SlideShare uma empresa Scribd logo
OS NÍVEIS DE IGF-1 PODEM SER ÚTEIS NA AVALIAÇÃO DA
SENSIBILIDADE AO GH; A TERAPIA DE GH rDNA PARA
CRIANÇAS, INFANTIS, JUVENIS E PRÉ-ADOLESCENTES COM ISS
(BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA) TEM UM PERFIL DE SEGURANÇA
SEMELHANTE A OUTRAS INDICAÇÕES DE GH rDNA OU SEJA,
RISCOS DESPRESÍVEIS. (J CLIN ENDOCRINOL METAB 93: 4210-
4217 2008)
Se levarmos em consideração os fatores genéticos, em teoria, todos os
humanos deveriam ter a mesma altura, pois as matrizes que nos deram
origem conforme a teoria da evolução aceita atualmente no aspecto
científico, mesmo que seja a árvore evolutiva de Charles Darwin ou as
atuais teorias neoevolucionistas da possibilidade de não sermos
originários de um tronco de “arvore” único, mas como a própria
semântica nos define, evolução não significa um status estanque, muito
ao contrário, do ponto de vista genético, evolução pode ser definida
como qualquer alteração no número de genes ou na frequência dos
alelos de um ou um conjunto de genes, em uma população, ao longo das
gerações. Mutações em genes podem produzir características novas ou
alterar características que já existiam, resultando no aparecimento de
diferenças hereditárias entre organismos. Estas novas características
também podem surgir da transferência de genes entre populações,
como resultado de migração, ou entre espécies, resultante de
transferência horizontal de genes. A evolução ocorre quando estas
diferenças hereditárias tornam-se mais comuns ou raras numa
população, quer de maneira não aleatória através de seleção natural ou
aleatoriamente através de deriva genética. A seleção natural é um
processo pelo qual características hereditárias que contribuem para a
sobrevivência e reprodução se tornam mais comuns numa população,
enquanto que características prejudiciais tornam-se mais raras. Isto
ocorre porque indivíduos com características vantajosas tem mais
sucesso na reprodução, de modo que mais indivíduos na próxima
geração herdam estas características. Ao longo de muitas gerações,
adaptações ocorrem através de uma combinação de mudanças
sucessivas, pequenas e aleatórias nas características, mas significativas
em conjunto, em virtude da seleção natural dos variantes mais
adequados - adaptados - ao seu ambiente. Quando analisamos o meio
ambiente no que diz respeito ao crescimento estatural de criança,
infantil, juvenil, adolescentes e pré-púberes, temos que considerar uma
série de variantes que fazem toda a diferença em se tratando de
crescimento pondo – estatural seja sob o aspecto genético ou influência
do meio ambiente. O estudo da altura é conhecido como auxologia. O
crescimento tem sido reconhecido como uma medida da saúde dos
indivíduos, portanto, parte do raciocínio para o uso de gráficos de
crescimento. Para os indivíduos, como indicadores de problemas de
saúde, as tendências de crescimento são acompanhadas por desvios
significativos e o crescimento também é monitorado por deficiência
significativa das expectativas genéticas. A genética é um fator
importante na determinação da altura dos indivíduos, embora seja
muito menos influente no que diz respeito às diferenças entre as
populações. A altura média é relevante para a medição da saúde e bem-
estar (padrão de vida e qualidade de vida ) das populações. A altura,
como outros traços fenotípicos, é determinada por uma combinação de
genética e fatores ambientais. A altura de uma criança com base em
alturas dos pais está sujeita à regressão para a média, pois os pais
quando são extremamente altos ou baixos provavelmente vão ter prole
correspondentemente ao mais alto ou ao mais baixo, mas sua prole
também será provavelmente mais perto da altura média entre os pais,
do que dos próprios pais. O Potencial genético e uma série de
hormônios, menos doença, é um determinante básico para a altura.
Outros fatores incluem a resposta genética para os fatores externos,
como a dieta, exercício físico, meio ambiente e as circunstâncias da vida.
Os seres humanos crescem mais rápido (que não no útero) como
lactentes e crianças pequenas, diminuindo rapidamente a taxa de
crescimento para cerca de 2 anos de idade, afinando para a taxa de
declínio lento e, em seguida, durante a puberdade tem um surto de
crescimento, uma rápida ascensão (em torno de 11-12 anos para
mulheres, e 13-14 anos para o sexo masculino), seguido por um declínio
constante para zero. Em média, a velocidade de crescimento do sexo
feminino zera em cerca de 14 ou 16 anos, enquanto a curva masculina
continua durante cerca de 3 anos mais, indo a zero em cerca de 17 ou 20
anos. Estes também são períodos críticos onde estressores, como a
desnutrição (ou mesmo grave negligência infantil ) têm o maior efeito.
Além disso, a saúde da mãe durante toda a sua vida, especialmente
durante o seu período crítico e gravidez, tem um papel importante. Uma
criança saudável e um adulto desenvolve um corpo que é mais capaz de
proporcionar condições de pré-natal ideal. A saúde da mãe grávida é
importante, pois a gestação é em si mesmo um período crítico para um
embrião/feto, apesar de que alguns problemas que afetam a altura
durante este período são resolvidos por condições de catch-up
assumindo a diferença da estatura na infância. Assim, há um efeito
cumulativo da geração de tal forma que a nutrição e a saúde ao longo de
gerações influenciam a altura de descendentes em diferentes graus.
HEIGHT TARGET BELOW EXPECTED GENETIC; THE LABORATORY
DIAGNOSIS, CLINICAL INSTRUMENTAL THE ANSWERS ARE HIGHLY
VARIABLE. DR. CAIO JR., JOÃO SANTOS ET DRA. CAIO, HENRIQUETA
VERLANGIERI.
THE IGF-I LEVELS CAN BE USEFUL IN THE EVALUATION OF SENSITIVITY
AND GH; THERAPY GH - DNA GROWTH HORMONE - RECOMBINANT FOR
CHILDREN YOUTH AND PRE-TEENS WITH ISS (LOW HEIGHT IDIOPATHIC)
HAS A SIMILAR SAFETY PROFILE OTHER INDICATIONS OF GH - GROWTH
HORMONE IN DNA - RECOMBINANT IE, RISKS DESPRESIVEIS . (J CLIN
ENDOCRINOL METAB 93: 4210-4217 2008) FISIOLOGÍA-
ENDOCRINOLOGÍA-NEUROENDOCRINOLOGÍA-GENÉTICA-ENDOCRINO-
PEDIATRÍA (FRACCIONAMIENTO DE ENDOCRINOLOGÍA): DR. JOÃO
SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. (ESTE
ARTÍGO ESTÁ ESCRITO EN PORTUGUÉS - INGLÉS - ESPAÑOL).
If we take into account the genetic factors in theory all humans should
have the same height, for matrices that gave us origin as the currently
accepted theory of evolution in the scientific aspect, even the
evolutionary tree of Charles Darwin or current theories
neoevolucionistas the possibility of not being originating in a trunk
"tree" unique, but as the very semantics defines us, evolution does not
mean a sealed status, much to the contrary, from the genetic point of
view, evolution can be defined as any change in the number of genes or
alleles of a frequency or a set of genes in a population over generations.
Mutations in genes can produce new features or change features that
already existed, resulting in the appearance of hereditary differences
among organisms. These new features may also arise from gene transfer
among populations as a result of migration, or between species resulting
from horizontal gene transfer. Evolution occurs when these heritable
differences become more common or rare in the population or non-
randomly, or through natural selection through random genetic drift.
Natural selection is a process by which heritable traits that contribute to
the survival and reproduction become more common in a population,
and harmful traits become more rare. This is because individuals with
advantageous features has more successful breeding, so that more
individuals in the next generation inherit these characteristics. Over
many generations, adaptations occur through a combination of
successive, small, random changes in the characteristics, but significant
together, because natural selection of the most appropriate variants -
adapted - to its environment. When we analyze the environment with
respect to height growth of children, child, youth, teens and pre-
pubescent, we have to consider a number of variants that make all the
difference when it comes to putting growth - height is under the genetic
aspect or the environment. The study is known as high auxology. The
growth has been recognized as a measure of the health of individuals,
therefore, part of the rationale for the use of growth charts. For
individuals, as indicators of health problems, growth trends are
accompanied by significant deviations and growth is also monitored for
significant deficiency of genetic expectations. Genetics is an important
factor in determining the height of individuals, although it is much less
influential with regard to differences between populations. Average
height is relevant to the measurement of health and wellness (standard
of living and quality of life) of the population. Height, like other
phenotypic traits, is determined by a combination of genetic and
environmental factors. A child's height based on parents' heights is
subject to regression to the mean, as the extremely tall or short parents
will likely have offspring correspondingly higher or shorter, but their
offspring will also likely be closer to average height than their parents.
Genetic potential and a number of hormones, less disease, is a key base
for height. Other factors include genetic response to external factors
such as diet, exercise, environment and life circumstances. Height, like
other phenotypic traits, is determined by a combination of genetic and
environmental factors. The height of a child based on parents' heights is
subject to regression to the mean, as the extremely tall or short parents
will likely have offspring correspondingly higher or shorter, but their
offspring will also likely be closer to average height than their parents.
Genetic potential and a number of hormones, less disease, is a key base
for height. Other factors include genetic response to external factors
such as diet, exercise, environment and life circumstances. Humans grow
faster (other than in the uterus) as infants and small children, decreasing
rapidly from birth up to about 2 years of age, tapering to a slower rate of
decline, and then, during puberty growth spurt, a rapid rise to a second
maximum (around 11-12 years for women and 13-14 years for males),
followed by a steady decline to zero. On average, the growth rate of
female trails off to zero in about 14 or 16, while the male curve
continues for about 3 years, going to zero in about 17-20. These are also
critical periods where stressors such as malnutrition (or even severe
child neglect) have the greatest effect. In addition, the mother's health
throughout their lives, especially during their critical period and
pregnancy, has a role. A healthy adult child develops a body that is
better able to provide optimal prenatal conditions. The health of the
pregnant mother is important because the pregnancy is itself a critical
period for an embryo/fetus, although some problems affecting height
during this period are resolved by catch-up conditions assuming
childhood are good. Thus, there is a cumulative effect so that generation
of nutrition and health throughout generations of offspring influence
height to different degrees.
OBJETIVO DE ALTURA DEBAJO ESPERA GENETICA; EL DIAGNÓSTICO DE
LABORATORIO, INSTRUMENTAL CLÍNICA LAS RESPUESTAS SON MUY
VARIABLES. DR. CAIO JR., JOÃO SANTOS ET DRA. CAIO, HENRIQUETA
VERLANGIERI.
LOS NIVELES DE IGF-I PUEDE SER ÚTIL EN LA EVALUACIÓN DE LA
SENSIBILIDAD Y GH; TERAPIA GH - ADN HORMONA DEL CRECIMIENTO -
RECOMBINANTE PARA NIÑOS JUVENTUD Y PREADOLESCENTES CON ISS
(ALTURA BAJA IDIOPÁTICA) TIENE UN PERFIL DE SEGURIDAD SIMILAR
OTRAS INDICACIONES DE GH - HORMONA DEL CRECIMIENTO EN EL ADN -
RECOMBINANTES IE, RIESGOS DESPRESIVEIS. (J CLIN ENDOCRINOL
METAB 93: 4.210-4217 2008) FISIOLOGÍA-ENDOCRINOLOGÍA-
NEUROENDOCRINOLOGÍA-GENÉTICA-ENDOCRINO-PEDIATRÍA
(FRACCIONAMIENTO DE ENDOCRINOLOGÍA): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR.
ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. (ESTE ARTÍGO ESTÁ ESCRITO
EN PORTUGUÉS - INGLÉS - ESPAÑOL).
Si tenemos en cuenta los factores genéticos en teoría, todos los seres
humanos deben tener la misma altura, para las matrices que nos dieron
origen como la teoría actualmente aceptada de la evolución en el
aspecto científico, incluso el árbol de la evolución de Charles Darwin o
teorías actuales neoevolucionistas la posibilidad de no ser originario de
un tronco "del árbol" único, pero a medida que las mismas semántica
nos define, la evolución no significa un estado sellado, muy por el
contrario, desde el punto de vista genético, la evolución puede ser
definido como cualquier cambio en el número de genes o alelos de una
frecuencia o un conjunto de genes en una población durante
generaciones. Las mutaciones en genes pueden producir nuevas
funciones o cambiar las características que ya existían, lo que resulta en
la aparición de diferencias hereditarias entre los organismos. Estas
nuevas características también pueden surgir de la transferencia de
genes entre poblaciones como resultado de la migración, o entre las
especies resultantes de la transferencia horizontal de genes. Evolución
ocurre cuando estas diferencias hereditarias se vuelven más comunes o
raros en la población o no al azar, o por medio de la selección natural a
través de la deriva genética aleatoria. La selección natural es un proceso
mediante el cual los rasgos hereditarios que contribuyen a la
supervivencia y la reproducción se vuelven más comunes en una
población, y los rasgos nocivos ser más raro. Esto se debe a que los
individuos con características ventajosas tiene cría más éxito, para que
más personas en la próxima generación heredan estas características.
Durante muchas generaciones, las adaptaciones se producen a través de
una combinación de sucesivos cambios pequeños y, al azar en las
características, pero significativo juntos, porque la selección natural de
las variantes más adecuadas - adaptado - a su entorno. Cuando
analizamos el medio ambiente en relación con el crecimiento en altura
de los niños, niños, jóvenes, adolescentes y pre-adolescente, tenemos
que considerar una serie de variantes que marcan la diferencia cuando
se trata de poner el crecimiento - altura es bajo el aspecto genético o el
medio ambiente. El estudio se conoce como alta auxología. El
crecimiento ha sido reconocida como una medida de la salud de los
individuos, por lo tanto, parte de la justificación para el uso de las tablas
de crecimiento. Para los individuos, como indicadores de problemas de
salud, las tendencias de crecimiento son acompañados por desviaciones
significativas y el crecimiento también es monitoreado por deficiencia
significativa de las expectativas genéticos. La genética es un factor
importante en la determinación de la altura de los individuos, aunque es
mucho menos influyente con respecto a las diferencias entre
poblaciones. La altura media es relevante para la medición de la salud y
el bienestar (nivel de vida y calidad de vida) de la población. Altura,
como otros rasgos fenotípicos, está determinada por una combinación
de factores genéticos y ambientales. La altura de un niño basándose en
las alturas de los padres está sujeto a la regresión a la media, ya que los
padres extremadamente altos o bajos probablemente tendrán
descendencia en consecuencia, mayor o menor, pero sus hijos también
es probable que estar más cerca de la altura media de sus padres. El
potencial genético y una serie de hormonas, menos enfermedades, es
una base fundamental para la altura. Otros factores incluyen la
respuesta genética a factores externos tales como la dieta, el ejercicio, el
medio ambiente y circunstancias de la vida. Altura, al igual que otros
rasgos fenotípicos, está determinada por una combinación de factores
genéticos y ambientales .Altura de un niño basado en las alturas de los
padres está sujeto a la regresión a la media, ya que los padres
extremadamente altos o bajos probablemente tendrán descendencia
correspondientemente mayor o más corto, pero su descendencia
también es probable que estar más cerca de la altura promedio que sus
padres. El potencial genético y una serie de hormonas, menos
enfermedades, es una base fundamental para la altura. Otros factores
incluyen la respuesta genética a factores externos tales como la dieta, el
ejercicio, el medio ambiente y circunstancias de la vida. Los seres
humanos crecen más rápido (que no sea en el útero), como los bebés y
niños pequeños, disminuyendo rápidamente desde el nacimiento hasta
los 2 años de edad, disminuyendo a un ritmo más lento de declive, y
luego, durante la pubertad estirón, un rápido ascenso a un segundo
máximo (alrededor de 11 a 12 años para las mujeres y 13 a 14 años para
los hombres), seguido de una disminución constante a cero. En
promedio, la tasa de crecimiento de senderos femeninos fuera a cero en
unos 14 o 16 años, mientras que la curva masculina continúa durante
unos 3 años, yendo a cero en aproximadamente 17-20. Estos son
también los períodos críticos en los factores de estrés como la
desnutrición (o incluso grave negligencia infantil) tienen el mayor efecto.
Además, la salud de la madre durante toda su vida, especialmente
durante su período crítico y el embarazo, tiene un papel. Un niño adulto
sano se desarrolla un cuerpo que está en mejores condiciones para
proporcionar condiciones prenatales óptimos. La salud de la madre
embarazada es importante porque el embarazo es en sí misma un
período crítico para el embrión/feto, aunque algunos problemas que
afectan a la altura durante este período se resuelven por las condiciones
de puesta al día, asumiendo la infancia son buenas. Por lo tanto, hay un
efecto acumulativo de modo que la generación de la nutrición y la salud
a lo largo de generaciones de la descendencia influir en la altura en
diferentes grados.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
Como saber mais:
1. Já a baixa estatura idiopática é uma deficiência estatural que
clinicamente assim como laboratorialmente não apresenta nenhum
comprometimento anormal hormonal ou metabólico, mas apresenta
uma defasagem estatural levando à baixa estatura idiopática (ISS) Atraso
Constitucional do Crescimento e Puberdade (ACCP) que é a causa mais
comum de baixa estatura e puberdade atrasada...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com.
2. Crianças com atraso constitucional de crescimento (ACCP), a causa
mais comum de baixa estatura e atraso puberal no sexo masculino,
geralmente têm retardado o crescimento linear nos primeiros 3 anos de
vida...
http://longevidadefutura.blogspot.com
3. Nesta variante de crescimento normal, a velocidade de crescimento
linear e ganho de peso retarda começando tão jovem como a idade de 3-
6 meses, resultando em cruzamento descendente de percentis de
crescimento, que muitas vezes continua até a idade de 2-3 anos...
http://imcobesidade.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina
Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Preece MA 1996 The genetics contribution to stature. Horm
Res 45(suppl 2):56–58; Pearson K, Lee A 1903 On the laws of inheritance in man. Biometrika2:359–372; Tanner
JM, Israelsohn W 1963 Parent-child correlations for body measurements of children between the ages of one
month and 7 years.Ann Hum Genet 26:245–253; Mueller WH 1976 Parent-child correlations for stature and
weight among school aged children. A reveiw of 24 studies. Hum Biol 48:379–397; Susanne C 1975 Genetic and
environmental influences on morphological characteristics. Ann Hum Biol 2:279–287; Roberts DF, Billewicz WZ,
McGregor IA 1978 Heritability of stature in a West African population. Ann Hum Genet 42:15–24; Kaur DP, Singh
R 1981 Parent-adult offspring correlations and heritability of body measurements in a rural Indian population.
Ann Hum Biol 8:333–339; Solomon PJ, Thompson EA 1983 The inheritance of height in a Finnish population. Ann
Hum Biol 10:247–256; Tilsala R, Antero RL 1971 Some parent-child correlations for height, weight and skeletal age
up to 10 years. Acta Paediatr Scand Suppl 220:42–48; Gerylovova A, Bouchalova M 1974 The relationship
between children's and parents' height in the age range of 0 to 6 years. Ann Hum Biol 1:223–232; Malina R,
Mueller WH, Holman JD 1976 Parent-child correlation and heritability of stature in Philadelphia black and white
children 6 to 12 years of age. Hum Biol 48:475–486; Russell M. 1976 Parent-child and sibling-sibling
correlationsheight and weight in a rural Guatemalan population of preschool children. Hum Biol48:501–515;
Ranke MB, Lindberg A 1996 Growth hormone treatment of short children born small for gestational age or with
Silver-Russell syndrome: results from KIGS (Kabi International Growth Study), including the first report on final
height. Acta Padiatr Suppl 417:18–26.
Contato: Fones: 55 11 5087-4404
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122
Paraíso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagenbrasil@gmail.com
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.crescimentoinfoco.com
www.obesidadeinfoco.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Joao Santos Caio Jr
http://google.com/+JoaoSantosCaioJr
google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh
google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh
Video
http://youtu.be/woonaiFJQwY
VAN DER HAAGEN BRAZI
Instagram
https://instagram.com/clinicascaio/
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-
23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...
Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...
Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...
Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...
Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...
Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...
Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores Influenciam o Crescimento Somático Maturação
Fatores Influenciam o Crescimento Somático MaturaçãoFatores Influenciam o Crescimento Somático Maturação
Fatores Influenciam o Crescimento Somático Maturação
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa altura avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...
Baixa altura  avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...Baixa altura  avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...
Baixa altura avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...
Crescimento   estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...Crescimento   estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...
Crescimento estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da PuberdadeBaixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Van Der Häägen Brazil
 
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER KIDS ESTATURA
CRESCER KIDS ESTATURACRESCER KIDS ESTATURA
CRESCER KIDS ESTATURA
Van Der Häägen Brazil
 
Quero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, Juvenil
Quero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, JuvenilQuero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, Juvenil
Quero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estaturaCrescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Van Der Häägen Brazil
 
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Van Der Häägen Brazil
 
Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...
Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...
Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais procurados (20)

Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
 
Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...
Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...
Crescer estatural menor que genética, meio ambiente em criança,situação de va...
 
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
 
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
 
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
 
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
 
Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...
Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...
Crescimento insuficiente avaliação do estado psicossocial entre crianças infa...
 
Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...
Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...
Baixa estatura linear em meninos verdadeira obsessão, falsa noção pais escolh...
 
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
 
Fatores Influenciam o Crescimento Somático Maturação
Fatores Influenciam o Crescimento Somático MaturaçãoFatores Influenciam o Crescimento Somático Maturação
Fatores Influenciam o Crescimento Somático Maturação
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 
Baixa altura avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...
Baixa altura  avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...Baixa altura  avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...
Baixa altura avaliação crescimento longitudinal é essencial no cuidado da cr...
 
Crescimento estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...
Crescimento   estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...Crescimento   estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...
Crescimento estatural – um presente tão precioso da ciência através de trat...
 
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da PuberdadeBaixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
 
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
 
CRESCER KIDS ESTATURA
CRESCER KIDS ESTATURACRESCER KIDS ESTATURA
CRESCER KIDS ESTATURA
 
Quero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, Juvenil
Quero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, JuvenilQuero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, Juvenil
Quero Crescer Linear; Crianças Desenvolvimento Infantil, Juvenil
 
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estaturaCrescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
 
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
 
Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...
Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...
Criança Crescendo; Juvenil com Retardo Constitucional do Crescimento ou Be Ge...
 

Destaque

Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...
Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...
Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
Van Der Häägen Brazil
 
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Van Der Häägen Brazil
 
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologistaConversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Van Der Häägen Brazil
 
Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...
Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...
Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante hormônio ...
Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante   hormônio ...Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante   hormônio ...
Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante hormônio ...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...
Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...
Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...
Van Der Häägen Brazil
 
Diabetes Melitus Tipo II
Diabetes  Melitus Tipo IIDiabetes  Melitus Tipo II
Diabetes Melitus Tipo II
Van Der Häägen Brazil
 
Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...
Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...
Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...
Van Der Häägen Brazil
 
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
Van Der Häägen Brazil
 
Os ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridão
Os ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridãoOs ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridão
Os ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridão
Van Der Häägen Brazil
 
A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...
A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...
A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...
Van Der Häägen Brazil
 

Destaque (12)

Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...
Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...
Obesidade principalmente abdominal visceral sem controle e implicações com di...
 
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
 
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
 
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologistaConversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
Conversando com o especialista endocrinologista e neuroendocrinologista
 
Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...
Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...
Paradoxo doenças relacionadas com tireóide,deficiência do crescer estatural e...
 
Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante hormônio ...
Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante   hormônio ...Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante   hormônio ...
Obesidade uma situação complexa, novidade extremamente importante hormônio ...
 
Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...
Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...
Obesidade periférica,obesidade intra abdominal,obesidade visceral no contexto...
 
Diabetes Melitus Tipo II
Diabetes  Melitus Tipo IIDiabetes  Melitus Tipo II
Diabetes Melitus Tipo II
 
Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...
Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...
Restrição de crescimento intrauterino (rciu) refere se a problemas de crescim...
 
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
 
Os ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridão
Os ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridãoOs ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridão
Os ritmos circadianos e a melatonina uma luz na escuridão
 
A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...
A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...
A somatotropina (hormônio do crescimento, o gh) por r dna tem proporcionado s...
 

Semelhante a Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e respostas variáveis.

Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura
Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estaturaVariação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura
Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!
Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!
Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e JuvenilEstatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e JuvenilEstatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Van Der Häägen Brazil
 
Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...
Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...
Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇASCRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
Van Der Häägen Brazil
 
SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA.
SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA. SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA.
SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA.
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...
EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...
EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...
Van Der Häägen Brazil
 
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenisDiferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...
Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...
Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...
Van Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e respostas variáveis. (20)

Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura
Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estaturaVariação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura
Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura
 
Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!
Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!
Crescimento e Desenvolvimento de Criança, Infantil e Juvenil Saibam Mais!!!
 
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e JuvenilEstatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
 
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
 
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
 
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e JuvenilEstatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
 
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
 
Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...
Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...
Retardo do crescer é identificado por comparação das medidas de altura das cr...
 
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
 
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
 
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
 
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
 
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇASCRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
 
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
 
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
 
SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA.
SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA. SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA.
SIM, CRESCER NORMAL É EXCELÊNCIA NA INDICAÇÃO QUALIDADE METABÓLICA.
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 
EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...
EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...
EFEITO TERAPIA GH EM ALTURA EM CRIANÇA/INFANTIL COM BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA...
 
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenisDiferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
 
Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...
Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...
Crescimento baixa altura criança infantil juvenil situação que pode estar agr...
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
Van Der Häägen Brazil
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
Van Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
Van Der Häägen Brazil
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
Van Der Häägen Brazil
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e respostas variáveis.

  • 1. OS NÍVEIS DE IGF-1 PODEM SER ÚTEIS NA AVALIAÇÃO DA SENSIBILIDADE AO GH; A TERAPIA DE GH rDNA PARA CRIANÇAS, INFANTIS, JUVENIS E PRÉ-ADOLESCENTES COM ISS (BAIXA ESTATURA IDIOPÁTICA) TEM UM PERFIL DE SEGURANÇA SEMELHANTE A OUTRAS INDICAÇÕES DE GH rDNA OU SEJA, RISCOS DESPRESÍVEIS. (J CLIN ENDOCRINOL METAB 93: 4210- 4217 2008) Se levarmos em consideração os fatores genéticos, em teoria, todos os humanos deveriam ter a mesma altura, pois as matrizes que nos deram origem conforme a teoria da evolução aceita atualmente no aspecto científico, mesmo que seja a árvore evolutiva de Charles Darwin ou as atuais teorias neoevolucionistas da possibilidade de não sermos originários de um tronco de “arvore” único, mas como a própria semântica nos define, evolução não significa um status estanque, muito ao contrário, do ponto de vista genético, evolução pode ser definida como qualquer alteração no número de genes ou na frequência dos alelos de um ou um conjunto de genes, em uma população, ao longo das gerações. Mutações em genes podem produzir características novas ou alterar características que já existiam, resultando no aparecimento de
  • 2. diferenças hereditárias entre organismos. Estas novas características também podem surgir da transferência de genes entre populações, como resultado de migração, ou entre espécies, resultante de transferência horizontal de genes. A evolução ocorre quando estas diferenças hereditárias tornam-se mais comuns ou raras numa população, quer de maneira não aleatória através de seleção natural ou aleatoriamente através de deriva genética. A seleção natural é um processo pelo qual características hereditárias que contribuem para a sobrevivência e reprodução se tornam mais comuns numa população, enquanto que características prejudiciais tornam-se mais raras. Isto ocorre porque indivíduos com características vantajosas tem mais sucesso na reprodução, de modo que mais indivíduos na próxima geração herdam estas características. Ao longo de muitas gerações, adaptações ocorrem através de uma combinação de mudanças sucessivas, pequenas e aleatórias nas características, mas significativas em conjunto, em virtude da seleção natural dos variantes mais adequados - adaptados - ao seu ambiente. Quando analisamos o meio ambiente no que diz respeito ao crescimento estatural de criança, infantil, juvenil, adolescentes e pré-púberes, temos que considerar uma série de variantes que fazem toda a diferença em se tratando de crescimento pondo – estatural seja sob o aspecto genético ou influência do meio ambiente. O estudo da altura é conhecido como auxologia. O crescimento tem sido reconhecido como uma medida da saúde dos indivíduos, portanto, parte do raciocínio para o uso de gráficos de crescimento. Para os indivíduos, como indicadores de problemas de saúde, as tendências de crescimento são acompanhadas por desvios significativos e o crescimento também é monitorado por deficiência significativa das expectativas genéticas. A genética é um fator importante na determinação da altura dos indivíduos, embora seja muito menos influente no que diz respeito às diferenças entre as populações. A altura média é relevante para a medição da saúde e bem- estar (padrão de vida e qualidade de vida ) das populações. A altura, como outros traços fenotípicos, é determinada por uma combinação de
  • 3. genética e fatores ambientais. A altura de uma criança com base em alturas dos pais está sujeita à regressão para a média, pois os pais quando são extremamente altos ou baixos provavelmente vão ter prole correspondentemente ao mais alto ou ao mais baixo, mas sua prole também será provavelmente mais perto da altura média entre os pais, do que dos próprios pais. O Potencial genético e uma série de hormônios, menos doença, é um determinante básico para a altura. Outros fatores incluem a resposta genética para os fatores externos, como a dieta, exercício físico, meio ambiente e as circunstâncias da vida. Os seres humanos crescem mais rápido (que não no útero) como lactentes e crianças pequenas, diminuindo rapidamente a taxa de crescimento para cerca de 2 anos de idade, afinando para a taxa de declínio lento e, em seguida, durante a puberdade tem um surto de crescimento, uma rápida ascensão (em torno de 11-12 anos para mulheres, e 13-14 anos para o sexo masculino), seguido por um declínio constante para zero. Em média, a velocidade de crescimento do sexo feminino zera em cerca de 14 ou 16 anos, enquanto a curva masculina continua durante cerca de 3 anos mais, indo a zero em cerca de 17 ou 20 anos. Estes também são períodos críticos onde estressores, como a desnutrição (ou mesmo grave negligência infantil ) têm o maior efeito. Além disso, a saúde da mãe durante toda a sua vida, especialmente durante o seu período crítico e gravidez, tem um papel importante. Uma criança saudável e um adulto desenvolve um corpo que é mais capaz de proporcionar condições de pré-natal ideal. A saúde da mãe grávida é importante, pois a gestação é em si mesmo um período crítico para um embrião/feto, apesar de que alguns problemas que afetam a altura durante este período são resolvidos por condições de catch-up assumindo a diferença da estatura na infância. Assim, há um efeito cumulativo da geração de tal forma que a nutrição e a saúde ao longo de gerações influenciam a altura de descendentes em diferentes graus. HEIGHT TARGET BELOW EXPECTED GENETIC; THE LABORATORY
  • 4. DIAGNOSIS, CLINICAL INSTRUMENTAL THE ANSWERS ARE HIGHLY VARIABLE. DR. CAIO JR., JOÃO SANTOS ET DRA. CAIO, HENRIQUETA VERLANGIERI. THE IGF-I LEVELS CAN BE USEFUL IN THE EVALUATION OF SENSITIVITY AND GH; THERAPY GH - DNA GROWTH HORMONE - RECOMBINANT FOR CHILDREN YOUTH AND PRE-TEENS WITH ISS (LOW HEIGHT IDIOPATHIC) HAS A SIMILAR SAFETY PROFILE OTHER INDICATIONS OF GH - GROWTH HORMONE IN DNA - RECOMBINANT IE, RISKS DESPRESIVEIS . (J CLIN ENDOCRINOL METAB 93: 4210-4217 2008) FISIOLOGÍA- ENDOCRINOLOGÍA-NEUROENDOCRINOLOGÍA-GENÉTICA-ENDOCRINO- PEDIATRÍA (FRACCIONAMIENTO DE ENDOCRINOLOGÍA): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. (ESTE ARTÍGO ESTÁ ESCRITO EN PORTUGUÉS - INGLÉS - ESPAÑOL). If we take into account the genetic factors in theory all humans should have the same height, for matrices that gave us origin as the currently accepted theory of evolution in the scientific aspect, even the evolutionary tree of Charles Darwin or current theories neoevolucionistas the possibility of not being originating in a trunk "tree" unique, but as the very semantics defines us, evolution does not mean a sealed status, much to the contrary, from the genetic point of view, evolution can be defined as any change in the number of genes or alleles of a frequency or a set of genes in a population over generations. Mutations in genes can produce new features or change features that already existed, resulting in the appearance of hereditary differences among organisms. These new features may also arise from gene transfer among populations as a result of migration, or between species resulting from horizontal gene transfer. Evolution occurs when these heritable differences become more common or rare in the population or non- randomly, or through natural selection through random genetic drift. Natural selection is a process by which heritable traits that contribute to the survival and reproduction become more common in a population,
  • 5. and harmful traits become more rare. This is because individuals with advantageous features has more successful breeding, so that more individuals in the next generation inherit these characteristics. Over many generations, adaptations occur through a combination of successive, small, random changes in the characteristics, but significant together, because natural selection of the most appropriate variants - adapted - to its environment. When we analyze the environment with respect to height growth of children, child, youth, teens and pre- pubescent, we have to consider a number of variants that make all the difference when it comes to putting growth - height is under the genetic aspect or the environment. The study is known as high auxology. The growth has been recognized as a measure of the health of individuals, therefore, part of the rationale for the use of growth charts. For individuals, as indicators of health problems, growth trends are accompanied by significant deviations and growth is also monitored for significant deficiency of genetic expectations. Genetics is an important factor in determining the height of individuals, although it is much less influential with regard to differences between populations. Average height is relevant to the measurement of health and wellness (standard of living and quality of life) of the population. Height, like other phenotypic traits, is determined by a combination of genetic and environmental factors. A child's height based on parents' heights is subject to regression to the mean, as the extremely tall or short parents will likely have offspring correspondingly higher or shorter, but their offspring will also likely be closer to average height than their parents. Genetic potential and a number of hormones, less disease, is a key base for height. Other factors include genetic response to external factors such as diet, exercise, environment and life circumstances. Height, like other phenotypic traits, is determined by a combination of genetic and environmental factors. The height of a child based on parents' heights is subject to regression to the mean, as the extremely tall or short parents will likely have offspring correspondingly higher or shorter, but their offspring will also likely be closer to average height than their parents.
  • 6. Genetic potential and a number of hormones, less disease, is a key base for height. Other factors include genetic response to external factors such as diet, exercise, environment and life circumstances. Humans grow faster (other than in the uterus) as infants and small children, decreasing rapidly from birth up to about 2 years of age, tapering to a slower rate of decline, and then, during puberty growth spurt, a rapid rise to a second maximum (around 11-12 years for women and 13-14 years for males), followed by a steady decline to zero. On average, the growth rate of female trails off to zero in about 14 or 16, while the male curve continues for about 3 years, going to zero in about 17-20. These are also critical periods where stressors such as malnutrition (or even severe child neglect) have the greatest effect. In addition, the mother's health throughout their lives, especially during their critical period and pregnancy, has a role. A healthy adult child develops a body that is better able to provide optimal prenatal conditions. The health of the pregnant mother is important because the pregnancy is itself a critical period for an embryo/fetus, although some problems affecting height during this period are resolved by catch-up conditions assuming childhood are good. Thus, there is a cumulative effect so that generation of nutrition and health throughout generations of offspring influence height to different degrees. OBJETIVO DE ALTURA DEBAJO ESPERA GENETICA; EL DIAGNÓSTICO DE LABORATORIO, INSTRUMENTAL CLÍNICA LAS RESPUESTAS SON MUY VARIABLES. DR. CAIO JR., JOÃO SANTOS ET DRA. CAIO, HENRIQUETA VERLANGIERI. LOS NIVELES DE IGF-I PUEDE SER ÚTIL EN LA EVALUACIÓN DE LA SENSIBILIDAD Y GH; TERAPIA GH - ADN HORMONA DEL CRECIMIENTO - RECOMBINANTE PARA NIÑOS JUVENTUD Y PREADOLESCENTES CON ISS (ALTURA BAJA IDIOPÁTICA) TIENE UN PERFIL DE SEGURIDAD SIMILAR OTRAS INDICACIONES DE GH - HORMONA DEL CRECIMIENTO EN EL ADN -
  • 7. RECOMBINANTES IE, RIESGOS DESPRESIVEIS. (J CLIN ENDOCRINOL METAB 93: 4.210-4217 2008) FISIOLOGÍA-ENDOCRINOLOGÍA- NEUROENDOCRINOLOGÍA-GENÉTICA-ENDOCRINO-PEDIATRÍA (FRACCIONAMIENTO DE ENDOCRINOLOGÍA): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. (ESTE ARTÍGO ESTÁ ESCRITO EN PORTUGUÉS - INGLÉS - ESPAÑOL). Si tenemos en cuenta los factores genéticos en teoría, todos los seres humanos deben tener la misma altura, para las matrices que nos dieron origen como la teoría actualmente aceptada de la evolución en el aspecto científico, incluso el árbol de la evolución de Charles Darwin o teorías actuales neoevolucionistas la posibilidad de no ser originario de un tronco "del árbol" único, pero a medida que las mismas semántica nos define, la evolución no significa un estado sellado, muy por el contrario, desde el punto de vista genético, la evolución puede ser definido como cualquier cambio en el número de genes o alelos de una frecuencia o un conjunto de genes en una población durante generaciones. Las mutaciones en genes pueden producir nuevas funciones o cambiar las características que ya existían, lo que resulta en la aparición de diferencias hereditarias entre los organismos. Estas nuevas características también pueden surgir de la transferencia de genes entre poblaciones como resultado de la migración, o entre las especies resultantes de la transferencia horizontal de genes. Evolución ocurre cuando estas diferencias hereditarias se vuelven más comunes o raros en la población o no al azar, o por medio de la selección natural a través de la deriva genética aleatoria. La selección natural es un proceso mediante el cual los rasgos hereditarios que contribuyen a la supervivencia y la reproducción se vuelven más comunes en una población, y los rasgos nocivos ser más raro. Esto se debe a que los individuos con características ventajosas tiene cría más éxito, para que más personas en la próxima generación heredan estas características. Durante muchas generaciones, las adaptaciones se producen a través de una combinación de sucesivos cambios pequeños y, al azar en las
  • 8. características, pero significativo juntos, porque la selección natural de las variantes más adecuadas - adaptado - a su entorno. Cuando analizamos el medio ambiente en relación con el crecimiento en altura de los niños, niños, jóvenes, adolescentes y pre-adolescente, tenemos que considerar una serie de variantes que marcan la diferencia cuando se trata de poner el crecimiento - altura es bajo el aspecto genético o el medio ambiente. El estudio se conoce como alta auxología. El crecimiento ha sido reconocida como una medida de la salud de los individuos, por lo tanto, parte de la justificación para el uso de las tablas de crecimiento. Para los individuos, como indicadores de problemas de salud, las tendencias de crecimiento son acompañados por desviaciones significativas y el crecimiento también es monitoreado por deficiencia significativa de las expectativas genéticos. La genética es un factor importante en la determinación de la altura de los individuos, aunque es mucho menos influyente con respecto a las diferencias entre poblaciones. La altura media es relevante para la medición de la salud y el bienestar (nivel de vida y calidad de vida) de la población. Altura, como otros rasgos fenotípicos, está determinada por una combinación de factores genéticos y ambientales. La altura de un niño basándose en las alturas de los padres está sujeto a la regresión a la media, ya que los padres extremadamente altos o bajos probablemente tendrán descendencia en consecuencia, mayor o menor, pero sus hijos también es probable que estar más cerca de la altura media de sus padres. El potencial genético y una serie de hormonas, menos enfermedades, es una base fundamental para la altura. Otros factores incluyen la respuesta genética a factores externos tales como la dieta, el ejercicio, el medio ambiente y circunstancias de la vida. Altura, al igual que otros rasgos fenotípicos, está determinada por una combinación de factores genéticos y ambientales .Altura de un niño basado en las alturas de los padres está sujeto a la regresión a la media, ya que los padres extremadamente altos o bajos probablemente tendrán descendencia correspondientemente mayor o más corto, pero su descendencia también es probable que estar más cerca de la altura promedio que sus
  • 9. padres. El potencial genético y una serie de hormonas, menos enfermedades, es una base fundamental para la altura. Otros factores incluyen la respuesta genética a factores externos tales como la dieta, el ejercicio, el medio ambiente y circunstancias de la vida. Los seres humanos crecen más rápido (que no sea en el útero), como los bebés y niños pequeños, disminuyendo rápidamente desde el nacimiento hasta los 2 años de edad, disminuyendo a un ritmo más lento de declive, y luego, durante la pubertad estirón, un rápido ascenso a un segundo máximo (alrededor de 11 a 12 años para las mujeres y 13 a 14 años para los hombres), seguido de una disminución constante a cero. En promedio, la tasa de crecimiento de senderos femeninos fuera a cero en unos 14 o 16 años, mientras que la curva masculina continúa durante unos 3 años, yendo a cero en aproximadamente 17-20. Estos son también los períodos críticos en los factores de estrés como la desnutrición (o incluso grave negligencia infantil) tienen el mayor efecto. Además, la salud de la madre durante toda su vida, especialmente durante su período crítico y el embarazo, tiene un papel. Un niño adulto sano se desarrolla un cuerpo que está en mejores condiciones para proporcionar condiciones prenatales óptimos. La salud de la madre embarazada es importante porque el embarazo es en sí misma un período crítico para el embrión/feto, aunque algunos problemas que afectan a la altura durante este período se resuelven por las condiciones de puesta al día, asumiendo la infancia son buenas. Por lo tanto, hay un efecto acumulativo de modo que la generación de la nutrición y la salud a lo largo de generaciones de la descendencia influir en la altura en diferentes grados. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930
  • 10. Como saber mais: 1. Já a baixa estatura idiopática é uma deficiência estatural que clinicamente assim como laboratorialmente não apresenta nenhum comprometimento anormal hormonal ou metabólico, mas apresenta uma defasagem estatural levando à baixa estatura idiopática (ISS) Atraso Constitucional do Crescimento e Puberdade (ACCP) que é a causa mais comum de baixa estatura e puberdade atrasada... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com. 2. Crianças com atraso constitucional de crescimento (ACCP), a causa mais comum de baixa estatura e atraso puberal no sexo masculino, geralmente têm retardado o crescimento linear nos primeiros 3 anos de vida... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. Nesta variante de crescimento normal, a velocidade de crescimento linear e ganho de peso retarda começando tão jovem como a idade de 3- 6 meses, resultando em cruzamento descendente de percentis de crescimento, que muitas vezes continua até a idade de 2-3 anos... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Preece MA 1996 The genetics contribution to stature. Horm Res 45(suppl 2):56–58; Pearson K, Lee A 1903 On the laws of inheritance in man. Biometrika2:359–372; Tanner JM, Israelsohn W 1963 Parent-child correlations for body measurements of children between the ages of one month and 7 years.Ann Hum Genet 26:245–253; Mueller WH 1976 Parent-child correlations for stature and weight among school aged children. A reveiw of 24 studies. Hum Biol 48:379–397; Susanne C 1975 Genetic and environmental influences on morphological characteristics. Ann Hum Biol 2:279–287; Roberts DF, Billewicz WZ, McGregor IA 1978 Heritability of stature in a West African population. Ann Hum Genet 42:15–24; Kaur DP, Singh R 1981 Parent-adult offspring correlations and heritability of body measurements in a rural Indian population. Ann Hum Biol 8:333–339; Solomon PJ, Thompson EA 1983 The inheritance of height in a Finnish population. Ann Hum Biol 10:247–256; Tilsala R, Antero RL 1971 Some parent-child correlations for height, weight and skeletal age up to 10 years. Acta Paediatr Scand Suppl 220:42–48; Gerylovova A, Bouchalova M 1974 The relationship between children's and parents' height in the age range of 0 to 6 years. Ann Hum Biol 1:223–232; Malina R,
  • 11. Mueller WH, Holman JD 1976 Parent-child correlation and heritability of stature in Philadelphia black and white children 6 to 12 years of age. Hum Biol 48:475–486; Russell M. 1976 Parent-child and sibling-sibling correlationsheight and weight in a rural Guatemalan population of preschool children. Hum Biol48:501–515; Ranke MB, Lindberg A 1996 Growth hormone treatment of short children born small for gestational age or with Silver-Russell syndrome: results from KIGS (Kabi International Growth Study), including the first report on final height. Acta Padiatr Suppl 417:18–26. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraíso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagenbrasil@gmail.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh Video http://youtu.be/woonaiFJQwY VAN DER HAAGEN BRAZI Instagram https://instagram.com/clinicascaio/ Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=- 23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17