SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
O PÚBLICO E O PRIVADO.
Prof. Douglas Gregorio – agosto de 2009.
O Público e o privado.
1 – Duas abordagens filosóficas do
tema: Hannah Arendt e Cícero.
2 – A ética na política.
3 - Os desvios institucionais.
Hannah Arendt.
Filósofa alemã.
1906 – 1975.
Autora de:
“A Condição Humana”

Há uma diferença entre:
- Viver a vida e...
- Viver no mundo.
VIVER A VIDA: existência
biológica individual,
necessidades como alimentação,
proteção e reprodução, como
qualquer outro animal
VIVER NO MUNDO: criar o mundo
é um artifício humano que se faz
através das ciências, das artes e
da política, diferente dos demais
animais.
POLÍTICA: é onde ocorrem as decisões coletivas, de
interesse geral, comum a todos.
A RES PUBLICA
representa o bem e o
interesse comum.
Monarquia, ditadura,
democracia, aristocracia,
seja qual for o tipo de
governo, o “bem” e o
“interesse comum” deve
ser concretizado no
âmbito da ação política.

Marco Tulio Cícero.
Filósofo e político
romano.
106 – 43 a.C.
A questão do
interesse público
X
interesse privado
é a essência da
ética na política.
Na ação política,
quando o privado é
prioridade ante o
público ocorrem os
chamados DESVIOS
INSTITUICIONAIS.

Os desvios institucionais constituem a
essência da CORRUPÇÃO.
Os desvios institucionais mais comuns são:
O nepotismo – favorecimento
de familiares e apadrinhados.
O clientelismo
é a troca de
favores do
patrono com
sua rede de
contatos,
visando apoio
político e
tolerância à
prevaricação.

A patronagem
ocorre quando o
grupo hegemônico
faz concessões em
troca de apoio
governamental.
A corrupção é o
não cumprimento
do dever oficial em
troca de algum tipo
de vantagem,
geralmente
financeira.
Patronagem: denúncias
comprovadas de nepotismo
e corrupção, o senado
arquiva 11 processos contra
o senador Sarney, com o
apoio do partido do
governo.

Motivo: sem o apoio
do PMDB, partido de
Sarney, o PT não
conseguiria aprovar
seus projetos no
senado.
O PSDB, oposição ao PT e
PMDB, decide reativar os
processos contra Sarney.
O PMDB responde: o senador
Artur Virgílio (PSDB AM)
também está envolvido em
práticas corruptas; abriremos
processo imediato.

Após um acordo entre o PT, o PMDB e o PSDB,
todos os processos permanecem arquivados,
mesmo mediante provas irrefutáveis e o
conhecimento geral do Brasil e do mundo.
Fatos de agosto de 2009.
Para refletir:
CADA POVO TEM O GOVERNO QUE
MERECE, diz a sabedoria popular.
Vote em quem ROUBA, MAS FAZ!
Roteiro e produção e editoração: Prof. Douglas Gregorio.
Assessoria pedagógica: Colégio Anchieta e Laboratório de
Linguagens Digitais – LLD, da ECA, USP.
Imagens: Corbis e Google.

www.kafenacoca.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de PortugalMensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de PortugalMaria Teixiera
 
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - DescartesTeorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - DescartesJorge Barbosa
 
Resumos filosofia 11
Resumos filosofia 11Resumos filosofia 11
Resumos filosofia 11Dylan Bonnet
 
Juízo de fato e Juízo de valor
Juízo de fato e Juízo de valorJuízo de fato e Juízo de valor
Juízo de fato e Juízo de valorDanilo Pires
 
Karl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoKarl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoFilipaFonseca
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesJoana Filipa Rodrigues
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperJorge Barbosa
 
Filosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresFilosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresInesTeixeiraDuarte
 
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos "O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos Catarina Castro
 
Relativismo Cultural
Relativismo CulturalRelativismo Cultural
Relativismo CulturalBruno Pedro
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formalAlan
 
Método indutivo vs hipotetico dedutivo
Método indutivo vs hipotetico dedutivoMétodo indutivo vs hipotetico dedutivo
Método indutivo vs hipotetico dedutivoj_sdias
 
Objectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científicaObjectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científicaAMLDRP
 

Mais procurados (20)

Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de PortugalMensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
 
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - DescartesTeorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
 
Resumos filosofia 11
Resumos filosofia 11Resumos filosofia 11
Resumos filosofia 11
 
Ética e Deontologia
Ética e DeontologiaÉtica e Deontologia
Ética e Deontologia
 
Juízo de fato e Juízo de valor
Juízo de fato e Juízo de valorJuízo de fato e Juízo de valor
Juízo de fato e Juízo de valor
 
O problema da moralidade da guerra
O problema da moralidade da guerraO problema da moralidade da guerra
O problema da moralidade da guerra
 
Karl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoKarl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º ano
 
Hume
HumeHume
Hume
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo Descartes
 
Liberdade Filosofia
Liberdade FilosofiaLiberdade Filosofia
Liberdade Filosofia
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
 
Filosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresFilosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os Valores
 
Thomas kuhn
Thomas kuhnThomas kuhn
Thomas kuhn
 
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos "O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
 
Tipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivosTipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivos
 
Relativismo Cultural
Relativismo CulturalRelativismo Cultural
Relativismo Cultural
 
Popper – o problema da demarcação
Popper – o problema da demarcaçãoPopper – o problema da demarcação
Popper – o problema da demarcação
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formal
 
Método indutivo vs hipotetico dedutivo
Método indutivo vs hipotetico dedutivoMétodo indutivo vs hipotetico dedutivo
Método indutivo vs hipotetico dedutivo
 
Objectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científicaObjectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científica
 

Destaque

Gestão pública x privada semelhanças e diferenças
Gestão pública x privada  semelhanças e diferençasGestão pública x privada  semelhanças e diferenças
Gestão pública x privada semelhanças e diferençasRafael Parente
 
O público e o privado na esfera pública
O público e o privado na esfera públicaO público e o privado na esfera pública
O público e o privado na esfera públicaGiovana Soares Carneiro
 
Gestão Pública x Gestão Privada
Gestão Pública x Gestão PrivadaGestão Pública x Gestão Privada
Gestão Pública x Gestão PrivadaEnio Verri
 
Política social III - O público e o privado nas Políticas Sociais
Política social III -  O público e o privado nas Políticas SociaisPolítica social III -  O público e o privado nas Políticas Sociais
Política social III - O público e o privado nas Políticas SociaisEducação
 
Entre o público e o privado
Entre o público e o privadoEntre o público e o privado
Entre o público e o privadoPaulo Mierjam
 
Administração pública e privada
Administração pública e privadaAdministração pública e privada
Administração pública e privadaLowrrayny Franchesca
 
Apresentação Estado, Governo e Mercado
Apresentação Estado, Governo e MercadoApresentação Estado, Governo e Mercado
Apresentação Estado, Governo e MercadoVilsione Serra
 
Apostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICA
Apostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICAApostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICA
Apostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICAHelio Alves
 
Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008
Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008
Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008guest8854ec
 
Bens públicos
Bens públicosBens públicos
Bens públicosGian Silva
 
Principais características da agências reguladoras palestra aluno scoty souza
Principais características da agências reguladoras   palestra aluno scoty souzaPrincipais características da agências reguladoras   palestra aluno scoty souza
Principais características da agências reguladoras palestra aluno scoty souzaJosé Rogério de Sousa Mendes Júnior
 
Trabalho prisional
Trabalho prisionalTrabalho prisional
Trabalho prisionalLucas Muniz
 
Agências reguladoras - Resumo
Agências reguladoras - ResumoAgências reguladoras - Resumo
Agências reguladoras - Resumomercedesmariablog
 

Destaque (20)

Gestão pública x privada semelhanças e diferenças
Gestão pública x privada  semelhanças e diferençasGestão pública x privada  semelhanças e diferenças
Gestão pública x privada semelhanças e diferenças
 
O público e o privado na esfera pública
O público e o privado na esfera públicaO público e o privado na esfera pública
O público e o privado na esfera pública
 
Gestão Pública x Gestão Privada
Gestão Pública x Gestão PrivadaGestão Pública x Gestão Privada
Gestão Pública x Gestão Privada
 
Política social III - O público e o privado nas Políticas Sociais
Política social III -  O público e o privado nas Políticas SociaisPolítica social III -  O público e o privado nas Políticas Sociais
Política social III - O público e o privado nas Políticas Sociais
 
Entre o público e o privado
Entre o público e o privadoEntre o público e o privado
Entre o público e o privado
 
Administração pública e privada
Administração pública e privadaAdministração pública e privada
Administração pública e privada
 
Apresentação Estado, Governo e Mercado
Apresentação Estado, Governo e MercadoApresentação Estado, Governo e Mercado
Apresentação Estado, Governo e Mercado
 
Apostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICA
Apostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICAApostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICA
Apostila do curso O PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICA
 
Aulas 7,8
Aulas 7,8Aulas 7,8
Aulas 7,8
 
Aula bens públicos
Aula bens públicosAula bens públicos
Aula bens públicos
 
Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008
Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008
Las PolíTicas Sociales E IntervencióN Social De Base Territorial 2008
 
Bens públicos
Bens públicosBens públicos
Bens públicos
 
Bens públicos
Bens públicosBens públicos
Bens públicos
 
Principais características da agências reguladoras palestra aluno scoty souza
Principais características da agências reguladoras   palestra aluno scoty souzaPrincipais características da agências reguladoras   palestra aluno scoty souza
Principais características da agências reguladoras palestra aluno scoty souza
 
Trabalho prisional
Trabalho prisionalTrabalho prisional
Trabalho prisional
 
Regulação e agências reguladoras
Regulação e agências reguladorasRegulação e agências reguladoras
Regulação e agências reguladoras
 
Agências reguladoras - Resumo
Agências reguladoras - ResumoAgências reguladoras - Resumo
Agências reguladoras - Resumo
 
Empresa privada
Empresa privada Empresa privada
Empresa privada
 
Políticas públicas
Políticas públicasPolíticas públicas
Políticas públicas
 
Avaliação de políticas sociais
Avaliação de políticas sociaisAvaliação de políticas sociais
Avaliação de políticas sociais
 

Semelhante a O público e o privado

Sociologia 3as-cidadania-direitos
Sociologia 3as-cidadania-direitosSociologia 3as-cidadania-direitos
Sociologia 3as-cidadania-direitosgisele75
 
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏Lucio Borges
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptRafaelyLeite1
 
O papel do terceiro e as interrogações do conflito social
O papel do terceiro e as interrogações do conflito socialO papel do terceiro e as interrogações do conflito social
O papel do terceiro e as interrogações do conflito socialAna Priscila Marinho
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptMateusSoares325300
 
Cidadania e-democracia
Cidadania e-democraciaCidadania e-democracia
Cidadania e-democraciaSilvania souza
 
Filosofia unidade v
Filosofia unidade vFilosofia unidade v
Filosofia unidade vjoao paulo
 
Ética e cidadania.pptx
Ética e cidadania.pptxÉtica e cidadania.pptx
Ética e cidadania.pptxAnderson Cezar
 
A Ideologia do "Cidadão de Bem"
A Ideologia do "Cidadão de Bem"A Ideologia do "Cidadão de Bem"
A Ideologia do "Cidadão de Bem"samuel Jesus
 

Semelhante a O público e o privado (20)

Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Sociologia 3as-cidadania-direitos
Sociologia 3as-cidadania-direitosSociologia 3as-cidadania-direitos
Sociologia 3as-cidadania-direitos
 
Política.pdf
Política.pdfPolítica.pdf
Política.pdf
 
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
 
Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3
 
Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
O papel do terceiro e as interrogações do conflito social
O papel do terceiro e as interrogações do conflito socialO papel do terceiro e as interrogações do conflito social
O papel do terceiro e as interrogações do conflito social
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕESDEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
 
Cidadania e-democracia
Cidadania e-democraciaCidadania e-democracia
Cidadania e-democracia
 
Filosofia unidade v
Filosofia unidade vFilosofia unidade v
Filosofia unidade v
 
Palestra Globalização e Cidadania
Palestra Globalização e CidadaniaPalestra Globalização e Cidadania
Palestra Globalização e Cidadania
 
Ética e cidadania.pptx
Ética e cidadania.pptxÉtica e cidadania.pptx
Ética e cidadania.pptx
 
Corrupção na política e no cotidiano
Corrupção na política e no cotidianoCorrupção na política e no cotidiano
Corrupção na política e no cotidiano
 
Direitos humanos prova
Direitos humanos provaDireitos humanos prova
Direitos humanos prova
 
Cidadania moderna direitos civis
Cidadania moderna   direitos civisCidadania moderna   direitos civis
Cidadania moderna direitos civis
 
Jornalismo político
Jornalismo políticoJornalismo político
Jornalismo político
 
Direitos humanos dudh
Direitos humanos   dudhDireitos humanos   dudh
Direitos humanos dudh
 
A Ideologia do "Cidadão de Bem"
A Ideologia do "Cidadão de Bem"A Ideologia do "Cidadão de Bem"
A Ideologia do "Cidadão de Bem"
 

Mais de Douglas Gregorio

Mais de Douglas Gregorio (20)

MOOC - o que é?
MOOC - o que é?MOOC - o que é?
MOOC - o que é?
 
A Cultura Underground.
A Cultura Underground.A Cultura Underground.
A Cultura Underground.
 
Micromacroeconomia.
Micromacroeconomia.Micromacroeconomia.
Micromacroeconomia.
 
A Virtude.
A Virtude.A Virtude.
A Virtude.
 
A Revolução Digital.
A Revolução Digital.A Revolução Digital.
A Revolução Digital.
 
A sociedade em rede.
A sociedade em rede.A sociedade em rede.
A sociedade em rede.
 
Questão ambiental.
Questão ambiental.Questão ambiental.
Questão ambiental.
 
Cultura, o que é.
Cultura, o que é.Cultura, o que é.
Cultura, o que é.
 
Conflitos mundiais.
Conflitos mundiais.Conflitos mundiais.
Conflitos mundiais.
 
Ciência, introdução.
Ciência, introdução.Ciência, introdução.
Ciência, introdução.
 
Sociologia, introdução.
Sociologia, introdução.Sociologia, introdução.
Sociologia, introdução.
 
Comunidade, sociologia.
Comunidade, sociologia.Comunidade, sociologia.
Comunidade, sociologia.
 
Conhecimento mítico
Conhecimento míticoConhecimento mítico
Conhecimento mítico
 
Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.
 
A natureza humana.
A natureza humana. A natureza humana.
A natureza humana.
 
Walter Benjamin e o conceito de história.
Walter Benjamin e o conceito de história.Walter Benjamin e o conceito de história.
Walter Benjamin e o conceito de história.
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
Antropologia.
Antropologia.Antropologia.
Antropologia.
 
Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.
Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.
Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.
 
Marketing - análise ambiental - ambiente social.
Marketing - análise ambiental - ambiente social.Marketing - análise ambiental - ambiente social.
Marketing - análise ambiental - ambiente social.
 

Último

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 

O público e o privado

  • 1. O PÚBLICO E O PRIVADO. Prof. Douglas Gregorio – agosto de 2009.
  • 2. O Público e o privado. 1 – Duas abordagens filosóficas do tema: Hannah Arendt e Cícero. 2 – A ética na política. 3 - Os desvios institucionais.
  • 3. Hannah Arendt. Filósofa alemã. 1906 – 1975. Autora de: “A Condição Humana” Há uma diferença entre: - Viver a vida e... - Viver no mundo.
  • 4. VIVER A VIDA: existência biológica individual, necessidades como alimentação, proteção e reprodução, como qualquer outro animal VIVER NO MUNDO: criar o mundo é um artifício humano que se faz através das ciências, das artes e da política, diferente dos demais animais. POLÍTICA: é onde ocorrem as decisões coletivas, de interesse geral, comum a todos.
  • 5. A RES PUBLICA representa o bem e o interesse comum. Monarquia, ditadura, democracia, aristocracia, seja qual for o tipo de governo, o “bem” e o “interesse comum” deve ser concretizado no âmbito da ação política. Marco Tulio Cícero. Filósofo e político romano. 106 – 43 a.C.
  • 6. A questão do interesse público X interesse privado é a essência da ética na política.
  • 7. Na ação política, quando o privado é prioridade ante o público ocorrem os chamados DESVIOS INSTITUICIONAIS. Os desvios institucionais constituem a essência da CORRUPÇÃO.
  • 8. Os desvios institucionais mais comuns são: O nepotismo – favorecimento de familiares e apadrinhados. O clientelismo é a troca de favores do patrono com sua rede de contatos, visando apoio político e tolerância à prevaricação. A patronagem ocorre quando o grupo hegemônico faz concessões em troca de apoio governamental. A corrupção é o não cumprimento do dever oficial em troca de algum tipo de vantagem, geralmente financeira.
  • 9. Patronagem: denúncias comprovadas de nepotismo e corrupção, o senado arquiva 11 processos contra o senador Sarney, com o apoio do partido do governo. Motivo: sem o apoio do PMDB, partido de Sarney, o PT não conseguiria aprovar seus projetos no senado.
  • 10. O PSDB, oposição ao PT e PMDB, decide reativar os processos contra Sarney. O PMDB responde: o senador Artur Virgílio (PSDB AM) também está envolvido em práticas corruptas; abriremos processo imediato. Após um acordo entre o PT, o PMDB e o PSDB, todos os processos permanecem arquivados, mesmo mediante provas irrefutáveis e o conhecimento geral do Brasil e do mundo. Fatos de agosto de 2009.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Para refletir: CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE, diz a sabedoria popular. Vote em quem ROUBA, MAS FAZ!
  • 14. Roteiro e produção e editoração: Prof. Douglas Gregorio. Assessoria pedagógica: Colégio Anchieta e Laboratório de Linguagens Digitais – LLD, da ECA, USP. Imagens: Corbis e Google. www.kafenacoca.blogspot.com