SlideShare uma empresa Scribd logo
E.J.A NO ESTADO DA PARAÍBA
Localizado na região Nordeste do Brasil, o estado da Paraíba possui 
extensão territorial de 56.469,466 quilômetros quadrados, divididos em 
223 municípios; 
Conforme dados do Censo Demográfico de 2010, realizado pelo Instituto 
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população paraibana totaliza 
3.766.528 habitantes, sendo o quinto estado mais populoso do Nordeste 
brasileiro. Esse contingente populacional corresponde a 1,97% da 
população nacional;
Com Índice de Desenvolvimento Humano 
(IDH) de 0,718, a Paraíba ocupa o 24° lugar no 
ranking de IDH dos estados brasileiros, ou seja, 
detém o quarto menor índice do país. O 
analfabetismo atinge 21,6% da população, 
sendo a terceira pior média nacional, pois 
somente as taxas de Alagoas (24,6%) e Piauí 
(23,4%) são superiores.
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS/EJA 
Organização do Ensino da EJA no Estado da 
Paraíba 
A Educação de Jovens e Adultos no Sistema 
Estadual de Ensino é destinada às pessoas 
que não puderam ter acesso ao Ensino 
Fundamental e ao Ensino Médio, ou não 
tiveram a possibilidade de continuar os seus 
estudos em sua caminhada de cidadão. A EJA 
poderá ser oferecida nas escolas nos turnos 
diurno e noturno.
• Fundamenta-se este direito na Lei de 
Diretrizes e Bases da Educação Nacional 
- LDB nº 9394/96, de 20/12 de 1996 
(artigos 37 e 38), que consagra a 
Educação de Jovens e Adultos como uma 
modalidade específica da Educação 
Básica, regulamentada pela Resolução 
29/2002 e no Parecer nº247/2002 do 
Conselho Estadual de Educação - 
CEE/PB.
A Secretaria da Educação, por meio da Gerência 
Executiva da Educação de Jovens e Adultos 
(GEEJA), oferece Cursos Presenciais, 
Semipresenciais e Exames de Certificação.
Ensino Fundamental - EJA 
1º Segmento do Ensino Fundamental 
• Ingresso com, o mínimo, de 15 anos 
completos; 
• Matrícula anual e está organizada em 2 fases; 
• Cada fase tem duração de um ano letivo.
A leitura e a escrita nesta etapa deve ser exigência 
de fundamental importância para o desempenho do 
aluno e é um instrumento privilegiado para a 
compreensão das diversas áreas do conhecimento. 
Ressaltam-se nesta fase, as primeiras indagações 
sobre si mesmo, sobre a natureza e os problemas 
do ambiente. Para isso é necessário que os alunos 
assimilem de forma sistemática e com maior 
habilidade o domínio da linguagem oral e escrita.
Ensino Fundamental - EJA 
2º Segmento do Ensino Fundamental 
• 5ª a 8ª séries; 
• Ingresso com, o mínimo, de 16 anos no ato da 
matrícula; 
• Matrícula semestral; 
• Organizado em quatro semestres letivos; 
• Cada semestre, com todos os componentes 
curriculares.
• Pressupondo que o processo de alfabetização 
esteja consolidado na fase anterior, esta fase 
deve-se voltar para possibilitar ao aluno o 
desenvolvimento de habilidades para lidar 
com a informação, pois é caracterizada pela 
pré-adolescência e adolescência, onde os 
sentimentos de identidade provém da 
concorrência e da continuidade do auto-conceito 
que vêm sendo construídos.
Ensino Médio – EJA 
• Ingresso com, o mínimo, de 18 anos 
completos no ato da matrícula; 
• Matrícula semestral; 
• Organizado em três semestres letivos; 
• Cada semestre, com todos os 
componentes curriculares.
Nessa fase o auto-desevolvimento e a satisfação 
com a vida dependem da aceitação da aparência 
física, das habilidades acadêmicas, esportivas e 
sociais. Com a inserção no mundo dos adultos dá-se 
a expansão das tarefas sociais, resultando na 
independência, na tomada de decisões, na 
resolução de problemas e na capacidade do uso da 
tecnologia, permitindo ao aluno raciocinar com 
acontecimentos reais ou abstratos e hipotenizar as 
possíveis consequências de cada uma das soluções 
propostas. As operações passam a ocorrer no nível 
puramente verbal.
Estrutura dos Cursos Presenciais 
Os cursos presenciais da Educação de Jovens e Adultos são 
propiciados pelo poder público, por meio das Secretarias de Educação 
do Estado e dos Municípios, e oferecidos, facultativamente, por 
Instituições Privadas de Ensino, desde que autorizadas nos termos da 
Resolução nº. 229/2002, do Conselho Estadual da Paraíba – CEE/PB. 
Para a oferta da modalidade de Educação de Jovens e Adultos, é 
necessária a comunicação à SEE/GEEJA, via Gerência Regional de 
Educação, e somente poderá oferecê-la aquela escola que disponha de 
espaço físico adequado, quadro de pessoal e demanda.
Estrutura dos Cursos Semipresenciais 
Os Centros de Educação de Jovens e Adultos – CEJAs tem 
como finalidade ofertar cursos de 2° segmento do Ensino 
Fundamental e Ensino Médio, na metodologia semipresencial, 
sem frequência diária obrigatória ao estudante e com avaliação 
presencial. 
A idade mínima para ingresso nos CEJAs é de 16 anos 
completos para o Ensino Fundamental e 18 
anos completos para o Ensino Médio.
Exame de Certificação Estadual (Supletivo) 
Os Exames de Certificação caracterizam-se por certificar 
conhecimentos e competências em nível Fundamental e 
Médio, sem exigir comprovação de escolaridade anterior 
ou frequência a cursos regulares. 
São definidos pela Lei N° 9.394/96 – LDB e 
Regulamentação do CEE/PB.
É exigida a idade mínima de 15 (quinze) anos 
completos para a inscrição e realização dos 
exames em nível de Ensino Fundamental. 
É exigida a idade mínima de 18 (dezoito) anos 
completos para a inscrição e realização dos 
exames em nível de Ensino Médio.
E.J.A NO RIO GRANDE DO SUL
Capital: Porto Alegre 
População 2010: 10.693.929 
População estimada 2014: 11.207.274 
Área (km²): 281.730,223 
Número de Municípios: 497 
Índice de Desenvolvimento Humano 2010: 0,746
índice de analfabetismo 
• O índice de analfabetismo teve queda de um terço 
no Rio Grande do Sul na última década. Segundo 
o Censo 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro 
de Geografia e Estatística (IBGE), 383.277 
gaúchos com mais de 15 anos não sabem ler e 
escrever. No ano 2000, 6,7% da população do 
Estado era analfabeta. Dez anos depois, este 
índice foi reduzido para 4,5%. 
Dentro deste percentual, os idosos seguem como 
a faixa etária mais atingida por esta condição — 
13,5% das pessoas com mais de 60 anos é 
analfabeta no Estado.
• O maior percentual do Estado é encontrado no 
município de Lagoão, no Vale do Rio Pardo. Lá, o 
analfabetismo atinge 20,1% dos habitantes da cidade; 
• Morro Reuter, no Vale do Sinos, e Feliz, no Vale do 
Caí, estão perto de erradicar o problema, com apenas 
1% da população que não sabe ler e escrever; 
• As disparidades também envolvem diferenças de sexo 
e raça. A taxa de analfabetismo entre brancos, por 
exemplo, fica em 3,8% da população com 15 ou mais 
anos, enquanto alcança 8,6% entre os pardos e 
16,7% entre os indígena.
Núcleos de Educação de Jovens 
e Adultos (NEEJA) 
• É um estabelecimento de ensino que não 
se caracteriza como uma "escola", mas 
um espaço educativo onde a oferta de 
exames supletivos fracionados é feita ao 
jovem e adulto, a partir de uma análise e 
avaliação de seus estudos formais e 
informais, que realizou ao longo de sua 
vida pessoal, profissional e escolar.
• O ingresso é caracterizado como um 
inscrição; 
• Representa para o candidato, oportunidade 
de certificação de estudos, onde ele organiza 
seus momentos de aprendizagem e 
avaliação formais na instituição, sem 
necessariamente se vincular à ela com a 
obrigatoriedade da frequência, exigida nos 
cursos presenciais.
• Os Núcleos devem fazer uso de 
metodologias próprias, (como 
atendimentos individuais e/ou coletivos) 
disponibilizando recursos audiovisuais de 
ensino a distância; de recursos eletrônicos 
de comunicação, entre outros.
Exames Supletivos 
• A Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul optou 
pelos Exames Nacionais de Certificação de 
Competências da Educação de jovens e Adultos – 
ENCCEJA; 
• ENCCEJA : é um exames que possibilita meios 
para certificar saberes adquiridos tanto em 
ambientes escolares quanto extraescolares.
• Tal concepção privilegia a noção de que há 
um processo dinâmico de desenvolvimento 
cognitivo mediado pela interação do sujeito 
com o mundo que o cerca; 
• O foco da avaliação recai sobre a aferição de 
competências e habilidades com as quais o 
candidato transforma informações 
produzindo novos conhecimentos;
Matriz de Competências 
• Referem-se ao domínio de linguagens, 
compreensão de fenômenos, enfrentamento 
e resolução de situações-problema, 
capacidade de argumentação e elaboração 
de propostas. Dessas interações resultam, 
em cada área, habilidades que serão 
avaliadas por meio de questões objetivas 
(múltipla escolha) e pela produção de um 
texto (redação).
REFERÊNCIAS 
GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO 
DA EDUCAÇÃO - SEE: Diretrizes Operacionais para o 
Funcionamento das Escolas da Rede Estadual de Ensino. 
2014 . Disponível em: 
http://static.paraiba.pb.gov.br/2013/12/Diretrizes-Operacionais-para- 
o-Funcionamento-das-Escolas-da-Rede-Estadual-de-Ensino-no- 
ano-2014.pdf. Acesso em: 10/09/2014. 
Aspectos da população da Paraíba. HOME / GEOGRAFIA DO 
BRASIL / / REGIÃO NORDESTE / / PARAÍBA / . DISPONÍVEL EM: 
http://m.brasilescola.com/brasil/aspectos-populacao-paraiba. 
htm. Acesso em: 10/09/2014.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização
SOL MARKETING EDUCACIONAL
 
Escassez de professores no ensino médio
Escassez de professores no ensino médioEscassez de professores no ensino médio
Escassez de professores no ensino médio
Jemuel Araújo da Silva
 
Políticas educacionais
Políticas educacionaisPolíticas educacionais
Políticas educacionais
mkbariotto
 
[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil
[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil
[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil
Instituto Unibanco
 
Projeto piccle 25_11_19_apresenta__o
Projeto piccle 25_11_19_apresenta__oProjeto piccle 25_11_19_apresenta__o
Projeto piccle 25_11_19_apresenta__o
IsabelPereira2010
 
Contrastes pd ped
Contrastes  pd pedContrastes  pd ped
Contrastes pd ped
Gina Espenica
 
Demandas de Aprendizagem de Inglês no Brasil
Demandas de Aprendizagem de Inglês no BrasilDemandas de Aprendizagem de Inglês no Brasil
Demandas de Aprendizagem de Inglês no Brasil
Ben Popov
 
Educação
EducaçãoEducação
Educação
Mayjö .
 
Construção do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PBConstrução do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PB
Andréia Medeiros
 
Os Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em Angola
Os Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em AngolaOs Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em Angola
Os Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em Angola
Nelson Paulo
 
Educacao Web2
Educacao Web2Educacao Web2
Educacao Web2
trapagadtf
 
Por que jovens de 15 a 17 anos
Por que jovens de 15 a 17 anosPor que jovens de 15 a 17 anos
Por que jovens de 15 a 17 anos
Valkiria Teixeira
 
Educação mundial
Educação mundialEducação mundial
Educação mundial
-
 
Educação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionais
Educação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionaisEducação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionais
Educação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionais
Luis Nassif
 
“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...
“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...
“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...
Editora Moderna
 
Educacao3
Educacao3Educacao3
Educacao3
guestf40d43
 
Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...
Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...
Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...
revistas - UEPG
 

Mais procurados (17)

Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização Caderno Política Nacional de Alfabetização
Caderno Política Nacional de Alfabetização
 
Escassez de professores no ensino médio
Escassez de professores no ensino médioEscassez de professores no ensino médio
Escassez de professores no ensino médio
 
Políticas educacionais
Políticas educacionaisPolíticas educacionais
Políticas educacionais
 
[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil
[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil
[Seminário] Wanda Engel - O Ensino Médio no Brasil
 
Projeto piccle 25_11_19_apresenta__o
Projeto piccle 25_11_19_apresenta__oProjeto piccle 25_11_19_apresenta__o
Projeto piccle 25_11_19_apresenta__o
 
Contrastes pd ped
Contrastes  pd pedContrastes  pd ped
Contrastes pd ped
 
Demandas de Aprendizagem de Inglês no Brasil
Demandas de Aprendizagem de Inglês no BrasilDemandas de Aprendizagem de Inglês no Brasil
Demandas de Aprendizagem de Inglês no Brasil
 
Educação
EducaçãoEducação
Educação
 
Construção do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PBConstrução do PME - Assunção PB
Construção do PME - Assunção PB
 
Os Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em Angola
Os Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em AngolaOs Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em Angola
Os Desafios Da EducaçãO De Jovens E Adultos Em Angola
 
Educacao Web2
Educacao Web2Educacao Web2
Educacao Web2
 
Por que jovens de 15 a 17 anos
Por que jovens de 15 a 17 anosPor que jovens de 15 a 17 anos
Por que jovens de 15 a 17 anos
 
Educação mundial
Educação mundialEducação mundial
Educação mundial
 
Educação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionais
Educação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionaisEducação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionais
Educação e desenvolvimento, estudo do CGEE sobre modelos educacionais
 
“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...
“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...
“Propostas para um Ensino Médio que forme um cidadão global” - Hélio Queiroz ...
 
Educacao3
Educacao3Educacao3
Educacao3
 
Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...
Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...
Análise da efetividade do Ensino Médio com mediação tecnológica no estado de ...
 

Semelhante a EJ.A paraiba e rio grande do sul

Diretrizes curriculares nacionais para educação
Diretrizes curriculares nacionais para educaçãoDiretrizes curriculares nacionais para educação
Diretrizes curriculares nacionais para educação
Patricia Fernandes
 
Educação no Brasil
Educação no BrasilEducação no Brasil
Educação no Brasil
Eriiclles
 
Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...
Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...
Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...
André Oliveira
 
Evasão Escolar
Evasão EscolarEvasão Escolar
Evasão Escolar
Carla Brígida
 
Educacao
EducacaoEducacao
Educacao
Sarah Lázara
 
Convite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação pública
Convite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação públicaConvite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação pública
Convite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação pública
ctpocoes
 
Apostila Práticas Pedagógicas I
Apostila Práticas Pedagógicas IApostila Práticas Pedagógicas I
Apostila Práticas Pedagógicas I
na educação
 
Artigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdf
Artigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdfArtigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdf
Artigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdf
JORGELUIZFERREIRA11
 
A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...
A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...
A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...
Arthur Farias
 
Caderno pna
Caderno pnaCaderno pna
Educação...[1]
Educação...[1]Educação...[1]
Educação...[1]
Jeovany Anjos
 
Educação...[1]
Educação...[1]Educação...[1]
Educação...[1]
Jeovany Anjos
 
Educação...[1]
Educação...[1]Educação...[1]
Educação...[1]
Jeovany Anjos
 
1 transparencias eja
1 transparencias eja1 transparencias eja
1 transparencias eja
guestd79161
 
1 transparencias eja
1 transparencias eja1 transparencias eja
1 transparencias eja
guestd79161
 
1 transparencias eja
1 transparencias eja1 transparencias eja
1 transparencias eja
Luiz
 
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADORELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
UFMA e UEMA
 
caderdo_final_pna.pdf
caderdo_final_pna.pdfcaderdo_final_pna.pdf
caderdo_final_pna.pdf
MoniqueCosta42
 
PNA mec 2019.pdf
PNA mec 2019.pdfPNA mec 2019.pdf
PNA mec 2019.pdf
Simone Simões
 
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Confederação Nacional da Indústria
 

Semelhante a EJ.A paraiba e rio grande do sul (20)

Diretrizes curriculares nacionais para educação
Diretrizes curriculares nacionais para educaçãoDiretrizes curriculares nacionais para educação
Diretrizes curriculares nacionais para educação
 
Educação no Brasil
Educação no BrasilEducação no Brasil
Educação no Brasil
 
Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...
Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...
Resultados do Brasil no PISA 2015 - Programa Internacional para Avaliação de ...
 
Evasão Escolar
Evasão EscolarEvasão Escolar
Evasão Escolar
 
Educacao
EducacaoEducacao
Educacao
 
Convite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação pública
Convite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação públicaConvite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação pública
Convite 13° semana nacional em defesa e promoção da educação pública
 
Apostila Práticas Pedagógicas I
Apostila Práticas Pedagógicas IApostila Práticas Pedagógicas I
Apostila Práticas Pedagógicas I
 
Artigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdf
Artigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdfArtigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdf
Artigo - Reprovação e abandono escolar (4).pdf
 
A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...
A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...
A organização, a supervisão e a execução dos processos de admissão, registro ...
 
Caderno pna
Caderno pnaCaderno pna
Caderno pna
 
Educação...[1]
Educação...[1]Educação...[1]
Educação...[1]
 
Educação...[1]
Educação...[1]Educação...[1]
Educação...[1]
 
Educação...[1]
Educação...[1]Educação...[1]
Educação...[1]
 
1 transparencias eja
1 transparencias eja1 transparencias eja
1 transparencias eja
 
1 transparencias eja
1 transparencias eja1 transparencias eja
1 transparencias eja
 
1 transparencias eja
1 transparencias eja1 transparencias eja
1 transparencias eja
 
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADORELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
 
caderdo_final_pna.pdf
caderdo_final_pna.pdfcaderdo_final_pna.pdf
caderdo_final_pna.pdf
 
PNA mec 2019.pdf
PNA mec 2019.pdfPNA mec 2019.pdf
PNA mec 2019.pdf
 
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
Retratos da Sociedade Brasileira - Educação Básica - Dezembro 2014 | Divulgaç...
 

Mais de Lílian Reis

Dadaísmo
Dadaísmo Dadaísmo
Dadaísmo
Lílian Reis
 
Educação dos surdos
Educação dos surdosEducação dos surdos
Educação dos surdos
Lílian Reis
 
O exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O CapitalO exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
Lílian Reis
 
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativoEsboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Lílian Reis
 
Quando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiaisQuando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiais
Lílian Reis
 
Varicela
VaricelaVaricela
Varicela
Lílian Reis
 
Política Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. InfantilPolítica Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. Infantil
Lílian Reis
 
Pensamentos René Descartes
Pensamentos René DescartesPensamentos René Descartes
Pensamentos René Descartes
Lílian Reis
 
Higiene pessoal
Higiene pessoalHigiene pessoal
Higiene pessoal
Lílian Reis
 
Feminismo
FeminismoFeminismo
Feminismo
Lílian Reis
 
Genero
GeneroGenero
Genero
Lílian Reis
 
O direito à educação infantil
O direito à educação infantilO direito à educação infantil
O direito à educação infantil
Lílian Reis
 
Concepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da históriaConcepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da história
Lílian Reis
 
Sondagem
SondagemSondagem
Sondagem
Lílian Reis
 
A educação na antiguidade clássica grécia
A educação na antiguidade clássica  gréciaA educação na antiguidade clássica  grécia
A educação na antiguidade clássica grécia
Lílian Reis
 
metodo fônico
metodo fônicometodo fônico
metodo fônico
Lílian Reis
 
Louis althusser
Louis althusserLouis althusser
Louis althusser
Lílian Reis
 
Lev vygotsky
Lev vygotsky Lev vygotsky
Lev vygotsky
Lílian Reis
 
Aula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográficoAula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográfico
Lílian Reis
 
Abordagem cognitivista
Abordagem cognitivistaAbordagem cognitivista
Abordagem cognitivista
Lílian Reis
 

Mais de Lílian Reis (20)

Dadaísmo
Dadaísmo Dadaísmo
Dadaísmo
 
Educação dos surdos
Educação dos surdosEducação dos surdos
Educação dos surdos
 
O exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O CapitalO exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
 
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativoEsboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
 
Quando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiaisQuando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiais
 
Varicela
VaricelaVaricela
Varicela
 
Política Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. InfantilPolítica Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. Infantil
 
Pensamentos René Descartes
Pensamentos René DescartesPensamentos René Descartes
Pensamentos René Descartes
 
Higiene pessoal
Higiene pessoalHigiene pessoal
Higiene pessoal
 
Feminismo
FeminismoFeminismo
Feminismo
 
Genero
GeneroGenero
Genero
 
O direito à educação infantil
O direito à educação infantilO direito à educação infantil
O direito à educação infantil
 
Concepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da históriaConcepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da história
 
Sondagem
SondagemSondagem
Sondagem
 
A educação na antiguidade clássica grécia
A educação na antiguidade clássica  gréciaA educação na antiguidade clássica  grécia
A educação na antiguidade clássica grécia
 
metodo fônico
metodo fônicometodo fônico
metodo fônico
 
Louis althusser
Louis althusserLouis althusser
Louis althusser
 
Lev vygotsky
Lev vygotsky Lev vygotsky
Lev vygotsky
 
Aula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográficoAula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográfico
 
Abordagem cognitivista
Abordagem cognitivistaAbordagem cognitivista
Abordagem cognitivista
 

Último

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 

Último (20)

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 

EJ.A paraiba e rio grande do sul

  • 1. E.J.A NO ESTADO DA PARAÍBA
  • 2. Localizado na região Nordeste do Brasil, o estado da Paraíba possui extensão territorial de 56.469,466 quilômetros quadrados, divididos em 223 municípios; Conforme dados do Censo Demográfico de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população paraibana totaliza 3.766.528 habitantes, sendo o quinto estado mais populoso do Nordeste brasileiro. Esse contingente populacional corresponde a 1,97% da população nacional;
  • 3. Com Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,718, a Paraíba ocupa o 24° lugar no ranking de IDH dos estados brasileiros, ou seja, detém o quarto menor índice do país. O analfabetismo atinge 21,6% da população, sendo a terceira pior média nacional, pois somente as taxas de Alagoas (24,6%) e Piauí (23,4%) são superiores.
  • 4. EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS/EJA Organização do Ensino da EJA no Estado da Paraíba A Educação de Jovens e Adultos no Sistema Estadual de Ensino é destinada às pessoas que não puderam ter acesso ao Ensino Fundamental e ao Ensino Médio, ou não tiveram a possibilidade de continuar os seus estudos em sua caminhada de cidadão. A EJA poderá ser oferecida nas escolas nos turnos diurno e noturno.
  • 5. • Fundamenta-se este direito na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB nº 9394/96, de 20/12 de 1996 (artigos 37 e 38), que consagra a Educação de Jovens e Adultos como uma modalidade específica da Educação Básica, regulamentada pela Resolução 29/2002 e no Parecer nº247/2002 do Conselho Estadual de Educação - CEE/PB.
  • 6. A Secretaria da Educação, por meio da Gerência Executiva da Educação de Jovens e Adultos (GEEJA), oferece Cursos Presenciais, Semipresenciais e Exames de Certificação.
  • 7. Ensino Fundamental - EJA 1º Segmento do Ensino Fundamental • Ingresso com, o mínimo, de 15 anos completos; • Matrícula anual e está organizada em 2 fases; • Cada fase tem duração de um ano letivo.
  • 8. A leitura e a escrita nesta etapa deve ser exigência de fundamental importância para o desempenho do aluno e é um instrumento privilegiado para a compreensão das diversas áreas do conhecimento. Ressaltam-se nesta fase, as primeiras indagações sobre si mesmo, sobre a natureza e os problemas do ambiente. Para isso é necessário que os alunos assimilem de forma sistemática e com maior habilidade o domínio da linguagem oral e escrita.
  • 9. Ensino Fundamental - EJA 2º Segmento do Ensino Fundamental • 5ª a 8ª séries; • Ingresso com, o mínimo, de 16 anos no ato da matrícula; • Matrícula semestral; • Organizado em quatro semestres letivos; • Cada semestre, com todos os componentes curriculares.
  • 10. • Pressupondo que o processo de alfabetização esteja consolidado na fase anterior, esta fase deve-se voltar para possibilitar ao aluno o desenvolvimento de habilidades para lidar com a informação, pois é caracterizada pela pré-adolescência e adolescência, onde os sentimentos de identidade provém da concorrência e da continuidade do auto-conceito que vêm sendo construídos.
  • 11. Ensino Médio – EJA • Ingresso com, o mínimo, de 18 anos completos no ato da matrícula; • Matrícula semestral; • Organizado em três semestres letivos; • Cada semestre, com todos os componentes curriculares.
  • 12. Nessa fase o auto-desevolvimento e a satisfação com a vida dependem da aceitação da aparência física, das habilidades acadêmicas, esportivas e sociais. Com a inserção no mundo dos adultos dá-se a expansão das tarefas sociais, resultando na independência, na tomada de decisões, na resolução de problemas e na capacidade do uso da tecnologia, permitindo ao aluno raciocinar com acontecimentos reais ou abstratos e hipotenizar as possíveis consequências de cada uma das soluções propostas. As operações passam a ocorrer no nível puramente verbal.
  • 13. Estrutura dos Cursos Presenciais Os cursos presenciais da Educação de Jovens e Adultos são propiciados pelo poder público, por meio das Secretarias de Educação do Estado e dos Municípios, e oferecidos, facultativamente, por Instituições Privadas de Ensino, desde que autorizadas nos termos da Resolução nº. 229/2002, do Conselho Estadual da Paraíba – CEE/PB. Para a oferta da modalidade de Educação de Jovens e Adultos, é necessária a comunicação à SEE/GEEJA, via Gerência Regional de Educação, e somente poderá oferecê-la aquela escola que disponha de espaço físico adequado, quadro de pessoal e demanda.
  • 14. Estrutura dos Cursos Semipresenciais Os Centros de Educação de Jovens e Adultos – CEJAs tem como finalidade ofertar cursos de 2° segmento do Ensino Fundamental e Ensino Médio, na metodologia semipresencial, sem frequência diária obrigatória ao estudante e com avaliação presencial. A idade mínima para ingresso nos CEJAs é de 16 anos completos para o Ensino Fundamental e 18 anos completos para o Ensino Médio.
  • 15. Exame de Certificação Estadual (Supletivo) Os Exames de Certificação caracterizam-se por certificar conhecimentos e competências em nível Fundamental e Médio, sem exigir comprovação de escolaridade anterior ou frequência a cursos regulares. São definidos pela Lei N° 9.394/96 – LDB e Regulamentação do CEE/PB.
  • 16. É exigida a idade mínima de 15 (quinze) anos completos para a inscrição e realização dos exames em nível de Ensino Fundamental. É exigida a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos para a inscrição e realização dos exames em nível de Ensino Médio.
  • 17.
  • 18.
  • 19. E.J.A NO RIO GRANDE DO SUL
  • 20. Capital: Porto Alegre População 2010: 10.693.929 População estimada 2014: 11.207.274 Área (km²): 281.730,223 Número de Municípios: 497 Índice de Desenvolvimento Humano 2010: 0,746
  • 21. índice de analfabetismo • O índice de analfabetismo teve queda de um terço no Rio Grande do Sul na última década. Segundo o Censo 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 383.277 gaúchos com mais de 15 anos não sabem ler e escrever. No ano 2000, 6,7% da população do Estado era analfabeta. Dez anos depois, este índice foi reduzido para 4,5%. Dentro deste percentual, os idosos seguem como a faixa etária mais atingida por esta condição — 13,5% das pessoas com mais de 60 anos é analfabeta no Estado.
  • 22. • O maior percentual do Estado é encontrado no município de Lagoão, no Vale do Rio Pardo. Lá, o analfabetismo atinge 20,1% dos habitantes da cidade; • Morro Reuter, no Vale do Sinos, e Feliz, no Vale do Caí, estão perto de erradicar o problema, com apenas 1% da população que não sabe ler e escrever; • As disparidades também envolvem diferenças de sexo e raça. A taxa de analfabetismo entre brancos, por exemplo, fica em 3,8% da população com 15 ou mais anos, enquanto alcança 8,6% entre os pardos e 16,7% entre os indígena.
  • 23. Núcleos de Educação de Jovens e Adultos (NEEJA) • É um estabelecimento de ensino que não se caracteriza como uma "escola", mas um espaço educativo onde a oferta de exames supletivos fracionados é feita ao jovem e adulto, a partir de uma análise e avaliação de seus estudos formais e informais, que realizou ao longo de sua vida pessoal, profissional e escolar.
  • 24. • O ingresso é caracterizado como um inscrição; • Representa para o candidato, oportunidade de certificação de estudos, onde ele organiza seus momentos de aprendizagem e avaliação formais na instituição, sem necessariamente se vincular à ela com a obrigatoriedade da frequência, exigida nos cursos presenciais.
  • 25. • Os Núcleos devem fazer uso de metodologias próprias, (como atendimentos individuais e/ou coletivos) disponibilizando recursos audiovisuais de ensino a distância; de recursos eletrônicos de comunicação, entre outros.
  • 26. Exames Supletivos • A Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul optou pelos Exames Nacionais de Certificação de Competências da Educação de jovens e Adultos – ENCCEJA; • ENCCEJA : é um exames que possibilita meios para certificar saberes adquiridos tanto em ambientes escolares quanto extraescolares.
  • 27. • Tal concepção privilegia a noção de que há um processo dinâmico de desenvolvimento cognitivo mediado pela interação do sujeito com o mundo que o cerca; • O foco da avaliação recai sobre a aferição de competências e habilidades com as quais o candidato transforma informações produzindo novos conhecimentos;
  • 28. Matriz de Competências • Referem-se ao domínio de linguagens, compreensão de fenômenos, enfrentamento e resolução de situações-problema, capacidade de argumentação e elaboração de propostas. Dessas interações resultam, em cada área, habilidades que serão avaliadas por meio de questões objetivas (múltipla escolha) e pela produção de um texto (redação).
  • 29. REFERÊNCIAS GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEE: Diretrizes Operacionais para o Funcionamento das Escolas da Rede Estadual de Ensino. 2014 . Disponível em: http://static.paraiba.pb.gov.br/2013/12/Diretrizes-Operacionais-para- o-Funcionamento-das-Escolas-da-Rede-Estadual-de-Ensino-no- ano-2014.pdf. Acesso em: 10/09/2014. Aspectos da população da Paraíba. HOME / GEOGRAFIA DO BRASIL / / REGIÃO NORDESTE / / PARAÍBA / . DISPONÍVEL EM: http://m.brasilescola.com/brasil/aspectos-populacao-paraiba. htm. Acesso em: 10/09/2014.