SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
ELETROSTÁTICA
Campo elétrico
Certamente você já chegou perto do
televisor e sentiu seus pêlos ficarem
arrepiados? Ou mesmo manuseando
sacos de supermercados?
 Em torno da Terra, devido à sua massa, existe um
campo gravitacional, onde a cada ponto
associamos um vetor g.
Campo elétrico
P
P
Campo elétrico
 Um corpo eletrizado, devido à sua carga elétrica, cria
ao seu redor um campo elétrico. Em cada ponto surge
um vetor campo elétrico.
Q
+ q
F
 O campo elétrico é uma
propriedade influenciada
pela presença da carga Q,
que não depende da carga
de prova q para sua
existência.
Campo elétrico
 O campo elétrico é
a região
influenciada pela
carga Q, em que
qualquer carga de
prova q nela
colocada estará sob
a ação de uma
força de origem
elétrica.
Vetor campo elétrico
 Intensidade:
P
E = F Unidade S.I.: N/C
|q|
→ →
 Direção: o vetor E têm a mesma direção do
vetor F
→
→
 Sentido: depende da carga de prova
q > 0, E e F tem o mesmo sentido
→ →
q < 0, E e F tem sentidos opostos
→ →
+
P
-
P
F E
→ →
F E
→ →
+
Exemplo 01
Uma carga positiva Q está fixa em um ponto no
espaço como indica a figura abaixo.
a) Represente o vetor campo elétrico em cada um dos
pontos que estão próximos a carga Q.
b) Colocando no ponto P1 uma carga de prova positiva
q desenhe o vetor força elétrica neste ponto.
Exemplo 01
+
P1
P2
P3
P4
E2
→
E4
→
E1
→
E3
→
+ q
F1
→
Exemplo 02
Devido ao campo elétrico gerado por uma carga Q, a
carga q = + 2 . 10-5 C fica submetida à força elétrica F
= 4 . 10-2 N. Determine o valor desse campo elétrico.
E = F
q
E = 4 . 10-2
2 . 10-5
E = 2 . 103 N/C
Linhas de força
 Estas linhas são a representação geométrica
convencionada para indicar a presença de campos
elétricos, sendo representadas por linhas que
tangenciam os vetores campo elétrico resultante em
cada ponto, logo, jamais se cruzam.
Linhas de força
Campos gerado por cargas
positivas têm linhas de força
divergentes.
Campos gerado por cargas
negativas têm linhas de
força convergentes.
Linhas de força
Linhas de força
 O campo elétrico é sempre tangente as linhas de
força em cada ponto.
E
→
E
→
E
→
E
→
 E o número de linhas de força por unidade de volume
representa qualitativamente a intensidade do vetor
campo elétrico.
Campo elétrico uniforme
 É aquele em que o vetor campo elétrico é o mesmo
em todos os pontos.
 As linhas de força de um
campo elétrico uniforme
são retas paralelas
igualmente espaçadas e
de mesmo sentido.
Campo elétrico de uma carga
pontual
 O vetor campo elétrico num ponto P, situado a uma
distância d da carga, tem intensidade E que
depende do meio onde a carga se encontra.
P
Q
d
E = k . |Q|
d2
Campo elétrico de uma carga
pontual
 Se Q for positiva o vetor campo elétrico é de
afastamento.
P
+ Q
E
→
 Se Q for negativa o vetor campo elétrico é de
aproximação.
P
- Q
E
→
Exemplo 03
Considere uma carga Q, fixa, de – 5 . 10-6 C, no vácuo
onde ko = 9 . 109 Nm2/C2.
a) Determine o campo elétrico criado por essa carga
num ponto A localizado a 20 cm da carga;
b) Determine a força elétrica que atua sobre uma
carga q = 4 . 10-6 C colocada no ponto A.
Exemplo 03
a)
E = Ko . |Q|
d2
E = 9 . 109 . 5 . 10-6
(2 . 10-1)2
E = 45 . 103
4 . 10-2
E = 11,25 . 105 N/C
ou E = 1,125 . 106 N/C
Exemplo 03
b)
E = F .
|q|
1,125 . 106 = F .
4 . 10-6
F = 1,125 . 106 . 4 . 10-6 F = 4,5 N
Campo elétrico gerado por várias
cargas elétricas
+
QA
+
QB
P
EB
→
dA
dB
EA
→
ER
→
ER = EA + EB
→ → →
Exemplo 04
Determine a intensidade do campo elétrico resultante
no ponto P, sabendo que ele foi gerado exclusivamente
pelas duas cargas elétricas da figura.
Temos ainda: Q1 = + 6,0pC; Q2 = + 2,0pC; K0 = 9,0 .
109 unidade no SI.
10 cm 10 cm
Q1 Q2
Exemplo 04
E1 = Ko . |Q| = 9 . 109 . 6 . 10-9 = 54 = 54 . 102 N/C
d2 (10-1)2 10 -2
10 cm 10 cm
Q1 Q2
E1
→
E2
→
E2 = Ko . |Q| = 9 . 109 . 2 . 10-9 = 18 = 18 . 102 N/C
d2 (10-1)2 10 -2
ER = E1 – E2 = 54 . 102 - 18 . 102 = 36 . 102 N/C
ER
→
Acesse o blog e divirta!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriaisGrandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriais
fisicaatual
 
Aula 02 teoria da relatividade - parte 01
Aula 02   teoria da relatividade - parte 01Aula 02   teoria da relatividade - parte 01
Aula 02 teoria da relatividade - parte 01
cristbarb
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
fisicaatual
 
Energia Mecanica
Energia MecanicaEnergia Mecanica
Energia Mecanica
andrezaocom
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia
fisicaatual
 

Mais procurados (20)

Força elétrica
Força elétricaForça elétrica
Força elétrica
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
TERMOLOGIA
TERMOLOGIATERMOLOGIA
TERMOLOGIA
 
Potencia e energia eletrica
Potencia  e   energia eletricaPotencia  e   energia eletrica
Potencia e energia eletrica
 
Leis De Newton
Leis De NewtonLeis De Newton
Leis De Newton
 
Grandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriaisGrandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriais
 
Carga elétrica e eletrização
Carga elétrica e eletrizaçãoCarga elétrica e eletrização
Carga elétrica e eletrização
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Aula 02 teoria da relatividade - parte 01
Aula 02   teoria da relatividade - parte 01Aula 02   teoria da relatividade - parte 01
Aula 02 teoria da relatividade - parte 01
 
Energia Cinética e Potencial
Energia Cinética e PotencialEnergia Cinética e Potencial
Energia Cinética e Potencial
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
 
Energia Mecanica
Energia MecanicaEnergia Mecanica
Energia Mecanica
 
Leis de ohm
Leis de ohmLeis de ohm
Leis de ohm
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Cicuito elétrico
Cicuito elétricoCicuito elétrico
Cicuito elétrico
 
Trabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia SlideTrabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia Slide
 
Movimento Circular Uniforme
Movimento Circular UniformeMovimento Circular Uniforme
Movimento Circular Uniforme
 

Destaque

Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
fisicaatual
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
Betine Rost
 
Eletrostatica campo
Eletrostatica campoEletrostatica campo
Eletrostatica campo
con_seguir
 
Aula potencial elet
Aula potencial eletAula potencial elet
Aula potencial elet
EuclidesPiR2
 

Destaque (20)

Campo Elétrico
Campo ElétricoCampo Elétrico
Campo Elétrico
 
Aula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
Aula Força Elétrica, cap 4 2º AnoAula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
Aula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
 
Campo e potencial elétrico
Campo e potencial elétricoCampo e potencial elétrico
Campo e potencial elétrico
 
Campo eléctrico
Campo eléctrico Campo eléctrico
Campo eléctrico
 
Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1
 
Eletrostatica
EletrostaticaEletrostatica
Eletrostatica
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Eletrostática
EletrostáticaEletrostática
Eletrostática
 
Questões Corrigidas, em Word: Campo Elétrico - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Campo Elétrico  - Conteúdo vinculado ao blog  ...Questões Corrigidas, em Word:  Campo Elétrico  - Conteúdo vinculado ao blog  ...
Questões Corrigidas, em Word: Campo Elétrico - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
ELETRICIDADE BASICA T- Aula 1 eletrostática
ELETRICIDADE BASICA T- Aula 1   eletrostáticaELETRICIDADE BASICA T- Aula 1   eletrostática
ELETRICIDADE BASICA T- Aula 1 eletrostática
 
Eletrostatica campo
Eletrostatica campoEletrostatica campo
Eletrostatica campo
 
Campo eletrico
Campo eletricoCampo eletrico
Campo eletrico
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Física 3º ano ensino médio campo elétrico
Física 3º ano  ensino médio   campo elétricoFísica 3º ano  ensino médio   campo elétrico
Física 3º ano ensino médio campo elétrico
 
Aula potencial elet
Aula potencial eletAula potencial elet
Aula potencial elet
 
Cargas puntiformes lei de coulomb
Cargas puntiformes   lei de coulombCargas puntiformes   lei de coulomb
Cargas puntiformes lei de coulomb
 
Campo eletrico 3ano 2011
Campo eletrico 3ano 2011Campo eletrico 3ano 2011
Campo eletrico 3ano 2011
 
Trabalho de fisica
Trabalho de fisicaTrabalho de fisica
Trabalho de fisica
 
Refração, reflexão, difração e interferência de ondas
Refração, reflexão, difração e interferência de ondasRefração, reflexão, difração e interferência de ondas
Refração, reflexão, difração e interferência de ondas
 

Semelhante a Campo elétrico

Campo elétrico e potencial elétrico
Campo elétrico e potencial elétricoCampo elétrico e potencial elétrico
Campo elétrico e potencial elétrico
Arthur Brender
 
Eletrostatica aula sonorizadas
Eletrostatica   aula  sonorizadasEletrostatica   aula  sonorizadas
Eletrostatica aula sonorizadas
Adriano Capilupe
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
fisicaatual
 
Potencial elétrico e trabalho
Potencial elétrico e trabalhoPotencial elétrico e trabalho
Potencial elétrico e trabalho
O mundo da FÍSICA
 

Semelhante a Campo elétrico (20)

Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Campo elétrico.pdf
Campo elétrico.pdfCampo elétrico.pdf
Campo elétrico.pdf
 
Campo elétrico 2016
Campo elétrico 2016Campo elétrico 2016
Campo elétrico 2016
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
CAMPO ELÉTRICO.pptx
CAMPO ELÉTRICO.pptxCAMPO ELÉTRICO.pptx
CAMPO ELÉTRICO.pptx
 
Campo elétrico e potencial elétrico
Campo elétrico e potencial elétricoCampo elétrico e potencial elétrico
Campo elétrico e potencial elétrico
 
ELETRICIDADE e ELETROMAGNÉTISMO - CAMPO ELÉTRICO.ppt
ELETRICIDADE e ELETROMAGNÉTISMO - CAMPO ELÉTRICO.pptELETRICIDADE e ELETROMAGNÉTISMO - CAMPO ELÉTRICO.ppt
ELETRICIDADE e ELETROMAGNÉTISMO - CAMPO ELÉTRICO.ppt
 
Trabalho e força
Trabalho e forçaTrabalho e força
Trabalho e força
 
Eletrostatica aula sonorizadas
Eletrostatica   aula  sonorizadasEletrostatica   aula  sonorizadas
Eletrostatica aula sonorizadas
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Potencial elétrico e trabalho
Potencial elétrico e trabalhoPotencial elétrico e trabalho
Potencial elétrico e trabalho
 
Fis 1202 cd 5
Fis 1202   cd 5Fis 1202   cd 5
Fis 1202 cd 5
 
potencial elétrico.
potencial elétrico.potencial elétrico.
potencial elétrico.
 
Lei de coulomb slides atividades
Lei de coulomb slides atividadesLei de coulomb slides atividades
Lei de coulomb slides atividades
 
www.CentroApoio.com - Física - Campo Elétrico - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com - Física - Campo Elétrico - Vídeo Aulaswww.CentroApoio.com - Física - Campo Elétrico - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com - Física - Campo Elétrico - Vídeo Aulas
 
eletrosttica.pptxccccccccccccccccccccccc
eletrosttica.pptxccccccccccccccccccccccceletrosttica.pptxccccccccccccccccccccccc
eletrosttica.pptxccccccccccccccccccccccc
 
3 campo eletrico-e_linhas_de_forca
3 campo eletrico-e_linhas_de_forca3 campo eletrico-e_linhas_de_forca
3 campo eletrico-e_linhas_de_forca
 
AULA SOBRE CAMPO ELÉTRICO 3 ano E.M.pptx
AULA SOBRE CAMPO ELÉTRICO 3 ano E.M.pptxAULA SOBRE CAMPO ELÉTRICO 3 ano E.M.pptx
AULA SOBRE CAMPO ELÉTRICO 3 ano E.M.pptx
 
Aula Campo Elétrico ppt.ppt
Aula Campo Elétrico ppt.pptAula Campo Elétrico ppt.ppt
Aula Campo Elétrico ppt.ppt
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétricowww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Potencial Elétrico
 

Mais de Prefeitura Municipal de Bandeirantes,PR (8)

Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
O amor de deus
O amor de deusO amor de deus
O amor de deus
 
Cogumelos e alucinógenos naturais
Cogumelos e alucinógenos naturaisCogumelos e alucinógenos naturais
Cogumelos e alucinógenos naturais
 
Aula metabolismo-vegetal-secundario
Aula metabolismo-vegetal-secundarioAula metabolismo-vegetal-secundario
Aula metabolismo-vegetal-secundario
 
Fitoterápicos conceitos técnicos
Fitoterápicos  conceitos técnicosFitoterápicos  conceitos técnicos
Fitoterápicos conceitos técnicos
 
Palestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogasPalestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogas
 
Aula.metilxantinas
Aula.metilxantinasAula.metilxantinas
Aula.metilxantinas
 
Antraquinonas
AntraquinonasAntraquinonas
Antraquinonas
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 

Último (20)

Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 

Campo elétrico

  • 2. Certamente você já chegou perto do televisor e sentiu seus pêlos ficarem arrepiados? Ou mesmo manuseando sacos de supermercados?
  • 3.
  • 4.  Em torno da Terra, devido à sua massa, existe um campo gravitacional, onde a cada ponto associamos um vetor g. Campo elétrico P P
  • 5. Campo elétrico  Um corpo eletrizado, devido à sua carga elétrica, cria ao seu redor um campo elétrico. Em cada ponto surge um vetor campo elétrico. Q + q F  O campo elétrico é uma propriedade influenciada pela presença da carga Q, que não depende da carga de prova q para sua existência.
  • 6. Campo elétrico  O campo elétrico é a região influenciada pela carga Q, em que qualquer carga de prova q nela colocada estará sob a ação de uma força de origem elétrica.
  • 7. Vetor campo elétrico  Intensidade: P E = F Unidade S.I.: N/C |q| → →  Direção: o vetor E têm a mesma direção do vetor F → →  Sentido: depende da carga de prova q > 0, E e F tem o mesmo sentido → → q < 0, E e F tem sentidos opostos → → + P - P F E → → F E → → +
  • 8. Exemplo 01 Uma carga positiva Q está fixa em um ponto no espaço como indica a figura abaixo. a) Represente o vetor campo elétrico em cada um dos pontos que estão próximos a carga Q. b) Colocando no ponto P1 uma carga de prova positiva q desenhe o vetor força elétrica neste ponto.
  • 10. Exemplo 02 Devido ao campo elétrico gerado por uma carga Q, a carga q = + 2 . 10-5 C fica submetida à força elétrica F = 4 . 10-2 N. Determine o valor desse campo elétrico. E = F q E = 4 . 10-2 2 . 10-5 E = 2 . 103 N/C
  • 11. Linhas de força  Estas linhas são a representação geométrica convencionada para indicar a presença de campos elétricos, sendo representadas por linhas que tangenciam os vetores campo elétrico resultante em cada ponto, logo, jamais se cruzam.
  • 12. Linhas de força Campos gerado por cargas positivas têm linhas de força divergentes. Campos gerado por cargas negativas têm linhas de força convergentes.
  • 14. Linhas de força  O campo elétrico é sempre tangente as linhas de força em cada ponto. E → E → E → E →  E o número de linhas de força por unidade de volume representa qualitativamente a intensidade do vetor campo elétrico.
  • 15. Campo elétrico uniforme  É aquele em que o vetor campo elétrico é o mesmo em todos os pontos.  As linhas de força de um campo elétrico uniforme são retas paralelas igualmente espaçadas e de mesmo sentido.
  • 16. Campo elétrico de uma carga pontual  O vetor campo elétrico num ponto P, situado a uma distância d da carga, tem intensidade E que depende do meio onde a carga se encontra. P Q d E = k . |Q| d2
  • 17. Campo elétrico de uma carga pontual  Se Q for positiva o vetor campo elétrico é de afastamento. P + Q E →  Se Q for negativa o vetor campo elétrico é de aproximação. P - Q E →
  • 18. Exemplo 03 Considere uma carga Q, fixa, de – 5 . 10-6 C, no vácuo onde ko = 9 . 109 Nm2/C2. a) Determine o campo elétrico criado por essa carga num ponto A localizado a 20 cm da carga; b) Determine a força elétrica que atua sobre uma carga q = 4 . 10-6 C colocada no ponto A.
  • 19. Exemplo 03 a) E = Ko . |Q| d2 E = 9 . 109 . 5 . 10-6 (2 . 10-1)2 E = 45 . 103 4 . 10-2 E = 11,25 . 105 N/C ou E = 1,125 . 106 N/C
  • 20. Exemplo 03 b) E = F . |q| 1,125 . 106 = F . 4 . 10-6 F = 1,125 . 106 . 4 . 10-6 F = 4,5 N
  • 21. Campo elétrico gerado por várias cargas elétricas + QA + QB P EB → dA dB EA → ER → ER = EA + EB → → →
  • 22. Exemplo 04 Determine a intensidade do campo elétrico resultante no ponto P, sabendo que ele foi gerado exclusivamente pelas duas cargas elétricas da figura. Temos ainda: Q1 = + 6,0pC; Q2 = + 2,0pC; K0 = 9,0 . 109 unidade no SI. 10 cm 10 cm Q1 Q2
  • 23. Exemplo 04 E1 = Ko . |Q| = 9 . 109 . 6 . 10-9 = 54 = 54 . 102 N/C d2 (10-1)2 10 -2 10 cm 10 cm Q1 Q2 E1 → E2 → E2 = Ko . |Q| = 9 . 109 . 2 . 10-9 = 18 = 18 . 102 N/C d2 (10-1)2 10 -2 ER = E1 – E2 = 54 . 102 - 18 . 102 = 36 . 102 N/C ER →
  • 24. Acesse o blog e divirta!!!