SlideShare uma empresa Scribd logo
DROGAS... E muito mais!
Drogas
As drogas são substâncias químicas de
origem natural (maconha e cogumelos) ou
natural/ sintética (cocaína, álcool, cigarro) que
afetam de alguma forma o sistema nervoso e
podem causar alterações na mente, no organismo
e no comportamento das pessoas.
As vezes, as consequências são irreversíveis.
HÁ DOIS TIPOS DE DROGAS
LÍCITAS
•Álcool
•Fumo
•Ansiolíticos
•Barbitúricos
ILÍCITAS
•Maconha
•Cocaína
•Heroína
•LSD
•Ecstasy
•Crack
O QUE LEVA UMA PESSOA A USAR
DROGAS?
•Necessidade de se enturmar;
•Curiosidade;
•Falsa sensação de bem estar;
•Para “ver uma vez como é”…
•Fuga de problemas;
•Fuga da família...
MECANISMO DE AÇÃO
MECANISMO DE AÇÃO
MECANISMO DE AÇÃO
DEPENDÊNCIA
Pode ser física ou psicológica. Se caracteriza pelo
desejo forte (algumas vezes irresistível) de consumir
drogas psicoativas, sempre, e cada vez mais.
ABSTINÊNCIA
Sequência de alterações físicas ou
psicológicas que surgem ao se suspender o
uso de alguma droga.
SINAIS DA ABSTINÊNCIA
• Ansiedade;
• Vontade incontrolável de consumir novamente a droga;
• Sudorese excessiva;
• Fraqueza geral;
• Tremores musculares;
• Inquietação;
• Aumento do batimento cardíaco;
• Aumento da pressão sanguínea.
TOLERÂNCIA
Quando é necessária uma quantidade cada vez
maior de uma substância para se obter o mesmo
efeito anterior.
OVERDOSE
É a exposição do organismo a grandes doses de uma
substância química, seja ela um medicamento, uma
droga ou outra substância qualquer, levando-o a um
colapso.
O corpo não aguenta o que consome e
transborda, para!
TIPOS PRINCIPAIS DE DROGAS E SEUS
EFEITOS SOBRE O CORPO HUMANO
• Drogas naturais (plantas e raízes);
• Drogas químicas (elementos químicos processados
e misturados pelo homem;
MACONHA
• Geralmente a droga de
entrada para o vício, mas não
necessariamente.
• Barata e de fácil acesso.
• Seu uso continuado (e
exagerado) interfere na
aprendizagem, memorização e
na fertilidade.
EFEITOS DA MACONHA
• Toxinas: prejudicam o pulmão;
• THC: age no cérebro reduzindo o controle de
movimentos;
• Desorientação espacial e redução da memória de curto
prazo;
• Causa vermelhidão nos olhos, boca seca, taquicardia;
angústia e medo para uns, calma e relaxamento para
outros;
• Diminuição do sistema imunológico;
• Infertilidade temporária devido à diminuição de
testosterona.
O THC é lipossolúvel e se deposita definitivamente na bainha de
mielina (capa de gordura que envolve o axônio para aumentar a
velocidade da transmissão do impulso nervoso) levando à sua
destruição com o tempo.
COCAÍNA: fria!
É uma das drogas ilegais mais consumidas no mundo.
A cocaína é um psicotrópico, age exatamente nos órgãos que
comandam os pensamentos e as ações das pessoas.
EFEITOS DA COCAÍNA
• No início: prazer. Depois...
• Sensação de “super-homem”;
• Zumbidos;
• Cheiros desagradáveis;
• Coceiras;
• Sensação de insetos/ vermes andando sobre a pele;
• Destruição do septo nasal;
• Overdose.
EFEITOS DA COCAÍNA
Droga da festinha,
do assalto, da
agressividade...
Passível de uso
diário, difícil de
largar...
LSD E ECSTASY
São drogas sintéticas, e provocam distorções sérias no
funcionamento cerebral; o usuário sente-se um "super-
homem", incapaz de avaliar situações de perigo; ilusões,
alucinações e desorientação têmporo-espacial são comuns.
EFEITOS DO LSD E ECSTASY
• Alteração na percepção visual;
• Perda do limite entre espaço e corpo;
• Euforia, leveza e poder;
• Pânico e medo;
• Alucinação, delírios e depressão;
• Tremores;
• Distúrbios da memória;
• Flash back.
Droga da “festa
eletrônica”, da fuga
da realidade por um
determinado
momento... Não é
diária...
CRACK. Fria TOTAL.
Parte impura da cocaína, solidificada em
cristais junto ao bicarbonato de sódio.
Leva 10 segundos para fazer o efeito,
gerando euforia e excitação; respiração e
batimentos cardíacos acelerados, seguido
de depressão, delírio e "fissura"
imediata por novas doses.
EFEITOS DO CRACK
• É até 7x mais potente que a cocaína;
• Causa dependência no 1º uso;
• Sensação de euforia e bem estar (só na primeira vez);
• Neurônios lesados;
• O coração entra em descompasso;
• Risco de hemorragia cerebral;
• O pulmão fica fragmentado.
Porque os traficantes adoram O CRACK
• Vicio imediato no 1º. uso;
• Droga barata, bons lucros;
• Usuário fiel a droga: sempre quer mais e mais.
• Acaba com a vida social, mas não mata a curto
prazo o usuário, o “barata tonta”.
• Acreditem!
CRACK, a droga da vez:
Cracolândia, SP
não caia nela!!
CRACK, a droga da vez , não caia nela!!
Crack = Perda total dos valores éticos, familiares, saúde,
dignidade, trabalho, estudos…
CRACK, a droga da vez , não caia nela!!
Não deixe esta BURRICE fazer parte de sua vida…
RECUPERAÇÃO
• Apoio familiar, Instituições (religiosas ou não-
governamentais) e de amigos;
• Grupos de ajuda;
• Tratamento médico e psicológico (elevado custo
financeiro);
• Clínicas especializadas;
• Informação e prevenção ao uso!
RECUPERAÇÃO
PREVENÇÃO
• Ação antecipada;
• Diminuir a chance do problema aparecer e, caso já exista, evitar
que piore;
• Prevenir é abordar o assunto abertamente ao indivíduo para
que ele tenha condições de fazer suas escolhas;
• Identificar os fatores de risco para minimizá-los (biológicos,
familiares, sociais, depressão...);
• Identificar os fatores de proteção para fortalecê-los (habilidade
social, auto-estima, família presente…);
• Ter em mente que vários fatores contribuem para a decisão de
alguém usar drogas, e não somente um fator isolado;
Fatores relacionados ao uso de drogas
FATORES Pessoais Familiares Escolares Sociais Drogas
de proteção Habilidades sociais e de
resolver problemas.
Vínculos positivos com
pessoas, instituições e
valores.
Autoestima.
Pais presentes.
Estabelecimento
de regras e de
condutas claras.
Envolvimento
afetivo com a vida
dos filhos.
Bom desempenho
escolar.
Boa inserção e
adaptação no
ambiente escolar.
Ligações fortes
com a escola.
Descoberta de
talentos pessoais.
Respeito às leis.
Oportunidades de
trabalho e de lazer.
Informações
adequadas sobre
as drogas.
Clima comunitário
afetivo.
Amigos não
usuários.
Informações
contextualizadas
sobre efeitos.
Regras e controle
para consumo
adequado das
lícitas.
de risco Insegurança.
Insatisfação com a
vida.
Sintomas depressivos.
Curiosidade.
Busca de Prazer.
Pais que fazem
uso abusivo de
drogas.
Pais que sofrem de
doenças mentais.
Pais muito
autoritários ou
exigentes.
Famílias com
pouco diálogo.
Baixo desempenho
escolar.
Falta de regras
claras.
Exclusão social.
Falta de vínculos
com a escola.
Violência.
Envolvimento em
atividades ilícitas.
Amigos usuários.
Descrença nas
instituições.
Falta de
oportunidades de
trabalho e de lazer.
Disponibilidade
para compra.
Propaganda que
incentive.
Apologia de certos
grupos da
sociedade ao uso
de drogas.
Violência.
Vamos lá!
1972 1982
Cuidado para não imitar nossos “heróis” !!??
• Não entre na onda do colega “só experimente desta vez…”;
• Não experimente só para “agradar” o namorado(a);
• Evite a turma dos usuários. Normalmente eles querem que TODOS sejam
usuários, usando coletivamente e dividindo a conta da compra…;
• Seja firme em suas decisões e convicções! A vida oferece muitas opções
saudáveis para se divertir;
• Não acredite no “eu uso e paro quando quiser…”;
• O traficante primeiro vai te dar a droga. Depois é que tentará vender.
• Conheça MUITO de si próprio antes de experimentar qualquer coisa.
O que fazer?
• Amor Exigente: Localizado em Campinas, com 641 bases
espalhadas por todo o Brasil. (19) 3252-2630
www.amorexigente.org.br
amorexigente@amorexigente.org.br
• Nar-Anon: Localizado no Rio de Janeiro, com bases em várias
cidades do país. (21) 2263-6595
www.naranon.org.br
Grupos de auto e mútua ajuda
Grupos que prestam ajuda a familiares e usuários de droga por
meio de reuniões, cursos e palestras.
O mais importante: ter seus próprios valores!
www.brasilsolidario.org.br
www.brasilsolidario.org.br/blog
www.youtube.com/brasilsolidario
www.twitter.com/brasilsolidario
www.facebook.com/institutobrasilsolidario
Download da palestra e vídeos:
www.brasilsolidario.org.br/download

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides drogas-2
Slides   drogas-2Slides   drogas-2
Slides drogas-2
Dallyla Sohara
 
Drogas
DrogasDrogas
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIADROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
Fernanda Marinho
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
Potencial Empresário
 
Drogas
DrogasDrogas
ÁLcool e outras drogas
ÁLcool e outras  drogasÁLcool e outras  drogas
ÁLcool e outras drogas
Centro Universitário Ages
 
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
RASC EAD
 
Aula 8 Principais drogas e seus efeitos
Aula 8 Principais drogas e seus efeitosAula 8 Principais drogas e seus efeitos
Aula 8 Principais drogas e seus efeitos
Ana Filadelfi
 
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATDrogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Claudio Cesar Pontes ن
 
Dependencia quimica
Dependencia quimicaDependencia quimica
Dependencia quimica
Aleka Amorim
 
Prevenção ao uso de drogas
Prevenção ao uso de drogasPrevenção ao uso de drogas
Prevenção ao uso de drogas
Luiz Siles
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
Ericka Vanessa Andrade
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
blogspott
 
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasDinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Valdenice Barreto
 
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDEDROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
Zelton Alves Oliveira
 
Drogas
DrogasDrogas
Dependência QuíMica
 Dependência QuíMica Dependência QuíMica
Dependência QuíMica
Eduardo Gomes da Silva
 
Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)
Alinebrauna Brauna
 
Drogas apresentação
Drogas   apresentaçãoDrogas   apresentação
Drogas apresentação
cinthyamaduro
 
Drogas
DrogasDrogas

Mais procurados (20)

Slides drogas-2
Slides   drogas-2Slides   drogas-2
Slides drogas-2
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIADROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
ÁLcool e outras drogas
ÁLcool e outras  drogasÁLcool e outras  drogas
ÁLcool e outras drogas
 
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
 
Aula 8 Principais drogas e seus efeitos
Aula 8 Principais drogas e seus efeitosAula 8 Principais drogas e seus efeitos
Aula 8 Principais drogas e seus efeitos
 
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATDrogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
 
Dependencia quimica
Dependencia quimicaDependencia quimica
Dependencia quimica
 
Prevenção ao uso de drogas
Prevenção ao uso de drogasPrevenção ao uso de drogas
Prevenção ao uso de drogas
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
 
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasDinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogas
 
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDEDROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Dependência QuíMica
 Dependência QuíMica Dependência QuíMica
Dependência QuíMica
 
Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)
 
Drogas apresentação
Drogas   apresentaçãoDrogas   apresentação
Drogas apresentação
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 

Semelhante a Palestra prevencao drogas

Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01
nandafreitas
 
Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01
nandafreitas
 
trabalho sobre drogas
trabalho sobre drogastrabalho sobre drogas
trabalho sobre drogas
fabio silva
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas de abuso
Drogas de abusoDrogas de abuso
Drogas de abuso
Amanda da Costa Gomes
 
Palestra Eldorado
Palestra EldoradoPalestra Eldorado
Palestra Eldorado
Cristina Riqueti
 
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de JesusDrogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
Gilberto de Jesus
 
6 - As Drogas e a Juventude
6 - As Drogas e a Juventude6 - As Drogas e a Juventude
6 - As Drogas e a Juventude
JPS Junior
 
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptxOs Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
Ricardo Silva
 
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Ana Karla Vasconcelos
 
Drogas
DrogasDrogas
Problemas sociais
Problemas sociaisProblemas sociais
Problemas sociais
Joana Sousa
 
Contra as drogas
Contra as drogas Contra as drogas
Contra as drogas
JOSEMAR LIMA
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas Nas Escolas
Drogas Nas EscolasDrogas Nas Escolas
Drogas Nas Escolas
AP6Dmundao
 
Drogas na Escola
Drogas na EscolaDrogas na Escola
Drogas na Escola
guest090fffa
 
As drogas
As drogasAs drogas
As drogas
Tamires Lima
 
Palestra drogas setembro 2011
Palestra drogas setembro 2011Palestra drogas setembro 2011
Palestra drogas setembro 2011
Walquíria Domingues
 
Livro eletrônico anti drogas
Livro eletrônico anti drogasLivro eletrônico anti drogas
Livro eletrônico anti drogas
Nucleo Nacional
 
Cartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitosCartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitos
Ana Filadelfi
 

Semelhante a Palestra prevencao drogas (20)

Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01
 
Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01
 
trabalho sobre drogas
trabalho sobre drogastrabalho sobre drogas
trabalho sobre drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas de abuso
Drogas de abusoDrogas de abuso
Drogas de abuso
 
Palestra Eldorado
Palestra EldoradoPalestra Eldorado
Palestra Eldorado
 
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de JesusDrogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
 
6 - As Drogas e a Juventude
6 - As Drogas e a Juventude6 - As Drogas e a Juventude
6 - As Drogas e a Juventude
 
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptxOs Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
Os Males para o individuo ALCOOL_DROGAS_.pptx
 
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Problemas sociais
Problemas sociaisProblemas sociais
Problemas sociais
 
Contra as drogas
Contra as drogas Contra as drogas
Contra as drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas Nas Escolas
Drogas Nas EscolasDrogas Nas Escolas
Drogas Nas Escolas
 
Drogas na Escola
Drogas na EscolaDrogas na Escola
Drogas na Escola
 
As drogas
As drogasAs drogas
As drogas
 
Palestra drogas setembro 2011
Palestra drogas setembro 2011Palestra drogas setembro 2011
Palestra drogas setembro 2011
 
Livro eletrônico anti drogas
Livro eletrônico anti drogasLivro eletrônico anti drogas
Livro eletrônico anti drogas
 
Cartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitosCartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitos
 

Mais de Prefeitura Municipal de Bandeirantes,PR

Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
O amor de deus
O amor de deusO amor de deus
Cogumelos e alucinógenos naturais
Cogumelos e alucinógenos naturaisCogumelos e alucinógenos naturais
Cogumelos e alucinógenos naturais
Prefeitura Municipal de Bandeirantes,PR
 
Aula metabolismo-vegetal-secundario
Aula metabolismo-vegetal-secundarioAula metabolismo-vegetal-secundario
Aula metabolismo-vegetal-secundario
Prefeitura Municipal de Bandeirantes,PR
 
Fitoterápicos conceitos técnicos
Fitoterápicos  conceitos técnicosFitoterápicos  conceitos técnicos
Fitoterápicos conceitos técnicos
Prefeitura Municipal de Bandeirantes,PR
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Aula.metilxantinas
Aula.metilxantinasAula.metilxantinas
Antraquinonas
AntraquinonasAntraquinonas

Mais de Prefeitura Municipal de Bandeirantes,PR (8)

Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
O amor de deus
O amor de deusO amor de deus
O amor de deus
 
Cogumelos e alucinógenos naturais
Cogumelos e alucinógenos naturaisCogumelos e alucinógenos naturais
Cogumelos e alucinógenos naturais
 
Aula metabolismo-vegetal-secundario
Aula metabolismo-vegetal-secundarioAula metabolismo-vegetal-secundario
Aula metabolismo-vegetal-secundario
 
Fitoterápicos conceitos técnicos
Fitoterápicos  conceitos técnicosFitoterápicos  conceitos técnicos
Fitoterápicos conceitos técnicos
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Aula.metilxantinas
Aula.metilxantinasAula.metilxantinas
Aula.metilxantinas
 
Antraquinonas
AntraquinonasAntraquinonas
Antraquinonas
 

Último

Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 

Palestra prevencao drogas

  • 1.
  • 3. Drogas As drogas são substâncias químicas de origem natural (maconha e cogumelos) ou natural/ sintética (cocaína, álcool, cigarro) que afetam de alguma forma o sistema nervoso e podem causar alterações na mente, no organismo e no comportamento das pessoas. As vezes, as consequências são irreversíveis.
  • 4. HÁ DOIS TIPOS DE DROGAS LÍCITAS •Álcool •Fumo •Ansiolíticos •Barbitúricos ILÍCITAS •Maconha •Cocaína •Heroína •LSD •Ecstasy •Crack
  • 5.
  • 6. O QUE LEVA UMA PESSOA A USAR DROGAS? •Necessidade de se enturmar; •Curiosidade; •Falsa sensação de bem estar; •Para “ver uma vez como é”… •Fuga de problemas; •Fuga da família...
  • 10. DEPENDÊNCIA Pode ser física ou psicológica. Se caracteriza pelo desejo forte (algumas vezes irresistível) de consumir drogas psicoativas, sempre, e cada vez mais.
  • 11. ABSTINÊNCIA Sequência de alterações físicas ou psicológicas que surgem ao se suspender o uso de alguma droga.
  • 12. SINAIS DA ABSTINÊNCIA • Ansiedade; • Vontade incontrolável de consumir novamente a droga; • Sudorese excessiva; • Fraqueza geral; • Tremores musculares; • Inquietação; • Aumento do batimento cardíaco; • Aumento da pressão sanguínea.
  • 13. TOLERÂNCIA Quando é necessária uma quantidade cada vez maior de uma substância para se obter o mesmo efeito anterior.
  • 14. OVERDOSE É a exposição do organismo a grandes doses de uma substância química, seja ela um medicamento, uma droga ou outra substância qualquer, levando-o a um colapso. O corpo não aguenta o que consome e transborda, para!
  • 15. TIPOS PRINCIPAIS DE DROGAS E SEUS EFEITOS SOBRE O CORPO HUMANO • Drogas naturais (plantas e raízes); • Drogas químicas (elementos químicos processados e misturados pelo homem;
  • 16. MACONHA • Geralmente a droga de entrada para o vício, mas não necessariamente. • Barata e de fácil acesso. • Seu uso continuado (e exagerado) interfere na aprendizagem, memorização e na fertilidade.
  • 17. EFEITOS DA MACONHA • Toxinas: prejudicam o pulmão; • THC: age no cérebro reduzindo o controle de movimentos; • Desorientação espacial e redução da memória de curto prazo; • Causa vermelhidão nos olhos, boca seca, taquicardia; angústia e medo para uns, calma e relaxamento para outros; • Diminuição do sistema imunológico; • Infertilidade temporária devido à diminuição de testosterona.
  • 18. O THC é lipossolúvel e se deposita definitivamente na bainha de mielina (capa de gordura que envolve o axônio para aumentar a velocidade da transmissão do impulso nervoso) levando à sua destruição com o tempo.
  • 19. COCAÍNA: fria! É uma das drogas ilegais mais consumidas no mundo. A cocaína é um psicotrópico, age exatamente nos órgãos que comandam os pensamentos e as ações das pessoas.
  • 20. EFEITOS DA COCAÍNA • No início: prazer. Depois... • Sensação de “super-homem”; • Zumbidos; • Cheiros desagradáveis; • Coceiras; • Sensação de insetos/ vermes andando sobre a pele; • Destruição do septo nasal; • Overdose.
  • 21. EFEITOS DA COCAÍNA Droga da festinha, do assalto, da agressividade... Passível de uso diário, difícil de largar...
  • 22. LSD E ECSTASY São drogas sintéticas, e provocam distorções sérias no funcionamento cerebral; o usuário sente-se um "super- homem", incapaz de avaliar situações de perigo; ilusões, alucinações e desorientação têmporo-espacial são comuns.
  • 23. EFEITOS DO LSD E ECSTASY • Alteração na percepção visual; • Perda do limite entre espaço e corpo; • Euforia, leveza e poder; • Pânico e medo; • Alucinação, delírios e depressão; • Tremores; • Distúrbios da memória; • Flash back. Droga da “festa eletrônica”, da fuga da realidade por um determinado momento... Não é diária...
  • 24. CRACK. Fria TOTAL. Parte impura da cocaína, solidificada em cristais junto ao bicarbonato de sódio. Leva 10 segundos para fazer o efeito, gerando euforia e excitação; respiração e batimentos cardíacos acelerados, seguido de depressão, delírio e "fissura" imediata por novas doses.
  • 25. EFEITOS DO CRACK • É até 7x mais potente que a cocaína; • Causa dependência no 1º uso; • Sensação de euforia e bem estar (só na primeira vez); • Neurônios lesados; • O coração entra em descompasso; • Risco de hemorragia cerebral; • O pulmão fica fragmentado.
  • 26. Porque os traficantes adoram O CRACK • Vicio imediato no 1º. uso; • Droga barata, bons lucros; • Usuário fiel a droga: sempre quer mais e mais. • Acaba com a vida social, mas não mata a curto prazo o usuário, o “barata tonta”. • Acreditem!
  • 27. CRACK, a droga da vez: Cracolândia, SP não caia nela!!
  • 28. CRACK, a droga da vez , não caia nela!! Crack = Perda total dos valores éticos, familiares, saúde, dignidade, trabalho, estudos…
  • 29. CRACK, a droga da vez , não caia nela!! Não deixe esta BURRICE fazer parte de sua vida…
  • 30. RECUPERAÇÃO • Apoio familiar, Instituições (religiosas ou não- governamentais) e de amigos; • Grupos de ajuda; • Tratamento médico e psicológico (elevado custo financeiro); • Clínicas especializadas; • Informação e prevenção ao uso!
  • 32. PREVENÇÃO • Ação antecipada; • Diminuir a chance do problema aparecer e, caso já exista, evitar que piore; • Prevenir é abordar o assunto abertamente ao indivíduo para que ele tenha condições de fazer suas escolhas; • Identificar os fatores de risco para minimizá-los (biológicos, familiares, sociais, depressão...); • Identificar os fatores de proteção para fortalecê-los (habilidade social, auto-estima, família presente…); • Ter em mente que vários fatores contribuem para a decisão de alguém usar drogas, e não somente um fator isolado;
  • 33. Fatores relacionados ao uso de drogas FATORES Pessoais Familiares Escolares Sociais Drogas de proteção Habilidades sociais e de resolver problemas. Vínculos positivos com pessoas, instituições e valores. Autoestima. Pais presentes. Estabelecimento de regras e de condutas claras. Envolvimento afetivo com a vida dos filhos. Bom desempenho escolar. Boa inserção e adaptação no ambiente escolar. Ligações fortes com a escola. Descoberta de talentos pessoais. Respeito às leis. Oportunidades de trabalho e de lazer. Informações adequadas sobre as drogas. Clima comunitário afetivo. Amigos não usuários. Informações contextualizadas sobre efeitos. Regras e controle para consumo adequado das lícitas. de risco Insegurança. Insatisfação com a vida. Sintomas depressivos. Curiosidade. Busca de Prazer. Pais que fazem uso abusivo de drogas. Pais que sofrem de doenças mentais. Pais muito autoritários ou exigentes. Famílias com pouco diálogo. Baixo desempenho escolar. Falta de regras claras. Exclusão social. Falta de vínculos com a escola. Violência. Envolvimento em atividades ilícitas. Amigos usuários. Descrença nas instituições. Falta de oportunidades de trabalho e de lazer. Disponibilidade para compra. Propaganda que incentive. Apologia de certos grupos da sociedade ao uso de drogas. Violência.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 40. Cuidado para não imitar nossos “heróis” !!??
  • 41. • Não entre na onda do colega “só experimente desta vez…”; • Não experimente só para “agradar” o namorado(a); • Evite a turma dos usuários. Normalmente eles querem que TODOS sejam usuários, usando coletivamente e dividindo a conta da compra…; • Seja firme em suas decisões e convicções! A vida oferece muitas opções saudáveis para se divertir; • Não acredite no “eu uso e paro quando quiser…”; • O traficante primeiro vai te dar a droga. Depois é que tentará vender. • Conheça MUITO de si próprio antes de experimentar qualquer coisa. O que fazer?
  • 42. • Amor Exigente: Localizado em Campinas, com 641 bases espalhadas por todo o Brasil. (19) 3252-2630 www.amorexigente.org.br amorexigente@amorexigente.org.br • Nar-Anon: Localizado no Rio de Janeiro, com bases em várias cidades do país. (21) 2263-6595 www.naranon.org.br Grupos de auto e mútua ajuda Grupos que prestam ajuda a familiares e usuários de droga por meio de reuniões, cursos e palestras.
  • 43. O mais importante: ter seus próprios valores!