SlideShare uma empresa Scribd logo
Secretaria Municipal de Educação
Divisão de Desenvolvimento
Profissional do Magistério
Formação Continuada de Professores
Curso Educação Ambiental e Pedagogia de
Projetos: construindo a cidadania




AGENDA 21
 ESCOLAR
                          MSc Silvia Carla Barros
                          MSc Waldiléia Pereira


                                       Fonte: BARROS, 2011.
O que é ? Por que Agenda 21 Escolar?



     Agenda 21 Escolar é a proposta que resulta
do   estudo    das   Agendas     21 Global,      Brasileira,
Estadual e Local e dos diagnósticos levantados, a
fim de ser implementada nos meios de influência da
escola, tanto nos seus próprios recintos quanto no
meio familiar e social, onde tal influência é exercida.



                                              Fonte: BARROS, 2011.
O quê?
          Agenda 21 Escolar

 É um      processo     em que a comunidade
escolar, procura o consenso na preparação de
um Plano de Ação para melhorar a qualidade de
vida do meio escolar.



                 Quando?
Cada escola decide quando começar.

                                      Fonte: BARROS, 2011.
Quem?
Um grupo específico ( coordenador da Agenda 21 Escolar)
assume a responsabilidade de impulsionar o trabalho
junto aos membros da escola.

Toda comunidade escolar consensua a elaboração do
Plano de Ação para aplicação dentro do âmbito de
atuação da escola.


                        Onde?
Escola e seu entorno.

                                       Fonte: BARROS, 2011.
Requisitos básicos para a
elaboração da Agenda 21 Escolar
1 Adoção de uma metodologia de trabalho, que
deverá ser estabelecida por consenso, entre os
representantes do estabelecimento escolar, dos
alunos, da coletividade inserida em sua área de
influência, do poder público e de organismos não-
governamentais, voluntários, técnicos, líderes
comunitários     e      religiosos,  em reuniões
previamente designadas para tanto.
-




                                      Fonte: BARROS, 2011.
2    Realização de diagnóstico para a definição dos
problemas existentes na área de atuação da Agenda 21
Escolar.
A partir do diagnóstico deverão ser apresentadas as
propostas    de   soluções   que favoreçam às ações
integradas, na forma de Plano de Ação, que deve, por
sua vez ser incorporado ao Projeto Político-Pedagógico
da Escola.



                                       Fonte: BARROS, 2011.
3    Envolvimento do poder público, através de negociações
necessárias, a fim de colaborar, buscar soluções e solucionar
problemas de sua exclusiva atribuição ou que estejam dentro
das suas possibilidades governamentais.


4   Mobilização dos setores da sociedade que, de alguma forma,
possam auxiliar na concretização das ações relativas à solução
dos problemas apurados.


5    Implementação das ações propostas, visando correção,
reversão e erradicação dos problemas.


                                             Fonte: BARROS, 2011.
Elaboração da Agenda 21 Escolar
1.º passo: criação de um fórum, espaço de discussão,
através de ofício emitido pela escola, e assinado pela
direção para início dos trabalhos de planejamento e
implementação da Agenda 21 do estabelecimento de
ensino. Este fórum deverá contar, na medida do
possível, com     representantes      de        todos             os
componentes     da comunidade escolar professores,
alunos,   funcionários      dos   serviços         gerais          e
administrativo, pais, do poder público, dos moradores
das imediações da escola.
                                           Fonte: BARROS, 2011.
A participação de convidados que não fazem parte da
comunidade escolar é necessária para que os mesmos
tomem conhecimento e levem os problemas levantados
pelos    participantes aos órgãos competentes para
possível solução.
Na primeira reunião será eleito o coordenador técnico da
elaboração da Agenda 21 Escolar e o relator responsável
pela sistematização dos resultados das discussões e
decisões.




                                          Fonte: BARROS, 2011.
2.º passo: buscar a participação do público nas reuniões do
fórum, para o auxílio na detecção de problemas e
apresentação de possíveis soluções.


3.º passo: identificar os problemas, durante as
reuniões, através de diagnóstico. Os problemas
levantados deverão ser incluídos na Agenda 21 Escolar e
limitados dentro da possibilidade de execução dos
mesmos.
Dentre os problemas que poderão surgir, alguns serão
de     execução   do    participantes  da   comunidade
escolar e outros deverão ser encaminhados aos órgãos
que competem a execução.


                                            Fonte: BARROS, 2011.
4.º passo: elaboração de Plano de Ação, visando
possíveis soluções dos problemas detectados,
discriminando, passo a passo, as atividades
previstas.


5.º passo: a implementação do Plano de Ação.




                                      Fonte: BARROS, 2011.
1. Identificação
.Nome da Escola _________________________________
Endereço: ___________________________________________________


Telefone: ________     Município:__________________________________


Núcleo de Jurisdição: __________________________________________


Endereço Eletrônico:
_______________________________________________________________


Coordenador Técnico da Agenda 21 Escolar:
_______________________________________________________________



                                                   Fonte: BARROS, 2011.
2. Participação na Agenda 21 Escolar

. Comunidade Escolar                    Quantidade
                                        de pessoas
                                                     Participando da Construção da Agenda

                                        por grupo
 Número de Professores

 Número de Alunos

 Número de pessoas que trabalham
 na equipe Técnico-Pedagógica


 Número de pessoas que trabalham
 na equipe Administrativa


 Número de pessoas que trabalham
 no Serviços Gerais
 Pais atuantes na APMF e/ou como
 Representantes de turmas


 Sociedade Civil Organizada
 (associação de moradores, igrejas,
 ONG, governo municipal, etc.)

                                                                        Fonte: BARROS, 2011.
3. Reuniões
Local         Data   Nº de participantes (anexo, lista de
                     presença)




                                                   Fonte: BARROS, 2011.
4. Reconhecimento: Análise da comunidade                          Relato das observações
Estudo dos Recursos Naturais: clima, vegetação, água,
solo, fauna, impactos das ações humanas, etc.
Estudo da População ( recursos humanos): número de
habitantes, idade média, aumento ou diminuição de
índice de população, classes sociais, história da
população, nível educacional, atividades, tradições,
valores, etc.

Recursos Econômicos: atividades econômicas e serviços aos
consumidores (transporte, saúde, educação, recreação,
habitação, etc.)
Segurança Pública: ações preventivas, etc.
Saúde: tratamento da água, esgoto        coleta e tratamento de
resíduos, mortalidade infantil, doenças mais comuns,
programas para manutenção da saúde, alimentação, etc.

Recursos da Educação: população escolar, escolas
públicas e privadas, bibliotecas, museus, atividades de
recreação, etc.
Prestação de Serviços: instituições governamentais,
centros e programas de diferentes serviços, condições de
acesso, outras características, etc.

Os problemas do entorno da escola e sua influência na
escola
                                                                               Fonte: BARROS, 2011.
5. Diagnóstico
Caracterização da situação atual a partir da análise dos dados Resultados da análise das observações
coletados anteriormente:
Como é a situação atual da comunidade?
Caracterização da situação desejável a partir das questões:    Posicionamento dos participantes
Como deveria ser a situação da comunidade?
Como desejaríamos que fosse a situação da nossa
comunidade?
Para descrever a situação desejável devem ser apresentados
fatos reais que deveriam ocorrer, mas, no momento não estão
ocorrendo.
.
Identificação das causas/motivos que estão causando a           Causas/motivos
discrepância entre a situação atual e a situação desejável:
localização geográfica, ausência de estímulos para a busca de
soluções, falta de conhecimento e destrezas para a
compreensão dos fatos e a tomada de decisão, falta de
recursos, discrepância dos órgãos públicos, etc.
Definição dos problemas a partir das discrepâncias encontradas na comparação entre a situação real e a
desejada.




                                                                              Fonte: BARROS, 2011.
6 Título da Agenda 21 Escolar do (a) Colégio (Escola)
Agenda 21 Escolar da
(o)___________________________________________________________
____________________

7. Introdução
Apresentação da problemática foco x Educação ambiental
8. Objetivos
Objetivo            Objetivos Específicos
Geral
9. Plano de Trabalho:
Atividades        Metodologia                 Cronograma (Período)
10. Orçamento

11. Potenciais acordos de cooperação

12. Avaliação da ação ( Critérios de Avaliação e Instrumentos)



                                                           Fonte: BARROS, 2011.
13. Projeção para o futuro
    Sugestões para Avaliação do processo de criação da
    Agenda
.
    Como será a inserção da Agenda 21 Escolar no Projeto
    Político-Pedagógico da escola?

    O Plano de Ação contribuirá para melhorar a relação
    humana, Homem x Homem e Homem x Natureza?

    O conteúdo abordado contempla as DCEs?

    O Plano de Ação irá contribuir para melhorar a mudança
    de hábito e postura da comunidade escolar? Como?



                                               Fonte: BARROS, 2011.
O   Plano de Ação     irá   contribuir para melhorar             o
relacionamento entre escola e comunidade, estimulando
cooperação? De que maneira isto irá acontecer?


Quais são os atuantes da comunidade escolar que estão
presentes na Construção da Agenda 21 Escolar?
( ) Setor Público ( )Setor Privado ( ) ONGs ( ) Outros
Qual a sua atuação?



                                          Fonte: BARROS, 2011.
Lista de Presença nas reuniões
Nome           Instituição   Contato e-mail




                                     Fonte: BARROS, 2011.
“O significado das coisas não
está nas coisas em si, mas sim
em nossa atitude com relação a
elas.”

               (Antoine de Saint-Exupéry))


                          Fonte: BARROS, 2011.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Anexo 4 Minuta Da Pmea Piracicaba
Anexo 4   Minuta Da Pmea PiracicabaAnexo 4   Minuta Da Pmea Piracicaba
Anexo 4 Minuta Da Pmea Piracicaba
ONG Instituto Ambiente em Foco
 
Anexo 2 - Minuta Da PMEA Piracicaba
Anexo 2 - Minuta Da PMEA PiracicabaAnexo 2 - Minuta Da PMEA Piracicaba
Anexo 2 - Minuta Da PMEA Piracicaba
ONG Instituto Ambiente em Foco
 
apresentação
apresentaçãoapresentação
apresentação
themis dovera
 
Projeto - Metodologias de intervenção comunitária
Projeto - Metodologias de intervenção comunitáriaProjeto - Metodologias de intervenção comunitária
Projeto - Metodologias de intervenção comunitária
Ricardo da Palma
 
Notícia+agenda+21
Notícia+agenda+21Notícia+agenda+21
Notícia+agenda+21
Projeto Golfinho Rotador
 
Pnea - Política Nacional de Educação Ambiental
Pnea - Política Nacional de Educação AmbientalPnea - Política Nacional de Educação Ambiental
Pnea - Política Nacional de Educação Ambiental
Fabio Alves
 
Política Estadual de EA - lei 3.325_1999
Política Estadual de EA - lei 3.325_1999Política Estadual de EA - lei 3.325_1999
Política Estadual de EA - lei 3.325_1999
Fabio Alves
 
Programa Nacional de Educação Ambiental
Programa Nacional de Educação AmbientalPrograma Nacional de Educação Ambiental
Programa Nacional de Educação Ambiental
Fabio Alves
 
Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013
Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013
Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013
fatecjundiai
 
Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...
Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...
Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...
Nuno Quental
 
Coromandel meio ambiente g3
Coromandel meio ambiente g3Coromandel meio ambiente g3
Coromandel meio ambiente g3
temastransversais
 
Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012
Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012
Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012
carahadecaranova
 
Gaia village boletim informativo março 2014 (1)
Gaia village   boletim informativo março 2014 (1)Gaia village   boletim informativo março 2014 (1)
Gaia village boletim informativo março 2014 (1)
Consumidor Racional
 
Selo Social de Sorocaba -
Selo Social de Sorocaba - Selo Social de Sorocaba -
Selo Social de Sorocaba -
Instituto Abaçaí
 
Agenda 21
Agenda 21 Agenda 21
Agenda 21
PCaffa
 
Desenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma Moeda
Desenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma MoedaDesenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma Moeda
Desenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma Moeda
Henrique Santos
 
Comitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista site
Comitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista siteComitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista site
Comitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista site
forumdacidadania
 
CEAP - Centro de Educação Ambiental de Parauapebas
CEAP - Centro de Educação Ambiental de ParauapebasCEAP - Centro de Educação Ambiental de Parauapebas
CEAP - Centro de Educação Ambiental de Parauapebas
Adilson P Motta Motta
 
Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4
Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4
Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4
Chico Macena
 
Plano coleta seletiva petrolândia
Plano coleta seletiva petrolândiaPlano coleta seletiva petrolândia
Plano coleta seletiva petrolândia
Daniel Filho
 

Mais procurados (20)

Anexo 4 Minuta Da Pmea Piracicaba
Anexo 4   Minuta Da Pmea PiracicabaAnexo 4   Minuta Da Pmea Piracicaba
Anexo 4 Minuta Da Pmea Piracicaba
 
Anexo 2 - Minuta Da PMEA Piracicaba
Anexo 2 - Minuta Da PMEA PiracicabaAnexo 2 - Minuta Da PMEA Piracicaba
Anexo 2 - Minuta Da PMEA Piracicaba
 
apresentação
apresentaçãoapresentação
apresentação
 
Projeto - Metodologias de intervenção comunitária
Projeto - Metodologias de intervenção comunitáriaProjeto - Metodologias de intervenção comunitária
Projeto - Metodologias de intervenção comunitária
 
Notícia+agenda+21
Notícia+agenda+21Notícia+agenda+21
Notícia+agenda+21
 
Pnea - Política Nacional de Educação Ambiental
Pnea - Política Nacional de Educação AmbientalPnea - Política Nacional de Educação Ambiental
Pnea - Política Nacional de Educação Ambiental
 
Política Estadual de EA - lei 3.325_1999
Política Estadual de EA - lei 3.325_1999Política Estadual de EA - lei 3.325_1999
Política Estadual de EA - lei 3.325_1999
 
Programa Nacional de Educação Ambiental
Programa Nacional de Educação AmbientalPrograma Nacional de Educação Ambiental
Programa Nacional de Educação Ambiental
 
Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013
Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013
Fatec jundiai enviara alunos e professores ao projeto rondon em 2013
 
Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...
Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...
Plano estratégico de ambiente do Grande Porto, como integrar as políticas aut...
 
Coromandel meio ambiente g3
Coromandel meio ambiente g3Coromandel meio ambiente g3
Coromandel meio ambiente g3
 
Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012
Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012
Regulamento selo escola protetora do meio ambiente 2012
 
Gaia village boletim informativo março 2014 (1)
Gaia village   boletim informativo março 2014 (1)Gaia village   boletim informativo março 2014 (1)
Gaia village boletim informativo março 2014 (1)
 
Selo Social de Sorocaba -
Selo Social de Sorocaba - Selo Social de Sorocaba -
Selo Social de Sorocaba -
 
Agenda 21
Agenda 21 Agenda 21
Agenda 21
 
Desenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma Moeda
Desenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma MoedaDesenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma Moeda
Desenvolvimento Comunitário vs. Educação: Duas Faces da mesma Moeda
 
Comitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista site
Comitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista siteComitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista site
Comitê pela gestão sustentável de resíduos sólidos da baixada santista site
 
CEAP - Centro de Educação Ambiental de Parauapebas
CEAP - Centro de Educação Ambiental de ParauapebasCEAP - Centro de Educação Ambiental de Parauapebas
CEAP - Centro de Educação Ambiental de Parauapebas
 
Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4
Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4
Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais Volume 4
 
Plano coleta seletiva petrolândia
Plano coleta seletiva petrolândiaPlano coleta seletiva petrolândia
Plano coleta seletiva petrolândia
 

Destaque

Agenda 21
Agenda 21Agenda 21
Agenda 21
Leandro Guss
 
Conferências ambientais
Conferências ambientaisConferências ambientais
Conferências ambientais
Artur Lara
 
Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014
Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014
Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014
Rio de Sustentabilidade
 
Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013
Delziene Jesus
 
Projeto sustentabilidade - CEAD UFOP
Projeto sustentabilidade - CEAD UFOPProjeto sustentabilidade - CEAD UFOP
Projeto sustentabilidade - CEAD UFOP
Branco66
 
Agenda 21 itaborai
Agenda 21 itaboraiAgenda 21 itaborai
Agenda 21 itaborai
Italo Malta
 
As conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambienteAs conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambiente
Wesley Torres
 
Agenda 21
Agenda 21Agenda 21
Agenda 21
Claudia Silva
 
Projeto sutentabilidade santander pronto
Projeto sutentabilidade santander prontoProjeto sutentabilidade santander pronto
Projeto sutentabilidade santander pronto
teixeirasilva
 
Conferencias ambientais-e-cops.
Conferencias ambientais-e-cops.Conferencias ambientais-e-cops.
Conferencias ambientais-e-cops.
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
As grandes conferências internacionais
As grandes conferências internacionaisAs grandes conferências internacionais
As grandes conferências internacionais
Almir
 
Conferencias ambientais
Conferencias ambientaisConferencias ambientais
Conferencias ambientais
rsaloes
 
Cartilha Código Florestal 2011
Cartilha Código Florestal 2011Cartilha Código Florestal 2011
Cartilha Código Florestal 2011
Tulio Malaspina
 
Agenda 21
Agenda 21Agenda 21
Principais Tratados Ambientais
Principais Tratados AmbientaisPrincipais Tratados Ambientais
Principais Tratados Ambientais
ciacinco
 
Projeto sustentabilidade e questões ambientais
Projeto sustentabilidade e questões ambientaisProjeto sustentabilidade e questões ambientais
Projeto sustentabilidade e questões ambientais
FatinhaMiglioranca
 
Como elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projeto
Como elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projetoComo elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projeto
Como elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projeto
Fundação Abrinq
 
Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino
Adriana Teixeira Simoni
 
Projeto meio ambiente e sustentabilidade na escola
Projeto meio ambiente e sustentabilidade na escolaProjeto meio ambiente e sustentabilidade na escola
Projeto meio ambiente e sustentabilidade na escola
Claudia Martins
 
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da MatemáticaProjeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
dantecarelli
 

Destaque (20)

Agenda 21
Agenda 21Agenda 21
Agenda 21
 
Conferências ambientais
Conferências ambientaisConferências ambientais
Conferências ambientais
 
Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014
Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014
Apresentação A3P JBRJ hosp lagoa 2014
 
Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013
 
Projeto sustentabilidade - CEAD UFOP
Projeto sustentabilidade - CEAD UFOPProjeto sustentabilidade - CEAD UFOP
Projeto sustentabilidade - CEAD UFOP
 
Agenda 21 itaborai
Agenda 21 itaboraiAgenda 21 itaborai
Agenda 21 itaborai
 
As conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambienteAs conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambiente
 
Agenda 21
Agenda 21Agenda 21
Agenda 21
 
Projeto sutentabilidade santander pronto
Projeto sutentabilidade santander prontoProjeto sutentabilidade santander pronto
Projeto sutentabilidade santander pronto
 
Conferencias ambientais-e-cops.
Conferencias ambientais-e-cops.Conferencias ambientais-e-cops.
Conferencias ambientais-e-cops.
 
As grandes conferências internacionais
As grandes conferências internacionaisAs grandes conferências internacionais
As grandes conferências internacionais
 
Conferencias ambientais
Conferencias ambientaisConferencias ambientais
Conferencias ambientais
 
Cartilha Código Florestal 2011
Cartilha Código Florestal 2011Cartilha Código Florestal 2011
Cartilha Código Florestal 2011
 
Agenda 21
Agenda 21Agenda 21
Agenda 21
 
Principais Tratados Ambientais
Principais Tratados AmbientaisPrincipais Tratados Ambientais
Principais Tratados Ambientais
 
Projeto sustentabilidade e questões ambientais
Projeto sustentabilidade e questões ambientaisProjeto sustentabilidade e questões ambientais
Projeto sustentabilidade e questões ambientais
 
Como elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projeto
Como elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projetoComo elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projeto
Como elaborar projetos sociais: Sustentabilidade de um projeto
 
Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino
 
Projeto meio ambiente e sustentabilidade na escola
Projeto meio ambiente e sustentabilidade na escolaProjeto meio ambiente e sustentabilidade na escola
Projeto meio ambiente e sustentabilidade na escola
 
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da MatemáticaProjeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
Projeto Interdisciplinar Partindo do Ensino da Matemática
 

Semelhante a Agenda 21 escolar

Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
Profissão Professor
 
Projecto educativo 2009-2012
Projecto educativo 2009-2012Projecto educativo 2009-2012
Projecto educativo 2009-2012
jicnsn
 
Conselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptx
Conselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptxConselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptx
Conselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptx
Aline Gonçalves
 
A construção do projeto poltico pedagogico
A construção do projeto poltico  pedagogico A construção do projeto poltico  pedagogico
A construção do projeto poltico pedagogico
Elena Zarate
 
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
Paulo Lima
 
08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf
08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf
08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf
WilliamMartins858128
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICAPROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
Lidia Carvalho
 

Semelhante a Agenda 21 escolar (7)

Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
 
Projecto educativo 2009-2012
Projecto educativo 2009-2012Projecto educativo 2009-2012
Projecto educativo 2009-2012
 
Conselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptx
Conselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptxConselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptx
Conselho de Escola_ppt Apoio doc 01.pptx
 
A construção do projeto poltico pedagogico
A construção do projeto poltico  pedagogico A construção do projeto poltico  pedagogico
A construção do projeto poltico pedagogico
 
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
 
08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf
08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf
08-05-2017-pgd_material-de-apoio1-encontros-preparatrios.pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICAPROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
 

Mais de waldileia do socorro pereira

O PRONACAMPO NO MEC
O PRONACAMPO NO MECO PRONACAMPO NO MEC
O PRONACAMPO NO MEC
waldileia do socorro pereira
 
A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...
A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...
A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...
waldileia do socorro pereira
 
Apresentação projeto 2013 wal
Apresentação projeto 2013 walApresentação projeto 2013 wal
Apresentação projeto 2013 wal
waldileia do socorro pereira
 
Avaliação ética como processo de inclusão social
Avaliação ética como processo de inclusão socialAvaliação ética como processo de inclusão social
Avaliação ética como processo de inclusão social
waldileia do socorro pereira
 
Biologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptxBiologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptx
waldileia do socorro pereira
 
Disci. biologia e ed. aula celula (2)
Disci. biologia e ed. aula celula (2)Disci. biologia e ed. aula celula (2)
Disci. biologia e ed. aula celula (2)
waldileia do socorro pereira
 
Biologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptxBiologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptx
waldileia do socorro pereira
 
O bhagavad gita como elel é
O bhagavad gita como elel éO bhagavad gita como elel é
O bhagavad gita como elel é
waldileia do socorro pereira
 
Aula teoria gaia ppt
Aula teoria gaia pptAula teoria gaia ppt
Aula teoria gaia ppt
waldileia do socorro pereira
 
Estágio docente na formação
Estágio docente na formaçãoEstágio docente na formação
Estágio docente na formação
waldileia do socorro pereira
 
Constituição do campo da educação ambiental
Constituição do campo da educação ambientalConstituição do campo da educação ambiental
Constituição do campo da educação ambiental
waldileia do socorro pereira
 
Pre projeto pesquisa (2)
Pre projeto pesquisa (2)Pre projeto pesquisa (2)
Pre projeto pesquisa (2)
waldileia do socorro pereira
 
Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02
Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02
Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02
waldileia do socorro pereira
 
Constituição do campo da educação ambiental copy
Constituição do campo da educação ambiental   copyConstituição do campo da educação ambiental   copy
Constituição do campo da educação ambiental copy
waldileia do socorro pereira
 
Apresentação wal modulo 3
Apresentação wal modulo 3Apresentação wal modulo 3
Apresentação wal modulo 3
waldileia do socorro pereira
 
Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1
Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1
Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1
waldileia do socorro pereira
 
Apresentacão ed. ambiental
Apresentacão ed. ambientalApresentacão ed. ambiental
Apresentacão ed. ambiental
waldileia do socorro pereira
 
Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01
waldileia do socorro pereira
 

Mais de waldileia do socorro pereira (18)

O PRONACAMPO NO MEC
O PRONACAMPO NO MECO PRONACAMPO NO MEC
O PRONACAMPO NO MEC
 
A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...
A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...
A FORMAÇÃO ESCOLA DA TERRA E PROJETO ITINERANTE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO SEMED MA...
 
Apresentação projeto 2013 wal
Apresentação projeto 2013 walApresentação projeto 2013 wal
Apresentação projeto 2013 wal
 
Avaliação ética como processo de inclusão social
Avaliação ética como processo de inclusão socialAvaliação ética como processo de inclusão social
Avaliação ética como processo de inclusão social
 
Biologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptxBiologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptx
 
Disci. biologia e ed. aula celula (2)
Disci. biologia e ed. aula celula (2)Disci. biologia e ed. aula celula (2)
Disci. biologia e ed. aula celula (2)
 
Biologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptxBiologia e educação.curva spptx
Biologia e educação.curva spptx
 
O bhagavad gita como elel é
O bhagavad gita como elel éO bhagavad gita como elel é
O bhagavad gita como elel é
 
Aula teoria gaia ppt
Aula teoria gaia pptAula teoria gaia ppt
Aula teoria gaia ppt
 
Estágio docente na formação
Estágio docente na formaçãoEstágio docente na formação
Estágio docente na formação
 
Constituição do campo da educação ambiental
Constituição do campo da educação ambientalConstituição do campo da educação ambiental
Constituição do campo da educação ambiental
 
Pre projeto pesquisa (2)
Pre projeto pesquisa (2)Pre projeto pesquisa (2)
Pre projeto pesquisa (2)
 
Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02
Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02
Apresentação seminário pedagogia do oprimido 02
 
Constituição do campo da educação ambiental copy
Constituição do campo da educação ambiental   copyConstituição do campo da educação ambiental   copy
Constituição do campo da educação ambiental copy
 
Apresentação wal modulo 3
Apresentação wal modulo 3Apresentação wal modulo 3
Apresentação wal modulo 3
 
Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1
Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1
Ddpm formaçao ed. amniental mod. 1
 
Apresentacão ed. ambiental
Apresentacão ed. ambientalApresentacão ed. ambiental
Apresentacão ed. ambiental
 
Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01
 

Agenda 21 escolar

  • 1. Secretaria Municipal de Educação Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério Formação Continuada de Professores Curso Educação Ambiental e Pedagogia de Projetos: construindo a cidadania AGENDA 21 ESCOLAR MSc Silvia Carla Barros MSc Waldiléia Pereira Fonte: BARROS, 2011.
  • 2. O que é ? Por que Agenda 21 Escolar? Agenda 21 Escolar é a proposta que resulta do estudo das Agendas 21 Global, Brasileira, Estadual e Local e dos diagnósticos levantados, a fim de ser implementada nos meios de influência da escola, tanto nos seus próprios recintos quanto no meio familiar e social, onde tal influência é exercida. Fonte: BARROS, 2011.
  • 3. O quê? Agenda 21 Escolar É um processo em que a comunidade escolar, procura o consenso na preparação de um Plano de Ação para melhorar a qualidade de vida do meio escolar. Quando? Cada escola decide quando começar. Fonte: BARROS, 2011.
  • 4. Quem? Um grupo específico ( coordenador da Agenda 21 Escolar) assume a responsabilidade de impulsionar o trabalho junto aos membros da escola. Toda comunidade escolar consensua a elaboração do Plano de Ação para aplicação dentro do âmbito de atuação da escola. Onde? Escola e seu entorno. Fonte: BARROS, 2011.
  • 5. Requisitos básicos para a elaboração da Agenda 21 Escolar 1 Adoção de uma metodologia de trabalho, que deverá ser estabelecida por consenso, entre os representantes do estabelecimento escolar, dos alunos, da coletividade inserida em sua área de influência, do poder público e de organismos não- governamentais, voluntários, técnicos, líderes comunitários e religiosos, em reuniões previamente designadas para tanto. - Fonte: BARROS, 2011.
  • 6. 2 Realização de diagnóstico para a definição dos problemas existentes na área de atuação da Agenda 21 Escolar. A partir do diagnóstico deverão ser apresentadas as propostas de soluções que favoreçam às ações integradas, na forma de Plano de Ação, que deve, por sua vez ser incorporado ao Projeto Político-Pedagógico da Escola. Fonte: BARROS, 2011.
  • 7. 3 Envolvimento do poder público, através de negociações necessárias, a fim de colaborar, buscar soluções e solucionar problemas de sua exclusiva atribuição ou que estejam dentro das suas possibilidades governamentais. 4 Mobilização dos setores da sociedade que, de alguma forma, possam auxiliar na concretização das ações relativas à solução dos problemas apurados. 5 Implementação das ações propostas, visando correção, reversão e erradicação dos problemas. Fonte: BARROS, 2011.
  • 8. Elaboração da Agenda 21 Escolar 1.º passo: criação de um fórum, espaço de discussão, através de ofício emitido pela escola, e assinado pela direção para início dos trabalhos de planejamento e implementação da Agenda 21 do estabelecimento de ensino. Este fórum deverá contar, na medida do possível, com representantes de todos os componentes da comunidade escolar professores, alunos, funcionários dos serviços gerais e administrativo, pais, do poder público, dos moradores das imediações da escola. Fonte: BARROS, 2011.
  • 9. A participação de convidados que não fazem parte da comunidade escolar é necessária para que os mesmos tomem conhecimento e levem os problemas levantados pelos participantes aos órgãos competentes para possível solução. Na primeira reunião será eleito o coordenador técnico da elaboração da Agenda 21 Escolar e o relator responsável pela sistematização dos resultados das discussões e decisões. Fonte: BARROS, 2011.
  • 10. 2.º passo: buscar a participação do público nas reuniões do fórum, para o auxílio na detecção de problemas e apresentação de possíveis soluções. 3.º passo: identificar os problemas, durante as reuniões, através de diagnóstico. Os problemas levantados deverão ser incluídos na Agenda 21 Escolar e limitados dentro da possibilidade de execução dos mesmos. Dentre os problemas que poderão surgir, alguns serão de execução do participantes da comunidade escolar e outros deverão ser encaminhados aos órgãos que competem a execução. Fonte: BARROS, 2011.
  • 11. 4.º passo: elaboração de Plano de Ação, visando possíveis soluções dos problemas detectados, discriminando, passo a passo, as atividades previstas. 5.º passo: a implementação do Plano de Ação. Fonte: BARROS, 2011.
  • 12. 1. Identificação .Nome da Escola _________________________________ Endereço: ___________________________________________________ Telefone: ________ Município:__________________________________ Núcleo de Jurisdição: __________________________________________ Endereço Eletrônico: _______________________________________________________________ Coordenador Técnico da Agenda 21 Escolar: _______________________________________________________________ Fonte: BARROS, 2011.
  • 13. 2. Participação na Agenda 21 Escolar . Comunidade Escolar Quantidade de pessoas Participando da Construção da Agenda por grupo Número de Professores Número de Alunos Número de pessoas que trabalham na equipe Técnico-Pedagógica Número de pessoas que trabalham na equipe Administrativa Número de pessoas que trabalham no Serviços Gerais Pais atuantes na APMF e/ou como Representantes de turmas Sociedade Civil Organizada (associação de moradores, igrejas, ONG, governo municipal, etc.) Fonte: BARROS, 2011.
  • 14. 3. Reuniões Local Data Nº de participantes (anexo, lista de presença) Fonte: BARROS, 2011.
  • 15. 4. Reconhecimento: Análise da comunidade Relato das observações Estudo dos Recursos Naturais: clima, vegetação, água, solo, fauna, impactos das ações humanas, etc. Estudo da População ( recursos humanos): número de habitantes, idade média, aumento ou diminuição de índice de população, classes sociais, história da população, nível educacional, atividades, tradições, valores, etc. Recursos Econômicos: atividades econômicas e serviços aos consumidores (transporte, saúde, educação, recreação, habitação, etc.) Segurança Pública: ações preventivas, etc. Saúde: tratamento da água, esgoto coleta e tratamento de resíduos, mortalidade infantil, doenças mais comuns, programas para manutenção da saúde, alimentação, etc. Recursos da Educação: população escolar, escolas públicas e privadas, bibliotecas, museus, atividades de recreação, etc. Prestação de Serviços: instituições governamentais, centros e programas de diferentes serviços, condições de acesso, outras características, etc. Os problemas do entorno da escola e sua influência na escola Fonte: BARROS, 2011.
  • 16. 5. Diagnóstico Caracterização da situação atual a partir da análise dos dados Resultados da análise das observações coletados anteriormente: Como é a situação atual da comunidade? Caracterização da situação desejável a partir das questões: Posicionamento dos participantes Como deveria ser a situação da comunidade? Como desejaríamos que fosse a situação da nossa comunidade? Para descrever a situação desejável devem ser apresentados fatos reais que deveriam ocorrer, mas, no momento não estão ocorrendo. . Identificação das causas/motivos que estão causando a Causas/motivos discrepância entre a situação atual e a situação desejável: localização geográfica, ausência de estímulos para a busca de soluções, falta de conhecimento e destrezas para a compreensão dos fatos e a tomada de decisão, falta de recursos, discrepância dos órgãos públicos, etc. Definição dos problemas a partir das discrepâncias encontradas na comparação entre a situação real e a desejada. Fonte: BARROS, 2011.
  • 17. 6 Título da Agenda 21 Escolar do (a) Colégio (Escola) Agenda 21 Escolar da (o)___________________________________________________________ ____________________ 7. Introdução Apresentação da problemática foco x Educação ambiental 8. Objetivos Objetivo Objetivos Específicos Geral 9. Plano de Trabalho: Atividades Metodologia Cronograma (Período) 10. Orçamento 11. Potenciais acordos de cooperação 12. Avaliação da ação ( Critérios de Avaliação e Instrumentos) Fonte: BARROS, 2011.
  • 18. 13. Projeção para o futuro Sugestões para Avaliação do processo de criação da Agenda . Como será a inserção da Agenda 21 Escolar no Projeto Político-Pedagógico da escola? O Plano de Ação contribuirá para melhorar a relação humana, Homem x Homem e Homem x Natureza? O conteúdo abordado contempla as DCEs? O Plano de Ação irá contribuir para melhorar a mudança de hábito e postura da comunidade escolar? Como? Fonte: BARROS, 2011.
  • 19. O Plano de Ação irá contribuir para melhorar o relacionamento entre escola e comunidade, estimulando cooperação? De que maneira isto irá acontecer? Quais são os atuantes da comunidade escolar que estão presentes na Construção da Agenda 21 Escolar? ( ) Setor Público ( )Setor Privado ( ) ONGs ( ) Outros Qual a sua atuação? Fonte: BARROS, 2011.
  • 20. Lista de Presença nas reuniões Nome Instituição Contato e-mail Fonte: BARROS, 2011.
  • 21. “O significado das coisas não está nas coisas em si, mas sim em nossa atitude com relação a elas.” (Antoine de Saint-Exupéry)) Fonte: BARROS, 2011.