SlideShare uma empresa Scribd logo
A expansão urbana em Portugal - Geografia 11º ano
Expansão Urbana
Áreas
Suburbanas
Áreas
Periurbanas
- Desurbanização
- Declínio urbano
Áreas
Metropolitanas
- Lisboa;
- Porto.
“As cidades são cada vez mais consumidoras de espaço!”
FASES DO CRESCIMENTO DAS CIDADES
Centrípeta
Densificação, concentração da
população e das atividades
económicas.
– Período de crescimento da cidade
resultante da concentração demográfica
e funcional.
– As cidades exercem uma atração sobre
a população (oriunda dos meios rurais e
de outros países) e sobre as atividades
económicas dos setores secundário e
terciário.
Centrífuga
Desdensificação, desconcentração da
população e das atividades económicas
(desconcentração urbana).
– Período de desconcentração
demográfica e funcional que tem
promovido a crescente procura
das periferias para a construção
de habitações e para a
implantação da indústria e de
atividades terciárias.
A crescente procura das cidades pela
população rural e pelas atividades tem
provocado a passagem de um
movimento convergente para um
movimento divergente.
A desconcentração urbana de que
resulta o aumento da sua extensão física
(a expansão urbana).
Em Portugal, a expansão ou aglutinação
urbana é um fenómeno recente que
remonta à 2.ª metade do século XX.
Ocupação progressiva do espaço rural, que se
vê invadido por construções habitacionais,
indústrias, serviços e comércio
I. ÁREAS SUBURBANAS
O fenómeno de Suburbanização
consiste em...
Devido ao processo de desconcentração e
desdensificação urbana.
A suburbanização deve-se à conjugação de um
conjunto de fatores, dos quais se destacam:
a) O desenvolvimento dos transportes
e das vias de comunicação (maior
facilidade de deslocações e diminuição
das distâncias tempo);
b) A intensificação do trânsito
automóvel, o congestionamento do
tráfego e a poluição atmosférica e
sonora no interior da cidade;
I. ÁREAS SUBURBANAS
FATORES QUE EXPLICAM O FENÓMENO DA SUBURBANIZAÇÃO
Ponte D. Luís entre Porto e Vila Nova de Gaia
A suburbanização deve-se à conjugação de um
conjunto de fatores, dos quais se destacam:
c) A escassez e o elevado custo da
habitação nas cidades (as pessoas
procuram habitações mais baratas fora
das cidades);
d) A existência de vastos espaços sem
ocupação nas áreas suburbanas, ideais
para a instalação de atividades que
necessitam de muito espaço.
I. ÁREAS SUBURBANAS
FATORES QUE EXPLICAM O FENÓMENO DA SUBURBANIZAÇÃO
Chiado, Lisboa
Isso produz massivos movimentos pendulares diários.
Isso traduz-se num afastamento entre o posto de
trabalho e o local de residência para muitas pessoas.
I. ÁREAS SUBURBANAS
A terciarização dos centros traduziu-se na “expulsão”
de boa parte dos residentes do centro, e o seu
deslocamento para as periferias.
CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO
Os movimentos pendulares efetuados por um
elevado número de pessoas provocam uma série
de transtornos tais como:
I. ÁREAS SUBURBANAS
CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO
a) O congestionamento das vias de acesso às
cidades sobretudo nas áreas de ponta;
b) O stress, o nervosismo, o cansaço e o
aumento da distância tempo gerados
durante os congestionamentos de trânsito;
I. ÁREAS SUBURBANAS
c) O aumento das despesas com os
transportes, quer seja público,
quer seja particular;
d) O surgimento das cidades – satélite;
e) O surgimento das cidades – dormitório;
Os movimentos pendulares efetuados por um
elevado número de pessoas provocam uma série
de transtornos tais como:
CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO
I. ÁREAS SUBURBANAS
f) A destruição dos solos agrícolas, que vão dando
lugar a habitações, estradas, indústrias, etc.;
g) A construção sem nenhum modelo de
desenvolvimento, que acaba por conferir à paisagem
um aspeto pouco aprazível, caótico e desorganizado;
h) O aumento dos bairros clandestinos.
Os movimentos pendulares efetuados por um
elevado número de pessoas provocam uma série
de transtornos tais como:
CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO
CONCEITOS ESSENCIAIS
• Têm uma função residencial e funcional
capaz de satisfazer as necessidades da
população, incluindo emprego;
• Estão dotadas de infraestruturas e
equipamentos de apoio que lhes
conferem um dinamismo
socioeconómico importante;
• São de segunda grandeza, pois
continuam dependentes, económica e
financeiramente, da cidade principal
mais próxima (por exemplo, Almada em
relação a Lisboa ou Maia em relação ao
Porto).
Cidades - satélite
(características)
• Não existem atividades suficientes para
empregar a sua população ativa;
• Não estão dotadas de equipamentos e
infraestruturas que permitam satisfazer
as necessidades diárias da população;
• São as que mais contribuem para o
aumento dos movimentos pendulares.
Cidades - dormitório
(características)
Espaço exterior à cintura suburbana, onde os usos e as estruturas urbanas se
misturam com as rurais. Não existe uma distinção nítida entre o campo e a cidade.
Espaço Periurbano
II. ÁREAS PERIURBANAS
O surgimento das áreas periurbanas está
associado a fatores resultantes da existência:
a) De vias de comunicação, rodoviárias e ferroviárias, com uma grande
intensidade de tráfego diário, e aumentam a acessibilidade às áreas
mais afastadas do centro;
b) De vias de comunicação, rodoviárias e ferroviárias, com uma grande
intensidade de tráfego diário, e aumentam a acessibilidade às áreas
mais afastadas do centro;
c) De comércio, de uma qualidade arquitetónica e do seu carácter
histórico, que atraem e fixam população e atividades económicas;
d) De qualidade ambiental e paisagística, marcada, por exemplo, pela
presença de vastos espaços verdes e pelos baixos índices de poluição,
que atraem população citadina saturados da cidade;
II. ÁREAS PERIURBANAS
• Pela implantação dispersa da habitação urbana
em meio rural;
• Pelas baixas densidades médias de ocupação e
alteração constante da estrutura fundiária;
• Pela atividade agrícola, cada vez mais instável,
devido à urbanização crescente;
• Pelo abandono progressivo da agricultura;
• Pela implantação de unidades industriais;
• Pelo incremento da atividade comercial.
II. ÁREAS PERIURBANAS
As áreas periurbanas caracterizam-se:
III. ÁREAS
METROPOLITANAS
DE LISBOA E PORTO
A expansão urbana em Portugal - Geografia 11º ano

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º AnoAs características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
713773
 
2 Áreas Funcionais
2 Áreas Funcionais2 Áreas Funcionais
2 Áreas Funcionais
Ministério da Educação
 
Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
Ilda Bicacro
 
A Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalA Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana Nacional
Maria Adelaide
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas rurais
Ilda Bicacro
 
Geografia11ºano
Geografia11ºanoGeografia11ºano
Geografia11ºano
Gonçalo Paiva
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Raffaella Ergün
 
Correção teste5 fev
Correção teste5 fevCorreção teste5 fev
Correção teste5 fev
manjosp
 
As Cidades Cbd
As Cidades CbdAs Cidades Cbd
As Cidades Cbd
Maria Adelaide
 
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comumA agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
Ilda Bicacro
 
A ExpansãO Urbana
A ExpansãO UrbanaA ExpansãO Urbana
A ExpansãO Urbana
Maria Adelaide
 
As áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºanoAs áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºano
Rita Pontes
 
11º ano Línguas e Humanidade - Geografia
11º ano Línguas e Humanidade - Geografia11º ano Línguas e Humanidade - Geografia
11º ano Línguas e Humanidade - Geografia
Ana Vilardouro
 
Rede urbana nacional
Rede urbana nacionalRede urbana nacional
Rede urbana nacional
Cacilda Basto
 
Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)
Idalina Leite
 
Problemas urbanos
Problemas urbanosProblemas urbanos
Problemas urbanos
bruno oliveira
 
As caracteristicas da_rede_urbana
As caracteristicas da_rede_urbanaAs caracteristicas da_rede_urbana
As caracteristicas da_rede_urbana
Ilda Bicacro
 
Geografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - TransportesGeografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - Transportes
Raffaella Ergün
 
FunçõEs Urbanas
FunçõEs UrbanasFunçõEs Urbanas
FunçõEs Urbanas
Maria Adelaide
 
Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto
Áreas Metropolitanas de Lisboa e PortoÁreas Metropolitanas de Lisboa e Porto
Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto
Idalina Leite
 

Mais procurados (20)

As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º AnoAs características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
 
2 Áreas Funcionais
2 Áreas Funcionais2 Áreas Funcionais
2 Áreas Funcionais
 
Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
 
A Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalA Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana Nacional
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas rurais
 
Geografia11ºano
Geografia11ºanoGeografia11ºano
Geografia11ºano
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
 
Correção teste5 fev
Correção teste5 fevCorreção teste5 fev
Correção teste5 fev
 
As Cidades Cbd
As Cidades CbdAs Cidades Cbd
As Cidades Cbd
 
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comumA agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
 
A ExpansãO Urbana
A ExpansãO UrbanaA ExpansãO Urbana
A ExpansãO Urbana
 
As áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºanoAs áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºano
 
11º ano Línguas e Humanidade - Geografia
11º ano Línguas e Humanidade - Geografia11º ano Línguas e Humanidade - Geografia
11º ano Línguas e Humanidade - Geografia
 
Rede urbana nacional
Rede urbana nacionalRede urbana nacional
Rede urbana nacional
 
Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)
 
Problemas urbanos
Problemas urbanosProblemas urbanos
Problemas urbanos
 
As caracteristicas da_rede_urbana
As caracteristicas da_rede_urbanaAs caracteristicas da_rede_urbana
As caracteristicas da_rede_urbana
 
Geografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - TransportesGeografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - Transportes
 
FunçõEs Urbanas
FunçõEs UrbanasFunçõEs Urbanas
FunçõEs Urbanas
 
Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto
Áreas Metropolitanas de Lisboa e PortoÁreas Metropolitanas de Lisboa e Porto
Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto
 

Semelhante a A expansão urbana em Portugal - Geografia 11º ano

gA expansão urbana
gA expansão urbanagA expansão urbana
gA expansão urbana
bruno oliveira
 
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃOPROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
Conceição Fontolan
 
Apresentação3 revisão provão 2 ano
Apresentação3 revisão provão 2 anoApresentação3 revisão provão 2 ano
Apresentação3 revisão provão 2 ano
Matheus Boniatti
 
Espaço urbano
Espaço urbanoEspaço urbano
Espaço urbano
Matheus Cecatto
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
Almir
 
Aula 2 urbanização
Aula 2   urbanizaçãoAula 2   urbanização
O ESPAÇO URBANO 1000.pdf
O ESPAÇO URBANO 1000.pdfO ESPAÇO URBANO 1000.pdf
O ESPAÇO URBANO 1000.pdf
Henrique Pontes
 
A expansão urbana
A expansão urbanaA expansão urbana
A expansão urbana
Ilda Bicacro
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
Paulo Magalhães
 
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
Idalina Leite
 
Urbanização mundial renato brasil
Urbanização mundial renato brasilUrbanização mundial renato brasil
Urbanização mundial renato brasil
Renato Brasil
 
Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]
José Roberto
 
Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]
José Roberto
 
Tópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbanoTópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbano
Atividades Diversas Cláudia
 
Tópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbanoTópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbano
Atividades Diversas Cláudia
 
Tópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbanoTópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbano
Atividades Diversas Cláudia
 
áReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrpáReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrp
Geografias Geo
 
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostas
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostasMatéria lec 1º ano geografia tudo respostas
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostas
Atividades Diversas Cláudia
 
Urbanização no brasil
Urbanização no brasilUrbanização no brasil
Urbanização no brasil
José Roberto
 
Cidades
CidadesCidades

Semelhante a A expansão urbana em Portugal - Geografia 11º ano (20)

gA expansão urbana
gA expansão urbanagA expansão urbana
gA expansão urbana
 
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃOPROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
 
Apresentação3 revisão provão 2 ano
Apresentação3 revisão provão 2 anoApresentação3 revisão provão 2 ano
Apresentação3 revisão provão 2 ano
 
Espaço urbano
Espaço urbanoEspaço urbano
Espaço urbano
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
 
Aula 2 urbanização
Aula 2   urbanizaçãoAula 2   urbanização
Aula 2 urbanização
 
O ESPAÇO URBANO 1000.pdf
O ESPAÇO URBANO 1000.pdfO ESPAÇO URBANO 1000.pdf
O ESPAÇO URBANO 1000.pdf
 
A expansão urbana
A expansão urbanaA expansão urbana
A expansão urbana
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
 
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
 
Urbanização mundial renato brasil
Urbanização mundial renato brasilUrbanização mundial renato brasil
Urbanização mundial renato brasil
 
Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]
 
Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]Urbanização brasileira[1]
Urbanização brasileira[1]
 
Tópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbanoTópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbano
 
Tópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbanoTópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbano
 
Tópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbanoTópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbano
 
áReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrpáReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrp
 
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostas
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostasMatéria lec 1º ano geografia tudo respostas
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostas
 
Urbanização no brasil
Urbanização no brasilUrbanização no brasil
Urbanização no brasil
 
Cidades
CidadesCidades
Cidades
 

Mais de 713773

A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...
A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...
A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...
713773
 
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º AnoSoluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
713773
 
Os transportes em Portugal - Geografia 11º Ano
Os transportes em Portugal - Geografia 11º AnoOs transportes em Portugal - Geografia 11º Ano
Os transportes em Portugal - Geografia 11º Ano
713773
 
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º AnoAs redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
713773
 
O Cavaquinho
O CavaquinhoO Cavaquinho
O Cavaquinho
713773
 
Como Elaborar um Relatório Científico
Como Elaborar um Relatório CientíficoComo Elaborar um Relatório Científico
Como Elaborar um Relatório Científico
713773
 
Evolução Fonética
Evolução FonéticaEvolução Fonética
Evolução Fonética
713773
 
O Texto Expositivo
O Texto ExpositivoO Texto Expositivo
O Texto Expositivo
713773
 
O Advérbio
O Advérbio O Advérbio
O Advérbio
713773
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
713773
 
Utilização Correta dos Pronomes
Utilização Correta dos PronomesUtilização Correta dos Pronomes
Utilização Correta dos Pronomes
713773
 
Processos Fonológicos
Processos FonológicosProcessos Fonológicos
Processos Fonológicos
713773
 
Orações Coordenadas e Subordinadas
Orações Coordenadas e SubordinadasOrações Coordenadas e Subordinadas
Orações Coordenadas e Subordinadas
713773
 
Sustentabilidade na Terra
Sustentabilidade na TerraSustentabilidade na Terra
Sustentabilidade na Terra
713773
 
Ciências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de Conceitos
Ciências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de ConceitosCiências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de Conceitos
Ciências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de Conceitos
713773
 
Cem Anos de Solidão - Personagens
Cem Anos de Solidão - PersonagensCem Anos de Solidão - Personagens
Cem Anos de Solidão - Personagens
713773
 
Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos
Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos
Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos
713773
 
A Água
A ÁguaA Água
A Água
713773
 
Preparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma SoluçãoPreparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma Solução
713773
 
Separação dos Componentes de uma Mistura
Separação dos Componentes de uma MisturaSeparação dos Componentes de uma Mistura
Separação dos Componentes de uma Mistura
713773
 

Mais de 713773 (20)

A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...
A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...
A organização das áreas urbanas em Portugal: as áreas funcionais - Geografia ...
 
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º AnoSoluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
 
Os transportes em Portugal - Geografia 11º Ano
Os transportes em Portugal - Geografia 11º AnoOs transportes em Portugal - Geografia 11º Ano
Os transportes em Portugal - Geografia 11º Ano
 
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º AnoAs redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
 
O Cavaquinho
O CavaquinhoO Cavaquinho
O Cavaquinho
 
Como Elaborar um Relatório Científico
Como Elaborar um Relatório CientíficoComo Elaborar um Relatório Científico
Como Elaborar um Relatório Científico
 
Evolução Fonética
Evolução FonéticaEvolução Fonética
Evolução Fonética
 
O Texto Expositivo
O Texto ExpositivoO Texto Expositivo
O Texto Expositivo
 
O Advérbio
O Advérbio O Advérbio
O Advérbio
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
 
Utilização Correta dos Pronomes
Utilização Correta dos PronomesUtilização Correta dos Pronomes
Utilização Correta dos Pronomes
 
Processos Fonológicos
Processos FonológicosProcessos Fonológicos
Processos Fonológicos
 
Orações Coordenadas e Subordinadas
Orações Coordenadas e SubordinadasOrações Coordenadas e Subordinadas
Orações Coordenadas e Subordinadas
 
Sustentabilidade na Terra
Sustentabilidade na TerraSustentabilidade na Terra
Sustentabilidade na Terra
 
Ciências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de Conceitos
Ciências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de ConceitosCiências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de Conceitos
Ciências Naturais 7º Ano - Resumo da Matéria / Mapa de Conceitos
 
Cem Anos de Solidão - Personagens
Cem Anos de Solidão - PersonagensCem Anos de Solidão - Personagens
Cem Anos de Solidão - Personagens
 
Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos
Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos
Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos
 
A Água
A ÁguaA Água
A Água
 
Preparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma SoluçãoPreparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma Solução
 
Separação dos Componentes de uma Mistura
Separação dos Componentes de uma MisturaSeparação dos Componentes de uma Mistura
Separação dos Componentes de uma Mistura
 

A expansão urbana em Portugal - Geografia 11º ano

  • 2. Expansão Urbana Áreas Suburbanas Áreas Periurbanas - Desurbanização - Declínio urbano Áreas Metropolitanas - Lisboa; - Porto.
  • 3. “As cidades são cada vez mais consumidoras de espaço!” FASES DO CRESCIMENTO DAS CIDADES Centrípeta Densificação, concentração da população e das atividades económicas. – Período de crescimento da cidade resultante da concentração demográfica e funcional. – As cidades exercem uma atração sobre a população (oriunda dos meios rurais e de outros países) e sobre as atividades económicas dos setores secundário e terciário. Centrífuga Desdensificação, desconcentração da população e das atividades económicas (desconcentração urbana). – Período de desconcentração demográfica e funcional que tem promovido a crescente procura das periferias para a construção de habitações e para a implantação da indústria e de atividades terciárias.
  • 4. A crescente procura das cidades pela população rural e pelas atividades tem provocado a passagem de um movimento convergente para um movimento divergente. A desconcentração urbana de que resulta o aumento da sua extensão física (a expansão urbana). Em Portugal, a expansão ou aglutinação urbana é um fenómeno recente que remonta à 2.ª metade do século XX.
  • 5. Ocupação progressiva do espaço rural, que se vê invadido por construções habitacionais, indústrias, serviços e comércio I. ÁREAS SUBURBANAS O fenómeno de Suburbanização consiste em... Devido ao processo de desconcentração e desdensificação urbana.
  • 6. A suburbanização deve-se à conjugação de um conjunto de fatores, dos quais se destacam: a) O desenvolvimento dos transportes e das vias de comunicação (maior facilidade de deslocações e diminuição das distâncias tempo); b) A intensificação do trânsito automóvel, o congestionamento do tráfego e a poluição atmosférica e sonora no interior da cidade; I. ÁREAS SUBURBANAS FATORES QUE EXPLICAM O FENÓMENO DA SUBURBANIZAÇÃO Ponte D. Luís entre Porto e Vila Nova de Gaia
  • 7. A suburbanização deve-se à conjugação de um conjunto de fatores, dos quais se destacam: c) A escassez e o elevado custo da habitação nas cidades (as pessoas procuram habitações mais baratas fora das cidades); d) A existência de vastos espaços sem ocupação nas áreas suburbanas, ideais para a instalação de atividades que necessitam de muito espaço. I. ÁREAS SUBURBANAS FATORES QUE EXPLICAM O FENÓMENO DA SUBURBANIZAÇÃO Chiado, Lisboa
  • 8. Isso produz massivos movimentos pendulares diários. Isso traduz-se num afastamento entre o posto de trabalho e o local de residência para muitas pessoas. I. ÁREAS SUBURBANAS A terciarização dos centros traduziu-se na “expulsão” de boa parte dos residentes do centro, e o seu deslocamento para as periferias. CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO
  • 9. Os movimentos pendulares efetuados por um elevado número de pessoas provocam uma série de transtornos tais como: I. ÁREAS SUBURBANAS CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO a) O congestionamento das vias de acesso às cidades sobretudo nas áreas de ponta; b) O stress, o nervosismo, o cansaço e o aumento da distância tempo gerados durante os congestionamentos de trânsito;
  • 10. I. ÁREAS SUBURBANAS c) O aumento das despesas com os transportes, quer seja público, quer seja particular; d) O surgimento das cidades – satélite; e) O surgimento das cidades – dormitório; Os movimentos pendulares efetuados por um elevado número de pessoas provocam uma série de transtornos tais como: CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO
  • 11. I. ÁREAS SUBURBANAS f) A destruição dos solos agrícolas, que vão dando lugar a habitações, estradas, indústrias, etc.; g) A construção sem nenhum modelo de desenvolvimento, que acaba por conferir à paisagem um aspeto pouco aprazível, caótico e desorganizado; h) O aumento dos bairros clandestinos. Os movimentos pendulares efetuados por um elevado número de pessoas provocam uma série de transtornos tais como: CONSEQUÊNCIAS DA SUBURBANIZAÇÃO
  • 12. CONCEITOS ESSENCIAIS • Têm uma função residencial e funcional capaz de satisfazer as necessidades da população, incluindo emprego; • Estão dotadas de infraestruturas e equipamentos de apoio que lhes conferem um dinamismo socioeconómico importante; • São de segunda grandeza, pois continuam dependentes, económica e financeiramente, da cidade principal mais próxima (por exemplo, Almada em relação a Lisboa ou Maia em relação ao Porto). Cidades - satélite (características) • Não existem atividades suficientes para empregar a sua população ativa; • Não estão dotadas de equipamentos e infraestruturas que permitam satisfazer as necessidades diárias da população; • São as que mais contribuem para o aumento dos movimentos pendulares. Cidades - dormitório (características)
  • 13. Espaço exterior à cintura suburbana, onde os usos e as estruturas urbanas se misturam com as rurais. Não existe uma distinção nítida entre o campo e a cidade. Espaço Periurbano II. ÁREAS PERIURBANAS
  • 14. O surgimento das áreas periurbanas está associado a fatores resultantes da existência: a) De vias de comunicação, rodoviárias e ferroviárias, com uma grande intensidade de tráfego diário, e aumentam a acessibilidade às áreas mais afastadas do centro; b) De vias de comunicação, rodoviárias e ferroviárias, com uma grande intensidade de tráfego diário, e aumentam a acessibilidade às áreas mais afastadas do centro; c) De comércio, de uma qualidade arquitetónica e do seu carácter histórico, que atraem e fixam população e atividades económicas; d) De qualidade ambiental e paisagística, marcada, por exemplo, pela presença de vastos espaços verdes e pelos baixos índices de poluição, que atraem população citadina saturados da cidade; II. ÁREAS PERIURBANAS
  • 15. • Pela implantação dispersa da habitação urbana em meio rural; • Pelas baixas densidades médias de ocupação e alteração constante da estrutura fundiária; • Pela atividade agrícola, cada vez mais instável, devido à urbanização crescente; • Pelo abandono progressivo da agricultura; • Pela implantação de unidades industriais; • Pelo incremento da atividade comercial. II. ÁREAS PERIURBANAS As áreas periurbanas caracterizam-se: