SlideShare uma empresa Scribd logo
“ Uma arte à medida do homem”
Descreve  a evolução da arquitectura grega Caracteriza a escultura e pintura Vídeo 1
 
Parténon
Templo de Atena Niké
A Arte Grega = a Arte Clássica A arte grega tornou-se num modelo a imitar ,devido à perfeição atingida.
 
 
A Arquitectura Grega Vídeo 2
Frontão Triangular Friso Capitel Fuste Telhado a duas águas
 
Partes constituintes de um templo
Santuário de Delfos
 
Simetria Equilíbrio Proporcionalidade Simplicidade
A Grécia clássica tornou-se o centro artístico do Mediterrâneo e o berço do mundo clássico. Tem um estilo artístico muito próprio, dividido em três grandes períodos:  •  Arcaico, que teve início no séc. VIII a.C. •  Clássico, que compreende os séculos V e IV a.C. •  Helenístico, que se prolongou até à chegada dos romanos. As manifestações artísticas no mundo grego alcançaram notável desenvolvimento, reflectindo as tradições e as principais transformações que ocorreram nessa sociedade ao longo da antiguidade. A cidade - Estado era cenário e protagonista de uma fervilhante actividade. A vida ao ar livre privilegiava a construção de estádios, teatros. Numa cidade feita à medida do Homem , as obras monumentais eram religiosas e estavam concentradas sobretudo na acrópole.
A arte grega è antropocêntrica, preocupada com o realismo, procurou exaltar a beleza humana, destacando a perfeição de suas formas, reflectindo em suas manifestações as observações concretas dos elementos que envolvem o homem. A arte grega atingiu o seu maior desenvolvimento no período entre os séculos V e IV a.C. – o chamado  período clássico . As principais características da arte deste período são as seguintes: Harmonia Equilíbrio Proporção
A  coluna  é o elemento arquitectónico mais importante . Templo de Zeus Olímpico Atenas
 
 
 
 
Ordem Dórica
Ordem Jónica
Ordem Coríntia
Cariátides
Erectéion
A B C D
A B C D E
O Teatro
A arte grega parte 1
As principais manifestações da arquitectura foram os templos gregos. O facto de serem politeístas e de acreditarem na semelhança entre deuses e homens, criou uma expressão religiosa singular no Mundo Grego, sendo que os templos dos mais variados deuses se espalharam por todas as cidades gregas. Os templos eram construídos normalmente sobre uma plataforma de um metro de altura chamada estereóbato. Os templos eram em mármore ou em calcário Os templos eram pintados em azul , vermelho e dourado, mas a fragilidade das tintas levou ao seu desaparecimento.
O projecto era simples: uma construção com uma planta rectangular. Não eram muito grandes: -Tinha uma entrada (Peristilo) que levava à sala onde estava a estátua do deus -O núcleo do templo era uma zona fechada, formada por uma ou mais salas, onde era colocada a estátua do deus.(naos) - Este espaço era envolvido por pórticos com colunas que suportavam o telhado de duas águas, construído normalmente em madeira . Sendo as cerimónias  realizadas ao ar livre, os arquitectos gregos preocuparam-se mais com a sua imagem exterior do que com o espaço interior, reservado aos sacerdotes. Figuras esculpidas preenchiam o frontão de cada extremidade da construção e relevos apareciam nas vigas apoiadas pelas colunas. A escultura normalmente evocava a história de um deus ou herói do lugar.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Módulo 1 arquitetura grega regular
Módulo 1   arquitetura grega regularMódulo 1   arquitetura grega regular
Módulo 1 arquitetura grega regular
Carla Freitas
 
Arte classica
Arte classicaArte classica
Arte classica
frazao
 
Prova arte grega
Prova arte gregaProva arte grega
Prova arte grega
Veridiana Rengel
 
Arte grega texto para atividade
Arte grega texto para atividadeArte grega texto para atividade
Arte grega texto para atividade
Casiris Crescencio
 
Arte grega 1 - pintura e escultura
Arte grega 1 - pintura e esculturaArte grega 1 - pintura e escultura
Arte grega 1 - pintura e escultura
Ana Kyzzy Fachetti
 
A arte na Grécia
A arte na GréciaA arte na Grécia
A arte na Grécia
Edenilson Morais
 
Arte romana
Arte romanaArte romana
Arte romana
Ana Beatriz Cargnin
 
A pólis de atenas
A pólis de atenasA pólis de atenas
A pólis de atenas
Ana Barreiros
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Claudio Bastos
 
ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4
VIVIAN TROMBINI
 
6o. ano texto- arte na grécia -1-
6o. ano  texto- arte na grécia -1-6o. ano  texto- arte na grécia -1-
6o. ano texto- arte na grécia -1-
ArtesElisa
 
Arte greco romana
Arte greco romanaArte greco romana
Arte greco romana
cattonia
 
Arte Gótica
Arte GóticaArte Gótica
Arte Gótica
Andrea Dressler
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
rolim mendes
 
História da arte grega e romana
História da arte grega e romanaHistória da arte grega e romana
História da arte grega e romana
Ricardo Staiger
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
Sandro Bottene
 
A arte egípcia
A arte egípciaA arte egípcia
A arte egípcia
Rainha Maga
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
Paulo Alexandre
 
Ceramica grega
Ceramica gregaCeramica grega
Ceramica grega
Ana Barreiros
 
Arte Egípcia
Arte Egípcia Arte Egípcia
Arte Egípcia
Andrea Dressler
 

Mais procurados (20)

Módulo 1 arquitetura grega regular
Módulo 1   arquitetura grega regularMódulo 1   arquitetura grega regular
Módulo 1 arquitetura grega regular
 
Arte classica
Arte classicaArte classica
Arte classica
 
Prova arte grega
Prova arte gregaProva arte grega
Prova arte grega
 
Arte grega texto para atividade
Arte grega texto para atividadeArte grega texto para atividade
Arte grega texto para atividade
 
Arte grega 1 - pintura e escultura
Arte grega 1 - pintura e esculturaArte grega 1 - pintura e escultura
Arte grega 1 - pintura e escultura
 
A arte na Grécia
A arte na GréciaA arte na Grécia
A arte na Grécia
 
Arte romana
Arte romanaArte romana
Arte romana
 
A pólis de atenas
A pólis de atenasA pólis de atenas
A pólis de atenas
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4
 
6o. ano texto- arte na grécia -1-
6o. ano  texto- arte na grécia -1-6o. ano  texto- arte na grécia -1-
6o. ano texto- arte na grécia -1-
 
Arte greco romana
Arte greco romanaArte greco romana
Arte greco romana
 
Arte Gótica
Arte GóticaArte Gótica
Arte Gótica
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
História da arte grega e romana
História da arte grega e romanaHistória da arte grega e romana
História da arte grega e romana
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
A arte egípcia
A arte egípciaA arte egípcia
A arte egípcia
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
 
Ceramica grega
Ceramica gregaCeramica grega
Ceramica grega
 
Arte Egípcia
Arte Egípcia Arte Egípcia
Arte Egípcia
 

Destaque

Arte Grega Clássica
Arte Grega ClássicaArte Grega Clássica
Arte Grega Clássica
anonimopontopt
 
Pintura na grécia antiga
Pintura na grécia antigaPintura na grécia antiga
Pintura na grécia antiga
MarisaPinto97
 
Escultura grega
Escultura gregaEscultura grega
Escultura grega
Ana Barreiros
 
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Susana Simões
 
Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.
Professor Gilson Nunes
 
Escultura grega classica
Escultura grega classica Escultura grega classica
Escultura grega classica
Lorredana Pereira
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Arte Educadora
 
O atraso português entre finais do século xix angela
O atraso português entre finais do século xix angelaO atraso português entre finais do século xix angela
O atraso português entre finais do século xix angela
Carla Teixeira
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Claudio Soares
 
Arte na grécia (séc. v a.c.)
Arte na grécia (séc. v a.c.)Arte na grécia (séc. v a.c.)
Arte na grécia (séc. v a.c.)
historiajovem2011
 
Aula 4 apresentação arte grega
Aula 4   apresentação arte gregaAula 4   apresentação arte grega
Aula 4 apresentação arte grega
Kívia Silva
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Joaninha Sena
 
A6_HARTEIII_arte grega
A6_HARTEIII_arte gregaA6_HARTEIII_arte grega
A6_HARTEIII_arte grega
Camila
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Jorge E Flavio 1 E.M. B Artes
Jorge E Flavio 1 E.M. B ArtesJorge E Flavio 1 E.M. B Artes
Jorge E Flavio 1 E.M. B Artes
jorgeeflavio
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
rosangela13
 
Arte grega escultura
Arte grega   esculturaArte grega   escultura
Arte grega escultura
Filllipe
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
Carla Camuso
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaRomanização da Península Ibérica
Romanização da Península Ibérica
LuisMagina
 

Destaque (20)

Arte Grega Clássica
Arte Grega ClássicaArte Grega Clássica
Arte Grega Clássica
 
Pintura na grécia antiga
Pintura na grécia antigaPintura na grécia antiga
Pintura na grécia antiga
 
Escultura grega
Escultura gregaEscultura grega
Escultura grega
 
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
 
Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.
 
Escultura grega classica
Escultura grega classica Escultura grega classica
Escultura grega classica
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
O atraso português entre finais do século xix angela
O atraso português entre finais do século xix angelaO atraso português entre finais do século xix angela
O atraso português entre finais do século xix angela
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Arte na grécia (séc. v a.c.)
Arte na grécia (séc. v a.c.)Arte na grécia (séc. v a.c.)
Arte na grécia (séc. v a.c.)
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Aula 4 apresentação arte grega
Aula 4   apresentação arte gregaAula 4   apresentação arte grega
Aula 4 apresentação arte grega
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
A6_HARTEIII_arte grega
A6_HARTEIII_arte gregaA6_HARTEIII_arte grega
A6_HARTEIII_arte grega
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Jorge E Flavio 1 E.M. B Artes
Jorge E Flavio 1 E.M. B ArtesJorge E Flavio 1 E.M. B Artes
Jorge E Flavio 1 E.M. B Artes
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
Arte grega escultura
Arte grega   esculturaArte grega   escultura
Arte grega escultura
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaRomanização da Península Ibérica
Romanização da Península Ibérica
 

Semelhante a A arte grega parte 1

Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - ClaretianoArte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
Adriana Guimarães Manaro
 
Aula 3 art em
Aula 3   art emAula 3   art em
Aula 3 art em
Walney M.F
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
miguelpim
 
Arte Grega.ppt
Arte Grega.pptArte Grega.ppt
Arte Grega.ppt
Endelion
 
6o. Ano - A arte na grécia
6o. Ano - A arte na grécia6o. Ano - A arte na grécia
6o. Ano - A arte na grécia
ArtesElisa
 
Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.
Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.
Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.
khistoria
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
HCA_10I
 
GréCia
GréCiaGréCia
GréCia
guestdef4b6
 
GréCia
GréCiaGréCia
GréCia
Ellen_Assad
 
Arte Grega e Romana.docx
Arte Grega e Romana.docxArte Grega e Romana.docx
Arte Grega e Romana.docx
ronaldocamilo8
 
Portefólio de Historia
Portefólio de HistoriaPortefólio de Historia
Portefólio de Historia
Rita Cavalheiro
 
A Arte na Grécia
A Arte na GréciaA Arte na Grécia
A Arte na Grécia
Cinthya Nascimento
 
GréCia Arte Resumos
GréCia Arte ResumosGréCia Arte Resumos
GréCia Arte Resumos
Isidro Santos
 
História da arte
História da arteHistória da arte
História da arte
Ana Cristina D Assumpcão
 
Arte romana e grega.pptx
Arte romana e grega.pptxArte romana e grega.pptx
Arte romana e grega.pptx
LeilaLima41
 
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaArte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Susana Simões
 
ARTE GREGA
ARTE  GREGAARTE  GREGA
ARTE GREGA
Cristiane Seibt
 
MÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdfMÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdf
josepinho
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Aline Raposo
 
A arte_arquitetura grega.pdf
A arte_arquitetura grega.pdfA arte_arquitetura grega.pdf
A arte_arquitetura grega.pdf
LciaBarbosa8
 

Semelhante a A arte grega parte 1 (20)

Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - ClaretianoArte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
 
Aula 3 art em
Aula 3   art emAula 3   art em
Aula 3 art em
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Arte Grega.ppt
Arte Grega.pptArte Grega.ppt
Arte Grega.ppt
 
6o. Ano - A arte na grécia
6o. Ano - A arte na grécia6o. Ano - A arte na grécia
6o. Ano - A arte na grécia
 
Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.
Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.
Mundo Helénico - A arte: a arquitetura, a escultura e a pintura.
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
GréCia
GréCiaGréCia
GréCia
 
GréCia
GréCiaGréCia
GréCia
 
Arte Grega e Romana.docx
Arte Grega e Romana.docxArte Grega e Romana.docx
Arte Grega e Romana.docx
 
Portefólio de Historia
Portefólio de HistoriaPortefólio de Historia
Portefólio de Historia
 
A Arte na Grécia
A Arte na GréciaA Arte na Grécia
A Arte na Grécia
 
GréCia Arte Resumos
GréCia Arte ResumosGréCia Arte Resumos
GréCia Arte Resumos
 
História da arte
História da arteHistória da arte
História da arte
 
Arte romana e grega.pptx
Arte romana e grega.pptxArte romana e grega.pptx
Arte romana e grega.pptx
 
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaArte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
 
ARTE GREGA
ARTE  GREGAARTE  GREGA
ARTE GREGA
 
MÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdfMÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdf
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
A arte_arquitetura grega.pdf
A arte_arquitetura grega.pdfA arte_arquitetura grega.pdf
A arte_arquitetura grega.pdf
 

Mais de Carla Teixeira

A civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptA civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.ppt
Carla Teixeira
 
1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt
Carla Teixeira
 
a polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppta polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppt
Carla Teixeira
 
O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1
Carla Teixeira
 
Arte renascentista parte 3
Arte renascentista  parte 3Arte renascentista  parte 3
Arte renascentista parte 3
Carla Teixeira
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
Carla Teixeira
 
A reforma religiosa parte 2
A reforma religiosa  parte 2A reforma religiosa  parte 2
A reforma religiosa parte 2
Carla Teixeira
 
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
A reforma católica e a contra  reforma- parte 1A reforma católica e a contra  reforma- parte 1
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
Carla Teixeira
 
A contra reforma parte 3
A contra reforma  parte 3A contra reforma  parte 3
A contra reforma parte 3
Carla Teixeira
 
A contra reforma parte 2
A contra reforma   parte 2A contra reforma   parte 2
A contra reforma parte 2
Carla Teixeira
 
A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2
Carla Teixeira
 
O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1
Carla Teixeira
 
Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2
Carla Teixeira
 
Neoclássico parte3
Neoclássico parte3Neoclássico parte3
Neoclássico parte3
Carla Teixeira
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
Carla Teixeira
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1
Carla Teixeira
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
Carla Teixeira
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
Carla Teixeira
 
Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3
Carla Teixeira
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
Carla Teixeira
 

Mais de Carla Teixeira (20)

A civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.pptA civilização industrial no séc XIX.ppt
A civilização industrial no séc XIX.ppt
 
1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt1-guerra-mundial-esic.ppt
1-guerra-mundial-esic.ppt
 
a polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppta polis no mundo grego.ppt
a polis no mundo grego.ppt
 
O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1O tempo das reformas religiosas parte 1
O tempo das reformas religiosas parte 1
 
Arte renascentista parte 3
Arte renascentista  parte 3Arte renascentista  parte 3
Arte renascentista parte 3
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
A reforma religiosa parte 2
A reforma religiosa  parte 2A reforma religiosa  parte 2
A reforma religiosa parte 2
 
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
A reforma católica e a contra  reforma- parte 1A reforma católica e a contra  reforma- parte 1
A reforma católica e a contra reforma- parte 1
 
A contra reforma parte 3
A contra reforma  parte 3A contra reforma  parte 3
A contra reforma parte 3
 
A contra reforma parte 2
A contra reforma   parte 2A contra reforma   parte 2
A contra reforma parte 2
 
A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2A arte renascentista parte 2
A arte renascentista parte 2
 
O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1O rococó e o neoclássico parte 1
O rococó e o neoclássico parte 1
 
Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2Neoclássico parte 2
Neoclássico parte 2
 
Neoclássico parte3
Neoclássico parte3Neoclássico parte3
Neoclássico parte3
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1
 
Revolução francesa módulo 7
Revolução francesa  módulo 7Revolução francesa  módulo 7
Revolução francesa módulo 7
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
 
Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3Revolução francesa parte 3
Revolução francesa parte 3
 
Revolução francesa 2
Revolução francesa 2Revolução francesa 2
Revolução francesa 2
 

A arte grega parte 1

  • 1. “ Uma arte à medida do homem”
  • 2. Descreve a evolução da arquitectura grega Caracteriza a escultura e pintura Vídeo 1
  • 3.  
  • 6. A Arte Grega = a Arte Clássica A arte grega tornou-se num modelo a imitar ,devido à perfeição atingida.
  • 7.  
  • 8.  
  • 10. Frontão Triangular Friso Capitel Fuste Telhado a duas águas
  • 11.  
  • 14.  
  • 16. A Grécia clássica tornou-se o centro artístico do Mediterrâneo e o berço do mundo clássico. Tem um estilo artístico muito próprio, dividido em três grandes períodos: • Arcaico, que teve início no séc. VIII a.C. • Clássico, que compreende os séculos V e IV a.C. • Helenístico, que se prolongou até à chegada dos romanos. As manifestações artísticas no mundo grego alcançaram notável desenvolvimento, reflectindo as tradições e as principais transformações que ocorreram nessa sociedade ao longo da antiguidade. A cidade - Estado era cenário e protagonista de uma fervilhante actividade. A vida ao ar livre privilegiava a construção de estádios, teatros. Numa cidade feita à medida do Homem , as obras monumentais eram religiosas e estavam concentradas sobretudo na acrópole.
  • 17. A arte grega è antropocêntrica, preocupada com o realismo, procurou exaltar a beleza humana, destacando a perfeição de suas formas, reflectindo em suas manifestações as observações concretas dos elementos que envolvem o homem. A arte grega atingiu o seu maior desenvolvimento no período entre os séculos V e IV a.C. – o chamado período clássico . As principais características da arte deste período são as seguintes: Harmonia Equilíbrio Proporção
  • 18. A coluna é o elemento arquitectónico mais importante . Templo de Zeus Olímpico Atenas
  • 19.  
  • 20.  
  • 21.  
  • 22.  
  • 28. A B C D
  • 29. A B C D E
  • 32. As principais manifestações da arquitectura foram os templos gregos. O facto de serem politeístas e de acreditarem na semelhança entre deuses e homens, criou uma expressão religiosa singular no Mundo Grego, sendo que os templos dos mais variados deuses se espalharam por todas as cidades gregas. Os templos eram construídos normalmente sobre uma plataforma de um metro de altura chamada estereóbato. Os templos eram em mármore ou em calcário Os templos eram pintados em azul , vermelho e dourado, mas a fragilidade das tintas levou ao seu desaparecimento.
  • 33. O projecto era simples: uma construção com uma planta rectangular. Não eram muito grandes: -Tinha uma entrada (Peristilo) que levava à sala onde estava a estátua do deus -O núcleo do templo era uma zona fechada, formada por uma ou mais salas, onde era colocada a estátua do deus.(naos) - Este espaço era envolvido por pórticos com colunas que suportavam o telhado de duas águas, construído normalmente em madeira . Sendo as cerimónias realizadas ao ar livre, os arquitectos gregos preocuparam-se mais com a sua imagem exterior do que com o espaço interior, reservado aos sacerdotes. Figuras esculpidas preenchiam o frontão de cada extremidade da construção e relevos apareciam nas vigas apoiadas pelas colunas. A escultura normalmente evocava a história de um deus ou herói do lugar.