SlideShare uma empresa Scribd logo
Alongamento




    Uma mulher executando um exercício de alongamento muito comum.

 Alongamento é um tipo de exercício físico orientado para a manutenção ou melhora
 da flexibilidade.

 Praticá-lo é muito comum em atividades físicas esportivas como ginástica e corrida,
 atividades não esportivas como a ioga e o balé, e em reabilitação como
 a fisioterapia. Os exercícios de alongamento devem ser realizados,
 preferencialmente após um bom aquecimento, como corrida leve ou exercícios
 calistênicos, pois a temperatura muscular geral ou específica afeta a
 flexibilidade.[1] Alongamentos são exercícios voltados para o aumento da
 flexibilidade muscular, que promovem o estiramento das fibras musculares, fazendo
 com que elas aumentem o seu comprimento. O principal efeito é o aumento da
 flexibilidade.

 Quanto mais alongado um músculo, maior será a movimentação da articulação
 comandada por ele e, portanto, maior a flexibilidade, o que o torna uma prática
 fundamental para o bom funcionamento do corpo, proporcionando maior agilidade e
 elasticidade, além de prevenir lesões.

 Essencial para o aquecimento e relaxamento dos músculos, deve ser uma atividade
 incorporada ao exercício físico, mas também pode ser praticado sozinho. Qualquer
pessoa pode aprender a fazer alongamentos, independentemente da idade e da
flexibilidade. Mesmo quem apresenta algum problema específico pode fazer
alongamentos, mas com menos intensidade.

Quando feitos de maneira adequada, os alongamentos trazem os seguintes
benefícios: reduzem as tensões musculares; relaxam o corpo; proporcionam maior
consciência corporal; deixam os movimentos mais soltos e leves; previnem lesões;
preparam o corpo para atividades físicas, e ativam a circulação.



Tipos de alongamento
Os exercícios de alongamento podem ser dos seguintes tipos:

   Alongamento ativo (estático e dinâmico);
   Alongamento passivo (estático e dinâmico);
   Alongamento isométrico;
   Facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP).


Ativo
Compreende exercícios de alongamento em que um indivíduo assume uma posição
alongada utilizando somente a contração dos músculos agonistas do movimento.
Nos exercícios ativo-estáticos o indivíduo alcança e mantém esta posição sem
nenhuma ajuda além da própria contração. Estes alongamentos são difíceis de se
manter por mais de dez segundos. Os alongamentos ativo-dinâmicos consistem em
oscilações controladas dos membros para atingir os limites da amplitude de
movimento. Estes exercícios são executados em séries e devem ser interrompidos se
houver algum sinal de fadiga.


Passivo




    Atleta de futebol americanoexecutando um alongamento passivo-estático.
Exercícios do método passivo de alongamento utilizam forças externas para auxiliar
a alcançar a flexibilidade máxima, como parceiros, pesos, gravidade ou outros. Nos
alongamentos passivo-estático, o indivíduo assume uma posição alongada e a
mantém por um período de tempo que pode variar de 10 segundos até alguns
minutos. Nos exercícios de alongamento passivo-dinâmico há movimento de
oscilação com ritmo e amplitudes variadas. Este é o método mais seguro de
alongamento, mesmo quando não é corretamente executado, por causa do
mecanismo reflexo de alongamento.
Isométrico
É um tipo de alongamento passivo-estático que combina contração isométrica. Este
método apresenta ganhos de flexibilidade mais rápidos do que a utilização do
método passivo somente. No entanto, este exercício de alongamento trás maiores
exigências ao músculo alongado. Este alongamento consiste em assumir uma
posição de alongamento passivo, em seguida contrair o músculo alongado contra
algo que não se mova (como um parceiro), manter esta contração por alguns
segundos e depois relaxar.
Facilitação neuromuscular proprioceptiva
Muito utilizado em fisioterapia e em esportes que necessitam muita flexibilidade
como ginástica rítmica, este tipo de exercício é uma combinação dos alongamentos
isométrico e passivo e possui algumas variações:

   Hold-relax: consiste em executar um alongamento isométrico, relaxar por um
    curto período de tempo e então alongar o músculo ainda mais.
   Hold-relax-contract ou contract-relax-antagonist-contract (CRAC): o indivíduo
    alonga, contrai o músculo alongado, relaxa por poucos segundos, em seguida
    contrai o músculo antagonista do alongamento e mantém por alguns segundos.
   Hold-relax-swing: é uma combinação dos alongamentos isométrico, passivo-
    estático e dinâmico. Esta técnica deve ser usada com cautela pelo risco que
    apresenta. É semelhante ao método hold-relax mas inclui um alongamento
    dinâmico (oscilação) no lugar do último alongamento passivo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides alongamentos
Slides alongamentosSlides alongamentos
Slides alongamentos
carolezeca
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscular
lcinfo
 
Benefícios e limites da prática do alongamento
Benefícios e limites da prática do alongamentoBenefícios e limites da prática do alongamento
Benefícios e limites da prática do alongamento
Alexandra Nurhan
 
Saiba Tudo sobre Capacidades físicas
Saiba Tudo sobre Capacidades físicasSaiba Tudo sobre Capacidades físicas
Saiba Tudo sobre Capacidades físicas
Felipe Alencar Barros
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicas
Milena Silva
 
A importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicasA importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicas
Alexandra Nurhan
 
A importância dos alongamentos
A importância dos alongamentosA importância dos alongamentos
A importância dos alongamentos
LUCIANO OSORIO
 
Alongamentos
AlongamentosAlongamentos
Alongamentos
Jonatasjacobsen
 
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Fabio Mazzola
 
Qualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubensQualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubens
Ed_Fis_2015
 
Exercício resistido
Exercício resistidoExercício resistido
Exercício resistido
washington carlos vieira
 
Qualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicasQualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicas
Luciane Veras
 
Qualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - ForçaQualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - Força
Filipe Matos
 
Alongamentos!
Alongamentos!Alongamentos!
Alongamentos!
Joemille Leal
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicas
Joana Lima
 
Aula teórica hábitos de vida saudáveis
Aula teórica hábitos de vida saudáveisAula teórica hábitos de vida saudáveis
Aula teórica hábitos de vida saudáveis
Inês Ré
 
Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
Thereza Cristina Dias
 
Aquecimento
AquecimentoAquecimento
Aquecimento
Yah1000
 
1 Musculacao Tipos De Contracao Muscular
1    Musculacao    Tipos De  Contracao  Muscular1    Musculacao    Tipos De  Contracao  Muscular
1 Musculacao Tipos De Contracao Muscular
josejmconchinha
 

Mais procurados (19)

Slides alongamentos
Slides alongamentosSlides alongamentos
Slides alongamentos
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscular
 
Benefícios e limites da prática do alongamento
Benefícios e limites da prática do alongamentoBenefícios e limites da prática do alongamento
Benefícios e limites da prática do alongamento
 
Saiba Tudo sobre Capacidades físicas
Saiba Tudo sobre Capacidades físicasSaiba Tudo sobre Capacidades físicas
Saiba Tudo sobre Capacidades físicas
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicas
 
A importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicasA importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicas
 
A importância dos alongamentos
A importância dos alongamentosA importância dos alongamentos
A importância dos alongamentos
 
Alongamentos
AlongamentosAlongamentos
Alongamentos
 
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 
Qualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubensQualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubens
 
Exercício resistido
Exercício resistidoExercício resistido
Exercício resistido
 
Qualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicasQualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicas
 
Qualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - ForçaQualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - Força
 
Alongamentos!
Alongamentos!Alongamentos!
Alongamentos!
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicas
 
Aula teórica hábitos de vida saudáveis
Aula teórica hábitos de vida saudáveisAula teórica hábitos de vida saudáveis
Aula teórica hábitos de vida saudáveis
 
Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
 
Aquecimento
AquecimentoAquecimento
Aquecimento
 
1 Musculacao Tipos De Contracao Muscular
1    Musculacao    Tipos De  Contracao  Muscular1    Musculacao    Tipos De  Contracao  Muscular
1 Musculacao Tipos De Contracao Muscular
 

Destaque

Fundamentos do basquete
Fundamentos do basquete Fundamentos do basquete
Fundamentos do basquete
Danilo Costa
 
Fundamentos tecnicos do basquetebol
Fundamentos tecnicos do basquetebolFundamentos tecnicos do basquetebol
Fundamentos tecnicos do basquetebol
Fernanda Zerbinato
 
Perda rápida de peso
Perda rápida de pesoPerda rápida de peso
Perda rápida de peso
Dalton Barbosa Ruiz
 
Alongamentos Espontâneos
Alongamentos EspontâneosAlongamentos Espontâneos
Alongamentos Espontâneos
Prevenus
 
Terminologia anatomia
Terminologia anatomiaTerminologia anatomia
Terminologia anatomia
bialobo_
 
Disturbio alimentar
Disturbio alimentarDisturbio alimentar
Disturbio alimentar
Donizete Soares
 
Alongamento postural
Alongamento posturalAlongamento postural
Alongamento postural
Tatiana Cajado
 
Avaliação antropométrica 2012
Avaliação antropométrica 2012Avaliação antropométrica 2012
Avaliação antropométrica 2012
Abmael Rocha Junior
 
IMC 2015
IMC 2015IMC 2015
Cálculo de calorias
Cálculo de caloriasCálculo de calorias
Cálculo de calorias
Marcelo Souza
 
Atividade avaliativa calorias nos alimentos
Atividade avaliativa   calorias nos alimentosAtividade avaliativa   calorias nos alimentos
Atividade avaliativa calorias nos alimentos
Escola Pública/Particular
 
Evolução dos Sistemas operativos
Evolução dos Sistemas operativosEvolução dos Sistemas operativos
Evolução dos Sistemas operativos
vbassani
 
Introdução aos Desportos Aventura
Introdução aos Desportos AventuraIntrodução aos Desportos Aventura
Introdução aos Desportos Aventura
André Campos
 
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
Franciéllen de Barros
 
Introdução ao estudo da anatomia
Introdução ao estudo da anatomiaIntrodução ao estudo da anatomia
Introdução ao estudo da anatomia
Rodrigo Bruno
 
Esportes radicais
Esportes radicaisEsportes radicais
Esportes radicais
William Santos
 
Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)
Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)
Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)
Prof. Saulo Bezerra
 
Os 10 Princípios Básicos da Ergonomia
Os 10 Princípios Básicos da ErgonomiaOs 10 Princípios Básicos da Ergonomia
Os 10 Princípios Básicos da Ergonomia
HugoDalevedove
 
Apostilaposicionamento1
Apostilaposicionamento1Apostilaposicionamento1
Apostilaposicionamento1
Nathália Roncada Dias
 
Imc power-point
Imc power-pointImc power-point
Imc power-point
Turma EFA
 

Destaque (20)

Fundamentos do basquete
Fundamentos do basquete Fundamentos do basquete
Fundamentos do basquete
 
Fundamentos tecnicos do basquetebol
Fundamentos tecnicos do basquetebolFundamentos tecnicos do basquetebol
Fundamentos tecnicos do basquetebol
 
Perda rápida de peso
Perda rápida de pesoPerda rápida de peso
Perda rápida de peso
 
Alongamentos Espontâneos
Alongamentos EspontâneosAlongamentos Espontâneos
Alongamentos Espontâneos
 
Terminologia anatomia
Terminologia anatomiaTerminologia anatomia
Terminologia anatomia
 
Disturbio alimentar
Disturbio alimentarDisturbio alimentar
Disturbio alimentar
 
Alongamento postural
Alongamento posturalAlongamento postural
Alongamento postural
 
Avaliação antropométrica 2012
Avaliação antropométrica 2012Avaliação antropométrica 2012
Avaliação antropométrica 2012
 
IMC 2015
IMC 2015IMC 2015
IMC 2015
 
Cálculo de calorias
Cálculo de caloriasCálculo de calorias
Cálculo de calorias
 
Atividade avaliativa calorias nos alimentos
Atividade avaliativa   calorias nos alimentosAtividade avaliativa   calorias nos alimentos
Atividade avaliativa calorias nos alimentos
 
Evolução dos Sistemas operativos
Evolução dos Sistemas operativosEvolução dos Sistemas operativos
Evolução dos Sistemas operativos
 
Introdução aos Desportos Aventura
Introdução aos Desportos AventuraIntrodução aos Desportos Aventura
Introdução aos Desportos Aventura
 
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014Anatomia  humana 1ª aula 10 mar 2014
Anatomia humana 1ª aula 10 mar 2014
 
Introdução ao estudo da anatomia
Introdução ao estudo da anatomiaIntrodução ao estudo da anatomia
Introdução ao estudo da anatomia
 
Esportes radicais
Esportes radicaisEsportes radicais
Esportes radicais
 
Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)
Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)
Medidas antropometricas (IMC, CA e ICQ)
 
Os 10 Princípios Básicos da Ergonomia
Os 10 Princípios Básicos da ErgonomiaOs 10 Princípios Básicos da Ergonomia
Os 10 Princípios Básicos da Ergonomia
 
Apostilaposicionamento1
Apostilaposicionamento1Apostilaposicionamento1
Apostilaposicionamento1
 
Imc power-point
Imc power-pointImc power-point
Imc power-point
 

Semelhante a 2º ano prova mensal

Alongamento II.ppt
Alongamento II.pptAlongamento II.ppt
Alongamento II.ppt
alexjtavares
 
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Fernando Farias
 
Alongamentos
AlongamentosAlongamentos
Alongamentos
mcloucomoto
 
Aquecimento e alongamento
Aquecimento e alongamentoAquecimento e alongamento
Aquecimento e alongamento
Abmael Rocha Junior
 
Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21
Liberty Ensino
 
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
academianovaformabh
 
Alongamentos
AlongamentosAlongamentos
Alongamentos
mcloucomoto
 
Curso de mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de  mobilidade articular para atletas de futsalCurso de  mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de mobilidade articular para atletas de futsal
Fernando Richard
 
Movimento do corpo 7º ano
Movimento do corpo   7º anoMovimento do corpo   7º ano
Movimento do corpo 7º ano
Abmael Rocha Junior
 
Flexibilidade slide
Flexibilidade slideFlexibilidade slide
Treinamento funcional cefiep1
Treinamento funcional cefiep1Treinamento funcional cefiep1
Treinamento funcional cefiep1
marcelosilveirazero1
 
Flexibilidade01
Flexibilidade01Flexibilidade01
Flexibilidade01
Gerson Faria
 
Alongamentos.pptx
Alongamentos.pptxAlongamentos.pptx
Alongamentos.pptx
BertoneSantos1
 
SLIDES DO LIVRO.pptx
SLIDES DO LIVRO.pptxSLIDES DO LIVRO.pptx
SLIDES DO LIVRO.pptx
LeilaLima41
 
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdfSLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
RenataNogueira70
 
Apostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapaApostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapa
Edson Zacqueu
 
AULA reeducação postural global conceito
AULA  reeducação postural global  conceitoAULA  reeducação postural global  conceito
AULA reeducação postural global conceito
AndreyLima16
 
Cinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunosCinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunos
Isabela Luana
 
Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
DesconFiles
 
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
MayraPereira16
 

Semelhante a 2º ano prova mensal (20)

Alongamento II.ppt
Alongamento II.pptAlongamento II.ppt
Alongamento II.ppt
 
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
 
Alongamentos
AlongamentosAlongamentos
Alongamentos
 
Aquecimento e alongamento
Aquecimento e alongamentoAquecimento e alongamento
Aquecimento e alongamento
 
Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21
 
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
 
Alongamentos
AlongamentosAlongamentos
Alongamentos
 
Curso de mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de  mobilidade articular para atletas de futsalCurso de  mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de mobilidade articular para atletas de futsal
 
Movimento do corpo 7º ano
Movimento do corpo   7º anoMovimento do corpo   7º ano
Movimento do corpo 7º ano
 
Flexibilidade slide
Flexibilidade slideFlexibilidade slide
Flexibilidade slide
 
Treinamento funcional cefiep1
Treinamento funcional cefiep1Treinamento funcional cefiep1
Treinamento funcional cefiep1
 
Flexibilidade01
Flexibilidade01Flexibilidade01
Flexibilidade01
 
Alongamentos.pptx
Alongamentos.pptxAlongamentos.pptx
Alongamentos.pptx
 
SLIDES DO LIVRO.pptx
SLIDES DO LIVRO.pptxSLIDES DO LIVRO.pptx
SLIDES DO LIVRO.pptx
 
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdfSLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
 
Apostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapaApostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapa
 
AULA reeducação postural global conceito
AULA  reeducação postural global  conceitoAULA  reeducação postural global  conceito
AULA reeducação postural global conceito
 
Cinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunosCinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunos
 
Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
 
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
 

Mais de Tony

1º ano prova bimestral 4º bim.
1º ano prova bimestral 4º bim.1º ano prova bimestral 4º bim.
1º ano prova bimestral 4º bim.
Tony
 
3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.
Tony
 
1º ano prova mensal
1º ano prova mensal1º ano prova mensal
1º ano prova mensal
Tony
 
Bimestral 1º ano 3º bimestre
Bimestral 1º ano 3º bimestreBimestral 1º ano 3º bimestre
Bimestral 1º ano 3º bimestre
Tony
 
Bimestral 2º ano 3º bimestre
Bimestral 2º ano 3º bimestreBimestral 2º ano 3º bimestre
Bimestral 2º ano 3º bimestre
Tony
 
Bimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestreBimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestre
Tony
 
Bimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestreBimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestre
Tony
 
1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre
Tony
 
2º ano prova bimestral 2º bimestre
2º ano prova bimestral 2º bimestre2º ano prova bimestral 2º bimestre
2º ano prova bimestral 2º bimestre
Tony
 
3º ano prova bimestral 2º bimestre
3º ano prova bimestral 2º bimestre3º ano prova bimestral 2º bimestre
3º ano prova bimestral 2º bimestre
Tony
 
3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física
3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física
3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física
Tony
 
2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares
2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares
2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares
Tony
 
1º ano. prova mensal 2º bim. drogas
1º ano. prova mensal 2º bim. drogas1º ano. prova mensal 2º bim. drogas
1º ano. prova mensal 2º bim. drogas
Tony
 
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
Tony
 
2º ano glicose e diabetes
2º ano glicose e diabetes2º ano glicose e diabetes
2º ano glicose e diabetes
Tony
 
1º ano doenças cardiacas e hipertensão
1º ano doenças cardiacas e hipertensão1º ano doenças cardiacas e hipertensão
1º ano doenças cardiacas e hipertensão
Tony
 
3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo
Tony
 
3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo
Tony
 
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
Tony
 
1º ano frequência cardíaca e pessão arterial
1º ano frequência cardíaca e pessão arterial1º ano frequência cardíaca e pessão arterial
1º ano frequência cardíaca e pessão arterial
Tony
 

Mais de Tony (20)

1º ano prova bimestral 4º bim.
1º ano prova bimestral 4º bim.1º ano prova bimestral 4º bim.
1º ano prova bimestral 4º bim.
 
3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.3º ano prova bimestral 4º bim.
3º ano prova bimestral 4º bim.
 
1º ano prova mensal
1º ano prova mensal1º ano prova mensal
1º ano prova mensal
 
Bimestral 1º ano 3º bimestre
Bimestral 1º ano 3º bimestreBimestral 1º ano 3º bimestre
Bimestral 1º ano 3º bimestre
 
Bimestral 2º ano 3º bimestre
Bimestral 2º ano 3º bimestreBimestral 2º ano 3º bimestre
Bimestral 2º ano 3º bimestre
 
Bimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestreBimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestre
 
Bimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestreBimestral 3º ano 3º bimestre
Bimestral 3º ano 3º bimestre
 
1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre
 
2º ano prova bimestral 2º bimestre
2º ano prova bimestral 2º bimestre2º ano prova bimestral 2º bimestre
2º ano prova bimestral 2º bimestre
 
3º ano prova bimestral 2º bimestre
3º ano prova bimestral 2º bimestre3º ano prova bimestral 2º bimestre
3º ano prova bimestral 2º bimestre
 
3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física
3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física
3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física
 
2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares
2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares
2º ano. prova mensal.2º bim.transtornos alimentares
 
1º ano. prova mensal 2º bim. drogas
1º ano. prova mensal 2º bim. drogas1º ano. prova mensal 2º bim. drogas
1º ano. prova mensal 2º bim. drogas
 
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
 
2º ano glicose e diabetes
2º ano glicose e diabetes2º ano glicose e diabetes
2º ano glicose e diabetes
 
1º ano doenças cardiacas e hipertensão
1º ano doenças cardiacas e hipertensão1º ano doenças cardiacas e hipertensão
1º ano doenças cardiacas e hipertensão
 
3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo
 
3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo3º ano alcoolismo e tabagismo
3º ano alcoolismo e tabagismo
 
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
 
1º ano frequência cardíaca e pessão arterial
1º ano frequência cardíaca e pessão arterial1º ano frequência cardíaca e pessão arterial
1º ano frequência cardíaca e pessão arterial
 

2º ano prova mensal

  • 1. Alongamento Uma mulher executando um exercício de alongamento muito comum. Alongamento é um tipo de exercício físico orientado para a manutenção ou melhora da flexibilidade. Praticá-lo é muito comum em atividades físicas esportivas como ginástica e corrida, atividades não esportivas como a ioga e o balé, e em reabilitação como a fisioterapia. Os exercícios de alongamento devem ser realizados, preferencialmente após um bom aquecimento, como corrida leve ou exercícios calistênicos, pois a temperatura muscular geral ou específica afeta a flexibilidade.[1] Alongamentos são exercícios voltados para o aumento da flexibilidade muscular, que promovem o estiramento das fibras musculares, fazendo com que elas aumentem o seu comprimento. O principal efeito é o aumento da flexibilidade. Quanto mais alongado um músculo, maior será a movimentação da articulação comandada por ele e, portanto, maior a flexibilidade, o que o torna uma prática fundamental para o bom funcionamento do corpo, proporcionando maior agilidade e elasticidade, além de prevenir lesões. Essencial para o aquecimento e relaxamento dos músculos, deve ser uma atividade incorporada ao exercício físico, mas também pode ser praticado sozinho. Qualquer
  • 2. pessoa pode aprender a fazer alongamentos, independentemente da idade e da flexibilidade. Mesmo quem apresenta algum problema específico pode fazer alongamentos, mas com menos intensidade. Quando feitos de maneira adequada, os alongamentos trazem os seguintes benefícios: reduzem as tensões musculares; relaxam o corpo; proporcionam maior consciência corporal; deixam os movimentos mais soltos e leves; previnem lesões; preparam o corpo para atividades físicas, e ativam a circulação. Tipos de alongamento Os exercícios de alongamento podem ser dos seguintes tipos:  Alongamento ativo (estático e dinâmico);  Alongamento passivo (estático e dinâmico);  Alongamento isométrico;  Facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP). Ativo Compreende exercícios de alongamento em que um indivíduo assume uma posição alongada utilizando somente a contração dos músculos agonistas do movimento. Nos exercícios ativo-estáticos o indivíduo alcança e mantém esta posição sem nenhuma ajuda além da própria contração. Estes alongamentos são difíceis de se manter por mais de dez segundos. Os alongamentos ativo-dinâmicos consistem em oscilações controladas dos membros para atingir os limites da amplitude de movimento. Estes exercícios são executados em séries e devem ser interrompidos se houver algum sinal de fadiga. Passivo Atleta de futebol americanoexecutando um alongamento passivo-estático.
  • 3. Exercícios do método passivo de alongamento utilizam forças externas para auxiliar a alcançar a flexibilidade máxima, como parceiros, pesos, gravidade ou outros. Nos alongamentos passivo-estático, o indivíduo assume uma posição alongada e a mantém por um período de tempo que pode variar de 10 segundos até alguns minutos. Nos exercícios de alongamento passivo-dinâmico há movimento de oscilação com ritmo e amplitudes variadas. Este é o método mais seguro de alongamento, mesmo quando não é corretamente executado, por causa do mecanismo reflexo de alongamento. Isométrico É um tipo de alongamento passivo-estático que combina contração isométrica. Este método apresenta ganhos de flexibilidade mais rápidos do que a utilização do método passivo somente. No entanto, este exercício de alongamento trás maiores exigências ao músculo alongado. Este alongamento consiste em assumir uma posição de alongamento passivo, em seguida contrair o músculo alongado contra algo que não se mova (como um parceiro), manter esta contração por alguns segundos e depois relaxar. Facilitação neuromuscular proprioceptiva Muito utilizado em fisioterapia e em esportes que necessitam muita flexibilidade como ginástica rítmica, este tipo de exercício é uma combinação dos alongamentos isométrico e passivo e possui algumas variações:  Hold-relax: consiste em executar um alongamento isométrico, relaxar por um curto período de tempo e então alongar o músculo ainda mais.  Hold-relax-contract ou contract-relax-antagonist-contract (CRAC): o indivíduo alonga, contrai o músculo alongado, relaxa por poucos segundos, em seguida contrai o músculo antagonista do alongamento e mantém por alguns segundos.  Hold-relax-swing: é uma combinação dos alongamentos isométrico, passivo- estático e dinâmico. Esta técnica deve ser usada com cautela pelo risco que apresenta. É semelhante ao método hold-relax mas inclui um alongamento dinâmico (oscilação) no lugar do último alongamento passivo.