SlideShare uma empresa Scribd logo
CEP
EDUCAÇÃO FÍSICA
Capacidades físicas
2º ano
Profª: Milena Silva
Capacidades motoras condicionais
• São determinadas por processos energéticos
metabólicos e por este motivo, são
condicionadas pela energia existente nos
músculos e pelos mecanismos que regulam
sua distribuição.
Capacidades motoras condicionais
• Força;
• Resistência;
• Velocidade;
• Flexibilidade.
Força
• É a capacidade física que permite deslocar um objeto, o
corpo de um parceiro ou o próprio corpo através da
contração dos músculos.
• a. Força Isotônica (Dinâmica) – É o tipo de força que
envolve os músculos dos membros em movimento ou
suportando o peso do próprio corpo em movimentos
repetidos.
• b. Força Isométrica (Estática) – É o tipo de força que explica
o fato de haver força produzindo calor e não havendo
produção de trabalho em forma de movimento.
• c. Força Explosiva (Potência) – Habilidade de exercer o
máximo de energia em um ato explosivo.
Capacidades físicas
Resistência
É a capacidade de suportar e recuperar a fadiga
física e psíquica, durante determinado período
de tempo.
• Resistência Aeróbica: Permite manter por um
determinado período de tempo, um esforço
em que o consumo de O2 equilibra-se com a
sua absorção (STEADY – STATE), sendo os
esforços de fraca ou média intensidade.
Capacidades físicas
Resistência muscular localizada(RML)
Capacidade individual de realizar num maior
tempo possível a repetição de um determinado
movimento, em um mesmo ritmo e com a
mesma eficiência. Também definida como a
capacidade de repetir várias vezes uma mesma
tarefa utilizando-se baixos níveis de força. Ou
ainda, a capacidade do músculo em trabalhar
contra uma resistência moderada durante
longos períodos de tempo.
Capacidades físicas
• Resistência Anaeróbica: Permite manter por
um determinado período de tempo, um
esforço em que o consumo de O2 é superior a
sua absorção, acarretando um débito de O2 e
que somente será recompensado em repouso,
sendo os esforços de grande intensidade.
Capacidades físicas
Velocidade
Qualidade física particular do músculo e das
coordenações neuromusculares, que permite a
execução de uma sucessão rápida de gestos, que
em seu encadeamento constitui uma só e
mesma ação, de intensidade máxima e duração
breve ou muito breve.
Capacidades físicas
Flexibilidade
É uma capacidade física que pode ser
relacionada à saúde e ao desempenho
desportivo e descreve a amplitude de
movimento que uma articulação pode realizar.
Flexibilidade
• A flexibilidade pode se manifestar de maneira
ativa ou passiva.
ATIVA:
• A maior amplitude de movimento possível, que o
indivíduo pode realizar devido à contração da
musculatura agonista.
PASSIVA:
• A maior amplitude de movimento possível que o
indivíduo pode alcançar sob ação de forças
externas
Capacidades físicas
Capacidades físicas coordenativas
• Possuem a capacidade de organizar e regular
o movimento, constituindo-se na base para a
aprendizagem, execução e domínio dos gestos
técnicos.
Agilidade
• É uma variável neuro-motora caracterizada
pela capacidade de realizar trocas rápidas de
direção, sentido e deslocamento da altura do
centro de gravidade de todo o corpo ou de
parte dele. A agilidade é uma capacidade que
requer uma magnífica combinação entre força
e coordenação para que todo o corpo possa se
mover de uma posição para a outra.
• Com relação a importância da agilidade,
Sobral (1988) afirma que essa capacidade
física é de suma importância em disciplinas
esportivas como boxe, tênis, ginástica,
handball, basquete, futebol, entre outros.
Capacidades físicas
Equílibrio
Capacidade para assumir e sustentar qualquer
posição do corpo contra a força da gravidade.
a. Equilíbrio Estático: adquirido em
determinada posição;
b. Equilíbrio Dinâmico: adquirido durante o
movimento;
c. Equilíbrio Recuperado: explica a recuperação
do equilíbrio após o corpo Ter estado em
movimento.
Capacidades físicas
Coordenação motora ( destreza)
Capacidade de executar movimentos complexos
de modo conveniente, para que possam ser
realizados com o mínimo de esforço. A repetição
contínua de movimentos combinados, melhora
gradualmente a coordenação. É o resultado de
um trabalho conjunto do sistema nervoso e o
muscular, mostrando-se os movimentos
coordenados, amplos e econômicos.
Capacidades físicas
Ritmo
É a ordenação dos movimentos. Sequência de
movimentos repetidos várias vezes, de forma
equilibrada e harmônica.
Capacidades físicas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Qualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - ForçaQualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - Força
Filipe Matos
 
Capacidades físicas
Capacidades físicas Capacidades físicas
Capacidades físicas
Luciana Lima
 
Periodização
PeriodizaçãoPeriodização
Flexibilidade
FlexibilidadeFlexibilidade
Flexibilidade
Amarildo César
 
Capacidades físicas 6º ano
Capacidades físicas   6º anoCapacidades físicas   6º ano
Capacidades físicas 6º ano
Abmael Rocha Junior
 
Aula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicasAula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicas
Felipe Mago
 
Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
Thereza Cristina Dias
 
1. conceituações do treinamento desportivo
1. conceituações do treinamento desportivo1. conceituações do treinamento desportivo
1. conceituações do treinamento desportivo
Juliano Magalhães Guedes
 
Treinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamento
Treinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamentoTreinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamento
Treinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamento
Secretaria de Ensino e Qualidade de Ensino - SEDUC
 
As Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e CoordenativasAs Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
Ana Carvalho
 
Treinamento funcional
Treinamento funcionalTreinamento funcional
Treinamento funcional
Luiz Guilherme Baliego
 
Tipos de força
Tipos de forçaTipos de força
Tipos de força
washington carlos vieira
 
Potencia anaerobia
Potencia anaerobiaPotencia anaerobia
Potencia anaerobia
Paulo Gonçalves
 
Princípios do Treinamento Desportivo
Princípios do Treinamento DesportivoPrincípios do Treinamento Desportivo
Princípios do Treinamento Desportivo
Foz
 
Ciclos de treinamento
Ciclos de treinamentoCiclos de treinamento
Ciclos de treinamento
washington carlos vieira
 
Treinamento de velocidade, flexibilidade e coordenação
Treinamento de velocidade, flexibilidade e coordenaçãoTreinamento de velocidade, flexibilidade e coordenação
Treinamento de velocidade, flexibilidade e coordenação
washington carlos vieira
 
Slides ginástica
Slides ginásticaSlides ginástica
Slides ginástica
Ana Lucia Costa
 
05 educação física capacidades físicas-diego
05 educação física capacidades físicas-diego05 educação física capacidades físicas-diego
05 educação física capacidades físicas-diego
WALTER ALENCAR DE SOUSA
 
PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA: YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...
PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA:  YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA:  YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...
PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA: YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...
LUCIANO SOUSA FISIOLOGISTA
 
Qualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicasQualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicas
Luciane Veras
 

Mais procurados (20)

Qualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - ForçaQualidades Físicas - Força
Qualidades Físicas - Força
 
Capacidades físicas
Capacidades físicas Capacidades físicas
Capacidades físicas
 
Periodização
PeriodizaçãoPeriodização
Periodização
 
Flexibilidade
FlexibilidadeFlexibilidade
Flexibilidade
 
Capacidades físicas 6º ano
Capacidades físicas   6º anoCapacidades físicas   6º ano
Capacidades físicas 6º ano
 
Aula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicasAula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicas
 
Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
 
1. conceituações do treinamento desportivo
1. conceituações do treinamento desportivo1. conceituações do treinamento desportivo
1. conceituações do treinamento desportivo
 
Treinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamento
Treinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamentoTreinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamento
Treinamento de-forca-para-o-handebol-e-a-velocidade-de-lancamento
 
As Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e CoordenativasAs Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
As Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas
 
Treinamento funcional
Treinamento funcionalTreinamento funcional
Treinamento funcional
 
Tipos de força
Tipos de forçaTipos de força
Tipos de força
 
Potencia anaerobia
Potencia anaerobiaPotencia anaerobia
Potencia anaerobia
 
Princípios do Treinamento Desportivo
Princípios do Treinamento DesportivoPrincípios do Treinamento Desportivo
Princípios do Treinamento Desportivo
 
Ciclos de treinamento
Ciclos de treinamentoCiclos de treinamento
Ciclos de treinamento
 
Treinamento de velocidade, flexibilidade e coordenação
Treinamento de velocidade, flexibilidade e coordenaçãoTreinamento de velocidade, flexibilidade e coordenação
Treinamento de velocidade, flexibilidade e coordenação
 
Slides ginástica
Slides ginásticaSlides ginástica
Slides ginástica
 
05 educação física capacidades físicas-diego
05 educação física capacidades físicas-diego05 educação física capacidades físicas-diego
05 educação física capacidades físicas-diego
 
PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA: YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...
PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA:  YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA:  YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...
PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO FÍSICA: YO YO TESTE (VO2 MAX) APLICADOS NO FUTEBOL E ...
 
Qualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicasQualidades físicas básicas
Qualidades físicas básicas
 

Destaque

Capacidades Motoras Educação Física
Capacidades Motoras Educação FísicaCapacidades Motoras Educação Física
Capacidades Motoras Educação Física
Joana Fadista
 
Capacidades Motoras
Capacidades MotorasCapacidades Motoras
Capacidades Motoras
Rita Moreira
 
PowerPoint sobre Conjunções coordenativas
PowerPoint sobre Conjunções coordenativasPowerPoint sobre Conjunções coordenativas
PowerPoint sobre Conjunções coordenativas
HizqeelMajoka
 
Capacidades fisicas-basicas
Capacidades fisicas-basicasCapacidades fisicas-basicas
Capacidades fisicas-basicas
berna tita
 
Capacidades físicas básicas
Capacidades físicas básicasCapacidades físicas básicas
Capacidades físicas básicas
Jose A. Flores
 
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasCapacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
JoanaMartins7
 
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidadeEducação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Pedro Kangombe
 
Educaçaõ Física
Educaçaõ FísicaEducaçaõ Física
Educaçaõ Física
Oberlania Alves
 
Capacidades motoras - Educação Física 11ºano
Capacidades motoras - Educação Física 11ºanoCapacidades motoras - Educação Física 11ºano
Capacidades motoras - Educação Física 11ºano
Maria Rebelo
 

Destaque (9)

Capacidades Motoras Educação Física
Capacidades Motoras Educação FísicaCapacidades Motoras Educação Física
Capacidades Motoras Educação Física
 
Capacidades Motoras
Capacidades MotorasCapacidades Motoras
Capacidades Motoras
 
PowerPoint sobre Conjunções coordenativas
PowerPoint sobre Conjunções coordenativasPowerPoint sobre Conjunções coordenativas
PowerPoint sobre Conjunções coordenativas
 
Capacidades fisicas-basicas
Capacidades fisicas-basicasCapacidades fisicas-basicas
Capacidades fisicas-basicas
 
Capacidades físicas básicas
Capacidades físicas básicasCapacidades físicas básicas
Capacidades físicas básicas
 
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativasCapacidades motoras: condicionais e coordenativas
Capacidades motoras: condicionais e coordenativas
 
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidadeEducação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
Educação Física, a resistência, flexibilidade, a força, e velocidade
 
Educaçaõ Física
Educaçaõ FísicaEducaçaõ Física
Educaçaõ Física
 
Capacidades motoras - Educação Física 11ºano
Capacidades motoras - Educação Física 11ºanoCapacidades motoras - Educação Física 11ºano
Capacidades motoras - Educação Física 11ºano
 

Semelhante a Capacidades físicas

Qualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubensQualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubens
Nayara de Queiroz
 
Qualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubensQualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubens
Ed_Fis_2015
 
FISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTO
FISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTOFISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTO
FISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTO
PedroGonalves420894
 
Apostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapaApostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapa
Edson Zacqueu
 
Capacidades físicas basicas pronto
Capacidades físicas basicas prontoCapacidades físicas basicas pronto
Capacidades físicas basicas pronto
Jose Wilson
 
Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
Thereza Cristina Dias
 
As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...
As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...
As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...
Escola Básica e Secundária Matilde Rosa Araújo
 
Treinamento de Força
Treinamento de ForçaTreinamento de Força
Treinamento de Força
Fernando Farias
 
Biomecânica aplicada ao jogador de basquete
Biomecânica aplicada ao jogador de basquete Biomecânica aplicada ao jogador de basquete
Biomecânica aplicada ao jogador de basquete
Samara Lyvia
 
A Imporância da Força no Treino Físico
A Imporância da Força no Treino FísicoA Imporância da Força no Treino Físico
A Imporância da Força no Treino Físico
Fernando Farias
 
Treinamento de força
Treinamento de força Treinamento de força
Treinamento de força
Lucio Flavio Personal
 
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.pptTestes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
msfabiolira
 
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Fabio Mazzola
 
Aula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicasAula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicas
Felipe Mago
 
Trabalho.ginastica.local
Trabalho.ginastica.localTrabalho.ginastica.local
Trabalho.ginastica.local
Gaby Gutierres
 
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
academianovaformabh
 
Andre cardoso j
Andre cardoso jAndre cardoso j
Andre cardoso j
Suisida Andre Cardoso
 
Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
DesconFiles
 
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
MayraPereira16
 
Trançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki Queiroz
Trançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki QueirozTrançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki Queiroz
Trançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki Queiroz
Kiran Gorki Queiroz
 

Semelhante a Capacidades físicas (20)

Qualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubensQualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubens
 
Qualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubensQualidades físicas rubens
Qualidades físicas rubens
 
FISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTO
FISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTOFISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTO
FISIOLOGIA DO ESFORÇO E EXERCÍCIO APOIO AO TÉCNICO DE DESPORTO
 
Apostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapaApostila ed.fisica 4 etapa
Apostila ed.fisica 4 etapa
 
Capacidades físicas basicas pronto
Capacidades físicas basicas prontoCapacidades físicas basicas pronto
Capacidades físicas basicas pronto
 
Capacidade física
Capacidade físicaCapacidade física
Capacidade física
 
As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...
As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...
As capacidades motoras e a sua importância para a melhoria da condição física...
 
Treinamento de Força
Treinamento de ForçaTreinamento de Força
Treinamento de Força
 
Biomecânica aplicada ao jogador de basquete
Biomecânica aplicada ao jogador de basquete Biomecânica aplicada ao jogador de basquete
Biomecânica aplicada ao jogador de basquete
 
A Imporância da Força no Treino Físico
A Imporância da Força no Treino FísicoA Imporância da Força no Treino Físico
A Imporância da Força no Treino Físico
 
Treinamento de força
Treinamento de força Treinamento de força
Treinamento de força
 
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.pptTestes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
Testes neuro usculares de flexibilidadeFlexibilidade.ppt
 
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013 Slideshre cinesioterapia   fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
Slideshre cinesioterapia fisioterapia do trabalho e ergonomia fevereiro 2013
 
Aula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicasAula 4-capacidades-fisicas
Aula 4-capacidades-fisicas
 
Trabalho.ginastica.local
Trabalho.ginastica.localTrabalho.ginastica.local
Trabalho.ginastica.local
 
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
15Flexibilidade.ppt trabalho sobre flexibilidade
 
Andre cardoso j
Andre cardoso jAndre cardoso j
Andre cardoso j
 
Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
 
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
Conceitos Básicos - Educação fisica- Atividade física - Exercicio Físico -Cap...
 
Trançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki Queiroz
Trançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki QueirozTrançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki Queiroz
Trançados Musculares - Aula 01 - Kiran Gorki Queiroz
 

Mais de Milena Silva

Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
Milena Silva
 
A pontuação
A pontuaçãoA pontuação
A pontuação
Milena Silva
 
Ortografia
OrtografiaOrtografia
Ortografia
Milena Silva
 
O Substantivo
 O Substantivo O Substantivo
O Substantivo
Milena Silva
 
A linguagem do romantismo
A linguagem do romantismoA linguagem do romantismo
A linguagem do romantismo
Milena Silva
 
Introdução à Anatomia
Introdução à AnatomiaIntrodução à Anatomia
Introdução à Anatomia
Milena Silva
 
Sistema esquelético e articulações
Sistema esquelético e articulaçõesSistema esquelético e articulações
Sistema esquelético e articulações
Milena Silva
 
Prescrição do exercício
Prescrição do exercícioPrescrição do exercício
Prescrição do exercício
Milena Silva
 
Medidas e avaliação fisica
Medidas e avaliação fisicaMedidas e avaliação fisica
Medidas e avaliação fisica
Milena Silva
 
Cronica
CronicaCronica
Cronica
Milena Silva
 
Fenomenologia
FenomenologiaFenomenologia
Fenomenologia
Milena Silva
 

Mais de Milena Silva (11)

Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
 
A pontuação
A pontuaçãoA pontuação
A pontuação
 
Ortografia
OrtografiaOrtografia
Ortografia
 
O Substantivo
 O Substantivo O Substantivo
O Substantivo
 
A linguagem do romantismo
A linguagem do romantismoA linguagem do romantismo
A linguagem do romantismo
 
Introdução à Anatomia
Introdução à AnatomiaIntrodução à Anatomia
Introdução à Anatomia
 
Sistema esquelético e articulações
Sistema esquelético e articulaçõesSistema esquelético e articulações
Sistema esquelético e articulações
 
Prescrição do exercício
Prescrição do exercícioPrescrição do exercício
Prescrição do exercício
 
Medidas e avaliação fisica
Medidas e avaliação fisicaMedidas e avaliação fisica
Medidas e avaliação fisica
 
Cronica
CronicaCronica
Cronica
 
Fenomenologia
FenomenologiaFenomenologia
Fenomenologia
 

Último

Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 

Último (20)

Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 

Capacidades físicas

  • 2. Capacidades motoras condicionais • São determinadas por processos energéticos metabólicos e por este motivo, são condicionadas pela energia existente nos músculos e pelos mecanismos que regulam sua distribuição.
  • 3. Capacidades motoras condicionais • Força; • Resistência; • Velocidade; • Flexibilidade.
  • 4. Força • É a capacidade física que permite deslocar um objeto, o corpo de um parceiro ou o próprio corpo através da contração dos músculos. • a. Força Isotônica (Dinâmica) – É o tipo de força que envolve os músculos dos membros em movimento ou suportando o peso do próprio corpo em movimentos repetidos. • b. Força Isométrica (Estática) – É o tipo de força que explica o fato de haver força produzindo calor e não havendo produção de trabalho em forma de movimento. • c. Força Explosiva (Potência) – Habilidade de exercer o máximo de energia em um ato explosivo.
  • 6. Resistência É a capacidade de suportar e recuperar a fadiga física e psíquica, durante determinado período de tempo.
  • 7. • Resistência Aeróbica: Permite manter por um determinado período de tempo, um esforço em que o consumo de O2 equilibra-se com a sua absorção (STEADY – STATE), sendo os esforços de fraca ou média intensidade.
  • 9. Resistência muscular localizada(RML) Capacidade individual de realizar num maior tempo possível a repetição de um determinado movimento, em um mesmo ritmo e com a mesma eficiência. Também definida como a capacidade de repetir várias vezes uma mesma tarefa utilizando-se baixos níveis de força. Ou ainda, a capacidade do músculo em trabalhar contra uma resistência moderada durante longos períodos de tempo.
  • 11. • Resistência Anaeróbica: Permite manter por um determinado período de tempo, um esforço em que o consumo de O2 é superior a sua absorção, acarretando um débito de O2 e que somente será recompensado em repouso, sendo os esforços de grande intensidade.
  • 13. Velocidade Qualidade física particular do músculo e das coordenações neuromusculares, que permite a execução de uma sucessão rápida de gestos, que em seu encadeamento constitui uma só e mesma ação, de intensidade máxima e duração breve ou muito breve.
  • 15. Flexibilidade É uma capacidade física que pode ser relacionada à saúde e ao desempenho desportivo e descreve a amplitude de movimento que uma articulação pode realizar.
  • 16. Flexibilidade • A flexibilidade pode se manifestar de maneira ativa ou passiva. ATIVA: • A maior amplitude de movimento possível, que o indivíduo pode realizar devido à contração da musculatura agonista. PASSIVA: • A maior amplitude de movimento possível que o indivíduo pode alcançar sob ação de forças externas
  • 18. Capacidades físicas coordenativas • Possuem a capacidade de organizar e regular o movimento, constituindo-se na base para a aprendizagem, execução e domínio dos gestos técnicos.
  • 19. Agilidade • É uma variável neuro-motora caracterizada pela capacidade de realizar trocas rápidas de direção, sentido e deslocamento da altura do centro de gravidade de todo o corpo ou de parte dele. A agilidade é uma capacidade que requer uma magnífica combinação entre força e coordenação para que todo o corpo possa se mover de uma posição para a outra.
  • 20. • Com relação a importância da agilidade, Sobral (1988) afirma que essa capacidade física é de suma importância em disciplinas esportivas como boxe, tênis, ginástica, handball, basquete, futebol, entre outros.
  • 22. Equílibrio Capacidade para assumir e sustentar qualquer posição do corpo contra a força da gravidade. a. Equilíbrio Estático: adquirido em determinada posição; b. Equilíbrio Dinâmico: adquirido durante o movimento; c. Equilíbrio Recuperado: explica a recuperação do equilíbrio após o corpo Ter estado em movimento.
  • 24. Coordenação motora ( destreza) Capacidade de executar movimentos complexos de modo conveniente, para que possam ser realizados com o mínimo de esforço. A repetição contínua de movimentos combinados, melhora gradualmente a coordenação. É o resultado de um trabalho conjunto do sistema nervoso e o muscular, mostrando-se os movimentos coordenados, amplos e econômicos.
  • 26. Ritmo É a ordenação dos movimentos. Sequência de movimentos repetidos várias vezes, de forma equilibrada e harmônica.