SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Arquitectura grega Cátia Monteiro|Curso Técnico Design
ARTE GREGA Povo grego era autónomo cultural, linguístico e religiosamente, tornando-se uma influente cultura. Cada obra arquitectónica era uma tarefa cívica, feita para a cidade, envolvia arquitectos, escultores, pintores e outros artesãos. Ao arquitecto cabia a elaboração do projecto(estudo do terreno, decisão da ordem a aplicar, elaboração de maquetas) sempre submetido a aprovação.
Arquitectura (divisão em períodos) Período Arcaico: primeiro momento de maturidade ( marcado pela expansão geográfica, desenvolvimento económico e relações internacionais); procura do inteligível, da ordem, do monumental e da maturidade. As manifestações artísticas tiveram grande influencia ideológica e morfológica com base numa filosofia antropocêntrica de sentido racionalista que se tornaram grandes focos de inspiração deste estilo: Dimensão humana( interesse pela representação humana). Tendência para o idealismo, adopção de cânones ou regras fixas (análogas as leis da natureza).
O objectivo final era a procura da unidade, beleza e harmonia universais envolvidas numa filosofia que relacionava o homem com o divino, mundo, vida, morte e dimensão interior do Homem ( Classicismo) Período Clássico: procura do equilíbrio, plenitude, do idealismo e do naturalismo/realismo. É o século de ouro da arquitectura grega. Período Helenístico: época de declínio, do gosto pelo concreto e individual. Os primeiros templos tinham influencia as plantas das casas micênicas com uma sala central rodeada de colunas. Eram construções em forma de cabanas. Os templos com colunas de pedras, aparecem a partir do séc. VI a.C. existindo maior concentração nas pesquisas estruturais num único sistema: o trílito.
OS TEMPLOS Edifício de maior interesse entre os gregos e a expressão máxima da sua arquitectura. Eram a morada e  abrigo do Deus. As construções em linhas rectas rectangulares. A planta era constituída por três espaços:  a pronaos; a naos ou cella e o opistódomos.  Esta estrutura era rodeada por um peristilo.  O templo era formado por uma base ou  envasamento, por colunas, entablamento  ( constituído pela arquitrave, pelo friso,  pela cornija, em cima do frontão triangular)  e pelo tecto. Preocupavam-se mais com a decoração exterior do que com a interior.
A ARQUITECTURA, ORDENS E TEMPLOS Colunas e entablamento: construído segundo ordens( articulação métrica em função da harmonia final que a partir da base, da coluna e do friso, regula as dimensões do templo). ORDEM DÓRICA: formas geométricas; decoração inexistente; não tem base, assenta no estilóbato; aspecto sóbrio, pesado e maciço: traduzindo a forma do homem; fuste robusto e com caneluras em aresta viva e capitel formado pelo ábaco e esquino simples e geométrico. Simboliza a imponência e a solidez.
Parténon: É o mais conhecido edifício da Grécia Antiga as suas esculturas decorativas são um dos pontos altos da arte grega. Constituído em mármore do Monte Pentélico com as mais modernas técnicas da época. Tem uma decoração escultórica pintada com cores vivas. No interior, abrigava a estatua, Atena Parteno em marfim e ouro. Atena Partenos; parthenos (em grego παρθένος, "virgem") refere-se ao estado virginal e solteiro da deusa.
ORDEM JÓNICA: difere da ordem anterior nas proporções dos elementos e na decoração mais abundante da coluna (inclusive assenta numa base) e entablamento; pelas dimensões e formas esbeltas, traduz a forma da mulher;
Templo de Atena Niké: dedicado a deusa Atena; Νίκη (Níkē) significa "vitória" em grego, um dos adjectivos dados à deusa. Construído em mármore pentélico; possui 4 colunas á frente e atrás; Decoração elegante dos capiteis de volutas enroladas, no friso e nos tímpanos. A estatua da deusa era em madeira, com um escudo na mão esquerda e uma romã, simbolizava a fertilidade, na mão direita. Atena Niké era deusa alada da vitória. Contudo, foi construída uma estatua sem asas, Niké Apteros (“sem asas”).
Erecteion: templo consagrado a Atena, Poseidon e Erecteu (mítico rei ateniense). É mais belo monumento da ordem jónica. No interior do templo, vivia uma serpente, à qual se oferecia um bolo sagrado cuja recusa era tomada como sinal de mal agouro para os atenienses.
[object Object],[object Object]
O TEATRO É da mais importantes invenções da arquitectura grega, construído na encosta duma colina, aproveitando o terreno para ajustar as bancadas semicirculares. O teatro era o elemento central da vida da cidade. No centro ficava a orquestra, e ao fundo a cena. (TEATRO DO EPIDAURO)
Bibliografia/Webgrafia
Arquitectura grega

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Templos Gregos
Os Templos GregosOs Templos Gregos
Os Templos GregosMariana1112
 
Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicasMódulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicasCarla Freitas
 
Módulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágoraMódulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágoraTLopes
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaAna Barreiros
 
Arte Grega e Romana
Arte Grega e RomanaArte Grega e Romana
Arte Grega e Romanacarollynha
 
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origensCultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origensCarlos Vieira
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romanaCarla Freitas
 
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaArte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaSusana Simões
 
Arquitetura romana i
Arquitetura romana iArquitetura romana i
Arquitetura romana iAna Barreiros
 
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicas
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicasCultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicas
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicasCarlos Vieira
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte gregacattonia
 
As fases da escultura grega
As fases da escultura gregaAs fases da escultura grega
As fases da escultura gregaFlávia Marques
 
Cultura da Ágora - Pintura grega
Cultura da Ágora - Pintura grega Cultura da Ágora - Pintura grega
Cultura da Ágora - Pintura grega Carlos Vieira
 
Templo de atena niké
Templo de atena nikéTemplo de atena niké
Templo de atena nikéCarla Freitas
 
Arquitetura romana ii
Arquitetura romana iiArquitetura romana ii
Arquitetura romana iiAna Barreiros
 

Mais procurados (20)

A cultura do senado
A cultura do senadoA cultura do senado
A cultura do senado
 
Os Templos Gregos
Os Templos GregosOs Templos Gregos
Os Templos Gregos
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
 
Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicasMódulo 3 - Escultura e pintura românicas
Módulo 3 - Escultura e pintura românicas
 
Módulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágoraMódulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágora
 
Escultura grega
Escultura gregaEscultura grega
Escultura grega
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
 
Arte Grega e Romana
Arte Grega e RomanaArte Grega e Romana
Arte Grega e Romana
 
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origensCultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens
 
Módulo 2 arquitetura romana
Módulo 2   arquitetura romanaMódulo 2   arquitetura romana
Módulo 2 arquitetura romana
 
Arte Gótica
Arte GóticaArte Gótica
Arte Gótica
 
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaArte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
 
Arquitetura romana i
Arquitetura romana iArquitetura romana i
Arquitetura romana i
 
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicas
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicasCultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicas
Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - ordens arquitectonicas
 
Arquitetura Grega
Arquitetura GregaArquitetura Grega
Arquitetura Grega
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
As fases da escultura grega
As fases da escultura gregaAs fases da escultura grega
As fases da escultura grega
 
Cultura da Ágora - Pintura grega
Cultura da Ágora - Pintura grega Cultura da Ágora - Pintura grega
Cultura da Ágora - Pintura grega
 
Templo de atena niké
Templo de atena nikéTemplo de atena niké
Templo de atena niké
 
Arquitetura romana ii
Arquitetura romana iiArquitetura romana ii
Arquitetura romana ii
 

Destaque

Arquitectura Grega Antiga
Arquitectura Grega AntigaArquitectura Grega Antiga
Arquitectura Grega Antigaduartcr
 
Arquitetura grega
Arquitetura gregaArquitetura grega
Arquitetura gregaforte10pm1
 
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão culturalSit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão culturalAprendendoHistoriacomNemeis
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte gregacattonia
 
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaSusana Simões
 
BA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - Heptagon
BA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - HeptagonBA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - Heptagon
BA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - HeptagonAdail Retamal
 
Arquitetura da Grécia Antiga
Arquitetura da Grécia AntigaArquitetura da Grécia Antiga
Arquitetura da Grécia AntigaLyzaa Martha
 
Escolas Helenísticas
Escolas HelenísticasEscolas Helenísticas
Escolas Helenísticasfiloscar
 
Arte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - GréciaArte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - GréciaFernanda Clara
 
Massa volúmica
Massa volúmicaMassa volúmica
Massa volúmicaLuis Pedro
 
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao HelenismoFilosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao HelenismoCarson Souza
 

Destaque (20)

Arquitectura Grega Antiga
Arquitectura Grega AntigaArquitectura Grega Antiga
Arquitectura Grega Antiga
 
Arquitetura grega
Arquitetura gregaArquitetura grega
Arquitetura grega
 
Arquitetura grega
Arquitetura gregaArquitetura grega
Arquitetura grega
 
Arquitetura grega
Arquitetura gregaArquitetura grega
Arquitetura grega
 
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão culturalSit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão cultural
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte grega
 
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
 
Arquimedes física
Arquimedes físicaArquimedes física
Arquimedes física
 
BA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - Heptagon
BA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - HeptagonBA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - Heptagon
BA Brazil 2013 - TOC - Adail Retamal - Heptagon
 
Hiparco
Hiparco Hiparco
Hiparco
 
Arquimedes
ArquimedesArquimedes
Arquimedes
 
Hiparco de nicea
Hiparco de niceaHiparco de nicea
Hiparco de nicea
 
Arquitetura da Grécia Antiga
Arquitetura da Grécia AntigaArquitetura da Grécia Antiga
Arquitetura da Grécia Antiga
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Escolas Helenísticas
Escolas HelenísticasEscolas Helenísticas
Escolas Helenísticas
 
Arte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - GréciaArte e Arquitetura - Grécia
Arte e Arquitetura - Grécia
 
Massa volúmica
Massa volúmicaMassa volúmica
Massa volúmica
 
Hiparco de nicea
Hiparco de niceaHiparco de nicea
Hiparco de nicea
 
Euclides
EuclidesEuclides
Euclides
 
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao HelenismoFilosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo
 

Semelhante a Arquitectura grega

Semelhante a Arquitectura grega (20)

Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
Módulo 1 HCA - A Cultura da Ágora.pdf
Módulo 1 HCA - A Cultura da Ágora.pdfMódulo 1 HCA - A Cultura da Ágora.pdf
Módulo 1 HCA - A Cultura da Ágora.pdf
 
A arte-grega-inicio
A arte-grega-inicioA arte-grega-inicio
A arte-grega-inicio
 
GréCia Arte Resumos
GréCia Arte ResumosGréCia Arte Resumos
GréCia Arte Resumos
 
Arte Grega Clássica
Arte Grega ClássicaArte Grega Clássica
Arte Grega Clássica
 
Jorge E Flavio 1 E.M. B Artes
Jorge E Flavio 1 E.M. B ArtesJorge E Flavio 1 E.M. B Artes
Jorge E Flavio 1 E.M. B Artes
 
ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4
 
Trabalho de apresentação do módulo arquitetura
Trabalho de apresentação do módulo   arquiteturaTrabalho de apresentação do módulo   arquitetura
Trabalho de apresentação do módulo arquitetura
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
ARQUITETURA.pdf
ARQUITETURA.pdfARQUITETURA.pdf
ARQUITETURA.pdf
 
Partenon e Templo Deusa Niké
Partenon e Templo Deusa NikéPartenon e Templo Deusa Niké
Partenon e Templo Deusa Niké
 
Arte Grega.ppt
Arte Grega.pptArte Grega.ppt
Arte Grega.ppt
 
3.3.O parténon_guiao_exploracao_2.docx
3.3.O parténon_guiao_exploracao_2.docx3.3.O parténon_guiao_exploracao_2.docx
3.3.O parténon_guiao_exploracao_2.docx
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Trabalho Arte grega
Trabalho Arte gregaTrabalho Arte grega
Trabalho Arte grega
 
Grecia antiga Arte e Cultura
Grecia antiga Arte e CulturaGrecia antiga Arte e Cultura
Grecia antiga Arte e Cultura
 
A arte grega parte 1
A arte grega parte 1A arte grega parte 1
A arte grega parte 1
 
Portefólio de Historia
Portefólio de HistoriaPortefólio de Historia
Portefólio de Historia
 
48787715 apostila-de-arte
48787715 apostila-de-arte48787715 apostila-de-arte
48787715 apostila-de-arte
 
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - ClaretianoArte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
 

Arquitectura grega

  • 1. Arquitectura grega Cátia Monteiro|Curso Técnico Design
  • 2. ARTE GREGA Povo grego era autónomo cultural, linguístico e religiosamente, tornando-se uma influente cultura. Cada obra arquitectónica era uma tarefa cívica, feita para a cidade, envolvia arquitectos, escultores, pintores e outros artesãos. Ao arquitecto cabia a elaboração do projecto(estudo do terreno, decisão da ordem a aplicar, elaboração de maquetas) sempre submetido a aprovação.
  • 3. Arquitectura (divisão em períodos) Período Arcaico: primeiro momento de maturidade ( marcado pela expansão geográfica, desenvolvimento económico e relações internacionais); procura do inteligível, da ordem, do monumental e da maturidade. As manifestações artísticas tiveram grande influencia ideológica e morfológica com base numa filosofia antropocêntrica de sentido racionalista que se tornaram grandes focos de inspiração deste estilo: Dimensão humana( interesse pela representação humana). Tendência para o idealismo, adopção de cânones ou regras fixas (análogas as leis da natureza).
  • 4. O objectivo final era a procura da unidade, beleza e harmonia universais envolvidas numa filosofia que relacionava o homem com o divino, mundo, vida, morte e dimensão interior do Homem ( Classicismo) Período Clássico: procura do equilíbrio, plenitude, do idealismo e do naturalismo/realismo. É o século de ouro da arquitectura grega. Período Helenístico: época de declínio, do gosto pelo concreto e individual. Os primeiros templos tinham influencia as plantas das casas micênicas com uma sala central rodeada de colunas. Eram construções em forma de cabanas. Os templos com colunas de pedras, aparecem a partir do séc. VI a.C. existindo maior concentração nas pesquisas estruturais num único sistema: o trílito.
  • 5. OS TEMPLOS Edifício de maior interesse entre os gregos e a expressão máxima da sua arquitectura. Eram a morada e abrigo do Deus. As construções em linhas rectas rectangulares. A planta era constituída por três espaços: a pronaos; a naos ou cella e o opistódomos. Esta estrutura era rodeada por um peristilo. O templo era formado por uma base ou envasamento, por colunas, entablamento ( constituído pela arquitrave, pelo friso, pela cornija, em cima do frontão triangular) e pelo tecto. Preocupavam-se mais com a decoração exterior do que com a interior.
  • 6. A ARQUITECTURA, ORDENS E TEMPLOS Colunas e entablamento: construído segundo ordens( articulação métrica em função da harmonia final que a partir da base, da coluna e do friso, regula as dimensões do templo). ORDEM DÓRICA: formas geométricas; decoração inexistente; não tem base, assenta no estilóbato; aspecto sóbrio, pesado e maciço: traduzindo a forma do homem; fuste robusto e com caneluras em aresta viva e capitel formado pelo ábaco e esquino simples e geométrico. Simboliza a imponência e a solidez.
  • 7. Parténon: É o mais conhecido edifício da Grécia Antiga as suas esculturas decorativas são um dos pontos altos da arte grega. Constituído em mármore do Monte Pentélico com as mais modernas técnicas da época. Tem uma decoração escultórica pintada com cores vivas. No interior, abrigava a estatua, Atena Parteno em marfim e ouro. Atena Partenos; parthenos (em grego παρθένος, "virgem") refere-se ao estado virginal e solteiro da deusa.
  • 8. ORDEM JÓNICA: difere da ordem anterior nas proporções dos elementos e na decoração mais abundante da coluna (inclusive assenta numa base) e entablamento; pelas dimensões e formas esbeltas, traduz a forma da mulher;
  • 9. Templo de Atena Niké: dedicado a deusa Atena; Νίκη (Níkē) significa "vitória" em grego, um dos adjectivos dados à deusa. Construído em mármore pentélico; possui 4 colunas á frente e atrás; Decoração elegante dos capiteis de volutas enroladas, no friso e nos tímpanos. A estatua da deusa era em madeira, com um escudo na mão esquerda e uma romã, simbolizava a fertilidade, na mão direita. Atena Niké era deusa alada da vitória. Contudo, foi construída uma estatua sem asas, Niké Apteros (“sem asas”).
  • 10. Erecteion: templo consagrado a Atena, Poseidon e Erecteu (mítico rei ateniense). É mais belo monumento da ordem jónica. No interior do templo, vivia uma serpente, à qual se oferecia um bolo sagrado cuja recusa era tomada como sinal de mal agouro para os atenienses.
  • 11.
  • 12. O TEATRO É da mais importantes invenções da arquitectura grega, construído na encosta duma colina, aproveitando o terreno para ajustar as bancadas semicirculares. O teatro era o elemento central da vida da cidade. No centro ficava a orquestra, e ao fundo a cena. (TEATRO DO EPIDAURO)