SlideShare uma empresa Scribd logo
OS DILEMAS DIDÁTICOS DA
ENGENHARIA DE SOFTWARE: NÓS
NO PÓDIO E ... ELES NAS NUVENS
Profa. Dra. Itana M. S. Gimenes
http://www.slideshare.net/itanagimeses/
Blog: learningsoftware
Universidade Estadual de Maringá
Departamento de Informática

FEES 2013
Brasília, DF

Nist6dh’s photostream
Agenda
•  Contexto
•  Dilemas didáticos
•  Projeto de cursos
•  Novos recursos didáticos
•  REAs
•  MOOCs
•  Personal Learning Environment (PLE)

•  Comentários Finais
Contexto: modalidades de educação

StockMonkeys

roanokecollege’

NWABR

Distance Education

Presencial
Christian Haugen

Educação Híbrida
Contexto: Objetivos da Universidade
Ensino

frankh

Extensão

Pesquisa
UNC - CFC - USFK

NWABR

Qualidade de vida
Formação de recursos humanos
Inovação
Geração de divisas
Contexto: Aprendendo na era digital
Open
Social
Complex
Participatory

Distributed
Networked
Dynamic
Distributed

http://wronghands1.wordpress.com/2013/03/31/vintage-social-networking/
Conole, Maceió 2013
Contexto: Espaço Físico

Boston Public Library

NWABR

azwaldo

alamosbasement

NWABR

CyberPlacebo

Taken_spc

NWABR

psutit
Contexto: Autonomia,Redes
virtuarlização

Tatiana12

Marc_Smith

Books, computers, mobile devices
Andrew Mason

From text to hypertext
sidduz
Contexto: Diversidade cultural

LicenseCopyright All rights reserved by What's up Youth "WupY"
Apropriação de pedagogias
•  Entendimento e uso de

pedagogias por
professores de outras
áreas. ... sem stress!
•  Convivência de
diversos paradigmas
pedagógicos.
•  Uso eficiente de TICs

Nós no pódio e ...

Eles nas nuvens
Copyright All rights reserved by D L Wagner
Dilemas da Engenharia de Software (ES)
1.  Teoria versus prática
•  Engenharia de software é uma disciplina inerentemente prática;
seus princípios levam diretamente a construção de produtos que
são utilizados na vida prática;
•  Porém, produtos de software

“podem” ser construídos sem o

adequado uso de princípios de ES, ainda como arte por pessoas
que tem intuição ou por empresas que não se interessam por
seguir princípios.
Dilemas da Engenharia de Software (ES)
2.  Abstração e Modelagem
•  Engenharia de software é fortemente baseada no poder de
abstração de conceitos e representação destes em modelos
computacionais;
•  Porém, os alunos começam a aprender esses conceitos ainda
muito imaturos, muitas vezes não conhecem os ambientes em que
os sistemas funcionam. É necessário interdisciplinaridade.
Dilemas da Engenharia de Software (ES)
3.  Rápida evolução da tecnologia
•  A tecnologia usada na ES evolui muito rapidamente (ex.
linguagens, frameworks, ferramentas, hardware, etc)
•  Porém, os professores não conseguem se apropriar dos recursos
tecnológicos para utilizar em suas aulas.
Dilemas da Engenharia de Software (ES)
4.  Ensino de engenharia de software em currículos de

computação
•  Os currículos de computação têm pouco espaço para ES;
•  Implica em uma ou duas disciplinas genéricas de ES que usam

livros textos clássicos (ex. Pressman, Sommerville) e não fazem
aulas práticas ou projetos;
•  Não é raro encontrar professores de outras subáreas da
computação que negligenciam o conteúdo de ES, ex. especificam
Sistemas Operacionais com diagramas informais, acham que
algoritmos e software não tem relação ou não fazem a devida
relação nos currículos.
Dilemas da Engenharia de Software (ES)
5.  Ensino de ES orientado pelo modelo em cascata
•  A distribuição das disciplinas de engenharia de software seguem o
modelo em cascata (requisitos, análise, projeto ...)
•  Implica que o aluno demora muito para programar sistemas, o
que fica incompatível com o que ele “ouve” da prática, por
exemplo, de métodos ágeis, muitas vezes se desinteressam pelo
conteúdo de ES.
Dilemas da Engenharia de Software (ES)
6.  Práticas conteudista
•  Os professores são conteudistas
•  Implica que não enfatizam soft-skills como comunicação,
liderança, resolução de conflitos, dinâmica de grupo; essas
habilidades são importantes para engenheiros de software.
Dilemas da Engenharia de Software (ES)
7.  Qualidade de software
•  Existem padrões de qualidade nacionais e internacionais
•  Porém, usuários e clientes ainda aceitam sistemas ineficientes de
bancos (caixa econômica que só funciona com IIE, ficou fora do ar
recentemente por duas semanas), aceitam facilmente desculpas
de “sistema está fora do ar, volte outra hora”
•  Por outro lado clientes tem dificuldade de aceitar pagar mais para
um desenvolvimento mais seguro.
Possíveis caminhos
•  Design de aprendizagem
•  Facilitadores
•  REAs
•  MOOCs
•  PLE
Projeto de aprendizagem
•  Design Instrucional
•  Design de aprendizagem
•  Surgiu na Europa (Koper, Conole) e Australia (Dalziel) nos últimos
10 anos;
•  Forte ênfase em tornar os artefatos e processos explícitos;
•  Pode utilizar várias abordagens pedagógicas
•  É centrado no aprendiz mais do que no conteúdo;
É uma abordagem que auxilia projetistas e professores de
um curso a tomar decisões sobre as atividades de um
curso, a optar por abordagens pedagógicas, por recursos
tecnológicos, material e papéis envolvidos.
O processo
Determina Objetivos
Refletir sobre 4 meta-aspectos:
“Diretrizes e Suporte”; “Conteúdo e
Experiência”; “Comunicação e
Colaboração”; e, “Reflexão e
Demonstração
<visão de mapa de curso>

Avaliar & Planejar
Refletir sobre o balanço das
atividades do curso
<perfil pedagógico>
<visão das dimensões do curso>

Desenvolver o Curso
Desenvolver o workflow do curso
(OAs, atividades, ferramentas e
avaliações)
<Visão dos objetivos de
aprendizagem >
<Visão do workflow de atividades>
Exemplo de curso de Engenharia de
Software Experimental (ESE)
•  Curso foi projetado e realizado no contexto de um projeto

CAPES/PROCAD;
•  Instituições: UEM/PCC e ICMC/USP
•  Professores: Itana Gimenes, Edson Oliveira Junior (UEM/
DIN), Ellen Francine (ICMC/USP) e Leonor Barroca
(Open University).
Mapa do curso
Objetivos de aprendizagem e o workflow
de atividades
Fees2013 apresenta
Profile pedagógico
Task distribution
40
35
30
25
20
15
10
5
0
JAI 01

25

Ciência
Aberta
Software
livre

Educação aberta
Recursos
Educacionais
Abertos (REA)
MOOCS

Educação a
distância

Tecnologia
Web 2.0

Educação
Híbrida
Fees2013 apresenta
Recursos Educacionais Abertos
•  REAs podem ser definidos como materiais de ensino,

aprendizagem e pesquisa, em qualquer meio de
armazenamento, que estão amplamente disponíveis para
a comunidade por meio de uma licença aberta que
permite reuso, readequação e redistribuição para
outros sem restrições ou com restrições limitadas
(Atkins, 2007) (Butcher, 2011).
Fees2013 apresenta
JAI 01

Os 4 Rs
• Reusar
• Revisar
• Remixar
• Redistribuir

29
Licenças CC
JAI 01

31
JAI 01

32
JAI 01

http://cnx.org/content/col10213/latest/

33
JAI 01

REA no Brasil
Projeto REA Brasil: rea.net.br

34
MOOC visão geral
MOOC
Um MOOC é um curso ... Cada
MOOC explora um tema
específico. Tem professores ...
liderando atividades ... Em um
MOOC as atividades acontecem
online. MOOCs exploram as
tecnologias mais variadas da
web: vídeos, fóruns, chats, etc.
(D. Gurreiro, 2013)
M (massive) O (Open)

Classificação

•  xMOOC – 1:m (didátic-

instrucional)
•  cMOOC – m:n
(conectivismo)
•  MOOC versus Cursos
online
•  Dinâmica – registro e

duração
•  Grande quantidade de
alunos
•  Aberto - gratuito
Fees2013 apresenta
37

JAI 01

VLE versus PLE
Professor

•  Virtual Learning

Environment (VLE), ex.
Moodle
•  Personal Learning
Environment (PLE)
•  Estudantes querem
mais flexibilidade para
formar o ambiente de
aprendizagem de
acordo com suas
necessidades.

Ferramentas colaborativas
SVN

G++, facebook
Group

Dropbox ou
Google drive
Observações: REAS e MOOCs
•  Informar os alunos da existência desses movimentos;
•  Utilizá-los em nossos cursos quando conveniente;
•  Entender e estimular formação de PLEs.
Obridada!

Flickr: The Q theqspeaks

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação presencial
Apresentação   presencialApresentação   presencial
Apresentação presencial
anamariadis
 
Ead com ivana
Ead com ivanaEad com ivana
Ead com ivana
Jacqueline
 
Aula Inicial
Aula InicialAula Inicial
Aula Inicial
AlexandreMichael
 
Plano de ensino para ead
Plano de ensino para eadPlano de ensino para ead
Plano de ensino para ead
Veraldino Mendes
 
Pte aida meira
Pte aida meiraPte aida meira
Pte aida meira
Eb 2,3 de beiriz
 
Tec exist na escola
Tec exist na escolaTec exist na escola
Tec exist na escola
sanevieira
 
Relatório Visitas TIAE
Relatório Visitas TIAERelatório Visitas TIAE
Relatório Visitas TIAE
Diego Leal
 
Design de ambientes para EaD: (re)significações do usuário
Design de ambientes para EaD: (re)significações do usuárioDesign de ambientes para EaD: (re)significações do usuário
Design de ambientes para EaD: (re)significações do usuário
TelEduc
 
Conceitos e-learning
Conceitos e-learningConceitos e-learning
Conceitos e-learning
Rogers Pereira
 
ProInfo Integrado
ProInfo IntegradoProInfo Integrado
ProInfo Integrado
donicleo
 
Apresentação do Curso Introdução à Educação Digital
Apresentação do Curso Introdução à Educação DigitalApresentação do Curso Introdução à Educação Digital
Apresentação do Curso Introdução à Educação Digital
tecampinasoeste
 
Proinfo integrado aqz
Proinfo integrado aqzProinfo integrado aqz
Proinfo integrado aqz
Evenio Matos
 
Ec encontro de parceiros - 20100528 - v2
Ec   encontro de parceiros - 20100528 - v2Ec   encontro de parceiros - 20100528 - v2
Ec encontro de parceiros - 20100528 - v2
Eduardo Chaves
 
Segurança e Internet
Segurança e InternetSegurança e Internet
Segurança e Internet
seguranet
 
Valesca Irala TIC no ensino de E/LE
Valesca Irala TIC no ensino de E/LEValesca Irala TIC no ensino de E/LE
Valesca Irala TIC no ensino de E/LE
Eventos COPESBRA
 
Apresentacao ET
Apresentacao ETApresentacao ET
Apresentacao ET
Marcos Arrais
 
5 cc red
5 cc red5 cc red
5 cc red
SuleymanAbudo
 
Seminario cefet 2012
Seminario cefet 2012Seminario cefet 2012
Seminario cefet 2012
Luciana Chamarelli
 

Mais procurados (18)

Apresentação presencial
Apresentação   presencialApresentação   presencial
Apresentação presencial
 
Ead com ivana
Ead com ivanaEad com ivana
Ead com ivana
 
Aula Inicial
Aula InicialAula Inicial
Aula Inicial
 
Plano de ensino para ead
Plano de ensino para eadPlano de ensino para ead
Plano de ensino para ead
 
Pte aida meira
Pte aida meiraPte aida meira
Pte aida meira
 
Tec exist na escola
Tec exist na escolaTec exist na escola
Tec exist na escola
 
Relatório Visitas TIAE
Relatório Visitas TIAERelatório Visitas TIAE
Relatório Visitas TIAE
 
Design de ambientes para EaD: (re)significações do usuário
Design de ambientes para EaD: (re)significações do usuárioDesign de ambientes para EaD: (re)significações do usuário
Design de ambientes para EaD: (re)significações do usuário
 
Conceitos e-learning
Conceitos e-learningConceitos e-learning
Conceitos e-learning
 
ProInfo Integrado
ProInfo IntegradoProInfo Integrado
ProInfo Integrado
 
Apresentação do Curso Introdução à Educação Digital
Apresentação do Curso Introdução à Educação DigitalApresentação do Curso Introdução à Educação Digital
Apresentação do Curso Introdução à Educação Digital
 
Proinfo integrado aqz
Proinfo integrado aqzProinfo integrado aqz
Proinfo integrado aqz
 
Ec encontro de parceiros - 20100528 - v2
Ec   encontro de parceiros - 20100528 - v2Ec   encontro de parceiros - 20100528 - v2
Ec encontro de parceiros - 20100528 - v2
 
Segurança e Internet
Segurança e InternetSegurança e Internet
Segurança e Internet
 
Valesca Irala TIC no ensino de E/LE
Valesca Irala TIC no ensino de E/LEValesca Irala TIC no ensino de E/LE
Valesca Irala TIC no ensino de E/LE
 
Apresentacao ET
Apresentacao ETApresentacao ET
Apresentacao ET
 
5 cc red
5 cc red5 cc red
5 cc red
 
Seminario cefet 2012
Seminario cefet 2012Seminario cefet 2012
Seminario cefet 2012
 

Semelhante a Fees2013 apresenta

Apresentação sobre informática e educação
Apresentação sobre informática e educaçãoApresentação sobre informática e educação
Apresentação sobre informática e educação
lais_ribeiro03
 
AçõEs Nte 2012
AçõEs Nte 2012AçõEs Nte 2012
AçõEs Nte 2012
IvanaAbrantes
 
E-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóis
E-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóisE-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóis
E-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóis
Vitor Gonçalves
 
Os Sistemas de e-Learning no Ensino Superior
Os Sistemas de e-Learning no Ensino SuperiorOs Sistemas de e-Learning no Ensino Superior
Os Sistemas de e-Learning no Ensino Superior
Paula Peres
 
Criacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafios
Criacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafiosCriacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafios
Criacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafios
Fernando Rui Campos
 
Tutorial moodle trt rs
Tutorial moodle trt rsTutorial moodle trt rs
Tutorial moodle trt rs
leonardo2710
 
ApresentaçãO U2 S4 G5
ApresentaçãO U2 S4 G5ApresentaçãO U2 S4 G5
ApresentaçãO U2 S4 G5
Grupo 5
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
Elainemat
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
mardasrour
 
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Katia Tavares
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
julivibruno
 
081112 rede comp
081112 rede comp081112 rede comp
081112 rede comp
Esdras Cardoso
 
Rede computadores
Rede computadoresRede computadores
Rede computadores
Vladimir Sejas
 
Ode Aprendizagem -Revista Hipertextos
Ode Aprendizagem -Revista HipertextosOde Aprendizagem -Revista Hipertextos
Ode Aprendizagem -Revista Hipertextos
Luciana Lima
 
Fabio melle
Fabio melleFabio melle
Fabio melle
Carlos Elson Cunha
 
Apresentacao Doutorado
Apresentacao DoutoradoApresentacao Doutorado
Apresentacao Doutorado
PUC-SP PPG Educacao Curriculo
 
Comparação entre Plataformas de Gestão de Conteudos
Comparação entre Plataformas de Gestão de ConteudosComparação entre Plataformas de Gestão de Conteudos
Comparação entre Plataformas de Gestão de Conteudos
Maria Munteanu
 
Apresentação dos cursos ampara
Apresentação dos cursos amparaApresentação dos cursos ampara
Apresentação dos cursos ampara
smedany
 
Slideintroduoaeducaodigital
SlideintroduoaeducaodigitalSlideintroduoaeducaodigital
Slideintroduoaeducaodigital
marciom26
 
Slideintroduoaeducaodigital
SlideintroduoaeducaodigitalSlideintroduoaeducaodigital
Slideintroduoaeducaodigital
Andrea DE Brito
 

Semelhante a Fees2013 apresenta (20)

Apresentação sobre informática e educação
Apresentação sobre informática e educaçãoApresentação sobre informática e educação
Apresentação sobre informática e educação
 
AçõEs Nte 2012
AçõEs Nte 2012AçõEs Nte 2012
AçõEs Nte 2012
 
E-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóis
E-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóisE-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóis
E-learning:estudo de caso na perspetiva dos professores portugueses e espanhóis
 
Os Sistemas de e-Learning no Ensino Superior
Os Sistemas de e-Learning no Ensino SuperiorOs Sistemas de e-Learning no Ensino Superior
Os Sistemas de e-Learning no Ensino Superior
 
Criacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafios
Criacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafiosCriacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafios
Criacao de recursos educativos digitais abertos oportunidades desafios
 
Tutorial moodle trt rs
Tutorial moodle trt rsTutorial moodle trt rs
Tutorial moodle trt rs
 
ApresentaçãO U2 S4 G5
ApresentaçãO U2 S4 G5ApresentaçãO U2 S4 G5
ApresentaçãO U2 S4 G5
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
081112 rede comp
081112 rede comp081112 rede comp
081112 rede comp
 
Rede computadores
Rede computadoresRede computadores
Rede computadores
 
Ode Aprendizagem -Revista Hipertextos
Ode Aprendizagem -Revista HipertextosOde Aprendizagem -Revista Hipertextos
Ode Aprendizagem -Revista Hipertextos
 
Fabio melle
Fabio melleFabio melle
Fabio melle
 
Apresentacao Doutorado
Apresentacao DoutoradoApresentacao Doutorado
Apresentacao Doutorado
 
Comparação entre Plataformas de Gestão de Conteudos
Comparação entre Plataformas de Gestão de ConteudosComparação entre Plataformas de Gestão de Conteudos
Comparação entre Plataformas de Gestão de Conteudos
 
Apresentação dos cursos ampara
Apresentação dos cursos amparaApresentação dos cursos ampara
Apresentação dos cursos ampara
 
Slideintroduoaeducaodigital
SlideintroduoaeducaodigitalSlideintroduoaeducaodigital
Slideintroduoaeducaodigital
 
Slideintroduoaeducaodigital
SlideintroduoaeducaodigitalSlideintroduoaeducaodigital
Slideintroduoaeducaodigital
 

Mais de Universidade Estadual de Maringá

Educação e Ciência Aberta
Educação e Ciência AbertaEducação e Ciência Aberta
Educação e Ciência Aberta
Universidade Estadual de Maringá
 
Gimenes flim2015
Gimenes flim2015Gimenes flim2015
Um recorte da Trajetória das Mulheres na Computação
Um recorte da Trajetória das Mulheres na ComputaçãoUm recorte da Trajetória das Mulheres na Computação
Um recorte da Trajetória das Mulheres na Computação
Universidade Estadual de Maringá
 
Torna-se Pessoa no Mundo Digital
Torna-se Pessoa no Mundo DigitalTorna-se Pessoa no Mundo Digital
Torna-se Pessoa no Mundo Digital
Universidade Estadual de Maringá
 
Climbing the tree of unreachable fruits, reusing processes
Climbing the tree of unreachable fruits, reusing processesClimbing the tree of unreachable fruits, reusing processes
Climbing the tree of unreachable fruits, reusing processes
Universidade Estadual de Maringá
 
Itana painelsecomucsbc2013
Itana painelsecomucsbc2013Itana painelsecomucsbc2013
Itana painelsecomucsbc2013
Universidade Estadual de Maringá
 
Atividade 5 – conclusão e projeção
Atividade 5 – conclusão e projeçãoAtividade 5 – conclusão e projeção
Atividade 5 – conclusão e projeção
Universidade Estadual de Maringá
 
Mesa redondapde
Mesa redondapdeMesa redondapde
Ouldi project presentation
Ouldi project presentationOuldi project presentation
Ouldi project presentation
Universidade Estadual de Maringá
 
Itana gimenesevalplan
Itana gimenesevalplanItana gimenesevalplan
Itana gimenesevalplan
Universidade Estadual de Maringá
 
Plan prototypingdevelopuserstories
Plan prototypingdevelopuserstoriesPlan prototypingdevelopuserstories
Plan prototypingdevelopuserstories
Universidade Estadual de Maringá
 
Olds mooc-week3-artefacts
Olds mooc-week3-artefactsOlds mooc-week3-artefacts
Olds mooc-week3-artefacts
Universidade Estadual de Maringá
 
Itana gimenesleonorbarroca week2-deliverables
Itana gimenesleonorbarroca week2-deliverablesItana gimenesleonorbarroca week2-deliverables
Itana gimenesleonorbarroca week2-deliverables
Universidade Estadual de Maringá
 
Recursos Educacionais Abertos (REA)
Recursos Educacionais Abertos (REA) Recursos Educacionais Abertos (REA)
Recursos Educacionais Abertos (REA)
Universidade Estadual de Maringá
 
Educação a Distância: uma experiência na Open University, UK
Educação a Distância: uma experiência na Open University, UKEducação a Distância: uma experiência na Open University, UK
Educação a Distância: uma experiência na Open University, UK
Universidade Estadual de Maringá
 
Apresenta csbc2012 jai01
Apresenta csbc2012 jai01Apresenta csbc2012 jai01
Apresenta csbc2012 jai01
Universidade Estadual de Maringá
 

Mais de Universidade Estadual de Maringá (16)

Educação e Ciência Aberta
Educação e Ciência AbertaEducação e Ciência Aberta
Educação e Ciência Aberta
 
Gimenes flim2015
Gimenes flim2015Gimenes flim2015
Gimenes flim2015
 
Um recorte da Trajetória das Mulheres na Computação
Um recorte da Trajetória das Mulheres na ComputaçãoUm recorte da Trajetória das Mulheres na Computação
Um recorte da Trajetória das Mulheres na Computação
 
Torna-se Pessoa no Mundo Digital
Torna-se Pessoa no Mundo DigitalTorna-se Pessoa no Mundo Digital
Torna-se Pessoa no Mundo Digital
 
Climbing the tree of unreachable fruits, reusing processes
Climbing the tree of unreachable fruits, reusing processesClimbing the tree of unreachable fruits, reusing processes
Climbing the tree of unreachable fruits, reusing processes
 
Itana painelsecomucsbc2013
Itana painelsecomucsbc2013Itana painelsecomucsbc2013
Itana painelsecomucsbc2013
 
Atividade 5 – conclusão e projeção
Atividade 5 – conclusão e projeçãoAtividade 5 – conclusão e projeção
Atividade 5 – conclusão e projeção
 
Mesa redondapde
Mesa redondapdeMesa redondapde
Mesa redondapde
 
Ouldi project presentation
Ouldi project presentationOuldi project presentation
Ouldi project presentation
 
Itana gimenesevalplan
Itana gimenesevalplanItana gimenesevalplan
Itana gimenesevalplan
 
Plan prototypingdevelopuserstories
Plan prototypingdevelopuserstoriesPlan prototypingdevelopuserstories
Plan prototypingdevelopuserstories
 
Olds mooc-week3-artefacts
Olds mooc-week3-artefactsOlds mooc-week3-artefacts
Olds mooc-week3-artefacts
 
Itana gimenesleonorbarroca week2-deliverables
Itana gimenesleonorbarroca week2-deliverablesItana gimenesleonorbarroca week2-deliverables
Itana gimenesleonorbarroca week2-deliverables
 
Recursos Educacionais Abertos (REA)
Recursos Educacionais Abertos (REA) Recursos Educacionais Abertos (REA)
Recursos Educacionais Abertos (REA)
 
Educação a Distância: uma experiência na Open University, UK
Educação a Distância: uma experiência na Open University, UKEducação a Distância: uma experiência na Open University, UK
Educação a Distância: uma experiência na Open University, UK
 
Apresenta csbc2012 jai01
Apresenta csbc2012 jai01Apresenta csbc2012 jai01
Apresenta csbc2012 jai01
 

Último

O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 

Fees2013 apresenta

  • 1. OS DILEMAS DIDÁTICOS DA ENGENHARIA DE SOFTWARE: NÓS NO PÓDIO E ... ELES NAS NUVENS Profa. Dra. Itana M. S. Gimenes http://www.slideshare.net/itanagimeses/ Blog: learningsoftware Universidade Estadual de Maringá Departamento de Informática FEES 2013 Brasília, DF Nist6dh’s photostream
  • 2. Agenda •  Contexto •  Dilemas didáticos •  Projeto de cursos •  Novos recursos didáticos •  REAs •  MOOCs •  Personal Learning Environment (PLE) •  Comentários Finais
  • 3. Contexto: modalidades de educação StockMonkeys roanokecollege’ NWABR Distance Education Presencial Christian Haugen Educação Híbrida
  • 4. Contexto: Objetivos da Universidade Ensino frankh Extensão Pesquisa UNC - CFC - USFK NWABR Qualidade de vida Formação de recursos humanos Inovação Geração de divisas
  • 5. Contexto: Aprendendo na era digital Open Social Complex Participatory Distributed Networked Dynamic Distributed http://wronghands1.wordpress.com/2013/03/31/vintage-social-networking/ Conole, Maceió 2013
  • 6. Contexto: Espaço Físico Boston Public Library NWABR azwaldo alamosbasement NWABR CyberPlacebo Taken_spc NWABR psutit
  • 7. Contexto: Autonomia,Redes virtuarlização Tatiana12 Marc_Smith Books, computers, mobile devices Andrew Mason From text to hypertext sidduz
  • 8. Contexto: Diversidade cultural LicenseCopyright All rights reserved by What's up Youth "WupY"
  • 9. Apropriação de pedagogias •  Entendimento e uso de pedagogias por professores de outras áreas. ... sem stress! •  Convivência de diversos paradigmas pedagógicos. •  Uso eficiente de TICs Nós no pódio e ... Eles nas nuvens Copyright All rights reserved by D L Wagner
  • 10. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 1.  Teoria versus prática •  Engenharia de software é uma disciplina inerentemente prática; seus princípios levam diretamente a construção de produtos que são utilizados na vida prática; •  Porém, produtos de software “podem” ser construídos sem o adequado uso de princípios de ES, ainda como arte por pessoas que tem intuição ou por empresas que não se interessam por seguir princípios.
  • 11. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 2.  Abstração e Modelagem •  Engenharia de software é fortemente baseada no poder de abstração de conceitos e representação destes em modelos computacionais; •  Porém, os alunos começam a aprender esses conceitos ainda muito imaturos, muitas vezes não conhecem os ambientes em que os sistemas funcionam. É necessário interdisciplinaridade.
  • 12. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 3.  Rápida evolução da tecnologia •  A tecnologia usada na ES evolui muito rapidamente (ex. linguagens, frameworks, ferramentas, hardware, etc) •  Porém, os professores não conseguem se apropriar dos recursos tecnológicos para utilizar em suas aulas.
  • 13. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 4.  Ensino de engenharia de software em currículos de computação •  Os currículos de computação têm pouco espaço para ES; •  Implica em uma ou duas disciplinas genéricas de ES que usam livros textos clássicos (ex. Pressman, Sommerville) e não fazem aulas práticas ou projetos; •  Não é raro encontrar professores de outras subáreas da computação que negligenciam o conteúdo de ES, ex. especificam Sistemas Operacionais com diagramas informais, acham que algoritmos e software não tem relação ou não fazem a devida relação nos currículos.
  • 14. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 5.  Ensino de ES orientado pelo modelo em cascata •  A distribuição das disciplinas de engenharia de software seguem o modelo em cascata (requisitos, análise, projeto ...) •  Implica que o aluno demora muito para programar sistemas, o que fica incompatível com o que ele “ouve” da prática, por exemplo, de métodos ágeis, muitas vezes se desinteressam pelo conteúdo de ES.
  • 15. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 6.  Práticas conteudista •  Os professores são conteudistas •  Implica que não enfatizam soft-skills como comunicação, liderança, resolução de conflitos, dinâmica de grupo; essas habilidades são importantes para engenheiros de software.
  • 16. Dilemas da Engenharia de Software (ES) 7.  Qualidade de software •  Existem padrões de qualidade nacionais e internacionais •  Porém, usuários e clientes ainda aceitam sistemas ineficientes de bancos (caixa econômica que só funciona com IIE, ficou fora do ar recentemente por duas semanas), aceitam facilmente desculpas de “sistema está fora do ar, volte outra hora” •  Por outro lado clientes tem dificuldade de aceitar pagar mais para um desenvolvimento mais seguro.
  • 17. Possíveis caminhos •  Design de aprendizagem •  Facilitadores •  REAs •  MOOCs •  PLE
  • 18. Projeto de aprendizagem •  Design Instrucional •  Design de aprendizagem •  Surgiu na Europa (Koper, Conole) e Australia (Dalziel) nos últimos 10 anos; •  Forte ênfase em tornar os artefatos e processos explícitos; •  Pode utilizar várias abordagens pedagógicas •  É centrado no aprendiz mais do que no conteúdo; É uma abordagem que auxilia projetistas e professores de um curso a tomar decisões sobre as atividades de um curso, a optar por abordagens pedagógicas, por recursos tecnológicos, material e papéis envolvidos.
  • 19. O processo Determina Objetivos Refletir sobre 4 meta-aspectos: “Diretrizes e Suporte”; “Conteúdo e Experiência”; “Comunicação e Colaboração”; e, “Reflexão e Demonstração <visão de mapa de curso> Avaliar & Planejar Refletir sobre o balanço das atividades do curso <perfil pedagógico> <visão das dimensões do curso> Desenvolver o Curso Desenvolver o workflow do curso (OAs, atividades, ferramentas e avaliações) <Visão dos objetivos de aprendizagem > <Visão do workflow de atividades>
  • 20. Exemplo de curso de Engenharia de Software Experimental (ESE) •  Curso foi projetado e realizado no contexto de um projeto CAPES/PROCAD; •  Instituições: UEM/PCC e ICMC/USP •  Professores: Itana Gimenes, Edson Oliveira Junior (UEM/ DIN), Ellen Francine (ICMC/USP) e Leonor Barroca (Open University).
  • 22. Objetivos de aprendizagem e o workflow de atividades
  • 25. JAI 01 25 Ciência Aberta Software livre Educação aberta Recursos Educacionais Abertos (REA) MOOCS Educação a distância Tecnologia Web 2.0 Educação Híbrida
  • 27. Recursos Educacionais Abertos •  REAs podem ser definidos como materiais de ensino, aprendizagem e pesquisa, em qualquer meio de armazenamento, que estão amplamente disponíveis para a comunidade por meio de uma licença aberta que permite reuso, readequação e redistribuição para outros sem restrições ou com restrições limitadas (Atkins, 2007) (Butcher, 2011).
  • 29. JAI 01 Os 4 Rs • Reusar • Revisar • Remixar • Redistribuir 29
  • 34. JAI 01 REA no Brasil Projeto REA Brasil: rea.net.br 34
  • 35. MOOC visão geral MOOC Um MOOC é um curso ... Cada MOOC explora um tema específico. Tem professores ... liderando atividades ... Em um MOOC as atividades acontecem online. MOOCs exploram as tecnologias mais variadas da web: vídeos, fóruns, chats, etc. (D. Gurreiro, 2013) M (massive) O (Open) Classificação •  xMOOC – 1:m (didátic- instrucional) •  cMOOC – m:n (conectivismo) •  MOOC versus Cursos online •  Dinâmica – registro e duração •  Grande quantidade de alunos •  Aberto - gratuito
  • 37. 37 JAI 01 VLE versus PLE Professor •  Virtual Learning Environment (VLE), ex. Moodle •  Personal Learning Environment (PLE) •  Estudantes querem mais flexibilidade para formar o ambiente de aprendizagem de acordo com suas necessidades. Ferramentas colaborativas SVN G++, facebook Group Dropbox ou Google drive
  • 38. Observações: REAS e MOOCs •  Informar os alunos da existência desses movimentos; •  Utilizá-los em nossos cursos quando conveniente; •  Entender e estimular formação de PLEs.