SlideShare uma empresa Scribd logo
10 de Fevereiro de 2015
Professor Estagiário:
Filipe Marinho
Turma: 8º D
J2
Objetivo geral: Analisar a forma
como a gestão dos ecossistemas
pode contribuir para alcançar as
metas de um desenvolvimento
sustentável.
1. Diferenciar os serviços dos
ecossistemas, ao nível da produção,
da regulação, do suporte e da cultura.
Descritores:
Manual: 8CienTic- Porto
Editora
Ciências Naturais
J2
2. Justificar o modo como os serviços
dos ecossistemas afetam o bem-estar
humano
3. Discutir opções disponíveis para a
conservação dos ecossistemas e a sua
contribuição para responder às necessidades
humanas.
J2
Serviços dos ecossistemas – São os benefícios que as pessoas obtêm,
direta ou indiretamente, dos ecossistemas.
O que são serviços dos ecossistemas?
J2 O que são serviços dos ecossistemas?
Produção de
energia
?
Transporte, armazenamento e
fornecimento de água limpa?
Produção de madeira e
de oxigénio?
Controlo de
pragas?
Controlo
do clima?
Atividades
recreativas?
Produção de
alimentos
?Polinização
das plantas
?Reciclagem de
nutrientes
?
Produção de
solos férteis e de
alimentos
?
A
B
C
D
E
F
G
H
I J
J2 Serviços de produção
Produção
Água
doce Alimentos
Energia
Madeira
Fibras
Serviços de produção - Bens produzidos ou aprovisionados pelos
ecossistemas, nomeadamente alimentos, água doce, lenha, fibra,
recursos energéticos.
J2 Serviços de regulação
Qualidade
da água
Polinização
Controlo de
doenças
Clima
Serviços de regulação - Benefícios obtidos da regulação dos processos
de ecossistema, nomeadamente a regulação do clima, de doenças ou de
cheias.
Regulação
J2 Serviços de suporte
Solo
Ciclos de matéria
Fotossíntese
Serviços de suporte - Serviços necessários para a produção de todos os
outros serviços, nomeadamente a formação do solo, os ciclos dos
nutrientes ou a produtividade primária (fotossíntese).
Suporte
J2 Serviços de cultura
Recreio
Paisagens
Serviços culturais – Benefícios não materiais obtidos dos ecossistemas,
nomeadamente ao nível espiritual, recreativo, estético ou educativo.
Cultural
J2 Que medidas implementar para a
manutenção dos serviços dos
ecossistemas?
• Preservação de espécies. • Criação de áreas
protegidas.
J2 Que medidas implementar para a
manutenção dos serviços dos
ecossistemas?
• Maior vigilância da caça
e pesca ilegais.
• Plantação de espécies
vegetais autóctones.
J2
• Conservação dos solos. • Educação ambiental
J2
A proteção dos ecossistemas, a melhoria da produção e um
consumo moderado, apoiados na valorização da Natureza e na
partilha de recursos, são opções necessárias à conservação dos
ecossistemas e dos seus serviços.
J2
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
requer a utilização sustentada dos
Serviços dos ecossistemas
Produção Regulação
classificados em 4 categorias
Suporte Culturais
exemplo exemplo exemplo exemplo
Produção
de
alimentos
Fotossíntese Controlo de
doenças
Ritos
religiosos
Mapa de conceitos
J2 Sumários
Lição 53 03-02-2015
Sumário
-Sucessão ecológica primária: Um estudo de caso Surtsey.
-Colonização por via aérea, biológica e aquática.
Lição 54 e 55 06-02-2015
Sumário
-Sucessão ecológica secundária.
-Perturbação do equilíbrio dos ecossistemas.
-Resolução de exercícios.
-Sustentabilidade da vida na Terra: Introdução.
Lição 56 10-02-2015Sumário
-Sustentabilidade da vida na Terra: conclusão.
-Serviços dos ecossistemas.
-Resolução de exercícios.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

I2 equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terra
I2   equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terraI2   equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terra
I2 equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terra
Luís Filipe Marinho
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
Catir
 
Impacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticasImpacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticas
Grupo2apcm
 
Actividades experimentais
Actividades experimentaisActividades experimentais
Actividades experimentais
Tânia Reis
 
Tipos de Pesca
Tipos de PescaTipos de Pesca
Tipos de Pesca
Geografia .
 
Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável
Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida SaudávelEducação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável
Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável
Luisa Figueira
 
Agricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantesAgricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantes
Idalina Leite
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima português
Ilda Bicacro
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Pedro Francisco
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
adelinoqueiroz
 
Obstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimentoObstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimento
Rosária Zamith
 
Unidades geomorfológicas do território português
Unidades geomorfológicas do território portuguêsUnidades geomorfológicas do território português
Unidades geomorfológicas do território português
Carlos Gomes
 
Subsistemas Terrestres - Geologia 10º Ano
Subsistemas Terrestres - Geologia 10º AnoSubsistemas Terrestres - Geologia 10º Ano
Subsistemas Terrestres - Geologia 10º Ano
_Nunomartins_
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Raffaella Ergün
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
Ilda Bicacro
 
9 vulcanologia
9   vulcanologia9   vulcanologia
9 vulcanologia
margaridabt
 
Solo
SoloSolo
Funções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programaFunções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programa
Pedro Teixeira
 
Desflorestação
DesflorestaçãoDesflorestação
Desflorestação
Ilda Bicacro
 
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Catir
 

Mais procurados (20)

I2 equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terra
I2   equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terraI2   equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terra
I2 equilíbrio dinâmico e sustentabilidade da terra
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Impacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticasImpacto das alterações climáticas
Impacto das alterações climáticas
 
Actividades experimentais
Actividades experimentaisActividades experimentais
Actividades experimentais
 
Tipos de Pesca
Tipos de PescaTipos de Pesca
Tipos de Pesca
 
Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável
Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida SaudávelEducação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável
Educação física, Factores de aptidão física e Estilos de Vida Saudável
 
Agricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantesAgricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantes
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima português
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
 
Obstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimentoObstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimento
 
Unidades geomorfológicas do território português
Unidades geomorfológicas do território portuguêsUnidades geomorfológicas do território português
Unidades geomorfológicas do território português
 
Subsistemas Terrestres - Geologia 10º Ano
Subsistemas Terrestres - Geologia 10º AnoSubsistemas Terrestres - Geologia 10º Ano
Subsistemas Terrestres - Geologia 10º Ano
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
 
9 vulcanologia
9   vulcanologia9   vulcanologia
9 vulcanologia
 
Solo
SoloSolo
Solo
 
Funções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programaFunções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programa
 
Desflorestação
DesflorestaçãoDesflorestação
Desflorestação
 
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
 

Destaque

Ecossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticosEcossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticos
mariacarmoteixeira
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
Catir
 
Factores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - TemperaturaFactores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - Temperatura
Catir
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
Catir
 
Resumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - EcossistemasResumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - Ecossistemas
Inês Mota
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores Bióticos
Catir
 
Factores Abióticos - Água
Factores Abióticos - ÁguaFactores Abióticos - Água
Factores Abióticos - Água
Catir
 
Sucessão Ecológica
Sucessão EcológicaSucessão Ecológica
Sucessão Ecológica
Nuno Correia
 
Sistema terra
Sistema terraSistema terra
Sistema terra
nelsonesim
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
Catir
 
J1 gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentável
J1   gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentávelJ1   gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentável
J1 gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentável
Luís Filipe Marinho
 
Interacções entre os seres vivos
Interacções entre os seres vivosInteracções entre os seres vivos
Interacções entre os seres vivos
Catir
 
Powerpoint Nr. 2 InteracçõEs Seres Vivos Ambiente
Powerpoint Nr. 2   InteracçõEs Seres Vivos  AmbientePowerpoint Nr. 2   InteracçõEs Seres Vivos  Ambiente
Powerpoint Nr. 2 InteracçõEs Seres Vivos Ambiente
Nuno Correia
 
Powerpoint Nr. 2 Biomas
Powerpoint Nr. 2   BiomasPowerpoint Nr. 2   Biomas
Powerpoint Nr. 2 Biomas
Nuno Correia
 
3. fluxo de energia e ciclos de matéria
3. fluxo de energia e ciclos de matéria3. fluxo de energia e ciclos de matéria
3. fluxo de energia e ciclos de matéria
Margarida Cardoso
 
4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas
4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas
4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas
Margarida Cardoso
 
Sucessão ecológica
Sucessão ecológicaSucessão ecológica
Sucessão ecológica
José Luís Alves
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
Catir
 
Sucessão Ecológica
Sucessão EcológicaSucessão Ecológica
Sucessão Ecológica
Sérgio Luiz
 
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp026 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
Deolinda Silva
 

Destaque (20)

Ecossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticosEcossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticos
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
 
Factores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - TemperaturaFactores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - Temperatura
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
 
Resumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - EcossistemasResumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - Ecossistemas
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores Bióticos
 
Factores Abióticos - Água
Factores Abióticos - ÁguaFactores Abióticos - Água
Factores Abióticos - Água
 
Sucessão Ecológica
Sucessão EcológicaSucessão Ecológica
Sucessão Ecológica
 
Sistema terra
Sistema terraSistema terra
Sistema terra
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
 
J1 gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentável
J1   gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentávelJ1   gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentável
J1 gestão dos ecossitemas e desenvolvimento sustentável
 
Interacções entre os seres vivos
Interacções entre os seres vivosInteracções entre os seres vivos
Interacções entre os seres vivos
 
Powerpoint Nr. 2 InteracçõEs Seres Vivos Ambiente
Powerpoint Nr. 2   InteracçõEs Seres Vivos  AmbientePowerpoint Nr. 2   InteracçõEs Seres Vivos  Ambiente
Powerpoint Nr. 2 InteracçõEs Seres Vivos Ambiente
 
Powerpoint Nr. 2 Biomas
Powerpoint Nr. 2   BiomasPowerpoint Nr. 2   Biomas
Powerpoint Nr. 2 Biomas
 
3. fluxo de energia e ciclos de matéria
3. fluxo de energia e ciclos de matéria3. fluxo de energia e ciclos de matéria
3. fluxo de energia e ciclos de matéria
 
4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas
4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas
4. perturbações no equilibrio dos ecossistemas
 
Sucessão ecológica
Sucessão ecológicaSucessão ecológica
Sucessão ecológica
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
 
Sucessão Ecológica
Sucessão EcológicaSucessão Ecológica
Sucessão Ecológica
 
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp026 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
 

Semelhante a J2 serviço dos ecossistemas

11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx
11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx
11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx
DinaPinto12
 
Biodiversidade e Cooperação na União Europeia
Biodiversidade e Cooperação na União EuropeiaBiodiversidade e Cooperação na União Europeia
Biodiversidade e Cooperação na União Europeia
Paula Lopes da Silva
 
ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...
ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...
ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...
mariagrave
 
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a BiodiversidadeURGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
Paula Lopes da Silva
 
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Leandro A. Machado de Moura
 
Economia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros Passos
Economia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros PassosEconomia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros Passos
Economia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros Passos
Empresas e Biodiversidade
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Ambiente
Tati Grazina
 
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidadeSequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Lúcio Kobayakawa
 
Dia Mundial da Árvore
Dia Mundial da ÁrvoreDia Mundial da Árvore
Dia Mundial da Árvore
Alexandra Leal
 
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentadopaper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
UNIDOSPELOBRASIL
 
BioEcology
BioEcologyBioEcology
BioEcology
LayanneSantosEng
 
Economia ecológica paula antunes
Economia ecológica   paula antunesEconomia ecológica   paula antunes
Economia ecológica paula antunes
Jose Carvalho
 
Preservação do Património natural
Preservação do Património naturalPreservação do Património natural
Preservação do Património natural
Diogo Alves
 
Apresentacao UTZ - Heitor Teixeira
Apresentacao UTZ - Heitor TeixeiraApresentacao UTZ - Heitor Teixeira
Apresentacao UTZ - Heitor Teixeira
equipeagroplus
 
Gestao ambiental _ completo.ppt
Gestao ambiental _ completo.pptGestao ambiental _ completo.ppt
Gestao ambiental _ completo.ppt
lenPereira5
 
biodiverdade
biodiverdade biodiverdade
biodiverdade
Dário Lisboa
 
Palestra unesp 09 2011
Palestra unesp 09 2011Palestra unesp 09 2011
Palestra unesp 09 2011
mariofflorestal
 
Gestão ambiental
Gestão ambiental Gestão ambiental
Gestão ambiental
lenPereira5
 
PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...
Environmental Leadership and Training Initiative (ELTI), Yale University
 
Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013
Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013
Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013
Reicla Larissa Villela
 

Semelhante a J2 serviço dos ecossistemas (20)

11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx
11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx
11_perturbacoes_equilibrio_ecossistemas1.pptx
 
Biodiversidade e Cooperação na União Europeia
Biodiversidade e Cooperação na União EuropeiaBiodiversidade e Cooperação na União Europeia
Biodiversidade e Cooperação na União Europeia
 
ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...
ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...
ae_mamb8_ppt_equilibrio_ecossistemas (1).pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm...
 
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a BiodiversidadeURGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
 
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
Desenvolvimento, Conservação e Sustentabilidade
 
Economia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros Passos
Economia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros PassosEconomia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros Passos
Economia da Biodiversidade e dos Ecossistemas: Primeiros Passos
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Ambiente
 
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidadeSequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
 
Dia Mundial da Árvore
Dia Mundial da ÁrvoreDia Mundial da Árvore
Dia Mundial da Árvore
 
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentadopaper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
 
BioEcology
BioEcologyBioEcology
BioEcology
 
Economia ecológica paula antunes
Economia ecológica   paula antunesEconomia ecológica   paula antunes
Economia ecológica paula antunes
 
Preservação do Património natural
Preservação do Património naturalPreservação do Património natural
Preservação do Património natural
 
Apresentacao UTZ - Heitor Teixeira
Apresentacao UTZ - Heitor TeixeiraApresentacao UTZ - Heitor Teixeira
Apresentacao UTZ - Heitor Teixeira
 
Gestao ambiental _ completo.ppt
Gestao ambiental _ completo.pptGestao ambiental _ completo.ppt
Gestao ambiental _ completo.ppt
 
biodiverdade
biodiverdade biodiverdade
biodiverdade
 
Palestra unesp 09 2011
Palestra unesp 09 2011Palestra unesp 09 2011
Palestra unesp 09 2011
 
Gestão ambiental
Gestão ambiental Gestão ambiental
Gestão ambiental
 
PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Ecosystem services in Mata Atlântica / ANTONIO TAF...
 
Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013
Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013
Monitoramento in situ_da_biodiversidade_versao_final_05.12.2013
 

Mais de Luís Filipe Marinho

Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos
Obtenção de matéria pelos seres heterotróficosObtenção de matéria pelos seres heterotróficos
Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos
Luís Filipe Marinho
 
Ingestão, digestão e absorção (parte 2)
Ingestão, digestão e absorção (parte 2)Ingestão, digestão e absorção (parte 2)
Ingestão, digestão e absorção (parte 2)
Luís Filipe Marinho
 
Ingestão, digestão e absorção
Ingestão, digestão e absorçãoIngestão, digestão e absorção
Ingestão, digestão e absorção
Luís Filipe Marinho
 
Transportes de materiais através da mambrana
Transportes de materiais através da mambranaTransportes de materiais através da mambrana
Transportes de materiais através da mambrana
Luís Filipe Marinho
 
Membrana celular
Membrana celularMembrana celular
Membrana celular
Luís Filipe Marinho
 
Ficha 1 membrana plasmasmática
Ficha 1   membrana plasmasmáticaFicha 1   membrana plasmasmática
Ficha 1 membrana plasmasmática
Luís Filipe Marinho
 
I1 sucessões ecológicas
I1   sucessões ecológicasI1   sucessões ecológicas
I1 sucessões ecológicas
Luís Filipe Marinho
 
Protocolo do trabalho prático - fatores abióticos luz e água
Protocolo do trabalho prático -  fatores abióticos luz e águaProtocolo do trabalho prático -  fatores abióticos luz e água
Protocolo do trabalho prático - fatores abióticos luz e água
Luís Filipe Marinho
 
Fatores abióticos - solo e vento
Fatores abióticos - solo e ventoFatores abióticos - solo e vento
Fatores abióticos - solo e vento
Luís Filipe Marinho
 
Fatores abióticos - água e luz (continuação
Fatores abióticos - água e luz (continuaçãoFatores abióticos - água e luz (continuação
Fatores abióticos - água e luz (continuação
Luís Filipe Marinho
 
Fatores abióticos - água e luz
Fatores abióticos - água e luzFatores abióticos - água e luz
Fatores abióticos - água e luz
Luís Filipe Marinho
 
Ficha 5 medidas de minimização
Ficha 5   medidas de minimizaçãoFicha 5   medidas de minimização
Ficha 5 medidas de minimização
Luís Filipe Marinho
 
Aula 5 minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevenção
Aula 5  minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevençãoAula 5  minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevenção
Aula 5 minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevenção
Luís Filipe Marinho
 
Vulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placasVulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placas
Luís Filipe Marinho
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Ficha 3 tipo de erupções
Ficha 3  tipo de erupçõesFicha 3  tipo de erupções
Ficha 3 tipo de erupções
Luís Filipe Marinho
 
Aula 3 tipos de erupções vulcãnicas
Aula 3  tipos de erupções vulcãnicasAula 3  tipos de erupções vulcãnicas
Aula 3 tipos de erupções vulcãnicas
Luís Filipe Marinho
 
Ficha de trabalho - noções básicas vulcanologia
Ficha de trabalho - noções básicas vulcanologiaFicha de trabalho - noções básicas vulcanologia
Ficha de trabalho - noções básicas vulcanologia
Luís Filipe Marinho
 
introdução ao vulcanismo
introdução ao vulcanismointrodução ao vulcanismo
introdução ao vulcanismo
Luís Filipe Marinho
 
Ficha de trabalho Vulcanismo nos Açores
Ficha de trabalho Vulcanismo nos AçoresFicha de trabalho Vulcanismo nos Açores
Ficha de trabalho Vulcanismo nos Açores
Luís Filipe Marinho
 

Mais de Luís Filipe Marinho (20)

Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos
Obtenção de matéria pelos seres heterotróficosObtenção de matéria pelos seres heterotróficos
Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos
 
Ingestão, digestão e absorção (parte 2)
Ingestão, digestão e absorção (parte 2)Ingestão, digestão e absorção (parte 2)
Ingestão, digestão e absorção (parte 2)
 
Ingestão, digestão e absorção
Ingestão, digestão e absorçãoIngestão, digestão e absorção
Ingestão, digestão e absorção
 
Transportes de materiais através da mambrana
Transportes de materiais através da mambranaTransportes de materiais através da mambrana
Transportes de materiais através da mambrana
 
Membrana celular
Membrana celularMembrana celular
Membrana celular
 
Ficha 1 membrana plasmasmática
Ficha 1   membrana plasmasmáticaFicha 1   membrana plasmasmática
Ficha 1 membrana plasmasmática
 
I1 sucessões ecológicas
I1   sucessões ecológicasI1   sucessões ecológicas
I1 sucessões ecológicas
 
Protocolo do trabalho prático - fatores abióticos luz e água
Protocolo do trabalho prático -  fatores abióticos luz e águaProtocolo do trabalho prático -  fatores abióticos luz e água
Protocolo do trabalho prático - fatores abióticos luz e água
 
Fatores abióticos - solo e vento
Fatores abióticos - solo e ventoFatores abióticos - solo e vento
Fatores abióticos - solo e vento
 
Fatores abióticos - água e luz (continuação
Fatores abióticos - água e luz (continuaçãoFatores abióticos - água e luz (continuação
Fatores abióticos - água e luz (continuação
 
Fatores abióticos - água e luz
Fatores abióticos - água e luzFatores abióticos - água e luz
Fatores abióticos - água e luz
 
Ficha 5 medidas de minimização
Ficha 5   medidas de minimizaçãoFicha 5   medidas de minimização
Ficha 5 medidas de minimização
 
Aula 5 minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevenção
Aula 5  minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevençãoAula 5  minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevenção
Aula 5 minimização dos riscos vulcanicos- previsão e prevenção
 
Vulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placasVulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placas
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
 
Ficha 3 tipo de erupções
Ficha 3  tipo de erupçõesFicha 3  tipo de erupções
Ficha 3 tipo de erupções
 
Aula 3 tipos de erupções vulcãnicas
Aula 3  tipos de erupções vulcãnicasAula 3  tipos de erupções vulcãnicas
Aula 3 tipos de erupções vulcãnicas
 
Ficha de trabalho - noções básicas vulcanologia
Ficha de trabalho - noções básicas vulcanologiaFicha de trabalho - noções básicas vulcanologia
Ficha de trabalho - noções básicas vulcanologia
 
introdução ao vulcanismo
introdução ao vulcanismointrodução ao vulcanismo
introdução ao vulcanismo
 
Ficha de trabalho Vulcanismo nos Açores
Ficha de trabalho Vulcanismo nos AçoresFicha de trabalho Vulcanismo nos Açores
Ficha de trabalho Vulcanismo nos Açores
 

Último

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 

J2 serviço dos ecossistemas

  • 1. 10 de Fevereiro de 2015 Professor Estagiário: Filipe Marinho Turma: 8º D J2
  • 2. Objetivo geral: Analisar a forma como a gestão dos ecossistemas pode contribuir para alcançar as metas de um desenvolvimento sustentável. 1. Diferenciar os serviços dos ecossistemas, ao nível da produção, da regulação, do suporte e da cultura. Descritores: Manual: 8CienTic- Porto Editora Ciências Naturais J2 2. Justificar o modo como os serviços dos ecossistemas afetam o bem-estar humano 3. Discutir opções disponíveis para a conservação dos ecossistemas e a sua contribuição para responder às necessidades humanas.
  • 3. J2 Serviços dos ecossistemas – São os benefícios que as pessoas obtêm, direta ou indiretamente, dos ecossistemas. O que são serviços dos ecossistemas?
  • 4. J2 O que são serviços dos ecossistemas? Produção de energia ? Transporte, armazenamento e fornecimento de água limpa? Produção de madeira e de oxigénio? Controlo de pragas? Controlo do clima? Atividades recreativas? Produção de alimentos ?Polinização das plantas ?Reciclagem de nutrientes ? Produção de solos férteis e de alimentos ? A B C D E F G H I J
  • 5. J2 Serviços de produção Produção Água doce Alimentos Energia Madeira Fibras Serviços de produção - Bens produzidos ou aprovisionados pelos ecossistemas, nomeadamente alimentos, água doce, lenha, fibra, recursos energéticos.
  • 6. J2 Serviços de regulação Qualidade da água Polinização Controlo de doenças Clima Serviços de regulação - Benefícios obtidos da regulação dos processos de ecossistema, nomeadamente a regulação do clima, de doenças ou de cheias. Regulação
  • 7. J2 Serviços de suporte Solo Ciclos de matéria Fotossíntese Serviços de suporte - Serviços necessários para a produção de todos os outros serviços, nomeadamente a formação do solo, os ciclos dos nutrientes ou a produtividade primária (fotossíntese). Suporte
  • 8. J2 Serviços de cultura Recreio Paisagens Serviços culturais – Benefícios não materiais obtidos dos ecossistemas, nomeadamente ao nível espiritual, recreativo, estético ou educativo. Cultural
  • 9. J2 Que medidas implementar para a manutenção dos serviços dos ecossistemas? • Preservação de espécies. • Criação de áreas protegidas.
  • 10. J2 Que medidas implementar para a manutenção dos serviços dos ecossistemas? • Maior vigilância da caça e pesca ilegais. • Plantação de espécies vegetais autóctones.
  • 11. J2 • Conservação dos solos. • Educação ambiental
  • 12. J2 A proteção dos ecossistemas, a melhoria da produção e um consumo moderado, apoiados na valorização da Natureza e na partilha de recursos, são opções necessárias à conservação dos ecossistemas e dos seus serviços.
  • 13. J2 DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL requer a utilização sustentada dos Serviços dos ecossistemas Produção Regulação classificados em 4 categorias Suporte Culturais exemplo exemplo exemplo exemplo Produção de alimentos Fotossíntese Controlo de doenças Ritos religiosos Mapa de conceitos
  • 14. J2 Sumários Lição 53 03-02-2015 Sumário -Sucessão ecológica primária: Um estudo de caso Surtsey. -Colonização por via aérea, biológica e aquática. Lição 54 e 55 06-02-2015 Sumário -Sucessão ecológica secundária. -Perturbação do equilíbrio dos ecossistemas. -Resolução de exercícios. -Sustentabilidade da vida na Terra: Introdução. Lição 56 10-02-2015Sumário -Sustentabilidade da vida na Terra: conclusão. -Serviços dos ecossistemas. -Resolução de exercícios.

Notas do Editor

  1. Apresentar-me. Num ecossistema, cada ser vivo é permanentemente sujeito às condições do meio – factores abióticos – e à acção dos outros seres vivos – factores bióticos. Estes factores influenciam o comportamento e a fisiologia dos organismos, o crescimento das populações e a sua distribuição geográfica. Os factores abióticos são, como já se disse, os factores do meio que influenciam os organismos. A temperatura, a luz, a humidade, a disponibilidade ou composição da água, as características físico-químicas do solo e o vento são alguns exemplos de factores abióticos. É difícil determinar a influência de cada dos factores abióticos isoladamente, uma vez que todos actuam conjuntamente. Vamos apenas analisar alguns.