SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
ESTADO DO MARANHÃO
              PREFEITURA MUNICIPAL DE AÇAILÂNDIA
              SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO




Sugestão de atividade para o período diagnóstico de
           Filosofia para 7ª e 8ª EJA




                                       Fabiana Gonçalves Santos




                      Açailândia – MA
                            2012


                                                                  1
O termo “filosofia”

        O termo “filosofia” é composto de dois termos gregos: “phílos”, que significa amigo de, amante
de, afeiçoado a, que gosta de, que tem gosto em, que se compraz em, que busca com afã, que anseia,
etc., e “sophía”, que significa sabedoria, saber, ciência, conhecimento, etc. Assim pois,
etimologicamente, o termo filosofia significa: amor à sabedoria, gosto pelo saber, etc.
        Eram chamados de “filósofos” os homens que buscavam a “sabedoria suprema”, quer dizer, “a
sabedoria última e radical da vida e das coisas”, ou seja, o saber que busca a dimensão última e radical
da vida e das coisas.

O por que estudar Filosofia

        Filosofia é uma matéria considerada um pouco complexa por muitos estudantes, geralmente ou a
pessoa gosta bastante ou não gosta de filosofia. E muitos até mesmo se perguntam o porquê de nós seres
humanos precisarmos estudar tanto esta matéria nas escolas e o que isso irá acrescentar de bom nas suas
vidas. Talvez você já deva ter parado por alguns momentos e se perguntado também.
        O objetivo de estudar filosofia é de ter uma consciência mais critica. Estar buscando o sentido da
vida e também a pensar observando os dois pontos de uma questão, a filosofia consiste em você estar
buscando a verdade e também no desvelar das coisas, no questionamento fundamentado no pensamento
racional.

       A Filosofia procura a compreensão da totalidade do real, de modo a esclarecer o enigma: o que é o
ser humano? . É acima de tudo um desafio tem um papel libertador, pois permite-nos que pensemos por
nós próprios, libertando-nos dos preconceitos e das aparências.
       A Filosofia permite-nos a aquisição de competências de análise, de abstração e de reflexão, ao
exigir que pensemos os problemas que dizem respeito a todos os seres humanos – a universalidade – e
que saibamos distinguir o nosso mundo concreto e singular.
       A Filosofia favorece o desenvolvimento das nossas competências linguísticas, ao exigir a clareza
das palavras com que nos exprimimos e a definição dos conceitos, com que pensamos.

                                     Questões para discussão
               A Filosofia é importante nas nossas vidas? Ela pode contribuir para a construção de um
               mundo mais justo, mais livre, e claro, mais humano? Explique sua afirmativa.



                                                                                                        2
Olhe à sua volta!

         Ao observar as coisas ao seu redor, você já reparou que a maior parte do tempo, segue uma
ordem? Por exemplo, depois de um dia, vem a noite seguida de um novo dia. As estações do ano e as
fases da lua se repetem, sempre na mesma sequência.
         Cometas passam pela Terra sempre respeitando o mesmo intervalo de tempo, seres vivos
nascem, crescem, envelhecem e morrem – e jamais acontece o contrário, ou seja, ninguém é velho ante
de ser criança. Podemos afirmar que essa ordem é natural, pois não depende da ação do homem para
existir.
         Quebrar a ordem natural é um divertido exercício de imaginação. Suponha que o homem
conseguisse alterá-la completamente, você consegue imaginar as conseqüências disso para ele?
         Desde que surgiu na Terra, o homem observa a natureza ao seu redor e com ela aprende muito
do que precisa para viver bem. Nesse aprendizado, a ordem natural é uma lição importante, que o ajuda
a organizar sua vida e até inspira a criação de leis para regular as sociedades humanas.
         Ao perceber a existência da ordem natural, a humanidade começou sua caminhada para a
filosofia que, acredita-se, surgiu ma Grécia do século VI a. C., quando alguns pensadores preferiram
investigar a natureza por meio do raciocínio, em vez de aceitar os mitos como respostas definitiva para
questões.
         Afinal, as navegações, iniciadas pelos gregos no século anterior, haviam desmentido algumas
explicações dos mitos, mostrando, por exemplo, que regiões onde se pensava viviam deuses e seres
fantásticos eram apenas lugares habitados por povos de origens e culturas diferentes.
Intrigados com a natureza e as mudanças que ela sofre, os primeiros filósofos desejaram saber por que as
coisas são do jeito que são. Isso os levou a investigar as leis naturais para depois relacioná-la com os
modos de ser do homem.
         Os mitos também falavam sobre tudo isso. Muito antes de a filosofia iniciar sua longa reflexão
sobre a ordem natural, poetas percorriam as cidades contando, em versos, antigas histórias sobre a
origem do mundo, de todos os seres, inclusive do homem. Eles narravam acontecimentos, mas também
falavam de influência de deuses, semideuses e heróis fantásticos sobre a natureza e o destino humano.

       Explicações míticas e filosóficas
Alguns pensadores dizem que o homem criou mitos porque precisava organizar todas as coisas que via
para compreendê-las. Talvez por isso o próprio mito da origem do universo fale exatamente sobre a
ordem das coisas.
        A diferença entre mito e a filosofia é que esta foi mais o fundo na busca dos porquês de tudo. Os
filósofos acreditavam, que a ordem da natureza era sempre a mesma e, no entanto, as explicações dos
mitos para cada lei natural variavam muito. Isso os levou a buscarem novas maneiras de explicarem o
que viam. Tinhas como maior objetivo compreender a realidade à sua volta; para isso, usavam a
observação e o raciocínio.
        Em muitos casos, até incluíram mitos em suas obras, mas com objetivo de ilustrar idéias, assim
como as fábulas ilustram lições de morais. Além disso, tomavam o cuidado de evitar narrativas em que a
fantasia contrariasse a ordem natural das coisas. Esse tipo de fantasia passou a ocupar apenas o mundo
da arte e dos sonhos.
Agora que você sabe tudo isso, é hora de refletir sobre a ordem natural que os filósofos tanto admiraram.




                                                                                                       3
Questões para discussão
       Você concorda com os pensadores da Antiguidade sobre a existência de uma ordem
       natural no Universo? Explique.




       Você acha possível que o homem descubra e compreenda todas as leis da natureza? Por
       quê?



       O homem pode interferir na ordem natural? Explique.



       Sempre que ocorre algo inesperado quer dizer que a ordem natural foi quebrada?
       Explique e dê exemplo?



       É correto afirmar que há relações entre as leis da natureza e as de sociedade? Explique.



       Qual a importância da ordem para a natureza? E para o homem?



       É possível pensar na natureza sem considerar a existência da ordem natural? Explique.




                                Pensando e criando
Faça um desenho que represente algumas leis naturais sendo quebradas.




                                                                                                  4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avaliação de filosofia 1º ano 2º bimetre
Avaliação de filosofia   1º ano    2º bimetreAvaliação de filosofia   1º ano    2º bimetre
Avaliação de filosofia 1º ano 2º bimetreananiasdoamaral
 
Cruzadinha de Filosofia - estética
Cruzadinha de Filosofia  - estética    Cruzadinha de Filosofia  - estética
Cruzadinha de Filosofia - estética Mary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...Prof. Noe Assunção
 
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAvaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAdriana Ruas Lacerda
 
Avaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 bAvaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 bMarcia Oliveira
 
Aula de filosofia antiga, tema: Sócrates
Aula de filosofia antiga, tema: SócratesAula de filosofia antiga, tema: Sócrates
Aula de filosofia antiga, tema: SócratesLeandro Nazareth Souto
 
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia -  Política, poder e EstadoCruzadinha de Filosofia -  Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e EstadoMary Alvarenga
 
Apostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoApostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoDavid Oliveira
 
Apostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_ejaApostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_ejaClaudio Santos
 
Atividade de Filosofia
Atividade de FilosofiaAtividade de Filosofia
Atividade de FilosofiaMary Alvarenga
 
Atividade do mito de edipo - Prof. Noe Assunção
Atividade do mito de edipo - Prof. Noe AssunçãoAtividade do mito de edipo - Prof. Noe Assunção
Atividade do mito de edipo - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaDarlan Campos
 
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Atividades filosofia mito
Atividades filosofia mitoAtividades filosofia mito
Atividades filosofia mito
 
Mito e filosofia
Mito e filosofiaMito e filosofia
Mito e filosofia
 
Avaliação de filosofia 1º ano 2º bimetre
Avaliação de filosofia   1º ano    2º bimetreAvaliação de filosofia   1º ano    2º bimetre
Avaliação de filosofia 1º ano 2º bimetre
 
Cruzadinha de Filosofia - estética
Cruzadinha de Filosofia  - estética    Cruzadinha de Filosofia  - estética
Cruzadinha de Filosofia - estética
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
 
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médioAvaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
Avaliação de filosofia do 3º ano do ensino médio
 
Avaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 bAvaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 b
 
Aula de filosofia antiga, tema: Sócrates
Aula de filosofia antiga, tema: SócratesAula de filosofia antiga, tema: Sócrates
Aula de filosofia antiga, tema: Sócrates
 
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia -  Política, poder e EstadoCruzadinha de Filosofia -  Política, poder e Estado
Cruzadinha de Filosofia - Política, poder e Estado
 
Apostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 anoApostila filosofia 6 ano
Apostila filosofia 6 ano
 
Apostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_ejaApostila de filosofia_1ºano_eja
Apostila de filosofia_1ºano_eja
 
Atividade de Filosofia
Atividade de FilosofiaAtividade de Filosofia
Atividade de Filosofia
 
CULTURA E SOCIEDADE
CULTURA E SOCIEDADECULTURA E SOCIEDADE
CULTURA E SOCIEDADE
 
Filosofia 8 ano
Filosofia  8 anoFilosofia  8 ano
Filosofia 8 ano
 
Atividade do mito de edipo - Prof. Noe Assunção
Atividade do mito de edipo - Prof. Noe AssunçãoAtividade do mito de edipo - Prof. Noe Assunção
Atividade do mito de edipo - Prof. Noe Assunção
 
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
 
Estetica
Estetica   Estetica
Estetica
 
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
 
A lenda da filosofia
A lenda da filosofia   A lenda da filosofia
A lenda da filosofia
 
Aula 04 e 05 - Os Pré-Socráticos
Aula 04 e 05 - Os Pré-SocráticosAula 04 e 05 - Os Pré-Socráticos
Aula 04 e 05 - Os Pré-Socráticos
 

Destaque

Para Que Filosofia
Para Que FilosofiaPara Que Filosofia
Para Que Filosofiaguestfb5e9b7
 
A importância de se estudar filosofia nigel warburton - txt
A importância de se estudar filosofia   nigel warburton - txtA importância de se estudar filosofia   nigel warburton - txt
A importância de se estudar filosofia nigel warburton - txtJosé Carlos S. de Almeida
 
Material de filosofia i (1)
Material de filosofia i (1)Material de filosofia i (1)
Material de filosofia i (1)gabriela_eiras
 
Estudando ciência
Estudando ciênciaEstudando ciência
Estudando ciênciaRosana Mello
 
Prova de filosofia 1 ano e. i.
Prova de filosofia 1 ano e. i.Prova de filosofia 1 ano e. i.
Prova de filosofia 1 ano e. i.Tiago Melgaço
 
Grandes áreas do filosofar
Grandes áreas do filosofarGrandes áreas do filosofar
Grandes áreas do filosofarAldenei Barros
 
Porquê estudar matemática
Porquê estudar matemáticaPorquê estudar matemática
Porquê estudar matemáticalasanjos
 
O que é Conhecimento
O que é ConhecimentoO que é Conhecimento
O que é Conhecimentoalbiofabian
 
Espaço geográfico porque estudar a geografia
Espaço geográfico porque estudar a geografiaEspaço geográfico porque estudar a geografia
Espaço geográfico porque estudar a geografiaDanuzia Dalat
 
A chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar teatro
A chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar   teatroA chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar   teatro
A chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar teatroAndrea Alves
 
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizado
Para que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizadoPara que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizado
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizadoRita Gonçalves
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...Biblioteca FEAUSP
 

Destaque (20)

Para Que Filosofia
Para Que FilosofiaPara Que Filosofia
Para Que Filosofia
 
Filosofia
Filosofia Filosofia
Filosofia
 
Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
 
A importância de se estudar filosofia nigel warburton - txt
A importância de se estudar filosofia   nigel warburton - txtA importância de se estudar filosofia   nigel warburton - txt
A importância de se estudar filosofia nigel warburton - txt
 
Material de filosofia i (1)
Material de filosofia i (1)Material de filosofia i (1)
Material de filosofia i (1)
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Estudando ciência
Estudando ciênciaEstudando ciência
Estudando ciência
 
Prova de filosofia 1 ano e. i.
Prova de filosofia 1 ano e. i.Prova de filosofia 1 ano e. i.
Prova de filosofia 1 ano e. i.
 
Grandes áreas do filosofar
Grandes áreas do filosofarGrandes áreas do filosofar
Grandes áreas do filosofar
 
Porquê estudar matemática
Porquê estudar matemáticaPorquê estudar matemática
Porquê estudar matemática
 
Por que aprender inglês
Por que aprender inglêsPor que aprender inglês
Por que aprender inglês
 
Epistemologia
Epistemologia Epistemologia
Epistemologia
 
O que é Conhecimento
O que é ConhecimentoO que é Conhecimento
O que é Conhecimento
 
Espaço geográfico porque estudar a geografia
Espaço geográfico porque estudar a geografiaEspaço geográfico porque estudar a geografia
Espaço geográfico porque estudar a geografia
 
A chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar teatro
A chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar   teatroA chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar   teatro
A chapeuzinho vermelho que não gostava de estudar teatro
 
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizado
Para que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizadoPara que filosofia   capítulo 1 resenha  chauí -  atualizado
Para que filosofia capítulo 1 resenha chauí - atualizado
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Os mitos
Os mitosOs mitos
Os mitos
 
Epistemologia introdução
Epistemologia   introduçãoEpistemologia   introdução
Epistemologia introdução
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
 

Semelhante a Filosofia. Por que estudar?

Passagem do pensamento mítico ao filosófico
Passagem do pensamento mítico ao filosóficoPassagem do pensamento mítico ao filosófico
Passagem do pensamento mítico ao filosóficoRafael Oliveira
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoAlan
 
Evolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humanaEvolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humanaLAISE RUAMA
 
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIAA FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIAAlexandre Ramos
 
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIOTrabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIOFabiana Melo Sousa
 
filosofia da educação r2
 filosofia da educação r2 filosofia da educação r2
filosofia da educação r2Silvana Mara
 
Apresentacao de antropologia psicologia
Apresentacao de antropologia psicologia  Apresentacao de antropologia psicologia
Apresentacao de antropologia psicologia faculdade11
 
Sócrates e Platão
Sócrates e PlatãoSócrates e Platão
Sócrates e PlatãoErica Frau
 
Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1Israel serique
 
Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1Israel serique
 
Filosofia 01 - Do mito aos Primeiros Filósofos
Filosofia 01 - Do mito aos Primeiros FilósofosFilosofia 01 - Do mito aos Primeiros Filósofos
Filosofia 01 - Do mito aos Primeiros FilósofosDiego Bian Filo Moreira
 
História da Filosofia dos Pré Socráticos ao Helenismo
História da Filosofia   dos Pré Socráticos ao HelenismoHistória da Filosofia   dos Pré Socráticos ao Helenismo
História da Filosofia dos Pré Socráticos ao HelenismoLucio Oliveira
 
A evolução da reflexão humana.
A evolução da reflexão humana.A evolução da reflexão humana.
A evolução da reflexão humana.PatriciaKarla
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofiaClerison Alves
 
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição HumanaEvolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição HumanaIuri Guedes
 
Filosofia das religiões aulas 1 e 2
Filosofia das religiões aulas 1 e 2Filosofia das religiões aulas 1 e 2
Filosofia das religiões aulas 1 e 2Keiler Vasconcelos
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestreAndrea Parlen
 

Semelhante a Filosofia. Por que estudar? (20)

Passagem do pensamento mítico ao filosófico
Passagem do pensamento mítico ao filosóficoPassagem do pensamento mítico ao filosófico
Passagem do pensamento mítico ao filosófico
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosófico
 
FILOSOFIA E CIÊNCIA - 2 ANO
 FILOSOFIA E CIÊNCIA - 2 ANO FILOSOFIA E CIÊNCIA - 2 ANO
FILOSOFIA E CIÊNCIA - 2 ANO
 
Evolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humanaEvolução da reflexão sobre a condição humana
Evolução da reflexão sobre a condição humana
 
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIAA FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
 
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIOTrabalho Conclusão Didática - UNIRIO
Trabalho Conclusão Didática - UNIRIO
 
filosofia da educação r2
 filosofia da educação r2 filosofia da educação r2
filosofia da educação r2
 
A condição humana
A condição humanaA condição humana
A condição humana
 
Apresentacao de antropologia psicologia
Apresentacao de antropologia psicologia  Apresentacao de antropologia psicologia
Apresentacao de antropologia psicologia
 
Sócrates e Platão
Sócrates e PlatãoSócrates e Platão
Sócrates e Platão
 
Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1
 
Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1Psicologia da aprendizagem 1
Psicologia da aprendizagem 1
 
Filosofia 01 - Do mito aos Primeiros Filósofos
Filosofia 01 - Do mito aos Primeiros FilósofosFilosofia 01 - Do mito aos Primeiros Filósofos
Filosofia 01 - Do mito aos Primeiros Filósofos
 
História da Filosofia dos Pré Socráticos ao Helenismo
História da Filosofia   dos Pré Socráticos ao HelenismoHistória da Filosofia   dos Pré Socráticos ao Helenismo
História da Filosofia dos Pré Socráticos ao Helenismo
 
O conhecimento
O conhecimentoO conhecimento
O conhecimento
 
A evolução da reflexão humana.
A evolução da reflexão humana.A evolução da reflexão humana.
A evolução da reflexão humana.
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição HumanaEvolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
 
Filosofia das religiões aulas 1 e 2
Filosofia das religiões aulas 1 e 2Filosofia das religiões aulas 1 e 2
Filosofia das religiões aulas 1 e 2
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
 

Mais de josivaldopassos

Mais de josivaldopassos (20)

Medidas de tendencia central continuação
Medidas de tendencia central continuaçãoMedidas de tendencia central continuação
Medidas de tendencia central continuação
 
Juros compostos1
Juros compostos1Juros compostos1
Juros compostos1
 
Aula 08 de estatística
Aula 08 de estatísticaAula 08 de estatística
Aula 08 de estatística
 
Aula 07 de estatística
Aula 07 de estatísticaAula 07 de estatística
Aula 07 de estatística
 
Aula 06 de estatística
Aula 06 de estatísticaAula 06 de estatística
Aula 06 de estatística
 
Aula 08 de estatística
Aula 08 de estatísticaAula 08 de estatística
Aula 08 de estatística
 
Aula 08 de estatística
Aula 08 de estatísticaAula 08 de estatística
Aula 08 de estatística
 
Aula 07 de estatística
Aula 07 de estatísticaAula 07 de estatística
Aula 07 de estatística
 
Aula 06 de estatística
Aula 06 de estatísticaAula 06 de estatística
Aula 06 de estatística
 
Congruências
CongruênciasCongruências
Congruências
 
Sequências
SequênciasSequências
Sequências
 
Atividades de funções modulares
Atividades de funções modularesAtividades de funções modulares
Atividades de funções modulares
 
Exercícios de geometria espacial
Exercícios de geometria espacialExercícios de geometria espacial
Exercícios de geometria espacial
 
Jogo dos palitos
Jogo dos palitosJogo dos palitos
Jogo dos palitos
 
Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatória
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Intervalos reais
Intervalos reaisIntervalos reais
Intervalos reais
 

Filosofia. Por que estudar?

  • 1. ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE AÇAILÂNDIA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Sugestão de atividade para o período diagnóstico de Filosofia para 7ª e 8ª EJA Fabiana Gonçalves Santos Açailândia – MA 2012 1
  • 2. O termo “filosofia” O termo “filosofia” é composto de dois termos gregos: “phílos”, que significa amigo de, amante de, afeiçoado a, que gosta de, que tem gosto em, que se compraz em, que busca com afã, que anseia, etc., e “sophía”, que significa sabedoria, saber, ciência, conhecimento, etc. Assim pois, etimologicamente, o termo filosofia significa: amor à sabedoria, gosto pelo saber, etc. Eram chamados de “filósofos” os homens que buscavam a “sabedoria suprema”, quer dizer, “a sabedoria última e radical da vida e das coisas”, ou seja, o saber que busca a dimensão última e radical da vida e das coisas. O por que estudar Filosofia Filosofia é uma matéria considerada um pouco complexa por muitos estudantes, geralmente ou a pessoa gosta bastante ou não gosta de filosofia. E muitos até mesmo se perguntam o porquê de nós seres humanos precisarmos estudar tanto esta matéria nas escolas e o que isso irá acrescentar de bom nas suas vidas. Talvez você já deva ter parado por alguns momentos e se perguntado também. O objetivo de estudar filosofia é de ter uma consciência mais critica. Estar buscando o sentido da vida e também a pensar observando os dois pontos de uma questão, a filosofia consiste em você estar buscando a verdade e também no desvelar das coisas, no questionamento fundamentado no pensamento racional. A Filosofia procura a compreensão da totalidade do real, de modo a esclarecer o enigma: o que é o ser humano? . É acima de tudo um desafio tem um papel libertador, pois permite-nos que pensemos por nós próprios, libertando-nos dos preconceitos e das aparências. A Filosofia permite-nos a aquisição de competências de análise, de abstração e de reflexão, ao exigir que pensemos os problemas que dizem respeito a todos os seres humanos – a universalidade – e que saibamos distinguir o nosso mundo concreto e singular. A Filosofia favorece o desenvolvimento das nossas competências linguísticas, ao exigir a clareza das palavras com que nos exprimimos e a definição dos conceitos, com que pensamos. Questões para discussão A Filosofia é importante nas nossas vidas? Ela pode contribuir para a construção de um mundo mais justo, mais livre, e claro, mais humano? Explique sua afirmativa. 2
  • 3. Olhe à sua volta! Ao observar as coisas ao seu redor, você já reparou que a maior parte do tempo, segue uma ordem? Por exemplo, depois de um dia, vem a noite seguida de um novo dia. As estações do ano e as fases da lua se repetem, sempre na mesma sequência. Cometas passam pela Terra sempre respeitando o mesmo intervalo de tempo, seres vivos nascem, crescem, envelhecem e morrem – e jamais acontece o contrário, ou seja, ninguém é velho ante de ser criança. Podemos afirmar que essa ordem é natural, pois não depende da ação do homem para existir. Quebrar a ordem natural é um divertido exercício de imaginação. Suponha que o homem conseguisse alterá-la completamente, você consegue imaginar as conseqüências disso para ele? Desde que surgiu na Terra, o homem observa a natureza ao seu redor e com ela aprende muito do que precisa para viver bem. Nesse aprendizado, a ordem natural é uma lição importante, que o ajuda a organizar sua vida e até inspira a criação de leis para regular as sociedades humanas. Ao perceber a existência da ordem natural, a humanidade começou sua caminhada para a filosofia que, acredita-se, surgiu ma Grécia do século VI a. C., quando alguns pensadores preferiram investigar a natureza por meio do raciocínio, em vez de aceitar os mitos como respostas definitiva para questões. Afinal, as navegações, iniciadas pelos gregos no século anterior, haviam desmentido algumas explicações dos mitos, mostrando, por exemplo, que regiões onde se pensava viviam deuses e seres fantásticos eram apenas lugares habitados por povos de origens e culturas diferentes. Intrigados com a natureza e as mudanças que ela sofre, os primeiros filósofos desejaram saber por que as coisas são do jeito que são. Isso os levou a investigar as leis naturais para depois relacioná-la com os modos de ser do homem. Os mitos também falavam sobre tudo isso. Muito antes de a filosofia iniciar sua longa reflexão sobre a ordem natural, poetas percorriam as cidades contando, em versos, antigas histórias sobre a origem do mundo, de todos os seres, inclusive do homem. Eles narravam acontecimentos, mas também falavam de influência de deuses, semideuses e heróis fantásticos sobre a natureza e o destino humano. Explicações míticas e filosóficas Alguns pensadores dizem que o homem criou mitos porque precisava organizar todas as coisas que via para compreendê-las. Talvez por isso o próprio mito da origem do universo fale exatamente sobre a ordem das coisas. A diferença entre mito e a filosofia é que esta foi mais o fundo na busca dos porquês de tudo. Os filósofos acreditavam, que a ordem da natureza era sempre a mesma e, no entanto, as explicações dos mitos para cada lei natural variavam muito. Isso os levou a buscarem novas maneiras de explicarem o que viam. Tinhas como maior objetivo compreender a realidade à sua volta; para isso, usavam a observação e o raciocínio. Em muitos casos, até incluíram mitos em suas obras, mas com objetivo de ilustrar idéias, assim como as fábulas ilustram lições de morais. Além disso, tomavam o cuidado de evitar narrativas em que a fantasia contrariasse a ordem natural das coisas. Esse tipo de fantasia passou a ocupar apenas o mundo da arte e dos sonhos. Agora que você sabe tudo isso, é hora de refletir sobre a ordem natural que os filósofos tanto admiraram. 3
  • 4. Questões para discussão Você concorda com os pensadores da Antiguidade sobre a existência de uma ordem natural no Universo? Explique. Você acha possível que o homem descubra e compreenda todas as leis da natureza? Por quê? O homem pode interferir na ordem natural? Explique. Sempre que ocorre algo inesperado quer dizer que a ordem natural foi quebrada? Explique e dê exemplo? É correto afirmar que há relações entre as leis da natureza e as de sociedade? Explique. Qual a importância da ordem para a natureza? E para o homem? É possível pensar na natureza sem considerar a existência da ordem natural? Explique. Pensando e criando Faça um desenho que represente algumas leis naturais sendo quebradas. 4