SlideShare uma empresa Scribd logo
Administração de Sistemas de Informação
Prof. Paulo Sérgio Ramão
Sistemas de Informação

Quem sou eu?
Paulo Sérgio Ramão, 46 anos, Administrador,
Desenvolvedor Java, Pós-graduado em Docência
do Ensino Superior.
Emails: psramao@gmail.com ou psramao@hotmail.com
Skype: psramao
Twitter: psramao
Facebook: www.facebook.com/psramao
Linkedin: Paulo Sérgio Ramão
Sistemas de Informação

“A informação como bem econômico”
Sistemas de Informação

Vivemos hoje na “Era da Informação“, da
“Sociedade do Conhecimento”.
Valorização das características humanas:

• Querer fazer (atitude, determinação, interesse);
• Saber como fazer (habilidade, técnica);
• Saber o quê e porque fazer (informação e conhecimento).
Sistemas de Informação

Alguns desafios são propostos:
•  Ir além do simples conhecimento da tecnologia e lançar-se aos
temas relacionados ao papel maior dos SIs dentro das empresas.
–  Como, onde e por quê aplicar tecnologia aos negócios?
•  Problemas vagos e desestruturados não apresentam resposta fácil
ou precisa.
–  Envolvem múltiplos fatores e objetivos por vezes encobertos pelo
poder e pela política da organização.
Sistemas de Informação
As organizações hoje:
•  Passam a valorizar a coletividade ao invés do indivíduo (ex.:
Programa de Qualidade Total e Brainstorm – que defendem a
participação da coletividade);
•  Necessitam de diferenciais para conquistar o consumidor, já
que a concorrência aumentou devido a facilidade de produção
em larga escala e globalização.
(Mercado antes disputado por empresas locais, hoje convive
com empresas de diversos lugares do mundo – facilidade de
transporte de mercadorias, divulgação de produtos e
transferência de dinheiro entre países).
Sistemas de Informação
As organizações hoje:
•  Passam a valorizar a coletividade ao invés do indivíduo (ex.:
Programa de Qualidade Total e Brainstorm – que defendem a
participação da coletividade);
•  Necessitam de diferenciais para conquistar o consumidor, já
que a concorrência aumentou devido a facilidade de produção
em larga escala e globalização.
(Mercado antes disputado por empresas locais, hoje convive
com empresas de diversos lugares do mundo – facilidade de
transporte de mercadorias, divulgação de produtos e
transferência de dinheiro entre países).
Sistemas de Informação

As organizações hoje:
Para conseguir o diferencial necessário, a informação
passa a ser a base para as transformações operacionais e
gerenciais exigidas pelo mercado.

E monitorar o mercado...
...via coleta de informações é uma maneira de identificar
as direções do mercado, permitindo às organizações se
adaptarem às mudanças!
Sistemas de Informação
O que é informação?
Informação (do latim informare = dar forma)
Informação é um conjunto de dados aos quais seres
humanos deram forma para torná-los significativos e
úteis.
Pode ser entendida como dados organizados, dotados de
relevância!
Ex.: - quantidade de vendas por produto;
- total de vendas mensais;
- total de alunos matriculados no período .
Sistemas de Informação

ATENÇÃO: Dado não é informação!
Dados são sucessões de fatos brutos, que não foram
organizados, processados, relacionados, avaliados ou
interpretados, representando apenas partes isoladas de
eventos, situações ou ocorrências.
Constituem as unidades básicas a partir das quais as
informações poderão ser elaboradas ou obtidas.
Sistemas de Informação

Definindo “dado”...
“Sequência de símbolos ou valores, representados em
algum meio, produzidos como resultado de um processo

natural ou artificial.”
Sistemas de Informação
Definindo “dado”...

40º

A temperatura, sem qualquer outro atributo
ou complemento, constitui em um exemplo
de dado. Para que ela tenha significado,
outros dados complementares precisam
ser obtidos e relacionados.

Fazendo uma analogia:
Sistemas de Informação

Voltando à “informação”...
Quando os dados passam por algum tipo de
relacionamento, avaliação, interpretação ou
organização tem-se a geração de informação.
Entrada

Processamento

Saída

Dados

Classificar
Filtrar
Organizar, etc

Informações
Sistemas de Informação

A partir do momento em que dados são transformados em
informações, decisões podem ser tomadas.
Dados brutos

Informação

Entrada

Dados

Processamento
Classificar
Filtrar
Organizar, etc

Saída

Informações

Na cidade de
Paraguaçu
Paulista, no dia
03/02/2014, às
17hs, a
temperatura
ambiente era de
40º!
Sistemas de Informação
ANALOGIAS PARA FIXAR CONCEITOS...
Uma informação é obtida a partir do relacionamento de
diversos dados.
Dado é um tijolo... o que permite concluir que a informação
é uma parede composta de tijolos relacionados e
organizados de maneira coerente e útil.
Lembrando que... uma pilha de tijolos não constitui uma
parede... Logo, um simples agrupamento de dados não
constitui uma informação!
É necessário que esses dados estejam classificados,
filtrados e organizados para que tenhamos uma informação.
Sistemas de Informação

AINDA SOBRE A GERAÇÃO DE INFORMAÇÕES...
Embora os esquemas apresentados anteriormente sejam
adequados do ponto de vista teórico, na prática ocorre uma
realimentação de sistemas a fim de gerar informações
adicionais, possibilitando para uma tomada de decisão com
maior probabilidade de acerto, para uma análise de outras
possibilidades ou afim de prospectar cenários futuros.

realimentação = retroalimentação = feedback
Sistemas de Informação
AINDA SOBRE A GERAÇÃO DE INFORMAÇÕES...

Processamento
Entrada
Dados

Classificar
Filtrar
Organizar, etc

Saída
Informações

Realimentação, retroalimentação, feedback ou avaliação

Informações na saída são reprocessadas ou utilizadas como
subsídios para especificação de novos dados na entrada.
Sistemas de Informação
ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO...
Ela precisa ser:
 Clara = apresentar o fato com clareza, não o mascarando entre
fatos acessórios;
 Precisa = deve ter alto padrão de precisão e nunca apresentar
termos como “por volta de...” ”cerca de...“mais ou menos...”; ela
precisa não conter erros;
 Rápida = chegar ao ponto de decisão em tempo hábil para que
gere efeito na referida decisão;
 Dirigida = a quem tenha necessidade dela e que irá decidir com
base nessa informação."
Sistemas de Informação
ATRIBUTOS BÁSICOS DA INFORMAÇÃO... *

 matéria-prima da qual se extrai o conhecimento;
 aquilo que é permutado com o mundo exterior e não apenas
recebido passivamente;

 algo que reduz a incerteza de determinada situação.

* (Valentim, 2002).
Sistemas de Informação
O que é conhecimento?
É a informação internalizada e agregada a outros itens
de informação.
É a interpretação e o aprendizado das informações
obtidas, com seleção crítica do que devemos absorver.
É a percepção e compreensão de um conjunto de
informações e de como essas informações podem ser
úteis para uma tarefa específica.
Sistemas de Informação

Filosofando...
Partindo das premissas de que dado é como se fosse um tijolo;
informação são dados organizados de maneira coerente e útil
(uma parede!)...
Podemos inferir que: conhecimento é como um cômodo
(organização e correto relacionamento de várias paredes); a
inteligência é como uma casa (ou seja, a maneira como
dispomos nossos conhecimentos e os organizamos e interrelacionamos);
A sabedoria é a capacidade de utilizar adequadamente e de
maneira ampla a inteligência disponível sobre determinado
assunto (uso correto e manutenção da casa).
Sistemas de Informação
Três formas de conhecimento...
TÁCITO: É pessoal e difícil de ser expresso em palavras. É
fruto da experiência e da convivência. É subjetivo. Pode ser
definido com o acúmulo de saber prático sobre determinado
assunto. (Ex.: andar de bicicleta).
EXPLÍCITO: É a interpretação e o aprendizado das
informações obtidas, com seleção crítica do que devemos
absorver. É formal, claro, regrado, fácil de ser comunicado.
Pode ser formalizado em textos, desenhos, diagramas, etc.,
assim como guardado em bases de dados ou publicações.
(Ex.: cálculo da velocidade conhecendo a distância
percorrida e o tempo de percurso: V = D / T).
ESTRATÉGICO: Tácito + Explícito.
Sistemas de Informação

AS

ORGANIZAÇÕES, HOJE, COMPETEM PELO DOMÍNIO
DO CONHECIMENTO...

Como?
Armazenando,
processando,
acessando
e
disponibilizando informações por meio de Sistemas
de Informação nas redes de comunicação.
Sistemas de Informação
Inteligência...
Pode ser definida como “uma competência, uma
capacidade
de
compreender,
de
raciocinar,
comprometida não diretamente com a ação, mas sim
com aspectos lógico-matemático-linguísticos de sua
representação”.
É a capacidade de organizar de maneira otimizada o
conhecimento disponível, a partir da adição de
informações ou conhecimentos antes não previstos.
É, também produto do conhecimento do indivíduo
partilhado com o grupo social onde está inserido e por
este, também, sendo abastecido e influenciado.
Sistemas de Informação

Sabedoria...
É a capacidade de utilizar adequadamente e de maneira
ampla a inteligência disponível sobre determinado
assunto.
Por meio da percepção do “todo” e usando da
experiência acumulada, considerando as diversas
alternativas com as possibilidades de erros e acertos,
minimizam-se os erros.
Sistemas de Informação

Sabedoria
Inteligência

Conhecimento

Informação

Dado

Hierarquia entre
Dado, Informação,
Conhecimento,
Inteligência e
Sabedoria.
Sistemas de Informação

Por que a estrutura hierárquica é piramidal?
Na medida que cresce a importância de um conceito,
ele necesssita de suporte e subsídio do conceito
anterior.
A quantidade de sistemas e pessoas que podem
desenvolver cada uma das etapas vai diminuindo na
medida que aumentam os requisitos necessários.
Sistemas de Informação

A importância da experiência...
Na consolidação e transformação de informações em
conhecimentos, inteligência e sabedoria, influenciando
na capacidade de transmissão ou assimilação desses
atributos.

A transmissão da experiência… além de apenas
informações e conhecimento.
A experiência de uma empresa é maior que a soma das
experiências de seus colaboradores…
Sistemas de Informação

PRÓXIMA AULA:

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: CONCEITOS, DEFINIÇÕES
E EXEMPLOS.
O PAPEL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO
DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA COLETIVA NAS
EMPRESAS.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Análise de sistemas aula 2
Análise de sistemas   aula 2Análise de sistemas   aula 2
Análise de sistemas aula 2
Mário Gomes
 
Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7
Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7
Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7
Ismar Silveira
 
Metodologias de análise e desenvolvimento de sistemas
Metodologias de análise e desenvolvimento de sistemasMetodologias de análise e desenvolvimento de sistemas
Metodologias de análise e desenvolvimento de sistemas
Susana Oliveira
 
O papel estratégico da informação e dos sistemas
O papel estratégico da informação e dos sistemasO papel estratégico da informação e dos sistemas
O papel estratégico da informação e dos sistemas
Sérgio Reis
 
Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14
Gustavo Gonzalez
 
O Sistema de informação
O Sistema de informaçãoO Sistema de informação
O Sistema de informação
Filipe Simão Kembo
 
Transparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de InformaçãoTransparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de Informação
Luis Borges Gouveia
 
Sistemas Informacao 1
Sistemas Informacao 1Sistemas Informacao 1
Sistemas Informacao 1
João Cortez
 
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoInformação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Leonardo Moraes
 
Módulo 9 gids
Módulo 9 gidsMódulo 9 gids
Módulo 9 gids
Diogo Marques
 
Administração de Sistemas de Informação
Administração de Sistemas de InformaçãoAdministração de Sistemas de Informação
Administração de Sistemas de Informação
Denise Maria Cotoman
 
Sig unidade i
Sig   unidade iSig   unidade i
Sig unidade i
nouragomes
 
Tipos de sistemas de informação
Tipos de sistemas de informaçãoTipos de sistemas de informação
Tipos de sistemas de informação
Renato Soares
 
O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...
O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...
O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...
André Luiz Cunha
 
Sistemas de informação
Sistemas de informaçãoSistemas de informação
Sistemas de informação
Renato Soares
 
Analise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de SistemasAnalise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de Sistemas
Victor Mateus Espindula
 
Introdução à Análise de Sistemas - Parte II
Introdução à Análise de Sistemas - Parte IIIntrodução à Análise de Sistemas - Parte II
Introdução à Análise de Sistemas - Parte II
Nécio de Lima Veras
 
Introdução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de InformaçãoIntrodução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de Informação
Álvaro Farias Pinheiro
 
A evolução do ti até os dias atuais
A evolução do ti até os dias atuaisA evolução do ti até os dias atuais
A evolução do ti até os dias atuais
Renato Soares
 
1 lista-si 02-03-2020
1 lista-si 02-03-20201 lista-si 02-03-2020
1 lista-si 02-03-2020
Carlos Lemes
 

Mais procurados (20)

Análise de sistemas aula 2
Análise de sistemas   aula 2Análise de sistemas   aula 2
Análise de sistemas aula 2
 
Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7
Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7
Fundamentos de Sistemas de Informação - Aula #7
 
Metodologias de análise e desenvolvimento de sistemas
Metodologias de análise e desenvolvimento de sistemasMetodologias de análise e desenvolvimento de sistemas
Metodologias de análise e desenvolvimento de sistemas
 
O papel estratégico da informação e dos sistemas
O papel estratégico da informação e dos sistemasO papel estratégico da informação e dos sistemas
O papel estratégico da informação e dos sistemas
 
Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula 2 MBA Gestão e Negpocios turma 14
 
O Sistema de informação
O Sistema de informaçãoO Sistema de informação
O Sistema de informação
 
Transparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de InformaçãoTransparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de Informação
 
Sistemas Informacao 1
Sistemas Informacao 1Sistemas Informacao 1
Sistemas Informacao 1
 
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoInformação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
 
Módulo 9 gids
Módulo 9 gidsMódulo 9 gids
Módulo 9 gids
 
Administração de Sistemas de Informação
Administração de Sistemas de InformaçãoAdministração de Sistemas de Informação
Administração de Sistemas de Informação
 
Sig unidade i
Sig   unidade iSig   unidade i
Sig unidade i
 
Tipos de sistemas de informação
Tipos de sistemas de informaçãoTipos de sistemas de informação
Tipos de sistemas de informação
 
O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...
O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...
O valor das informações para as empresas e a importancia da seguranca da info...
 
Sistemas de informação
Sistemas de informaçãoSistemas de informação
Sistemas de informação
 
Analise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de SistemasAnalise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de Sistemas
 
Introdução à Análise de Sistemas - Parte II
Introdução à Análise de Sistemas - Parte IIIntrodução à Análise de Sistemas - Parte II
Introdução à Análise de Sistemas - Parte II
 
Introdução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de InformaçãoIntrodução à Sistemas de Informação
Introdução à Sistemas de Informação
 
A evolução do ti até os dias atuais
A evolução do ti até os dias atuaisA evolução do ti até os dias atuais
A evolução do ti até os dias atuais
 
1 lista-si 02-03-2020
1 lista-si 02-03-20201 lista-si 02-03-2020
1 lista-si 02-03-2020
 

Destaque

Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1
Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1
Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1
Universidade Federal de Alfenas - Campus Varginha
 
Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2
Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2
Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2
Universidade Federal de Alfenas - Campus Varginha
 
Conhecimento E Sabedoria
Conhecimento E SabedoriaConhecimento E Sabedoria
Conhecimento E Sabedoria
di.bernardi
 
Conhecimento x sabedoria
Conhecimento x sabedoriaConhecimento x sabedoria
Conhecimento x sabedoria
Juliennerecepcoes
 
Fundamentos de Processamento de Dados - A história da Informática
Fundamentos de Processamento de Dados - A história da InformáticaFundamentos de Processamento de Dados - A história da Informática
Fundamentos de Processamento de Dados - A história da Informática
Fabio Camargo
 
Integração de Dados, Informação, Conhecimento e Saber
Integração de Dados, Informação, Conhecimento e SaberIntegração de Dados, Informação, Conhecimento e Saber
Integração de Dados, Informação, Conhecimento e Saber
Junio Soares Dias
 
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
Felipe J. R. Vieira
 
Bostock learning industrypresentation_ae2014
Bostock learning industrypresentation_ae2014Bostock learning industrypresentation_ae2014
Bostock learning industrypresentation_ae2014
John Bostock
 
Conceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracaoConceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracao
JanaGraal
 
Transparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de Sistemas
Transparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de SistemasTransparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de Sistemas
Transparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de Sistemas
Roblira
 
Aula de Intordução ao Processamento de Dados
Aula de Intordução ao Processamento de DadosAula de Intordução ao Processamento de Dados
Aula de Intordução ao Processamento de Dados
Jackeline Barros
 
Conhecimento e sabedoria
Conhecimento e sabedoriaConhecimento e sabedoria
Conhecimento e sabedoria
Débora Menezes Salles
 
Spr3001 -1._visao_geral_da_producao
Spr3001  -1._visao_geral_da_producaoSpr3001  -1._visao_geral_da_producao
Spr3001 -1._visao_geral_da_producao
Grp Di Bobera
 
Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...
Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...
Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...
Arik Johnson
 
Administração de Sistemas de Informação 01
Administração de Sistemas de Informação 01Administração de Sistemas de Informação 01
Administração de Sistemas de Informação 01
Universidade Federal de Alfenas - Campus Varginha
 
Capitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreira
Capitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreiraCapitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreira
Capitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreira
Everton Souza
 
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de ControleSistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
Fee Kosta
 
Competitive Intelligence
Competitive IntelligenceCompetitive Intelligence
Competitive Intelligence
Anand Subramaniam
 
Cap 01 administração de sistemas de informação
Cap 01 administração de sistemas de informaçãoCap 01 administração de sistemas de informação
Cap 01 administração de sistemas de informação
Larissa Araújo Batista
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
bibliotecaclorindoburnier
 

Destaque (20)

Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1
Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1
Administração de Sistemas de Informação - capítulo 1
 
Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2
Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2
Administração de Sistemas de Informação - Capítulo 2
 
Conhecimento E Sabedoria
Conhecimento E SabedoriaConhecimento E Sabedoria
Conhecimento E Sabedoria
 
Conhecimento x sabedoria
Conhecimento x sabedoriaConhecimento x sabedoria
Conhecimento x sabedoria
 
Fundamentos de Processamento de Dados - A história da Informática
Fundamentos de Processamento de Dados - A história da InformáticaFundamentos de Processamento de Dados - A história da Informática
Fundamentos de Processamento de Dados - A história da Informática
 
Integração de Dados, Informação, Conhecimento e Saber
Integração de Dados, Informação, Conhecimento e SaberIntegração de Dados, Informação, Conhecimento e Saber
Integração de Dados, Informação, Conhecimento e Saber
 
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
 
Bostock learning industrypresentation_ae2014
Bostock learning industrypresentation_ae2014Bostock learning industrypresentation_ae2014
Bostock learning industrypresentation_ae2014
 
Conceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracaoConceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracao
 
Transparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de Sistemas
Transparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de SistemasTransparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de Sistemas
Transparencias de Aula_Dado, Informação e Tipos de Sistemas
 
Aula de Intordução ao Processamento de Dados
Aula de Intordução ao Processamento de DadosAula de Intordução ao Processamento de Dados
Aula de Intordução ao Processamento de Dados
 
Conhecimento e sabedoria
Conhecimento e sabedoriaConhecimento e sabedoria
Conhecimento e sabedoria
 
Spr3001 -1._visao_geral_da_producao
Spr3001  -1._visao_geral_da_producaoSpr3001  -1._visao_geral_da_producao
Spr3001 -1._visao_geral_da_producao
 
Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...
Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...
Competitive Intelligence for Market Researchers: an Exercise-Driven, Interact...
 
Administração de Sistemas de Informação 01
Administração de Sistemas de Informação 01Administração de Sistemas de Informação 01
Administração de Sistemas de Informação 01
 
Capitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreira
Capitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreiraCapitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreira
Capitulo 01 - Os sistemas de informação empresariais na sua carreira
 
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de ControleSistemas de Informação como Sistemas de Controle
Sistemas de Informação como Sistemas de Controle
 
Competitive Intelligence
Competitive IntelligenceCompetitive Intelligence
Competitive Intelligence
 
Cap 01 administração de sistemas de informação
Cap 01 administração de sistemas de informaçãoCap 01 administração de sistemas de informação
Cap 01 administração de sistemas de informação
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
 

Semelhante a Administração de Sistemas de Informação - aulas 1 e 2

Seminario Gestão do Conhecimento
Seminario Gestão do ConhecimentoSeminario Gestão do Conhecimento
Seminario Gestão do Conhecimento
SMG - Share Marketing Group
 
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas OrganizaçõesO Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
Leonardo Moraes
 
Tgs unidade 1
Tgs unidade 1Tgs unidade 1
Tgs unidade 1
Sergio Finamore
 
Sistema de Informação em Marketing
Sistema de Informação em MarketingSistema de Informação em Marketing
Sistema de Informação em Marketing
Elvis Fusco
 
Sistemas de Informação e Recursos Tecnológicos
Sistemas de Informação e Recursos TecnológicosSistemas de Informação e Recursos Tecnológicos
Sistemas de Informação e Recursos Tecnológicos
Carla Ferreira
 
TIC
TICTIC
Gestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento
Gestão do Conhecimento
Hudson Augusto
 
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e CorreiosGestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
Nei Grando
 
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas OrganizaçõesIntrodução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento
 
6932 adm sistinf
6932 adm sistinf6932 adm sistinf
6932 adm sistinf
Cliceres Mack Dal Bianco
 
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Paulo Sérgio Ramão
 
Gerenciamento Do Conhecimento
Gerenciamento Do ConhecimentoGerenciamento Do Conhecimento
Gerenciamento Do Conhecimento
Agência EG
 
Gecon intro
Gecon introGecon intro
Gecon intro
Jose Sinotti
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
Elementos intervenientes na tomada de decis o ti
Elementos intervenientes na tomada de decis o tiElementos intervenientes na tomada de decis o ti
Elementos intervenientes na tomada de decis o ti
santa rita
 
Sociedade, Dados e Informação
Sociedade, Dados e InformaçãoSociedade, Dados e Informação
Sociedade, Dados e Informação
Claudio Barbosa
 
Sibb i
Sibb iSibb i
Sibb i
plgrodrigues
 
P r o j e t o
P r o j e t oP r o j e t o
31 2320-1-pb
31 2320-1-pb31 2320-1-pb
31 2320-1-pb
Alecsandro Pontes
 
A Sociedade dos Trabalhadores do Conhecimento
A Sociedade dos Trabalhadores do ConhecimentoA Sociedade dos Trabalhadores do Conhecimento
A Sociedade dos Trabalhadores do Conhecimento
Antonio Mendes Ribeiro
 

Semelhante a Administração de Sistemas de Informação - aulas 1 e 2 (20)

Seminario Gestão do Conhecimento
Seminario Gestão do ConhecimentoSeminario Gestão do Conhecimento
Seminario Gestão do Conhecimento
 
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas OrganizaçõesO Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
 
Tgs unidade 1
Tgs unidade 1Tgs unidade 1
Tgs unidade 1
 
Sistema de Informação em Marketing
Sistema de Informação em MarketingSistema de Informação em Marketing
Sistema de Informação em Marketing
 
Sistemas de Informação e Recursos Tecnológicos
Sistemas de Informação e Recursos TecnológicosSistemas de Informação e Recursos Tecnológicos
Sistemas de Informação e Recursos Tecnológicos
 
TIC
TICTIC
TIC
 
Gestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento
Gestão do Conhecimento
 
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e CorreiosGestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
 
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas OrganizaçõesIntrodução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
 
6932 adm sistinf
6932 adm sistinf6932 adm sistinf
6932 adm sistinf
 
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
 
Gerenciamento Do Conhecimento
Gerenciamento Do ConhecimentoGerenciamento Do Conhecimento
Gerenciamento Do Conhecimento
 
Gecon intro
Gecon introGecon intro
Gecon intro
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
 
Elementos intervenientes na tomada de decis o ti
Elementos intervenientes na tomada de decis o tiElementos intervenientes na tomada de decis o ti
Elementos intervenientes na tomada de decis o ti
 
Sociedade, Dados e Informação
Sociedade, Dados e InformaçãoSociedade, Dados e Informação
Sociedade, Dados e Informação
 
Sibb i
Sibb iSibb i
Sibb i
 
P r o j e t o
P r o j e t oP r o j e t o
P r o j e t o
 
31 2320-1-pb
31 2320-1-pb31 2320-1-pb
31 2320-1-pb
 
A Sociedade dos Trabalhadores do Conhecimento
A Sociedade dos Trabalhadores do ConhecimentoA Sociedade dos Trabalhadores do Conhecimento
A Sociedade dos Trabalhadores do Conhecimento
 

Último

A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
erico paulo rocha guedes
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
JohnnyLima16
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 

Último (20)

A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 

Administração de Sistemas de Informação - aulas 1 e 2

  • 1. Administração de Sistemas de Informação Prof. Paulo Sérgio Ramão
  • 2. Sistemas de Informação Quem sou eu? Paulo Sérgio Ramão, 46 anos, Administrador, Desenvolvedor Java, Pós-graduado em Docência do Ensino Superior. Emails: psramao@gmail.com ou psramao@hotmail.com Skype: psramao Twitter: psramao Facebook: www.facebook.com/psramao Linkedin: Paulo Sérgio Ramão
  • 3. Sistemas de Informação “A informação como bem econômico”
  • 4. Sistemas de Informação Vivemos hoje na “Era da Informação“, da “Sociedade do Conhecimento”. Valorização das características humanas: • Querer fazer (atitude, determinação, interesse); • Saber como fazer (habilidade, técnica); • Saber o quê e porque fazer (informação e conhecimento).
  • 5. Sistemas de Informação Alguns desafios são propostos: •  Ir além do simples conhecimento da tecnologia e lançar-se aos temas relacionados ao papel maior dos SIs dentro das empresas. –  Como, onde e por quê aplicar tecnologia aos negócios? •  Problemas vagos e desestruturados não apresentam resposta fácil ou precisa. –  Envolvem múltiplos fatores e objetivos por vezes encobertos pelo poder e pela política da organização.
  • 6. Sistemas de Informação As organizações hoje: •  Passam a valorizar a coletividade ao invés do indivíduo (ex.: Programa de Qualidade Total e Brainstorm – que defendem a participação da coletividade); •  Necessitam de diferenciais para conquistar o consumidor, já que a concorrência aumentou devido a facilidade de produção em larga escala e globalização. (Mercado antes disputado por empresas locais, hoje convive com empresas de diversos lugares do mundo – facilidade de transporte de mercadorias, divulgação de produtos e transferência de dinheiro entre países).
  • 7. Sistemas de Informação As organizações hoje: •  Passam a valorizar a coletividade ao invés do indivíduo (ex.: Programa de Qualidade Total e Brainstorm – que defendem a participação da coletividade); •  Necessitam de diferenciais para conquistar o consumidor, já que a concorrência aumentou devido a facilidade de produção em larga escala e globalização. (Mercado antes disputado por empresas locais, hoje convive com empresas de diversos lugares do mundo – facilidade de transporte de mercadorias, divulgação de produtos e transferência de dinheiro entre países).
  • 8. Sistemas de Informação As organizações hoje: Para conseguir o diferencial necessário, a informação passa a ser a base para as transformações operacionais e gerenciais exigidas pelo mercado. E monitorar o mercado... ...via coleta de informações é uma maneira de identificar as direções do mercado, permitindo às organizações se adaptarem às mudanças!
  • 9. Sistemas de Informação O que é informação? Informação (do latim informare = dar forma) Informação é um conjunto de dados aos quais seres humanos deram forma para torná-los significativos e úteis. Pode ser entendida como dados organizados, dotados de relevância! Ex.: - quantidade de vendas por produto; - total de vendas mensais; - total de alunos matriculados no período .
  • 10. Sistemas de Informação ATENÇÃO: Dado não é informação! Dados são sucessões de fatos brutos, que não foram organizados, processados, relacionados, avaliados ou interpretados, representando apenas partes isoladas de eventos, situações ou ocorrências. Constituem as unidades básicas a partir das quais as informações poderão ser elaboradas ou obtidas.
  • 11. Sistemas de Informação Definindo “dado”... “Sequência de símbolos ou valores, representados em algum meio, produzidos como resultado de um processo natural ou artificial.”
  • 12. Sistemas de Informação Definindo “dado”... 40º A temperatura, sem qualquer outro atributo ou complemento, constitui em um exemplo de dado. Para que ela tenha significado, outros dados complementares precisam ser obtidos e relacionados. Fazendo uma analogia:
  • 13. Sistemas de Informação Voltando à “informação”... Quando os dados passam por algum tipo de relacionamento, avaliação, interpretação ou organização tem-se a geração de informação. Entrada Processamento Saída Dados Classificar Filtrar Organizar, etc Informações
  • 14. Sistemas de Informação A partir do momento em que dados são transformados em informações, decisões podem ser tomadas. Dados brutos Informação Entrada Dados Processamento Classificar Filtrar Organizar, etc Saída Informações Na cidade de Paraguaçu Paulista, no dia 03/02/2014, às 17hs, a temperatura ambiente era de 40º!
  • 15. Sistemas de Informação ANALOGIAS PARA FIXAR CONCEITOS... Uma informação é obtida a partir do relacionamento de diversos dados. Dado é um tijolo... o que permite concluir que a informação é uma parede composta de tijolos relacionados e organizados de maneira coerente e útil. Lembrando que... uma pilha de tijolos não constitui uma parede... Logo, um simples agrupamento de dados não constitui uma informação! É necessário que esses dados estejam classificados, filtrados e organizados para que tenhamos uma informação.
  • 16. Sistemas de Informação AINDA SOBRE A GERAÇÃO DE INFORMAÇÕES... Embora os esquemas apresentados anteriormente sejam adequados do ponto de vista teórico, na prática ocorre uma realimentação de sistemas a fim de gerar informações adicionais, possibilitando para uma tomada de decisão com maior probabilidade de acerto, para uma análise de outras possibilidades ou afim de prospectar cenários futuros. realimentação = retroalimentação = feedback
  • 17. Sistemas de Informação AINDA SOBRE A GERAÇÃO DE INFORMAÇÕES... Processamento Entrada Dados Classificar Filtrar Organizar, etc Saída Informações Realimentação, retroalimentação, feedback ou avaliação Informações na saída são reprocessadas ou utilizadas como subsídios para especificação de novos dados na entrada.
  • 18. Sistemas de Informação ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA INFORMAÇÃO... Ela precisa ser:  Clara = apresentar o fato com clareza, não o mascarando entre fatos acessórios;  Precisa = deve ter alto padrão de precisão e nunca apresentar termos como “por volta de...” ”cerca de...“mais ou menos...”; ela precisa não conter erros;  Rápida = chegar ao ponto de decisão em tempo hábil para que gere efeito na referida decisão;  Dirigida = a quem tenha necessidade dela e que irá decidir com base nessa informação."
  • 19. Sistemas de Informação ATRIBUTOS BÁSICOS DA INFORMAÇÃO... *  matéria-prima da qual se extrai o conhecimento;  aquilo que é permutado com o mundo exterior e não apenas recebido passivamente;  algo que reduz a incerteza de determinada situação. * (Valentim, 2002).
  • 20. Sistemas de Informação O que é conhecimento? É a informação internalizada e agregada a outros itens de informação. É a interpretação e o aprendizado das informações obtidas, com seleção crítica do que devemos absorver. É a percepção e compreensão de um conjunto de informações e de como essas informações podem ser úteis para uma tarefa específica.
  • 21. Sistemas de Informação Filosofando... Partindo das premissas de que dado é como se fosse um tijolo; informação são dados organizados de maneira coerente e útil (uma parede!)... Podemos inferir que: conhecimento é como um cômodo (organização e correto relacionamento de várias paredes); a inteligência é como uma casa (ou seja, a maneira como dispomos nossos conhecimentos e os organizamos e interrelacionamos); A sabedoria é a capacidade de utilizar adequadamente e de maneira ampla a inteligência disponível sobre determinado assunto (uso correto e manutenção da casa).
  • 22. Sistemas de Informação Três formas de conhecimento... TÁCITO: É pessoal e difícil de ser expresso em palavras. É fruto da experiência e da convivência. É subjetivo. Pode ser definido com o acúmulo de saber prático sobre determinado assunto. (Ex.: andar de bicicleta). EXPLÍCITO: É a interpretação e o aprendizado das informações obtidas, com seleção crítica do que devemos absorver. É formal, claro, regrado, fácil de ser comunicado. Pode ser formalizado em textos, desenhos, diagramas, etc., assim como guardado em bases de dados ou publicações. (Ex.: cálculo da velocidade conhecendo a distância percorrida e o tempo de percurso: V = D / T). ESTRATÉGICO: Tácito + Explícito.
  • 23. Sistemas de Informação AS ORGANIZAÇÕES, HOJE, COMPETEM PELO DOMÍNIO DO CONHECIMENTO... Como? Armazenando, processando, acessando e disponibilizando informações por meio de Sistemas de Informação nas redes de comunicação.
  • 24. Sistemas de Informação Inteligência... Pode ser definida como “uma competência, uma capacidade de compreender, de raciocinar, comprometida não diretamente com a ação, mas sim com aspectos lógico-matemático-linguísticos de sua representação”. É a capacidade de organizar de maneira otimizada o conhecimento disponível, a partir da adição de informações ou conhecimentos antes não previstos. É, também produto do conhecimento do indivíduo partilhado com o grupo social onde está inserido e por este, também, sendo abastecido e influenciado.
  • 25. Sistemas de Informação Sabedoria... É a capacidade de utilizar adequadamente e de maneira ampla a inteligência disponível sobre determinado assunto. Por meio da percepção do “todo” e usando da experiência acumulada, considerando as diversas alternativas com as possibilidades de erros e acertos, minimizam-se os erros.
  • 26. Sistemas de Informação Sabedoria Inteligência Conhecimento Informação Dado Hierarquia entre Dado, Informação, Conhecimento, Inteligência e Sabedoria.
  • 27. Sistemas de Informação Por que a estrutura hierárquica é piramidal? Na medida que cresce a importância de um conceito, ele necesssita de suporte e subsídio do conceito anterior. A quantidade de sistemas e pessoas que podem desenvolver cada uma das etapas vai diminuindo na medida que aumentam os requisitos necessários.
  • 28. Sistemas de Informação A importância da experiência... Na consolidação e transformação de informações em conhecimentos, inteligência e sabedoria, influenciando na capacidade de transmissão ou assimilação desses atributos. A transmissão da experiência… além de apenas informações e conhecimento. A experiência de uma empresa é maior que a soma das experiências de seus colaboradores…
  • 29. Sistemas de Informação PRÓXIMA AULA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: CONCEITOS, DEFINIÇÕES E EXEMPLOS. O PAPEL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA COLETIVA NAS EMPRESAS.