SlideShare uma empresa Scribd logo
O Programa nacional de alimentação escolar(PNAE).
               Gerenciado pelo fundo nacional de educação(FNDE).
      Considerado um dos maiores programas na área de alimentação escolar
                                  No mundo.
          Teve início na década de 40 – Na década de 50 foi elaborado
  Um plano denominado Conjunto Alimentar é o problema da Nutrição no Brasil.

1955-Foi assinado o decreto que instituem a Campanha de Merenda Escolar(CME)
1956-Decreto Nº 39.007 Campanha Nacional de Merenda Escolar(CNME)
1965-Decreto Nº 56.886/65 Campanha Nacional Alimentação Escolar(CNAE)
1972-Instituição Nacional de Alimentação e Nutrição (INAN)
Consolidada do I Programa Nacional de Alimentação e Nutrição (I PRONAN)
1971- II PRONAN Englobou o PNAE
1988-Constituição federal assegura o direito á alimentação escolar a
                          todos os alunos
                     Do ensino Fundamental
.1994- foi instituída por meio da Lei Nº 8.913 de 12/07/94
                          A elaboração dos cardápios.

           .Repasse direto dos recursos financeiros-14/12/1998

.Medida provisória Nº 1.784-Repasse diretamente para todos os municípios e
                         Secretarias de Educação.
A medida provisória Nº 2.178-36 de 24 de agosto de 2001-obrigatoriedade de que
70%
Dos recursos sejam aplicados em recursos básicos, respeitando os hábitos e a
Agricultura regional.

-Em 2009, a sanção da Lei 11.947 de junho de 2006 trouxe novos Avanços para o
PENAE

-Extensão do programa para toda rede pública da educação básica e de Jovens e
adultos e a garantia de que 30% dos repasses do FNDE sejam investidos na aquisição
de produtos da agricultura familiar.
Conforme o disposto no artigo 7º da Lei Nº 11947/2009
  Dispõe sobre a alimentação escolar e artigo 7º Resolução do FNDE Nº 38/2009
      Estados poderão transferir a seus municípios a responsabilidade pelo
      Atendimento aos alunos matriculados nos estabelecimentos estaduais.

               O Programa Nacional de Alimentação (PENAE) 1955
 Garante por meio da transferência de Recursos financeiros a alimentação de toda
educação básica(Educação infantil , ensino fundamental,ensino médio e educação de
        jovens e adultos) matriculados em escolas públicas e filantrópicas.

O repasse é feito diretamente aos estados e municípios, com base no Censo escolar.
.Secretarias de Educação dos Estados e do Distrito Federal.
                                .Prefeituras municipais
                                   .Escolas Federais
                        .Conselho de Alimentação Escolar(CAE)
             .Tribunal de contas da união e secretaria de controle interno
.Secretaria de Saúde dos Estados, do D.Federal e dos Municípios ou órgãos similares.
                             .Ministério Público da União
                          .Conselho Federal de Nutricionistas.
Resolução Nº 44 de 25 de agosto de 2011-Estabelece critérios prazos e procedimentos
      Para atender as disposições do decreto Nº 7.507 de 27 de junho de 2011.

   Art. 7º Nos termos do artigo 3º do decreto 7.507/2011, independentemente
 De autorização do titular da conta o FNDE Divulgara mensalmente em seu portal na
    internet os extratos das contas carentes dos estados, D.Federal e Municípios
                      beneficiados com recursos dos programas
   Com a identificação do domicílios bancários dos respectivos fornecedores dos
                                programas realizados.
•Art. 4º O dever do estado com a Educação Escolar Pública será Efetivado mediante a
                                    garantia de:
    VIII- Atendimento ao educando, no ensino fundamental público por meio de
  programas suplementares de material didático-escolar, transporte,alimentação e
                                assistência à saúde.
É realizado por meio do demonstrativo sintético anual da Execução Físico Financeiro.




            Cabe ao FNDE e ao CAE fiscalizar a Execução do Programa.
Apartir de 2010,o valor repassado pela União a estados e
  municípios foi reajustado para R$:0,30 por dia para cada
    aluno matriculado em turmas de pré-escola, ensino
fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos.
                      Creches R$:0,60.
Repasse mensal da merenda escolar a secretaria Municipal de Educação do município
                                  de Anguera



             Creche._____________________ R$:¨648,00
            Pré-Escola. __________________ R$: 1.344,00
            Fundamental.________________ R$: 7.812,00
            EJA .________________________ R$: 2.388,00
                    Total._________R$: 12.192,00
www.FNDE.gov.br
           Ministério da educação
Fundo nacional de desenvolvimento da Educação
            Conselho deliberativo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar
Alimentação infantil
Alimentação infantilAlimentação infantil
Alimentação infantil
lipernnatal
 
Relatório de estágio
Relatório de estágioRelatório de estágio
Relatório de estágio
cristiane1981
 
Relatório de UAN ( Hospital Caridade )
Relatório de UAN ( Hospital Caridade )Relatório de UAN ( Hospital Caridade )
Relatório de UAN ( Hospital Caridade )
cristiane1981
 
Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil
Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil
Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG
Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG
Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética
Eliane Cristina
 
Nutriçao
NutriçaoNutriçao
Nutriçao
Sheilla Sandes
 
Estágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdf
Estágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdfEstágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdf
Estágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdf
ArlenoFavacho2
 
Relatório Clinica Nutrição
Relatório Clinica NutriçãoRelatório Clinica Nutrição
Relatório Clinica Nutrição
cristiane1981
 
Merenda Escolar
Merenda EscolarMerenda Escolar
Merenda Escolar
Sanny Pereira
 
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA ESCOLAR!
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA  ESCOLAR!MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA  ESCOLAR!
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA ESCOLAR!
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Cardápios Saudáveis
Cardápios SaudáveisCardápios Saudáveis
Cardápios Saudáveis
Creche Segura
 
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestanteNutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
KetlenBatista
 
Alimentação na gestação
Alimentação na gestaçãoAlimentação na gestação
Alimentação na gestação
Alinebrauna Brauna
 
SAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEM
SAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEMSAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEM
SAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEM
Centro Universitário Ages
 
Relatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolarRelatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolar
Leticia Lopes
 
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
crn8
 
Terapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeoTerapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeo
Jamille Salvador
 
Aula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOAula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãO
themis dovera
 

Mais procurados (20)

Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução Alimentar
 
Alimentação infantil
Alimentação infantilAlimentação infantil
Alimentação infantil
 
Relatório de estágio
Relatório de estágioRelatório de estágio
Relatório de estágio
 
Relatório de UAN ( Hospital Caridade )
Relatório de UAN ( Hospital Caridade )Relatório de UAN ( Hospital Caridade )
Relatório de UAN ( Hospital Caridade )
 
Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil
Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil
Cartilha ilustrada: Alimentação Saudável na Infância / Unicef Brasil
 
Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG
Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG
Cartilha ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL INFANTIL - UFMG
 
01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética
 
Nutriçao
NutriçaoNutriçao
Nutriçao
 
Estágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdf
Estágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdfEstágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdf
Estágio em Nutrição e Saúde Coletiva.pdf
 
Relatório Clinica Nutrição
Relatório Clinica NutriçãoRelatório Clinica Nutrição
Relatório Clinica Nutrição
 
Merenda Escolar
Merenda EscolarMerenda Escolar
Merenda Escolar
 
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA ESCOLAR!
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA  ESCOLAR!MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA  ESCOLAR!
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA ESCOLAR!
 
Cardápios Saudáveis
Cardápios SaudáveisCardápios Saudáveis
Cardápios Saudáveis
 
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestanteNutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
 
Alimentação na gestação
Alimentação na gestaçãoAlimentação na gestação
Alimentação na gestação
 
SAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEM
SAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEMSAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEM
SAÚDE DA CRIANÇA: ENFERMAGEM
 
Relatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolarRelatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolar
 
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
 
Terapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeoTerapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeo
 
Aula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãOAula De NutriçãO IntroduçãO
Aula De NutriçãO IntroduçãO
 

Semelhante a Alimentação escolar

Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013
Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013
Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013
Janaine Marques
 
Resolução n 26, de 17 06-2013 pnae
Resolução n 26, de 17 06-2013 pnaeResolução n 26, de 17 06-2013 pnae
Resolução n 26, de 17 06-2013 pnae
nucane
 
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Imprensa-semec
 
Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013
Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013
Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013
nucane
 
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Mauricio da Silva
 
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05
FUNDETEC - Fundação para o Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico de Cascavel
 
Res038 19082008
Res038 19082008Res038 19082008
Res038 19082008
Humberto Ferreira
 
Lei 11947/2009
Lei 11947/2009Lei 11947/2009
Lei 11947/2009
nucane
 
Conselho alimentação
Conselho alimentaçãoConselho alimentação
Conselho alimentação
Nayara Reis
 
Formação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade Final
Formação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade FinalFormação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade Final
Formação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade Final
Jose Arnaldo Silva
 
Res 38 fnde 2009 - cópia
Res 38 fnde 2009 - cópiaRes 38 fnde 2009 - cópia
Res 38 fnde 2009 - cópia
nucane
 
Resolução 38/2009
Resolução 38/2009 Resolução 38/2009
Resolução 38/2009
nucane
 
Apresentação fundeb
Apresentação fundebApresentação fundeb
Apresentação fundeb
Néia Melo
 
Caderno legislação pnae 2014
Caderno legislação pnae 2014Caderno legislação pnae 2014
Caderno legislação pnae 2014
Tereza Cristina Thomazin
 
Pnae Cursista
Pnae CursistaPnae Cursista
Pnae Cursista
tecampinasoeste
 
Pnae cursista 2012
Pnae cursista 2012Pnae cursista 2012
Pnae cursista 2012
tecampinasoeste
 
Módulo 12
Módulo 12Módulo 12
Módulo 12
marcilene1311
 
Trabalho final pnae
Trabalho final pnaeTrabalho final pnae
Trabalho final pnae
Edjeynne Velez
 
Relatório cgu
Relatório cguRelatório cgu
Relatório cgu
Emilio Gusmão
 
Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024
Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024
Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024
Governo de Santa Catarina
 

Semelhante a Alimentação escolar (20)

Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013
Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013
Resolução nº. 26 do fnde, de 17 de julho de 2013
 
Resolução n 26, de 17 06-2013 pnae
Resolução n 26, de 17 06-2013 pnaeResolução n 26, de 17 06-2013 pnae
Resolução n 26, de 17 06-2013 pnae
 
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
 
Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013
Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013
Resolução FNDE nº 26, de 17 de junho de 2013
 
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
Resolução nº 26 de 17 de junho de 2013
 
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 05
 
Res038 19082008
Res038 19082008Res038 19082008
Res038 19082008
 
Lei 11947/2009
Lei 11947/2009Lei 11947/2009
Lei 11947/2009
 
Conselho alimentação
Conselho alimentaçãoConselho alimentação
Conselho alimentação
 
Formação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade Final
Formação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade FinalFormação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade Final
Formação Pela Escola, Curso PNAE - Atividade Final
 
Res 38 fnde 2009 - cópia
Res 38 fnde 2009 - cópiaRes 38 fnde 2009 - cópia
Res 38 fnde 2009 - cópia
 
Resolução 38/2009
Resolução 38/2009 Resolução 38/2009
Resolução 38/2009
 
Apresentação fundeb
Apresentação fundebApresentação fundeb
Apresentação fundeb
 
Caderno legislação pnae 2014
Caderno legislação pnae 2014Caderno legislação pnae 2014
Caderno legislação pnae 2014
 
Pnae Cursista
Pnae CursistaPnae Cursista
Pnae Cursista
 
Pnae cursista 2012
Pnae cursista 2012Pnae cursista 2012
Pnae cursista 2012
 
Módulo 12
Módulo 12Módulo 12
Módulo 12
 
Trabalho final pnae
Trabalho final pnaeTrabalho final pnae
Trabalho final pnae
 
Relatório cgu
Relatório cguRelatório cgu
Relatório cgu
 
Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024
Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024
Plano Estadual de Educação para o decênio 2015-2024
 

Mais de progestaoanguera

Frente
FrenteFrente
Verso
VersoVerso
Reunião entre os profissionais da escola e famílias progestão
Reunião entre os profissionais da escola e famílias   progestãoReunião entre os profissionais da escola e famílias   progestão
Reunião entre os profissionais da escola e famílias progestão
progestaoanguera
 
Reunião do progestão
Reunião do progestão Reunião do progestão
Reunião do progestão
progestaoanguera
 
Relações interpessoais
Relações interpessoaisRelações interpessoais
Relações interpessoais
progestaoanguera
 
Projeto pedagogico
Projeto pedagogicoProjeto pedagogico
Projeto pedagogico
progestaoanguera
 
Projeto progestão
Projeto   progestãoProjeto   progestão
Projeto progestão
progestaoanguera
 
Progestão salário educação
Progestão salário educaçãoProgestão salário educação
Progestão salário educação
progestaoanguera
 
Progestão x
Progestão xProgestão x
Progestão x
progestaoanguera
 
Progetão (módulo x )
Progetão  (módulo x )Progetão  (módulo x )
Progetão (módulo x )
progestaoanguera
 
Progestão módulo viii
Progestão  módulo viii  Progestão  módulo viii
Progestão módulo viii
progestaoanguera
 
Progestao módulo ix dia 13 de junho
Progestao módulo ix dia 13 de junhoProgestao módulo ix dia 13 de junho
Progestao módulo ix dia 13 de junho
progestaoanguera
 
Progestão modulo viii
Progestão modulo viiiProgestão modulo viii
Progestão modulo viii
progestaoanguera
 
Progestão módulo i
Progestão módulo iProgestão módulo i
Progestão módulo i
progestaoanguera
 
Progestao mod x
Progestao mod xProgestao mod x
Progestao mod x
progestaoanguera
 
Progestão ldb
Progestão  ldbProgestão  ldb
Progestão ldb
progestaoanguera
 
Progestão final
Progestão finalProgestão final
Progestão final
progestaoanguera
 
Progestão módulo ix
Progestão   módulo ix Progestão   módulo ix
Progestão módulo ix
progestaoanguera
 
Por que e como articular o pp da escola
Por que e como articular o pp da escolaPor que e como articular o pp da escola
Por que e como articular o pp da escola
progestaoanguera
 
O planejamento ppa dia 16.05.12 ii
O planejamento   ppa dia 16.05.12 iiO planejamento   ppa dia 16.05.12 ii
O planejamento ppa dia 16.05.12 ii
progestaoanguera
 

Mais de progestaoanguera (20)

Frente
FrenteFrente
Frente
 
Verso
VersoVerso
Verso
 
Reunião entre os profissionais da escola e famílias progestão
Reunião entre os profissionais da escola e famílias   progestãoReunião entre os profissionais da escola e famílias   progestão
Reunião entre os profissionais da escola e famílias progestão
 
Reunião do progestão
Reunião do progestão Reunião do progestão
Reunião do progestão
 
Relações interpessoais
Relações interpessoaisRelações interpessoais
Relações interpessoais
 
Projeto pedagogico
Projeto pedagogicoProjeto pedagogico
Projeto pedagogico
 
Projeto progestão
Projeto   progestãoProjeto   progestão
Projeto progestão
 
Progestão salário educação
Progestão salário educaçãoProgestão salário educação
Progestão salário educação
 
Progestão x
Progestão xProgestão x
Progestão x
 
Progetão (módulo x )
Progetão  (módulo x )Progetão  (módulo x )
Progetão (módulo x )
 
Progestão módulo viii
Progestão  módulo viii  Progestão  módulo viii
Progestão módulo viii
 
Progestao módulo ix dia 13 de junho
Progestao módulo ix dia 13 de junhoProgestao módulo ix dia 13 de junho
Progestao módulo ix dia 13 de junho
 
Progestão modulo viii
Progestão modulo viiiProgestão modulo viii
Progestão modulo viii
 
Progestão módulo i
Progestão módulo iProgestão módulo i
Progestão módulo i
 
Progestao mod x
Progestao mod xProgestao mod x
Progestao mod x
 
Progestão ldb
Progestão  ldbProgestão  ldb
Progestão ldb
 
Progestão final
Progestão finalProgestão final
Progestão final
 
Progestão módulo ix
Progestão   módulo ix Progestão   módulo ix
Progestão módulo ix
 
Por que e como articular o pp da escola
Por que e como articular o pp da escolaPor que e como articular o pp da escola
Por que e como articular o pp da escola
 
O planejamento ppa dia 16.05.12 ii
O planejamento   ppa dia 16.05.12 iiO planejamento   ppa dia 16.05.12 ii
O planejamento ppa dia 16.05.12 ii
 

Alimentação escolar

  • 1.
  • 2. O Programa nacional de alimentação escolar(PNAE). Gerenciado pelo fundo nacional de educação(FNDE). Considerado um dos maiores programas na área de alimentação escolar No mundo. Teve início na década de 40 – Na década de 50 foi elaborado Um plano denominado Conjunto Alimentar é o problema da Nutrição no Brasil. 1955-Foi assinado o decreto que instituem a Campanha de Merenda Escolar(CME) 1956-Decreto Nº 39.007 Campanha Nacional de Merenda Escolar(CNME) 1965-Decreto Nº 56.886/65 Campanha Nacional Alimentação Escolar(CNAE) 1972-Instituição Nacional de Alimentação e Nutrição (INAN) Consolidada do I Programa Nacional de Alimentação e Nutrição (I PRONAN)
  • 3. 1971- II PRONAN Englobou o PNAE 1988-Constituição federal assegura o direito á alimentação escolar a todos os alunos Do ensino Fundamental
  • 4. .1994- foi instituída por meio da Lei Nº 8.913 de 12/07/94 A elaboração dos cardápios. .Repasse direto dos recursos financeiros-14/12/1998 .Medida provisória Nº 1.784-Repasse diretamente para todos os municípios e Secretarias de Educação.
  • 5. A medida provisória Nº 2.178-36 de 24 de agosto de 2001-obrigatoriedade de que 70% Dos recursos sejam aplicados em recursos básicos, respeitando os hábitos e a Agricultura regional. -Em 2009, a sanção da Lei 11.947 de junho de 2006 trouxe novos Avanços para o PENAE -Extensão do programa para toda rede pública da educação básica e de Jovens e adultos e a garantia de que 30% dos repasses do FNDE sejam investidos na aquisição de produtos da agricultura familiar.
  • 6. Conforme o disposto no artigo 7º da Lei Nº 11947/2009 Dispõe sobre a alimentação escolar e artigo 7º Resolução do FNDE Nº 38/2009 Estados poderão transferir a seus municípios a responsabilidade pelo Atendimento aos alunos matriculados nos estabelecimentos estaduais. O Programa Nacional de Alimentação (PENAE) 1955 Garante por meio da transferência de Recursos financeiros a alimentação de toda educação básica(Educação infantil , ensino fundamental,ensino médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas e filantrópicas. O repasse é feito diretamente aos estados e municípios, com base no Censo escolar.
  • 7. .Secretarias de Educação dos Estados e do Distrito Federal. .Prefeituras municipais .Escolas Federais .Conselho de Alimentação Escolar(CAE) .Tribunal de contas da união e secretaria de controle interno .Secretaria de Saúde dos Estados, do D.Federal e dos Municípios ou órgãos similares. .Ministério Público da União .Conselho Federal de Nutricionistas.
  • 8. Resolução Nº 44 de 25 de agosto de 2011-Estabelece critérios prazos e procedimentos Para atender as disposições do decreto Nº 7.507 de 27 de junho de 2011. Art. 7º Nos termos do artigo 3º do decreto 7.507/2011, independentemente De autorização do titular da conta o FNDE Divulgara mensalmente em seu portal na internet os extratos das contas carentes dos estados, D.Federal e Municípios beneficiados com recursos dos programas Com a identificação do domicílios bancários dos respectivos fornecedores dos programas realizados.
  • 9. •Art. 4º O dever do estado com a Educação Escolar Pública será Efetivado mediante a garantia de: VIII- Atendimento ao educando, no ensino fundamental público por meio de programas suplementares de material didático-escolar, transporte,alimentação e assistência à saúde.
  • 10. É realizado por meio do demonstrativo sintético anual da Execução Físico Financeiro. Cabe ao FNDE e ao CAE fiscalizar a Execução do Programa.
  • 11. Apartir de 2010,o valor repassado pela União a estados e municípios foi reajustado para R$:0,30 por dia para cada aluno matriculado em turmas de pré-escola, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos. Creches R$:0,60.
  • 12. Repasse mensal da merenda escolar a secretaria Municipal de Educação do município de Anguera Creche._____________________ R$:¨648,00 Pré-Escola. __________________ R$: 1.344,00 Fundamental.________________ R$: 7.812,00 EJA .________________________ R$: 2.388,00 Total._________R$: 12.192,00
  • 13. www.FNDE.gov.br Ministério da educação Fundo nacional de desenvolvimento da Educação Conselho deliberativo