SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Na atualidade, o advento da
INFORMÁTICA e da WEB
revolucionaram de forma nunca vista
toda a cultura humana.
Estas tecnologias estão
proporcionando novas formas de
RACIOCÍNIO e COGNIÇÃO, o que
obviamente abre perspectivas
múltiplas e diferenciadas nos
paradigmas educacionais.
O MOOC – Massive Open
Online Course – representa
uma experiência inovadora
em educomunicação.
Mesclando princípios das
plataformas 2.0 e das redes
sociais, um MOOC é uma
experiência de produção
compartilhada de
conhecimento aberta a
qualquer interessado sem
pré-requisito além de estar
conectado à web.
A produção de conteúdo é livre para
qualquer participante, podendo usar todo e
qualquer recurso acessível em tecnologia
digital e web: imagens, blogs, fóruns,
podcasts entre outros.
Não se aplica uma pedagogia propriamente
dita, pois inclusive a partilha de
metodologias de construção de
conhecimento é uma de suas principais
características.
Novas dinâmicas de socialização surgem a
partir do engajamento dos participantes com a
responsabilidade de troca interativa de
conhecimento em cooperação mútua –
conectividade.
Os paradigmas da
modernidade lançam
mão de um modelo
dialético baseado na
tríade tese, antítese e
síntese. Porém, a
conectividade de um
MOOC vai além disso.

As diferentes
abordagens, pontos de
vista e necessidades
fazem com que o
conhecimento deixe de
ser obra de um único
sujeito , mas de sujeitos
conectados em ação
dialógica.
Pensamento sistêmico: ações
inter-relacionadas e conectadas
num mesmo padrão em sentido
horizontal: COMPLEXIDADE.
MOOCs funcionam como
redutores de diferença na
medida em que são vetores de
compartilhamento e construção
do conhecimento e de
processamento cada vez mais
velozes da informação
cooperativa que se tornou uma
necessidade no mundo
contemporâneo.
No MOOC as redes de
conhecimento e a inteligência
coletiva e conectiva se tornam
uma realidade. Múltiplas
possibilidades de mídia, meios e
mediações. Desenvolvimento de
linguagens múltiplas,
intercompreensíveis numa nova
expressão de sentidos, diferente
da universalização da linguagem
pretendida pelo racionalismo
iluminista do século XVII.
Num MOOC os atores sociais são, basicamente, um especialista
ou um grupo de especialistas focados no tema a ser adotado pelo
MOOC, e os ilimitados estudantes entendidos em perfis e
definições diversas, estando esse MOOC sempre aberto a
qualquer internauta que tenha algum tipo de interesse no tema
abordado.

Não é curso convencional, não ocorre em
âmbito institucional, nem é EAD.
A INFORMAÇÃO ESTÁ EM TODO LUGAR.
Os MOOCs expressam aquilo o que as
TICs proporcionam: uma nova
perspectiva epistemológica: não um
saber necessário e universal centrado no
sujeito individual, mas um saber
dinâmico que se configura na
intersubjetividade.
Imagens: Corbis e Google.
Prof. Ms. Douglas Gregorio.
Outubro de 2013.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Texto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informaçãoTexto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informação
ricaselmavera
 
Os professores e o desafio comunicacional da cibercultura
Os professores e o desafio comunicacional da ciberculturaOs professores e o desafio comunicacional da cibercultura
Os professores e o desafio comunicacional da cibercultura
isaberlandi
 

Mais procurados (19)

Educação + Comunicação
Educação + ComunicaçãoEducação + Comunicação
Educação + Comunicação
 
O valor da interatividade
O valor da interatividadeO valor da interatividade
O valor da interatividade
 
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
ANÁLISE DE FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO NA WEB_aspectos tecnológicos e implicaçõe...
 
Cps Palestra 23.06
Cps Palestra 23.06Cps Palestra 23.06
Cps Palestra 23.06
 
Conferência: RUMO À ESCOLA SEM MUROS
Conferência: RUMO À ESCOLA SEM MUROSConferência: RUMO À ESCOLA SEM MUROS
Conferência: RUMO À ESCOLA SEM MUROS
 
Introducao a educacao a distancia
Introducao a educacao a distanciaIntroducao a educacao a distancia
Introducao a educacao a distancia
 
Tarefa semana ii jorge melo
Tarefa semana ii   jorge meloTarefa semana ii   jorge melo
Tarefa semana ii jorge melo
 
Pedagogia e tecnologia 3
Pedagogia e tecnologia 3Pedagogia e tecnologia 3
Pedagogia e tecnologia 3
 
Extensão para aplicar modelo à rede do df
Extensão para aplicar modelo à rede do dfExtensão para aplicar modelo à rede do df
Extensão para aplicar modelo à rede do df
 
Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013
Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013
Congresso ANDEA / Mackenzie - 29_08_2013
 
Apresentacao GRUPAR (2009-2019)
Apresentacao   GRUPAR (2009-2019)Apresentacao   GRUPAR (2009-2019)
Apresentacao GRUPAR (2009-2019)
 
Redes Sociais na Internet: Sociabilidades Emergentes
Redes Sociais na Internet: Sociabilidades EmergentesRedes Sociais na Internet: Sociabilidades Emergentes
Redes Sociais na Internet: Sociabilidades Emergentes
 
Investigação em educação na era das redes sociais
Investigação em educação na era das redes sociaisInvestigação em educação na era das redes sociais
Investigação em educação na era das redes sociais
 
Construtivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismoConstrutivismo pós piagetianismo
Construtivismo pós piagetianismo
 
Texto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informaçãoTexto apoio 2 educação sociedade informação
Texto apoio 2 educação sociedade informação
 
Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2
 
ijid
ijidijid
ijid
 
Docência Online e seus processos de formação contemporâneos
Docência Online e seus processos de formação contemporâneosDocência Online e seus processos de formação contemporâneos
Docência Online e seus processos de formação contemporâneos
 
Os professores e o desafio comunicacional da cibercultura
Os professores e o desafio comunicacional da ciberculturaOs professores e o desafio comunicacional da cibercultura
Os professores e o desafio comunicacional da cibercultura
 

Destaque

Cap09 Controle E AvaliaçãO De Mkt Michel
Cap09   Controle E AvaliaçãO De Mkt MichelCap09   Controle E AvaliaçãO De Mkt Michel
Cap09 Controle E AvaliaçãO De Mkt Michel
HR MERCANTIL
 
O Que é a Macroeconomia?
O Que é a Macroeconomia?O Que é a Macroeconomia?
O Que é a Macroeconomia?
elliando dias
 

Destaque (20)

A Cultura Underground.
A Cultura Underground.A Cultura Underground.
A Cultura Underground.
 
Marketing - análise ambiental - ambiente político e legal.
Marketing - análise ambiental - ambiente político e legal.Marketing - análise ambiental - ambiente político e legal.
Marketing - análise ambiental - ambiente político e legal.
 
Marketing - análise ambiental - ambiente social.
Marketing - análise ambiental - ambiente social.Marketing - análise ambiental - ambiente social.
Marketing - análise ambiental - ambiente social.
 
Macro ambiente
Macro ambienteMacro ambiente
Macro ambiente
 
Análise ambiental de Marketing
Análise ambiental de MarketingAnálise ambiental de Marketing
Análise ambiental de Marketing
 
Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.
Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.
Marketing - análise ambiental - tecnologia e competitividade.
 
Micromacroeconomia.
Micromacroeconomia.Micromacroeconomia.
Micromacroeconomia.
 
A natureza humana.
A natureza humana. A natureza humana.
A natureza humana.
 
Cap09 Controle E AvaliaçãO De Mkt Michel
Cap09   Controle E AvaliaçãO De Mkt MichelCap09   Controle E AvaliaçãO De Mkt Michel
Cap09 Controle E AvaliaçãO De Mkt Michel
 
Cultura, o que é.
Cultura, o que é.Cultura, o que é.
Cultura, o que é.
 
A sociedade em rede.
A sociedade em rede.A sociedade em rede.
A sociedade em rede.
 
Ciência, introdução.
Ciência, introdução.Ciência, introdução.
Ciência, introdução.
 
Walter Benjamin e o conceito de história.
Walter Benjamin e o conceito de história.Walter Benjamin e o conceito de história.
Walter Benjamin e o conceito de história.
 
Sociologia, introdução.
Sociologia, introdução.Sociologia, introdução.
Sociologia, introdução.
 
Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.
 
Ambientes de Marketing - Macro e Micro
Ambientes de Marketing - Macro e MicroAmbientes de Marketing - Macro e Micro
Ambientes de Marketing - Macro e Micro
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
A Revolução Digital.
A Revolução Digital.A Revolução Digital.
A Revolução Digital.
 
O Que é a Macroeconomia?
O Que é a Macroeconomia?O Que é a Macroeconomia?
O Que é a Macroeconomia?
 
Conhecimento mítico
Conhecimento míticoConhecimento mítico
Conhecimento mítico
 

Semelhante a MOOC - o que é?

Informática na educação
Informática na educaçãoInformática na educação
Informática na educação
rosecleinunes21
 
Educação e cibercultura
Educação e ciberculturaEducação e cibercultura
Educação e cibercultura
nicepeda
 
Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0
cmoper
 
Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
videoparatodos
 
Apresentacao cibercultura e_educacao_carlo
Apresentacao cibercultura e_educacao_carloApresentacao cibercultura e_educacao_carlo
Apresentacao cibercultura e_educacao_carlo
Robison Luiz
 

Semelhante a MOOC - o que é? (20)

A Cibercultura de Pierre Lévy
A Cibercultura de Pierre LévyA Cibercultura de Pierre Lévy
A Cibercultura de Pierre Lévy
 
Teoria pedagógicas conteporâneas
Teoria pedagógicas conteporâneasTeoria pedagógicas conteporâneas
Teoria pedagógicas conteporâneas
 
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICASCIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
CIBERCULTURA E AS TEORIAS PEDAGÓGICAS
 
Cibercultura e Teoria Histórico-cultural
Cibercultura e Teoria Histórico-culturalCibercultura e Teoria Histórico-cultural
Cibercultura e Teoria Histórico-cultural
 
Informática na educação
Informática na educaçãoInformática na educação
Informática na educação
 
Correntes pós-modernas no contexto tecnológico
Correntes pós-modernas no contexto tecnológicoCorrentes pós-modernas no contexto tecnológico
Correntes pós-modernas no contexto tecnológico
 
Artigo - estudo sobre a adesão, frequência e vantagens dos moocs
Artigo - estudo sobre a adesão, frequência e vantagens dos moocsArtigo - estudo sobre a adesão, frequência e vantagens dos moocs
Artigo - estudo sobre a adesão, frequência e vantagens dos moocs
 
Holística e a cibercultura
Holística e a ciberculturaHolística e a cibercultura
Holística e a cibercultura
 
MOODLE REFLEXÃO CRITICA:SUA UTILIZAÇÃO, O QUE PODERIA TER.
MOODLE REFLEXÃO CRITICA:SUA UTILIZAÇÃO, O QUE PODERIA TER.MOODLE REFLEXÃO CRITICA:SUA UTILIZAÇÃO, O QUE PODERIA TER.
MOODLE REFLEXÃO CRITICA:SUA UTILIZAÇÃO, O QUE PODERIA TER.
 
Teoria pedagógica no contexto da cibercultura
Teoria pedagógica no contexto da ciberculturaTeoria pedagógica no contexto da cibercultura
Teoria pedagógica no contexto da cibercultura
 
Educação e cibercultura
Educação e ciberculturaEducação e cibercultura
Educação e cibercultura
 
Conhecimento em rede
Conhecimento em redeConhecimento em rede
Conhecimento em rede
 
TICs e o processo ensino-aprendizagem
TICs e o processo ensino-aprendizagemTICs e o processo ensino-aprendizagem
TICs e o processo ensino-aprendizagem
 
Cibercultura e a Pedagogia Moderna
Cibercultura e a Pedagogia ModernaCibercultura e a Pedagogia Moderna
Cibercultura e a Pedagogia Moderna
 
Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0
 
Artigo sociedade em rede
Artigo sociedade em rede   Artigo sociedade em rede
Artigo sociedade em rede
 
Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
 
Narrativa uerj semiotica
Narrativa uerj semioticaNarrativa uerj semiotica
Narrativa uerj semiotica
 
Teorias sociocríticas - Teoria da Ação Comunicativa e a Cibercultura
Teorias sociocríticas - Teoria da Ação Comunicativa e a CiberculturaTeorias sociocríticas - Teoria da Ação Comunicativa e a Cibercultura
Teorias sociocríticas - Teoria da Ação Comunicativa e a Cibercultura
 
Apresentacao cibercultura e_educacao_carlo
Apresentacao cibercultura e_educacao_carloApresentacao cibercultura e_educacao_carlo
Apresentacao cibercultura e_educacao_carlo
 

Mais de Douglas Gregorio

Mais de Douglas Gregorio (14)

A Virtude.
A Virtude.A Virtude.
A Virtude.
 
Questão ambiental.
Questão ambiental.Questão ambiental.
Questão ambiental.
 
Conflitos mundiais.
Conflitos mundiais.Conflitos mundiais.
Conflitos mundiais.
 
Comunidade, sociologia.
Comunidade, sociologia.Comunidade, sociologia.
Comunidade, sociologia.
 
Antropologia.
Antropologia.Antropologia.
Antropologia.
 
Os doze trabalhos de Hércules
Os doze trabalhos de HérculesOs doze trabalhos de Hércules
Os doze trabalhos de Hércules
 
Ideologia
IdeologiaIdeologia
Ideologia
 
O público e o privado
O público e o privadoO público e o privado
O público e o privado
 
História das tecnologias educacionais.
História das tecnologias educacionais.História das tecnologias educacionais.
História das tecnologias educacionais.
 
Maquiavel
MaquiavelMaquiavel
Maquiavel
 
Política, uma introdução
Política, uma introduçãoPolítica, uma introdução
Política, uma introdução
 
Zenão
ZenãoZenão
Zenão
 
Propaganda
PropagandaPropaganda
Propaganda
 
Sociologia clássica 2
Sociologia clássica 2Sociologia clássica 2
Sociologia clássica 2
 

Último

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 

MOOC - o que é?

  • 1.
  • 2. Na atualidade, o advento da INFORMÁTICA e da WEB revolucionaram de forma nunca vista toda a cultura humana. Estas tecnologias estão proporcionando novas formas de RACIOCÍNIO e COGNIÇÃO, o que obviamente abre perspectivas múltiplas e diferenciadas nos paradigmas educacionais.
  • 3. O MOOC – Massive Open Online Course – representa uma experiência inovadora em educomunicação. Mesclando princípios das plataformas 2.0 e das redes sociais, um MOOC é uma experiência de produção compartilhada de conhecimento aberta a qualquer interessado sem pré-requisito além de estar conectado à web.
  • 4. A produção de conteúdo é livre para qualquer participante, podendo usar todo e qualquer recurso acessível em tecnologia digital e web: imagens, blogs, fóruns, podcasts entre outros. Não se aplica uma pedagogia propriamente dita, pois inclusive a partilha de metodologias de construção de conhecimento é uma de suas principais características. Novas dinâmicas de socialização surgem a partir do engajamento dos participantes com a responsabilidade de troca interativa de conhecimento em cooperação mútua – conectividade.
  • 5. Os paradigmas da modernidade lançam mão de um modelo dialético baseado na tríade tese, antítese e síntese. Porém, a conectividade de um MOOC vai além disso. As diferentes abordagens, pontos de vista e necessidades fazem com que o conhecimento deixe de ser obra de um único sujeito , mas de sujeitos conectados em ação dialógica.
  • 6. Pensamento sistêmico: ações inter-relacionadas e conectadas num mesmo padrão em sentido horizontal: COMPLEXIDADE. MOOCs funcionam como redutores de diferença na medida em que são vetores de compartilhamento e construção do conhecimento e de processamento cada vez mais velozes da informação cooperativa que se tornou uma necessidade no mundo contemporâneo.
  • 7. No MOOC as redes de conhecimento e a inteligência coletiva e conectiva se tornam uma realidade. Múltiplas possibilidades de mídia, meios e mediações. Desenvolvimento de linguagens múltiplas, intercompreensíveis numa nova expressão de sentidos, diferente da universalização da linguagem pretendida pelo racionalismo iluminista do século XVII.
  • 8. Num MOOC os atores sociais são, basicamente, um especialista ou um grupo de especialistas focados no tema a ser adotado pelo MOOC, e os ilimitados estudantes entendidos em perfis e definições diversas, estando esse MOOC sempre aberto a qualquer internauta que tenha algum tipo de interesse no tema abordado. Não é curso convencional, não ocorre em âmbito institucional, nem é EAD. A INFORMAÇÃO ESTÁ EM TODO LUGAR.
  • 9. Os MOOCs expressam aquilo o que as TICs proporcionam: uma nova perspectiva epistemológica: não um saber necessário e universal centrado no sujeito individual, mas um saber dinâmico que se configura na intersubjetividade.
  • 10. Imagens: Corbis e Google. Prof. Ms. Douglas Gregorio. Outubro de 2013.