SlideShare uma empresa Scribd logo
Ferramentas de
Controle de
Estoque
PROFESSOR:RICARDO SILVA
Oque é Estoque?
são materiais ou produtos que ficam fisicamente disponíveis pela
empresa, até o momento de ingressarem no processo produtivo ou
seguirem para a comercialização direta ao consumidor final. ... Podem ser
de diversas formas, dependendo do negócio da empresa e de que forma
ela executa a sua função.
Aula21082020 ferramentas de estoque
Supply Chain Management (SCM)
... o gerenciamento de uma rede interligada de negócios envolvidos na provisão final de
pacotes produto e serviço requeridos por clientes finais (Harland, 1996).
A gestão do SCM abrange todo o movimento e armazenamento de matéria prima,
trabalho em processo de inventário, e produtos acabados do ponto de origem até o
ponto de consumo.
Planejamento e a gestão de todas as atividades associadas à logística interna e inter
organizacional, bem como a coordenação e colaboração entre todos os parceiros da
cadeia, sejam eles fornecedores, prestadores de serviço ou consumidores.
É o design, planejamento, execução, controle, e monitoramento das atividades da
cadeia de suprimentos com o objetivo de criar valor líquido, construção de uma infra-
estrutura competitiva, alavancagem logística mundial, sincronizar a oferta e a procura e
avaliação do desempenho global.
Aula21082020 ferramentas de estoque
Ferramentas de Controle de Estoque
Entre os principais benefícios de gerenciar o estoque por meio das
ferramentas de controle destacam-se:
Aprimoramento do espaço físico;
Maior controle sobre o ciclo das atividades;
Atendimento contínuo dos pedidos;
Redução de custos;
Redução de despesas com armazenagem;
Diminuição no atraso das entregas;
Maior aproveitamento de capital.
ERP (Enterprise Rsource Planning)
O ERP , conhecido também como Sistema de Gestão Empresarial, é
uma ferramenta que possibilita aprimorar a inclusão dos dados e o
fluxo das informações. Com o auxílio do sistema, o profissional
consegue conduzir o negócio com mais segurança, além de permitir
uma tomada de decisões mais estratégicas.
Uma bom sistema ERP deve permitir a elaboração de inventários e
facilitar as análises desempenho de cada item no estoque.
Aula21082020 ferramentas de estoque
Inventário (Giro de Estoque)
Avaliar o Giro de Estoque é uma ação que permite ao profissional saber
quantas vezes o estoque foi reabastecido. Também, se existem produtos
com pouca saída ou insumos estagnados nas prateleiras. O cálculo é
feito pela soma dos itens que saíram, dividido pela média de estoque.
Modelo de reposição de estoque Just in time
O termo just in time significa “no momento exato”. Esse modelo de
reposição de estoque implica em reduzir os custos de produção ao
máximo, só para manter uma quantidade de insumos e produtos capaz
de atender à demanda
Modelo de movimentação de estoque PEPS
Diferente do método acima, o modelo PEPS significa “primeiro a entrar,
primeiro a sair” (FIFO).
Ou seja, o conceito é de que são os produtos e insumos antigos que
devem ser comercializados e utilizados primeiro. Esse modelo é
indicado para as empresas do setor alimentício, que dependem de um
prazo para repassar ou utilizar os itens.
Modelo de movimentação de estoque UEPS
UEPS (LIFO), que significa “último a entrar, primeiro a sair”, é um
modelo de movimentação de estoque bastante utilizado por quem não
trabalha com produtos perecíveis. Aqui, os itens que entram por último
nos depósitos são utilizados para mensurar o valor total de
mercadorias armazenadas.
Para quem trabalha no ramo de perecíveis, não é o método mais
indicado, visto que pode causar a perda de itens em decorrência do
prazo de validade. A metodologia é muito utilizada para precificar os
produtos, já que os valores dessas aquisições são usados para calcular
o valor total dos itens armazenados.
Curva ABC de produtos
Para manter o estoque mais organizado, a empresa pode realizar a
classificação dos seus itens por grau de relevância.
Esse método é interessante para ajudar a definir quais são os produtos
e insumos que têm mais saída e/ ou são mais lucrativos, evitando assim
a compra e o acúmulo de mercadorias que tenham baixo giro e/ ou
rentabilidade.
Controle de estoque por código de barras
O código de barras ajuda na padronização dos estoques. Permite que
os profissionais registrem e quantifiquem os seus produtos e insumos
com mais rapidez, o que ajuda a facilitar o trabalho e a qualidade das
operações.
Aula21082020 ferramentas de estoque

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
Felippi Perez
 
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICAAula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Silva Jorge R Gonçalves
 
AULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptx
AULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptxAULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptx
AULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptx
PalomaOliveira338538
 
Apresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaApresentação sobre Logística
Apresentação sobre Logística
Isabella Menezes
 
Armazenagem
ArmazenagemArmazenagem
Armazenagem
UEMA
 
Logística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicaoLogística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicao
Elvis Bruno
 
Logística 1 introdução
Logística 1 introduçãoLogística 1 introdução
Logística 1 introdução
Andrey Martins
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuição
Gilberto Freitas
 
Logística Operações de Armazenagem
Logística Operações de ArmazenagemLogística Operações de Armazenagem
Logística Operações de Armazenagem
Marcelo Aparecido Sampaio
 
Logística Empresarial
Logística EmpresarialLogística Empresarial
Logística Empresarial
Adeildo Caboclo
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
Danilo Pires
 
Aula 1 conceitos básicos
Aula 1   conceitos básicosAula 1   conceitos básicos
Aula 1 conceitos básicos
Adilson Paradella
 
Aula 1 Administração da Produção - definições básicas
Aula 1   Administração da Produção - definições básicasAula 1   Administração da Produção - definições básicas
Aula 1 Administração da Produção - definições básicas
Correios
 
Logística Empresarial - Introdução
Logística Empresarial - IntroduçãoLogística Empresarial - Introdução
Logística Empresarial - Introdução
WeNova Consulting
 
Planejamento de Compras
Planejamento de ComprasPlanejamento de Compras
Planejamento de Compras
Nyedson Barbosa
 
Gestão de estoque
Gestão de estoqueGestão de estoque
Gestão de estoque
Ângelo Xavier
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gerisval Pessoa
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
HealthMinds Academy
 
Unidade iv.2 gestão de pedidos
Unidade iv.2   gestão de pedidosUnidade iv.2   gestão de pedidos
Unidade iv.2 gestão de pedidos
Daniel Moura
 
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Luciano Nicoletti Junior
 

Mais procurados (20)

Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
 
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICAAula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
 
AULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptx
AULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptxAULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptx
AULA 4MOVIMENTAÇÃO E EXPEDIÇÃO (1) CONCEITO DE EXPEDIÇÃO.pptx
 
Apresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaApresentação sobre Logística
Apresentação sobre Logística
 
Armazenagem
ArmazenagemArmazenagem
Armazenagem
 
Logística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicaoLogística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicao
 
Logística 1 introdução
Logística 1 introduçãoLogística 1 introdução
Logística 1 introdução
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuição
 
Logística Operações de Armazenagem
Logística Operações de ArmazenagemLogística Operações de Armazenagem
Logística Operações de Armazenagem
 
Logística Empresarial
Logística EmpresarialLogística Empresarial
Logística Empresarial
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
 
Aula 1 conceitos básicos
Aula 1   conceitos básicosAula 1   conceitos básicos
Aula 1 conceitos básicos
 
Aula 1 Administração da Produção - definições básicas
Aula 1   Administração da Produção - definições básicasAula 1   Administração da Produção - definições básicas
Aula 1 Administração da Produção - definições básicas
 
Logística Empresarial - Introdução
Logística Empresarial - IntroduçãoLogística Empresarial - Introdução
Logística Empresarial - Introdução
 
Planejamento de Compras
Planejamento de ComprasPlanejamento de Compras
Planejamento de Compras
 
Gestão de estoque
Gestão de estoqueGestão de estoque
Gestão de estoque
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
 
Unidade iv.2 gestão de pedidos
Unidade iv.2   gestão de pedidosUnidade iv.2   gestão de pedidos
Unidade iv.2 gestão de pedidos
 
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
 

Semelhante a Aula21082020 ferramentas de estoque

01-estoques1. produtivo que traz melhoria
01-estoques1. produtivo que traz melhoria01-estoques1. produtivo que traz melhoria
01-estoques1. produtivo que traz melhoria
carlosdenilson3
 
FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptx
FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptxFERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptx
FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptx
JuliannaGomes3
 
Controlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidadeControlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidade
Pedro Palma
 
Aula 2 cã³pia
Aula 2   cã³piaAula 2   cã³pia
Aula 2 cã³pia
Jordeilson Amaral
 
Adm estoque
Adm  estoqueAdm  estoque
Adm estoque
ANA CARLA PEIXOTO
 
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
Maria Silva
 
Supply chain management
Supply chain managementSupply chain management
Supply chain management
Jonatas f.siqueira
 
Conceitos 1
Conceitos   1Conceitos   1
Conceitos 1
Hortênsia Morais
 
04 aula estocagem
04 aula estocagem04 aula estocagem
04 aula estocagem
Homero Alves de Lima
 
Artigo estoques
Artigo estoquesArtigo estoques
Artigo estoques
Daniel Teixeira
 
Fefo
FefoFefo
Logistica album virtual1
Logistica album virtual1Logistica album virtual1
Logistica album virtual1
jjrfonseca
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Adilson Paradella
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Adilson Paradella
 
Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03
Valdemir Ferreira Silva
 
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de ArmazénsSistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
praxated
 
Noções de administração de material
Noções de administração de materialNoções de administração de material
Noções de administração de material
John Paul John Paul
 
Projeto integrador iii 01-09-20
Projeto integrador iii   01-09-20Projeto integrador iii   01-09-20
Projeto integrador iii 01-09-20
JANAINA ALVES
 
Rotaividade de Estoque.pptx
Rotaividade de Estoque.pptxRotaividade de Estoque.pptx
Rotaividade de Estoque.pptx
AmarildoJosMorett
 
Engecopi (mennadro)
Engecopi (mennadro)Engecopi (mennadro)
Engecopi (mennadro)
Wellington Lima
 

Semelhante a Aula21082020 ferramentas de estoque (20)

01-estoques1. produtivo que traz melhoria
01-estoques1. produtivo que traz melhoria01-estoques1. produtivo que traz melhoria
01-estoques1. produtivo que traz melhoria
 
FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptx
FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptxFERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptx
FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE LOGÍSTICA.pptx
 
Controlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidadeControlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidade
 
Aula 2 cã³pia
Aula 2   cã³piaAula 2   cã³pia
Aula 2 cã³pia
 
Adm estoque
Adm  estoqueAdm  estoque
Adm estoque
 
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
132724191 sebenta-operador-de-armazem-parte-1
 
Supply chain management
Supply chain managementSupply chain management
Supply chain management
 
Conceitos 1
Conceitos   1Conceitos   1
Conceitos 1
 
04 aula estocagem
04 aula estocagem04 aula estocagem
04 aula estocagem
 
Artigo estoques
Artigo estoquesArtigo estoques
Artigo estoques
 
Fefo
FefoFefo
Fefo
 
Logistica album virtual1
Logistica album virtual1Logistica album virtual1
Logistica album virtual1
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
 
Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03
 
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de ArmazénsSistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
 
Noções de administração de material
Noções de administração de materialNoções de administração de material
Noções de administração de material
 
Projeto integrador iii 01-09-20
Projeto integrador iii   01-09-20Projeto integrador iii   01-09-20
Projeto integrador iii 01-09-20
 
Rotaividade de Estoque.pptx
Rotaividade de Estoque.pptxRotaividade de Estoque.pptx
Rotaividade de Estoque.pptx
 
Engecopi (mennadro)
Engecopi (mennadro)Engecopi (mennadro)
Engecopi (mennadro)
 

Aula21082020 ferramentas de estoque

  • 2. Oque é Estoque? são materiais ou produtos que ficam fisicamente disponíveis pela empresa, até o momento de ingressarem no processo produtivo ou seguirem para a comercialização direta ao consumidor final. ... Podem ser de diversas formas, dependendo do negócio da empresa e de que forma ela executa a sua função.
  • 4. Supply Chain Management (SCM) ... o gerenciamento de uma rede interligada de negócios envolvidos na provisão final de pacotes produto e serviço requeridos por clientes finais (Harland, 1996). A gestão do SCM abrange todo o movimento e armazenamento de matéria prima, trabalho em processo de inventário, e produtos acabados do ponto de origem até o ponto de consumo. Planejamento e a gestão de todas as atividades associadas à logística interna e inter organizacional, bem como a coordenação e colaboração entre todos os parceiros da cadeia, sejam eles fornecedores, prestadores de serviço ou consumidores. É o design, planejamento, execução, controle, e monitoramento das atividades da cadeia de suprimentos com o objetivo de criar valor líquido, construção de uma infra- estrutura competitiva, alavancagem logística mundial, sincronizar a oferta e a procura e avaliação do desempenho global.
  • 6. Ferramentas de Controle de Estoque Entre os principais benefícios de gerenciar o estoque por meio das ferramentas de controle destacam-se: Aprimoramento do espaço físico; Maior controle sobre o ciclo das atividades; Atendimento contínuo dos pedidos; Redução de custos; Redução de despesas com armazenagem; Diminuição no atraso das entregas; Maior aproveitamento de capital.
  • 7. ERP (Enterprise Rsource Planning) O ERP , conhecido também como Sistema de Gestão Empresarial, é uma ferramenta que possibilita aprimorar a inclusão dos dados e o fluxo das informações. Com o auxílio do sistema, o profissional consegue conduzir o negócio com mais segurança, além de permitir uma tomada de decisões mais estratégicas. Uma bom sistema ERP deve permitir a elaboração de inventários e facilitar as análises desempenho de cada item no estoque.
  • 9. Inventário (Giro de Estoque) Avaliar o Giro de Estoque é uma ação que permite ao profissional saber quantas vezes o estoque foi reabastecido. Também, se existem produtos com pouca saída ou insumos estagnados nas prateleiras. O cálculo é feito pela soma dos itens que saíram, dividido pela média de estoque.
  • 10. Modelo de reposição de estoque Just in time O termo just in time significa “no momento exato”. Esse modelo de reposição de estoque implica em reduzir os custos de produção ao máximo, só para manter uma quantidade de insumos e produtos capaz de atender à demanda
  • 11. Modelo de movimentação de estoque PEPS Diferente do método acima, o modelo PEPS significa “primeiro a entrar, primeiro a sair” (FIFO). Ou seja, o conceito é de que são os produtos e insumos antigos que devem ser comercializados e utilizados primeiro. Esse modelo é indicado para as empresas do setor alimentício, que dependem de um prazo para repassar ou utilizar os itens.
  • 12. Modelo de movimentação de estoque UEPS UEPS (LIFO), que significa “último a entrar, primeiro a sair”, é um modelo de movimentação de estoque bastante utilizado por quem não trabalha com produtos perecíveis. Aqui, os itens que entram por último nos depósitos são utilizados para mensurar o valor total de mercadorias armazenadas. Para quem trabalha no ramo de perecíveis, não é o método mais indicado, visto que pode causar a perda de itens em decorrência do prazo de validade. A metodologia é muito utilizada para precificar os produtos, já que os valores dessas aquisições são usados para calcular o valor total dos itens armazenados.
  • 13. Curva ABC de produtos Para manter o estoque mais organizado, a empresa pode realizar a classificação dos seus itens por grau de relevância. Esse método é interessante para ajudar a definir quais são os produtos e insumos que têm mais saída e/ ou são mais lucrativos, evitando assim a compra e o acúmulo de mercadorias que tenham baixo giro e/ ou rentabilidade.
  • 14. Controle de estoque por código de barras O código de barras ajuda na padronização dos estoques. Permite que os profissionais registrem e quantifiquem os seus produtos e insumos com mais rapidez, o que ajuda a facilitar o trabalho e a qualidade das operações.