SlideShare uma empresa Scribd logo
Georg Wilhelm Friedrich Hegel
Georg Wilhelm Friedrich Hegel
Nascimento: 27 de agosto de 1770
Estugarda, Alemanha
Morte 14 de novembro de 1831 (61 anos)
Berlim, Alemanha
Nacionalidade: Alemão
Escola/tradição: Idealismo
alemão, hegelianismo(fundador); historicismo
Principais interesses:
Epistemologia, Lógica, Filosofia da
história, Filosofia
política, religião,consciência, Metafísica
Ideias notáveis: Dialética, idealismo absoluto
Assinatura:
Georg Hegel
• Hegel foi um importante filósofo alemão.
Recebeu sua formação no Tübinger Stift,
(seminário da Igreja Protestante,
em Württemberg).
• Foi um dos criadores do idealismo alemão e
naturalmente da génese do que é chamado
de hegelianismo. Seu cômputo historicista e
idealista da realidade como uma Filosofia
europeia completamente revolucionada denota
que foi, de fato, um importante precursor da
Filosofia continental e do marxismo.
O local de nascimento de Hegel, em Stuttgart, que agora abriga o
Museu de Hegel.
Principais obras
Fenomenologia do Espírito, 1807
Ciência da Lógica, 1812-1816
Enciclopédia das Ciências Filosóficas, 1817-1830
Elementos da Filosofia do Direito, 1817-1830
Obra
A primeira e a mais importante das obras maiores
de Hegel é sua Fenomenologia do Espírito. Em
vida, Hegel ainda viu publicada a Enciclopédia das
Ciências Filosóficas, a Ciência da Lógica, e
os Princípios (Elementos da) Filosofia do Direito.
Várias outras obras sobre filosofia da
história, religião, estética e história da
filosofia foram compiladas a partir de anotações
feitas por seus estudantes, tendo sido publicadas
postumamente.
Teoria
Filósofo da totalidade, do saber absoluto,
do fim da história, da dedução de toda a
realidade a partir do conceito, da identidade
que não concebe espaço para o contingente,
para a diferença; filósofo do estado prussiano,
que hipostasiou o Estado - todas essas são
algumas das recepções da filosofia de Hegel
na contemporaneidade. É difícil dizer até que
ponto essas qualificações são justas para com
a filosofia hegeliana.
Pensamento
As obras de Hegel têm fama de difíceis graças à amplitude dos
temas que pretendem abarcar. Hegel introduziu um sistema
para entender a história da filosofia e o próprio mundo,
chamado amiúde de "dialética": uma progressão na qual cada
movimento sucessivo surge como solução das contradições
inerentes ao movimento anterior. Por exemplo, a Revolução
Francesa constitui, para Hegel, pela primeira vez na história, a
introdução da verdadeira liberdade nas sociedades ocidentais.
A filosofia da história de Hegel está também marcada pelos
conceitos da "astúcia da razão" e do "escárnio da história". A
história conduz os homens que creem se conduzir de per si,
como indivíduos e como sociedades, castigando suas
pretensões.
Princípio fundamental
Tudo é inteligível para o ser que, idêntico no seu fundo com o
Espírito ou a Ideia infinita, se manifesta no universo concreto
graças ao movimento dialéctico: tese, antítese, síntese.
A intuição fundamental de Hegel, fiel ao panteísmo idealista,
é que, no universo, todas as riquezas de fenomenos e de
indivíduos concretos, com a humanidade e todos os
acontecimentos da sua história, são apenas as manifestações
necessárias, inteligíveis a priori, duma realidade única: o
Espírito infinito que, sendo de ordem ideal, não pode conter
elemento algum irracional ou inexplicável, de direito: "Todo o
real, diz ele, é racional". A sua filosofia não foi senão um
esforço para esclarecer até nos seus mínimos pormenores
esta vista central.
Alguns Pensamentos
O homem não é mais do que a série dos seus atos.
Grandeza, entidade variável mas que, apesar da sua variação, continua
sempre a ser a mesma.
Nada de grande se realizou no mundo sem paixão.
Tudo o que é racional é real e tudo o que é real é
racional.
O verdadeiro é o todo.
Falecimento
Hegel faleceu em 14 de novembro de 1831.
Encontra-se sepultado
em Dorotheenstädtischer and
Friedrichswerder
Cemetery, Berlim na Alemanha.
Referência Bibliográfica
Wikipédia, a enciclopédia livre.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Georg_Wilhelm_
Friedrich_Hegel

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
Aula de Filosofia - Filosofia ContemporâneaAula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
Aula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
Rafael Oliveira
 
Francis bacon
Francis baconFrancis bacon
Kierkegaard e o existencialismo
Kierkegaard e o existencialismoKierkegaard e o existencialismo
Kierkegaard e o existencialismo
Bruno Carrasco
 
3 Descartes
3 Descartes 3 Descartes
3 Descartes
Erica Frau
 
Principais filósofos.
Principais filósofos.Principais filósofos.
Principais filósofos.
Marilac Cardoso
 
Sartre Topicos
Sartre TopicosSartre Topicos
Sartre Topicos
c.e. benedicto
 
Nietzsche filosofia final
Nietzsche filosofia  finalNietzsche filosofia  final
Nietzsche filosofia final
Hugo Lima
 
Dialética e idealismo
Dialética e idealismoDialética e idealismo
Dialética e idealismo
Colégio Tiradentes III
 
A revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xviiA revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xvii
Alan
 
Nietzsche
NietzscheNietzsche
Nietzsche
Kauê Martins
 
Idealismo alemão
Idealismo alemãoIdealismo alemão
Idealismo alemão
Alexandre Misturini
 
Filosofia moderna original
Filosofia moderna originalFilosofia moderna original
Filosofia moderna original
Alexandre Misturini
 
Existencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, Sartre
Existencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, SartreExistencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, Sartre
Existencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, Sartre
Bruno Carrasco
 
Filosofia Socrática
Filosofia SocráticaFilosofia Socrática
Filosofia Socrática
Juliana Corvino de Araújo
 
Ética e Deontologia
Ética e DeontologiaÉtica e Deontologia
Ética e Deontologia
Alfredo Garcia
 
John locke
John lockeJohn locke
John locke
António Daniel
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
Marcioveras
 
Descartes
DescartesDescartes
O que é conhecimento - filosofia
O que é conhecimento - filosofiaO que é conhecimento - filosofia
O que é conhecimento - filosofia
Marcelo Avila
 
Filosofia moderna e suas características
Filosofia moderna e suas característicasFilosofia moderna e suas características
Filosofia moderna e suas características
Alexandre Misturini
 

Mais procurados (20)

Aula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
Aula de Filosofia - Filosofia ContemporâneaAula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
Aula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
 
Francis bacon
Francis baconFrancis bacon
Francis bacon
 
Kierkegaard e o existencialismo
Kierkegaard e o existencialismoKierkegaard e o existencialismo
Kierkegaard e o existencialismo
 
3 Descartes
3 Descartes 3 Descartes
3 Descartes
 
Principais filósofos.
Principais filósofos.Principais filósofos.
Principais filósofos.
 
Sartre Topicos
Sartre TopicosSartre Topicos
Sartre Topicos
 
Nietzsche filosofia final
Nietzsche filosofia  finalNietzsche filosofia  final
Nietzsche filosofia final
 
Dialética e idealismo
Dialética e idealismoDialética e idealismo
Dialética e idealismo
 
A revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xviiA revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xvii
 
Nietzsche
NietzscheNietzsche
Nietzsche
 
Idealismo alemão
Idealismo alemãoIdealismo alemão
Idealismo alemão
 
Filosofia moderna original
Filosofia moderna originalFilosofia moderna original
Filosofia moderna original
 
Existencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, Sartre
Existencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, SartreExistencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, Sartre
Existencialismo: Kierkegaard, Nietzsche, Sartre
 
Filosofia Socrática
Filosofia SocráticaFilosofia Socrática
Filosofia Socrática
 
Ética e Deontologia
Ética e DeontologiaÉtica e Deontologia
Ética e Deontologia
 
John locke
John lockeJohn locke
John locke
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
 
Descartes
DescartesDescartes
Descartes
 
O que é conhecimento - filosofia
O que é conhecimento - filosofiaO que é conhecimento - filosofia
O que é conhecimento - filosofia
 
Filosofia moderna e suas características
Filosofia moderna e suas característicasFilosofia moderna e suas características
Filosofia moderna e suas características
 

Destaque

George wilhelm friedrich hegel
George wilhelm friedrich hegelGeorge wilhelm friedrich hegel
George wilhelm friedrich hegel
Haleh Esmailian
 
Hegel
HegelHegel
Immanuel kant
Immanuel kantImmanuel kant
Immanuel kant
Sudhanshu Dhar Mishra
 
Hegel Power Point
Hegel Power PointHegel Power Point
Hegel Power Point
wswitala
 
Hegel presentaciones ppt
Hegel  presentaciones pptHegel  presentaciones ppt
Hegel presentaciones ppt
LUPE AMELIA RIVERA GONZALES
 
Immanuel Kant
Immanuel KantImmanuel Kant
Immanuel Kant
Rhy
 
Georg Wilhelm Friedrich Hegel
Georg Wilhelm Friedrich HegelGeorg Wilhelm Friedrich Hegel
Georg Wilhelm Friedrich HegelcoopNJ
 
Immanuel Kant on Immortality, Justice and Right
Immanuel Kant on Immortality, Justice and RightImmanuel Kant on Immortality, Justice and Right
Immanuel Kant on Immortality, Justice and Right
Sean Bernard Tan
 
Immanuel Kant - An 18th Century Western Philosopher
Immanuel Kant - An 18th Century Western PhilosopherImmanuel Kant - An 18th Century Western Philosopher
Immanuel Kant - An 18th Century Western Philosopher
mukeshjhedu
 
german idealism part 2
german idealism part 2german idealism part 2
german idealism part 2
MBBS
 
Modern idealism, hegel
Modern idealism, hegelModern idealism, hegel
Modern idealism, hegel
Marni Bunda
 
Immanuel Kant
Immanuel Kant Immanuel Kant
Immanuel Kant
LuisMagina
 
Kant
KantKant
Hegel
HegelHegel
Hegel
Kio Saku
 
Hegel
Hegel Hegel
Hegel
isleida
 
Emmanuel Kant Ethics
Emmanuel Kant EthicsEmmanuel Kant Ethics
Emmanuel Kant Ethics
lion1895
 
Idealism
IdealismIdealism
Idealism
Pia Catalan
 

Destaque (17)

George wilhelm friedrich hegel
George wilhelm friedrich hegelGeorge wilhelm friedrich hegel
George wilhelm friedrich hegel
 
Hegel
HegelHegel
Hegel
 
Immanuel kant
Immanuel kantImmanuel kant
Immanuel kant
 
Hegel Power Point
Hegel Power PointHegel Power Point
Hegel Power Point
 
Hegel presentaciones ppt
Hegel  presentaciones pptHegel  presentaciones ppt
Hegel presentaciones ppt
 
Immanuel Kant
Immanuel KantImmanuel Kant
Immanuel Kant
 
Georg Wilhelm Friedrich Hegel
Georg Wilhelm Friedrich HegelGeorg Wilhelm Friedrich Hegel
Georg Wilhelm Friedrich Hegel
 
Immanuel Kant on Immortality, Justice and Right
Immanuel Kant on Immortality, Justice and RightImmanuel Kant on Immortality, Justice and Right
Immanuel Kant on Immortality, Justice and Right
 
Immanuel Kant - An 18th Century Western Philosopher
Immanuel Kant - An 18th Century Western PhilosopherImmanuel Kant - An 18th Century Western Philosopher
Immanuel Kant - An 18th Century Western Philosopher
 
german idealism part 2
german idealism part 2german idealism part 2
german idealism part 2
 
Modern idealism, hegel
Modern idealism, hegelModern idealism, hegel
Modern idealism, hegel
 
Immanuel Kant
Immanuel Kant Immanuel Kant
Immanuel Kant
 
Kant
KantKant
Kant
 
Hegel
HegelHegel
Hegel
 
Hegel
Hegel Hegel
Hegel
 
Emmanuel Kant Ethics
Emmanuel Kant EthicsEmmanuel Kant Ethics
Emmanuel Kant Ethics
 
Idealism
IdealismIdealism
Idealism
 

Semelhante a Georg wilhelm friedrich hegel

Georg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegelGeorg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegel
Márcia H. Castilho
 
Cap 16 Os Seguidores e os Críticos de Kant
Cap 16   Os Seguidores e os Críticos de KantCap 16   Os Seguidores e os Críticos de Kant
Cap 16 Os Seguidores e os Críticos de Kant
José Ferreira Júnior
 
positivismo ...
positivismo                                                                  ...positivismo                                                                  ...
positivismo ...
Luziane Santos
 
Hegel e a historiografia oitocentista – debates culturais
Hegel e a historiografia oitocentista – debates culturaisHegel e a historiografia oitocentista – debates culturais
Hegel e a historiografia oitocentista – debates culturais
Quimporta Fernando
 
Hegel filosofia
Hegel   filosofiaHegel   filosofia
Hegel filosofia
Palloma Esteves
 
Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.
Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.
Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
A razão na filosofia contemporâena
A razão na filosofia contemporâenaA razão na filosofia contemporâena
A razão na filosofia contemporâena
Aldenei Barros
 
Alguns dos primeiros Filosófos da História.docx
Alguns dos primeiros Filosófos da História.docxAlguns dos primeiros Filosófos da História.docx
Alguns dos primeiros Filosófos da História.docx
sesiomzezao
 
Filosofia - do Idealismo Alemão a Marx
Filosofia - do Idealismo Alemão a MarxFilosofia - do Idealismo Alemão a Marx
Filosofia - do Idealismo Alemão a Marx
Rodrigo Moysés
 
Filosofia 10ºano1
Filosofia 10ºano1Filosofia 10ºano1
Filosofia 10ºano1
escola sec./3 Latino Coelho
 
Diversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e natureza
Diversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e naturezaDiversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e natureza
Diversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e natureza
ajr_tyler
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
Amanda Nunes
 
A escola de frankfurt
A escola de frankfurtA escola de frankfurt
A escola de frankfurt
Gabriel Domingues
 
Idealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacial
Idealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacialIdealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacial
Idealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacial
ajr_tyler
 
Niilismo de nietzsche
Niilismo de nietzscheNiilismo de nietzsche
Niilismo de nietzsche
Alexandre Misturini
 
Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...
Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...
Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...
Érika Renata
 
Estado e sociedade civil em hegel
Estado e sociedade civil em hegelEstado e sociedade civil em hegel
Estado e sociedade civil em hegel
ricardogeo11
 
Acrisedarazo 130702220619-phpapp021
Acrisedarazo 130702220619-phpapp021Acrisedarazo 130702220619-phpapp021
Acrisedarazo 130702220619-phpapp021
Felipe Guse
 
A crise da razão
A crise da razãoA crise da razão
A crise da razão
Indiens
 
A crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserl
A crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserlA crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserl
A crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserl
Vinicius Chagas
 

Semelhante a Georg wilhelm friedrich hegel (20)

Georg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegelGeorg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegel
 
Cap 16 Os Seguidores e os Críticos de Kant
Cap 16   Os Seguidores e os Críticos de KantCap 16   Os Seguidores e os Críticos de Kant
Cap 16 Os Seguidores e os Críticos de Kant
 
positivismo ...
positivismo                                                                  ...positivismo                                                                  ...
positivismo ...
 
Hegel e a historiografia oitocentista – debates culturais
Hegel e a historiografia oitocentista – debates culturaisHegel e a historiografia oitocentista – debates culturais
Hegel e a historiografia oitocentista – debates culturais
 
Hegel filosofia
Hegel   filosofiaHegel   filosofia
Hegel filosofia
 
Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.
Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.
Filosofia contemporânea -Prof.Altair Aguilar.
 
A razão na filosofia contemporâena
A razão na filosofia contemporâenaA razão na filosofia contemporâena
A razão na filosofia contemporâena
 
Alguns dos primeiros Filosófos da História.docx
Alguns dos primeiros Filosófos da História.docxAlguns dos primeiros Filosófos da História.docx
Alguns dos primeiros Filosófos da História.docx
 
Filosofia - do Idealismo Alemão a Marx
Filosofia - do Idealismo Alemão a MarxFilosofia - do Idealismo Alemão a Marx
Filosofia - do Idealismo Alemão a Marx
 
Filosofia 10ºano1
Filosofia 10ºano1Filosofia 10ºano1
Filosofia 10ºano1
 
Diversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e natureza
Diversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e naturezaDiversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e natureza
Diversidade no pensamento de friedrich engels materialismo e natureza
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 
A escola de frankfurt
A escola de frankfurtA escola de frankfurt
A escola de frankfurt
 
Idealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacial
Idealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacialIdealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacial
Idealismo e materialismo geografia marxista e os desafios da abstração espacial
 
Niilismo de nietzsche
Niilismo de nietzscheNiilismo de nietzsche
Niilismo de nietzsche
 
Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...
Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...
Heidegger por ernildo stein gianni vattimo-emmanuel carneiro leão-joão august...
 
Estado e sociedade civil em hegel
Estado e sociedade civil em hegelEstado e sociedade civil em hegel
Estado e sociedade civil em hegel
 
Acrisedarazo 130702220619-phpapp021
Acrisedarazo 130702220619-phpapp021Acrisedarazo 130702220619-phpapp021
Acrisedarazo 130702220619-phpapp021
 
A crise da razão
A crise da razãoA crise da razão
A crise da razão
 
A crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserl
A crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserlA crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserl
A crise-da-humanidade-europeia-e-a-filosofia-husserl
 

Mais de DeaaSouza

Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
DeaaSouza
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
DeaaSouza
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
DeaaSouza
 
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-BarréZika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
DeaaSouza
 
Ecossistemas e globalização
Ecossistemas e globalizaçãoEcossistemas e globalização
Ecossistemas e globalização
DeaaSouza
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
DeaaSouza
 
Arquitetura Renascentista
Arquitetura RenascentistaArquitetura Renascentista
Arquitetura Renascentista
DeaaSouza
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
DeaaSouza
 
A evaporação
A evaporaçãoA evaporação
A evaporação
DeaaSouza
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
DeaaSouza
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
DeaaSouza
 
Ginástica aeróbica
Ginástica aeróbicaGinástica aeróbica
Ginástica aeróbica
DeaaSouza
 
Monteiro lobato
Monteiro lobatoMonteiro lobato
Monteiro lobato
DeaaSouza
 
Dermeval saviani
Dermeval savianiDermeval saviani
Dermeval saviani
DeaaSouza
 
Amor
AmorAmor
Amor
DeaaSouza
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
DeaaSouza
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
DeaaSouza
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
DeaaSouza
 
Ulysses guimarães
Ulysses guimarãesUlysses guimarães
Ulysses guimarães
DeaaSouza
 
éTica na política
éTica na políticaéTica na política
éTica na política
DeaaSouza
 

Mais de DeaaSouza (20)

Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
 
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-BarréZika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
 
Ecossistemas e globalização
Ecossistemas e globalizaçãoEcossistemas e globalização
Ecossistemas e globalização
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Arquitetura Renascentista
Arquitetura RenascentistaArquitetura Renascentista
Arquitetura Renascentista
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
 
A evaporação
A evaporaçãoA evaporação
A evaporação
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
 
Ginástica aeróbica
Ginástica aeróbicaGinástica aeróbica
Ginástica aeróbica
 
Monteiro lobato
Monteiro lobatoMonteiro lobato
Monteiro lobato
 
Dermeval saviani
Dermeval savianiDermeval saviani
Dermeval saviani
 
Amor
AmorAmor
Amor
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
 
Ulysses guimarães
Ulysses guimarãesUlysses guimarães
Ulysses guimarães
 
éTica na política
éTica na políticaéTica na política
éTica na política
 

Último

Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 

Último (20)

Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 

Georg wilhelm friedrich hegel

  • 2. Georg Wilhelm Friedrich Hegel Nascimento: 27 de agosto de 1770 Estugarda, Alemanha Morte 14 de novembro de 1831 (61 anos) Berlim, Alemanha Nacionalidade: Alemão Escola/tradição: Idealismo alemão, hegelianismo(fundador); historicismo Principais interesses: Epistemologia, Lógica, Filosofia da história, Filosofia política, religião,consciência, Metafísica Ideias notáveis: Dialética, idealismo absoluto Assinatura:
  • 3. Georg Hegel • Hegel foi um importante filósofo alemão. Recebeu sua formação no Tübinger Stift, (seminário da Igreja Protestante, em Württemberg). • Foi um dos criadores do idealismo alemão e naturalmente da génese do que é chamado de hegelianismo. Seu cômputo historicista e idealista da realidade como uma Filosofia europeia completamente revolucionada denota que foi, de fato, um importante precursor da Filosofia continental e do marxismo.
  • 4. O local de nascimento de Hegel, em Stuttgart, que agora abriga o Museu de Hegel.
  • 5. Principais obras Fenomenologia do Espírito, 1807 Ciência da Lógica, 1812-1816 Enciclopédia das Ciências Filosóficas, 1817-1830 Elementos da Filosofia do Direito, 1817-1830
  • 6. Obra A primeira e a mais importante das obras maiores de Hegel é sua Fenomenologia do Espírito. Em vida, Hegel ainda viu publicada a Enciclopédia das Ciências Filosóficas, a Ciência da Lógica, e os Princípios (Elementos da) Filosofia do Direito. Várias outras obras sobre filosofia da história, religião, estética e história da filosofia foram compiladas a partir de anotações feitas por seus estudantes, tendo sido publicadas postumamente.
  • 7. Teoria Filósofo da totalidade, do saber absoluto, do fim da história, da dedução de toda a realidade a partir do conceito, da identidade que não concebe espaço para o contingente, para a diferença; filósofo do estado prussiano, que hipostasiou o Estado - todas essas são algumas das recepções da filosofia de Hegel na contemporaneidade. É difícil dizer até que ponto essas qualificações são justas para com a filosofia hegeliana.
  • 8. Pensamento As obras de Hegel têm fama de difíceis graças à amplitude dos temas que pretendem abarcar. Hegel introduziu um sistema para entender a história da filosofia e o próprio mundo, chamado amiúde de "dialética": uma progressão na qual cada movimento sucessivo surge como solução das contradições inerentes ao movimento anterior. Por exemplo, a Revolução Francesa constitui, para Hegel, pela primeira vez na história, a introdução da verdadeira liberdade nas sociedades ocidentais. A filosofia da história de Hegel está também marcada pelos conceitos da "astúcia da razão" e do "escárnio da história". A história conduz os homens que creem se conduzir de per si, como indivíduos e como sociedades, castigando suas pretensões.
  • 9. Princípio fundamental Tudo é inteligível para o ser que, idêntico no seu fundo com o Espírito ou a Ideia infinita, se manifesta no universo concreto graças ao movimento dialéctico: tese, antítese, síntese. A intuição fundamental de Hegel, fiel ao panteísmo idealista, é que, no universo, todas as riquezas de fenomenos e de indivíduos concretos, com a humanidade e todos os acontecimentos da sua história, são apenas as manifestações necessárias, inteligíveis a priori, duma realidade única: o Espírito infinito que, sendo de ordem ideal, não pode conter elemento algum irracional ou inexplicável, de direito: "Todo o real, diz ele, é racional". A sua filosofia não foi senão um esforço para esclarecer até nos seus mínimos pormenores esta vista central.
  • 10. Alguns Pensamentos O homem não é mais do que a série dos seus atos. Grandeza, entidade variável mas que, apesar da sua variação, continua sempre a ser a mesma. Nada de grande se realizou no mundo sem paixão. Tudo o que é racional é real e tudo o que é real é racional. O verdadeiro é o todo.
  • 11.
  • 12. Falecimento Hegel faleceu em 14 de novembro de 1831. Encontra-se sepultado em Dorotheenstädtischer and Friedrichswerder Cemetery, Berlim na Alemanha.
  • 13. Referência Bibliográfica Wikipédia, a enciclopédia livre. http://pt.wikipedia.org/wiki/Georg_Wilhelm_ Friedrich_Hegel