SlideShare uma empresa Scribd logo
Herança relacionada
ao sexo
Universidade federal de Viçosa
Centro de ciências biológicas e da saúde
Departamento de biologia geral
BIO 245-Praticas Didáticas em genética
objetivos
Determinação do Sexo
• Os cromossomos dos seres vivos são
classificados em autossômicos e sexuais,
estes são responsáveis pela determinação do
sexo.
Sistema XY
• A fêmea possui par de cromossomos
homólogos (xx) e macho um cromossomo
igual ao da fêmea (x) e outro diferente (Y).
SistemaX0
• Os machos têm apenas um cromossomo X e
as fêmeas, dois cromossomos. Assim o
macho é como X0 e a fêmea XX
Sistema ZW
• O macho possui um par de cromossomos
homólogos (ZZ) e as fêmeas possui
cromossomos sexuais diferentes(ZW).
Sistema Z0
• Os machos têm um par de cromossomos
sexuais (ZZ) e as fêmeas apenas um
cromossomo (Z0). O Zero representa a
ausência do cromossomo W.
Sexo homogamético e
heterogamético
• O sexo que produz gametas de um tipo de
cromossomo sexual é chamado
homogamético. Aquele que pode produzir
gametas de tipo de cromossomos diferentes
é chamado heterogamético.
Sistemas homogamético heterogamético
Sistema XY Fêmea XX Macho XY
Sistema X0 Fêmea XX Macho X0
Sistema ZW Macho ZZ Fêmea ZW
Sistema Z0 Macho ZZ Fêmea Z0
Herança dos Cromossomos
Sexuais
Heranças
• Herança ligada ao sexo= herança de um
caráter determinada por genes presentes nos
cromossomos sexuais;
• Herança restrita ao sexo= Ocorre nos genes
que estão no cromossomo Y;
• Herança parcialmente ligada ao
sexo=Condicionada por genes presentes na
parte “comum” de X e Y.
Herança influenciada pelo sexo
• É determinada por genes localizados em
cromossomos autossômicos, porém
dependem do sexo do indivíduo;
Herança limitada ao Sexo
• Determinada por genes autossômicos que se
manifestam em apenas um dos sexos;
Herança Ligada ao Sexo
• Hemofilia
• Doença hereditária determinada por um
gene recessivo ligado ao cromossomo X;
• Dificuldades de Coagulação;
Daltonismo
• É uma condição hereditária que dificulta o
indivíduo a distinguir algumas cores;
• É determinada por um gene recessivo ligado
ao cromossomo X;
Herança restrita ao sexo
• O cromossomo Y possui uma estrutura
restrita a esse cromossomo (Só acontece
com os homens)
Herança Mitocondrial
• Somente a mãe fornece mitocôndrias para
os filhos de ambos os sexos.
• Filhos e filhas de mães afetadas são
afetados.
• O grau de severidade da doença dependerá
da quantidade de mitocôndrias defeituosas
passadas da mãe para os filhos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Felipe Haeberlin
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
UERGS
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
Sarah Lemes
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
emanuel
 
Genética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexoGenética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexo
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Bio
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - Organelas
Killer Max
 
Doencas Genéticas
Doencas Genéticas Doencas Genéticas
Doencas Genéticas
Turma Olímpica
 
Aula de genética 1 lei de mendel
Aula de genética   1 lei de mendelAula de genética   1 lei de mendel
Aula de genética 1 lei de mendel
Marcionedes De Souza
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
Raphaell Garcia
 
Genetica
GeneticaGenetica
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
mainamgar
 
Metabolismo Energético
Metabolismo EnergéticoMetabolismo Energético
Metabolismo Energético
Killer Max
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Genetica hereditariedade
Genetica hereditariedadeGenetica hereditariedade
Genetica hereditariedade
Adrianne Mendonça
 
Heredograma
HeredogramaHeredograma
Heredograma
Rafael Portela
 
Conceitos em genética
Conceitos em genéticaConceitos em genética
Conceitos em genética
mainamgar
 
Genética – 2 lei de mendel
Genética – 2 lei de mendelGenética – 2 lei de mendel
Genética – 2 lei de mendel
Fabiano Reis
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Leonardo Kaplan
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
Fatima Comiotto
 

Mais procurados (20)

Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexoGenética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexo
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - Organelas
 
Doencas Genéticas
Doencas Genéticas Doencas Genéticas
Doencas Genéticas
 
Aula de genética 1 lei de mendel
Aula de genética   1 lei de mendelAula de genética   1 lei de mendel
Aula de genética 1 lei de mendel
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
 
Metabolismo Energético
Metabolismo EnergéticoMetabolismo Energético
Metabolismo Energético
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
 
Genetica hereditariedade
Genetica hereditariedadeGenetica hereditariedade
Genetica hereditariedade
 
Heredograma
HeredogramaHeredograma
Heredograma
 
Conceitos em genética
Conceitos em genéticaConceitos em genética
Conceitos em genética
 
Genética – 2 lei de mendel
Genética – 2 lei de mendelGenética – 2 lei de mendel
Genética – 2 lei de mendel
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 

Destaque

GenéTica Diibridismo
GenéTica DiibridismoGenéTica Diibridismo
GenéTica Diibridismo
Luis carlos de Luna
 
Herança biológica
Herança biológicaHerança biológica
Herança biológica
Silvana Sanches
 
Tipos sanguineos
Tipos sanguineosTipos sanguineos
Tipos sanguineos
Sanclé Porchéra
 
Interacao genica
Interacao genicaInteracao genica
Interacao genica
Iuri Fretta Wiggers
 
Herança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosHerança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneos
Prof Regina
 
Polialelia
PolialeliaPolialelia
Os alelos múltiplos
Os alelos múltiplosOs alelos múltiplos
Os alelos múltiplos
Iuri Fretta Wiggers
 
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Patricia Martins
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
Roulber Carvalho
 
Grupos sanguíneos
Grupos sanguíneosGrupos sanguíneos
Grupos sanguíneos
Priscila Rodrigues
 
Interação genica
Interação genicaInteração genica
Interação genica
Adila Trubat
 
Interaçao genica
Interaçao genica Interaçao genica
Interaçao genica
UERGS
 
Genética de Populações
Genética de PopulaçõesGenética de Populações
Genética de Populações
Rodrigo Vianna
 
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhosPolialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Elaine
 
Interação Gênica
Interação GênicaInteração Gênica
Interação Gênica
Andrea Barreto
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
Amarildo César
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
Fatima Comiotto
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
bradok157
 

Destaque (18)

GenéTica Diibridismo
GenéTica DiibridismoGenéTica Diibridismo
GenéTica Diibridismo
 
Herança biológica
Herança biológicaHerança biológica
Herança biológica
 
Tipos sanguineos
Tipos sanguineosTipos sanguineos
Tipos sanguineos
 
Interacao genica
Interacao genicaInteracao genica
Interacao genica
 
Herança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosHerança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneos
 
Polialelia
PolialeliaPolialelia
Polialelia
 
Os alelos múltiplos
Os alelos múltiplosOs alelos múltiplos
Os alelos múltiplos
 
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
 
Grupos sanguíneos
Grupos sanguíneosGrupos sanguíneos
Grupos sanguíneos
 
Interação genica
Interação genicaInteração genica
Interação genica
 
Interaçao genica
Interaçao genica Interaçao genica
Interaçao genica
 
Genética de Populações
Genética de PopulaçõesGenética de Populações
Genética de Populações
 
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhosPolialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
 
Interação Gênica
Interação GênicaInteração Gênica
Interação Gênica
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
 

Semelhante a HERANÇA RELACIONADA AO SEXO-GENÉTICA BÁSICA

16.determ.do.sexo
16.determ.do.sexo16.determ.do.sexo
16.determ.do.sexo
Valmiro Menezes
 
Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
Wellington Oliveira
 
Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
Wellington Oliveira
 
Herança sexual(1)
Herança sexual(1)Herança sexual(1)
Herança sexual(1)
giovannimusetti
 
Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
Magda Helena Barbosa
 
Det sexo1 2006
Det sexo1 2006Det sexo1 2006
Det sexo1 2006
Juliana Ferreira
 
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptxSEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
MARINESADIERSALVESPE
 
Hereditariedade e cromossomos sexuais 3
Hereditariedade e cromossomos sexuais 3Hereditariedade e cromossomos sexuais 3
Hereditariedade e cromossomos sexuais 3
Douglas Barreto
 
AULA CITO.pptx
AULA CITO.pptxAULA CITO.pptx
AULA CITO.pptx
TathianaGelinski1
 
Herança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuaisHerança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuais
César Milani
 
Genetica vi 2012
Genetica vi 2012Genetica vi 2012
Genetica vi 2012
Evandro Brandão
 
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexoGENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
LedaMariadaSilva1
 
Heranças genéticas
Heranças genéticasHeranças genéticas
Heranças genéticas
Flávia Albuquerque
 
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
Colégio Batista de Mantena
 
Sexo e Herança Genética
Sexo e Herança GenéticaSexo e Herança Genética
Sexo e Herança Genética
Felipe Jeronimo
 
Determinação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexoDeterminação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexo
Patrícia Oliver
 
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.pptTipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
PattyCosta10
 
Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)
Chalu Tamura
 
Aula----de-----Herança-----Monogenica-pdf
Aula----de-----Herança-----Monogenica-pdfAula----de-----Herança-----Monogenica-pdf
Aula----de-----Herança-----Monogenica-pdf
jhennyferkerllen
 
Herança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexoHerança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexo
PhoenixSportFitness
 

Semelhante a HERANÇA RELACIONADA AO SEXO-GENÉTICA BÁSICA (20)

16.determ.do.sexo
16.determ.do.sexo16.determ.do.sexo
16.determ.do.sexo
 
Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
 
Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
 
Herança sexual(1)
Herança sexual(1)Herança sexual(1)
Herança sexual(1)
 
Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
 
Det sexo1 2006
Det sexo1 2006Det sexo1 2006
Det sexo1 2006
 
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptxSEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
 
Hereditariedade e cromossomos sexuais 3
Hereditariedade e cromossomos sexuais 3Hereditariedade e cromossomos sexuais 3
Hereditariedade e cromossomos sexuais 3
 
AULA CITO.pptx
AULA CITO.pptxAULA CITO.pptx
AULA CITO.pptx
 
Herança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuaisHerança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuais
 
Genetica vi 2012
Genetica vi 2012Genetica vi 2012
Genetica vi 2012
 
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexoGENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
 
Heranças genéticas
Heranças genéticasHeranças genéticas
Heranças genéticas
 
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
 
Sexo e Herança Genética
Sexo e Herança GenéticaSexo e Herança Genética
Sexo e Herança Genética
 
Determinação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexoDeterminação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexo
 
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.pptTipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
 
Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)
 
Aula----de-----Herança-----Monogenica-pdf
Aula----de-----Herança-----Monogenica-pdfAula----de-----Herança-----Monogenica-pdf
Aula----de-----Herança-----Monogenica-pdf
 
Herança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexoHerança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexo
 

Mais de Luiz Carlos

Plano de intervenção pedagógica 8º abd
Plano de intervenção pedagógica  8º abdPlano de intervenção pedagógica  8º abd
Plano de intervenção pedagógica 8º abd
Luiz Carlos
 
Caça palavras solos e água 6ºab
Caça palavras solos e água 6ºabCaça palavras solos e água 6ºab
Caça palavras solos e água 6ºab
Luiz Carlos
 
Caça palavras reinos, virus e bacterias-7ºa
Caça palavras reinos, virus e bacterias-7ºaCaça palavras reinos, virus e bacterias-7ºa
Caça palavras reinos, virus e bacterias-7ºa
Luiz Carlos
 
Atividade sistemas reprodutor 8º ano
Atividade sistemas reprodutor 8º anoAtividade sistemas reprodutor 8º ano
Atividade sistemas reprodutor 8º ano
Luiz Carlos
 
Sistema reprodutor atividade 8º ano
Sistema reprodutor atividade 8º anoSistema reprodutor atividade 8º ano
Sistema reprodutor atividade 8º ano
Luiz Carlos
 
Cruzadinha sistema reprodutor
Cruzadinha sistema reprodutorCruzadinha sistema reprodutor
Cruzadinha sistema reprodutor
Luiz Carlos
 
Dica cruzadinha sistema reprodutor masculino e feminino
Dica cruzadinha sistema reprodutor masculino e femininoDica cruzadinha sistema reprodutor masculino e feminino
Dica cruzadinha sistema reprodutor masculino e feminino
Luiz Carlos
 
Cruzadinha e caça palavras atomosfera
Cruzadinha e caça palavras atomosferaCruzadinha e caça palavras atomosfera
Cruzadinha e caça palavras atomosfera
Luiz Carlos
 
Paleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
Paleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSAPaleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
Paleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
Luiz Carlos
 
Modelos em gesso embriologia basica
Modelos em gesso embriologia basicaModelos em gesso embriologia basica
Modelos em gesso embriologia basica
Luiz Carlos
 
Aula bimestral(novembro) 1º ano e.m-pibid biologia
Aula bimestral(novembro)  1º ano e.m-pibid biologiaAula bimestral(novembro)  1º ano e.m-pibid biologia
Aula bimestral(novembro) 1º ano e.m-pibid biologia
Luiz Carlos
 
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEvoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Luiz Carlos
 
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEvoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Luiz Carlos
 
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Luiz Carlos
 
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Luiz Carlos
 
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlosOrigem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Luiz Carlos
 
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlosOrigem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Luiz Carlos
 
Pibid biologia aula cnidarios 2013
Pibid biologia aula cnidarios 2013Pibid biologia aula cnidarios 2013
Pibid biologia aula cnidarios 2013
Luiz Carlos
 
Aula espécies ameaçadas pibid biologia
Aula espécies ameaçadas pibid biologiaAula espécies ameaçadas pibid biologia
Aula espécies ameaçadas pibid biologia
Luiz Carlos
 
Aula espécies invasoras pibid biologia
Aula espécies invasoras pibid biologiaAula espécies invasoras pibid biologia
Aula espécies invasoras pibid biologia
Luiz Carlos
 

Mais de Luiz Carlos (20)

Plano de intervenção pedagógica 8º abd
Plano de intervenção pedagógica  8º abdPlano de intervenção pedagógica  8º abd
Plano de intervenção pedagógica 8º abd
 
Caça palavras solos e água 6ºab
Caça palavras solos e água 6ºabCaça palavras solos e água 6ºab
Caça palavras solos e água 6ºab
 
Caça palavras reinos, virus e bacterias-7ºa
Caça palavras reinos, virus e bacterias-7ºaCaça palavras reinos, virus e bacterias-7ºa
Caça palavras reinos, virus e bacterias-7ºa
 
Atividade sistemas reprodutor 8º ano
Atividade sistemas reprodutor 8º anoAtividade sistemas reprodutor 8º ano
Atividade sistemas reprodutor 8º ano
 
Sistema reprodutor atividade 8º ano
Sistema reprodutor atividade 8º anoSistema reprodutor atividade 8º ano
Sistema reprodutor atividade 8º ano
 
Cruzadinha sistema reprodutor
Cruzadinha sistema reprodutorCruzadinha sistema reprodutor
Cruzadinha sistema reprodutor
 
Dica cruzadinha sistema reprodutor masculino e feminino
Dica cruzadinha sistema reprodutor masculino e femininoDica cruzadinha sistema reprodutor masculino e feminino
Dica cruzadinha sistema reprodutor masculino e feminino
 
Cruzadinha e caça palavras atomosfera
Cruzadinha e caça palavras atomosferaCruzadinha e caça palavras atomosfera
Cruzadinha e caça palavras atomosfera
 
Paleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
Paleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSAPaleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
Paleontologia e historia natural da terra- UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
 
Modelos em gesso embriologia basica
Modelos em gesso embriologia basicaModelos em gesso embriologia basica
Modelos em gesso embriologia basica
 
Aula bimestral(novembro) 1º ano e.m-pibid biologia
Aula bimestral(novembro)  1º ano e.m-pibid biologiaAula bimestral(novembro)  1º ano e.m-pibid biologia
Aula bimestral(novembro) 1º ano e.m-pibid biologia
 
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEvoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
 
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEvoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
 
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
 
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costaEras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
Eras geologicas aula pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa
 
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlosOrigem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
 
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlosOrigem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
Origem da vida aula 1º ano do ensino médio-luiz carlos
 
Pibid biologia aula cnidarios 2013
Pibid biologia aula cnidarios 2013Pibid biologia aula cnidarios 2013
Pibid biologia aula cnidarios 2013
 
Aula espécies ameaçadas pibid biologia
Aula espécies ameaçadas pibid biologiaAula espécies ameaçadas pibid biologia
Aula espécies ameaçadas pibid biologia
 
Aula espécies invasoras pibid biologia
Aula espécies invasoras pibid biologiaAula espécies invasoras pibid biologia
Aula espécies invasoras pibid biologia
 

Último

Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 

Último (20)

Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 

HERANÇA RELACIONADA AO SEXO-GENÉTICA BÁSICA

  • 1. Herança relacionada ao sexo Universidade federal de Viçosa Centro de ciências biológicas e da saúde Departamento de biologia geral BIO 245-Praticas Didáticas em genética
  • 3. Determinação do Sexo • Os cromossomos dos seres vivos são classificados em autossômicos e sexuais, estes são responsáveis pela determinação do sexo.
  • 4. Sistema XY • A fêmea possui par de cromossomos homólogos (xx) e macho um cromossomo igual ao da fêmea (x) e outro diferente (Y).
  • 5. SistemaX0 • Os machos têm apenas um cromossomo X e as fêmeas, dois cromossomos. Assim o macho é como X0 e a fêmea XX
  • 6. Sistema ZW • O macho possui um par de cromossomos homólogos (ZZ) e as fêmeas possui cromossomos sexuais diferentes(ZW).
  • 7. Sistema Z0 • Os machos têm um par de cromossomos sexuais (ZZ) e as fêmeas apenas um cromossomo (Z0). O Zero representa a ausência do cromossomo W.
  • 8. Sexo homogamético e heterogamético • O sexo que produz gametas de um tipo de cromossomo sexual é chamado homogamético. Aquele que pode produzir gametas de tipo de cromossomos diferentes é chamado heterogamético.
  • 9. Sistemas homogamético heterogamético Sistema XY Fêmea XX Macho XY Sistema X0 Fêmea XX Macho X0 Sistema ZW Macho ZZ Fêmea ZW Sistema Z0 Macho ZZ Fêmea Z0
  • 11. Heranças • Herança ligada ao sexo= herança de um caráter determinada por genes presentes nos cromossomos sexuais; • Herança restrita ao sexo= Ocorre nos genes que estão no cromossomo Y; • Herança parcialmente ligada ao sexo=Condicionada por genes presentes na parte “comum” de X e Y.
  • 12. Herança influenciada pelo sexo • É determinada por genes localizados em cromossomos autossômicos, porém dependem do sexo do indivíduo;
  • 13. Herança limitada ao Sexo • Determinada por genes autossômicos que se manifestam em apenas um dos sexos;
  • 14. Herança Ligada ao Sexo • Hemofilia • Doença hereditária determinada por um gene recessivo ligado ao cromossomo X; • Dificuldades de Coagulação;
  • 15.
  • 16. Daltonismo • É uma condição hereditária que dificulta o indivíduo a distinguir algumas cores; • É determinada por um gene recessivo ligado ao cromossomo X;
  • 17.
  • 18.
  • 19. Herança restrita ao sexo • O cromossomo Y possui uma estrutura restrita a esse cromossomo (Só acontece com os homens)
  • 20. Herança Mitocondrial • Somente a mãe fornece mitocôndrias para os filhos de ambos os sexos. • Filhos e filhas de mães afetadas são afetados. • O grau de severidade da doença dependerá da quantidade de mitocôndrias defeituosas passadas da mãe para os filhos.