Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a fase intraútero

441 visualizações

Publicada em

A definição de pequeno para a idade gestacional (PIG), apesar de ser de algum modo arbitrária, é o peso ao nascimento de 2 desvios-padrão (SD) abaixo da média ou abaixo do quinto percentil para o peso de nascimento ou peso de nascimento abaixo de 2.500g a 3.000g para recém-nascidos a termo. O termo retardo ou restrição de crescimento intrauterino (RCIU) não são sinônimos de PIG, uma vez que RCIU refere-se a uma velocidade de crescimento intrauterino diminuída observada na ultrassonografia.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a fase intraútero

  1. 1. O CRESCER NORMAL INFANTIL E JUVENIL: O CRESCIMENTO INTRA-ÚTERO DE UM FETO INICIA COM UMA ÚNICA CÉLULA FERTILIZADA E TERMINA COM A DIFERENCIAÇÃO DE MAIS DE 200 TIPOS CELULARES, AUMENTO DO COMPRIMENTO FETAL EM 5000 VEZES; EXISTE DIFERENÇA ENTRE PIG E RCIU O aumento da superfície ocorre com um valor de 6.106 vezes e o peso em 61.012 vezes. Isto leva ao nascimento de um recém-nascido de aproximadamente 3 kg. Acima de tudo, o crescimento do feto é dependente da disponibilidade de oxigenação e nutrição adequadas proporcionadas pela placenta e controladas por um grupo de fatores de crescimento, todos eles controláveis por um meticuloso planejamento genético. Os fatores são mais importantes no início da gestação, enquanto que o ambiente materno tem mais importância no final da gestação. A definição de pequeno para a idade gestacional (PIG), apesar de ser de algum modo arbitrária, é o peso ao nascimento de 2 desvios-padrão (SD) abaixo da média ou abaixo do quinto percentil para o peso de nascimento ou peso de nascimento abaixo de 2.500g a 3.000g para recém-nascidos a termo. O termo retardo ou restrição de crescimento intrauterino (RCIU) não são sinônimos de PIG, uma vez que RCIU refere- se a uma velocidade de crescimento intrauterino diminuída observada na ultrassonografia. Estão disponíveis estatisticamente e gráficos que demonstram vários percentis de peso de acordo com a idade gestacional a fim de determinar quais recém-nascidos prematuros são PIG e quais os
  2. 2. pesos são adequados para a idade gestacional. Aproximadamente 20% das crianças PIG permanecem pequenas quando crianças até o final da puberdade e no intróito da fase adulta, em contraste com os recém-nascidos prematuros adequados para a idade gestacional, os quais são pequenos no nascimento, porém geralmente apresentam uma compensação do crescimento nos primeiros dois anos de vida. Aqueles recém-nascidos PIG que não apresentam compensação do crescimento nos primeiros dois anos de vida podem ser candidatos à terapia com hormônio de crescimento-GH por rDNA que precocemente terão grandes benefícios na sua altura ou estatura linear ou longitudinal até passar por todas as fases de criança, infantil, juvenil, adolescente e finalmente pós-puberdade quando a estatura é definitiva adulta. Estudos recentes sugerem que bebês prematuros adequados para a idade gestacional (AIG) que demonstram um crescimento inadequado nos três primeiros meses de vida apresentam padrões de crescimento similar às crianças PIG; assim sendo, está indicada a consideração de terapia com GH rDNA, caso a situação seja investigada mais profundamente. THE INTRAUTERO GROWTH, NEWBORN AND CHILDREN: THE NORMAL GROWTH MANAGEMENT SINCE THE STAGE INTRAUTERO. CAIO JR, DR. THE NORMAL GROWTH SINCE THE STAGE INTRAUTERO, CHILD AND YOUTH: THE GROWTH OF A FETUS BEGINS WITH ONE CELL AND ENDS WITH FERTILIZED DIFFERENTIATION CELLS OF OVER 200 CELLS TYPES, INCREASE IN LENGTH IN FETAL 5.000 TIMES; THERE IS A DIFFERENCE BETWEEN PIG AND IUGR: PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY-
  3. 3. NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. The increase of the surface occurs with a value of 6.106 times and 61.012 times the weight. This leads to the birth of a newborn to about 3 kg. Above all, the growing fetus is dependent on the availability of adequate oxygenation and nutrition provided by the placenta and controlled by a group of growth factors, all of which are controllable by a thorough genetic engineering. The most important factors are in the beginning of gestation, while the maternal environment is more important in late pregnancy. The definition of small for gestational age (SGA), despite being some arbitrary method, is the birth weight of 2 standard deviations (SD) below the mean or below the fifth percentile for birth weight or birth weight below 2.500g to 3.000g for term newborns. The delay term or intrauterine growth restriction (IUGR) are not synonymous with SGA since IUGR refers to a decreased rate of intrauterine growth observed on ultrasound. Graphs that demonstrate various percentiles of weight according to gestational age to determine which preterm infants are available and are statistically SGA and what weights are appropriate for gestational age. Approximately 20% of SGA infants remain small as children by the end of puberty and introduction in adulthood, in contrast to the preterm infants appropriate for gestational age, which are small at birth, but
  4. 4. usually have an offset growth in first two years of life. Those newly-born SGA who do not have offsetting growth in the first 2 years of life may be candidates for therapy with GH by rDNA early that will have great benefits on your height or linear or longitudinal height to go through all the phases of child, juvenile, adolescent and youth finally post pubertal final with the adult stature. Recent studies suggest that appropriate for gestational age (AGA) preterm infants who show inadequate growth in the three months show patterns similar to SGA growth; therefore, this indicated the consideration of GH therapy by rDNA, if the situation is investigated further. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. Dados provenientes de diversos estudos sugerem que ambos os androgênios e os estrogênios estimulam a produção de GH–hormônio de crescimento, mas que o estrogênio controla o mecanismo de retorno de produção de GH durante a puberdade, mesmo no sexo masculino (Mauras et al. 1996, Dees et al. 2001)... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. O aumento destes hormônios, não só promovem a maturação das gônadas, mas também afeta o crescimento infantil, juvenil e adolescente estatural (altura) longitudinal ou linear, a massa muscular e a mineralização do esqueleto... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. Assim, o álcool consumido durante o período de desenvolvimento rápido (ou seja, antes ou durante a puberdade) tem o potencial para
  5. 5. interromper o crescimento infantil, juvenil e adolescente estatural (altura) longitudinal ou linear e o desenvolvimento normal do sistema endócrino através dos seus efeitos sobre o hipotálamo, a glândula pituitária, e os vários órgãos-alvo, tais como os ovários e os testículos... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO OS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Vatnick I., G. Ignotz, BW McBride e AW Bell. 1991. Efeito do estresse térmico sobre o crescimento da placenta de ovinos no início da gravidez. J. Desenvolvimento. Physiol. 16: 163-166; Bell, AW, BW McBride. R. Slepetis, RJ precoce e WB Currie. 1989. Estresse térmico crônico e desenvolvimento pré-natal em ovinos. Crescimento I. Conceptus e hormônios e metabólitos plasmáticos maternos. J. Anim. Sci. 67: 3289-3299; Regnault, TRH, RJ Orbus, FC Battaglia, RB Wilkening e RV Anthony. 1999. Concentração arterial alterados de hormônios placentários durante o crescimento placentário máxima em um modelo de insuficiência placentária. J. Endocrinol. 162: 433-442; Ehrhardt, RA e AW Bella. 1995. Crescimento e metabolismo da placenta ovinos durante metade da gestação. Placenta 16: 727-741; Rattray, PV, WN Garrett, NE Médio e N. Hinman. 1974. Crescimento, o desenvolvimento e a composição do conceptus ovinos e glândula mamária, durante a gravidez. J. Anim. Sci. 38: 613-626; Wallace, JM 2000 partição de nutrientes durante a gravidez:. resultado gestacional adverso em barragens adolescentes overnourished. Proc. Nutr. Soe. 59: 107-117; Wallace, JM, TRH Regnault, SW Limesand, WW Hay Jr. e Anthony RV. 2005. Investigando as causas do baixo peso ao nascer em contraste paradigmas ovinos. J. Physiol. 565: 19-26; Morris, ST, PR Kenyon e DM Oeste. 2005. Efeito da hogget nutrição na gravidez sobre o peso ao nascer de cordeiro e de sobrevivência ao desmame. NZJ Agr. Res. 48: 165-175; Bell, AW, RB Wilkening e G. Meschia. 1987. Alguns aspectos da função da placenta de ovelhas estressados pelo calor cronicamente. J. Dev. Physiol 9: 17-29; Thureen, PJ, KA Trembler, G. Meschia, EL Makowski e RB Wilkening. 1992. Transporte de glicose placentária em retardo do crescimento fetal induzida pelo calor.Sou. J. Physiol. Regul. Integr. Comp. Physiol. 263: R578-R585. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou 96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com
  6. 6. www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl= pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,- 46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×