SlideShare uma empresa Scribd logo
Distribuição da população
portuguesa
Distribuição da população portuguesa
Os condicionantes e os problemas na distribuição da população
Distribuição da população,
em Portugal:
assimetrias regionais
marcada por
Litoral
• mais densamente
povoado
Interior
• continua a perder população
• mais atrativo • fraca capacidade de
atrair e fixar população
derivam de fatores naturais e humanos
Fig. Densidade populacional, por concelhos,
em 2011.
o concelho do Funchal
Maiores densidades
populacionais:
• litoral
continental
• ilhas da Madeira
e São Miguel
Destacam-se:
 alguns concelhos no Grande Porto,
na Grande Lisboa e na Península de
Setúbal
 os concelhos de São João da
Madeira e Entroncamento
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
Fig. Densidade populacional, por concelhos,
em 2011.
• do interior continental
• do litoral alentejano
• de grande parte do Algarve
• da vertente norte e da parte
ocidental da ilha da Madeira
• da maioria das ilhas açorianas
Menores densidades
populacionais:
os concelhos:
Distribuição da população portuguesa
Fig. Taxa de variação da população nos
concelhos de Portugal, entre 2001 e 2011.
 Bipolarização: elevada densidade
populacional nas duas áreas
metropolitanas de Lisboa e Porto...
As tendências…
Portugal Continental, continua a
evidenciar as tendências de:
 Litoralização: concentração da
população e das atividades
económicas no litoral…
Distribuição da população portuguesa
Fig. Taxa de variação da população nos
concelhos de Portugal, entre 2001 e 2011.
Alguns concelhos contrariam
estas tendências:
• vários
municípios do
interior ganharam
população
• Lisboa e Porto,
têm perdido
população para
concelhos próximos
Regiões Autónomas: crescimento
populacional em Santa Cruz, Porto Santo
(Madeira) e Ribeira Grande (Açores); perda
de população na maioria dos municípios
açorianos e em alguns da Madeira, como
Santana
Distribuição da população portuguesa
• Pela influência do Atlântico, o clima é
mais húmido e ameno.
• Predomina um relevo menos
acidentado, com planícies como as do
Mondego, Tejo e Sado - maior
acessibilidade natural.
• Extensa linha de costa – favorece a
pesca e cria acessibilidade para o
exterior.
• Relevo e clima favorecem fertilidade
dos solos o que favorece a agricultura.
Fatores Físicos
Ponte 25 de Abril - LisboaRio Sado - Alcácer do SalPescador - Algarve
Campo de arroz - Lezíria do Tejo
Atração pelo litoral urbano
 Fatores físicos e humanos favoráveis ao dinamismo demográfico e
económico do litoral.
Distribuição da população portuguesa
• Melhores condições naturais para a agricultura,
favorecendo, atualmente, uma prática agrícola
mais moderna e produtiva, com maior acesso
aos mercados.
• Grande número de cidades e áreas
urbanizadas, com oferta de habitação e grande
diversidade de serviços (saúde, educação,
cultura, lazer, etc.).
• Maior densidade e qualidade das redes e
infraestruturas de transporte e comunicação;
• Grande implantação de atividades industriais e
terciárias, muitas de grande dimensão, que
proporcionam maior oferta de emprego.
Fatores Humanos
Plantação de milho - MinhoCidade do PortoGare do Oriente - LisboaRefinaria - Matosinhos
Retornados das ex-colónias
Distribuição da população portuguesa
• O maior dinamismo demográfico e
económico do litoral foi causa, mas também
efeito do êxodo rural, mais intenso nas
décadas de 60 e 70.
• Mais recentemente, também da imigração,
que tende a fixar-se nas áreas urbanas do
litoral, sobretudo nas regiões de Lisboa e
Algarve.
Fatores Humanos
Imigrante brasileiro
Distribuição da população portuguesa
Funchal - MadeiraPonta Delgada - Açores
• importante
efeito polarizador
para os concelhos
próximos
Regiões
Autónomas
Ponta Delgada
(Açores)
Funchal
(Madeira)
• áreas de maior
dinamismo
demográfico
Distribuição da população portuguesa
• A norte do Tejo, o relevo é mais acidentado,
com predomínio de montanha e planalto.
• As temperaturas são, geralmente, mais
baixas no inverno e mais altas no verão,
principalmente no sul, onde o clima se
caracteriza também por uma secura
acentuada.
• Relevo e clima influenciam os solos que, de
modo geral, são mais pobres.
• Menor acessibilidade natural.
Fatores Físicos
Serra da EstrelaAlentejoDouro vinhateiro
Despovoamento do interior
• fatores menos
favoráveis…
Interior: perda e
envelhecimento da
população…
• menor desenvolvimento
e menos oportunidades de
trabalho e futuro…
deve-se
traduzem-se
Distribuição da população portuguesa
• Condições naturais menos propícias à
agricultura e que, por vezes, dificultam a sua
modernização.
• Menor número de cidades e de áreas urbanas
com menor dimensão; oferta de serviços menos
diversificada e com pouca especialização.
• Menor implantação da indústria e de atividades
terciárias e, assim, menor oferta de emprego.
• Redes e infraestruturas de transporte e
comunicação menos densas e, muitas vezes,
com fraca ligação às povoações dos territórios
que atravessam.
Fatores Humanos
Marvão - AlentejoMonsanto – Castelo Branco
Distribuição da população portuguesa
A24 - ViseuDouro vinhateiro
• o dinamismo
económico de
algumas cidades
de média dimensão,
como Viseu e
Castelo Branco
Êxodo rural
associado à
emigração…
• levou ao progressivo
despovoamento do
interior
Atualmente
• alguns fatores atenuam a tendência de
perda demográfica:
• a valorização de
áreas rurais, como o
Alto Douro Vinhateiro,
ou a área envolvente
da barragem do
Alqueva
Congestionamentos de Trânsito
Distribuição da população portuguesa
Ribeira - Porto“Hora de Ponta”
surgem problemas como:
Problemas...
Em muitas áreas
urbanas do litoral…
• excessiva concentração
de pessoas e atividades
económicas
• ultrapassa a
capacidade de
carga humana
• desordenamento
do território
• sobrelotação de
equipamentos,
infraestruturas e
serviços
• congestionamentos
de trânsito
• degradação
ambiental
Resíduos urbanosSem abrigo
• desqualificação
social e humana
Distribuição da população portuguesa
Agricultora idosaMonsantoIncêndio florestal
Problemas que contribuem para a degradação do
património natural e edificado no Interior:
 No interior…
• o abandono das áreas rurais é, simultaneamente, causa e efeito da
fraca oferta de bens e serviços.
• envelhecimento
demográfico
• despovoamento
de muitas aldeias
• abandono
dos campos
• falta de mão de obra
para trabalhos de
vigilância e proteção
das florestas, etc.
Distribuição da população portuguesa
Desenvolvimento
Sustentável
Planeamento
socioeconómico
Ordenamento do
Território
 Processo contínuo e
integrado de organização
do espaço biofísico,
visando a utilização do
território de acordo com
as suas capacidades e
vocações.
 Com vista ao
desenvolvimento das
atividades económicas e
a melhoria da qualidade
de vida, numa lógica de
desenvolvimento
sustentável.
 Pressupõe a satisfação
das necessidades do
presente sem
comprometer a
capacidade de satisfação
das gerações futuras, pela
correta utilização e gestão
dos recursos naturais.
Possíveis soluções…
• implementação
de serviços de
apoio à
população,
educação e
qualificação da
mão de obra
- criação de
parques
industriais e
tecnológicos e
oferta de
incentivos fiscais e
financeiros, que
atraiam
investimento e
gerem emprego,
nas áreas do
interior
• desenvolvimento de
atividades
económicas, incluindo
as que se associam à
agricultura e valorizam
potencialidades locais
(artesanato, produtos
tradicionais, proteção
ambiental, etc.)
Distribuição da população portuguesa
Desenvolvimento sustentável
A valorização de todos os recursos naturais e humanos e a redução das
assimetrias
• a efetiva
melhoria das
acessibilidades
IMPLICA
Distribuição da população portuguesa
Fim da apresentação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
Ilda Bicacro
 
Características da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesaCaracterísticas da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesa
Fernando Branco_Geografia
 
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comumA agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
Ilda Bicacro
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
Ana Arminda Moreira
 
1 recursos do-subsolo (1)
1 recursos do-subsolo (1)1 recursos do-subsolo (1)
1 recursos do-subsolo (1)
Ilda Bicacro
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima português
Ilda Bicacro
 
Testes geografia a
Testes geografia aTestes geografia a
Testes geografia a
AidaCunha73
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
Ilda Bicacro
 
Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)
Idalina Leite
 
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Ilda Bicacro
 
Espaço urbano cidades
Espaço urbano cidadesEspaço urbano cidades
Espaço urbano cidades
Idalina Leite
 
Diversidade dos Recursos do Subsolo
Diversidade dos Recursos do SubsoloDiversidade dos Recursos do Subsolo
Diversidade dos Recursos do Subsolo
Catarina Castro
 
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas UrbanasGeografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Raffaella Ergün
 
As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º ano
As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º anoAs áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º ano
As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º ano
713773
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Raffaella Ergün
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Raffaella Ergün
 
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º AnoSoluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
713773
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
Célia Gonçalves
 
Características da população agrícola
Características da população agrícolaCaracterísticas da população agrícola
Características da população agrícola
Maria Adelaide
 
As disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricasAs disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricas
Ilda Bicacro
 

Mais procurados (20)

Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
 
Características da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesaCaracterísticas da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesa
 
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comumA agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
1 recursos do-subsolo (1)
1 recursos do-subsolo (1)1 recursos do-subsolo (1)
1 recursos do-subsolo (1)
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima português
 
Testes geografia a
Testes geografia aTestes geografia a
Testes geografia a
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
 
Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)
 
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
 
Espaço urbano cidades
Espaço urbano cidadesEspaço urbano cidades
Espaço urbano cidades
 
Diversidade dos Recursos do Subsolo
Diversidade dos Recursos do SubsoloDiversidade dos Recursos do Subsolo
Diversidade dos Recursos do Subsolo
 
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas UrbanasGeografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
 
As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º ano
As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º anoAs áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º ano
As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto - Geografia 11º ano
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
 
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º AnoSoluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
Características da população agrícola
Características da população agrícolaCaracterísticas da população agrícola
Características da população agrícola
 
As disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricasAs disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricas
 

Destaque

Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
Simone Aguiar
 
Localizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e ContinentesLocalizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e Continentes
isalex
 
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís RodriguesPessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Nuno Cunha
 
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
André Luiz Marques
 
Power point espaço europeu
Power point espaço europeuPower point espaço europeu
Power point espaço europeu
mariasilva3851
 
Tipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundoTipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundo
Igor Vinicius
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
Colégio Nova Geração COC
 
1279021121 europa
1279021121 europa1279021121 europa
1279021121 europa
Pelo Siro
 
Europa LocalizaçãO
Europa   LocalizaçãOEuropa   LocalizaçãO
Europa LocalizaçãO
Luciano Pessanha
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
Débora Sales
 
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - CinemaGeografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Carlos Ribeiro Medeiros
 
Penínsulas da europa
Penínsulas da europaPenínsulas da europa
Penínsulas da europa
José Palma
 
Montanhas da Europa
Montanhas da EuropaMontanhas da Europa
Montanhas da Europa
Teresa Teixeira
 
Introdução ao continente americano
Introdução ao continente americanoIntrodução ao continente americano
Introdução ao continente americano
Patrícia Éderson Dias
 
A Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeuA Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeu
GabyCoosta
 
Relevo mundial
Relevo mundialRelevo mundial
Relevo mundial
Paula Tomaz
 

Destaque (16)

Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
 
Localizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e ContinentesLocalizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e Continentes
 
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís RodriguesPessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
 
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
 
Power point espaço europeu
Power point espaço europeuPower point espaço europeu
Power point espaço europeu
 
Tipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundoTipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundo
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
 
1279021121 europa
1279021121 europa1279021121 europa
1279021121 europa
 
Europa LocalizaçãO
Europa   LocalizaçãOEuropa   LocalizaçãO
Europa LocalizaçãO
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
 
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - CinemaGeografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
 
Penínsulas da europa
Penínsulas da europaPenínsulas da europa
Penínsulas da europa
 
Montanhas da Europa
Montanhas da EuropaMontanhas da Europa
Montanhas da Europa
 
Introdução ao continente americano
Introdução ao continente americanoIntrodução ao continente americano
Introdução ao continente americano
 
A Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeuA Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeu
 
Relevo mundial
Relevo mundialRelevo mundial
Relevo mundial
 

Semelhante a Distribuição da população portuguesa

Distribuição da População Portuguesa
Distribuição da População PortuguesaDistribuição da População Portuguesa
Distribuição da População Portuguesa
Catarina Castro
 
A População Distribuição da População 2º Ano
A População  Distribuição da População   2º AnoA População  Distribuição da População   2º Ano
A População Distribuição da População 2º Ano
guest27c000
 
A PopulaçãO DistribuiçãO Da PopulaçãO 2º Ano Alunos
A PopulaçãO  DistribuiçãO Da PopulaçãO   2º Ano   AlunosA PopulaçãO  DistribuiçãO Da PopulaçãO   2º Ano   Alunos
A PopulaçãO DistribuiçãO Da PopulaçãO 2º Ano Alunos
abarros
 
Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)
Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)
Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)
Idalina Leite
 
geom8_areas_fixacao_humana.pptx
geom8_areas_fixacao_humana.pptxgeom8_areas_fixacao_humana.pptx
geom8_areas_fixacao_humana.pptx
MariaDias870471
 
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
ssuser660acd
 
Distribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundoDistribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundo
Flavio Mendes
 
A Distribuição da População Portuguesa
 A Distribuição da População Portuguesa A Distribuição da População Portuguesa
A Distribuição da População Portuguesa
Catarina Sousa
 
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
Guida Luis
 
Distribuição da População Mundial
Distribuição da População MundialDistribuição da População Mundial
Distribuição da População Mundial
Diogo Mateus
 
Santana caracterização
Santana caracterizaçãoSantana caracterização
Santana caracterização
Duarte Nunes
 
População portuguesa
População portuguesaPopulação portuguesa
População portuguesa
Tina Lima
 
Região Sudeste do Brasil
Região Sudeste do BrasilRegião Sudeste do Brasil
Região Sudeste do Brasil
Francine Lunardi - GRADUAÇÃO
 
Guarda Portugal
Guarda PortugalGuarda Portugal
Guarda Portugal
Joana Fadista
 
Módulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no Mundo
Módulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no MundoMódulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no Mundo
Módulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no Mundo
Idalina Leite
 
Unidade 7 7º ano
Unidade 7 7º anoUnidade 7 7º ano
Unidade 7 7º ano
Christie Freitas
 
Distribuição Espacial da População Portuguesa
Distribuição Espacial da População PortuguesaDistribuição Espacial da População Portuguesa
Distribuição Espacial da População Portuguesa
abarros
 
Distribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da História
Distribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da HistóriaDistribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da História
Distribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da História
Idalina Leite
 
Turismo em espaço rural
Turismo em espaço ruralTurismo em espaço rural
Turismo em espaço rural
Joana Filipa Rodrigues
 
Trabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - MértolaTrabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - Mértola
carolinagomesss
 

Semelhante a Distribuição da população portuguesa (20)

Distribuição da População Portuguesa
Distribuição da População PortuguesaDistribuição da População Portuguesa
Distribuição da População Portuguesa
 
A População Distribuição da População 2º Ano
A População  Distribuição da População   2º AnoA População  Distribuição da População   2º Ano
A População Distribuição da População 2º Ano
 
A PopulaçãO DistribuiçãO Da PopulaçãO 2º Ano Alunos
A PopulaçãO  DistribuiçãO Da PopulaçãO   2º Ano   AlunosA PopulaçãO  DistribuiçãO Da PopulaçãO   2º Ano   Alunos
A PopulaçãO DistribuiçãO Da PopulaçãO 2º Ano Alunos
 
Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)
Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)
Geografia A_ 10º/11ºanos (revisto)
 
geom8_areas_fixacao_humana.pptx
geom8_areas_fixacao_humana.pptxgeom8_areas_fixacao_humana.pptx
geom8_areas_fixacao_humana.pptx
 
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
4-a-distribuic3a7c3a3o-da-populac3a7c3a3o-a-nc3advel-mundial.pptx
 
Distribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundoDistribuicao da populacao no mundo
Distribuicao da populacao no mundo
 
A Distribuição da População Portuguesa
 A Distribuição da População Portuguesa A Distribuição da População Portuguesa
A Distribuição da População Portuguesa
 
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
 
Distribuição da População Mundial
Distribuição da População MundialDistribuição da População Mundial
Distribuição da População Mundial
 
Santana caracterização
Santana caracterizaçãoSantana caracterização
Santana caracterização
 
População portuguesa
População portuguesaPopulação portuguesa
População portuguesa
 
Região Sudeste do Brasil
Região Sudeste do BrasilRegião Sudeste do Brasil
Região Sudeste do Brasil
 
Guarda Portugal
Guarda PortugalGuarda Portugal
Guarda Portugal
 
Módulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no Mundo
Módulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no MundoMódulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no Mundo
Módulo inicial_Posição de Portugal na Europa e no Mundo
 
Unidade 7 7º ano
Unidade 7 7º anoUnidade 7 7º ano
Unidade 7 7º ano
 
Distribuição Espacial da População Portuguesa
Distribuição Espacial da População PortuguesaDistribuição Espacial da População Portuguesa
Distribuição Espacial da População Portuguesa
 
Distribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da História
Distribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da HistóriaDistribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da História
Distribuição geográfica da população portuguesa continental: o peso da História
 
Turismo em espaço rural
Turismo em espaço ruralTurismo em espaço rural
Turismo em espaço rural
 
Trabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - MértolaTrabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - Mértola
 

Mais de Ilda Bicacro

ArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte Urbana
ArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte UrbanaArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte Urbana
ArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte Urbana
Ilda Bicacro
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Ilda Bicacro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Ilda Bicacro
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
Ilda Bicacro
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
Ilda Bicacro
 
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptxProjeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Ilda Bicacro
 
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Ilda Bicacro
 
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptxESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
Ilda Bicacro
 
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! SertãConstrução (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Ilda Bicacro
 
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdfunicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
Ilda Bicacro
 
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdfA nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
Ilda Bicacro
 
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
Ilda Bicacro
 
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptxEB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
Ilda Bicacro
 
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdfProjeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Ilda Bicacro
 
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptxInterculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Ilda Bicacro
 

Mais de Ilda Bicacro (20)

ArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte Urbana
ArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte UrbanaArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte Urbana
ArtSerta - Nós Propomos! 2021-22- Arte Urbana
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptxProjeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
 
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
 
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
 
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
 
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptxESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
 
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! SertãConstrução (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
 
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdfunicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
 
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdfA nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
 
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
 
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptxEB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
 
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdfProjeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
 
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptxInterculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 

Último (20)

RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 

Distribuição da população portuguesa

  • 2. Distribuição da população portuguesa Os condicionantes e os problemas na distribuição da população Distribuição da população, em Portugal: assimetrias regionais marcada por Litoral • mais densamente povoado Interior • continua a perder população • mais atrativo • fraca capacidade de atrair e fixar população derivam de fatores naturais e humanos
  • 3. Fig. Densidade populacional, por concelhos, em 2011. o concelho do Funchal Maiores densidades populacionais: • litoral continental • ilhas da Madeira e São Miguel Destacam-se:  alguns concelhos no Grande Porto, na Grande Lisboa e na Península de Setúbal  os concelhos de São João da Madeira e Entroncamento Distribuição da população portuguesa
  • 4. Distribuição da população portuguesa Fig. Densidade populacional, por concelhos, em 2011. • do interior continental • do litoral alentejano • de grande parte do Algarve • da vertente norte e da parte ocidental da ilha da Madeira • da maioria das ilhas açorianas Menores densidades populacionais: os concelhos:
  • 5. Distribuição da população portuguesa Fig. Taxa de variação da população nos concelhos de Portugal, entre 2001 e 2011.  Bipolarização: elevada densidade populacional nas duas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto... As tendências… Portugal Continental, continua a evidenciar as tendências de:  Litoralização: concentração da população e das atividades económicas no litoral…
  • 6. Distribuição da população portuguesa Fig. Taxa de variação da população nos concelhos de Portugal, entre 2001 e 2011. Alguns concelhos contrariam estas tendências: • vários municípios do interior ganharam população • Lisboa e Porto, têm perdido população para concelhos próximos Regiões Autónomas: crescimento populacional em Santa Cruz, Porto Santo (Madeira) e Ribeira Grande (Açores); perda de população na maioria dos municípios açorianos e em alguns da Madeira, como Santana
  • 7. Distribuição da população portuguesa • Pela influência do Atlântico, o clima é mais húmido e ameno. • Predomina um relevo menos acidentado, com planícies como as do Mondego, Tejo e Sado - maior acessibilidade natural. • Extensa linha de costa – favorece a pesca e cria acessibilidade para o exterior. • Relevo e clima favorecem fertilidade dos solos o que favorece a agricultura. Fatores Físicos Ponte 25 de Abril - LisboaRio Sado - Alcácer do SalPescador - Algarve Campo de arroz - Lezíria do Tejo Atração pelo litoral urbano  Fatores físicos e humanos favoráveis ao dinamismo demográfico e económico do litoral.
  • 8. Distribuição da população portuguesa • Melhores condições naturais para a agricultura, favorecendo, atualmente, uma prática agrícola mais moderna e produtiva, com maior acesso aos mercados. • Grande número de cidades e áreas urbanizadas, com oferta de habitação e grande diversidade de serviços (saúde, educação, cultura, lazer, etc.). • Maior densidade e qualidade das redes e infraestruturas de transporte e comunicação; • Grande implantação de atividades industriais e terciárias, muitas de grande dimensão, que proporcionam maior oferta de emprego. Fatores Humanos Plantação de milho - MinhoCidade do PortoGare do Oriente - LisboaRefinaria - Matosinhos
  • 9. Retornados das ex-colónias Distribuição da população portuguesa • O maior dinamismo demográfico e económico do litoral foi causa, mas também efeito do êxodo rural, mais intenso nas décadas de 60 e 70. • Mais recentemente, também da imigração, que tende a fixar-se nas áreas urbanas do litoral, sobretudo nas regiões de Lisboa e Algarve. Fatores Humanos Imigrante brasileiro
  • 10. Distribuição da população portuguesa Funchal - MadeiraPonta Delgada - Açores • importante efeito polarizador para os concelhos próximos Regiões Autónomas Ponta Delgada (Açores) Funchal (Madeira) • áreas de maior dinamismo demográfico
  • 11. Distribuição da população portuguesa • A norte do Tejo, o relevo é mais acidentado, com predomínio de montanha e planalto. • As temperaturas são, geralmente, mais baixas no inverno e mais altas no verão, principalmente no sul, onde o clima se caracteriza também por uma secura acentuada. • Relevo e clima influenciam os solos que, de modo geral, são mais pobres. • Menor acessibilidade natural. Fatores Físicos Serra da EstrelaAlentejoDouro vinhateiro Despovoamento do interior • fatores menos favoráveis… Interior: perda e envelhecimento da população… • menor desenvolvimento e menos oportunidades de trabalho e futuro… deve-se traduzem-se
  • 12. Distribuição da população portuguesa • Condições naturais menos propícias à agricultura e que, por vezes, dificultam a sua modernização. • Menor número de cidades e de áreas urbanas com menor dimensão; oferta de serviços menos diversificada e com pouca especialização. • Menor implantação da indústria e de atividades terciárias e, assim, menor oferta de emprego. • Redes e infraestruturas de transporte e comunicação menos densas e, muitas vezes, com fraca ligação às povoações dos territórios que atravessam. Fatores Humanos Marvão - AlentejoMonsanto – Castelo Branco
  • 13. Distribuição da população portuguesa A24 - ViseuDouro vinhateiro • o dinamismo económico de algumas cidades de média dimensão, como Viseu e Castelo Branco Êxodo rural associado à emigração… • levou ao progressivo despovoamento do interior Atualmente • alguns fatores atenuam a tendência de perda demográfica: • a valorização de áreas rurais, como o Alto Douro Vinhateiro, ou a área envolvente da barragem do Alqueva
  • 14. Congestionamentos de Trânsito Distribuição da população portuguesa Ribeira - Porto“Hora de Ponta” surgem problemas como: Problemas... Em muitas áreas urbanas do litoral… • excessiva concentração de pessoas e atividades económicas • ultrapassa a capacidade de carga humana • desordenamento do território • sobrelotação de equipamentos, infraestruturas e serviços • congestionamentos de trânsito • degradação ambiental Resíduos urbanosSem abrigo • desqualificação social e humana
  • 15. Distribuição da população portuguesa Agricultora idosaMonsantoIncêndio florestal Problemas que contribuem para a degradação do património natural e edificado no Interior:  No interior… • o abandono das áreas rurais é, simultaneamente, causa e efeito da fraca oferta de bens e serviços. • envelhecimento demográfico • despovoamento de muitas aldeias • abandono dos campos • falta de mão de obra para trabalhos de vigilância e proteção das florestas, etc.
  • 16. Distribuição da população portuguesa Desenvolvimento Sustentável Planeamento socioeconómico Ordenamento do Território  Processo contínuo e integrado de organização do espaço biofísico, visando a utilização do território de acordo com as suas capacidades e vocações.  Com vista ao desenvolvimento das atividades económicas e a melhoria da qualidade de vida, numa lógica de desenvolvimento sustentável.  Pressupõe a satisfação das necessidades do presente sem comprometer a capacidade de satisfação das gerações futuras, pela correta utilização e gestão dos recursos naturais. Possíveis soluções…
  • 17. • implementação de serviços de apoio à população, educação e qualificação da mão de obra - criação de parques industriais e tecnológicos e oferta de incentivos fiscais e financeiros, que atraiam investimento e gerem emprego, nas áreas do interior • desenvolvimento de atividades económicas, incluindo as que se associam à agricultura e valorizam potencialidades locais (artesanato, produtos tradicionais, proteção ambiental, etc.) Distribuição da população portuguesa Desenvolvimento sustentável A valorização de todos os recursos naturais e humanos e a redução das assimetrias • a efetiva melhoria das acessibilidades IMPLICA