SlideShare uma empresa Scribd logo
Um continente chamado América
Éderson Dias de Oliveira
ADAS, Melhem. Geografia da América: aspectos da geografia
física e social. S. Paulo: Ed. Moderna, 1982.
• Se limita ao norte com o
Ocea. Glacial Ártico, a leste
com o Ocea. Atlântico e a
oeste com o Ocea. Pacífico;
• Se localiza totalmente no
Hemisfério Ocidental;
• É cortado por quatro
paralelos principais: Círculo
Polar Ártico, Trópico de
Câncer, Equador e Trópico
de Capricórnio;
• A grande extensão (17 mil
km) no sentido norte-sul
confere ao continente
enorme variedade de climas,
solos e formações vegetais;
Austral
Meridional
Oriente
Setentrional
Boreal
Ocidente
• É o segundo maior continente, com uma área de cerca de
42 milhões de km² (8,3% da Terra) e uma pop. de cerca
de 940 milhões de hab. (14% da mundial);
• Foi colonizada pelos europeus que ora pacificamente, ora
de forma violenta, juntaram-se aos milhares de nativos
que viviam na região;
Pontos extremos insulares
• O seu extremo meridi-
onal é o ilhéu Águila per-
tencente ao arquipélago
Diego Ramírez localizado
no cabo Horn (Chile);
• O seu ponto mais setentrional é a
ilha Kaffeklubben que se encontra
na costa nordeste da Groelândia;
• O seu extremo oriental encontra-se no
cabo de Nordostrundingen (Groelândia) –
apesar de não ser politicamente;
• O seu extremo ocidental encontra-se na
ilha Attu (arquipélago Near), sendo assim
o território mais ocidental do grupo
das Ilhas Aleutas (Alasca);
Pontos extremos não-insulares
ou continentais
• No ocidente é o cabo Príncipe
de Gales, que integra a penín-
sula de Seward no Alasca;
• No oriente é a ponta do Seixas
localizado na Paraíba;
• O ponto mais ao norte fica na península
de Boothia, no cabo Promontório
Murchison - Canadá;
• No extremo meridional é o cabo
Froward situado na costa norte
do estreito de Magalhães - Península
de Brunswick – Chile;
Regionalização da América
• É a 2ª maior porção de terras emersas do planeta, sendo
preenchido por diversos elementos naturais e humanos;
• Clima, vegetação, relevo, hidrografia, população, cultura,
economia e poluição são ex. de características geográficas que
se apresentam de maneira diversificada no continente;
• Isso permite regionalizar o
continente de várias maneiras,
separando-o conforme as
semelhanças e diferenças
geográficas do seu território;
• Há três principais formas de
regionalizar a América: 1) Física;
2) Socioeconômica e 3)
Histórico-cultural.
* Regionalização significa organizar o espaço, com suas
características semelhanças entre os lugares, seja nos
aspectos Naturais (clima, vegetação, relevo, etc.) ou Humanos
(políticos, sociais, culturais, etc).
* Por exemplo a regionalização do mundo em continente é uma
forma de regionalização este leva em conta a divisão natural
(oceano, montanhas, rios, etc).
* Num primeiro momento o espaço foi
dividido em continente, devido as
placas tectônicas;
* Placas tectônicas – a litosfera é
formada por vários fragmentos ou
placas, tanto nos continentes quanto
fundo dos oceanos. É nestas placas que
se constitui os continente e oceanos.
Regionalização Física
• Divide o continente
conforme suas
características naturais
- formato das terras
emersas, que é
regionalizada em três
porções territoriais:
• Ao observar a América,
há duas grandes porções
de terras (A. do Norte
e Sul), interligadas por
uma terceira porção
estreita (istmo) de
terra (A. Central);
América do Norte
• Com 55% da área
total, compreende o
Canadá, EUA e
México, e uma
possessão europeia -
Groenlândia, que é
administrada pela
Dinamarca;
• Encontra-se com
terras distribuídas
totalmente no
hemisfério boreal;
• América Central - (contém 2% da América, é formada por
uma parte continental (istmo com 7 países) e outra insular
(ilhas Caribenhas) que abriga 13 países e 11 territórios;
• A porção insular é denominada Antilhas e pode ser dividida
em: Grandes Antilhas (Cuba, Jamaica, Haiti, R. Dominicana e
Porto Rico); Pequenas Antilhas (Barbados, Granada,
Dominica, Trinidade e Tobago, Santa Lúcia e etc) e Bahamas;
• A América Central é banhada pelo mar das Antilhas/Caribe -
Está totalmente situada na porção tropical do globo
terrestre;
• Possui grande dependência das antigas metrópoles europeias
e também dos EUA;
América do Sul
• Corresponde a 43% do
continente - é formada
por doze países
independentes e uma
possessão europeia -
Guiana Francesa;
• Com relação aos
atributos naturais pode
ser ainda subdividida em:
• América Andina;
• América Platina;
• Guianas e;
• Brasil;
Regionalização Socioeconômica
• Divide a América conforme suas características históricas e
econômicas;
• De uma lado, a América Anglo-saxônica, a região mais
desenvolvida econômica e socialmente;
• De outro, a América Latina,
região com os piores níveis
de desenvolvimento;
• A América Anglo-Saxônica
foi, predominantemente
colônia de povoamento,
enquanto a América Latina
colônia de exploração.
• A origem dos nomes, Anglo-Saxônica e Latina, está associada
a uma divisão baseada na origem dos povos europeus que
colonizaram o continente;
• Anglo-saxão é a denominação dada à fusão dos povos
germânicos (anglos, saxões e jutos) que se fixaram em parte
da Grã-Bretanha no século V.
• Latinos são os povos que falam
línguas de origem latina,
predominante no sul da Europa
(portugueses, espanhóis, italianos,
franceses e romenos);
• Sob o nome de América
Latina foram agrupadas as
sociedades em que a língua
dominante tem origem no latim.
• Contudo, a expressão América Latina, refere-se também a
países onde se fala inglês, como a Jamaica, ou holandês,
como o Suriname;
• Isso acontece porque o critério
também passou a levar em conta
aspectos como a predominância
da religião católica e desequilíbrio
das condições socioeconômicas;
• Portanto, apesar de utilizar essa
nomenclatura, a divisão socioeconômica da
América não se submete mais somente as
questões linguísticas.
Regionalização Histórico-cultural
• Divide a América a partir das características históricas,
relacionadas a formação da população dos países;
• Marcada pela miscigenação heterogênea entre os povos
indígenas com europeus, africanos e asiáticos, denota
aspectos raciais e culturais da população
• Assim, a América se divide em sete
principais regiões culturais:
• América Anglo-Saxônica,
• Região Centro-americana,
• Antilhas,
• Guianas,
• América Andina,
• América Platina e
• América Portuguesa.
Regionalização Histórico-cultural do continente americano
Povos Pré-Colombianos – Indivíduos alóctones
• A questão da antiguidade da ocupação humana nas Américas
é ainda controversa;
• A hipótese mais aceita é de que os povos pré-colombiano são
alóctones;
• Sua origem está relacionada a correntes migratórias: (Paul
Rivet – hipótese multirracial)
• Acredita-se que os primeiros habitantes da América tenham
migrado para o continente: estreito de Bering / Oceano
Pacífico – 12.000 - 40.000 anos ?;
• Milhares de anos após as migrações, surgiram as
civilizações complexas no continente, com base em
comunidades agrícolas - assentamentos sedentários a 6000
a.C;
Hipóteses para o povoamento da América
• Beríngia (Ponte Terrestre de
Bering) foi uma porção de terra
firme, com cerca de 1600 km de
norte a sul na sua máxima
extensão, que juntou o atual
Alasca e Sibéria, durante as
glaciações.
• Comunidades asiáticas teriam atravessado o estreito de
Bering, alcançado o Alasca e, lentamente, se espalhado pela
América até sua extremidade meridional;
• Um outro caminho teria sido trilhado atravessando o
arquipélago das Aleutas.
• A corrente asiática é a mais aceita dada a uniformidade de
traço culturais e raciais;
• Essa ocupação teria
acontecido quando a
Ásia e a América
estavam interligados,
devido ao rebaixa-
mento das águas dos
oceanos durante a
última glaciação;
• Malaio-polinésia - grupos melanésios e polinésios teriam
aproveitado o sentido das correntes marítimas e navegado,
de ilha em ilha, desde a polinésia até a costa ocidental da
América Central e do Sul;
• Australiana - comunidades teriam navegado de ilha em ilha e,
bordejando a Antártica alcançaram a Terra do Fogo, no
América austral;
• Seus representantes
mais expressivos
seriam certos grupos
do sul da Argentina
e Chile – índios
Patagões;
• Esquimó ou uraliana: povos dos Montes Urais (entre a
Europa e Ásia) teriam penetrado na América pelo ártico.
Civilizações Pré-
colombianas
Na chegada dos
europeus a América, os
primitivos americanos
encontravam-se em
diferentes níveis de
civilização;
Sociedades avançadas com produção agrícola excedente;
• Corresponde aos Astecas; Maias; Incas
• Contudo desenvolveram
técnicas de cultivo, como a
irrigação, o plantio em
terraços e o emprego de
instrumentos agrícolas com
a produção de excedentes
agrícolas;
• Seu nível de desenvolvimento se
comparavam as civilizações
asiáticas e africanas;
• Eram impérios teocráticos de
regadio (irrigação);
• A base econômica era a agricultura;
Sociedades de agricultura de subsistência;
• A esse tipo pertencem os
grupos: tupis-guaranis; arua-
ques, caraíbas, chibchas,
araucanos, iroqueses, algon-
quianos, huronianos, tainos,
seminoles, puebloes emuiros e
outros;
• Essas sociedades praticavam a
agricultura de subsistência em
vários estágios – eram menos
numerosas, com base em
produção comunitária;
• A baixa produção impedia
liberar contingente de mão-
de-obra para outras
atividades;
Sociedades coletoras e
caçadoras;
• Estas se encontravam num
estágio cultural primitivo –
povos nômades que se
dedicavam a caça e à
coleta;
• Entre eles se incluem os
povos: jês, botocudos,
patagões, comanches,
cheyennes, atabascos,
esquimós e muitos outros;
• Pouco restou dessas
sociedades nos dias
atuais;
 Os povos encontrados na nova terra
foram apelidados genericamente de
índios, mas não havia nenhum povo,
tribo ou clã com essa denominação;
 Cada “índio” pertence a uma etnia
identificada por uma denominação
própria, ou seja, a autodenominação,
como o Guarani, o Yanomami etc.
Por que Índios ou Indígenas
 Segundo o dicionário, o termo índio significa nativo, natural
de um lugar. É o nome dado aos primeiros habitantes do
continente americano, os chamados povos indígenas;
 Todavia esta denominação é o resultado de um mero erro
náutico. O navegador italiano C. Colombo, empreendeu uma
viagem em 1492 rumo às Índias, sendo que desembarcou na
realidade na América (Novo Mundo);
 O termo índios dada aos nativos continua até os dias atuais;
 Para muitos brancos, o “índio” tem um sentido pejorativo
(ser sem civilização, sem cultura, incapaz, selvagem,
preguiçoso e traiçoeiro), resultado de todo o processo
histórico de discriminação e preconceito por eles sofrido;
 A denominação original de caboclo na Amazônia, por ex.,
está fortemente relacionada a uma negação de identidades
étnicas dos índios;
 Invenção dos que não queriam se
identificar como índios, mas também
não podiam se ver como brancos ou
negros - identidade de transição
 Para outros ainda, o índio é um ser
romântico, protetor das florestas,
símbolo da pureza, quase um ser
como o das lendas e dos romances.
O Extermínio do primitivo americano – epopeia trágica
 Estimativas controvérsias contam de 15 a 80 milhões de
habitantes na América antes de Colombo;
Após um século e meio do conquistar no Novo Mundo, esse
número havia reduzido para 3,5 milhões – extermínio brutal e
violento;
Quando não eram mas-
sacrados pela ganância de
riquezas, era as doenças
exógenas os afligia;
Após o saque das soci-
edades mais avançados, os
indígenas foram utilizados
como mão-de-obra escrava;
Perda do saber/cultura acumulado ao longo de gerações;
Usurpação das terras com a consequente retração dos
indígenas para o interior do continente;
Criação de “heróis” brancos (Hollywood) - o branco é o
homem bom e civilizados – o indígena é o mau, o selvagem;
Criação de uma imagem a serviço dos interesses e
penetração do capital;
Assim como as cruzadas foram usadas para converter os
mouros, foi utilizada como pretexto, a moral e a religião para
roubar e explorar o ameríndio;
Eurocentrismos
egocêntrico
desmedido;
A.
Central
O mais extenso Nicarágua 130.000 km2
O menos extenso Granada 344 km2
Com a maior densidade populacional Barbados 697,6 hab./km2
Com a menor densidade populacional Belize 8,6 hab./km2
Com a maior esperança de vida Dominica 80 anos
Com a menor esperança de vida Haiti 48 anos
A. do
Norte
O mais extenso Canadá 9.970.610 km2
O menos extenso México 1.958.201 km2
Com a maior densidade populacional México 50,1 hab./km2
Com a menor densidade populacional Canadá 3,2 hab./km2
Com a maior esperança de vida Canadá 81 anos
Com a menor esperança de vida México 70 anos
A. do
Sul
O mais extenso Brasil 8.547.403,5 km2
O menos extenso Suriname 163.265 km2
Com a maior densidade populacional Colômbia 35,9 hab./km2
Com a menor densidade populacional Suriname 2,5 hab./km2
Com a maior esperança de vida Chile/Uruguai 76 anos
Com a menor esperança de vida Bolívia 59 anos
Extremos Geográficos da América

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
guiodrumond
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
Prof.Paulo/geografia
 
Região nordeste 7º ano
Região nordeste  7º anoRegião nordeste  7º ano
Região nordeste 7º ano
alessandra bassani
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
Cadernizando
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
André Luiz Marques
 
Região sudeste slides
Região sudeste slidesRegião sudeste slides
Região sudeste slides
Ivone Rosa Sa
 
7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
Christie Freitas
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
Mateus Silva
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
Prof. Francesco Torres
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
Gustavo Silva de Souza
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
América central
América  centralAmérica  central
América central
Agla Santos
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
Professor
 
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
Unidade 3   7º ano - População do BrasilUnidade 3   7º ano - População do Brasil
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
Christie Freitas
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
Uilson Pereira da Silva
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
Josi Zanette do Canto
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
Gabrielly Peixoto
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
Stéfano Silveira
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Formação do território brasileiro 1
Formação do território brasileiro 1Formação do território brasileiro 1
Formação do território brasileiro 1
AlessandroRubens
 

Mais procurados (20)

Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Região nordeste 7º ano
Região nordeste  7º anoRegião nordeste  7º ano
Região nordeste 7º ano
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
Região sudeste slides
Região sudeste slidesRegião sudeste slides
Região sudeste slides
 
7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
 
América central
América  centralAmérica  central
América central
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
Unidade 3   7º ano - População do BrasilUnidade 3   7º ano - População do Brasil
Unidade 3 7º ano - População do Brasil
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
 
Formação do território brasileiro 1
Formação do território brasileiro 1Formação do território brasileiro 1
Formação do território brasileiro 1
 

Destaque

América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
João Lima
 
Slide america latina
Slide america latinaSlide america latina
Slide america latina
VIVIDANTAS23
 
America latina
America latina America latina
America latina
Christie Freitas
 
1279021121 europa
1279021121 europa1279021121 europa
1279021121 europa
Pelo Siro
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
Débora Sales
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
Colégio Nova Geração COC
 
Tipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundoTipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundo
Igor Vinicius
 
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - CinemaGeografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Carlos Ribeiro Medeiros
 
Power point espaço europeu
Power point espaço europeuPower point espaço europeu
Power point espaço europeu
mariasilva3851
 
Localizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e ContinentesLocalizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e Continentes
isalex
 
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
André Luiz Marques
 
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís RodriguesPessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Nuno Cunha
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
Simone Aguiar
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
Ilda Bicacro
 
Europa LocalizaçãO
Europa   LocalizaçãOEuropa   LocalizaçãO
Europa LocalizaçãO
Luciano Pessanha
 
Montanhas da Europa
Montanhas da EuropaMontanhas da Europa
Montanhas da Europa
Teresa Teixeira
 
Penínsulas da europa
Penínsulas da europaPenínsulas da europa
Penínsulas da europa
José Palma
 
A Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeuA Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeu
GabyCoosta
 
Relevo mundial
Relevo mundialRelevo mundial
Relevo mundial
Paula Tomaz
 

Destaque (19)

América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
 
Slide america latina
Slide america latinaSlide america latina
Slide america latina
 
America latina
America latina America latina
America latina
 
1279021121 europa
1279021121 europa1279021121 europa
1279021121 europa
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
 
Tipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundoTipos de relevo do mundo
Tipos de relevo do mundo
 
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - CinemaGeografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
Geografia da Europa 2015-2016 - Artes - Cinema
 
Power point espaço europeu
Power point espaço europeuPower point espaço europeu
Power point espaço europeu
 
Localizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e ContinentesLocalizar Em Países e Continentes
Localizar Em Países e Continentes
 
Geografia continente europeu
Geografia   continente europeuGeografia   continente europeu
Geografia continente europeu
 
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís RodriguesPessoa e Cultura - Luís Rodrigues
Pessoa e Cultura - Luís Rodrigues
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
 
Europa LocalizaçãO
Europa   LocalizaçãOEuropa   LocalizaçãO
Europa LocalizaçãO
 
Montanhas da Europa
Montanhas da EuropaMontanhas da Europa
Montanhas da Europa
 
Penínsulas da europa
Penínsulas da europaPenínsulas da europa
Penínsulas da europa
 
A Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeuA Organização do espaço Geográfico europeu
A Organização do espaço Geográfico europeu
 
Relevo mundial
Relevo mundialRelevo mundial
Relevo mundial
 

Semelhante a Introdução ao continente americano

ocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomico
ocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomicoocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomico
ocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomico
erico paulo rocha guedes
 
1º atividade de geografia continente americano
1º atividade de geografia   continente americano1º atividade de geografia   continente americano
1º atividade de geografia continente americano
Roberto Sena
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
Cristina Penha
 
Estadosunidos
EstadosunidosEstadosunidos
Estadosunidos
calinka
 
Terras emersas
Terras emersasTerras emersas
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
Rick Neto
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
Rick Neto
 
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
Francisco Faccini Bringer
 
Geo32
Geo32Geo32
Diversidade cultural na América
Diversidade cultural na AméricaDiversidade cultural na América
Diversidade cultural na América
João Machado
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
ProfessoresColeguium
 
Slide/Seminário sobre os continente base geografia
Slide/Seminário sobre os continente base geografiaSlide/Seminário sobre os continente base geografia
Slide/Seminário sobre os continente base geografia
Renan Sales
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localização
Luciano Pessanha
 
Aula américa do_sul_09-06-2014
Aula américa do_sul_09-06-2014Aula américa do_sul_09-06-2014
Aula américa do_sul_09-06-2014
Antonio Pessoa
 
Aula américa do_sul_07-12-2012
Aula américa do_sul_07-12-2012Aula américa do_sul_07-12-2012
Aula américa do_sul_07-12-2012
Antonio Pessoa
 
a ocupação do continente americano Geografia2.pdf
a ocupação do continente americano Geografia2.pdfa ocupação do continente americano Geografia2.pdf
a ocupação do continente americano Geografia2.pdf
MarceloSantosRodrigu
 
América latina editável 2013
América latina editável 2013América latina editável 2013
América latina editável 2013
pedrohd8
 
Sub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latinaSub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latina
RoAlmeidd
 
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFIIPRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
profrodrigoribeiro
 
Opovoamentodaamrica 161221002045
Opovoamentodaamrica 161221002045Opovoamentodaamrica 161221002045
Opovoamentodaamrica 161221002045
Matheus Pinheiro
 

Semelhante a Introdução ao continente americano (20)

ocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomico
ocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomicoocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomico
ocontinenteamericano-unid4-8-ano.pdf socioeconomico
 
1º atividade de geografia continente americano
1º atividade de geografia   continente americano1º atividade de geografia   continente americano
1º atividade de geografia continente americano
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
 
Estadosunidos
EstadosunidosEstadosunidos
Estadosunidos
 
Terras emersas
Terras emersasTerras emersas
Terras emersas
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
 
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
 
Geo32
Geo32Geo32
Geo32
 
Diversidade cultural na América
Diversidade cultural na AméricaDiversidade cultural na América
Diversidade cultural na América
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
 
Slide/Seminário sobre os continente base geografia
Slide/Seminário sobre os continente base geografiaSlide/Seminário sobre os continente base geografia
Slide/Seminário sobre os continente base geografia
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localização
 
Aula américa do_sul_09-06-2014
Aula américa do_sul_09-06-2014Aula américa do_sul_09-06-2014
Aula américa do_sul_09-06-2014
 
Aula américa do_sul_07-12-2012
Aula américa do_sul_07-12-2012Aula américa do_sul_07-12-2012
Aula américa do_sul_07-12-2012
 
a ocupação do continente americano Geografia2.pdf
a ocupação do continente americano Geografia2.pdfa ocupação do continente americano Geografia2.pdf
a ocupação do continente americano Geografia2.pdf
 
América latina editável 2013
América latina editável 2013América latina editável 2013
América latina editável 2013
 
Sub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latinaSub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latina
 
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFIIPRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
 
Opovoamentodaamrica 161221002045
Opovoamentodaamrica 161221002045Opovoamentodaamrica 161221002045
Opovoamentodaamrica 161221002045
 

Mais de Patrícia Éderson Dias

Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos RefugiadosProcessos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Patrícia Éderson Dias
 
Geografia economica i
Geografia economica iGeografia economica i
Geografia economica i
Patrícia Éderson Dias
 
Conhecimento geografico i
Conhecimento geografico iConhecimento geografico i
Conhecimento geografico i
Patrícia Éderson Dias
 
Climatologia ii
Climatologia iiClimatologia ii
Climatologia ii
Patrícia Éderson Dias
 
Climatologia i
Climatologia iClimatologia i
Climatologia i
Patrícia Éderson Dias
 
Cartografia ii
Cartografia iiCartografia ii
Cartografia ii
Patrícia Éderson Dias
 
Cartografia i
Cartografia iCartografia i
Psicologia e educação interlocuções e possibilidades
Psicologia e educação  interlocuções e possibilidadesPsicologia e educação  interlocuções e possibilidades
Psicologia e educação interlocuções e possibilidades
Patrícia Éderson Dias
 
Política educacional
Política educacional Política educacional
Política educacional
Patrícia Éderson Dias
 
Metodologia da pesquisa em ciências da educação
Metodologia da pesquisa em ciências da educação Metodologia da pesquisa em ciências da educação
Metodologia da pesquisa em ciências da educação
Patrícia Éderson Dias
 
Literatura infantil
Literatura infantilLiteratura infantil
Literatura infantil
Patrícia Éderson Dias
 
Linguagem e alfabetização
Linguagem e alfabetizaçãoLinguagem e alfabetização
Linguagem e alfabetização
Patrícia Éderson Dias
 
Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto
Patrícia Éderson Dias
 
Historia da Educação Brasileira
Historia da Educação BrasileiraHistoria da Educação Brasileira
Historia da Educação Brasileira
Patrícia Éderson Dias
 
Livro Fundamentos da Educação Infantil
Livro Fundamentos da Educação InfantilLivro Fundamentos da Educação Infantil
Livro Fundamentos da Educação Infantil
Patrícia Éderson Dias
 
Fosolofia na Educação
Fosolofia na EducaçãoFosolofia na Educação
Fosolofia na Educação
Patrícia Éderson Dias
 
Livro de Didatica
Livro de DidaticaLivro de Didatica
Livro de Didatica
Patrícia Éderson Dias
 
Divisão dos períodos da História
Divisão dos períodos da HistóriaDivisão dos períodos da História
Divisão dos períodos da História
Patrícia Éderson Dias
 
Tendencias e perspectivas do ensino de história
Tendencias e perspectivas do ensino de históriaTendencias e perspectivas do ensino de história
Tendencias e perspectivas do ensino de história
Patrícia Éderson Dias
 
Introdução ao estudo da história
Introdução ao estudo da históriaIntrodução ao estudo da história
Introdução ao estudo da história
Patrícia Éderson Dias
 

Mais de Patrícia Éderson Dias (20)

Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos RefugiadosProcessos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
 
Geografia economica i
Geografia economica iGeografia economica i
Geografia economica i
 
Conhecimento geografico i
Conhecimento geografico iConhecimento geografico i
Conhecimento geografico i
 
Climatologia ii
Climatologia iiClimatologia ii
Climatologia ii
 
Climatologia i
Climatologia iClimatologia i
Climatologia i
 
Cartografia ii
Cartografia iiCartografia ii
Cartografia ii
 
Cartografia i
Cartografia iCartografia i
Cartografia i
 
Psicologia e educação interlocuções e possibilidades
Psicologia e educação  interlocuções e possibilidadesPsicologia e educação  interlocuções e possibilidades
Psicologia e educação interlocuções e possibilidades
 
Política educacional
Política educacional Política educacional
Política educacional
 
Metodologia da pesquisa em ciências da educação
Metodologia da pesquisa em ciências da educação Metodologia da pesquisa em ciências da educação
Metodologia da pesquisa em ciências da educação
 
Literatura infantil
Literatura infantilLiteratura infantil
Literatura infantil
 
Linguagem e alfabetização
Linguagem e alfabetizaçãoLinguagem e alfabetização
Linguagem e alfabetização
 
Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto
 
Historia da Educação Brasileira
Historia da Educação BrasileiraHistoria da Educação Brasileira
Historia da Educação Brasileira
 
Livro Fundamentos da Educação Infantil
Livro Fundamentos da Educação InfantilLivro Fundamentos da Educação Infantil
Livro Fundamentos da Educação Infantil
 
Fosolofia na Educação
Fosolofia na EducaçãoFosolofia na Educação
Fosolofia na Educação
 
Livro de Didatica
Livro de DidaticaLivro de Didatica
Livro de Didatica
 
Divisão dos períodos da História
Divisão dos períodos da HistóriaDivisão dos períodos da História
Divisão dos períodos da História
 
Tendencias e perspectivas do ensino de história
Tendencias e perspectivas do ensino de históriaTendencias e perspectivas do ensino de história
Tendencias e perspectivas do ensino de história
 
Introdução ao estudo da história
Introdução ao estudo da históriaIntrodução ao estudo da história
Introdução ao estudo da história
 

Último

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 

Último (20)

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 

Introdução ao continente americano

  • 1. Um continente chamado América Éderson Dias de Oliveira ADAS, Melhem. Geografia da América: aspectos da geografia física e social. S. Paulo: Ed. Moderna, 1982.
  • 2. • Se limita ao norte com o Ocea. Glacial Ártico, a leste com o Ocea. Atlântico e a oeste com o Ocea. Pacífico; • Se localiza totalmente no Hemisfério Ocidental; • É cortado por quatro paralelos principais: Círculo Polar Ártico, Trópico de Câncer, Equador e Trópico de Capricórnio; • A grande extensão (17 mil km) no sentido norte-sul confere ao continente enorme variedade de climas, solos e formações vegetais;
  • 3.
  • 5.
  • 6. • É o segundo maior continente, com uma área de cerca de 42 milhões de km² (8,3% da Terra) e uma pop. de cerca de 940 milhões de hab. (14% da mundial); • Foi colonizada pelos europeus que ora pacificamente, ora de forma violenta, juntaram-se aos milhares de nativos que viviam na região;
  • 7. Pontos extremos insulares • O seu extremo meridi- onal é o ilhéu Águila per- tencente ao arquipélago Diego Ramírez localizado no cabo Horn (Chile); • O seu ponto mais setentrional é a ilha Kaffeklubben que se encontra na costa nordeste da Groelândia; • O seu extremo oriental encontra-se no cabo de Nordostrundingen (Groelândia) – apesar de não ser politicamente; • O seu extremo ocidental encontra-se na ilha Attu (arquipélago Near), sendo assim o território mais ocidental do grupo das Ilhas Aleutas (Alasca);
  • 8. Pontos extremos não-insulares ou continentais • No ocidente é o cabo Príncipe de Gales, que integra a penín- sula de Seward no Alasca; • No oriente é a ponta do Seixas localizado na Paraíba; • O ponto mais ao norte fica na península de Boothia, no cabo Promontório Murchison - Canadá; • No extremo meridional é o cabo Froward situado na costa norte do estreito de Magalhães - Península de Brunswick – Chile;
  • 9. Regionalização da América • É a 2ª maior porção de terras emersas do planeta, sendo preenchido por diversos elementos naturais e humanos; • Clima, vegetação, relevo, hidrografia, população, cultura, economia e poluição são ex. de características geográficas que se apresentam de maneira diversificada no continente; • Isso permite regionalizar o continente de várias maneiras, separando-o conforme as semelhanças e diferenças geográficas do seu território; • Há três principais formas de regionalizar a América: 1) Física; 2) Socioeconômica e 3) Histórico-cultural.
  • 10. * Regionalização significa organizar o espaço, com suas características semelhanças entre os lugares, seja nos aspectos Naturais (clima, vegetação, relevo, etc.) ou Humanos (políticos, sociais, culturais, etc). * Por exemplo a regionalização do mundo em continente é uma forma de regionalização este leva em conta a divisão natural (oceano, montanhas, rios, etc). * Num primeiro momento o espaço foi dividido em continente, devido as placas tectônicas; * Placas tectônicas – a litosfera é formada por vários fragmentos ou placas, tanto nos continentes quanto fundo dos oceanos. É nestas placas que se constitui os continente e oceanos.
  • 11.
  • 12. Regionalização Física • Divide o continente conforme suas características naturais - formato das terras emersas, que é regionalizada em três porções territoriais: • Ao observar a América, há duas grandes porções de terras (A. do Norte e Sul), interligadas por uma terceira porção estreita (istmo) de terra (A. Central);
  • 13. América do Norte • Com 55% da área total, compreende o Canadá, EUA e México, e uma possessão europeia - Groenlândia, que é administrada pela Dinamarca; • Encontra-se com terras distribuídas totalmente no hemisfério boreal;
  • 14. • América Central - (contém 2% da América, é formada por uma parte continental (istmo com 7 países) e outra insular (ilhas Caribenhas) que abriga 13 países e 11 territórios;
  • 15. • A porção insular é denominada Antilhas e pode ser dividida em: Grandes Antilhas (Cuba, Jamaica, Haiti, R. Dominicana e Porto Rico); Pequenas Antilhas (Barbados, Granada, Dominica, Trinidade e Tobago, Santa Lúcia e etc) e Bahamas;
  • 16. • A América Central é banhada pelo mar das Antilhas/Caribe - Está totalmente situada na porção tropical do globo terrestre; • Possui grande dependência das antigas metrópoles europeias e também dos EUA;
  • 17. América do Sul • Corresponde a 43% do continente - é formada por doze países independentes e uma possessão europeia - Guiana Francesa; • Com relação aos atributos naturais pode ser ainda subdividida em: • América Andina; • América Platina; • Guianas e; • Brasil;
  • 18. Regionalização Socioeconômica • Divide a América conforme suas características históricas e econômicas; • De uma lado, a América Anglo-saxônica, a região mais desenvolvida econômica e socialmente; • De outro, a América Latina, região com os piores níveis de desenvolvimento; • A América Anglo-Saxônica foi, predominantemente colônia de povoamento, enquanto a América Latina colônia de exploração.
  • 19. • A origem dos nomes, Anglo-Saxônica e Latina, está associada a uma divisão baseada na origem dos povos europeus que colonizaram o continente; • Anglo-saxão é a denominação dada à fusão dos povos germânicos (anglos, saxões e jutos) que se fixaram em parte da Grã-Bretanha no século V. • Latinos são os povos que falam línguas de origem latina, predominante no sul da Europa (portugueses, espanhóis, italianos, franceses e romenos); • Sob o nome de América Latina foram agrupadas as sociedades em que a língua dominante tem origem no latim.
  • 20. • Contudo, a expressão América Latina, refere-se também a países onde se fala inglês, como a Jamaica, ou holandês, como o Suriname; • Isso acontece porque o critério também passou a levar em conta aspectos como a predominância da religião católica e desequilíbrio das condições socioeconômicas; • Portanto, apesar de utilizar essa nomenclatura, a divisão socioeconômica da América não se submete mais somente as questões linguísticas.
  • 21. Regionalização Histórico-cultural • Divide a América a partir das características históricas, relacionadas a formação da população dos países; • Marcada pela miscigenação heterogênea entre os povos indígenas com europeus, africanos e asiáticos, denota aspectos raciais e culturais da população • Assim, a América se divide em sete principais regiões culturais: • América Anglo-Saxônica, • Região Centro-americana, • Antilhas, • Guianas, • América Andina, • América Platina e • América Portuguesa.
  • 23. Povos Pré-Colombianos – Indivíduos alóctones • A questão da antiguidade da ocupação humana nas Américas é ainda controversa; • A hipótese mais aceita é de que os povos pré-colombiano são alóctones; • Sua origem está relacionada a correntes migratórias: (Paul Rivet – hipótese multirracial)
  • 24. • Acredita-se que os primeiros habitantes da América tenham migrado para o continente: estreito de Bering / Oceano Pacífico – 12.000 - 40.000 anos ?; • Milhares de anos após as migrações, surgiram as civilizações complexas no continente, com base em comunidades agrícolas - assentamentos sedentários a 6000 a.C; Hipóteses para o povoamento da América • Beríngia (Ponte Terrestre de Bering) foi uma porção de terra firme, com cerca de 1600 km de norte a sul na sua máxima extensão, que juntou o atual Alasca e Sibéria, durante as glaciações.
  • 25. • Comunidades asiáticas teriam atravessado o estreito de Bering, alcançado o Alasca e, lentamente, se espalhado pela América até sua extremidade meridional; • Um outro caminho teria sido trilhado atravessando o arquipélago das Aleutas. • A corrente asiática é a mais aceita dada a uniformidade de traço culturais e raciais; • Essa ocupação teria acontecido quando a Ásia e a América estavam interligados, devido ao rebaixa- mento das águas dos oceanos durante a última glaciação;
  • 26. • Malaio-polinésia - grupos melanésios e polinésios teriam aproveitado o sentido das correntes marítimas e navegado, de ilha em ilha, desde a polinésia até a costa ocidental da América Central e do Sul; • Australiana - comunidades teriam navegado de ilha em ilha e, bordejando a Antártica alcançaram a Terra do Fogo, no América austral; • Seus representantes mais expressivos seriam certos grupos do sul da Argentina e Chile – índios Patagões;
  • 27. • Esquimó ou uraliana: povos dos Montes Urais (entre a Europa e Ásia) teriam penetrado na América pelo ártico.
  • 28.
  • 29. Civilizações Pré- colombianas Na chegada dos europeus a América, os primitivos americanos encontravam-se em diferentes níveis de civilização;
  • 30. Sociedades avançadas com produção agrícola excedente; • Corresponde aos Astecas; Maias; Incas • Contudo desenvolveram técnicas de cultivo, como a irrigação, o plantio em terraços e o emprego de instrumentos agrícolas com a produção de excedentes agrícolas; • Seu nível de desenvolvimento se comparavam as civilizações asiáticas e africanas; • Eram impérios teocráticos de regadio (irrigação); • A base econômica era a agricultura;
  • 31. Sociedades de agricultura de subsistência; • A esse tipo pertencem os grupos: tupis-guaranis; arua- ques, caraíbas, chibchas, araucanos, iroqueses, algon- quianos, huronianos, tainos, seminoles, puebloes emuiros e outros; • Essas sociedades praticavam a agricultura de subsistência em vários estágios – eram menos numerosas, com base em produção comunitária; • A baixa produção impedia liberar contingente de mão- de-obra para outras atividades;
  • 32. Sociedades coletoras e caçadoras; • Estas se encontravam num estágio cultural primitivo – povos nômades que se dedicavam a caça e à coleta; • Entre eles se incluem os povos: jês, botocudos, patagões, comanches, cheyennes, atabascos, esquimós e muitos outros; • Pouco restou dessas sociedades nos dias atuais;
  • 33.  Os povos encontrados na nova terra foram apelidados genericamente de índios, mas não havia nenhum povo, tribo ou clã com essa denominação;  Cada “índio” pertence a uma etnia identificada por uma denominação própria, ou seja, a autodenominação, como o Guarani, o Yanomami etc. Por que Índios ou Indígenas  Segundo o dicionário, o termo índio significa nativo, natural de um lugar. É o nome dado aos primeiros habitantes do continente americano, os chamados povos indígenas;  Todavia esta denominação é o resultado de um mero erro náutico. O navegador italiano C. Colombo, empreendeu uma viagem em 1492 rumo às Índias, sendo que desembarcou na realidade na América (Novo Mundo);
  • 34.  O termo índios dada aos nativos continua até os dias atuais;  Para muitos brancos, o “índio” tem um sentido pejorativo (ser sem civilização, sem cultura, incapaz, selvagem, preguiçoso e traiçoeiro), resultado de todo o processo histórico de discriminação e preconceito por eles sofrido;  A denominação original de caboclo na Amazônia, por ex., está fortemente relacionada a uma negação de identidades étnicas dos índios;  Invenção dos que não queriam se identificar como índios, mas também não podiam se ver como brancos ou negros - identidade de transição  Para outros ainda, o índio é um ser romântico, protetor das florestas, símbolo da pureza, quase um ser como o das lendas e dos romances.
  • 35. O Extermínio do primitivo americano – epopeia trágica  Estimativas controvérsias contam de 15 a 80 milhões de habitantes na América antes de Colombo; Após um século e meio do conquistar no Novo Mundo, esse número havia reduzido para 3,5 milhões – extermínio brutal e violento; Quando não eram mas- sacrados pela ganância de riquezas, era as doenças exógenas os afligia; Após o saque das soci- edades mais avançados, os indígenas foram utilizados como mão-de-obra escrava;
  • 36. Perda do saber/cultura acumulado ao longo de gerações; Usurpação das terras com a consequente retração dos indígenas para o interior do continente; Criação de “heróis” brancos (Hollywood) - o branco é o homem bom e civilizados – o indígena é o mau, o selvagem; Criação de uma imagem a serviço dos interesses e penetração do capital; Assim como as cruzadas foram usadas para converter os mouros, foi utilizada como pretexto, a moral e a religião para roubar e explorar o ameríndio; Eurocentrismos egocêntrico desmedido;
  • 37. A. Central O mais extenso Nicarágua 130.000 km2 O menos extenso Granada 344 km2 Com a maior densidade populacional Barbados 697,6 hab./km2 Com a menor densidade populacional Belize 8,6 hab./km2 Com a maior esperança de vida Dominica 80 anos Com a menor esperança de vida Haiti 48 anos A. do Norte O mais extenso Canadá 9.970.610 km2 O menos extenso México 1.958.201 km2 Com a maior densidade populacional México 50,1 hab./km2 Com a menor densidade populacional Canadá 3,2 hab./km2 Com a maior esperança de vida Canadá 81 anos Com a menor esperança de vida México 70 anos A. do Sul O mais extenso Brasil 8.547.403,5 km2 O menos extenso Suriname 163.265 km2 Com a maior densidade populacional Colômbia 35,9 hab./km2 Com a menor densidade populacional Suriname 2,5 hab./km2 Com a maior esperança de vida Chile/Uruguai 76 anos Com a menor esperança de vida Bolívia 59 anos Extremos Geográficos da América