SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. VALMIRO T. MENEZES
Prof. VALMIRO T. MENEZES
Determinação do Sexo 
• Os cromossomos dos seres vivos são 
classificados em autossômicos e 
sexuais, estes são responsáveis pela 
determinação do sexo.
SistemaX0 
• Os machos têm apenas um cromossomo 
X e as fêmeas, dois cromossomos. Assim 
o macho é como X0 e a fêmea XX. 
• O Zero representa a ausência do 
cromossomo X
Sistema ZW 
• O macho possui um par de 
cromossomos homólogos (ZZ) e as 
fêmeas possui cromossomos sexuais 
diferentes(ZW).
Sistema Z0 
• Os machos:par de cromossomos 
sexuais (ZZ): fêmeas apenas um 
cromossomo (Z0). O Zero representa 
a ausência do cromossomo W.
• O sexo que produz gametas de um tipo de cromossomo 
sexual é chamado homogamético. Aquele que pode 
produzir gametas de tipo de cromossomos diferentes é 
chamado heterogamético. 
Sistemas homogamético heterogamético 
Sistema XY Fêmea XX Macho XY 
Sistema X0 Fêmea XX Macho X0 
Sistema ZW Macho ZZ Fêmea ZW 
Sistema Z0 Macho ZZ Fêmea Z0
Sistema Haplóide e 
Diplóide
Sistema XY 
• A fêmea possui par de cromossomos 
homólogos (xx) e macho um 
cromossomo igual ao da fêmea (x) e 
outro diferente (Y).
Sistema XY 
• Encontrado em mamíferos 
• Macho → Heterogamético 
• Fêmea → Homogamética 
• Espécie humana →2n=46 
44 autossomos 
2 Sexuais ou 
Alossomos 
(X e Y )
X X 
Homologia Completa
X Y Homóloga 
Herança 
Parcialmente 
Ligada ao 
Sexo 
Não homóloga 
Herança Restrita ao Sexo 
Não homóloga 
Herança Ligada ao Sexo
Heranças 
• Herança ligada ao sexo = herança de 
um caráter determinada por genes 
presentes nos cromossomos sexuais; 
• Herança restrita ao sexo = Ocorre 
nos genes que estão no cromossomo 
Y; 
• Herança autossômica influenciada 
pelo sexo = Condicionada por genes 
que não estão presentes em X e Y.
Herança Ligada ao Sexo 
• Daltonismo (Recessiva) 
Homem  Normal : XDY 
 Daltônico: XdY 
Mulher  Normal : XD XD 
 Normal-portadora: XD Xd 
 Daltônico: Xd Xd
• Daltonismo 
É uma condição hereditária que dificulta o 
indivíduo a distinguir algumas cores; 
É determinada por um gene recessivo 
ligado ao cromossomo X;
Herança influenciada pelo 
sexo 
• É determinada por genes localizados em 
cromossomos autossômicos, porém 
dependem do sexo do indivíduo. Ex. 
Calvície.
Hipótese de Lyon 
• Fêmeas dos mamíferos compensariam 
a dose dupla de seus cromossomos x 
inativando um deles, hoje conhecido 
como Corpúsculo de Barr.
Herança Ligada ao Sexo 
• Hemofilia gene recessivo ligado ao 
sexo (cromossomo X); dificuldades de 
coagulação; tendência a hemorragia
Herança restrita ao sexo 
• O cromossomo Y possui uma 
estrutura restrita a esse 
cromossomo (Só acontece com os 
homens)
Hipertricose auricular
16.determ.do.sexo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Herança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexoHerança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexo
PhoenixSportFitness
 
Determinação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexoDeterminação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexo
Patrícia Oliver
 
A genética do sexo e determinação
A genética do sexo e determinaçãoA genética do sexo e determinação
A genética do sexo e determinação
SEMED de Santarém/PA
 
3S_Herança sexual maio 2014_ionara
3S_Herança sexual maio 2014_ionara3S_Herança sexual maio 2014_ionara
3S_Herança sexual maio 2014_ionara
Ionara Urrutia Moura
 
Herança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuaisHerança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuais
César Milani
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
Maria Jaionara
 
Det sexo1 2006
Det sexo1 2006Det sexo1 2006
Det sexo1 2006
Juliana Ferreira
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
Fatima Comiotto
 
Genética
GenéticaGenética
GENÉTICA DA HERANÇA SEXUAL
GENÉTICA DA HERANÇA SEXUALGENÉTICA DA HERANÇA SEXUAL
GENÉTICA DA HERANÇA SEXUAL
G_COIMBRA
 
DeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do SexoDeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do Sexo
Nuno Correia
 
Hereditariedade 1
Hereditariedade 1Hereditariedade 1
Hereditariedade 1
miguelpim
 
Determinacao sexo
Determinacao sexoDeterminacao sexo
Determinacao sexo
Iuri Fretta Wiggers
 
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
Colégio Batista de Mantena
 
Sexo e Herança Genética
Sexo e Herança GenéticaSexo e Herança Genética
Sexo e Herança Genética
Felipe Jeronimo
 
Heranca
HerancaHeranca
Heranca
Lucas Thiago
 
Herança do Sexo
Herança do SexoHerança do Sexo
Herança do Sexo
Fernando Pereira
 
Genética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexoGenética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexo
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Cromossomos sexuais
Cromossomos sexuaisCromossomos sexuais
Cromossomos sexuais
Douglas Barreto
 

Mais procurados (19)

Herança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexoHerança do sexo e determinação do sexo
Herança do sexo e determinação do sexo
 
Determinação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexoDeterminação cromossômica do sexo
Determinação cromossômica do sexo
 
A genética do sexo e determinação
A genética do sexo e determinaçãoA genética do sexo e determinação
A genética do sexo e determinação
 
3S_Herança sexual maio 2014_ionara
3S_Herança sexual maio 2014_ionara3S_Herança sexual maio 2014_ionara
3S_Herança sexual maio 2014_ionara
 
Herança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuaisHerança dos cromossomos sexuais
Herança dos cromossomos sexuais
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
Det sexo1 2006
Det sexo1 2006Det sexo1 2006
Det sexo1 2006
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
GENÉTICA DA HERANÇA SEXUAL
GENÉTICA DA HERANÇA SEXUALGENÉTICA DA HERANÇA SEXUAL
GENÉTICA DA HERANÇA SEXUAL
 
DeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do SexoDeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do Sexo
 
Hereditariedade 1
Hereditariedade 1Hereditariedade 1
Hereditariedade 1
 
Determinacao sexo
Determinacao sexoDeterminacao sexo
Determinacao sexo
 
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
2016 Frente 1 módulo 12 Herança dos genes cromossomos sexuais
 
Sexo e Herança Genética
Sexo e Herança GenéticaSexo e Herança Genética
Sexo e Herança Genética
 
Heranca
HerancaHeranca
Heranca
 
Herança do Sexo
Herança do SexoHerança do Sexo
Herança do Sexo
 
Genética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexoGenética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexo
 
Cromossomos sexuais
Cromossomos sexuaisCromossomos sexuais
Cromossomos sexuais
 

Semelhante a 16.determ.do.sexo

Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
Wellington Oliveira
 
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptxSEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
MARINESADIERSALVESPE
 
Genetica vi 2012
Genetica vi 2012Genetica vi 2012
Genetica vi 2012
Evandro Brandão
 
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexoGENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
LedaMariadaSilva1
 
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.pptTipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
PattyCosta10
 
Núcleo Celular
Núcleo CelularNúcleo Celular
Núcleo Celular
João Paulo jp
 
AULA CITO.pptx
AULA CITO.pptxAULA CITO.pptx
AULA CITO.pptx
TathianaGelinski1
 
Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)
Chalu Tamura
 
Heranças genéticas
Heranças genéticasHeranças genéticas
Heranças genéticas
Flávia Albuquerque
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
Luzineide Oliveira
 
Genética - Daltonismo | Biologia 12º Ano
Genética - Daltonismo | Biologia 12º AnoGenética - Daltonismo | Biologia 12º Ano
Genética - Daltonismo | Biologia 12º Ano
Instituto Superior Técnico, UTL
 
Cap 6 a herança e o sexo
Cap 6 a herança e o sexoCap 6 a herança e o sexo
Cap 6 a herança e o sexo
Luciana Menezes de Oliveira
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Turma Olímpica
 
9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo
centeruni
 
9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo
centeruni
 
Aula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdf
Aula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdfAula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdf
Aula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdf
LuizPereira664309
 
2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx
2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx
2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx
JessicaCarolinadaCos1
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
Andrey Moreira
 

Semelhante a 16.determ.do.sexo (18)

Herança sexual
Herança sexualHerança sexual
Herança sexual
 
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptxSEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
SEXO E HERANÇA GENÉTICA .pptx
 
Genetica vi 2012
Genetica vi 2012Genetica vi 2012
Genetica vi 2012
 
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexoGENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
GENETICA VI 2012 (1).ppt Herança ligada ao sexo
 
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.pptTipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
Tipos de Herança ligadas ao cromossomo.ppt
 
Núcleo Celular
Núcleo CelularNúcleo Celular
Núcleo Celular
 
AULA CITO.pptx
AULA CITO.pptxAULA CITO.pptx
AULA CITO.pptx
 
Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)Aula 26 03 (1)
Aula 26 03 (1)
 
Heranças genéticas
Heranças genéticasHeranças genéticas
Heranças genéticas
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
 
Genética - Daltonismo | Biologia 12º Ano
Genética - Daltonismo | Biologia 12º AnoGenética - Daltonismo | Biologia 12º Ano
Genética - Daltonismo | Biologia 12º Ano
 
Cap 6 a herança e o sexo
Cap 6 a herança e o sexoCap 6 a herança e o sexo
Cap 6 a herança e o sexo
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
 
9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo
 
9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo9 determinacao do_sexo
9 determinacao do_sexo
 
Aula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdf
Aula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdfAula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdf
Aula 05 Padrão de herança e polimorfismos.pdf
 
2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx
2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx
2ª Lei de Mendel e heranças ligadas ao sexo.pptx
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
 

Mais de Valmiro Menezes

3.classficação.dos.fênomenos.1 m
3.classficação.dos.fênomenos.1 m3.classficação.dos.fênomenos.1 m
3.classficação.dos.fênomenos.1 m
Valmiro Menezes
 
2.introducao.quimica.1 m
2.introducao.quimica.1 m2.introducao.quimica.1 m
2.introducao.quimica.1 m
Valmiro Menezes
 
1.introducao.quimica.1 m
1.introducao.quimica.1 m1.introducao.quimica.1 m
1.introducao.quimica.1 m
Valmiro Menezes
 
Aula.genética
Aula.genéticaAula.genética
Aula.genética
Valmiro Menezes
 
Aual.3.geometria.plano.circunferencia
Aual.3.geometria.plano.circunferenciaAual.3.geometria.plano.circunferencia
Aual.3.geometria.plano.circunferencia
Valmiro Menezes
 
Vetores
VetoresVetores
Terceiraleidenewton fguete
Terceiraleidenewton fgueteTerceiraleidenewton fguete
Terceiraleidenewton fguete
Valmiro Menezes
 
Quemovimentoeesse
QuemovimentoeesseQuemovimentoeesse
Quemovimentoeesse
Valmiro Menezes
 
Movimentocircular
MovimentocircularMovimentocircular
Movimentocircular
Valmiro Menezes
 
Inérciaforçadeatrito
InérciaforçadeatritoInérciaforçadeatrito
Inérciaforçadeatrito
Valmiro Menezes
 
Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento
Valmiro Menezes
 
Exerc muv
Exerc muvExerc muv
Exerc muv
Valmiro Menezes
 
Muv
MuvMuv
Natureza.atomica
Natureza.atomicaNatureza.atomica
Natureza.atomica
Valmiro Menezes
 
Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2
Valmiro Menezes
 
Exercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicasExercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicas
Valmiro Menezes
 
Natureza.atomica2
Natureza.atomica2Natureza.atomica2
Natureza.atomica2
Valmiro Menezes
 
Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2
Valmiro Menezes
 
Exercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicasExercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicas
Valmiro Menezes
 
Natureza.atomica
Natureza.atomicaNatureza.atomica
Natureza.atomica
Valmiro Menezes
 

Mais de Valmiro Menezes (20)

3.classficação.dos.fênomenos.1 m
3.classficação.dos.fênomenos.1 m3.classficação.dos.fênomenos.1 m
3.classficação.dos.fênomenos.1 m
 
2.introducao.quimica.1 m
2.introducao.quimica.1 m2.introducao.quimica.1 m
2.introducao.quimica.1 m
 
1.introducao.quimica.1 m
1.introducao.quimica.1 m1.introducao.quimica.1 m
1.introducao.quimica.1 m
 
Aula.genética
Aula.genéticaAula.genética
Aula.genética
 
Aual.3.geometria.plano.circunferencia
Aual.3.geometria.plano.circunferenciaAual.3.geometria.plano.circunferencia
Aual.3.geometria.plano.circunferencia
 
Vetores
VetoresVetores
Vetores
 
Terceiraleidenewton fguete
Terceiraleidenewton fgueteTerceiraleidenewton fguete
Terceiraleidenewton fguete
 
Quemovimentoeesse
QuemovimentoeesseQuemovimentoeesse
Quemovimentoeesse
 
Movimentocircular
MovimentocircularMovimentocircular
Movimentocircular
 
Inérciaforçadeatrito
InérciaforçadeatritoInérciaforçadeatrito
Inérciaforçadeatrito
 
Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento
 
Exerc muv
Exerc muvExerc muv
Exerc muv
 
Muv
MuvMuv
Muv
 
Natureza.atomica
Natureza.atomicaNatureza.atomica
Natureza.atomica
 
Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2
 
Exercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicasExercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicas
 
Natureza.atomica2
Natureza.atomica2Natureza.atomica2
Natureza.atomica2
 
Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2Ligacao.quimica.2
Ligacao.quimica.2
 
Exercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicasExercios.ligações.qumicas
Exercios.ligações.qumicas
 
Natureza.atomica
Natureza.atomicaNatureza.atomica
Natureza.atomica
 

Último

000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 

16.determ.do.sexo

  • 3.
  • 4. Determinação do Sexo • Os cromossomos dos seres vivos são classificados em autossômicos e sexuais, estes são responsáveis pela determinação do sexo.
  • 5. SistemaX0 • Os machos têm apenas um cromossomo X e as fêmeas, dois cromossomos. Assim o macho é como X0 e a fêmea XX. • O Zero representa a ausência do cromossomo X
  • 6. Sistema ZW • O macho possui um par de cromossomos homólogos (ZZ) e as fêmeas possui cromossomos sexuais diferentes(ZW).
  • 7. Sistema Z0 • Os machos:par de cromossomos sexuais (ZZ): fêmeas apenas um cromossomo (Z0). O Zero representa a ausência do cromossomo W.
  • 8. • O sexo que produz gametas de um tipo de cromossomo sexual é chamado homogamético. Aquele que pode produzir gametas de tipo de cromossomos diferentes é chamado heterogamético. Sistemas homogamético heterogamético Sistema XY Fêmea XX Macho XY Sistema X0 Fêmea XX Macho X0 Sistema ZW Macho ZZ Fêmea ZW Sistema Z0 Macho ZZ Fêmea Z0
  • 10. Sistema XY • A fêmea possui par de cromossomos homólogos (xx) e macho um cromossomo igual ao da fêmea (x) e outro diferente (Y).
  • 11. Sistema XY • Encontrado em mamíferos • Macho → Heterogamético • Fêmea → Homogamética • Espécie humana →2n=46 44 autossomos 2 Sexuais ou Alossomos (X e Y )
  • 12. X X Homologia Completa
  • 13. X Y Homóloga Herança Parcialmente Ligada ao Sexo Não homóloga Herança Restrita ao Sexo Não homóloga Herança Ligada ao Sexo
  • 14. Heranças • Herança ligada ao sexo = herança de um caráter determinada por genes presentes nos cromossomos sexuais; • Herança restrita ao sexo = Ocorre nos genes que estão no cromossomo Y; • Herança autossômica influenciada pelo sexo = Condicionada por genes que não estão presentes em X e Y.
  • 15. Herança Ligada ao Sexo • Daltonismo (Recessiva) Homem  Normal : XDY  Daltônico: XdY Mulher  Normal : XD XD  Normal-portadora: XD Xd  Daltônico: Xd Xd
  • 16. • Daltonismo É uma condição hereditária que dificulta o indivíduo a distinguir algumas cores; É determinada por um gene recessivo ligado ao cromossomo X;
  • 17.
  • 18. Herança influenciada pelo sexo • É determinada por genes localizados em cromossomos autossômicos, porém dependem do sexo do indivíduo. Ex. Calvície.
  • 19. Hipótese de Lyon • Fêmeas dos mamíferos compensariam a dose dupla de seus cromossomos x inativando um deles, hoje conhecido como Corpúsculo de Barr.
  • 20. Herança Ligada ao Sexo • Hemofilia gene recessivo ligado ao sexo (cromossomo X); dificuldades de coagulação; tendência a hemorragia
  • 21.
  • 22.
  • 23. Herança restrita ao sexo • O cromossomo Y possui uma estrutura restrita a esse cromossomo (Só acontece com os homens)