SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo1
Administração
Prof. Adm. Antonio Marcos Montai Messias
e-mail: antoniomarcos@outlook.com
Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais II
4º Termo do 2º Semestre de 2015
www.faculdadesgammon.edu.br
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo2
Sumário
4.2. Gestão de Compras
4.2.1. Atribuições e funções básicas
4.2.2. A organização de compras
4.2.3. Qualificação do comprador
4.2.4. Modalidades de compras e contratações
4.2.5 Softwares no processo de compras
4.2.6 Ética em compras
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo3
Gestão de compras
A gestão de compras é uma atividade fundamental para o bom gerenciamento
das empresas e que influencia diretamente nos seus estoques e no
relacionamento com os clientes, influenciando a competitividade e o sucesso da
organização.
Transformou-se em assunto estratégico nas organizações. De centro de custos, o setor
de compras passou a ser encarado como CENTRO DE LUCROS.
Fonte: http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/740
Valor anual comprado pelas empresas versus Faturamento bruto – Brasil e EUA 2007.
Brasil
44%
EUA
49%
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo4
Atribuições e funções básicas
O termo Compra pode ser definido como a aquisição de um bem ou de um
direito, pelo qual se paga um determinado preço.
A função compras tem por finalidade suprir as necessidades de materiais
ou serviços, planejá-las quantitativamente e satisfazê-las no momento
certo com as quantidades corretas, verificar se recebeu efetivamente o
que foi comprado e providenciar armazenamento.
Hoje a função compras é vista como parte do processo de logística das empresas, ou seja,
como parte integrante da cadeia de suprimentos (supply chain).
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo5
Atribuições e funções básicas
Pode-se incluir como atividades típicas do setor de compras:
a) Pesquisa dos fornecedores: Estudo do mercado e materiais; Análise dos custos;
Investigação das fontes de fornecimento; Desenvolvimento de fontes de
fornecimento e materiais alternativos;
b) Aquisição: Conferência de requisições; Análise das cotações; Decidir comprar por
meios de contratos ou mercado aberto; Negociar contratos; Efetuar as encomendas
de compras; Acompanhar o recebimento de materiais;
c) Administração: manutenção de estoques mínimos; transferências de materiais;
evitar excessos e obsolescência de estoque; padronizar o que for possível.
d) Diversos: fazer estimativa de custo; dispor de materiais desnecessários, obsoletos
ou excedentes; cuidar das relações comerciais recíprocas.
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo6
Organização do setor de compras
De forma geral, a estrutura funcional do setor de compras é assim constituída:
qualificação, avaliação e
desempenho de fornecedores de
materiais e serviços.
recebimento dos documentos
referentes aos pedidos de compra e
montagem dos respectivos processos
atividades de
compras locais
atividades de compras
efetuadas em outros
países
garantir o cumprimento das cláusulas contratuais, em
especial quanto aos prazos de entrega, acompanhando,
documentando e fiscalizando as encomendas pendentes,
observados os interesses da empresa
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo7
Perfil do comprador
Comprar é uma arte.
O padrão atual exige que o comprador possua qualificações,
demonstrando conhecimentos dos procedimentos a serem adotados,
das características dos materiais, bem como da arte de negociar,
essencial na prática das transações.
O bom negociador tem em seu perfil algumas características, como
iniciativa, capacidade de decisão, objetividade e idoneidade.
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo8
Os procedimentos de compras
As principais fases do fluxo básico da compra envolvem:
a) Preparação do processo;
b) Planejamento da compra;
c) Seleção de fornecedores;
d) Concorrência;
e) Contratação;
f) Controle de entrega.
Figura: Processo simplificado de compras (MARTINS, 2006)
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo9
Modalidades de compras
A modalidade de Compra normal é o procedimento adotado quando o prazo for
compatível para obter as melhores condições comerciais e técnicas na
aquisição de materiais.
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo10
Modalidades de compras
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo11
A modalidade de Compra em emergência acontece quando a empresa falha na
elaboração do planejamento ou no atendimento de necessidade oriunda de
problemas operacionais.
Modalidades de compras
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo12
Formas de comprar
Por meio de concorrências repetitivas
Procedimento adotado para os pedidos de compra, independentemente da
análise do comportamento periódico em que acontecem. Podem ser
inconstantes ou constantes.
Por meio de contratos de longo prazo
Procedimento adotado para fornecimento de materiais de consumo regular,
com vigência por determinado período de tempo, para entregas parceladas, por
meio de autorização.
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo13
Software de gestão de compras
A maioria das empresas, a partir de um certo porte, utilizam softwares para
acompanhamento do processo de compras.
Demonstração de software de gestão de compras.
Vídeo demonstrativo:
ERP Back Office RM Totvs – Seleção de compras e cotação
(09min57s)
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo14
Ética em compras
O que é atitude antiética no ambiente empresarial?
Até que ponto é antiético o comprador aceitar brindes?
A proximidade de comprador e vendedor pode ser benéfico para a empresa
compradora?
O blefe é justificável como técnica de negociação?
?
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo15
Ética em compras
ÉTICA: sistemas de regras que governam a ordenação de valores.
VALORES: honestidade, responsabilidade, lealdade, justiça, integridade,
respeito pelos outros e cidadania responsável.
CÓDIGO DE ÉTICA: instrumento de realização dos princípios, visão e
missão da empresa.
“Quanto mais bem sucedido for o gerente do futuro, maior será a sua honestidade”
Peter Drucker
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo16
DIAS, M. A. P. Administração de materiais: princípios, conceitos e gestão. 6. ed.
São Paulo: Atlas, 2012.
MARTINS, P. G.; ALT, P. R. C. Administração de Materiais e Recursos
Patrimoniais. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2006.
VIANA, J. J. Administração de Materiais: um enfoque prático. São Paulo: Atlas,
2006.
Bibliografia básica
Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo17
ARAÚJO, J. S. de. Administração de materiais. São Paulo: Atlas, 1997.
CHIAVENATO, I. Iniciação à Administração de Materiais. São Paulo: Makron
Books, 1991.
DIAS, M. A. P. Administração de materiais: uma abordagem logística. São
Paulo: Atlas 1998.
_____. Administração de materiais. São Paulo: Atlas, 1988.
POZO, H. Administração de recursos materiais e patrimoniais: uma
abordagem logística. 4. ed. 2. reimpr. São Paulo: Atlas, 2007.
Bibliografia complementar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Logistica empresarial
Logistica empresarialLogistica empresarial
Logistica empresarial
Denis Carlos Sodré
 
Aula 01 gestao de materiais
Aula 01 gestao de materiaisAula 01 gestao de materiais
Aula 01 gestao de materiais
Larissa da Costa Melo
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuição
Gilberto Freitas
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
Danilo Pires
 
Aula de desenvolvimento de produtos
Aula de desenvolvimento de produtosAula de desenvolvimento de produtos
Aula de desenvolvimento de produtos
CENNE
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
HealthMinds Academy
 
Logística - Fundamentos
Logística - FundamentosLogística - Fundamentos
Aula Compras
Aula ComprasAula Compras
Aula Compras
Wilian Gatti Jr
 
Logística Operações de Armazenagem
Logística Operações de ArmazenagemLogística Operações de Armazenagem
Logística Operações de Armazenagem
Marcelo Aparecido Sampaio
 
Administração de materiais
Administração de materiaisAdministração de materiais
Administração de materiais
Denis Carlos Sodré
 
Armazenagem de Materiais
Armazenagem de MateriaisArmazenagem de Materiais
Armazenagem de Materiais
Robson Costa
 
Palestra negociação 2015
Palestra negociação  2015Palestra negociação  2015
Palestra negociação 2015
Mario Sergio Teixeira Marques
 
03 aula armazenagem
03 aula armazenagem03 aula armazenagem
03 aula armazenagem
Homero Alves de Lima
 
Logistica integrada
Logistica integradaLogistica integrada
Logistica integrada
claudio1972
 
Aulas logística 1
Aulas logística 1Aulas logística 1
Aulas logística 1
Sebastião Nascimento
 
Logística empresarial
Logística empresarialLogística empresarial
Logística empresarial
Cristiano Ferreira Cesarino
 
Logística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de materialLogística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de material
Marcelo Aparecido Sampaio
 
Logistica respostas dos exercicios
Logistica respostas dos exerciciosLogistica respostas dos exercicios
Logistica respostas dos exercicios
Fernanda do Nascimento Reis
 
81 slids planejamento e projeto do processo logístico 02 jul 2013
81 slids  planejamento e  projeto do processo  logístico  02 jul 201381 slids  planejamento e  projeto do processo  logístico  02 jul 2013
81 slids planejamento e projeto do processo logístico 02 jul 2013
delano chaves gurgel do amaral
 
WMS
WMSWMS

Mais procurados (20)

Logistica empresarial
Logistica empresarialLogistica empresarial
Logistica empresarial
 
Aula 01 gestao de materiais
Aula 01 gestao de materiaisAula 01 gestao de materiais
Aula 01 gestao de materiais
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuição
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
 
Aula de desenvolvimento de produtos
Aula de desenvolvimento de produtosAula de desenvolvimento de produtos
Aula de desenvolvimento de produtos
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
 
Logística - Fundamentos
Logística - FundamentosLogística - Fundamentos
Logística - Fundamentos
 
Aula Compras
Aula ComprasAula Compras
Aula Compras
 
Logística Operações de Armazenagem
Logística Operações de ArmazenagemLogística Operações de Armazenagem
Logística Operações de Armazenagem
 
Administração de materiais
Administração de materiaisAdministração de materiais
Administração de materiais
 
Armazenagem de Materiais
Armazenagem de MateriaisArmazenagem de Materiais
Armazenagem de Materiais
 
Palestra negociação 2015
Palestra negociação  2015Palestra negociação  2015
Palestra negociação 2015
 
03 aula armazenagem
03 aula armazenagem03 aula armazenagem
03 aula armazenagem
 
Logistica integrada
Logistica integradaLogistica integrada
Logistica integrada
 
Aulas logística 1
Aulas logística 1Aulas logística 1
Aulas logística 1
 
Logística empresarial
Logística empresarialLogística empresarial
Logística empresarial
 
Logística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de materialLogística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de material
 
Logistica respostas dos exercicios
Logistica respostas dos exerciciosLogistica respostas dos exercicios
Logistica respostas dos exercicios
 
81 slids planejamento e projeto do processo logístico 02 jul 2013
81 slids  planejamento e  projeto do processo  logístico  02 jul 201381 slids  planejamento e  projeto do processo  logístico  02 jul 2013
81 slids planejamento e projeto do processo logístico 02 jul 2013
 
WMS
WMSWMS
WMS
 

Destaque

FLuxograma de O.S.
FLuxograma de O.S.FLuxograma de O.S.
FLuxograma de O.S.
Fernando Silva
 
Roteiro de estudo de caso simulação do processo de compras
Roteiro de estudo de caso simulação do processo de comprasRoteiro de estudo de caso simulação do processo de compras
Roteiro de estudo de caso simulação do processo de compras
Antonio Marcos Montai Messias
 
Planejamento de Compras
Planejamento de ComprasPlanejamento de Compras
Planejamento de Compras
Nyedson Barbosa
 
Modelo Planilha Qualificacao Tecnica
Modelo Planilha Qualificacao TecnicaModelo Planilha Qualificacao Tecnica
Modelo Planilha Qualificacao Tecnica
Antonio Marcos Montai Messias
 
Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...
Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...
Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...
Marco Coghi
 
Portal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPME
Portal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPMEPortal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPME
Portal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPME
CloudMed Tecnologia em Sistemas de Saúde
 
ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO
ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVOATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO
ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO
INSTITUTO MVC
 
Gestão de compras e Compras no serviço público
Gestão de compras e Compras no serviço públicoGestão de compras e Compras no serviço público
Gestão de compras e Compras no serviço público
Antonio Marcos Montai Messias
 
Compras Publicas
Compras PublicasCompras Publicas
Compras Publicas
igovbrasil
 
A Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacional
A Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacionalA Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacional
A Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacional
einne2012
 
FormuláRio Projeto
FormuláRio ProjetoFormuláRio Projeto
FormuláRio Projeto
Antonio Marcos Montai Messias
 
Administração da qualidade
Administração da qualidadeAdministração da qualidade
Administração da qualidade
Antonio Marcos Montai Messias
 
Administração da qualidade
Administração da qualidadeAdministração da qualidade
Administração da qualidade
Antonio Marcos Montai Messias
 
Gestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de Projetos
Gestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de ProjetosGestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de Projetos
Gestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
Antonio Marcos Montai Messias
 
Qualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresa
Qualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresaQualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresa
Qualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresa
JCS_Consultoria
 
Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...
Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...
Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...
NeoPublica Soluções Inovadoras em Gestão
 
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Compras no Serviço Público
Compras no Serviço PúblicoCompras no Serviço Público
Compras no Serviço Público
Antonio Marcos Montai Messias
 
Administracão estratégica e as estrategias organizacionais
Administracão estratégica e as estrategias  organizacionaisAdministracão estratégica e as estrategias  organizacionais
Administracão estratégica e as estrategias organizacionais
Antonio Marcos Montai Messias
 

Destaque (20)

FLuxograma de O.S.
FLuxograma de O.S.FLuxograma de O.S.
FLuxograma de O.S.
 
Roteiro de estudo de caso simulação do processo de compras
Roteiro de estudo de caso simulação do processo de comprasRoteiro de estudo de caso simulação do processo de compras
Roteiro de estudo de caso simulação do processo de compras
 
Planejamento de Compras
Planejamento de ComprasPlanejamento de Compras
Planejamento de Compras
 
Modelo Planilha Qualificacao Tecnica
Modelo Planilha Qualificacao TecnicaModelo Planilha Qualificacao Tecnica
Modelo Planilha Qualificacao Tecnica
 
Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...
Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...
Apoio à logística de comercialização de produtos dos agricultores familiares ...
 
Portal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPME
Portal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPMEPortal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPME
Portal de Compras - Cotação, Compra, Gestão e Auditoria de Materiais OPME
 
ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO
ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVOATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO
ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO
 
Gestão de compras e Compras no serviço público
Gestão de compras e Compras no serviço públicoGestão de compras e Compras no serviço público
Gestão de compras e Compras no serviço público
 
Compras Publicas
Compras PublicasCompras Publicas
Compras Publicas
 
A Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacional
A Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacionalA Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacional
A Logística como diferencial para a competitividade no mercado internacional
 
FormuláRio Projeto
FormuláRio ProjetoFormuláRio Projeto
FormuláRio Projeto
 
Administração da qualidade
Administração da qualidadeAdministração da qualidade
Administração da qualidade
 
Administração da qualidade
Administração da qualidadeAdministração da qualidade
Administração da qualidade
 
Gestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de Projetos
Gestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de ProjetosGestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de Projetos
Gestão dos prazos, custos e riscos em Gestão de Projetos
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
 
Qualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresa
Qualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresaQualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresa
Qualidade no atendmento, um diferencial competitivo para empresa
 
Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...
Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...
Concentração e Centralização das atividades Financeiras, Compras e Contrataçõ...
 
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
 
Compras no Serviço Público
Compras no Serviço PúblicoCompras no Serviço Público
Compras no Serviço Público
 
Administracão estratégica e as estrategias organizacionais
Administracão estratégica e as estrategias  organizacionaisAdministracão estratégica e as estrategias  organizacionais
Administracão estratégica e as estrategias organizacionais
 

Semelhante a Gestão de compras - atribuições, organização, modalidade, ética 11.08.2015

Administração de materiais unidade 02 14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folha
Administração de materiais unidade 02   14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folhaAdministração de materiais unidade 02   14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folha
Administração de materiais unidade 02 14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folha
Alex Casañas
 
Ficha de leitura
Ficha de leituraFicha de leitura
Ficha de leitura
Daniel Mateus, MBA, PMP
 
4 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp02
4 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp024 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp02
4 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp02
Porto Velho Rondonia
 
Apostila introdução a logística: comentada
Apostila introdução a logística: comentadaApostila introdução a logística: comentada
Apostila introdução a logística: comentada
Claubert Eduardo do vale
 
Texto aquisição gestão compras
Texto aquisição   gestão comprasTexto aquisição   gestão compras
Texto aquisição gestão compras
Edvaldo Viana
 
Unidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdf
Unidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdfUnidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdf
Unidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdf
JAIMEMARTINS18
 
Ufcd 8511
Ufcd 8511Ufcd 8511
Ufcd 8511
ISCAP
 
Modelos de Contratação e Ferramentas de Compras
Modelos de Contratação e Ferramentas de ComprasModelos de Contratação e Ferramentas de Compras
Modelos de Contratação e Ferramentas de Compras
EloGroup
 
Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...
Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...
Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...
Diego Biavati
 
Aula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de MateriaisAula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de Materiais
pcm1nd
 
Administração de compras
Administração de comprasAdministração de compras
Administração de compras
Carlos Áscoli
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
Tiago Ferreira
 
Estudo sobre gestão de compras
Estudo sobre gestão de comprasEstudo sobre gestão de compras
Estudo sobre gestão de compras
Gustavo Amorim
 
Pdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranza
Pdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranzaPdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranza
Pdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranza
Fernanda Rosa
 
Logistica de armazenagem de uma empresa de ferragens
Logistica de armazenagem de uma empresa de ferragensLogistica de armazenagem de uma empresa de ferragens
Logistica de armazenagem de uma empresa de ferragens
Moisés Serra
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
MarisaNobrega
 
Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02
Gbison Almeida
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
DanielTiagoR
 
Planificação. comércio
Planificação. comércioPlanificação. comércio
Planificação. comércio
Pâmela Alves
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
RuteML
 

Semelhante a Gestão de compras - atribuições, organização, modalidade, ética 11.08.2015 (20)

Administração de materiais unidade 02 14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folha
Administração de materiais unidade 02   14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folhaAdministração de materiais unidade 02   14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folha
Administração de materiais unidade 02 14-03-03 - 151 - ppts 01 slide por folha
 
Ficha de leitura
Ficha de leituraFicha de leitura
Ficha de leitura
 
4 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp02
4 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp024 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp02
4 5tadmiiadmestrategica-090912125027-phpapp02
 
Apostila introdução a logística: comentada
Apostila introdução a logística: comentadaApostila introdução a logística: comentada
Apostila introdução a logística: comentada
 
Texto aquisição gestão compras
Texto aquisição   gestão comprasTexto aquisição   gestão compras
Texto aquisição gestão compras
 
Unidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdf
Unidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdfUnidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdf
Unidade I - Conceitos e evolução da Logística.pdf
 
Ufcd 8511
Ufcd 8511Ufcd 8511
Ufcd 8511
 
Modelos de Contratação e Ferramentas de Compras
Modelos de Contratação e Ferramentas de ComprasModelos de Contratação e Ferramentas de Compras
Modelos de Contratação e Ferramentas de Compras
 
Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...
Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...
Logística no comércio eletrônico B2C: execução, controle, restrições e tendên...
 
Aula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de MateriaisAula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de Materiais
 
Administração de compras
Administração de comprasAdministração de compras
Administração de compras
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
 
Estudo sobre gestão de compras
Estudo sobre gestão de comprasEstudo sobre gestão de compras
Estudo sobre gestão de compras
 
Pdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranza
Pdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranzaPdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranza
Pdf aep bancario_gestaode_materiais_apostila_giovannacarranza
 
Logistica de armazenagem de uma empresa de ferragens
Logistica de armazenagem de uma empresa de ferragensLogistica de armazenagem de uma empresa de ferragens
Logistica de armazenagem de uma empresa de ferragens
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
 
Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
 
Planificação. comércio
Planificação. comércioPlanificação. comércio
Planificação. comércio
 
Planificação. comérco
Planificação. comércoPlanificação. comérco
Planificação. comérco
 

Mais de Antonio Marcos Montai Messias

Almoxarifado e armazenagem
Almoxarifado e armazenagemAlmoxarifado e armazenagem
Almoxarifado e armazenagem
Antonio Marcos Montai Messias
 
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de ProjetosConceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
Antonio Marcos Montai Messias
 
Modelo Quadro Comparativo Resultados Concorrencia
Modelo Quadro Comparativo Resultados ConcorrenciaModelo Quadro Comparativo Resultados Concorrencia
Modelo Quadro Comparativo Resultados Concorrencia
Antonio Marcos Montai Messias
 
Modelo Mapa Comparativo Precos
Modelo Mapa Comparativo PrecosModelo Mapa Comparativo Precos
Modelo Mapa Comparativo Precos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Modelo Coleta Precos
Modelo Coleta PrecosModelo Coleta Precos
Modelo Coleta Precos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Modelo Ficha Ocorrencia Cadastral
Modelo Ficha Ocorrencia CadastralModelo Ficha Ocorrencia Cadastral
Modelo Ficha Ocorrencia Cadastral
Antonio Marcos Montai Messias
 
Modelo Autorizacao Fornecimento
Modelo Autorizacao FornecimentoModelo Autorizacao Fornecimento
Modelo Autorizacao Fornecimento
Antonio Marcos Montai Messias
 
FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009
FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009
FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009
Antonio Marcos Montai Messias
 
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de ProjetosConceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Elaboração e Avaliação de Proposta e Plano de Projeto
Elaboração e Avaliação de Proposta e Plano de ProjetoElaboração e Avaliação de Proposta e Plano de Projeto
Elaboração e Avaliação de Proposta e Plano de Projeto
Antonio Marcos Montai Messias
 
Gestão de Prazos e Custos do Projeto
Gestão de Prazos e Custos do ProjetoGestão de Prazos e Custos do Projeto
Gestão de Prazos e Custos do Projeto
Antonio Marcos Montai Messias
 
Gestão do Escopo do Projeto
Gestão do Escopo do ProjetoGestão do Escopo do Projeto
Gestão do Escopo do Projeto
Antonio Marcos Montai Messias
 
O Modelo japonês de administração
O Modelo japonês de administraçãoO Modelo japonês de administração
O Modelo japonês de administração
Antonio Marcos Montai Messias
 
A Administração Participativa e a aplicação nas organizações
A Administração Participativa e a aplicação nas organizaçõesA Administração Participativa e a aplicação nas organizações
A Administração Participativa e a aplicação nas organizações
Antonio Marcos Montai Messias
 
A Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade Total
A Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade TotalA Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade Total
A Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade Total
Antonio Marcos Montai Messias
 
A Administração Estratégica e as estratégias organizacionais
A Administração Estratégica e as estratégias organizacionaisA Administração Estratégica e as estratégias organizacionais
A Administração Estratégica e as estratégias organizacionais
Antonio Marcos Montai Messias
 
A Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacional
A Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacionalA Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacional
A Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacional
Antonio Marcos Montai Messias
 

Mais de Antonio Marcos Montai Messias (18)

Almoxarifado e armazenagem
Almoxarifado e armazenagemAlmoxarifado e armazenagem
Almoxarifado e armazenagem
 
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de ProjetosConceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
 
Modelo Quadro Comparativo Resultados Concorrencia
Modelo Quadro Comparativo Resultados ConcorrenciaModelo Quadro Comparativo Resultados Concorrencia
Modelo Quadro Comparativo Resultados Concorrencia
 
Modelo Mapa Comparativo Precos
Modelo Mapa Comparativo PrecosModelo Mapa Comparativo Precos
Modelo Mapa Comparativo Precos
 
Modelo Coleta Precos
Modelo Coleta PrecosModelo Coleta Precos
Modelo Coleta Precos
 
Modelo Ficha Ocorrencia Cadastral
Modelo Ficha Ocorrencia CadastralModelo Ficha Ocorrencia Cadastral
Modelo Ficha Ocorrencia Cadastral
 
Modelo Autorizacao Fornecimento
Modelo Autorizacao FornecimentoModelo Autorizacao Fornecimento
Modelo Autorizacao Fornecimento
 
FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009
FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009
FormuláRio De Plano De Projeto 11.11.2009
 
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de ProjetosConceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
 
Elaboração e Avaliação de Proposta e Plano de Projeto
Elaboração e Avaliação de Proposta e Plano de ProjetoElaboração e Avaliação de Proposta e Plano de Projeto
Elaboração e Avaliação de Proposta e Plano de Projeto
 
Gestão de Prazos e Custos do Projeto
Gestão de Prazos e Custos do ProjetoGestão de Prazos e Custos do Projeto
Gestão de Prazos e Custos do Projeto
 
Gestão do Escopo do Projeto
Gestão do Escopo do ProjetoGestão do Escopo do Projeto
Gestão do Escopo do Projeto
 
O Modelo japonês de administração
O Modelo japonês de administraçãoO Modelo japonês de administração
O Modelo japonês de administração
 
A Administração Participativa e a aplicação nas organizações
A Administração Participativa e a aplicação nas organizaçõesA Administração Participativa e a aplicação nas organizações
A Administração Participativa e a aplicação nas organizações
 
A Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade Total
A Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade TotalA Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade Total
A Administração da Qualidade e a filosofia da Qualidade Total
 
A Administração Estratégica e as estratégias organizacionais
A Administração Estratégica e as estratégias organizacionaisA Administração Estratégica e as estratégias organizacionais
A Administração Estratégica e as estratégias organizacionais
 
A Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacional
A Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacionalA Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacional
A Administração na Era Digital e os novos paradigmas da gestão organizacional
 

Último

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

Gestão de compras - atribuições, organização, modalidade, ética 11.08.2015

  • 1. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo1 Administração Prof. Adm. Antonio Marcos Montai Messias e-mail: antoniomarcos@outlook.com Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais II 4º Termo do 2º Semestre de 2015 www.faculdadesgammon.edu.br
  • 2. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo2 Sumário 4.2. Gestão de Compras 4.2.1. Atribuições e funções básicas 4.2.2. A organização de compras 4.2.3. Qualificação do comprador 4.2.4. Modalidades de compras e contratações 4.2.5 Softwares no processo de compras 4.2.6 Ética em compras
  • 3. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo3 Gestão de compras A gestão de compras é uma atividade fundamental para o bom gerenciamento das empresas e que influencia diretamente nos seus estoques e no relacionamento com os clientes, influenciando a competitividade e o sucesso da organização. Transformou-se em assunto estratégico nas organizações. De centro de custos, o setor de compras passou a ser encarado como CENTRO DE LUCROS. Fonte: http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/740 Valor anual comprado pelas empresas versus Faturamento bruto – Brasil e EUA 2007. Brasil 44% EUA 49%
  • 4. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo4 Atribuições e funções básicas O termo Compra pode ser definido como a aquisição de um bem ou de um direito, pelo qual se paga um determinado preço. A função compras tem por finalidade suprir as necessidades de materiais ou serviços, planejá-las quantitativamente e satisfazê-las no momento certo com as quantidades corretas, verificar se recebeu efetivamente o que foi comprado e providenciar armazenamento. Hoje a função compras é vista como parte do processo de logística das empresas, ou seja, como parte integrante da cadeia de suprimentos (supply chain).
  • 5. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo5 Atribuições e funções básicas Pode-se incluir como atividades típicas do setor de compras: a) Pesquisa dos fornecedores: Estudo do mercado e materiais; Análise dos custos; Investigação das fontes de fornecimento; Desenvolvimento de fontes de fornecimento e materiais alternativos; b) Aquisição: Conferência de requisições; Análise das cotações; Decidir comprar por meios de contratos ou mercado aberto; Negociar contratos; Efetuar as encomendas de compras; Acompanhar o recebimento de materiais; c) Administração: manutenção de estoques mínimos; transferências de materiais; evitar excessos e obsolescência de estoque; padronizar o que for possível. d) Diversos: fazer estimativa de custo; dispor de materiais desnecessários, obsoletos ou excedentes; cuidar das relações comerciais recíprocas.
  • 6. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo6 Organização do setor de compras De forma geral, a estrutura funcional do setor de compras é assim constituída: qualificação, avaliação e desempenho de fornecedores de materiais e serviços. recebimento dos documentos referentes aos pedidos de compra e montagem dos respectivos processos atividades de compras locais atividades de compras efetuadas em outros países garantir o cumprimento das cláusulas contratuais, em especial quanto aos prazos de entrega, acompanhando, documentando e fiscalizando as encomendas pendentes, observados os interesses da empresa
  • 7. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo7 Perfil do comprador Comprar é uma arte. O padrão atual exige que o comprador possua qualificações, demonstrando conhecimentos dos procedimentos a serem adotados, das características dos materiais, bem como da arte de negociar, essencial na prática das transações. O bom negociador tem em seu perfil algumas características, como iniciativa, capacidade de decisão, objetividade e idoneidade.
  • 8. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo8 Os procedimentos de compras As principais fases do fluxo básico da compra envolvem: a) Preparação do processo; b) Planejamento da compra; c) Seleção de fornecedores; d) Concorrência; e) Contratação; f) Controle de entrega. Figura: Processo simplificado de compras (MARTINS, 2006)
  • 9. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo9 Modalidades de compras A modalidade de Compra normal é o procedimento adotado quando o prazo for compatível para obter as melhores condições comerciais e técnicas na aquisição de materiais.
  • 10. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo10 Modalidades de compras
  • 11. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo11 A modalidade de Compra em emergência acontece quando a empresa falha na elaboração do planejamento ou no atendimento de necessidade oriunda de problemas operacionais. Modalidades de compras
  • 12. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo12 Formas de comprar Por meio de concorrências repetitivas Procedimento adotado para os pedidos de compra, independentemente da análise do comportamento periódico em que acontecem. Podem ser inconstantes ou constantes. Por meio de contratos de longo prazo Procedimento adotado para fornecimento de materiais de consumo regular, com vigência por determinado período de tempo, para entregas parceladas, por meio de autorização.
  • 13. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo13 Software de gestão de compras A maioria das empresas, a partir de um certo porte, utilizam softwares para acompanhamento do processo de compras. Demonstração de software de gestão de compras. Vídeo demonstrativo: ERP Back Office RM Totvs – Seleção de compras e cotação (09min57s)
  • 14. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo14 Ética em compras O que é atitude antiética no ambiente empresarial? Até que ponto é antiético o comprador aceitar brindes? A proximidade de comprador e vendedor pode ser benéfico para a empresa compradora? O blefe é justificável como técnica de negociação? ?
  • 15. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo15 Ética em compras ÉTICA: sistemas de regras que governam a ordenação de valores. VALORES: honestidade, responsabilidade, lealdade, justiça, integridade, respeito pelos outros e cidadania responsável. CÓDIGO DE ÉTICA: instrumento de realização dos princípios, visão e missão da empresa. “Quanto mais bem sucedido for o gerente do futuro, maior será a sua honestidade” Peter Drucker
  • 16. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo16 DIAS, M. A. P. Administração de materiais: princípios, conceitos e gestão. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2012. MARTINS, P. G.; ALT, P. R. C. Administração de Materiais e Recursos Patrimoniais. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2006. VIANA, J. J. Administração de Materiais: um enfoque prático. São Paulo: Atlas, 2006. Bibliografia básica
  • 17. Prof. Antonio Marcos Montai Messias | Administração de Rec. Materiais e Patrimoniais II | 4° Termo17 ARAÚJO, J. S. de. Administração de materiais. São Paulo: Atlas, 1997. CHIAVENATO, I. Iniciação à Administração de Materiais. São Paulo: Makron Books, 1991. DIAS, M. A. P. Administração de materiais: uma abordagem logística. São Paulo: Atlas 1998. _____. Administração de materiais. São Paulo: Atlas, 1988. POZO, H. Administração de recursos materiais e patrimoniais: uma abordagem logística. 4. ed. 2. reimpr. São Paulo: Atlas, 2007. Bibliografia complementar