SlideShare uma empresa Scribd logo
A puberdade é o processo que ocorre
que permite a passagem da infância à idade
adulta.
   A palavra “puberdade” surgiu de uma
palavra latina que significa ficar coberto
de pêlos. Na puberdade, não ficamos
“cobertos de pêlos”. Crescemos, alargamos
e pensamos de maneira diferente. A
puberdade aparece de maneira diferente
em idades diferentes.
•   A altura aumenta;
•   O peso aumenta;
•   A cara muda;
•   A pele fica mais oleosa;
•   Sua-se mais e mais facilmente,
•   Pode aparecer o acne, que é o aparecimento
    de borbulhas na cara, pescoço e costas.
Nas meninas ,a puberdade começa dos 9
aos 12 anos e acaba por volta dos 16 ou 17
anos.
  A puberdade das meninas começa mais
cedo do que nos rapazes.
• Aumenta a altura;
• A cara muda;
• Crescem os seios;
• Aparecem pêlos nas axilas;
• As ancas alargam;
• Crescem pêlos na púbis;
• As coxas e o traseiro ficam mais redondos;
• Sua-se mais e mais facilmente;
• Os órgãos sexuais desenvolvem-se e começam a
  “trabalhar”;
• A menstruação aparece.
Porque dõe os seios quando estão a crescer?
Porque existe uma alteração do nível de hormonas e
  pelo crescimento dos seios em geral.
Quanto tempo dura o período? E como ocorre?
A média é de 5 dias. Pode durar apenas 2 dias
  ou também 7 dias ou mais. Ocorre quando um
  óvulo se liberta de um ovário. O óvulo
  desloca-se pela trompa de Falópio até ao
  útero. No útero existe uma mucosa espessa,
  pronta para um óvulo fertilizado. Se a gravidez
  não se der, a mucosa solta-se. Depois, sangue,
  mucosa e muco saem pela vagina.
Nos meninos ,a puberdade começa por volta
dos 12 ou 13 anos. Acaba dependendo da
idade em que começa , mas acaba ,pela
média, entre os 21 e 25 anos.
  Para os rapazes , a puberdade pode mudar
muito o seu comportamento ,não só para
sempre ,mas sim no dia-a-dia.
• O pénis e os testículos crescem;
• Aumentam de altura;
• Aparecem pêlos na púbis;
• O bigode e os pêlos nas axilas crescem;
• A voz fica mais grave;
• Perde-se gordura e desenvolvem-se os músculos;
• Alargam os peitos e os ombros;
• A penugem corporal e os pêlos na cara
  aumentam .
• Aparece o acne ;
• Sua-se mais;
• Começam as ejaculações.
De onde vêm os espermatozóides ?
Os espermatozóides são produzidos devido a
 uma hormona libertada pela hipófise. Assim,
 os testículos produzem testosterona. Os
 espermatozóides formam-se nos testículos e
 crescem num tubo chamado epidídimo.
O que é ejaculação?
 Ejaculação é quando o esperma ou
sémen, sai do pénis em erecção. A ejaculação
aparece no processo da puberdade.
 O que é a ejaculação nocturna?
Uma ejaculação nocturna é quando se tem
uma erecção e ejaculação durante o sono. As
ejaculações nocturnas são vulgarmente
chamadas de “sonhos molhados”.
Porque é que a voz muda?
A voz muda porque a laringe muda. A maçã de
  Adão (alto a meio da garganta nos homens) é
  a laringe. A laringe cresce e vai fazendo a voz
  mais forte.
Regras…
Vamos dividir a turma em 2 grupos ( neste caso
  7 alunos cada grupo ). Vamos dar 7 perguntas
  ( neste caso ,pois são 14 alunos) e cada
  elemento de cada equipa vai responder a uma
  pergunta .A equipa que obtiver mais pontos
  ganha o jogo.
Vamos jogar…
1ª pergunta
A palavra puberdade ,em latim ,significa :

a) Ficar maior
b) Ficar coberto de pêlos
c) Ficar mais teimoso
2ª pergunta
 Qual destes processos não acontece na
  puberdade feminina :

a) Crescer os seios
b) Os ombros alargam
c) As coxas e o traseiro ficam mais redondos
3 ª pergunta
Porque é que a voz muda nos rapazes ?

a) Devido ao crescimento
 da laringe
b) Por causa do envelhe-
cimento
c) Fazem de propósito
4 º pergunta
A menstruação aparece :

a) Aos 12 anos
b) Aos 9 anos
c) Depende da pessoa ( em idades di-
ferentes )
5 ª pergunta
A ejaculação nocturna é conhecida também
 como :

a) Sonhos molhados
b) Sonhos secos
c) Sonhos de ejaculação
6 ª pergunta
A puberdade é :

a) O processo que nos permite sermos mais
   crescidos
b) É a passagem da infância à idade adulta
c) É apenas para podermos ter filhos
7 ª pergunta
A púbis é :

a) Um órgão sexual
b) Partes genitais
c) Uma célula reprodutora
Parabéns à equipa vencedora
Esperamos que todos tenham gostado
Pp rhc

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

5 -adolescencia_e_puberdade
5  -adolescencia_e_puberdade5  -adolescencia_e_puberdade
5 -adolescencia_e_puberdade
Joana Cunha
 
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dstSexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Ana Beatriz Cargnin
 
Aparelho reprodutor morfologia e fecundação
Aparelho reprodutor morfologia e fecundaçãoAparelho reprodutor morfologia e fecundação
Aparelho reprodutor morfologia e fecundação
Patrícia Santos
 
Ciencias
CienciasCiencias
Ciencias
Filipa Amaral
 
Caracteres Sexuais
Caracteres SexuaisCaracteres Sexuais
Caracteres Sexuais
Pratica Matemática
 
Etapas do desenvolvimento pré natal2011
Etapas do desenvolvimento pré natal2011Etapas do desenvolvimento pré natal2011
Etapas do desenvolvimento pré natal2011
UNISUL
 
Sexualidade manifestações fisiológicas na puberdade
Sexualidade   manifestações fisiológicas na puberdadeSexualidade   manifestações fisiológicas na puberdade
Sexualidade manifestações fisiológicas na puberdade
Robert Szabo
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
educacaoraquetes
 
Puberdade e Adolescência
Puberdade e AdolescênciaPuberdade e Adolescência
Puberdade e Adolescência
Juliana Gomes
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Reprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª série
Reprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª sérieReprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª série
Reprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª série
Gov. Estado do Paraná
 
Reprodução 1
Reprodução 1Reprodução 1
Reprodução 1
Tânia Reis
 
Aula 2 Puberdade, hormônios e reprodução
Aula 2 Puberdade, hormônios e reproduçãoAula 2 Puberdade, hormônios e reprodução
Aula 2 Puberdade, hormônios e reprodução
Ana Filadelfi
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
gustavo antunes
 
A sexualidade humana
A sexualidade humanaA sexualidade humana
A sexualidade humana
professoraludmila
 
Gravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento FetalGravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento Fetal
professorasima
 
Aparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor FemininoAparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor Feminino
Elio Rocha
 
Sexualidade para jovens
Sexualidade para jovensSexualidade para jovens
Sexualidade para jovens
DarkWolf
 
Nona semana osm
Nona semana osmNona semana osm
Nona semana osm
Rubiene Vieira
 

Mais procurados (19)

5 -adolescencia_e_puberdade
5  -adolescencia_e_puberdade5  -adolescencia_e_puberdade
5 -adolescencia_e_puberdade
 
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dstSexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
 
Aparelho reprodutor morfologia e fecundação
Aparelho reprodutor morfologia e fecundaçãoAparelho reprodutor morfologia e fecundação
Aparelho reprodutor morfologia e fecundação
 
Ciencias
CienciasCiencias
Ciencias
 
Caracteres Sexuais
Caracteres SexuaisCaracteres Sexuais
Caracteres Sexuais
 
Etapas do desenvolvimento pré natal2011
Etapas do desenvolvimento pré natal2011Etapas do desenvolvimento pré natal2011
Etapas do desenvolvimento pré natal2011
 
Sexualidade manifestações fisiológicas na puberdade
Sexualidade   manifestações fisiológicas na puberdadeSexualidade   manifestações fisiológicas na puberdade
Sexualidade manifestações fisiológicas na puberdade
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
 
Puberdade e Adolescência
Puberdade e AdolescênciaPuberdade e Adolescência
Puberdade e Adolescência
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Reprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª série
Reprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª sérieReprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª série
Reprodução humana e métodos anticoncepcionais 7ª série
 
Reprodução 1
Reprodução 1Reprodução 1
Reprodução 1
 
Aula 2 Puberdade, hormônios e reprodução
Aula 2 Puberdade, hormônios e reproduçãoAula 2 Puberdade, hormônios e reprodução
Aula 2 Puberdade, hormônios e reprodução
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
 
A sexualidade humana
A sexualidade humanaA sexualidade humana
A sexualidade humana
 
Gravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento FetalGravidez E Desenvolvimento Fetal
Gravidez E Desenvolvimento Fetal
 
Aparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor FemininoAparelho Reprodutor Feminino
Aparelho Reprodutor Feminino
 
Sexualidade para jovens
Sexualidade para jovensSexualidade para jovens
Sexualidade para jovens
 
Nona semana osm
Nona semana osmNona semana osm
Nona semana osm
 

Semelhante a Pp rhc

Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
MariaJoão Agualuza
 
Sexualidade que bicho é esse
Sexualidade que bicho é esseSexualidade que bicho é esse
Sexualidade que bicho é esse
Gisele Pimentel
 
Adolescência
Adolescência Adolescência
Adolescência
Espaço Emrc
 
Sist reprodutor
Sist reprodutorSist reprodutor
Sist reprodutor
s1lv1alouro
 
A Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNciaA Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNcia
veronicasilva
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
veronicasilva
 
8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência
Giselle Marques Goes
 
Reprodução 2013
Reprodução  2013Reprodução  2013
Reprodução 2013
Simone Maia
 
Gravides de ciencias lara
Gravides de ciencias laraGravides de ciencias lara
Gravides de ciencias lara
Carla Gomes
 
Karol
KarolKarol
Karol
srrpo
 
Mudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãos
Mudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãosMudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãos
Mudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãos
Glaucielen Cristina
 
Desenvolvimento da sexualidade
Desenvolvimento da sexualidadeDesenvolvimento da sexualidade
Desenvolvimento da sexualidade
5feugeniocastro
 
Sinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.QSinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.Q
Melissa Matos
 
A adolescência, fase de novas descobertas
A adolescência, fase de novas descobertas A adolescência, fase de novas descobertas
A adolescência, fase de novas descobertas
Elizangela Mendonça Martins
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
Sara Monteiro
 
Sexualidade humana i_
Sexualidade humana i_Sexualidade humana i_
Sexualidade humana i_
Thamires Morais
 
David ptie
David ptieDavid ptie
David ptie
joaofranco1994
 
Puberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra CristãPuberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra Cristã
Paloma Santos Matos
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
O Planeamento Familiar 20080216 V2
O Planeamento Familiar 20080216 V2O Planeamento Familiar 20080216 V2
O Planeamento Familiar 20080216 V2
lourencoalmeida
 

Semelhante a Pp rhc (20)

Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
 
Sexualidade que bicho é esse
Sexualidade que bicho é esseSexualidade que bicho é esse
Sexualidade que bicho é esse
 
Adolescência
Adolescência Adolescência
Adolescência
 
Sist reprodutor
Sist reprodutorSist reprodutor
Sist reprodutor
 
A Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNciaA Sexualidade Na AdolescêNcia
A Sexualidade Na AdolescêNcia
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência
 
Reprodução 2013
Reprodução  2013Reprodução  2013
Reprodução 2013
 
Gravides de ciencias lara
Gravides de ciencias laraGravides de ciencias lara
Gravides de ciencias lara
 
Karol
KarolKarol
Karol
 
Mudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãos
Mudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãosMudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãos
Mudanças sexuais nos adolescentes para adolescentes e jovens cristãos
 
Desenvolvimento da sexualidade
Desenvolvimento da sexualidadeDesenvolvimento da sexualidade
Desenvolvimento da sexualidade
 
Sinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.QSinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.Q
 
A adolescência, fase de novas descobertas
A adolescência, fase de novas descobertas A adolescência, fase de novas descobertas
A adolescência, fase de novas descobertas
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
 
Sexualidade humana i_
Sexualidade humana i_Sexualidade humana i_
Sexualidade humana i_
 
David ptie
David ptieDavid ptie
David ptie
 
Puberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra CristãPuberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra Cristã
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
 
O Planeamento Familiar 20080216 V2
O Planeamento Familiar 20080216 V2O Planeamento Familiar 20080216 V2
O Planeamento Familiar 20080216 V2
 

Mais de 5eeugeiocastro

A sida
A sidaA sida
O sistema reprodutor
O sistema reprodutorO sistema reprodutor
O sistema reprodutor
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)
5eeugeiocastro
 
Reprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimentoReprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimento
5eeugeiocastro
 
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andréPower point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
5eeugeiocastro
 
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdadeApresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
5eeugeiocastro
 
A arte de evacuar
A arte de evacuarA arte de evacuar
A arte de evacuar
5eeugeiocastro
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
5eeugeiocastro
 
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
5eeugeiocastro
 
A obesidade
A obesidadeA obesidade
A obesidade
5eeugeiocastro
 
Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1
5eeugeiocastro
 
Obesidade e subnutrição
Obesidade e subnutriçãoObesidade e subnutrição
Obesidade e subnutrição
5eeugeiocastro
 
Obesidade e subnutrição
Obesidade e subnutriçãoObesidade e subnutrição
Obesidade e subnutrição
5eeugeiocastro
 
Apresentação6
Apresentação6Apresentação6
Apresentação6
5eeugeiocastro
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
5eeugeiocastro
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
5eeugeiocastro
 

Mais de 5eeugeiocastro (20)

A sida
A sidaA sida
A sida
 
O sistema reprodutor
O sistema reprodutorO sistema reprodutor
O sistema reprodutor
 
Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)Da fecundação ao nascimento(1)
Da fecundação ao nascimento(1)
 
Reprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimentoReprodução humana e crescimento
Reprodução humana e crescimento
 
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andréPower point sobre gravidez trabalho com o andré
Power point sobre gravidez trabalho com o andré
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Da fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimentoDa fecundação ao nascimento
Da fecundação ao nascimento
 
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdadeApresentação a saúde da grávida e a puberdade
Apresentação a saúde da grávida e a puberdade
 
A arte de evacuar
A arte de evacuarA arte de evacuar
A arte de evacuar
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
Obesidade trabalho da sofia s e da beatriz z (2)
 
A obesidade
A obesidadeA obesidade
A obesidade
 
Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1Obesidade e subnutrição1
Obesidade e subnutrição1
 
Obesidade e subnutrição
Obesidade e subnutriçãoObesidade e subnutrição
Obesidade e subnutrição
 
Obesidade e subnutrição
Obesidade e subnutriçãoObesidade e subnutrição
Obesidade e subnutrição
 
Apresentação6
Apresentação6Apresentação6
Apresentação6
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 

Pp rhc

  • 1.
  • 2.
  • 3. A puberdade é o processo que ocorre que permite a passagem da infância à idade adulta. A palavra “puberdade” surgiu de uma palavra latina que significa ficar coberto de pêlos. Na puberdade, não ficamos “cobertos de pêlos”. Crescemos, alargamos e pensamos de maneira diferente. A puberdade aparece de maneira diferente em idades diferentes.
  • 4.
  • 5. A altura aumenta; • O peso aumenta; • A cara muda; • A pele fica mais oleosa; • Sua-se mais e mais facilmente, • Pode aparecer o acne, que é o aparecimento de borbulhas na cara, pescoço e costas.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. Nas meninas ,a puberdade começa dos 9 aos 12 anos e acaba por volta dos 16 ou 17 anos. A puberdade das meninas começa mais cedo do que nos rapazes.
  • 10. • Aumenta a altura; • A cara muda; • Crescem os seios; • Aparecem pêlos nas axilas; • As ancas alargam; • Crescem pêlos na púbis; • As coxas e o traseiro ficam mais redondos; • Sua-se mais e mais facilmente; • Os órgãos sexuais desenvolvem-se e começam a “trabalhar”; • A menstruação aparece.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Porque dõe os seios quando estão a crescer? Porque existe uma alteração do nível de hormonas e pelo crescimento dos seios em geral.
  • 14. Quanto tempo dura o período? E como ocorre? A média é de 5 dias. Pode durar apenas 2 dias ou também 7 dias ou mais. Ocorre quando um óvulo se liberta de um ovário. O óvulo desloca-se pela trompa de Falópio até ao útero. No útero existe uma mucosa espessa, pronta para um óvulo fertilizado. Se a gravidez não se der, a mucosa solta-se. Depois, sangue, mucosa e muco saem pela vagina.
  • 15.
  • 16. Nos meninos ,a puberdade começa por volta dos 12 ou 13 anos. Acaba dependendo da idade em que começa , mas acaba ,pela média, entre os 21 e 25 anos. Para os rapazes , a puberdade pode mudar muito o seu comportamento ,não só para sempre ,mas sim no dia-a-dia.
  • 17. • O pénis e os testículos crescem; • Aumentam de altura; • Aparecem pêlos na púbis; • O bigode e os pêlos nas axilas crescem; • A voz fica mais grave; • Perde-se gordura e desenvolvem-se os músculos; • Alargam os peitos e os ombros; • A penugem corporal e os pêlos na cara aumentam . • Aparece o acne ; • Sua-se mais; • Começam as ejaculações.
  • 18.
  • 19. De onde vêm os espermatozóides ? Os espermatozóides são produzidos devido a uma hormona libertada pela hipófise. Assim, os testículos produzem testosterona. Os espermatozóides formam-se nos testículos e crescem num tubo chamado epidídimo.
  • 20. O que é ejaculação? Ejaculação é quando o esperma ou sémen, sai do pénis em erecção. A ejaculação aparece no processo da puberdade. O que é a ejaculação nocturna? Uma ejaculação nocturna é quando se tem uma erecção e ejaculação durante o sono. As ejaculações nocturnas são vulgarmente chamadas de “sonhos molhados”.
  • 21. Porque é que a voz muda? A voz muda porque a laringe muda. A maçã de Adão (alto a meio da garganta nos homens) é a laringe. A laringe cresce e vai fazendo a voz mais forte.
  • 22.
  • 23. Regras… Vamos dividir a turma em 2 grupos ( neste caso 7 alunos cada grupo ). Vamos dar 7 perguntas ( neste caso ,pois são 14 alunos) e cada elemento de cada equipa vai responder a uma pergunta .A equipa que obtiver mais pontos ganha o jogo. Vamos jogar…
  • 24. 1ª pergunta A palavra puberdade ,em latim ,significa : a) Ficar maior b) Ficar coberto de pêlos c) Ficar mais teimoso
  • 25. 2ª pergunta Qual destes processos não acontece na puberdade feminina : a) Crescer os seios b) Os ombros alargam c) As coxas e o traseiro ficam mais redondos
  • 26. 3 ª pergunta Porque é que a voz muda nos rapazes ? a) Devido ao crescimento da laringe b) Por causa do envelhe- cimento c) Fazem de propósito
  • 27. 4 º pergunta A menstruação aparece : a) Aos 12 anos b) Aos 9 anos c) Depende da pessoa ( em idades di- ferentes )
  • 28. 5 ª pergunta A ejaculação nocturna é conhecida também como : a) Sonhos molhados b) Sonhos secos c) Sonhos de ejaculação
  • 29. 6 ª pergunta A puberdade é : a) O processo que nos permite sermos mais crescidos b) É a passagem da infância à idade adulta c) É apenas para podermos ter filhos
  • 30. 7 ª pergunta A púbis é : a) Um órgão sexual b) Partes genitais c) Uma célula reprodutora
  • 31. Parabéns à equipa vencedora Esperamos que todos tenham gostado