SlideShare uma empresa Scribd logo
Ulysses
Guimarães
Ulysses Silveira
Guimarães (Itirapina, 6 de
outubro de 1916 — Angra dos
Reis, 12 de outubro de 1992)
foi
um político e advogado brasilei
ro que teve grande papel na
oposição à ditadura militar e
na luta
pela redemocratização do
Brasil. Morreu em um acidente
aéreo de helicóptero no litoral
ao largo de Angra dos Reis, sul
do estado do Rio de Janeiro.
Infância e Juventude
Ulysses nasceu na vila de Itaqueri da Serra, hoje distrito do
município de Itirapina, que na época era parte do município
de Rio Claro, no interior paulista. Filho de Ataliba Silveira
Guimarães e de dona Amélia Correa Fontes, foi casado com
dona Ida de Almeida Guimarães que na época viúva já tinha
dois filhos pequenos, Tito Enrique e Celina Ida.
Teve uma vida acadêmica ativa, participando do Centro
Acadêmico XI de Agosto e exercendo a vice-presidência
da União Nacional de Estudantes (UNE). Bacharelou-se em
Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito
da Universidade de São Paulo (USP).
Vida profissional
• Foi professor durante vários anos na Faculdade de Direito
da Universidade Mackenzie, onde veio a se tornar professor
titular de Direito Internacional Público. Lecionou ainda Direito
Municipal na Faculdade de Direito de Itu, e Direito
Constitucional na Instituição Toledo de Ensino em Bauru, onde
também atuou como diretor desta instituição.
• Exerceu profissionalmente a advocacia, especializando-se
em Direito Tributário.
• No Santos Futebol Clube, Ulysses Guimarães se associou em 10
de janeiro de 1941. Em 1942, foi nomeado diretor-presidente
da subsede em São Paulo do clube, cargo que voltou a ocupar
em 1945.
• Foi eleito deputado estadual, por São
Paulo, à Constituinte de 1947, na
legenda do Partido Social
Democrático (PSD). Assumiu a pasta
do Ministério da Indústria e
Comércio no gabinete Tancredo
Neves, durante a curta experiência
parlamentarista brasileira (19611962).
• Apoiou, inicialmente, o movimento
militar que, em 1964, depôs o
presidente João Goulart, mas logo
passou à oposição. Com a
instauração do bipartidarismo (1965),
filiou-se ao Movimento Democrático
Brasileiro (MDB), do qual seria vicepresidente e, depois, presidente.
• Foi presidente do Parlamento LatinoAmericano, de 1967 a 1970.
Ulysses Guimarães defendendo no plenário da Câmara a
redemocratização do Brasil.
Luta pela abertura política
• Em 1973, lançou sua anticandidatura simbólica à Presidência
da República como forma de repúdio ao regime militar.
• Em 29 de novembro de 1976, no Plenário Tiradentes
da Assembleia Legislativa de São Paulo, fundou a O.P.B. Ordem dos Parlamentares do Brasil.
• À frente do partido, participou de todas as campanhas pelo
retorno do país à democracia, inclusive a luta
pela anistia ampla, geral e irrestrita. Com o fim do
bipartidarismo (1979), o MDB converteu-se em Partido do
Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), do qual seria
presidente nacional.
Ulysses segurando uma cópia da Constituição
de 1988.
Ativismo político
• Junto com Tancredo Neves, Orestes Quércia e Franco
Montoro, Ulysses liderou novas campanhas pela
redemocratização, como a das eleições
diretas, popularmente conhecidas pelo slogan Diretas Já.
• Ulysses Guimarães quase foi o candidato a presidente da
República em 1985 pelo PMDB, quando as eleições
foram realizadas no colégio eleitoral. As articulações
políticas da época acabaram levando à eleição de uma
chapa "mista", com Tancredo Neves como candidato a
presidente pelo PMDB e o candidato a vice José
Sarney, ex-PDS/Frente Liberal.
• Em 1º de Fevereiro de 1987,
tomou posse como presidente da
Assembleia Nacional Constituinte,
responsável por estabelecer nova
Constituição democrática para o
Brasil após 21 anos sob regime
militar.Como presidente da
Câmara dos Deputados, Ulysses
era o substituto do
Presidente Sarney e assumiu várias
vezes a presidência, sendo o
primeiro paulista a fazê-lo desde
que Ranieri Mazzilli assumira a
presidência em 1964.
• Devido à sua grande popularidade,
candidatou-se à Presidência da
República, na sigla do PMDB, nas
eleições de 1989.
Morte
Morreu em acidente aéreo de helicóptero, ao
largo de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro,
em 12 de outubro de 1992, junto à esposa D.
Mora, o ex-senador Severo Gomes, a esposa
deste e o piloto. O corpo de Ulysses foi o único
que nunca foi encontrado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Brasilidades aula 15 de fev 2021
Brasilidades aula 15 de fev 2021Brasilidades aula 15 de fev 2021
Brasilidades aula 15 de fev 2021
Rafael Noronha
 
A Educação na Ditadura Militar
A Educação na Ditadura MilitarA Educação na Ditadura Militar
A Educação na Ditadura Militar
Graciane Torres Azevedo
 
Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...
Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...
Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...
danilojus
 
Governo Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair Aguilar
Governo Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair AguilarGoverno Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair Aguilar
Governo Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
 
Slide sobre ditadura
Slide sobre ditaduraSlide sobre ditadura
Slide sobre ditadura
Maria Eduarda
 
Repressão e resistência
Repressão e resistênciaRepressão e resistência
Repressão e resistência
Olívia Soares
 
Resistência e repressão na ditadura militar
Resistência  e repressão na ditadura militarResistência  e repressão na ditadura militar
Resistência e repressão na ditadura militar
Hernane Freitas
 
A proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs ts
A proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs tsA proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs ts
A proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs ts
Sérgio Henrique da Silva Pereira
 
Comissão da Verdade
Comissão da VerdadeComissão da Verdade
Comissão da Verdade
GUILHERME FRANÇA
 
A ditadura militar e a educacao no brasil revisado
A ditadura militar e a educacao no brasil revisadoA ditadura militar e a educacao no brasil revisado
A ditadura militar e a educacao no brasil revisado
Qualificar Empreendedorismo Educacional
 
Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.
Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.
Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.
MatheusFagundes20
 
direito fundamentais, todas gerações 1a5
direito fundamentais, todas gerações 1a5direito fundamentais, todas gerações 1a5
direito fundamentais, todas gerações 1a5
Antonio Inácio Ferraz
 
Comissão da verdade e AI-5.
Comissão da verdade e AI-5.Comissão da verdade e AI-5.
Comissão da verdade e AI-5.
Paes Viana
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
João Camacho
 

Mais procurados (15)

Brasilidades aula 15 de fev 2021
Brasilidades aula 15 de fev 2021Brasilidades aula 15 de fev 2021
Brasilidades aula 15 de fev 2021
 
A Educação na Ditadura Militar
A Educação na Ditadura MilitarA Educação na Ditadura Militar
A Educação na Ditadura Militar
 
Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...
Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...
Direito à autodeterminação dos povos indígenas entre a secessão e o autogo ar...
 
Governo Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair Aguilar
Governo Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair AguilarGoverno Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair Aguilar
Governo Humberto de Alencar Castelo Branco - 1964 - 1967 - Prof. Altair Aguilar
 
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
 
Slide sobre ditadura
Slide sobre ditaduraSlide sobre ditadura
Slide sobre ditadura
 
Repressão e resistência
Repressão e resistênciaRepressão e resistência
Repressão e resistência
 
Resistência e repressão na ditadura militar
Resistência  e repressão na ditadura militarResistência  e repressão na ditadura militar
Resistência e repressão na ditadura militar
 
A proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs ts
A proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs tsA proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs ts
A proteção dos direitos humanos na liberdade de expressão nas paradas lLGBTs ts
 
Comissão da Verdade
Comissão da VerdadeComissão da Verdade
Comissão da Verdade
 
A ditadura militar e a educacao no brasil revisado
A ditadura militar e a educacao no brasil revisadoA ditadura militar e a educacao no brasil revisado
A ditadura militar e a educacao no brasil revisado
 
Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.
Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.
Direitos fundamentais...choque e colisões, como decidir.
 
direito fundamentais, todas gerações 1a5
direito fundamentais, todas gerações 1a5direito fundamentais, todas gerações 1a5
direito fundamentais, todas gerações 1a5
 
Comissão da verdade e AI-5.
Comissão da verdade e AI-5.Comissão da verdade e AI-5.
Comissão da verdade e AI-5.
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 

Semelhante a Ulysses guimarães

9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
Raquel Avila
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
Raquel Avila
 
Lula
LulaLula
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptxDitadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ânderson Barbosa
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamentoSistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Biblioteca UCS
 
Regime Militar Brasileiro - 1964
Regime Militar Brasileiro - 1964Regime Militar Brasileiro - 1964
Regime Militar Brasileiro - 1964
Aline Oliveira
 
Seminário de historia
Seminário de historiaSeminário de historia
Seminário de historia
girlima
 
Principais medidas do governo costa e silva
Principais medidas do governo costa e silvaPrincipais medidas do governo costa e silva
Principais medidas do governo costa e silva
abrao souza da silva
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
Kerol Brombal
 
Década de 1950
Década de 1950Década de 1950
Década de 1950
Maju Ramos
 
Ditadura militar 40 anos do golpe
Ditadura militar   40 anos do golpeDitadura militar   40 anos do golpe
Ditadura militar 40 anos do golpe
valtemberg-ideal07
 
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair AguilarTancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Nº 4; 14;19
Nº 4; 14;19Nº 4; 14;19
Nº 4; 14;19
P0D
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
guiurey
 
Ditadura militar parte 2-6
Ditadura militar   parte 2-6Ditadura militar   parte 2-6
Ditadura militar parte 2-6
cemem
 
Governo Dutra (1946 1951)
Governo Dutra (1946   1951)Governo Dutra (1946   1951)
Governo Dutra (1946 1951)
Alê Maldonado
 
governodutra1946-1951.pdf
governodutra1946-1951.pdfgovernodutra1946-1951.pdf
governodutra1946-1951.pdf
ClaytonArtaud
 
Ops
OpsOps
Ops1
Ops1Ops1

Semelhante a Ulysses guimarães (20)

9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
 
Lula
LulaLula
Lula
 
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptxDitadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
Ditadura militar no Brasil: Brasil de 1945 a 1964.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamentoSistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
Sistema de Bibliotecas UCS - Divórcio e anulação de casamento
 
Regime Militar Brasileiro - 1964
Regime Militar Brasileiro - 1964Regime Militar Brasileiro - 1964
Regime Militar Brasileiro - 1964
 
Seminário de historia
Seminário de historiaSeminário de historia
Seminário de historia
 
Principais medidas do governo costa e silva
Principais medidas do governo costa e silvaPrincipais medidas do governo costa e silva
Principais medidas do governo costa e silva
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Década de 1950
Década de 1950Década de 1950
Década de 1950
 
Ditadura militar 40 anos do golpe
Ditadura militar   40 anos do golpeDitadura militar   40 anos do golpe
Ditadura militar 40 anos do golpe
 
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair AguilarTancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
 
Nº 4; 14;19
Nº 4; 14;19Nº 4; 14;19
Nº 4; 14;19
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
 
Ditadura militar parte 2-6
Ditadura militar   parte 2-6Ditadura militar   parte 2-6
Ditadura militar parte 2-6
 
Governo Dutra (1946 1951)
Governo Dutra (1946   1951)Governo Dutra (1946   1951)
Governo Dutra (1946 1951)
 
governodutra1946-1951.pdf
governodutra1946-1951.pdfgovernodutra1946-1951.pdf
governodutra1946-1951.pdf
 
Ops
OpsOps
Ops
 
Ops1
Ops1Ops1
Ops1
 

Mais de DeaaSouza

Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
DeaaSouza
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
DeaaSouza
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
DeaaSouza
 
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-BarréZika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
DeaaSouza
 
Ecossistemas e globalização
Ecossistemas e globalizaçãoEcossistemas e globalização
Ecossistemas e globalização
DeaaSouza
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
DeaaSouza
 
Arquitetura Renascentista
Arquitetura RenascentistaArquitetura Renascentista
Arquitetura Renascentista
DeaaSouza
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
DeaaSouza
 
A evaporação
A evaporaçãoA evaporação
A evaporação
DeaaSouza
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
DeaaSouza
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
DeaaSouza
 
Ginástica aeróbica
Ginástica aeróbicaGinástica aeróbica
Ginástica aeróbica
DeaaSouza
 
Monteiro lobato
Monteiro lobatoMonteiro lobato
Monteiro lobato
DeaaSouza
 
Georg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegelGeorg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegel
DeaaSouza
 
Dermeval saviani
Dermeval savianiDermeval saviani
Dermeval saviani
DeaaSouza
 
Amor
AmorAmor
Amor
DeaaSouza
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
DeaaSouza
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
DeaaSouza
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
DeaaSouza
 
éTica na política
éTica na políticaéTica na política
éTica na política
DeaaSouza
 

Mais de DeaaSouza (20)

Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
 
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-BarréZika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
 
Ecossistemas e globalização
Ecossistemas e globalizaçãoEcossistemas e globalização
Ecossistemas e globalização
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Arquitetura Renascentista
Arquitetura RenascentistaArquitetura Renascentista
Arquitetura Renascentista
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
 
A evaporação
A evaporaçãoA evaporação
A evaporação
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
 
Ginástica aeróbica
Ginástica aeróbicaGinástica aeróbica
Ginástica aeróbica
 
Monteiro lobato
Monteiro lobatoMonteiro lobato
Monteiro lobato
 
Georg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegelGeorg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegel
 
Dermeval saviani
Dermeval savianiDermeval saviani
Dermeval saviani
 
Amor
AmorAmor
Amor
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
 
éTica na política
éTica na políticaéTica na política
éTica na política
 

Ulysses guimarães

  • 2. Ulysses Silveira Guimarães (Itirapina, 6 de outubro de 1916 — Angra dos Reis, 12 de outubro de 1992) foi um político e advogado brasilei ro que teve grande papel na oposição à ditadura militar e na luta pela redemocratização do Brasil. Morreu em um acidente aéreo de helicóptero no litoral ao largo de Angra dos Reis, sul do estado do Rio de Janeiro.
  • 3. Infância e Juventude Ulysses nasceu na vila de Itaqueri da Serra, hoje distrito do município de Itirapina, que na época era parte do município de Rio Claro, no interior paulista. Filho de Ataliba Silveira Guimarães e de dona Amélia Correa Fontes, foi casado com dona Ida de Almeida Guimarães que na época viúva já tinha dois filhos pequenos, Tito Enrique e Celina Ida. Teve uma vida acadêmica ativa, participando do Centro Acadêmico XI de Agosto e exercendo a vice-presidência da União Nacional de Estudantes (UNE). Bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).
  • 4. Vida profissional • Foi professor durante vários anos na Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie, onde veio a se tornar professor titular de Direito Internacional Público. Lecionou ainda Direito Municipal na Faculdade de Direito de Itu, e Direito Constitucional na Instituição Toledo de Ensino em Bauru, onde também atuou como diretor desta instituição. • Exerceu profissionalmente a advocacia, especializando-se em Direito Tributário. • No Santos Futebol Clube, Ulysses Guimarães se associou em 10 de janeiro de 1941. Em 1942, foi nomeado diretor-presidente da subsede em São Paulo do clube, cargo que voltou a ocupar em 1945.
  • 5. • Foi eleito deputado estadual, por São Paulo, à Constituinte de 1947, na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Assumiu a pasta do Ministério da Indústria e Comércio no gabinete Tancredo Neves, durante a curta experiência parlamentarista brasileira (19611962). • Apoiou, inicialmente, o movimento militar que, em 1964, depôs o presidente João Goulart, mas logo passou à oposição. Com a instauração do bipartidarismo (1965), filiou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), do qual seria vicepresidente e, depois, presidente. • Foi presidente do Parlamento LatinoAmericano, de 1967 a 1970.
  • 6. Ulysses Guimarães defendendo no plenário da Câmara a redemocratização do Brasil.
  • 7. Luta pela abertura política • Em 1973, lançou sua anticandidatura simbólica à Presidência da República como forma de repúdio ao regime militar. • Em 29 de novembro de 1976, no Plenário Tiradentes da Assembleia Legislativa de São Paulo, fundou a O.P.B. Ordem dos Parlamentares do Brasil. • À frente do partido, participou de todas as campanhas pelo retorno do país à democracia, inclusive a luta pela anistia ampla, geral e irrestrita. Com o fim do bipartidarismo (1979), o MDB converteu-se em Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), do qual seria presidente nacional.
  • 8. Ulysses segurando uma cópia da Constituição de 1988.
  • 9. Ativismo político • Junto com Tancredo Neves, Orestes Quércia e Franco Montoro, Ulysses liderou novas campanhas pela redemocratização, como a das eleições diretas, popularmente conhecidas pelo slogan Diretas Já. • Ulysses Guimarães quase foi o candidato a presidente da República em 1985 pelo PMDB, quando as eleições foram realizadas no colégio eleitoral. As articulações políticas da época acabaram levando à eleição de uma chapa "mista", com Tancredo Neves como candidato a presidente pelo PMDB e o candidato a vice José Sarney, ex-PDS/Frente Liberal.
  • 10. • Em 1º de Fevereiro de 1987, tomou posse como presidente da Assembleia Nacional Constituinte, responsável por estabelecer nova Constituição democrática para o Brasil após 21 anos sob regime militar.Como presidente da Câmara dos Deputados, Ulysses era o substituto do Presidente Sarney e assumiu várias vezes a presidência, sendo o primeiro paulista a fazê-lo desde que Ranieri Mazzilli assumira a presidência em 1964. • Devido à sua grande popularidade, candidatou-se à Presidência da República, na sigla do PMDB, nas eleições de 1989.
  • 11. Morte Morreu em acidente aéreo de helicóptero, ao largo de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, em 12 de outubro de 1992, junto à esposa D. Mora, o ex-senador Severo Gomes, a esposa deste e o piloto. O corpo de Ulysses foi o único que nunca foi encontrado.