SlideShare uma empresa Scribd logo
CURSO: PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NO AMBIENTE ESCOLAR
Módulo I – Objetivos e Diretrizes para
a Promoção da Alimentação Saudável
ESTUDO DIRIGIDO
Transição Alimentar e Nutricional
Transição Alimentar e Nutricional
 A população brasileira, nas últimas décadas,
experimentou grandes transformações sociais que
resultaram em mudanças no seu padrão de saúde e
consumo alimentar.
 De um país que apresentava altas
taxas de desnutrição, na década
de 1970, passou a ser um país com
metade da população adulta com
excesso de peso, em 2008.
 Novo cenário de problemas
relacionados à alimentação e nutrição,
de doenças crônicas não transmissíveis. Fonte: Brasil, 2013
Pra pensar...
 Quais eram os alimentos que seus avós comiam?
 Quais eram os alimentos que sua mãe e seu pai
comiam?
 Quais eram os alimentos que você comia quando
criança?
 E o que você come hoje em dia? Houve mudanças? Quando aconteceram?
 Quem cuidava da alimentação no tempo dos seus avós?
 E no tempo dos seus pais? E hoje?
 Você percebe diferenças entre a sua alimentação hoje e a alimentação nos
tempos de seus avós, de seus pais e quando era criança?
 Por que existem estas diferenças?
 Por que deixamos de consumir alguns alimentos ao longo do tempo?
 É importante recuperá-los?
“A alimentação e nutrição constituem-se em
requisitos básicos para a promoção e a
proteção da saúde, possibilitando a afirmação
plena do potencial de crescimento e
desenvolvimento humano,
com qualidade de vida e cidadania.”
PNAN (Brasil, 2013)
Necessidade de formulação e implantação de estratégias
nacionais, locais e regionais efetivas e integradas para a
redução da morbi-mortalidade relacionada à alimentação
inadequada e ao sedentarismo, com recomendações e
indicações adaptadas frente às diferentes realidades,
prevendo ações de caráter regulatório, fiscal e legislativo
que visem tornar essas escolhas factíveis à população.
BRASIL, 2013
Estratégias Públicas
em Alimentação e Nutrição
PNAN – Considerações gerais
• Aprovada em 1999
• Atualizada em 2011 pela PORTARIA Nº 2.715,
num amplo e democrático processo de
atualização e aprimoramento da Política,
por meio de seminários – PNAN 10 anos.
• Pelo Direito Humano à Alimentação Adequada e em busca
da garantia da Segurança Alimentar e Nutricional
Qual o propósito da Política Nacional
de Alimentação e Nutrição?
Qual o propósito da Política Nacional
de Alimentação e Nutrição?
A melhoria das condições de alimentação,
nutrição e saúde da população brasileira, mediante
a promoção de práticas alimentares adequadas e
saudáveis, a vigilância alimentar e nutricional, a
prevenção e o cuidado integral dos agravos
relacionados à alimentação e nutrição.
São princípios da PNAN:
 Universalidade, integralidade, equidade,
descentralização, regionalização e hierarquização
e participação popular
 Alimentação como elemento de humanização das
práticas de saúde
 O respeito à diversidade e à cultura alimentar
 O fortalecimento da autonomia dos indivíduos
 A determinação social e a natureza interdisciplinar
e intersetorial da alimentação e nutrição
 A segurança alimentar e nutricional com soberania
São diretrizes da PNAN ?
( ) Organização da Atenção Nutricional
( ) Promoção da Alimentação Adequada e Saudável
( ) Vigilância Alimentar e Nutricional
( ) Terceirização das Ações de Alimentação e Nutrição
( ) Participação e Controle Social
( ) Qualificação da Força de Trabalho
( ) Autorregulação dos Alimentos
( ) Pesquisa, Inovação e Conhecimento em
Alimentação e Nutrição
( ) Cooperação e articulação para a SAN
São diretrizes da PNAN ?
( X ) Organização da Atenção Nutricional
( X ) Promoção da Alimentação Adequada e Saudável
( X ) Vigilância Alimentar e Nutricional
( ) Terceirização das Ações de Alimentação e Nutrição
( X ) Participação e Controle Social
( X ) Qualificação da Força de Trabalho
( ) Autorregulação dos Alimentos
( X ) Pesquisa, Inovação e Conhecimento em
Alimentação e Nutrição
( X ) Cooperação e articulação para a SAN
Os Gestores e Gestoras têm
responsabilidade nesse processo?
Os Gestores e Gestoras têm
responsabilidade nesse processo?
• FEDERAL
– Ministério da Saúde
• ESTADUAL
– Secretaria Estadual de Saúde e DF
• MUNICIPAL
– Secretaria Municipal de Saúde e DF
Políticas Públicas
Saudáveis
Reforço da ação
comunitária
Educação Alimentar e
Nutricional
Regulação e controle
de alimentos
Reorientação
dos serviços de
saúde
Oferta de alimentos
saudáveis em
ambientes
institucionais
Conjunto de estratégias que proporcionem aos indivíduos e coletividades a
realização de práticas alimentares adequadas e saudáveis.
Promoção da Alimentação Saudável
Fonte: Patricia Jaime, 2014
Promoção da Alimentação
Adequada e Saudável
1ª Edição
2006
Revisão do Guia Alimentar – 2ª edição 2014
Por que revisar Guias Alimentares?
Por que revisar Guias Alimentares?
1) Mudanças econômicas, políticas, sociais,
culturais, demográficas;
2) Alterações no padrão alimentar e nutricional
da população;
3) Atualização das recomendações baseadas
neste novo cenário.
MOOC - Modulo I
FAZER DE ALIMENTOS IN NATURA
OU MINIMAMENTE PROCESSADOS
A BASE DA ALIMENTAÇÃO
UTILIZAR ÓLEOS, GORDURAS,
SAL E AÇÚCAR EM PEQUENAS
QUANTIDADES AO TEMPERAR E
COZINHAR ALIMENTOS E CRIAR
PREPARAÇÕES CULINÁRIAS
LIMITAR O CONSUMO
DE ALIMENTOS PROCESSADOS
EVITAR O CONSUMO
DE ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS
COMER COM REGULARIDADE
E ATENÇÃO, EM AMBIENTES
APROPRIADOS E, SEMPRE QUE
POSSÍVEL, COM COMPANHIA
SER CRÍTICO QUANTO A
INFORMAÇÕES, ORIENTAÇÕES E MENSAGENS
SOBRE ALIMENTAÇÃO VEICULADAS EM
PROPAGANDAS COMERCIAIS
DAR PREFERÊNCIA, QUANDO FORA
DE CASA, A LOCAIS QUE SERVEM
REFEIÇÕES FEITAS NA HORA
PLANEJAR O USO DO TEMPO
PARA DAR À ALIMENTAÇÃO O
ESPAÇO QUE ELA MERECE
DESENVOLVER, EXERCITAR
E PARTILHAR HABILIDADES
CULINÁRIAS
FAZER COMPRAS EM LOCAIS QUE
OFERTEM VARIEDADES DE ALIMENTOS IN
NATURA OU MINIMAMENTE PROCESSADOS
Café da manhã
Leite, cuscuz, ovo de galinha e banana
Homem, 20 anos, região Nordeste
Suco de laranja natural, pão francês com
manteiga e mamão
Mulher, 44 anos, região Sul
Café com leite, tapioca e banana
Mulher, 58 anos, região Norte
Café com leite, bolo de milho e melão
Mulher, 34 anos, região Centro-oeste
Almoço
Alface, arroz, lentilha, pernil suíno assado com
batata, repolho refogado e abacaxi
Homem, 43 anos, região Sul
Arroz, feijão, angu de milho, abóbora com quiabo e
mamão
Mulher, 49 anos, região Sudeste
Salada de tomate, arroz, feijão, bife grelhado e
salada de frutas
Homem, 50 anos, região Centro-oeste
Alface, tomate, feijão, farinha de mandioca,
peixe ensopado e cocada
Homem, 28 anos, região Nordeste
Jantar
Arroz, feijão, carne moída com legumes
Mulher, 28 anos, região Centro-oeste
Arroz, feijão, fígado bovino e abobrinha refogada
Homem, 33 anos, região Sudeste
Sopa de legumes, açaí e farinha de macaxeira
Homem, 15 anos, região Norte
Salada de folhas, macarrão e galeto
Homem, 45 anos, região Sul
Outras refeições
Salada de frutas Leite batido com frutas
Iogurte com frutasCastanhas
MOOC - Modulo I
MOOC - Modulo I
Resumindo ....
• Instrumento de Educação Alimentar e
Nutricional para apoiar às Equipes de
saúde na Promoção da Alimentação
Adequada e Saudável para todos
membros da família e comunidades;
• Interromper ou reverter o quadro ascendente de obesidade
e outras doenças crônicas, além de prevenir as deficiências
nutricionais;
• Garantir a Segurança Alimentar e Nutricional da população
brasileira, estimular melhorias contínuas no Sistema
Alimentar, assim como na oferta e uso de alimentos mais
saudáveis;
• Apoiar práticas e culturas alimentares tradicionais saudáveis.
MOOC - Modulo I
MOOC - Modulo I
MOOC - Modulo I
Qual a finalidade do Pacto Nacional
para Alimentação Saudável?
Qual a finalidade do Pacto Nacional
para Alimentação Saudável?
Ampliar as condições de oferta, disponibilidade e
consumo de alimentos saudáveis e combater o
sobrepeso, a obesidade e as doenças decorrentes da
má alimentação da população brasileira.
Ao final deste módulo, que
relações você consegue ver
entre a promoção da saúde
e a alimentação saudável ?
Esperamos
ter ampliado
um pouco a
reflexão!!!
MOOC - Modulo I

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
Catarina Calçada
 
Nutrição e saúde
Nutrição e saúdeNutrição e saúde
Nutrição e saúde
Telma Justa Freitas
 
Sobrepeso e Obesidade
Sobrepeso e ObesidadeSobrepeso e Obesidade
Carências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
Carências Nutricionais: Vitamina D e CálcioCarências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vida
Edvaldo S. Júnior
 
Sisvan
SisvanSisvan
Mitos alimentares
Mitos alimentaresMitos alimentares
Mitos alimentares
Teresa Castilho
 
Tecnica dietetica
Tecnica dieteticaTecnica dietetica
Tecnica dietetica
Natália Silva
 
Estudo de Caso
Estudo de CasoEstudo de Caso
Estudo de Caso
Cíntia Costa
 
Alimentação saudável.pptx_
 Alimentação saudável.pptx_ Alimentação saudável.pptx_
Alimentação saudável.pptx_
Risoleta Montez
 
Alimentação e Saúde
Alimentação e SaúdeAlimentação e Saúde
Alimentação e Saúde
António Morais
 
Anemia ferropriva
Anemia ferroprivaAnemia ferropriva
Anemia ferropriva
CarolinaCordeiro20
 
10passos idosos
10passos idosos10passos idosos
10passos idosos
Lidiane Martins
 
Palestra educação nutricional
Palestra educação nutricionalPalestra educação nutricional
Palestra educação nutricional
Eeb Martinho De Haro
 
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentarAvaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
KetlenBatista
 
Nutrição e o ciclo da vida
Nutrição e o ciclo da vidaNutrição e o ciclo da vida
Nutrição e o ciclo da vida
Nathália Simão
 
Avaliação do estado nutricional
Avaliação do estado nutricionalAvaliação do estado nutricional
Avaliação do estado nutricional
e.ferreira
 
1. avaliação estado nutricional
1. avaliação estado nutricional1. avaliação estado nutricional
1. avaliação estado nutricional
Grupo de Trabalho de Enfermagem da APNEP
 
Alimentação saudável trabalho de saúde infantil
Alimentação saudável trabalho de saúde infantilAlimentação saudável trabalho de saúde infantil
Alimentação saudável trabalho de saúde infantil
Gaby Veloso
 
Questionário de Frequência Alimentar
Questionário de Frequência Alimentar Questionário de Frequência Alimentar
Questionário de Frequência Alimentar
Bárbara Marcelly
 

Mais procurados (20)

Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Nutrição e saúde
Nutrição e saúdeNutrição e saúde
Nutrição e saúde
 
Sobrepeso e Obesidade
Sobrepeso e ObesidadeSobrepeso e Obesidade
Sobrepeso e Obesidade
 
Carências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
Carências Nutricionais: Vitamina D e CálcioCarências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
Carências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vida
 
Sisvan
SisvanSisvan
Sisvan
 
Mitos alimentares
Mitos alimentaresMitos alimentares
Mitos alimentares
 
Tecnica dietetica
Tecnica dieteticaTecnica dietetica
Tecnica dietetica
 
Estudo de Caso
Estudo de CasoEstudo de Caso
Estudo de Caso
 
Alimentação saudável.pptx_
 Alimentação saudável.pptx_ Alimentação saudável.pptx_
Alimentação saudável.pptx_
 
Alimentação e Saúde
Alimentação e SaúdeAlimentação e Saúde
Alimentação e Saúde
 
Anemia ferropriva
Anemia ferroprivaAnemia ferropriva
Anemia ferropriva
 
10passos idosos
10passos idosos10passos idosos
10passos idosos
 
Palestra educação nutricional
Palestra educação nutricionalPalestra educação nutricional
Palestra educação nutricional
 
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentarAvaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
 
Nutrição e o ciclo da vida
Nutrição e o ciclo da vidaNutrição e o ciclo da vida
Nutrição e o ciclo da vida
 
Avaliação do estado nutricional
Avaliação do estado nutricionalAvaliação do estado nutricional
Avaliação do estado nutricional
 
1. avaliação estado nutricional
1. avaliação estado nutricional1. avaliação estado nutricional
1. avaliação estado nutricional
 
Alimentação saudável trabalho de saúde infantil
Alimentação saudável trabalho de saúde infantilAlimentação saudável trabalho de saúde infantil
Alimentação saudável trabalho de saúde infantil
 
Questionário de Frequência Alimentar
Questionário de Frequência Alimentar Questionário de Frequência Alimentar
Questionário de Frequência Alimentar
 

Semelhante a MOOC - Modulo I

Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014. Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014.
Fabrízia Sampaio
 
Aula Guia alimentar para enfermagem e nutrição
Aula Guia alimentar para enfermagem e nutriçãoAula Guia alimentar para enfermagem e nutrição
Aula Guia alimentar para enfermagem e nutrição
DescomplicandocomMar
 
ApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.ppt
ApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.pptApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.ppt
ApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.ppt
DescomplicandocomMar
 
Guia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileiraGuia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileira
Aline Feitosa
 
Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.
Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.
Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.
Luã Kramer de Oliveira
 
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentaresPolíticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Yngrid Bandeira
 
ALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentação
ALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentaçãoALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentação
ALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentação
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Apresentação profuncionario
Apresentação profuncionarioApresentação profuncionario
Apresentação profuncionario
Rose Miranda Das Chagas
 
A dimensão da comida no mundo contemporâneo
A dimensão da comida no mundo contemporâneo A dimensão da comida no mundo contemporâneo
A dimensão da comida no mundo contemporâneo
Artur Lahoz
 
New+Consumo-Saudavel
New+Consumo-SaudavelNew+Consumo-Saudavel
New+Consumo-Saudavel
Janaina Maquiaveli
 
Dimensão da comida no mundo contemporâneo
Dimensão da comida no mundo contemporâneoDimensão da comida no mundo contemporâneo
Dimensão da comida no mundo contemporâneo
Gabriela Neves
 
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
LviaMotta3
 
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Projeto Redesan
 

Semelhante a MOOC - Modulo I (13)

Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014. Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014.
 
Aula Guia alimentar para enfermagem e nutrição
Aula Guia alimentar para enfermagem e nutriçãoAula Guia alimentar para enfermagem e nutrição
Aula Guia alimentar para enfermagem e nutrição
 
ApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.ppt
ApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.pptApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.ppt
ApresentacaoNovo_Guia Alimentar_CNS 05_02_2014.ppt
 
Guia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileiraGuia alimentar para população brasileira
Guia alimentar para população brasileira
 
Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.
Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.
Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.
 
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentaresPolíticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
 
ALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentação
ALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentaçãoALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentação
ALIANÇA pela Alimentação Adequada e Saudável - carta de apresentação
 
Apresentação profuncionario
Apresentação profuncionarioApresentação profuncionario
Apresentação profuncionario
 
A dimensão da comida no mundo contemporâneo
A dimensão da comida no mundo contemporâneo A dimensão da comida no mundo contemporâneo
A dimensão da comida no mundo contemporâneo
 
New+Consumo-Saudavel
New+Consumo-SaudavelNew+Consumo-Saudavel
New+Consumo-Saudavel
 
Dimensão da comida no mundo contemporâneo
Dimensão da comida no mundo contemporâneoDimensão da comida no mundo contemporâneo
Dimensão da comida no mundo contemporâneo
 
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
 
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
 

Último

O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 

MOOC - Modulo I

  • 1. CURSO: PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NO AMBIENTE ESCOLAR Módulo I – Objetivos e Diretrizes para a Promoção da Alimentação Saudável ESTUDO DIRIGIDO
  • 3. Transição Alimentar e Nutricional  A população brasileira, nas últimas décadas, experimentou grandes transformações sociais que resultaram em mudanças no seu padrão de saúde e consumo alimentar.  De um país que apresentava altas taxas de desnutrição, na década de 1970, passou a ser um país com metade da população adulta com excesso de peso, em 2008.  Novo cenário de problemas relacionados à alimentação e nutrição, de doenças crônicas não transmissíveis. Fonte: Brasil, 2013
  • 4. Pra pensar...  Quais eram os alimentos que seus avós comiam?  Quais eram os alimentos que sua mãe e seu pai comiam?  Quais eram os alimentos que você comia quando criança?  E o que você come hoje em dia? Houve mudanças? Quando aconteceram?  Quem cuidava da alimentação no tempo dos seus avós?  E no tempo dos seus pais? E hoje?  Você percebe diferenças entre a sua alimentação hoje e a alimentação nos tempos de seus avós, de seus pais e quando era criança?  Por que existem estas diferenças?  Por que deixamos de consumir alguns alimentos ao longo do tempo?  É importante recuperá-los?
  • 5. “A alimentação e nutrição constituem-se em requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento humano, com qualidade de vida e cidadania.” PNAN (Brasil, 2013)
  • 6. Necessidade de formulação e implantação de estratégias nacionais, locais e regionais efetivas e integradas para a redução da morbi-mortalidade relacionada à alimentação inadequada e ao sedentarismo, com recomendações e indicações adaptadas frente às diferentes realidades, prevendo ações de caráter regulatório, fiscal e legislativo que visem tornar essas escolhas factíveis à população. BRASIL, 2013 Estratégias Públicas em Alimentação e Nutrição
  • 7. PNAN – Considerações gerais • Aprovada em 1999 • Atualizada em 2011 pela PORTARIA Nº 2.715, num amplo e democrático processo de atualização e aprimoramento da Política, por meio de seminários – PNAN 10 anos. • Pelo Direito Humano à Alimentação Adequada e em busca da garantia da Segurança Alimentar e Nutricional
  • 8. Qual o propósito da Política Nacional de Alimentação e Nutrição?
  • 9. Qual o propósito da Política Nacional de Alimentação e Nutrição? A melhoria das condições de alimentação, nutrição e saúde da população brasileira, mediante a promoção de práticas alimentares adequadas e saudáveis, a vigilância alimentar e nutricional, a prevenção e o cuidado integral dos agravos relacionados à alimentação e nutrição.
  • 10. São princípios da PNAN:  Universalidade, integralidade, equidade, descentralização, regionalização e hierarquização e participação popular  Alimentação como elemento de humanização das práticas de saúde  O respeito à diversidade e à cultura alimentar  O fortalecimento da autonomia dos indivíduos  A determinação social e a natureza interdisciplinar e intersetorial da alimentação e nutrição  A segurança alimentar e nutricional com soberania
  • 11. São diretrizes da PNAN ? ( ) Organização da Atenção Nutricional ( ) Promoção da Alimentação Adequada e Saudável ( ) Vigilância Alimentar e Nutricional ( ) Terceirização das Ações de Alimentação e Nutrição ( ) Participação e Controle Social ( ) Qualificação da Força de Trabalho ( ) Autorregulação dos Alimentos ( ) Pesquisa, Inovação e Conhecimento em Alimentação e Nutrição ( ) Cooperação e articulação para a SAN
  • 12. São diretrizes da PNAN ? ( X ) Organização da Atenção Nutricional ( X ) Promoção da Alimentação Adequada e Saudável ( X ) Vigilância Alimentar e Nutricional ( ) Terceirização das Ações de Alimentação e Nutrição ( X ) Participação e Controle Social ( X ) Qualificação da Força de Trabalho ( ) Autorregulação dos Alimentos ( X ) Pesquisa, Inovação e Conhecimento em Alimentação e Nutrição ( X ) Cooperação e articulação para a SAN
  • 13. Os Gestores e Gestoras têm responsabilidade nesse processo?
  • 14. Os Gestores e Gestoras têm responsabilidade nesse processo? • FEDERAL – Ministério da Saúde • ESTADUAL – Secretaria Estadual de Saúde e DF • MUNICIPAL – Secretaria Municipal de Saúde e DF
  • 15. Políticas Públicas Saudáveis Reforço da ação comunitária Educação Alimentar e Nutricional Regulação e controle de alimentos Reorientação dos serviços de saúde Oferta de alimentos saudáveis em ambientes institucionais Conjunto de estratégias que proporcionem aos indivíduos e coletividades a realização de práticas alimentares adequadas e saudáveis. Promoção da Alimentação Saudável Fonte: Patricia Jaime, 2014
  • 16. Promoção da Alimentação Adequada e Saudável 1ª Edição 2006 Revisão do Guia Alimentar – 2ª edição 2014
  • 17. Por que revisar Guias Alimentares?
  • 18. Por que revisar Guias Alimentares? 1) Mudanças econômicas, políticas, sociais, culturais, demográficas; 2) Alterações no padrão alimentar e nutricional da população; 3) Atualização das recomendações baseadas neste novo cenário.
  • 20. FAZER DE ALIMENTOS IN NATURA OU MINIMAMENTE PROCESSADOS A BASE DA ALIMENTAÇÃO UTILIZAR ÓLEOS, GORDURAS, SAL E AÇÚCAR EM PEQUENAS QUANTIDADES AO TEMPERAR E COZINHAR ALIMENTOS E CRIAR PREPARAÇÕES CULINÁRIAS LIMITAR O CONSUMO DE ALIMENTOS PROCESSADOS EVITAR O CONSUMO DE ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS COMER COM REGULARIDADE E ATENÇÃO, EM AMBIENTES APROPRIADOS E, SEMPRE QUE POSSÍVEL, COM COMPANHIA SER CRÍTICO QUANTO A INFORMAÇÕES, ORIENTAÇÕES E MENSAGENS SOBRE ALIMENTAÇÃO VEICULADAS EM PROPAGANDAS COMERCIAIS DAR PREFERÊNCIA, QUANDO FORA DE CASA, A LOCAIS QUE SERVEM REFEIÇÕES FEITAS NA HORA PLANEJAR O USO DO TEMPO PARA DAR À ALIMENTAÇÃO O ESPAÇO QUE ELA MERECE DESENVOLVER, EXERCITAR E PARTILHAR HABILIDADES CULINÁRIAS FAZER COMPRAS EM LOCAIS QUE OFERTEM VARIEDADES DE ALIMENTOS IN NATURA OU MINIMAMENTE PROCESSADOS
  • 21. Café da manhã Leite, cuscuz, ovo de galinha e banana Homem, 20 anos, região Nordeste Suco de laranja natural, pão francês com manteiga e mamão Mulher, 44 anos, região Sul Café com leite, tapioca e banana Mulher, 58 anos, região Norte Café com leite, bolo de milho e melão Mulher, 34 anos, região Centro-oeste
  • 22. Almoço Alface, arroz, lentilha, pernil suíno assado com batata, repolho refogado e abacaxi Homem, 43 anos, região Sul Arroz, feijão, angu de milho, abóbora com quiabo e mamão Mulher, 49 anos, região Sudeste Salada de tomate, arroz, feijão, bife grelhado e salada de frutas Homem, 50 anos, região Centro-oeste Alface, tomate, feijão, farinha de mandioca, peixe ensopado e cocada Homem, 28 anos, região Nordeste
  • 23. Jantar Arroz, feijão, carne moída com legumes Mulher, 28 anos, região Centro-oeste Arroz, feijão, fígado bovino e abobrinha refogada Homem, 33 anos, região Sudeste Sopa de legumes, açaí e farinha de macaxeira Homem, 15 anos, região Norte Salada de folhas, macarrão e galeto Homem, 45 anos, região Sul
  • 24. Outras refeições Salada de frutas Leite batido com frutas Iogurte com frutasCastanhas
  • 27. Resumindo .... • Instrumento de Educação Alimentar e Nutricional para apoiar às Equipes de saúde na Promoção da Alimentação Adequada e Saudável para todos membros da família e comunidades; • Interromper ou reverter o quadro ascendente de obesidade e outras doenças crônicas, além de prevenir as deficiências nutricionais; • Garantir a Segurança Alimentar e Nutricional da população brasileira, estimular melhorias contínuas no Sistema Alimentar, assim como na oferta e uso de alimentos mais saudáveis; • Apoiar práticas e culturas alimentares tradicionais saudáveis.
  • 31. Qual a finalidade do Pacto Nacional para Alimentação Saudável?
  • 32. Qual a finalidade do Pacto Nacional para Alimentação Saudável? Ampliar as condições de oferta, disponibilidade e consumo de alimentos saudáveis e combater o sobrepeso, a obesidade e as doenças decorrentes da má alimentação da população brasileira.
  • 33. Ao final deste módulo, que relações você consegue ver entre a promoção da saúde e a alimentação saudável ? Esperamos ter ampliado um pouco a reflexão!!!