SlideShare uma empresa Scribd logo
OBESIDADE

 Entender e compreender o que é obesidade.
 sintomas.
 consequências.
 causas.
 tratamento.
Objetivo:

 A obesidade é o acúmulo de gordura no corpo
causado quase sempre por um consumo excessivo de
calorias na alimentação, superior ao valor usada pelo
organismo para sua manutenção e realização das
atividades do dia a dia. Ou seja: a obesidade
acontece quando a ingestão alimentar é maior que o
gasto energético correspondente.
O que é Obesidade?
Obesidade e
uma doença?

 A obesidade é determinada pelo Índice de Massa
Corporal (IMC) que é calculado dividindo-se o peso
(em kg) pelo quadrado da altura (em metros). O
resultado revela se o peso está dentro da faixa ideal,
abaixo ou acima do desejado - revelando sobrepeso
ou obesidade.
Diagnóstico de Obesidade.

I MC
(Índice de massa corporal)
TABELA DE CLASSIFICAÇÃO DA OBESIDADE
IMC (Kg/m2)
CLASSIFICAÇÃO
até 20
Abaixo do Peso
20 a 25
Peso Ideal
25 a 30
Sobrepeso
30 a 35
Obesidade Moderada
35 a 40
Obesidade Severa
40 a 50
Obesidade Mórbida
> 50
Super Obesidade
 Cálculo do IMC.
 IMC=peso (kg) / altura
(m) x altura (m)
OBESIDADE - 1 B
 O que é ? - A obesidade infantil ocorre quando uma criança está acima do peso
normal para sua idade e altura. De acordo com o estudos, uma em cada três crianças
no Brasil está pesando mais do que deveria.
 Causas - Muitos são os fatores que podem causar obesidade infantil. Entre as mais
comuns estão fatores genéticos, de má alimentação, sedentarismo ou uma
combinação desses fatores. Além disso, a obesidade em crianças também pode ser
decorrente de alguma condição médica, como doenças hormonais ou uso de
medicamentos a base de corticoides.
 Apesar de ser uma doença com influência genética, nem todos os pais e mães com
obesidade também terão filhos com o problema, assim como pais e mães dentro do
peso podem gerar filhos com obesidade. Isso porque a obesidade infantil também
tem ligação com os hábitos alimentares da criança e da família, bem como a
realização de atividades físicas.
Obesidade infantil
Alguns fatores podem aumentar o risco de obesidade em crianças e adolescentes:
Dieta desequilibrada, rica em fast foods, alimentos industrializados e congelados,
refrigerantes, doces e frituras
• Sedentarismo, já que a atividade física ajuda a queimar as calorias.
• Histórico familiar de obesidade, uma vez que a doença tem influência genética
e os maus hábitos alimentares podem ser ensinados de pai para filho.
• Fatores psicológicos, como estresse, tédio ou bullying, podem fazer as crianças
comerem mais do que o normal.
A alimentação da criança e a quantidade de exercício que ela
pratica são fatores importantes, que vão determinar o
aparecimento da obesidade infantil, ainda que exista histórico
familiar do problema.
OBESIDADE - 1 B
OBESIDADE - 1 B

 Hipertensão - Os indivíduos que sofrem de obesidade possuem maiores chances
de terem seus vasos sanguíneos comprimidos em razão principalmente do consumo
excessivo de alimentos que fazem mal à saúde. Essa compressão dos vasos é o que
resulta na pressão alta.
 Hipertrofia Ventricular - É uma doença cardíaca, ocasionada pelo aumento do
músculo do coração. Essa patologia atinge aos obesos pois o coração dessas pessoas
precisa trabalhar mais do que deveria para sustentar seu peso e a estrutura
corporal.
 Depressão - Portadores de obesidade possuem uma tendência mais
elevada de desenvolverem um quadro depressivo em função de sua
autoestima baixa que os torna inseguros em relação ao próprio corpo e
atrapalham as relações sociais e pessoais.
 ...
Doenças causadas pela
Obesidade.

 ...
 Apneia – É uma doença séria que gera paradas respiratórias involuntários
enquanto os indivíduos obesos estão dormindo. Isso ocorre pois essas pessoas
possuem excessos de gordura nas áreas do pescoço e do tronco, o que dificulta
a respiração e ocasiona um fechamento repentino da faringe.
 Diabetes do tipo 2 – Apesar da diabetes ser, em muitos casos, causada por
fatores genéticos, a doença também afeta mais facilmente as pessoas que estão
acima do peso. Isso acontece porque o excesso de peso causa uma resistência do
organismo à insulina, que é o hormônio responsável pela regulação dos níveis
de glicose. Sem que haja essa regulação, as chances de desenvolver a diabetes
do tipo 2 crescem consideravelmente.
Doenças causadas pela
Obesidade.
EPIDEMIA DE OBESIDADE

 A maneira mais simples e natural de combater a obesidade é através
da adoção de práticas saudáveis que incluem a ingestão de alimentos
benéficos à saúde e a realização de exercícios físicos.
 Em alguns casos, os médicos podem solicitar o uso de remédios,
porém, estes devem ser utilizados temporariamente e apenas sob
recomendação médica pois os efeitos colaterais são graves como por
exemplo, o aumento da pressão sanguínea, insônia e arritmia
cardíacas.
Tratamento

 A utilização de medicamentos contribui de forma modesta e
temporária no caso da obesidade, mas, nunca devem ser usados como
única forma de tratamento. Algumas das substâncias usadas atuam no
cérebro e podem provocar reações adversas graves, como: nervosismo,
insônia, aumento da pressão sanguínea, batimentos cardíacos
acelerados, boca seca e intestino preso. Um dos riscos mais
preocupantes dos remédios para obesidade é o de se tornar
dependente. Por isso, o tratamento medicamentoso da obesidade deve
ser acompanhado com atenção e restrito a alguns tipos de pacientes.
Medicamentos

 Pessoas com obesidade mórbida e comorbidades, como
diabetes e hipertensão, podem optar por fazer a cirurgia de
redução de estômago para controlar o peso e sair da obesidade.
Existem quatro técnicas diferentes de cirurgia bariátrica para
obesidade reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina
(CFM): Banda Gástrica Ajustável, Gastrectomia Vertical, Bypass
Gástrico e Derivação Bileopancreática. A escolha da cirurgia
dependerá do quadro do paciente, do grau de obesidade e das
doenças relacionadas.
Cirurgia bariátrica
Cuidados para evitar a obesidade
• A educação alimentar é muito importante para evitar a obesidade. Uma dieta
saudável deve ser praticada por qualquer pessoa e incentivada desde a
infância. É através de hábitos alimentares saudáveis, que se consegue reduzir a
ingestão calórica excessiva, evitando que se ganhe peso acima do normal.
• Uma boa dieta alimentar inclui a ingestão de carnes magras (como frango e
peixe), evitando-se a carne vermelha em excesso, além de aumentar nas
refeições a quantidade de vegetais, fibras e frutas.
• Toda pessoa deve fazer exercícios físicos regulares, seguindo orientação
médica, além de procurar levar uma vida com menos estresse, garantindo
espaço para o lazer e o bem estar familiar.
• O exercício físico regular melhora o condicionamento físico e mental do ser
humano, proporcionando uma queima maior das calorias, redução do apetite,
melhoria do perfil da gordura, aumento da ação da insulina no organismo,
maior sensação de bem estar e elevação da auto-estima. Mas não se deve
praticar exercícios exageradamente e sem ter uma orientação de um
profissional.
• Faça exames regularmente, e procure orientação médica.

 http://www.minhavida.com.br/saude/temas/obesidade
 http://saudecontrole.com.br/principais-doencas-causadas-pela-
obesidade/
Bibliografia

 E.E. Prof. Luiz Gonzaga Righini
 Gabriel F. Kikonaga N:11
 João Victor R. Lopes N:24
 Ketlen Cuba N:28
 Mariana C. Z. N:32
 Mario Vinicios N:33
 Rodrigo Barbosa N:41
 Profª Maria Teresa
Integrantes 1B

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Obesidade
ObesidadeObesidade
Apresentação obesidade
Apresentação obesidadeApresentação obesidade
Apresentação obesidade
BibliotecaRoque
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
Cíntia Costa
 
Obesidade Completo
Obesidade CompletoObesidade Completo
Obesidade Completo
profanabela
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
ObesidadeObesidade
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
LiraIngrid
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
Msaude
 
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida SaudávelHábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Alimentação Saudável
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vida
Edvaldo S. Júnior
 
Alimentação saudável para hipertensos e di abéticos
Alimentação saudável para hipertensos e di abéticosAlimentação saudável para hipertensos e di abéticos
Alimentação saudável para hipertensos e di abéticos
Jéssica Angelo
 
Alimentação saudável e equilibrada
Alimentação saudável e equilibradaAlimentação saudável e equilibrada
Alimentação saudável e equilibrada
Catalin Danu
 
Obesidade Infantil
Obesidade InfantilObesidade Infantil
Obesidade Infantil
Gabriela Matias
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
paulabarrela
 
Tratamento Da Obesidade
Tratamento Da  ObesidadeTratamento Da  Obesidade
Tratamento Da Obesidade
Fernanda Melo
 
Dobras cutâneas
Dobras cutâneasDobras cutâneas
Dobras cutâneas
marcelosilveirazero1
 
Nutrição e saúde
Nutrição e saúdeNutrição e saúde
Nutrição e saúde
Telma Justa Freitas
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
Juliana Costa
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Controle da diabetes
Controle da diabetesControle da diabetes
Controle da diabetes
Dessa Reis
 

Mais procurados (20)

Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Apresentação obesidade
Apresentação obesidadeApresentação obesidade
Apresentação obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade Completo
Obesidade CompletoObesidade Completo
Obesidade Completo
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida SaudávelHábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vida
 
Alimentação saudável para hipertensos e di abéticos
Alimentação saudável para hipertensos e di abéticosAlimentação saudável para hipertensos e di abéticos
Alimentação saudável para hipertensos e di abéticos
 
Alimentação saudável e equilibrada
Alimentação saudável e equilibradaAlimentação saudável e equilibrada
Alimentação saudável e equilibrada
 
Obesidade Infantil
Obesidade InfantilObesidade Infantil
Obesidade Infantil
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Tratamento Da Obesidade
Tratamento Da  ObesidadeTratamento Da  Obesidade
Tratamento Da Obesidade
 
Dobras cutâneas
Dobras cutâneasDobras cutâneas
Dobras cutâneas
 
Nutrição e saúde
Nutrição e saúdeNutrição e saúde
Nutrição e saúde
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Controle da diabetes
Controle da diabetesControle da diabetes
Controle da diabetes
 

Destaque

Obesidade 2014
Obesidade 2014Obesidade 2014
Obesidade 2014
Robson Lopes
 
Thiago Marta Oliveira
Thiago Marta OliveiraThiago Marta Oliveira
Thiago Marta Oliveira
Thiago Marta de Oliveira
 
1 i assembleia da rede estadual - 05-03-2015
1   i assembleia da rede estadual - 05-03-20151   i assembleia da rede estadual - 05-03-2015
1 i assembleia da rede estadual - 05-03-2015
Tales Felix
 
Indicações e técnicas para a cirurgia bariátrica
Indicações e técnicas para a cirurgia bariátricaIndicações e técnicas para a cirurgia bariátrica
Indicações e técnicas para a cirurgia bariátrica
Juliana Braz
 
Glândula tireoide e glândulas paratireoides
Glândula tireoide e glândulas paratireoides Glândula tireoide e glândulas paratireoides
Glândula tireoide e glândulas paratireoides
Mônica Abreu
 
Cirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica II
Cirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica IICirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica II
Cirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica II
Enfº Ícaro Araújo
 
Sindrome metabolica
Sindrome metabolicaSindrome metabolica
Sindrome metabolica
washington carlos vieira
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
JessicaWatsonJ1
 

Destaque (8)

Obesidade 2014
Obesidade 2014Obesidade 2014
Obesidade 2014
 
Thiago Marta Oliveira
Thiago Marta OliveiraThiago Marta Oliveira
Thiago Marta Oliveira
 
1 i assembleia da rede estadual - 05-03-2015
1   i assembleia da rede estadual - 05-03-20151   i assembleia da rede estadual - 05-03-2015
1 i assembleia da rede estadual - 05-03-2015
 
Indicações e técnicas para a cirurgia bariátrica
Indicações e técnicas para a cirurgia bariátricaIndicações e técnicas para a cirurgia bariátrica
Indicações e técnicas para a cirurgia bariátrica
 
Glândula tireoide e glândulas paratireoides
Glândula tireoide e glândulas paratireoides Glândula tireoide e glândulas paratireoides
Glândula tireoide e glândulas paratireoides
 
Cirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica II
Cirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica IICirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica II
Cirurgia Bariátrica - Enfermagem Cirúrgica II
 
Sindrome metabolica
Sindrome metabolicaSindrome metabolica
Sindrome metabolica
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 

Semelhante a OBESIDADE - 1 B

Obesidade
Obesidade Obesidade
Obesidade
Robson Lopes
 
Obesidade ↖
Obesidade ↖Obesidade ↖
Obesidade ↖
Joemille Leal
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
Yuri Matos
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
migsantos
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
beehnunes
 
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
Tony
 
Obesity
ObesityObesity
Obesity
Rop123
 
Obesidade 7º a.... ketiza e bárbara
Obesidade 7º a.... ketiza e bárbaraObesidade 7º a.... ketiza e bárbara
Obesidade 7º a.... ketiza e bárbara
cunhaluis
 
AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...
AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...
AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
Rop123
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
Adelaide Jesus
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
alimentacao
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
Michele Pó
 
Obessidade
ObessidadeObessidade
Obessidade
josesolidario
 
Atividade Física e Saúde
Atividade Física e SaúdeAtividade Física e Saúde
Atividade Física e Saúde
glauciodantas
 
Obesidade e compulsão alimentar (2)
Obesidade e compulsão alimentar (2)Obesidade e compulsão alimentar (2)
Obesidade e compulsão alimentar (2)
Eliane Santos
 
Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...
Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...
Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...
Van Der Häägen Brazil
 
Ebook obesidade
Ebook obesidadeEbook obesidade
Ebook obesidade
Vanessa Dias
 
Ebook obesidade
Ebook obesidadeEbook obesidade
Ebook obesidade
Claudia Thomaz
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
carlasalgueiro
 

Semelhante a OBESIDADE - 1 B (20)

Obesidade
Obesidade Obesidade
Obesidade
 
Obesidade ↖
Obesidade ↖Obesidade ↖
Obesidade ↖
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
 
Obesity
ObesityObesity
Obesity
 
Obesidade 7º a.... ketiza e bárbara
Obesidade 7º a.... ketiza e bárbaraObesidade 7º a.... ketiza e bárbara
Obesidade 7º a.... ketiza e bárbara
 
AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...
AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...
AUMENTO DE PESO É COMUM A ANALOGIA COM FORMATOS CLÁSSICOS COMO: DISTRIBUIÇÃO ...
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obessidade
ObessidadeObessidade
Obessidade
 
Atividade Física e Saúde
Atividade Física e SaúdeAtividade Física e Saúde
Atividade Física e Saúde
 
Obesidade e compulsão alimentar (2)
Obesidade e compulsão alimentar (2)Obesidade e compulsão alimentar (2)
Obesidade e compulsão alimentar (2)
 
Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...
Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...
Aqui veremos o que é obesidade, quais os tipos que existem e suas consequênci...
 
Ebook obesidade
Ebook obesidadeEbook obesidade
Ebook obesidade
 
Ebook obesidade
Ebook obesidadeEbook obesidade
Ebook obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 

Mais de Maria Teresa Iannaco Grego

Abelha azul 2º A
Abelha azul 2º AAbelha azul 2º A
Abelha azul 2º A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Morsa 3ºB
Morsa 3ºBMorsa 3ºB
Desastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º ADesastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Tubarão 2º c II
Tubarão 2º c IITubarão 2º c II
Tubarão 2º c II
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Foca 1º C
Foca  1º CFoca  1º C
Aquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º AAquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Baleias 3º A
Baleias 3º ABaleias 3º A
Efeito da-poluição-nos-corais-1°B
Efeito da-poluição-nos-corais-1°BEfeito da-poluição-nos-corais-1°B
Efeito da-poluição-nos-corais-1°B
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Pinguins-2º C
Pinguins-2º CPinguins-2º C
A vila socó 2º c
A vila socó 2º cA vila socó 2º c
A vila socó 2º c
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Lixo nas grandes cidades 1º D
Lixo nas grandes cidades  1º DLixo nas grandes cidades  1º D
Lixo nas grandes cidades 1º D
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Plantas carnívoras 3 C
Plantas carnívoras 3 CPlantas carnívoras 3 C
Plantas carnívoras 3 C
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Desastres naturais 2º A
Desastres naturais 2º ADesastres naturais 2º A
Desastres naturais 2º A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Desastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 ADesastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Pinguins2ºC
Pinguins2ºCPinguins2ºC
Leão 1 B
Leão 1 BLeão 1 B
Panda 1 C
Panda 1 CPanda 1 C
Girafas 1 C
Girafas  1 CGirafas  1 C
ÁGuia 1 A
ÁGuia 1 AÁGuia 1 A
Agrotoxico e meio ambiente -3ºA
Agrotoxico  e meio ambiente -3ºAAgrotoxico  e meio ambiente -3ºA
Agrotoxico e meio ambiente -3ºA
Maria Teresa Iannaco Grego
 

Mais de Maria Teresa Iannaco Grego (20)

Abelha azul 2º A
Abelha azul 2º AAbelha azul 2º A
Abelha azul 2º A
 
Morsa 3ºB
Morsa 3ºBMorsa 3ºB
Morsa 3ºB
 
Desastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º ADesastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º A
 
Tubarão 2º c II
Tubarão 2º c IITubarão 2º c II
Tubarão 2º c II
 
Foca 1º C
Foca  1º CFoca  1º C
Foca 1º C
 
Aquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º AAquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º A
 
Baleias 3º A
Baleias 3º ABaleias 3º A
Baleias 3º A
 
Efeito da-poluição-nos-corais-1°B
Efeito da-poluição-nos-corais-1°BEfeito da-poluição-nos-corais-1°B
Efeito da-poluição-nos-corais-1°B
 
Pinguins-2º C
Pinguins-2º CPinguins-2º C
Pinguins-2º C
 
A vila socó 2º c
A vila socó 2º cA vila socó 2º c
A vila socó 2º c
 
Lixo nas grandes cidades 1º D
Lixo nas grandes cidades  1º DLixo nas grandes cidades  1º D
Lixo nas grandes cidades 1º D
 
Plantas carnívoras 3 C
Plantas carnívoras 3 CPlantas carnívoras 3 C
Plantas carnívoras 3 C
 
Desastres naturais 2º A
Desastres naturais 2º ADesastres naturais 2º A
Desastres naturais 2º A
 
Desastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 ADesastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 A
 
Pinguins2ºC
Pinguins2ºCPinguins2ºC
Pinguins2ºC
 
Leão 1 B
Leão 1 BLeão 1 B
Leão 1 B
 
Panda 1 C
Panda 1 CPanda 1 C
Panda 1 C
 
Girafas 1 C
Girafas  1 CGirafas  1 C
Girafas 1 C
 
ÁGuia 1 A
ÁGuia 1 AÁGuia 1 A
ÁGuia 1 A
 
Agrotoxico e meio ambiente -3ºA
Agrotoxico  e meio ambiente -3ºAAgrotoxico  e meio ambiente -3ºA
Agrotoxico e meio ambiente -3ºA
 

Último

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 

Último (20)

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 

OBESIDADE - 1 B

  • 2.   Entender e compreender o que é obesidade.  sintomas.  consequências.  causas.  tratamento. Objetivo:
  • 3.   A obesidade é o acúmulo de gordura no corpo causado quase sempre por um consumo excessivo de calorias na alimentação, superior ao valor usada pelo organismo para sua manutenção e realização das atividades do dia a dia. Ou seja: a obesidade acontece quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente. O que é Obesidade?
  • 5.   A obesidade é determinada pelo Índice de Massa Corporal (IMC) que é calculado dividindo-se o peso (em kg) pelo quadrado da altura (em metros). O resultado revela se o peso está dentro da faixa ideal, abaixo ou acima do desejado - revelando sobrepeso ou obesidade. Diagnóstico de Obesidade.
  • 6.  I MC (Índice de massa corporal) TABELA DE CLASSIFICAÇÃO DA OBESIDADE IMC (Kg/m2) CLASSIFICAÇÃO até 20 Abaixo do Peso 20 a 25 Peso Ideal 25 a 30 Sobrepeso 30 a 35 Obesidade Moderada 35 a 40 Obesidade Severa 40 a 50 Obesidade Mórbida > 50 Super Obesidade  Cálculo do IMC.  IMC=peso (kg) / altura (m) x altura (m)
  • 8.  O que é ? - A obesidade infantil ocorre quando uma criança está acima do peso normal para sua idade e altura. De acordo com o estudos, uma em cada três crianças no Brasil está pesando mais do que deveria.  Causas - Muitos são os fatores que podem causar obesidade infantil. Entre as mais comuns estão fatores genéticos, de má alimentação, sedentarismo ou uma combinação desses fatores. Além disso, a obesidade em crianças também pode ser decorrente de alguma condição médica, como doenças hormonais ou uso de medicamentos a base de corticoides.  Apesar de ser uma doença com influência genética, nem todos os pais e mães com obesidade também terão filhos com o problema, assim como pais e mães dentro do peso podem gerar filhos com obesidade. Isso porque a obesidade infantil também tem ligação com os hábitos alimentares da criança e da família, bem como a realização de atividades físicas. Obesidade infantil
  • 9. Alguns fatores podem aumentar o risco de obesidade em crianças e adolescentes: Dieta desequilibrada, rica em fast foods, alimentos industrializados e congelados, refrigerantes, doces e frituras • Sedentarismo, já que a atividade física ajuda a queimar as calorias. • Histórico familiar de obesidade, uma vez que a doença tem influência genética e os maus hábitos alimentares podem ser ensinados de pai para filho. • Fatores psicológicos, como estresse, tédio ou bullying, podem fazer as crianças comerem mais do que o normal. A alimentação da criança e a quantidade de exercício que ela pratica são fatores importantes, que vão determinar o aparecimento da obesidade infantil, ainda que exista histórico familiar do problema.
  • 12.   Hipertensão - Os indivíduos que sofrem de obesidade possuem maiores chances de terem seus vasos sanguíneos comprimidos em razão principalmente do consumo excessivo de alimentos que fazem mal à saúde. Essa compressão dos vasos é o que resulta na pressão alta.  Hipertrofia Ventricular - É uma doença cardíaca, ocasionada pelo aumento do músculo do coração. Essa patologia atinge aos obesos pois o coração dessas pessoas precisa trabalhar mais do que deveria para sustentar seu peso e a estrutura corporal.  Depressão - Portadores de obesidade possuem uma tendência mais elevada de desenvolverem um quadro depressivo em função de sua autoestima baixa que os torna inseguros em relação ao próprio corpo e atrapalham as relações sociais e pessoais.  ... Doenças causadas pela Obesidade.
  • 13.   ...  Apneia – É uma doença séria que gera paradas respiratórias involuntários enquanto os indivíduos obesos estão dormindo. Isso ocorre pois essas pessoas possuem excessos de gordura nas áreas do pescoço e do tronco, o que dificulta a respiração e ocasiona um fechamento repentino da faringe.  Diabetes do tipo 2 – Apesar da diabetes ser, em muitos casos, causada por fatores genéticos, a doença também afeta mais facilmente as pessoas que estão acima do peso. Isso acontece porque o excesso de peso causa uma resistência do organismo à insulina, que é o hormônio responsável pela regulação dos níveis de glicose. Sem que haja essa regulação, as chances de desenvolver a diabetes do tipo 2 crescem consideravelmente. Doenças causadas pela Obesidade.
  • 15.   A maneira mais simples e natural de combater a obesidade é através da adoção de práticas saudáveis que incluem a ingestão de alimentos benéficos à saúde e a realização de exercícios físicos.  Em alguns casos, os médicos podem solicitar o uso de remédios, porém, estes devem ser utilizados temporariamente e apenas sob recomendação médica pois os efeitos colaterais são graves como por exemplo, o aumento da pressão sanguínea, insônia e arritmia cardíacas. Tratamento
  • 16.   A utilização de medicamentos contribui de forma modesta e temporária no caso da obesidade, mas, nunca devem ser usados como única forma de tratamento. Algumas das substâncias usadas atuam no cérebro e podem provocar reações adversas graves, como: nervosismo, insônia, aumento da pressão sanguínea, batimentos cardíacos acelerados, boca seca e intestino preso. Um dos riscos mais preocupantes dos remédios para obesidade é o de se tornar dependente. Por isso, o tratamento medicamentoso da obesidade deve ser acompanhado com atenção e restrito a alguns tipos de pacientes. Medicamentos
  • 17.   Pessoas com obesidade mórbida e comorbidades, como diabetes e hipertensão, podem optar por fazer a cirurgia de redução de estômago para controlar o peso e sair da obesidade. Existem quatro técnicas diferentes de cirurgia bariátrica para obesidade reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM): Banda Gástrica Ajustável, Gastrectomia Vertical, Bypass Gástrico e Derivação Bileopancreática. A escolha da cirurgia dependerá do quadro do paciente, do grau de obesidade e das doenças relacionadas. Cirurgia bariátrica
  • 18. Cuidados para evitar a obesidade • A educação alimentar é muito importante para evitar a obesidade. Uma dieta saudável deve ser praticada por qualquer pessoa e incentivada desde a infância. É através de hábitos alimentares saudáveis, que se consegue reduzir a ingestão calórica excessiva, evitando que se ganhe peso acima do normal. • Uma boa dieta alimentar inclui a ingestão de carnes magras (como frango e peixe), evitando-se a carne vermelha em excesso, além de aumentar nas refeições a quantidade de vegetais, fibras e frutas. • Toda pessoa deve fazer exercícios físicos regulares, seguindo orientação médica, além de procurar levar uma vida com menos estresse, garantindo espaço para o lazer e o bem estar familiar. • O exercício físico regular melhora o condicionamento físico e mental do ser humano, proporcionando uma queima maior das calorias, redução do apetite, melhoria do perfil da gordura, aumento da ação da insulina no organismo, maior sensação de bem estar e elevação da auto-estima. Mas não se deve praticar exercícios exageradamente e sem ter uma orientação de um profissional. • Faça exames regularmente, e procure orientação médica.
  • 20.   E.E. Prof. Luiz Gonzaga Righini  Gabriel F. Kikonaga N:11  João Victor R. Lopes N:24  Ketlen Cuba N:28  Mariana C. Z. N:32  Mario Vinicios N:33  Rodrigo Barbosa N:41  Profª Maria Teresa Integrantes 1B