Comportamento
FernandaMars1
 
Slides sextas inclusivas needi tea
Slides sextas inclusivas needi  teaSlides sextas inclusivas needi  tea
Slides sextas inclusivas needi tea
Marily Oliveira
 
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Anaí Peña
 
Informações sobre Autismo
Informações sobre AutismoInformações sobre Autismo
Informações sobre Autismo
Tathiane Cuesta
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
Luis Davi Salomao
 
Transtorno do Espectro do Autismo
Transtorno do Espectro do AutismoTranstorno do Espectro do Autismo
Transtorno do Espectro do Autismo
Diane Marli Pereira
 
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sSaúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especial
Andreia Gomes
 
Apresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anosApresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anos
catialipa
 
Lidando com o autismo em sala de aula sem video
Lidando com o autismo em sala de aula sem videoLidando com o autismo em sala de aula sem video
Lidando com o autismo em sala de aula sem video
craeditgd
 
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
Adaptar e Incluir
 
Autismo orientação para os pais
Autismo   orientação para os paisAutismo   orientação para os pais
Autismo orientação para os pais
Rosane Domingues
 
Autismo e educação
Autismo e educaçãoAutismo e educação
Autismo e educação
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regularAutismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
 
TEA
TEATEA
TEA
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
 
TEA: Transtorno do Espectro Autista
TEA:  Transtorno do Espectro AutistaTEA:  Transtorno do Espectro Autista
TEA: Transtorno do Espectro Autista
 
Autismo pela Análise do Comportamento
Autismo pela Análise do ComportamentoAutismo pela Análise do Comportamento
Autismo pela Análise do Comportamento
 
Slides sextas inclusivas needi tea
Slides sextas inclusivas needi  teaSlides sextas inclusivas needi  tea
Slides sextas inclusivas needi tea
 
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
 
Informações sobre Autismo
Informações sobre AutismoInformações sobre Autismo
Informações sobre Autismo
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Transtorno do Espectro do Autismo
Transtorno do Espectro do AutismoTranstorno do Espectro do Autismo
Transtorno do Espectro do Autismo
 
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sSaúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especial
 
Apresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anosApresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anos
 
Lidando com o autismo em sala de aula sem video
Lidando com o autismo em sala de aula sem videoLidando com o autismo em sala de aula sem video
Lidando com o autismo em sala de aula sem video
 
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
 
Autismo orientação para os pais
Autismo   orientação para os paisAutismo   orientação para os pais
Autismo orientação para os pais
 
Autismo e educação
Autismo e educaçãoAutismo e educação
Autismo e educação
 

Semelhante a Autismo: o que os profissionais precisam saber?

TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnósticoTEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
DanilloPalmeira3
 
Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1
Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1
Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1
SimoneHelenDrumond
 
Palestra Autismo para a ONG AMAI Azul
Palestra Autismo para a ONG AMAI AzulPalestra Autismo para a ONG AMAI Azul
Palestra Autismo para a ONG AMAI Azul
ClinicaAssis
 
Palestra autismo amai 03.04.2015
Palestra autismo amai 03.04.2015Palestra autismo amai 03.04.2015
Palestra autismo amai 03.04.2015
ClinicaAssis
 
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanianCartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
SimoneHelenDrumond
 
Cartilha direitos
Cartilha direitosCartilha direitos
Cartilha direitos
mariasidnei35
 
Direitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leituraDireitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leitura
ACECTALCT
 
Definição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdf
Definição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdfDefinição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdf
Definição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdf
Sandra Borges
 
Direitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leituraDireitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leitura
SimoneHelenDrumond
 
Apresentação Espectro Autista - Doutor Jean
Apresentação Espectro Autista - Doutor JeanApresentação Espectro Autista - Doutor Jean
Apresentação Espectro Autista - Doutor Jean
JoelUchoa2
 
Deficiência Mental, Autismo
Deficiência Mental, AutismoDeficiência Mental, Autismo
Deficiência Mental, Autismo
craeditgd
 
Direitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leituraDireitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leitura
SimoneHelenDrumond
 
Direitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leituraDireitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leitura
Ana Lúcia Hennemann
 
2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea
2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea
2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea
equipegad4cre
 
12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf
12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf
12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf
BrbaraTorres33
 
educação especia, tea el autismo educare.pdf
educação especia, tea el autismo educare.pdfeducação especia, tea el autismo educare.pdf
educação especia, tea el autismo educare.pdf
DouglasVasconcelosMa
 
AULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptx
AULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptxAULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptx
AULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptx
emanoelefreitas2
 
TEA AUTISM.pptx
TEA AUTISM.pptxTEA AUTISM.pptx
TEA AUTISM.pptx
Julysantana1
 
Autismo 07-de-abril-de-2015-taboao
Autismo 07-de-abril-de-2015-taboaoAutismo 07-de-abril-de-2015-taboao
Autismo 07-de-abril-de-2015-taboao
ClinicaAssis
 
Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...
Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...
Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...
Agenilda Lima
 

Semelhante a Autismo: o que os profissionais precisam saber? (20)

TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnósticoTEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
 
Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1
Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1
Cartilha os direitos das crianças autistas no amazonas 1
 
Palestra Autismo para a ONG AMAI Azul
Palestra Autismo para a ONG AMAI AzulPalestra Autismo para a ONG AMAI Azul
Palestra Autismo para a ONG AMAI Azul
 
Palestra autismo amai 03.04.2015
Palestra autismo amai 03.04.2015Palestra autismo amai 03.04.2015
Palestra autismo amai 03.04.2015
 
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanianCartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
 
Cartilha direitos
Cartilha direitosCartilha direitos
Cartilha direitos
 
Direitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leituraDireitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leitura
 
Definição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdf
Definição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdfDefinição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdf
Definição e Concetualização do Espectro do Autismo.pdf
 
Direitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leituraDireitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leitura
 
Apresentação Espectro Autista - Doutor Jean
Apresentação Espectro Autista - Doutor JeanApresentação Espectro Autista - Doutor Jean
Apresentação Espectro Autista - Doutor Jean
 
Deficiência Mental, Autismo
Deficiência Mental, AutismoDeficiência Mental, Autismo
Deficiência Mental, Autismo
 
Direitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leituraDireitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leitura
 
Direitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leituraDireitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leitura
 
2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea
2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea
2024 - SJM -formacao continuada 2024 Getea
 
12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf
12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf
12_-_TRANSTORNO_DO_ESPECTRO_AUTISTA_-_2019.pdf
 
educação especia, tea el autismo educare.pdf
educação especia, tea el autismo educare.pdfeducação especia, tea el autismo educare.pdf
educação especia, tea el autismo educare.pdf
 
AULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptx
AULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptxAULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptx
AULA AUTISMO - PARTE 1 - DA DEFINIÇÃO A TERAPIA.pptx
 
TEA AUTISM.pptx
TEA AUTISM.pptxTEA AUTISM.pptx
TEA AUTISM.pptx
 
Autismo 07-de-abril-de-2015-taboao
Autismo 07-de-abril-de-2015-taboaoAutismo 07-de-abril-de-2015-taboao
Autismo 07-de-abril-de-2015-taboao
 
Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...
Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...
Transtornos globais do_desenvolvimento_tgd_e_de_conduta_transtornos_do_espect...
 

Mais de Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)

Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e InfertilidadeDisbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em PediatriaPrevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Ansiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no ClimatérioAnsiedade e Depressão no Climatério
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no BrasilDesospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto NormalO Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadasDiabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Luto Perinatal
Luto PerinatalLuto Perinatal
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e ManejoAnafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e PuerpérioDiabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no BrasilRetomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na GestaçãoCuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?Fibrose Cística: como diagnosticar?
Osteogênese Imperfeita
Osteogênese ImperfeitaOsteogênese Imperfeita
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natalDiabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar

Mais de Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz) (20)

Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e InfertilidadeDisbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
 
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em PediatriaPrevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
 
Ansiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no ClimatérioAnsiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no Climatério
 
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
 
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
 
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no BrasilDesospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
 
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto NormalO Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
 
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadasDiabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
 
Luto Perinatal
Luto PerinatalLuto Perinatal
Luto Perinatal
 
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e ManejoAnafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e PuerpérioDiabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
 
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no BrasilRetomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
 
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na GestaçãoCuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
 
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
 
Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?
 
Osteogênese Imperfeita
Osteogênese ImperfeitaOsteogênese Imperfeita
Osteogênese Imperfeita
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natalDiabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
 
Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução Alimentar
 

Autismo: o que os profissionais precisam saber?

  • 2. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA): Trabalho multiprofissional, envolvimento e valorização das famílias e políticas públicas são pontos fundamentais para a consolidação da rede de cuidados.
  • 3. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Objetivos dessa apresentação: • Promover conhecimento sobre o Transtorno do Espectro Autista, com o intuito de favorecer a sua identificação e intervenção no momento ideal; • Apresentar seu conceito, incidência, características, diagnósticos diferenciais, comorbidades, sinais de risco, instrumentos de rastreio, tratamento, manejo e fluxograma de encaminhamentos.
  • 4. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Transtorno do Espectro Autista • O Transtorno do Espectro Autista (TEA) - Grupo de desordens complexas do desenvolvimento humano, com etiologias multifatoriais ainda mal definidas. • O TEA é considerado um transtorno do neurodesenvolvimento que se manifesta nos primeiros anos de vida por comportamentos que , segundo o DSM-5,incluem: O que é Autismo? 1 • Dificuldades na comunicação e interação social 2 • Presença de comportamentos repetitivos e interesses restritos
  • 5. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Incidência e Características (CDC, 2021) Fatores de Risco • Exposição a ácido valpróico durante o pré-natal • Baixo peso ao nascer X prematuridade extrema • Idade parental avançada Herança Multifatorial • Nos Estados Unidos: 1 caso em 44 crianças na idade de 8 anos tem diagnóstico de TEA. • No Brasil, dados de 2011 apontam 1 caso a cada 360 crianças. • 4.2 vezes mais prevalentes em meninos do que em meninas. • 15% dos casos tem um componente genético associado (mutação genética, fator ambiental)
  • 6. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista Há diversas ferramentas para o diagnóstico dos TEA. O mais utilizado é o Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais, da Academia Americana de Psiquiatria (5ª edição – DSM5, 2013). Ele apresenta: • Critérios diagnósticos • Níveis de gravidade
  • 7. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Critério Diagnóstico TEA - DSM5 DSM-5, 2013. Déficit na Interação e Comunicação Social • Falhas de reciprocidade socioafetiva • Falhas na comunicação não verbal • Dificuldades em desenvolver, manter e compreender uma interação Padrões Restritos e Repetitivos de Comportamentos e Interesse • Movimentos motores repetitivos • Adesão inflexível a rotinas • Interesses fixos e altamente restritos • Área sensorial (reações muito exacerbadas ou pouco ativas, a depender da situação).
  • 8. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Déficit na Interação e Comunicação Social • Abordagem social inadequada. • Dificuldade em estabelecer uma conversação de forma adequada. • Dificuldade em compartilhar interesses, emoções, afeto e reação. • Falhas em iniciar ou responder as interações sociais. Reciprocidade Sócio Emocional • Pouca integração de comunicação verbal e não verbal. • Contato visual e linguagem corporal inadequados ou déficits na compreensão e uso de gestos. • Pode haver ausência total de expressões faciais ou gestos comunicativos. Comunicação não Verbal • Dificuldade em ajustar o comportamento para se adequar a contextos sociais diversos. • Pode haver dificuldade em compartilhar brincadeiras imaginativas ou em fazer amigos. • Em alguns indivíduos, pode haver ausência de interesse em outras pessoas. Desenvolver, Manter e Compreender uma Interação
  • 9. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Padrões Restritos e Repetitivos de Comportamento e Interesse Movimentos Motores Repetitivos • Estereotipias motoras. • Ecolalia. • Discurso Repetitivo ou Frases Idiossincráticas. Adesão Inflexível às Rotinas • Extrema frustração frente a mínimas mudanças. • Dificuldade com transições. • Padrões rígidos de pensamento. • Rituais de saudação. • Insistência em fazer o mesmo caminho ou ingerir os mesmos alimentos.
  • 10. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Padrões Restritos e Repetitivos de Comportamento e Interesse Interesses Fixos e Altamente Restritos • Forte apego ou preocupação com objetos incomuns. • Interesses excessivamente circunscritos ou persevera. Área Sensorial • Indiferença a dor ou a temperatura. • Reação contrária a sons ou texturas específicas. • Cheirar ou tocar objetos de forma excessiva. • Fascinação visual por luzes ou movimento.
  • 11. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Classificação do Transtorno do Espectro Autista DSM 5 - Transtorno do Espectro Autista Nível 1: grau leve (exigindo pouco apoio) Esses indivíduos podem ser verbais, mas tem dificuldade de iniciar e sustentar interações com os outros. Eles podem ter reduzido interesse em interagir com os outros. Seus comportamentos restrito e reduzido, pode interferir no seu funcionamento em um ou mais contextos. Nível 2: grau moderado (necessitam de suporte) Déficits graves nas habilidades de comunicação social verbal e não verbal; prejuízos aparentes na interação social mesmo na presença de apoio. Os comportamentos restritos e repetitivos são óbvios ao observador casual e pode interferir no funcionamento em diversos contextos e podem ficar frustrados quando interrompidos ou redirecionados. , Nível 3: grau severo (necessitam de mais apoio/suporte) Déficits graves nas habilidades de comunicação verbal e não verbal causam prejuízos significativos de funcionamento. Apresentam grande limitação em iniciar e responder a intenções social que partem dos outros. Os comportamentos restritos e repetitivos interferem no funcionamento em todos os contextos.
  • 12. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Classificação do Transtorno do Espectro Autista Transtornos Globais do Desenvolvimento - F84 (CID 10) F84.0 Autismo Infantil F84.1 Autismo Típico F84.2 Síndrome de Rett F84.3 Outro transtorno desintegrativo da infância F84.4 Transtorno com hipercinesia associado a retardo mental e a movimentos estereotipados F84.5 Síndrome de Aspeger F84.8 Outros transtornos globais do desenvolvimento F84.9 Transtornos globais não especificados do desenvolvimento (TID SOE)
  • 13. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Classificação do Transtorno do Espectro Autista Transtorno do Espectro do Autismo - 6AO2 (CID 11) 6AO2.0 TEA Sem transtorno do desenvolvimento intelectual e com comprometimento leve ou ausente da linguagem funcional 6AO2.1 TEA Com transtorno do desenvolvimento intelectual e com comprometimento leve ou ausente da linguagem funcional 6AO2.2 TEA Sem transtorno do desenvolvimento intelectual e com linguagem funcional prejudicada 6AO2.3 TEA Com transtorno do desenvolvimento intelectual e com linguagem funcional prejudicada 6AO2.4 TEA Sem transtorno do desenvolvimento intelectual e com ausência de linguagem funcional 6AO2.5 TEA Com transtorno do desenvolvimento intelectual e com ausência de linguagem funcional 6AO2.Y Outro Transtorno do Espectro do Autismo especificado 6AO2.Z Transtorno do Espectro do Autismo, não especificado 2022
  • 14. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Diagnóstico Diferencial do Transtorno do Espectro Autista Síndrome de Rett Mutismo Seletivo Esquizofrenia Transtorno do movimento estereotipado Transtorno de linguagem e Transtorno da comunicação social (pragmática) Transtorno do desenvolvimento intelectual quando não associado a TEA Transtorno de hiperatividade e déficit de atenção quando não associado a TEA
  • 15. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Comorbidades do Transtorno do Espectro Autista • . • 63 a 96% - comorbidades psiquiátricas, como agitação psicomotora, ansiedade, depressão, TDAH • 50 a 80% - distúrbio do sono • 42 a 61% - seletividade alimentar • 9 a 51% - sintomas gastrointestinais • . • . • 15 a 65% - déficit intelectual • 75% - dificuldades de aprendizado • 12 a 26% - epilepsia • 9% - tics • .
  • 16. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? A Caderneta da Criança é a principal ferramenta de rastreio do Transtorno do Espectro Autista. O acompanhamento do desenvolvimento infantil com a através dela auxilia os profissionais a identificarem precocemente sinais de alerta. • Quanto mais precoce o diagnóstico, mais rápido será instituído a reabilitação e melhor desfecho será alcançado. • É importante ressaltar que 35% dos indivíduos do Espectro Autista não terminam sua escolaridade e 25% não entram pro mercado de trabalho .
  • 17. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Quando Suspeitar do Transtorno do Espectro Autista? 6 meses: ausência de sorriso ou expressões 9 meses: não compartilha sons, sorrisos ou outras expressões 12 meses: ausência de balbucio, não responde ao nome, não utiliza sorrisos ou outras expressões 16 meses: ainda não fala e não aponta objetos de interesse 18 meses: não brinca de faz de conta 24 meses: não utiliza combinação de 2 palavras, perda de fala, balbucio ou interação Sinais de Alerta do início do desenvolvimento infantil
  • 18. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Quando Suspeitar do Transtorno do Espectro Autista? Sinais de Alerta do início do desenvolvimento infantil • Evita o contato de olhar • Preferência persistente em ficar/brincar sozinho • Não realiza atenção conjunta e/ou compartilhada • Dificuldade em compreender o sentimento de outras pessoas • Atraso ou regressão no desenvolvimento da fala e linguagem • Repetir palavras e frases persistentemente • Ausência de gestos comunicativos • Não imita ações/ movimentos ou sons. • Se frusta por mudanças mínimas • Interesses restritos e repetitivos • Se interessa mais por objetos do que por pessoas • Não aponta e nem segue o apontar do outro • Manipulação limitada de objetos lúdicos. • Comportamentos incomuns (flapping, girar, rodar) • Reação incomum ou intensa a sons, cheiros, texturas, luzes
  • 19. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Quando Suspeitar Transtorno do Espectro Autista? • Comportamento Visual: padrões atípicos na fixação e acompanhamento de objetos. • Desenvolvimento motor: diminuição nos níveis de atividade, falhas na coordenação motora ampla e fina, maneirismos motores atípicos. • Brincar: brincar imitativo limitado (padrões de brincar atípicos ou repetitivos). • Comunicação Social e Linguagem: ausência de interesse em faces, pobre contato visual, ausência de sorriso social e pouco responsivo aos outros. Déficits em Diversas Áreas do Desenvolvimento
  • 20. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Instrumentos de Rastreio para Risco de Transtorno do Espectro Autista Check-lists e Escalas • Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-Chat): possibilita identificar atraso no desenvolvimento de crianças 18 a 24 meses. • Autism Behavior Checklist (ABC) Inventário do Comportamento Autístico (ICA): permite rastrear sintomas autísticos a partir dos três anos. • Childhood Autism Rating Scale (CARS) ou Escala de Avaliação do Autismo na Infância: auxiliam o diagnóstico e identificação de crianças com autismo, além de ser sensível na distinção entre o autismo e outros atrasos no desenvolvimento, pode ser utilizado em crianças a partir dos 2 anos de idade. Diagnóstico do TEA é clínico e envolve a participação de uma equipe interdisciplinar.
  • 21. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? Manejo Clínico e Terapêutico • Medicamentos: serão recomendados apenas na presença de algumas comorbidades, como por exemplo a epilepsia, distúrbios do sono, etc. • Suporte à Família: acolhimento no processo diagnóstico, como também no acompanhamento e orientações nas diferentes fases do desenvolvimento. • Terapias: o principal remédio para os indivíduos com TEA são as terapias - através dessas será possível incluí-los em todos os seus contextos sociais. • Exames: serão solicitados quando houver necessidade de diagnósticos diferenciais, investigação genética, confirmação de crises convulsivas, entre outros. • Intervenções Pedagógicas: importante a aproximação da saúde e educação, favorecendo melhores estratégias educacionais, personalizada às questões de cada criança.
  • 22. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? O diagnóstico de TEA é médico, feito por um neurologista ou psiquiatra, mas deve ser realizado a partir das observações clínicas de uma equipe interdisciplinar ou multiprofissional. Esses profissionais serão fundamentais não apenas no momento do diagnóstico, como também, e principalmente, para o acompanhamento terapêutico das pessoas com TEA durante às diferentes fases de sua vida.
  • 23. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? As pessoas com Transtorno do Espectro Autista precisam, além de outros elementos: • Promoção de autonomia, do aprimoramento do desempenho em atividades sociais e cotidianas, inserção no mercado de trabalho e a integração no cenário comunitário; • Valorização do papel dos familiares durante todo o programa de tratamento; • Importância de um trabalho colaborativo, multiprofissional e intersetorial; • Defesa e garantia de direitos; • Detecção precoce e diagnóstico diferencial. Oliveira; Castro, 2017
  • 24. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER? • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de Atenção à Reabilitação da Pessoa com Transtornos do Espectro do Autismo (TEA) / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014. • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. Linha de cuidado para a atenção às pessoas com transtornos do espectro do autismo e suas famílias na Rede de Atenção Psicossocial do Sistema Único de Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada e Temática. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015. • São Paulo. Secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e da Saúde. Protocolo do Estado de São Paulo de Diagnóstico, Tratamento e Encaminhamento de Pacientes com Transtorno do Espectro Autista (TEA). • Hyman SL, Levy SE, Myers SM; COUNCIL ON CHILDREN WITH DISABILITIES, SECTION ON DEVELOPMENTAL AND BEHAVIORAL PEDIATRICS. Identification, Evaluation, and Management of Children With Autism Spectrum Disorder. Pediatrics. 2020;145(1):e20193447. doi:10.1542/peds.2019-3447 • Oliveira, Bruno Diniz Castro de et al. Políticas para o autismo no Brasil: entre a atenção psicossocial e a reabilitação1. Physis: Revista de Saúde Coletiva [online]. 2017, v. 27, n. 03 [Acessado 1 Maio 2022] , pp. 707-726. ISSN 1809-4481. https://doi.org/10.1590/S0103-73312017000300017. • Marteleto MR, Pedromônico MR. Validity of Autism Behavior Checklist (ABC): preliminary study. Braz J Psychiatry. 2005;27(4):295-301. doi:10.1590/s1516-44462005000400008 • Robins DL, Fein D, Barton ML, Green JA. The Modified Checklist for Autism in Toddlers: an initial study investigating the early detection of autism and pervasive developmental disorders. J Autism Dev Disord. 2001;31(2):131-144. doi:10.1023/a:1010738829569 • Robins DL, Casagrande K, Barton M, Chen CM, Dumont-Mathieu T, Fein D. Validation of the modified checklist for Autism in toddlers, revised with follow-up (M-CHAT-R/F). Pediatrics. 2014;133(1):37-45. doi:10.1542/peds.2013-1813 • Maenner MJ, Shaw KA, Bakian AV, et al. Prevalence and Characteristics of Autism Spectrum Disorder Among Children Aged 8 Years — Autism and Developmental Disabilities Monitoring Network, 11 Sites, United States, 2018. MMWR Surveill Summ 2021;70(No. SS-11):1–16. DOI: http://dx.doi.org/10.15585/mmwr.ss7011a1external icon. Referências
  • 25. ATENÇÃO À CRIANÇA portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Material de 20 de maio de 2022 Disponível em: portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Eixo: Atenção à Criança Aprofunde seus conhecimentos acessando artigos disponíveis na biblioteca do Portal. AUTISMO: O QUE OS PROFISSIONAIS PRECISAM SABER?