SlideShare uma empresa Scribd logo
HISTÓRIA
Correção revisão cap.5
ISABEL AGUIAR
8EF MANHÃ
DIONÍSIO TORRES
HISTÓRIA
INDEP. DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA
ISABEL AGUIAR
8º ANO MANHÃ
DIONÍSIO TORRES
E INDEPENDÊNCIA DO HAITI
INDEPENDÊNCIA DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA
• Após a eclosão da Revolução Francesa em 1789
diversos movimentos de independência se inspiraram no ideal de
igualdade, liberdade e fraternidade propagados pelos
iluministas.
• O continente americano passava por um processo de
transformações políticas que iriam culminar na hegemonia dos
Estados Unidos como nação soberana;
• Além da independência de países outrora colonizados pela
Europa.
 Na época em que o Vice-Reino do Peru existia, seus líderes eram
chamados de CURACAS.
 José Gabriel Condorcanqui era de origem Inca e teve o privilégio
de receber uma boa educação.
 A consequência disso é que ele conseguiu se tornar um curaca da
província de Tinta( atual Peru).
 Na época a Espanha cobrava altos impostos e a MITA, onde índios
eram obrigados a trabalhar para os espanhóis.
O VICE-REINO DO PERU
José Gabriel
Condorcanqui
 A Espanha aumenta o valor dos impostos aos indígenas e por conta
disso os CURACAS não gostaram.
 O curaca José Gabriel exigiu o fim da MITA na região de São Luís
Potosi (atual Bolívia), por ser muito longe.
 Os espanhóis não atenderam ao pedido e
 José Gabriel iniciou uma REVOLTA contra a Espanha
e para isso mudou seu nome para TUPAC AMARU
REINADO DE CARLOS III (1759-1788)
(em homenagem ao último imperador inca)
Rei Carlos III
 A REVOLTA iniciou em 1780
com a captura de Antônio Arriaga então autoridade de Tinta.
 Participaram da revolta: ÍNDIOS, MESTIÇOS E NEGROS
ESCRAVIZADOS.
 A Espanha consegue vencer e Tupac Amaru é executado e
esquartejado
-
INÍCIO DA REVOLTA
na PRAÇA DE CUSCO
Representação bastante clara da morte por esquartejamento do líder
revolucionário Tupac Amaru, em museu de Cusco, no Peru
IMAGENS DE CUSCU – PERU- ATUALMENTE
Praça de San Blas, em Cusco,
no Peru
À direita, escadarias do
bairro de San Blas, em
Cusco, e acima pátio
interno de um museu.
Artesãs trabalham
em pátio interno
de museu em Cusco.
INDEPENDÊNCIA DO HAITI
 Haiti foi o lugar onde COLOMBO aportou em 1492 pensando ter
chegado às Índias.
 No século XVII, a parte OCIDENTAL foi chamada de SÃO DOMINGOS
e
 era ocupada pelos franceses.
 Já a parte ORIENTAL era dominada pelos espanhóis.
A POPULAÇÃO
 7% brancos
 87% negros
 a elite vivendo no luxo
 os escravizados passavam fome, maus-tratos
e doenças.
 Sendo assim, se revoltavam e planejavam fugas
e organizavam-se em QUILOMBOS.
 1791- os escravizados fazem um levante no canaviais
exigindo melhores condições de trabalho.
O LÍDER
 Toussaint L´ouverture (negro),
assume o poder em 1794-1802
 liberta os escravizados de São
Domingos;
 conquista a parte oriental do Haiti
que pertencia à Espanha;
 brancos, mestiços e libertos faziam
oposição a Toussain
L´ouverture
ENQUANTO ISSO NA FRANÇA...
 Napoleão assume o poder
 envia tropas ao Haití
 prende Toussaint L´ouverture (torturado e morto na França)
Memorial em homenagem a Toussaint
Louverture em Fort de Joux - FrançaPresidente do Haiti, Michel Martelly, visitando a
prisão onde ficou Toussaint Louverture. (França)
AS LUTAS CONTINUAM...
 JEAN-JACQUES DESSALINES se tornou o líder do
 movimento de independência do Haití.
 seu lema era: LIBERDADE OU MORTE
 vence os franceses
 São Domingos se torna independente (1804)
 o nome mudou para Haití ( terra montanhosa)
 21 anos depois a França reconhece a Independência do Haití
CURIOSIDADE!
 Ao contrário de Toussaint, Jean-Jacques Dessalines
ele permaneceu analfabeto durante toda a sua vida.
Imagem da batalha de Creta-à-Pierrot.
CURIOSIDADES
 O Haití foi a primeira nação da América a abolir a escravidão
 O Haití foi a segunda nação da América a se tornar independente.
 Dessalines foi traído e morto em 1806.
 O Haiti passou a ser considerado uma república.
 Contudo, só foi declarado independente em 1825.
 Para isso teve que pagar ao governo francês uma indenização
de 150 milhões de francos. (prejuízo econômico)
 As relações de exportações que mantinha quando eram colônia foram
canceladas pois os países que comercializavam com a ilha
ficaram com medo que a rebelião se expandisse para as suas colônias.
Habitantes do
Haiti atualmente
O IMPÉRIO ESPANHOL EM CRISE
 Entre 1808-1824, o império espanhol enfraquece na América
vários países se tornam independentes
CAUSAS
 internas: descontentamento social e político com o governo de
Carlos III(monopólio de produtos / aumento de impostos /
autorizou a abertura de 20 portos ) e o filho Carlo I ( século XVIII)
Carlos I
Carlos III
CRIOLLOS E CHAPETONES
 CRIOLLOS eram ricos descendentes de espanhóis porém nascidos na
América e perdiam os cargos mais importantes para os CHAPETONES
 CHAPETONES eram colonos nascidos na Espanha
 CHAPETONES e CRIOLLOS lutaram contra ÍNDIOS, MESTIÇOS
e AFRODESCENDENTES
NAPOLEÃO INVADE A ESPANHA
 O irmão de Napoleão José Bonaparte, assume o poder na Espanha
 espanhóis entram em choque contra José Bonaparte
 1812- Constituição de Cádiz
(deputados da Espanha e América Espanhola)
MUDANÇAS COM A CONSTITUIÇÃO DE CÁDIZ
 aboliu impostos e a MITA na América
 limitou a autoridade do rei
 todos poderiam votar
 manteve o comércio exclusivo
 manteve a desigualdade de direitos com
as colônias da América
CURIOSIDADE!
A Constituição de Cádiz foi o primeiro documento
constitucional aprovado na Península Ibérica e
um dos primeiros no Mundo.
MOVIMENTOS DE INDEPENDÊNCIA NA AMÉRICA
 Os CRIOLLOS na América criaram JUNTAS GOVERNATIVAS
 1810- as JUNTAS GOVERNATIVAS lideravam a luta armada
 1814- o exército de Bonaparte foi derrotado
 o rei espanhol Fernando VII volta ao trono
 a Constituição de Cádiz foi abolida
 o absolutismo retorna
DOIS GENERAIS QUE SE DESTACARAM NA AMÉRICA DO SUL
 José de San Martín
 SÍMON BOLÍVAR ( Venezuela ) - conquistou BOGOTÁ (1819)
 JOSÉ DE SAN MARTÍN ( Argentina) - libertou Argentina (1816),
Chile (1818), Peru (1821)
Bolívar
José de
San Martín
Fernando VII
 1810- camponeses exigiam independência e distribuição de terras
 Líderes: padre Miguel Hidalgo e José Maria Morales
 Exército de 80 mil pessoas
 Criollos e Chapetones eram contra a independência do México e
mandaram fuzilar o padre Hidalgo
 1820 - o general espanhol Augustín Itúrbide comanda o exército
contra mexicanos
 1821- o general Itúrbide toma o poder e proclama a
Independência do México
 O general Augustín Itúrbide proclama-se imperador Augustín I
 os CRIOLLOS do México entram em confronto contra o
imperador Augustín I
 O imperador Augustín I perde
 é proclamada a República
INDEPENDÊNCIA DO MÉXICO
Augustín ItúrbidePadre Miguel Hidalgo
 domínio da elite Criolla
 concentração de terras
 permaneceram as diferenças sociais
INDEPENDÊNCIA DO MÉXICO
INDEPENDÊNCIA DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

13 colônias inglesas
13 colônias inglesas13 colônias inglesas
13 colônias inglesas
harlissoncarvalho
 
Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
Aulas de História
 
Inconfidência Mineira
Inconfidência MineiraInconfidência Mineira
Inconfidência Mineira
Marina Wekid
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
Daniel Alves Bronstrup
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
Isaquel Silva
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
Elaine Bogo Pavani
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
eiprofessor
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
Portal do Vestibulando
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
Edenilson Morais
 
Getulio vargas
Getulio vargasGetulio vargas
Getulio vargas
maida marciano
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
Ramiro Bicca
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
Elaine Bogo Pavani
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
Paulo Alexandre
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Douglas Barraqui
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
Fabiana Tonsis
 
3° ano República da Espada
3° ano   República da Espada3° ano   República da Espada
3° ano República da Espada
Daniel Alves Bronstrup
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
Vivihistoria
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
historiando
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
Edenilson Morais
 
Uniao iberica slide
Uniao iberica slideUniao iberica slide
Uniao iberica slide
Isabel Aguiar
 

Mais procurados (20)

13 colônias inglesas
13 colônias inglesas13 colônias inglesas
13 colônias inglesas
 
Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
 
Inconfidência Mineira
Inconfidência MineiraInconfidência Mineira
Inconfidência Mineira
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
Getulio vargas
Getulio vargasGetulio vargas
Getulio vargas
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
 
Imperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismoImperialismo e neocolonialismo
Imperialismo e neocolonialismo
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
 
3° ano República da Espada
3° ano   República da Espada3° ano   República da Espada
3° ano República da Espada
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
 
Uniao iberica slide
Uniao iberica slideUniao iberica slide
Uniao iberica slide
 

Destaque

Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blog
Isabel Aguiar
 
Revolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era NapoleonicaRevolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era Napoleonica
Isabel Aguiar
 
SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
SEGUNDA GUERRA MUNDIALSEGUNDA GUERRA MUNDIAL
SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
Isabel Aguiar
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
Isabel Aguiar
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro
Isabel Aguiar
 
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIIIILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
Isabel Aguiar
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
Isabel Aguiar
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
Isabel Aguiar
 
Eua séc XIX
Eua séc XIXEua séc XIX
Eua séc XIX
Isabel Aguiar
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
Isabel Aguiar
 
SEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAI
SEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAISEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAI
SEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAI
Isabel Aguiar
 
EUA E EUROPA NO SÉCULO XIX
EUA E EUROPA NO SÉCULO  XIXEUA E EUROPA NO SÉCULO  XIX
EUA E EUROPA NO SÉCULO XIX
Isabel Aguiar
 
REGÊNCIA NO BRASIL
REGÊNCIA NO BRASILREGÊNCIA NO BRASIL
REGÊNCIA NO BRASIL
Isabel Aguiar
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
Isabel Aguiar
 
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASILEMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
Isabel Aguiar
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
Isabel Aguiar
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
Isabel Aguiar
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
Isabel Aguiar
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
Isabel Aguiar
 
Segundo reinado slide
Segundo reinado slideSegundo reinado slide
Segundo reinado slide
professordehistoria
 

Destaque (20)

Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blog
 
Revolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era NapoleonicaRevolução Francesa e Era Napoleonica
Revolução Francesa e Era Napoleonica
 
SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
SEGUNDA GUERRA MUNDIALSEGUNDA GUERRA MUNDIAL
SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro
 
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIIIILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
 
Eua séc XIX
Eua séc XIXEua séc XIX
Eua séc XIX
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
 
SEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAI
SEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAISEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAI
SEGUNDO REINADO E GUERRA DO PARAGUAI
 
EUA E EUROPA NO SÉCULO XIX
EUA E EUROPA NO SÉCULO  XIXEUA E EUROPA NO SÉCULO  XIX
EUA E EUROPA NO SÉCULO XIX
 
REGÊNCIA NO BRASIL
REGÊNCIA NO BRASILREGÊNCIA NO BRASIL
REGÊNCIA NO BRASIL
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
 
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASILEMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
 
Segundo reinado slide
Segundo reinado slideSegundo reinado slide
Segundo reinado slide
 

Semelhante a INDEPENDÊNCIA DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA

Capitulo 08 indep da america espanhola
Capitulo 08  indep da america espanholaCapitulo 08  indep da america espanhola
Capitulo 08 indep da america espanhola
Educandário Imaculada Conceição
 
Independência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholasIndependência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholas
Fatima Freitas
 
Independência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias EspanholasIndependência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias Espanholas
Gmsantos23
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
historiando
 
Independência na américa espanhola
Independência na américa espanholaIndependência na américa espanhola
Independência na américa espanhola
Adauto Ferreira
 
independencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptxindependencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptx
DouglasPereira177705
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
Nelia Salles Nantes
 
Independências americanas
Independências americanasIndependências americanas
Independências americanas
Colégio Progresso Centro
 
America no sec xix e guerra de secessao
America no sec xix e guerra de secessaoAmerica no sec xix e guerra de secessao
America no sec xix e guerra de secessao
Gabriel Wanderley
 
America colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filéAmerica colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filé
mundica broda
 
Cap. 03 ind. da america espanhola
Cap. 03   ind. da america espanholaCap. 03   ind. da america espanhola
Cap. 03 ind. da america espanhola
Evanildo Pitombeira
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
Alexandre Guanaes Buongermino
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
Nelia Salles Nantes
 
Independência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América EspanholaIndependência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América Espanhola
Ricardo Diniz campos
 
Independência da américa espanhola (1)
Independência da américa espanhola (1)Independência da américa espanhola (1)
Independência da américa espanhola (1)
migueldrj
 
Independência da América Espanhol
Independência da América EspanholIndependência da América Espanhol
Independência da América Espanhol
Murilo Benevides
 
Independência da américa espanhola
Independência da américa espanholaIndependência da américa espanhola
Independência da américa espanhola
Murilo Benevides
 
3 hugo chavez e a américa latina..
3   hugo chavez e a américa latina..3   hugo chavez e a américa latina..
3 hugo chavez e a américa latina..
jonasnaia
 
Processo de Independência da América
Processo de Independência da AméricaProcesso de Independência da América
Processo de Independência da América
Lú Carvalho
 
19 independência da américa latina 2016
19  independência da américa latina 201619  independência da américa latina 2016
19 independência da américa latina 2016
Denis Gasco
 

Semelhante a INDEPENDÊNCIA DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA (20)

Capitulo 08 indep da america espanhola
Capitulo 08  indep da america espanholaCapitulo 08  indep da america espanhola
Capitulo 08 indep da america espanhola
 
Independência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholasIndependência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholas
 
Independência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias EspanholasIndependência das Colônias Espanholas
Independência das Colônias Espanholas
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
 
Independência na américa espanhola
Independência na américa espanholaIndependência na américa espanhola
Independência na américa espanhola
 
independencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptxindependencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptx
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
 
Independências americanas
Independências americanasIndependências americanas
Independências americanas
 
America no sec xix e guerra de secessao
America no sec xix e guerra de secessaoAmerica no sec xix e guerra de secessao
America no sec xix e guerra de secessao
 
America colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filéAmerica colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filé
 
Cap. 03 ind. da america espanhola
Cap. 03   ind. da america espanholaCap. 03   ind. da america espanhola
Cap. 03 ind. da america espanhola
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
A independência da américa espanhola
A independência da américa espanholaA independência da américa espanhola
A independência da américa espanhola
 
Independência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América EspanholaIndependência dos Países da América Espanhola
Independência dos Países da América Espanhola
 
Independência da américa espanhola (1)
Independência da américa espanhola (1)Independência da américa espanhola (1)
Independência da américa espanhola (1)
 
Independência da América Espanhol
Independência da América EspanholIndependência da América Espanhol
Independência da América Espanhol
 
Independência da américa espanhola
Independência da américa espanholaIndependência da américa espanhola
Independência da américa espanhola
 
3 hugo chavez e a américa latina..
3   hugo chavez e a américa latina..3   hugo chavez e a américa latina..
3 hugo chavez e a américa latina..
 
Processo de Independência da América
Processo de Independência da AméricaProcesso de Independência da América
Processo de Independência da América
 
19 independência da américa latina 2016
19  independência da américa latina 201619  independência da américa latina 2016
19 independência da américa latina 2016
 

Mais de Isabel Aguiar

Astecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e TupisAstecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e Tupis
Isabel Aguiar
 
A GUERRA FRIA
A GUERRA FRIAA GUERRA FRIA
A GUERRA FRIA
Isabel Aguiar
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
Isabel Aguiar
 
A marcha da colonização da América Portuguesa
A marcha da colonização da América PortuguesaA marcha da colonização da América Portuguesa
A marcha da colonização da América Portuguesa
Isabel Aguiar
 
Quiz Historia
Quiz Historia Quiz Historia
Quiz Historia
Isabel Aguiar
 
Slide pre historia ester torres 6 ano
Slide pre historia ester torres 6 anoSlide pre historia ester torres 6 ano
Slide pre historia ester torres 6 ano
Isabel Aguiar
 
Slide pedro 6 ano pre historia
Slide pedro 6 ano pre historiaSlide pedro 6 ano pre historia
Slide pedro 6 ano pre historia
Isabel Aguiar
 
QUIZ DE HISTÓRIA
QUIZ DE HISTÓRIAQUIZ DE HISTÓRIA
QUIZ DE HISTÓRIA
Isabel Aguiar
 
Acordo de convivencia
Acordo de convivenciaAcordo de convivencia
Acordo de convivencia
Isabel Aguiar
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889
Isabel Aguiar
 
Brasil colonial
Brasil colonial Brasil colonial
Brasil colonial
Isabel Aguiar
 

Mais de Isabel Aguiar (11)

Astecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e TupisAstecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e Tupis
 
A GUERRA FRIA
A GUERRA FRIAA GUERRA FRIA
A GUERRA FRIA
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
A marcha da colonização da América Portuguesa
A marcha da colonização da América PortuguesaA marcha da colonização da América Portuguesa
A marcha da colonização da América Portuguesa
 
Quiz Historia
Quiz Historia Quiz Historia
Quiz Historia
 
Slide pre historia ester torres 6 ano
Slide pre historia ester torres 6 anoSlide pre historia ester torres 6 ano
Slide pre historia ester torres 6 ano
 
Slide pedro 6 ano pre historia
Slide pedro 6 ano pre historiaSlide pedro 6 ano pre historia
Slide pedro 6 ano pre historia
 
QUIZ DE HISTÓRIA
QUIZ DE HISTÓRIAQUIZ DE HISTÓRIA
QUIZ DE HISTÓRIA
 
Acordo de convivencia
Acordo de convivenciaAcordo de convivencia
Acordo de convivencia
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889
 
Brasil colonial
Brasil colonial Brasil colonial
Brasil colonial
 

Último

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 

INDEPENDÊNCIA DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA

  • 1. HISTÓRIA Correção revisão cap.5 ISABEL AGUIAR 8EF MANHÃ DIONÍSIO TORRES HISTÓRIA INDEP. DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA ISABEL AGUIAR 8º ANO MANHÃ DIONÍSIO TORRES E INDEPENDÊNCIA DO HAITI
  • 2. INDEPENDÊNCIA DO HAITI E AMÉRICA ESPANHOLA • Após a eclosão da Revolução Francesa em 1789 diversos movimentos de independência se inspiraram no ideal de igualdade, liberdade e fraternidade propagados pelos iluministas. • O continente americano passava por um processo de transformações políticas que iriam culminar na hegemonia dos Estados Unidos como nação soberana; • Além da independência de países outrora colonizados pela Europa.
  • 3.  Na época em que o Vice-Reino do Peru existia, seus líderes eram chamados de CURACAS.  José Gabriel Condorcanqui era de origem Inca e teve o privilégio de receber uma boa educação.  A consequência disso é que ele conseguiu se tornar um curaca da província de Tinta( atual Peru).  Na época a Espanha cobrava altos impostos e a MITA, onde índios eram obrigados a trabalhar para os espanhóis. O VICE-REINO DO PERU José Gabriel Condorcanqui
  • 4.  A Espanha aumenta o valor dos impostos aos indígenas e por conta disso os CURACAS não gostaram.  O curaca José Gabriel exigiu o fim da MITA na região de São Luís Potosi (atual Bolívia), por ser muito longe.  Os espanhóis não atenderam ao pedido e  José Gabriel iniciou uma REVOLTA contra a Espanha e para isso mudou seu nome para TUPAC AMARU REINADO DE CARLOS III (1759-1788) (em homenagem ao último imperador inca) Rei Carlos III
  • 5.  A REVOLTA iniciou em 1780 com a captura de Antônio Arriaga então autoridade de Tinta.  Participaram da revolta: ÍNDIOS, MESTIÇOS E NEGROS ESCRAVIZADOS.  A Espanha consegue vencer e Tupac Amaru é executado e esquartejado - INÍCIO DA REVOLTA na PRAÇA DE CUSCO Representação bastante clara da morte por esquartejamento do líder revolucionário Tupac Amaru, em museu de Cusco, no Peru
  • 6. IMAGENS DE CUSCU – PERU- ATUALMENTE Praça de San Blas, em Cusco, no Peru À direita, escadarias do bairro de San Blas, em Cusco, e acima pátio interno de um museu. Artesãs trabalham em pátio interno de museu em Cusco.
  • 7. INDEPENDÊNCIA DO HAITI  Haiti foi o lugar onde COLOMBO aportou em 1492 pensando ter chegado às Índias.  No século XVII, a parte OCIDENTAL foi chamada de SÃO DOMINGOS e  era ocupada pelos franceses.  Já a parte ORIENTAL era dominada pelos espanhóis. A POPULAÇÃO  7% brancos  87% negros  a elite vivendo no luxo  os escravizados passavam fome, maus-tratos e doenças.  Sendo assim, se revoltavam e planejavam fugas e organizavam-se em QUILOMBOS.  1791- os escravizados fazem um levante no canaviais exigindo melhores condições de trabalho.
  • 8. O LÍDER  Toussaint L´ouverture (negro), assume o poder em 1794-1802  liberta os escravizados de São Domingos;  conquista a parte oriental do Haiti que pertencia à Espanha;  brancos, mestiços e libertos faziam oposição a Toussain L´ouverture
  • 9. ENQUANTO ISSO NA FRANÇA...  Napoleão assume o poder  envia tropas ao Haití  prende Toussaint L´ouverture (torturado e morto na França) Memorial em homenagem a Toussaint Louverture em Fort de Joux - FrançaPresidente do Haiti, Michel Martelly, visitando a prisão onde ficou Toussaint Louverture. (França)
  • 10. AS LUTAS CONTINUAM...  JEAN-JACQUES DESSALINES se tornou o líder do  movimento de independência do Haití.  seu lema era: LIBERDADE OU MORTE  vence os franceses  São Domingos se torna independente (1804)  o nome mudou para Haití ( terra montanhosa)  21 anos depois a França reconhece a Independência do Haití CURIOSIDADE!  Ao contrário de Toussaint, Jean-Jacques Dessalines ele permaneceu analfabeto durante toda a sua vida. Imagem da batalha de Creta-à-Pierrot.
  • 11. CURIOSIDADES  O Haití foi a primeira nação da América a abolir a escravidão  O Haití foi a segunda nação da América a se tornar independente.  Dessalines foi traído e morto em 1806.  O Haiti passou a ser considerado uma república.  Contudo, só foi declarado independente em 1825.  Para isso teve que pagar ao governo francês uma indenização de 150 milhões de francos. (prejuízo econômico)  As relações de exportações que mantinha quando eram colônia foram canceladas pois os países que comercializavam com a ilha ficaram com medo que a rebelião se expandisse para as suas colônias. Habitantes do Haiti atualmente
  • 12. O IMPÉRIO ESPANHOL EM CRISE  Entre 1808-1824, o império espanhol enfraquece na América vários países se tornam independentes CAUSAS  internas: descontentamento social e político com o governo de Carlos III(monopólio de produtos / aumento de impostos / autorizou a abertura de 20 portos ) e o filho Carlo I ( século XVIII) Carlos I Carlos III
  • 13. CRIOLLOS E CHAPETONES  CRIOLLOS eram ricos descendentes de espanhóis porém nascidos na América e perdiam os cargos mais importantes para os CHAPETONES  CHAPETONES eram colonos nascidos na Espanha  CHAPETONES e CRIOLLOS lutaram contra ÍNDIOS, MESTIÇOS e AFRODESCENDENTES
  • 14. NAPOLEÃO INVADE A ESPANHA  O irmão de Napoleão José Bonaparte, assume o poder na Espanha  espanhóis entram em choque contra José Bonaparte  1812- Constituição de Cádiz (deputados da Espanha e América Espanhola) MUDANÇAS COM A CONSTITUIÇÃO DE CÁDIZ  aboliu impostos e a MITA na América  limitou a autoridade do rei  todos poderiam votar  manteve o comércio exclusivo  manteve a desigualdade de direitos com as colônias da América CURIOSIDADE! A Constituição de Cádiz foi o primeiro documento constitucional aprovado na Península Ibérica e um dos primeiros no Mundo.
  • 15. MOVIMENTOS DE INDEPENDÊNCIA NA AMÉRICA  Os CRIOLLOS na América criaram JUNTAS GOVERNATIVAS  1810- as JUNTAS GOVERNATIVAS lideravam a luta armada  1814- o exército de Bonaparte foi derrotado  o rei espanhol Fernando VII volta ao trono  a Constituição de Cádiz foi abolida  o absolutismo retorna DOIS GENERAIS QUE SE DESTACARAM NA AMÉRICA DO SUL  José de San Martín  SÍMON BOLÍVAR ( Venezuela ) - conquistou BOGOTÁ (1819)  JOSÉ DE SAN MARTÍN ( Argentina) - libertou Argentina (1816), Chile (1818), Peru (1821) Bolívar José de San Martín Fernando VII
  • 16.  1810- camponeses exigiam independência e distribuição de terras  Líderes: padre Miguel Hidalgo e José Maria Morales  Exército de 80 mil pessoas  Criollos e Chapetones eram contra a independência do México e mandaram fuzilar o padre Hidalgo  1820 - o general espanhol Augustín Itúrbide comanda o exército contra mexicanos  1821- o general Itúrbide toma o poder e proclama a Independência do México  O general Augustín Itúrbide proclama-se imperador Augustín I  os CRIOLLOS do México entram em confronto contra o imperador Augustín I  O imperador Augustín I perde  é proclamada a República INDEPENDÊNCIA DO MÉXICO Augustín ItúrbidePadre Miguel Hidalgo
  • 17.  domínio da elite Criolla  concentração de terras  permaneceram as diferenças sociais INDEPENDÊNCIA DO MÉXICO