SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Estadual EurídiceEscola Estadual Eurídice
Santana LimaSantana Lima
 Disciplina: Educação FísicaDisciplina: Educação Física
 Professor: Osvaldo Gabriel Alves da SilvaProfessor: Osvaldo Gabriel Alves da Silva
 Coordenação: Sônia AlmeidaCoordenação: Sônia Almeida
EJAEJA
Do latim – flectere ou flexibilis = “curvar-
se”
 Flexibilidade:Flexibilidade:
 MMááxima amplitude voluntxima amplitude voluntáária em uma ouria em uma ou
mais articulamais articulaçções, sem lesionões, sem lesionáá-las.-las.
  
 Alongamento:Alongamento:
 ExercExercíícios fcios fíísicos com objetivos de mantersicos com objetivos de manter
e/ou desenvolver a flexibilidade.e/ou desenvolver a flexibilidade.
ALONGAMENTO - FLEXIBILIDADEALONGAMENTO - FLEXIBILIDADE
Como o músculo responde ao
alongamento?
O alongamento inicial ocorre no tendão e a tensão aumenta
agudamente
Ocorre um deslizamento brusco dos sarcômeros (se cedem)
Quando a força de alongamento é liberada, cada sarcômero
retorna ao seu comprimento de repouso
Sarcômeros: compõe as miofibrilas, sendo a unidade contrátil destas,
compostos pelos filamentos protéicos de actina e miosina.
PROPRIOCEPÇÃO
Termo utilizado para indicar a posição e o movimento do
corpo e suas partes, assim como as forças e as pressões que
sofrem. É a sensação do movimento.
Magill (1990)
Proprioceptores órgãos especializados para transmitir
essas informações sensitivas para o SNC.
Encontrados nos músculos (fuso muscular), tendões (órgão tendinoso
de Golgi) e nas articulações.
PROPRIOCEPTORES
PROPRIOCEPTORES
FUSO MUSCULAR: ativado sempre que o músculo é
alongado, desencadeando processo reflexo de contração
muscular (reflexo de alongamento).
Função: identificar, responder e controlar as modificações
existentes no comprimento das fibras musculares além de controlar o
tônus muscular
PROPRIOCEPTORES
OTG: localizam-se nas junções musculotendinosas. Quando
estimulados, desencadeiam uma inibição dos motoneurônios
do músculo em contração, causando o relaxamento muscular.
Função: detectar a tensão causada pela contração muscular.
ALONGAMENTO EALONGAMENTO E
FLEXIBILIDADEFLEXIBILIDADE
 Importante:Importante:
 O sistema muscularO sistema muscular éé plpláásticostico ee eleláásticostico
 PlPláásticostico porque tem capacidade de assumir uma maiorporque tem capacidade de assumir uma maior
extensão, apextensão, apóós o exercs o exercíício de alongamento.cio de alongamento.
 ElEláásticostico porque tem capacidade de retornar a extensãoporque tem capacidade de retornar a extensão
de repouso, apde repouso, apóós o exercs o exercíício de alongamento.cio de alongamento.
““A alteraA alteraçção na extensão (deformidade)ão na extensão (deformidade) éé diretamentediretamente
proporcionalproporcional àà tensão aplicada com efeitos reverstensão aplicada com efeitos reversííveisveis
apapóós a liberas a liberaçção da tensãoão da tensão”” (Hall, 2000).(Hall, 2000).
CONCEITOS
HIPERMOBILIDADE: refere-se à amplitude de um
movimento em excesso.
LASSIDÃO: refere-se à falta de estabilidade de uma
articulação.
ESTRUTURAS QUE INTERFEREM
NA FLEXIBILIDADE
• osso (encontros ósseos)
• tendão
• ligamento
• cápsula articular
• músculo
OBS: as estruturas que possuem maior quantidade de
colágeno possuem menor grau de extensibilidade,
como tendões e ligamentos.
ORIENTAÇÕES DO ACSM
TIPO:TIPO: rotina de alongamentos gerais usando técnicas estáticas
ou FNP.
FREQUÊNCIA:FREQUÊNCIA: mínimo de 2 a 3 dias/semana.
INTENSIDADE:INTENSIDADE: até posição de leve desconforto.
DURAÇÃO:DURAÇÃO: 10” a 30” – estático
6” de contração + 10” a 30” de alongamento – FNP
REPETIÇÃO:REPETIÇÃO: 3 a 4 para cada exercício de alongamento.
MANIFESTAÇÕES DA FLEXIBILIDADE
FLEXIBILIDADE
ATIVA PASSIVA
ESTÁTICA DINÂMICA ESTÁTICA DINÂMICA
(Harre, 1973; Weineck, 1991; Bompa, 2002)
MANIFESTAÇÕES DA FLEXIBILIDADE
Flexibilidade ativa:Flexibilidade ativa: maior amplitude possível de
movimento que um indivíduo pode realizar por causa da
contração dos músculos agonistas e do alongamento dos
antagonistas, que ocorre paralelamente. Pode ser estática
ou dinâmica.
Flexibilidade passiva:Flexibilidade passiva: maior amplitude possível de
movimento que o indivíduo pode alcançar sob ação de
“forças externas”, como parceiro, aparelhos, ação da
gravidade, etc. Pode ser estática ou dinâmica.
MANIFESTAÇÕES DA FLEXIBILIDADE
A flexibilidade passiva é sempre maior que a ativa.
Essa diferença de amplitude de movimento gera o que os autores
denominam reserva da flexibilidade.
(Zakharov, 1992; Harre, 1973)
MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO
DA FLEXIBILIDADE
ATIVO: move-se o grupo muscular até a amplitude máxima utilizando-
se a força dos agonistas e o relaxamento dos antagonistas e retorna à
posição inicial. Método importante para o ambiente desportivo.
A velocidade deve ser controlada – terminações primárias do
fuso muscular são extremamente sensíveis à velocidade.
Vantagens:Vantagens:
Importante para o ambiente esportivo, diário e trabalho.
Desvantagens:Desvantagens:
Pode ser limitado pela força muscular precária; não alcança grandes
índices de amplitude.
PASSIVO: feito com ajuda de forças externas (aparelhos,
companheiros, força da gravidade, força de outros grupamentos
musculares). O executante deve ter capacidade de descontração
muscular para não acionar o reflexo miotático.
Vantagens:Vantagens:
Permite ajustar o membro corporal numa postura ótima para
desenvolvimento da flexibilidade.
Desvantagens:Desvantagens:
Pode depender de um companheiro.
OBS: ambos os métodos ativo e passivo podem se manifestar de
maneira estática ou dinâmica.
MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO
DA FLEXIBILIDADE
MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO
DA FLEXIBILIDADE
ESTÁTICO: move-se o grupo muscular lentamente até uma
determinada amplitude de movimento com tensão (desconforto)
muscular e permanece na posição. Muito utilizado por sua
segurança e comodidade.
Vantagens:Vantagens:
Pouco risco de lesão; pode ser inserido como parte do aquecimento
diário;
fácil aprendizagem; independe de presença de companheiro.
Desvantagens:Desvantagens:
Não reflete a técnica de algumas habilidades esportivas.
DINÂMICO: move-se voluntariamente o grupo muscular até uma
determinada amplitude de movimento com tensão (desconforto)
muscular e retorna-se à posição inicial.
Vantagens:Vantagens:
Benéfico para o aporte sanguíneo na região exercitada; importante
para os esportes; importante para a independência do movimento em
idosos (levíssima tensão na fase final do movimento).
Desvantagens:Desvantagens:
Há possibilidade de lesões; é difícil direcionar o movimento para um
ângulo específico.
MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO
DA FLEXIBILIDADE
MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO
DA FLEXIBILIDADE
BALÍSTICO: é uma sequência de alongamento ativo com várias
insistências de movimento, usando a força muscular dos agonistas.
Está geralmente associado com movimento de balança, saltos,
ricochetear e movimentos rítmicos.
Vantagens:Vantagens:
Pode ser importante em alguns esportes; por ativar o reflexo miotático
o que dificulta a flexibilidade, pode ser útil para pessoas com
hiperflexibilidade.
Desvantagens:Desvantagens:
Podem aumentar a tensão no músculo que está sendo alongado;
permitir ganho inferior de flexibilidade.
MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO
DA FLEXIBILIDADE
FACILITAÇÃO NEUROMUSCULAR PROPRIOCEPTIVA –
FNP: promovem o relaxamento muscular pela estimulação dos
proprioceptores (Voss, Ionta e Myerm 1987).
É a combinação de contração e relaxamento alternados dos músculos
agonistas e antagonistas, visando a inibição do fuso muscular e a
ativação do órgão tendinoso de Golgi (OTG).
Vantagens:Vantagens:
Pode-se desenvolver a flexibilidade mais rapidamente que outros métodos.
Desvantagens:Desvantagens:
Dificuldade do companheiro em observar compensações dos grupos
musculares
FATORES QUE INFLUENCIAM A
FLEXIBILIDADE
ENDÓGENOS
Idade
Sexo (anatômico e hormonal)
Individualidade biológica
Raça
Tonicidade muscular
doenças
EXÓGENOS
Hora do dia
Temperatura ambiente
Exercícios (aquecimento)
Vestimenta
 InIníício:cio:
 PreparaPreparaçção do corpo. Exercão do corpo. Exercíícios de soltura, massagem oucios de soltura, massagem ou
auto massagem, exercauto massagem, exercíícios respiratcios respiratóórios.rios.
 Desenvolvimento:Desenvolvimento:
 ExercExercíícios de alongamento. Utilizacios de alongamento. Utilizaçção de sequência deão de sequência de
exercexercíícios visando a manutencios visando a manutençção ou desenvolvimento daão ou desenvolvimento da
flexibilidade.flexibilidade.
 ExercExercíícios em ordem lcios em ordem lóógica de intensidade, realizados degica de intensidade, realizados de
forma fluente.forma fluente.
 Final:Final:
 Relaxamento. ExercRelaxamento. Exercíícios mais suaves, soltura, descontracios mais suaves, soltura, descontraççãoão
muscular e exercmuscular e exercíícios respiratcios respiratóórios. Aconselha-se alongarrios. Aconselha-se alongar
região lombar.região lombar.
ESTRUTURA DA AULA
Flexibilidade slide

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula de flexibilidade
Aula de flexibilidadeAula de flexibilidade
Aula de flexibilidadeJoao P. Dubas
 
Treinamento esportivo i
Treinamento esportivo iTreinamento esportivo i
Treinamento esportivo iMarcus Prof
 
instrumentos e técnicas nas medidas motoras e física
instrumentos e técnicas nas medidas motoras e físicainstrumentos e técnicas nas medidas motoras e física
instrumentos e técnicas nas medidas motoras e físicaAmarildo César
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicasJoana Lima
 
Flexibilidade treinamento
Flexibilidade treinamentoFlexibilidade treinamento
Flexibilidade treinamentoMatheus Barbosa
 
metodos de treino da forca reactiva (especific
metodos de treino da forca reactiva (especificmetodos de treino da forca reactiva (especific
metodos de treino da forca reactiva (especificSilas Paixao
 
Biomecânica - Músculos
Biomecânica - Músculos Biomecânica - Músculos
Biomecânica - Músculos Claudio Pereira
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicasMilena Silva
 
Qualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicasQualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicasLuciane Veras
 
Componentes da aptidão física
Componentes da aptidão físicaComponentes da aptidão física
Componentes da aptidão físicafabioalira
 
As Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e CoordenativasAs Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e CoordenativasAna Carvalho
 
Treinamento funcional
Treinamento funcionalTreinamento funcional
Treinamento funcionalBruna Reis
 

Mais procurados (20)

Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
 
Biomecânica Básica
Biomecânica BásicaBiomecânica Básica
Biomecânica Básica
 
Aula de flexibilidade
Aula de flexibilidadeAula de flexibilidade
Aula de flexibilidade
 
Treinamento esportivo i
Treinamento esportivo iTreinamento esportivo i
Treinamento esportivo i
 
instrumentos e técnicas nas medidas motoras e física
instrumentos e técnicas nas medidas motoras e físicainstrumentos e técnicas nas medidas motoras e física
instrumentos e técnicas nas medidas motoras e física
 
Capacidades FíSicas
Capacidades FíSicasCapacidades FíSicas
Capacidades FíSicas
 
Flexibilidade 01
Flexibilidade 01Flexibilidade 01
Flexibilidade 01
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicas
 
Flexibilidade treinamento
Flexibilidade treinamentoFlexibilidade treinamento
Flexibilidade treinamento
 
Treinamento de Força
Treinamento de ForçaTreinamento de Força
Treinamento de Força
 
metodos de treino da forca reactiva (especific
metodos de treino da forca reactiva (especificmetodos de treino da forca reactiva (especific
metodos de treino da forca reactiva (especific
 
Biomecânica - Músculos
Biomecânica - Músculos Biomecânica - Músculos
Biomecânica - Músculos
 
Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicas
 
Capacidades físicas
Capacidades físicasCapacidades físicas
Capacidades físicas
 
Qualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicasQualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicas
 
Treinamento de força
Treinamento de força Treinamento de força
Treinamento de força
 
Componentes da aptidão física
Componentes da aptidão físicaComponentes da aptidão física
Componentes da aptidão física
 
As Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e CoordenativasAs Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
 
Treinamento funcional
Treinamento funcionalTreinamento funcional
Treinamento funcional
 

Destaque

Flexibilidade
Flexibilidade Flexibilidade
Flexibilidade kyzinha
 
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidadeEducação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidadePedro Kangombe
 
Flexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamentoFlexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamentojoseluisgotto12
 
cartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAIS
cartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAIScartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAIS
cartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAISmana 5066
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
BasquetebolAMLDRP
 
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...Ministério da Justiça
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscularlcinfo
 
Slides alongamentos
Slides alongamentosSlides alongamentos
Slides alongamentoscarolezeca
 
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasCapacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasJoanaMartins7
 
Atividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúdeAtividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúdewashington carlos vieira
 
Benefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade físicaBenefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade físicaRomero Vitor
 

Destaque (15)

Flexibilidade
Flexibilidade Flexibilidade
Flexibilidade
 
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidadeEducação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
 
Flexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamentoFlexibilidade e alongamento
Flexibilidade e alongamento
 
Avaliação da flexibilidade
Avaliação da flexibilidadeAvaliação da flexibilidade
Avaliação da flexibilidade
 
Avaliação neuromotora
Avaliação  neuromotoraAvaliação  neuromotora
Avaliação neuromotora
 
Aerobica
AerobicaAerobica
Aerobica
 
cartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAIS
cartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAIScartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAIS
cartilha direitos humanos SENASP PARA POLICIAIS
 
Atletismo
AtletismoAtletismo
Atletismo
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscular
 
Slides alongamentos
Slides alongamentosSlides alongamentos
Slides alongamentos
 
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasCapacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
 
Atividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúdeAtividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúde
 
Benefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade físicaBenefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade física
 

Semelhante a Flexibilidade slide

Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013Fabio Mazzola
 
2º ano prova mensal
2º ano prova mensal2º ano prova mensal
2º ano prova mensalTony
 
Cinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunosCinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunosIsabela Luana
 
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?Fernando Farias
 
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.pptTestes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.pptmsfabiolira
 
15 -amplitude_de_movimento
15  -amplitude_de_movimento15  -amplitude_de_movimento
15 -amplitude_de_movimentoJohnny Martins
 
Métodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscularMétodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscularAlexandra Nurhan
 
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidadeacademianovaformabh
 
ALONGAMENTO.pptx
ALONGAMENTO.pptxALONGAMENTO.pptx
ALONGAMENTO.pptxJamVb
 
Apostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapaApostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapaEdson Zacqueu
 
Alongamento muscular
Alongamento muscularAlongamento muscular
Alongamento muscularevacavalcante
 
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorrosUEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorrosWendel Jason
 
Articulação de quadril
Articulação de quadrilArticulação de quadril
Articulação de quadrilAdriane Cunha
 
Curso de mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de  mobilidade articular para atletas de futsalCurso de  mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de mobilidade articular para atletas de futsalFernando Richard
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAlexandra Nurhan
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAlexandra Nurhan
 
aula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptx
aula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptxaula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptx
aula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptxTavaresJana
 

Semelhante a Flexibilidade slide (20)

Flexibilidade01
Flexibilidade01Flexibilidade01
Flexibilidade01
 
AULA_FLEXIBILIDADE_NOVA.ppt
AULA_FLEXIBILIDADE_NOVA.pptAULA_FLEXIBILIDADE_NOVA.ppt
AULA_FLEXIBILIDADE_NOVA.ppt
 
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 
2º ano prova mensal
2º ano prova mensal2º ano prova mensal
2º ano prova mensal
 
Cinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunosCinesioterapia alunos
Cinesioterapia alunos
 
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
Alongamento pré- exercício - Sim ou Não?
 
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.pptTestes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
 
15 -amplitude_de_movimento
15  -amplitude_de_movimento15  -amplitude_de_movimento
15 -amplitude_de_movimento
 
Métodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscularMétodos do alongamento muscular
Métodos do alongamento muscular
 
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
 
ALONGAMENTO.pptx
ALONGAMENTO.pptxALONGAMENTO.pptx
ALONGAMENTO.pptx
 
Apostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapaApostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapa
 
Musculação conceitos e aplicações
Musculação   conceitos e aplicaçõesMusculação   conceitos e aplicações
Musculação conceitos e aplicações
 
Alongamento muscular
Alongamento muscularAlongamento muscular
Alongamento muscular
 
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorrosUEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
UEMG - Estiramento da parte posterior da coxa slides - primeiros socorros
 
Articulação de quadril
Articulação de quadrilArticulação de quadril
Articulação de quadril
 
Curso de mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de  mobilidade articular para atletas de futsalCurso de  mobilidade articular para atletas de futsal
Curso de mobilidade articular para atletas de futsal
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
 
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculaçãoAjuda e metodos de treinamento na musculação
Ajuda e metodos de treinamento na musculação
 
aula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptx
aula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptxaula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptx
aula 2 multifaces da ginástica de academia na atualidade - Copia.pptx
 

Mais de IF Goiano, Pronatec, Programa Segundo Tempo e Secretaria Estadual de Educação.

Mais de IF Goiano, Pronatec, Programa Segundo Tempo e Secretaria Estadual de Educação. (20)

Poster Tartaruga do amazonas
Poster Tartaruga do amazonasPoster Tartaruga do amazonas
Poster Tartaruga do amazonas
 
Banner Poster fabec
Banner Poster fabecBanner Poster fabec
Banner Poster fabec
 
Inteligencias multiplas
Inteligencias multiplasInteligencias multiplas
Inteligencias multiplas
 
Matriz curricular neuropedagogia (2)
Matriz curricular neuropedagogia (2)Matriz curricular neuropedagogia (2)
Matriz curricular neuropedagogia (2)
 
Ppc recreador
Ppc recreadorPpc recreador
Ppc recreador
 
PPC- Cuidador infantil
PPC- Cuidador infantilPPC- Cuidador infantil
PPC- Cuidador infantil
 
Projeto taça trindade de futebol society 1
Projeto taça trindade de futebol society 1Projeto taça trindade de futebol society 1
Projeto taça trindade de futebol society 1
 
Projeto futebol de campo
Projeto futebol de campoProjeto futebol de campo
Projeto futebol de campo
 
Projeto do campeonato pst 2014
Projeto do campeonato pst  2014Projeto do campeonato pst  2014
Projeto do campeonato pst 2014
 
Projeto futebol soçayte molde
Projeto futebol soçayte moldeProjeto futebol soçayte molde
Projeto futebol soçayte molde
 
Probleminhas avaliativos
Probleminhas avaliativosProbleminhas avaliativos
Probleminhas avaliativos
 
Nova ficha
Nova fichaNova ficha
Nova ficha
 
Modelo de projeto de capacitacao 0
Modelo de projeto de capacitacao 0Modelo de projeto de capacitacao 0
Modelo de projeto de capacitacao 0
 
Cálculo do mmc e do mdc
Cálculo do mmc e do mdcCálculo do mmc e do mdc
Cálculo do mmc e do mdc
 
Arte programa segundo tempo
Arte programa segundo tempoArte programa segundo tempo
Arte programa segundo tempo
 
Planos bimestrais 6º ao 9º educação física
Planos bimestrais  6º ao 9º educação físicaPlanos bimestrais  6º ao 9º educação física
Planos bimestrais 6º ao 9º educação física
 
Projeto do campeonato pst 2014
Projeto do campeonato pst  2014Projeto do campeonato pst  2014
Projeto do campeonato pst 2014
 
Spot escolinhas de esportes da prefeitura
Spot escolinhas de esportes da prefeituraSpot escolinhas de esportes da prefeitura
Spot escolinhas de esportes da prefeitura
 
Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...
Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...
Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...
 
Folha de ponto_
Folha de ponto_Folha de ponto_
Folha de ponto_
 

Flexibilidade slide

  • 1.
  • 2. Escola Estadual EurídiceEscola Estadual Eurídice Santana LimaSantana Lima  Disciplina: Educação FísicaDisciplina: Educação Física  Professor: Osvaldo Gabriel Alves da SilvaProfessor: Osvaldo Gabriel Alves da Silva  Coordenação: Sônia AlmeidaCoordenação: Sônia Almeida EJAEJA
  • 3. Do latim – flectere ou flexibilis = “curvar- se”  Flexibilidade:Flexibilidade:  MMááxima amplitude voluntxima amplitude voluntáária em uma ouria em uma ou mais articulamais articulaçções, sem lesionões, sem lesionáá-las.-las.     Alongamento:Alongamento:  ExercExercíícios fcios fíísicos com objetivos de mantersicos com objetivos de manter e/ou desenvolver a flexibilidade.e/ou desenvolver a flexibilidade. ALONGAMENTO - FLEXIBILIDADEALONGAMENTO - FLEXIBILIDADE
  • 4. Como o músculo responde ao alongamento? O alongamento inicial ocorre no tendão e a tensão aumenta agudamente Ocorre um deslizamento brusco dos sarcômeros (se cedem) Quando a força de alongamento é liberada, cada sarcômero retorna ao seu comprimento de repouso Sarcômeros: compõe as miofibrilas, sendo a unidade contrátil destas, compostos pelos filamentos protéicos de actina e miosina.
  • 5. PROPRIOCEPÇÃO Termo utilizado para indicar a posição e o movimento do corpo e suas partes, assim como as forças e as pressões que sofrem. É a sensação do movimento. Magill (1990) Proprioceptores órgãos especializados para transmitir essas informações sensitivas para o SNC. Encontrados nos músculos (fuso muscular), tendões (órgão tendinoso de Golgi) e nas articulações.
  • 7. PROPRIOCEPTORES FUSO MUSCULAR: ativado sempre que o músculo é alongado, desencadeando processo reflexo de contração muscular (reflexo de alongamento). Função: identificar, responder e controlar as modificações existentes no comprimento das fibras musculares além de controlar o tônus muscular
  • 8. PROPRIOCEPTORES OTG: localizam-se nas junções musculotendinosas. Quando estimulados, desencadeiam uma inibição dos motoneurônios do músculo em contração, causando o relaxamento muscular. Função: detectar a tensão causada pela contração muscular.
  • 9. ALONGAMENTO EALONGAMENTO E FLEXIBILIDADEFLEXIBILIDADE  Importante:Importante:  O sistema muscularO sistema muscular éé plpláásticostico ee eleláásticostico  PlPláásticostico porque tem capacidade de assumir uma maiorporque tem capacidade de assumir uma maior extensão, apextensão, apóós o exercs o exercíício de alongamento.cio de alongamento.  ElEláásticostico porque tem capacidade de retornar a extensãoporque tem capacidade de retornar a extensão de repouso, apde repouso, apóós o exercs o exercíício de alongamento.cio de alongamento. ““A alteraA alteraçção na extensão (deformidade)ão na extensão (deformidade) éé diretamentediretamente proporcionalproporcional àà tensão aplicada com efeitos reverstensão aplicada com efeitos reversííveisveis apapóós a liberas a liberaçção da tensãoão da tensão”” (Hall, 2000).(Hall, 2000).
  • 10. CONCEITOS HIPERMOBILIDADE: refere-se à amplitude de um movimento em excesso. LASSIDÃO: refere-se à falta de estabilidade de uma articulação.
  • 11. ESTRUTURAS QUE INTERFEREM NA FLEXIBILIDADE • osso (encontros ósseos) • tendão • ligamento • cápsula articular • músculo OBS: as estruturas que possuem maior quantidade de colágeno possuem menor grau de extensibilidade, como tendões e ligamentos.
  • 12. ORIENTAÇÕES DO ACSM TIPO:TIPO: rotina de alongamentos gerais usando técnicas estáticas ou FNP. FREQUÊNCIA:FREQUÊNCIA: mínimo de 2 a 3 dias/semana. INTENSIDADE:INTENSIDADE: até posição de leve desconforto. DURAÇÃO:DURAÇÃO: 10” a 30” – estático 6” de contração + 10” a 30” de alongamento – FNP REPETIÇÃO:REPETIÇÃO: 3 a 4 para cada exercício de alongamento.
  • 13. MANIFESTAÇÕES DA FLEXIBILIDADE FLEXIBILIDADE ATIVA PASSIVA ESTÁTICA DINÂMICA ESTÁTICA DINÂMICA (Harre, 1973; Weineck, 1991; Bompa, 2002)
  • 14. MANIFESTAÇÕES DA FLEXIBILIDADE Flexibilidade ativa:Flexibilidade ativa: maior amplitude possível de movimento que um indivíduo pode realizar por causa da contração dos músculos agonistas e do alongamento dos antagonistas, que ocorre paralelamente. Pode ser estática ou dinâmica. Flexibilidade passiva:Flexibilidade passiva: maior amplitude possível de movimento que o indivíduo pode alcançar sob ação de “forças externas”, como parceiro, aparelhos, ação da gravidade, etc. Pode ser estática ou dinâmica.
  • 15. MANIFESTAÇÕES DA FLEXIBILIDADE A flexibilidade passiva é sempre maior que a ativa. Essa diferença de amplitude de movimento gera o que os autores denominam reserva da flexibilidade. (Zakharov, 1992; Harre, 1973)
  • 16. MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO DA FLEXIBILIDADE ATIVO: move-se o grupo muscular até a amplitude máxima utilizando- se a força dos agonistas e o relaxamento dos antagonistas e retorna à posição inicial. Método importante para o ambiente desportivo. A velocidade deve ser controlada – terminações primárias do fuso muscular são extremamente sensíveis à velocidade. Vantagens:Vantagens: Importante para o ambiente esportivo, diário e trabalho. Desvantagens:Desvantagens: Pode ser limitado pela força muscular precária; não alcança grandes índices de amplitude.
  • 17. PASSIVO: feito com ajuda de forças externas (aparelhos, companheiros, força da gravidade, força de outros grupamentos musculares). O executante deve ter capacidade de descontração muscular para não acionar o reflexo miotático. Vantagens:Vantagens: Permite ajustar o membro corporal numa postura ótima para desenvolvimento da flexibilidade. Desvantagens:Desvantagens: Pode depender de um companheiro. OBS: ambos os métodos ativo e passivo podem se manifestar de maneira estática ou dinâmica. MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO DA FLEXIBILIDADE
  • 18. MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO DA FLEXIBILIDADE ESTÁTICO: move-se o grupo muscular lentamente até uma determinada amplitude de movimento com tensão (desconforto) muscular e permanece na posição. Muito utilizado por sua segurança e comodidade. Vantagens:Vantagens: Pouco risco de lesão; pode ser inserido como parte do aquecimento diário; fácil aprendizagem; independe de presença de companheiro. Desvantagens:Desvantagens: Não reflete a técnica de algumas habilidades esportivas.
  • 19. DINÂMICO: move-se voluntariamente o grupo muscular até uma determinada amplitude de movimento com tensão (desconforto) muscular e retorna-se à posição inicial. Vantagens:Vantagens: Benéfico para o aporte sanguíneo na região exercitada; importante para os esportes; importante para a independência do movimento em idosos (levíssima tensão na fase final do movimento). Desvantagens:Desvantagens: Há possibilidade de lesões; é difícil direcionar o movimento para um ângulo específico. MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO DA FLEXIBILIDADE
  • 20. MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO DA FLEXIBILIDADE BALÍSTICO: é uma sequência de alongamento ativo com várias insistências de movimento, usando a força muscular dos agonistas. Está geralmente associado com movimento de balança, saltos, ricochetear e movimentos rítmicos. Vantagens:Vantagens: Pode ser importante em alguns esportes; por ativar o reflexo miotático o que dificulta a flexibilidade, pode ser útil para pessoas com hiperflexibilidade. Desvantagens:Desvantagens: Podem aumentar a tensão no músculo que está sendo alongado; permitir ganho inferior de flexibilidade.
  • 21. MÉTODOS DE DESENVOLVIMENTO DA FLEXIBILIDADE FACILITAÇÃO NEUROMUSCULAR PROPRIOCEPTIVA – FNP: promovem o relaxamento muscular pela estimulação dos proprioceptores (Voss, Ionta e Myerm 1987). É a combinação de contração e relaxamento alternados dos músculos agonistas e antagonistas, visando a inibição do fuso muscular e a ativação do órgão tendinoso de Golgi (OTG). Vantagens:Vantagens: Pode-se desenvolver a flexibilidade mais rapidamente que outros métodos. Desvantagens:Desvantagens: Dificuldade do companheiro em observar compensações dos grupos musculares
  • 22. FATORES QUE INFLUENCIAM A FLEXIBILIDADE ENDÓGENOS Idade Sexo (anatômico e hormonal) Individualidade biológica Raça Tonicidade muscular doenças EXÓGENOS Hora do dia Temperatura ambiente Exercícios (aquecimento) Vestimenta
  • 23.  InIníício:cio:  PreparaPreparaçção do corpo. Exercão do corpo. Exercíícios de soltura, massagem oucios de soltura, massagem ou auto massagem, exercauto massagem, exercíícios respiratcios respiratóórios.rios.  Desenvolvimento:Desenvolvimento:  ExercExercíícios de alongamento. Utilizacios de alongamento. Utilizaçção de sequência deão de sequência de exercexercíícios visando a manutencios visando a manutençção ou desenvolvimento daão ou desenvolvimento da flexibilidade.flexibilidade.  ExercExercíícios em ordem lcios em ordem lóógica de intensidade, realizados degica de intensidade, realizados de forma fluente.forma fluente.  Final:Final:  Relaxamento. ExercRelaxamento. Exercíícios mais suaves, soltura, descontracios mais suaves, soltura, descontraççãoão muscular e exercmuscular e exercíícios respiratcios respiratóórios. Aconselha-se alongarrios. Aconselha-se alongar região lombar.região lombar. ESTRUTURA DA AULA