SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
AS ORIGENS DO SER
HUMANO
Prof. Douglas Barraqui
Neolítico, a Revolução
Agrícola e o surgimento das
cidades
Monumento megalítico do
período neolítico
Também chamados de
megálito, do grego mega,
megalos, grande, e lithos,
pedra, designa uma
construção monumental com
base em grandes blocos de
pedras rudes.
Stonehenge
Monumento construído entre o
neolítico e a idade do bronze pelo antigo
povo celta, situado na Inglaterra,
provavelmente para servir de local de
cerimônias religiosas.
O Abraço Eterno
Um adulto e uma criança foram
encontrados abraçados em 2008;
A descoberta foi feita por acaso por
operários da prefeitura de San
Fernando, na província de Cádiz, Itália.
Segundo pesquisadores, trata-se de um
adulto com idade dental estimada entre
35 e 40 anos e uma menina de 12 anos.
Ötzi
 5300 anos é a idade da múmia de Ötzi ou Múmia do Similaun;
 Encontrada por alpinistas a 3,2mil metros acima do nível do mar
no monte Similaun, na fronteira da Áustria com a Itália.
• tinha cerca de 1,59 m
de altura,
• Sua idade estimada
era de cerca de 46
anos;
• Encontrado em seu
estomago
vestido e seu sapato é tido como um dos calçado mais
antigos do mundo.
 Gorro feito de
pele de urso
marrom.
Armas de pedra
 Punhal com cabo de
madeira e ponta de
sílex, um tipo de
rocha muito dura
que, quando
quebrada, fica com
arestas bem
afiadas
 Um machado de
lâmina de cobre
presa ao cabo por
fibras e casca de
tília e pele de
animal
 Das catorze flechas
duas delas tinha
ponta de sílex.
 Uma corda feita
de fibra de
árvores;
 apresentava
resquícios de
tatuagens, mas
longe de ser por
mera
decoração,
acredita-se que
era com
objetivos
medicinais.
A era da pedra polida
(Neolítico)
As mais antigas
pedras polidas foram
encontradas no Oriente
Médio.
Período que tem início com o surgimento da
agricultura, e vai até o desenvolvimento da
metalurgia.
Pesquisadores acreditam que
as mulheres eram, em geral,
responsáveis pela coleta de
raízes e frutos, e isso as
levou a observar que as
sementes das plantas, uma
vez enterradas no solo,
davam origem a novas
plantas. A observação dos
ciclos da natureza e do
crescimento das plantas
tornou possível a introdução
da agricultura.
O domínio da agricultura
O domínio da agricultura
Estudos
realizados por
historiadores e
arqueólogos
indicam que o
cultivo das
primeiras
plantas ocorreu
na Turquia
e no Crescente
Fértil
ÁFRICA:
Girassol, inhame, palma,
café, cana-de-açucar,
ÁSIA
Trigo, ervilha, azeitona,
arroz, milho miudo
AMÉRICA
Milho, feijão, abóbora, batata, mandioca
O domínio da agricultura
REVOLUÇÃO NEOLÍTICA:
Passagem da vida nômade dos grupos de
caçadores e coletores para a vida
sedentária de agricultores
Silo de 11 mil anos
Silo de 11300 anos encontrado em
Dahr, próximo ao Mar Morto, na Jordânia.
Primeiras Cidades
Primeiras Cidades
Primeiras Cidades
O comércio e a divisão do trabalho
Primeiras Cidades
O comércio e a divisão do trabalho
A construção de sistemas de
irrigação;
Uso de técnicas agrícolas e avanços
tecnológicos:
Roda;
Barco
Arado
Metalurgia;
EXCEDENTES
ESTRATIFICAÇÃO
DA SOCIEDADE
Primeiras Cidades
O comércio e a divisão do trabalho
As trocas aumentaram e
envolviam:
 Ferra-mentas,
Madeiras,
Sal,
Alimentos.
COMERCIANTES
Para possibilitar e facilitar a
troca, era necessário um local em
que as pessoas estivessem
reunidas: o espaço urbano
ESPAÇO URBANO
Primeiras Cidades
O comércio e a divisão do trabalho
o excedente de alimentos
sustentava também um grupo de
pessoas que se dedicava a tarefas
específicas e à prestação de
serviços:
MÉDICOS,
SOLDADOS,
SACERDOTES,
CERAMISTAS;
METALÚRGICOS;
TECELÕES;
ESTRATIFICAÇÃO DA
SOCIEDADE
Nesse período, duas inovações técnicas foram
muito importantes:
CONFECÇÃO DE TECIDOS E A
CERÂMICA.
Os tecidos eram feitos com a lã de animais como a
ovelha. Primeiro, com fusos de ossos, fiava-se a lã;
depois, os fios eram tecidos em teares manuais.
Primeiras Cidades
O comércio e a divisão do trabalho
Os objetos de cerâmica eram produzidos com
argila modelada à mão e cozida em fogueiras. Usando
essa técnica, os artesãos produziam:
VASILHAS PARA ARMAZENAR ALIMENTOS,
PRATOS,
VASOS DECORATIVOS
Algumas peças eram decoradas com pinturas.
Primeiras Cidades
O comércio e a divisão do trabalho
A produção de excedente e as trocas
fizeram com que algumas famílias se
destacassem em relação às outras,
conquistando também poder e respeito.
Assim, foi se estabelecendo uma
hierarquia entre as famílias de uma
mesma cidade.
O desenvolvimento da agricultura, o
aumento populacional e a estratificação
da sociedade, tornou-se necessário
organizar melhor o trabalho na
sociedade.
Esse trabalho de coordenação era
realizado pela família mais poderosa, que
assumia o controle da:
produção de alimentos
construção de obras públicas, como
canais de irrigação e diques.
O chefe dessa família tornava-se,
então, um líder na cidade,
CENTRALIZAÇÃO POLÍTICA
Primeiras Cidades
Primeiras Cidades
As primeiras aldeias de agricultores,
durante o Neolítico, cresceram
lentamente até se tornarem cidades. A
cidade mais antiga que se conhece é
Jericó, na Palestina.
Primeiras Cidades
1 - Jericó tornou-se uma cidade rica, o
que causou a inveja das regiões vizinhas.
Para se protegerem, os seus habitantes
construíram uma enorme muralha de
pedra à volta da cidade, cerca de 8.000
a. C.
Primeiras Cidades
2 - Os habitantes de Jericó
viviam em pequenas casas
redondas ou
retangulares construídas
com tijolos de argila.
Os mortos eram enterrados
sob as casas e pensa-se que
os seus crânios eram
deixados à vista, como sinal
de veneração.
Primeiras Cidades
3 e 4 - Através do comércio com outras
comunidades e da pastoreio , Jericó
tornou-se uma cidade rica.
Desenvolvimento da Escrita
Surgiu a partir da:
Necessidade de contabilizar os produtos produzidos na agricultura;
Registrar as trocas e as mercadorias comercializadas;
Fazer registro das construções e da arrecadação de impostos;
Estratificação
da Sociedade
E
Divisão do
Trabalho
Crescimento
populacional
O NEOLÍTICO
AGRICULTURA
Sedentarização Acumulo de
excedente
Novas
técnicas e
atividades
excedente
MÉDICOS,
SOLDADOS,
SACERDOTES,
CERAMISTAS;
METALÚRGICOS;
TECELÕES;
CULTURA
CULTOS AGRÁRIOS;
MONUMENTOS MEGALÍTICOS;
ESCRITA
REFERÊNCIAS
 CAPELLARI, Marcos Alexandre; NOGUEIRA, Fausto Henrique
Gomes. História: ser protagonista - Volume único. Ensino Médio.
1ª Ed. São Paulo: SM. 2010.
 COTRIM, Gilberto. História Global – Brasil e Geral. Volume Único.
Ensino Médio. 8ª Ed. São Paulo: Saraiva 2005.
 Projeto Araribá: História – 6º ano. /Obra coletiva/ São Paulo:
Editora Moderna, 2010. Editora Responsável: Maria Raquel
Apolinário Melani.
 AZEVEDO, Gislane Campos; SERIACOPI, Reinaldo. Projeto
Teláris: história 6º ano. São Paulo: Ática, 1º ed., 2012.
 http://www.dududislima.com/2012/01/otzi-segredos-do-homem-
do-gelo.html;
 http://artemazeh.blogspot.com.br/2012/10/as-cavernas-uteros-
da-arte.html

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilDouglas Barraqui
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Nefer19
 
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)Nefer19
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Nefer19
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)Nefer19
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaEdenilson Morais
 
Antiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e RomaAntiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e RomaMarilia Pimentel
 
Introdução ao Estudo da História
Introdução ao Estudo da HistóriaIntrodução ao Estudo da História
Introdução ao Estudo da HistóriaHenrique Tobal Jr.
 
A vida humana no paleolítico
A vida humana no paleolíticoA vida humana no paleolítico
A vida humana no paleolíticoDouglas Barraqui
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisDouglas Barraqui
 

Mais procurados (20)

Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
 
Revolução neolítica
Revolução neolíticaRevolução neolítica
Revolução neolítica
 
Incas , astecas e maias
Incas , astecas e maiasIncas , astecas e maias
Incas , astecas e maias
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
 
2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
 
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
 
Pré História
Pré   História Pré   História
Pré História
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América Espanhola
 
Antiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e RomaAntiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e Roma
 
Introdução ao Estudo da História
Introdução ao Estudo da HistóriaIntrodução ao Estudo da História
Introdução ao Estudo da História
 
A vida humana no paleolítico
A vida humana no paleolíticoA vida humana no paleolítico
A vida humana no paleolítico
 
Introdução ao estudo de História
Introdução ao estudo de HistóriaIntrodução ao estudo de História
Introdução ao estudo de História
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
Pré-História
Pré-HistóriaPré-História
Pré-História
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
 

Semelhante a Neolítico revolução agrícola e as primeiras cidades

Semelhante a Neolítico revolução agrícola e as primeiras cidades (20)

Pré.história 03
Pré.história 03Pré.história 03
Pré.história 03
 
Neolítico
NeolíticoNeolítico
Neolítico
 
04 neolítico
04    neolítico04    neolítico
04 neolítico
 
Pré histó..
Pré histó..Pré histó..
Pré histó..
 
A pre historia_5aserie
A pre historia_5aserieA pre historia_5aserie
A pre historia_5aserie
 
Sociedades Produtoras
Sociedades ProdutorasSociedades Produtoras
Sociedades Produtoras
 
2. a cidade, 2011
2. a cidade, 20112. a cidade, 2011
2. a cidade, 2011
 
Pré-história
Pré-história Pré-história
Pré-história
 
Pré-História
Pré-HistóriaPré-História
Pré-História
 
Neolítico e paleolítico
Neolítico e paleolíticoNeolítico e paleolítico
Neolítico e paleolítico
 
Introdução - Pré-História - aula 01.pptx
Introdução - Pré-História - aula 01.pptxIntrodução - Pré-História - aula 01.pptx
Introdução - Pré-História - aula 01.pptx
 
História 7º Ano
História 7º AnoHistória 7º Ano
História 7º Ano
 
1 ANO MEDIO.docx
1 ANO MEDIO.docx1 ANO MEDIO.docx
1 ANO MEDIO.docx
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
 
Arte na idade da pedra
Arte na idade da pedraArte na idade da pedra
Arte na idade da pedra
 
Resumo neolítico
Resumo neolíticoResumo neolítico
Resumo neolítico
 
O Neolítico
O NeolíticoO Neolítico
O Neolítico
 
UC História de Portugal C2.pdf
UC História de Portugal C2.pdfUC História de Portugal C2.pdf
UC História de Portugal C2.pdf
 
Ponto da ciencia aula 1
Ponto da ciencia aula 1Ponto da ciencia aula 1
Ponto da ciencia aula 1
 
Bh Fev2010
Bh Fev2010Bh Fev2010
Bh Fev2010
 

Mais de Douglas Barraqui

FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?Douglas Barraqui
 
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLAINDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLADouglas Barraqui
 
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADESOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADEDouglas Barraqui
 
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃOA BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃODouglas Barraqui
 
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGAOS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGADouglas Barraqui
 
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASFORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASDouglas Barraqui
 
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBERSOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBERDouglas Barraqui
 
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIALMÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIALDouglas Barraqui
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?Douglas Barraqui
 
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINAHIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINADouglas Barraqui
 
História da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônicaHistória da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônicaDouglas Barraqui
 
Revolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do VietnãRevolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do VietnãDouglas Barraqui
 
Releitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento AvanzaReleitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento AvanzaDouglas Barraqui
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasDouglas Barraqui
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraDouglas Barraqui
 
Das Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução IndustrialDas Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução IndustrialDouglas Barraqui
 

Mais de Douglas Barraqui (20)

FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - MÓDULO 01 - O QUE É O SER HUMANO?
 
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLAINDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA
 
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADESOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
SOCIOLOGIA: CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE
 
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃOA BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
A BUSCA PELA VERDADE: SÓCRATES E PLATÃO
 
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGAOS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
OS PRIMÓRDIOS DA FILOSOFIA GREGA
 
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASFORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
 
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBERSOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
SOCIOLOGIA - DURKHEIM E WEBER
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIALMÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
MÓDULO 01 – POSITIVISMO E REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
 
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINAHIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
HIROSHIMA - BIANCA REIS - DARWIN COLATINA
 
SEGUNDA GRANDE GUERRA
SEGUNDA GRANDE GUERRASEGUNDA GRANDE GUERRA
SEGUNDA GRANDE GUERRA
 
História da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônicaHistória da américa anglo saxônica
História da américa anglo saxônica
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Revolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do VietnãRevolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
Revolução Socialista na China e a Guerra do Vietnã
 
Grandes Navegações
Grandes NavegaçõesGrandes Navegações
Grandes Navegações
 
Releitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento AvanzaReleitura das obras de Nice Nascimento Avanza
Releitura das obras de Nice Nascimento Avanza
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persas
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
 
Das Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução IndustrialDas Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
Das Revoluções Inglesa à Revolução Industrial
 

Último

Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 

Último (20)

Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 

Neolítico revolução agrícola e as primeiras cidades

  • 1. AS ORIGENS DO SER HUMANO Prof. Douglas Barraqui Neolítico, a Revolução Agrícola e o surgimento das cidades
  • 2. Monumento megalítico do período neolítico Também chamados de megálito, do grego mega, megalos, grande, e lithos, pedra, designa uma construção monumental com base em grandes blocos de pedras rudes. Stonehenge Monumento construído entre o neolítico e a idade do bronze pelo antigo povo celta, situado na Inglaterra, provavelmente para servir de local de cerimônias religiosas.
  • 3. O Abraço Eterno Um adulto e uma criança foram encontrados abraçados em 2008; A descoberta foi feita por acaso por operários da prefeitura de San Fernando, na província de Cádiz, Itália. Segundo pesquisadores, trata-se de um adulto com idade dental estimada entre 35 e 40 anos e uma menina de 12 anos.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. Ötzi  5300 anos é a idade da múmia de Ötzi ou Múmia do Similaun;  Encontrada por alpinistas a 3,2mil metros acima do nível do mar no monte Similaun, na fronteira da Áustria com a Itália.
  • 8. • tinha cerca de 1,59 m de altura, • Sua idade estimada era de cerca de 46 anos; • Encontrado em seu estomago
  • 9. vestido e seu sapato é tido como um dos calçado mais antigos do mundo.
  • 10.  Gorro feito de pele de urso marrom.
  • 12.  Punhal com cabo de madeira e ponta de sílex, um tipo de rocha muito dura que, quando quebrada, fica com arestas bem afiadas
  • 13.  Um machado de lâmina de cobre presa ao cabo por fibras e casca de tília e pele de animal
  • 14.  Das catorze flechas duas delas tinha ponta de sílex.
  • 15.  Uma corda feita de fibra de árvores;
  • 16.  apresentava resquícios de tatuagens, mas longe de ser por mera decoração, acredita-se que era com objetivos medicinais.
  • 17. A era da pedra polida (Neolítico) As mais antigas pedras polidas foram encontradas no Oriente Médio. Período que tem início com o surgimento da agricultura, e vai até o desenvolvimento da metalurgia.
  • 18.
  • 19. Pesquisadores acreditam que as mulheres eram, em geral, responsáveis pela coleta de raízes e frutos, e isso as levou a observar que as sementes das plantas, uma vez enterradas no solo, davam origem a novas plantas. A observação dos ciclos da natureza e do crescimento das plantas tornou possível a introdução da agricultura. O domínio da agricultura
  • 20. O domínio da agricultura Estudos realizados por historiadores e arqueólogos indicam que o cultivo das primeiras plantas ocorreu na Turquia e no Crescente Fértil
  • 21.
  • 22.
  • 23. ÁFRICA: Girassol, inhame, palma, café, cana-de-açucar, ÁSIA Trigo, ervilha, azeitona, arroz, milho miudo AMÉRICA Milho, feijão, abóbora, batata, mandioca
  • 24. O domínio da agricultura REVOLUÇÃO NEOLÍTICA: Passagem da vida nômade dos grupos de caçadores e coletores para a vida sedentária de agricultores
  • 25. Silo de 11 mil anos Silo de 11300 anos encontrado em Dahr, próximo ao Mar Morto, na Jordânia.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 31. Primeiras Cidades O comércio e a divisão do trabalho
  • 32. Primeiras Cidades O comércio e a divisão do trabalho A construção de sistemas de irrigação; Uso de técnicas agrícolas e avanços tecnológicos: Roda; Barco Arado Metalurgia; EXCEDENTES ESTRATIFICAÇÃO DA SOCIEDADE
  • 33. Primeiras Cidades O comércio e a divisão do trabalho As trocas aumentaram e envolviam:  Ferra-mentas, Madeiras, Sal, Alimentos. COMERCIANTES Para possibilitar e facilitar a troca, era necessário um local em que as pessoas estivessem reunidas: o espaço urbano ESPAÇO URBANO
  • 34. Primeiras Cidades O comércio e a divisão do trabalho o excedente de alimentos sustentava também um grupo de pessoas que se dedicava a tarefas específicas e à prestação de serviços: MÉDICOS, SOLDADOS, SACERDOTES, CERAMISTAS; METALÚRGICOS; TECELÕES; ESTRATIFICAÇÃO DA SOCIEDADE
  • 35. Nesse período, duas inovações técnicas foram muito importantes: CONFECÇÃO DE TECIDOS E A CERÂMICA. Os tecidos eram feitos com a lã de animais como a ovelha. Primeiro, com fusos de ossos, fiava-se a lã; depois, os fios eram tecidos em teares manuais. Primeiras Cidades O comércio e a divisão do trabalho
  • 36. Os objetos de cerâmica eram produzidos com argila modelada à mão e cozida em fogueiras. Usando essa técnica, os artesãos produziam: VASILHAS PARA ARMAZENAR ALIMENTOS, PRATOS, VASOS DECORATIVOS Algumas peças eram decoradas com pinturas. Primeiras Cidades O comércio e a divisão do trabalho
  • 37. A produção de excedente e as trocas fizeram com que algumas famílias se destacassem em relação às outras, conquistando também poder e respeito. Assim, foi se estabelecendo uma hierarquia entre as famílias de uma mesma cidade. O desenvolvimento da agricultura, o aumento populacional e a estratificação da sociedade, tornou-se necessário organizar melhor o trabalho na sociedade. Esse trabalho de coordenação era realizado pela família mais poderosa, que assumia o controle da: produção de alimentos construção de obras públicas, como canais de irrigação e diques. O chefe dessa família tornava-se, então, um líder na cidade, CENTRALIZAÇÃO POLÍTICA
  • 39. Primeiras Cidades As primeiras aldeias de agricultores, durante o Neolítico, cresceram lentamente até se tornarem cidades. A cidade mais antiga que se conhece é Jericó, na Palestina.
  • 40. Primeiras Cidades 1 - Jericó tornou-se uma cidade rica, o que causou a inveja das regiões vizinhas. Para se protegerem, os seus habitantes construíram uma enorme muralha de pedra à volta da cidade, cerca de 8.000 a. C.
  • 41. Primeiras Cidades 2 - Os habitantes de Jericó viviam em pequenas casas redondas ou retangulares construídas com tijolos de argila. Os mortos eram enterrados sob as casas e pensa-se que os seus crânios eram deixados à vista, como sinal de veneração.
  • 42. Primeiras Cidades 3 e 4 - Através do comércio com outras comunidades e da pastoreio , Jericó tornou-se uma cidade rica.
  • 43. Desenvolvimento da Escrita Surgiu a partir da: Necessidade de contabilizar os produtos produzidos na agricultura; Registrar as trocas e as mercadorias comercializadas; Fazer registro das construções e da arrecadação de impostos;
  • 44. Estratificação da Sociedade E Divisão do Trabalho Crescimento populacional O NEOLÍTICO AGRICULTURA Sedentarização Acumulo de excedente Novas técnicas e atividades excedente MÉDICOS, SOLDADOS, SACERDOTES, CERAMISTAS; METALÚRGICOS; TECELÕES; CULTURA CULTOS AGRÁRIOS; MONUMENTOS MEGALÍTICOS; ESCRITA
  • 45. REFERÊNCIAS  CAPELLARI, Marcos Alexandre; NOGUEIRA, Fausto Henrique Gomes. História: ser protagonista - Volume único. Ensino Médio. 1ª Ed. São Paulo: SM. 2010.  COTRIM, Gilberto. História Global – Brasil e Geral. Volume Único. Ensino Médio. 8ª Ed. São Paulo: Saraiva 2005.  Projeto Araribá: História – 6º ano. /Obra coletiva/ São Paulo: Editora Moderna, 2010. Editora Responsável: Maria Raquel Apolinário Melani.  AZEVEDO, Gislane Campos; SERIACOPI, Reinaldo. Projeto Teláris: história 6º ano. São Paulo: Ática, 1º ed., 2012.  http://www.dududislima.com/2012/01/otzi-segredos-do-homem- do-gelo.html;  http://artemazeh.blogspot.com.br/2012/10/as-cavernas-uteros- da-arte.html