SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade: Glória de Dourados
Curso: Tecnologia em Produção Sucroalcooleira
Disciplina: Introdução ao Setor Sucroenergético
02
A produção e produtividade de cana-de-açúcar no
Brasil e no mundo
Prof. Clauber Dalmas Rodrigues
<clauber@uems.br>
Fevereiro/2015
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 1 / 37
Sumário
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 2 / 37
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 3 / 37
Períodos de Safra no Brasil
Em termos regionais, o Brasil apresenta dois períodos distintos de safra:
Setembro a março no Norte-Nordeste, e
Abril a novembro no Centro-Sul
Figura 1.1: Regiões geoeconômicas
do Brasil. Fonte:sudo
add-apt-repository
ppa:atareao/atareao
www.padogeo.com
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 4 / 37
Figura 1.2: Localização das
usinas no Brasil (Dados de
2005 - Novacana (2014)).
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 6 / 37
Brasil
Índia
C
hina
M
éxico
Tailândia
Paquistão
C
olôm
bia
Austrália
Indonésia
EstadosU
nidos
O
utros
50
100
150
200
250
300
350
400
450
455,3
281,2
100,7
50,6 47,7 44,7 39,8 38,2 30,2 26,8
276,2
País
emmilhoesdetoneladas
Figura 2.1: Cana-de-açúcar colhida no mundo (em milhões de ton.) (NOVACANA, 2014).
Breve comentário
Observa-se que o Brasil e a Índia respondem, em conjunto, por pouco
mais da metade da cana produzida mundialmente.
Modelos de produção agrícola:
Brasil −→ concentrados em grandes produtores.
Índia −→ baseados em pequenos produtores.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 8 / 37
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 9 / 37
O que é 1 hectare (ha)?
Um hectare (representado pelo símbolo ha), é uma unidade de medida
de área equivalente a 10.000 m2.
100 m
100m
Área = 100m×100m
Área = 10 000 m2
Área = 1 ha
1 ha
200 m
50m
Área = 200m×50m
Área = 10 000 m2
Área = 1 ha
1 ha
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 10 / 37
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 12 / 37
Tabela 1: Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil.
Cultura
Área Colhida
(106 ha)
Produção
(106 ton)
% Área
colhida
Produtividade
(ton./ha)
Soja 20,6 58,0 35,6 2,8
Milho 13,8 51,8 23,9 3,8
Cana-de-açúcar 6,7 515,8 11,6 77,1
Feijão 3,8 3,3 6,6 0,9
Arroz 2,9 11,1 5,0 3,8
Café 2,2 2,2 3,8 1,0
Mandioca 1,9 26,9 3,3 14,1
Trigo 1,9 4,1 3,2 2,2
Algodão herbáceo 1,1 4,1 1,9 3,7
Laranja 0,8 18,5 1,4 23,1
Outros 2,1 7,2 3,6 3,5
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 13 / 37
Soja
M
ilho
C
ana-de-açúcar
Feijão
Arroz
C
afé
M
andioca
Trigo
Algodão
herbáceo
Laranja
O
utros
0
5
10
15
20
20,58
13,82
6,69
3,83
2,9 2,22 1,91 1,85 1,12 0,8
2,06
Cultura
emmilhõesdehectares
Área cultivada das principais culturas no Brasil
Figura 2.2: Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil (NOVACANA,
2014).
Soja
M
ilho
C
ana-de-açúcar
Feijão
Arroz
C
afé
M
andioca
Trigo
Algodão
herbáceo
Laranja
O
utros
0
100
200
300
400
500
58,0 51,8
515,8
3,3 11,1 2,2
26,9
4,1 4,1 18,5 7,2
Cultura
milhõesdetonleadas
Produção em milhões de toneladas no Brasil
Figura 2.3: Produção colhida no Brasil (NOVACANA, 2014).
2005/06
2006/07
2007/08
2008/09
2009/10
2010/11
2011/12
2012/13
2013/14
2014/15
0
100
200
300
400
500
600
431
475
571 571
605
624
561
589
659 642
10 13 21 21 23 34 34 37 42 45
Safra
emmilhõesdetoneladas Brasil
MS
Figura 2.4: Série histórica de cana-de-açúcar processada no Brasil e em MS (Conab, 2015).
Nota: Previsão para safra 2014/2015
2005/06
2006/07
2007/08
2008/09
2009/10
2010/11
2011/12
2012/13
2013/14
2014/15
300
400
500
600
Safra
emmilhõesdetoneladas Produçao de cana-de-açucar dos 10 principais produtores
1o- SP
2o- GO
3o - MG
4o - MS
5o- PR
6o- AL
7o - MT
8o - PE
9o- PB
10o- ES
Figura 2.5: Série histórica dos 10 principais produtores de cana-de-açúcar (Conab, 2015). Nota:
os valores da safra 2014/15 é uma previsão.
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 18 / 37
Produtividade da cana-de-açúcar
PRODUTIVIDADE MÉDIA DA CANA-DE-AÇÚCAR é a quantidade de
cana-de-açúcar colhida em 1 ha.
Segundo (MAPA, 2013, p.8), PRODUTIVIDADE MÉDIA HISTÓRICA é
85
toneladas de cana
hectare
ou 85
t.c.
ha.
.
Nesta safra (2014/15) a média de produtividade do Brasil é estimada
pela Conab (2015) em 74,1t.c/ha.
Os estados da região Centro-Sul devem colher 91% do total da produção
nacional.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 19 / 37
Quanto de açúcar e álcool é possível produzir com 1
tonelada de cana-de-açúcar?
Segundo MAPA (2013, p.8), 1 tonelada de cana-de-açúcar produz, se toda a
produção for destinada a :
Açúcar: ≈ 140 kg de açúcar e 10 L de etanol, produzido a partir do mel
residual, ou
Etanol: ≈ 82 L de etanol.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 20 / 37
Quanto de Açúcar é possível produzir com 1 hectare
plantado com cana-de-açúcar?
1 ton. cana 140 kg açúcar
85 ton. cana x
x = 85×140
x = 11900
kg de açúcar
hectare
x = 11,900
ton.
ha
1 ton. cana 10 L de etanol
85 ton. cana Vetanol residual
Vetanol residual = 85×10
Vetanol residual = 850
L de etanol
ha
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 21 / 37
Quanto de Etanol é possível produzir com 1 hectare
plantado com cana-de-açúcar?
1 ton. cana 82 L etanol
85 ton. cana x
x = 85×82
x = 6.970
L de etanol
ha
1 tq. carro 45 L
ntq. 6.970 L
ntq. =
6.970
45
ntq. = 154,8 Tanques de
carros populares
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 22 / 37
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 23 / 37
Figura 3.1: A influência da sazonalidade na cana-de-açúcar no MS (Unica - União da Indústria
de Cana-de-açúcar, 2015).
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 24 / 37
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 25 / 37
Figura 4.1: Usinas novas vs. usinas fechadas (Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar,
2015).
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 26 / 37
Estimativas da Unica1
No primeiro ano 9 unidades produtoras poderão fechar devido a difícil
condição financeira de boa parte das empresas do setor produtivo.
Desde 2008, cerca de 80 usinas já fecharam as portas no Brasil.
No País, são 67 unidades em recuperação judicial (considerando as
usinas em operação e aquelas inativas)
1(Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar, 2015)
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 27 / 37
Figura 4.2: Recorte da reportagem da reportagem de estimativa de moagem no Brasil na
próxima safra 2015/16 (Revista Canavieiros, 2015).
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 28 / 37
Figura 4.3: Divulgação das perspectivas para a próxima safra (Canal Rural Online, 2015).
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 29 / 37
Figura 4.4: Nova
proporção de
etanol na gasolina:
27%. Fonte: www.
canalrural.com.br
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 30 / 37
Estimativas da Safra 2015/16 pela DATAGRO
Segundo estimativa da DATAGRO (Revista Canavieiros, 2015) para a safra
2015/16 no Brasil será:
Açúcar −→ 35,48 milhões de toneladas
Etanol−→ 28,19 bilhões de litros
E, a partir deste cenário, há expectativas de que o próximo período seja
mais alcooleiro, com crescimento de 2%.
O maior consumo de etanol hidratado, que registrou elevação de mais de
20%, tem estimulado este segmento:
O aumento da mistura de anidro na gasolina, que deve passar de 25% para
27% ou 27,5%.
Crescimento da frota flex no mercado (atualmente, é de 67%).
Aumento da CIDE na gasolina.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 31 / 37
Estimativas da Safra 2015/16 pela DATAGRO
Mais 9 usinas devem fechar (perda de mais de 75 milhões de toneladas
de cana-de-açúcar).
Nos seis anos, outras 83 usinas pararam de operar.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 32 / 37
Sumario
1 Períodos de Safra no Brasil
2 Produção de cana pelo mundo
O que é 1 hectare, ha?
Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil
3 Produtividade da cana-de-açúcar
A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar
4 Projeção para Safra 2015/16
5 O Mix de produção
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 33 / 37
Mix de produção
Conceito
A cana-de-açúcar processada irá produzir caldo que após ser tratada,
poderá ter, geralmente, dois possíveis destinos:
Produção de açúcar.
Produção de álcool.
A proporção dependerá de uma série fatores (econômicos e técnicos)
que será estudada posteriormente neste curso.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 34 / 37
Figura 5.1: Mix de produção da região Centro-Sul (??).
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 35 / 37
Referências Bibliográficas I
Brasil. Ministério da Agricultura, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO.
Anuário estatístico de agroenergia 2012. Brasília: MAPA/ACS, 2013.
284 p. ISBN 978-85-7991-070-8. Acesso em: 25 fev. 2015.
Canal Rural Online. Consumo global de açúcar deve ter
crescimento recorde. São Paulo: [s.n.], fev. 2015. Disponível
em: <http://www.unica.com.br/na-midia/414848292036500164/
consumo-global-de-acucar-deve-ter-crescimento-recorde>. Acesso em:
19 fev. 2015.
Companhia Nacional de Abastecimento. Séries históricas. Brasília,
2015. Disponível em: <http://www.conab.gov.br>. Acesso em: 28 jan.
2015.
NOVACANA. Como é feito o transporte de cana-de-açúcar no
Brasil. 2014. Disponível em: <http://www.novacana.com>. Acesso em: 01
jan. 2015.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 36 / 37
Referências Bibliográficas II
Revista Canavieiros. DATAGRO estima moagem de 642 milhões de
toneladas na safra 2015/16. Revista Canavieiros, Sertãozinho/SP, p. 447,
jan. 2015. ISSN 1982-1530. Disponível em: <http://www.revistacanavieiros.
com.br/imagens/pdf/2dd124e8ee160943bcb583b3d9c6d486.pdf>. Acesso
em: 13 fev. 2015.
Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar. Balanço da safra
2014/2015. São Paulo, 2015. Disponível em: <www.unicadata.com.br/
download_media.php?idM=29483300>. Acesso em: 06 mar. 2015.
Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 37 / 37

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
Geagra UFG
 
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
AM Placas Ltda. Placas
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJAINTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
Geagra UFG
 
Sorgo: Comercialização e Logística
Sorgo:  Comercialização e LogísticaSorgo:  Comercialização e Logística
Sorgo: Comercialização e Logística
Geagra UFG
 
Morfologia e Ecofisiologia da Soja
Morfologia e Ecofisiologia da SojaMorfologia e Ecofisiologia da Soja
Morfologia e Ecofisiologia da Soja
Geagra UFG
 
Nutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milhoNutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milho
Geagra UFG
 
A CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZ
A CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZA CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZ
A CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZ
ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Pessegueiro
PessegueiroPessegueiro
Cultura do arroz
Cultura do arrozCultura do arroz
Cultura do arroz
Killer Max
 
Producao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasProducao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutas
gustavo_ruffeil
 
Fazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinio
Fazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinioFazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinio
Fazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinio
Revista Cafeicultura
 
Citrus de mesa
Citrus de mesaCitrus de mesa
Citrus de mesa
Caroline Esperança
 
cultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificadocultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificado
Andre Vinicius
 
Vigor em semente
Vigor em sementeVigor em semente
Vigor em semente
Geraldo Henrique
 
Colheita - Milho
Colheita - MilhoColheita - Milho
Colheita - Milho
Geagra UFG
 
Tecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioi
Tecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioiTecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioi
Tecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioi
Revista Cafeicultura
 
A cultura da goiaba
A cultura da goiabaA cultura da goiaba
A cultura da goiaba
Laura Salles
 
Sorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologiaSorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologia
Geagra UFG
 
Introdução à cultura e aspectos econômicos do milho
Introdução à cultura e aspectos econômicos do milhoIntrodução à cultura e aspectos econômicos do milho
Introdução à cultura e aspectos econômicos do milho
Geagra UFG
 
A Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozA Cultura do Arroz
A Cultura do Arroz
Geagra UFG
 

Mais procurados (20)

INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
 
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJAINTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
 
Sorgo: Comercialização e Logística
Sorgo:  Comercialização e LogísticaSorgo:  Comercialização e Logística
Sorgo: Comercialização e Logística
 
Morfologia e Ecofisiologia da Soja
Morfologia e Ecofisiologia da SojaMorfologia e Ecofisiologia da Soja
Morfologia e Ecofisiologia da Soja
 
Nutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milhoNutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milho
 
A CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZ
A CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZA CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZ
A CULTURA DA CANA DE AÇÚCAR-ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Pessegueiro
PessegueiroPessegueiro
Pessegueiro
 
Cultura do arroz
Cultura do arrozCultura do arroz
Cultura do arroz
 
Producao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasProducao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutas
 
Fazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinio
Fazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinioFazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinio
Fazuoli - Variedades de cafe arabica para regiao do cerrado mineiro patrocinio
 
Citrus de mesa
Citrus de mesaCitrus de mesa
Citrus de mesa
 
cultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificadocultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificado
 
Vigor em semente
Vigor em sementeVigor em semente
Vigor em semente
 
Colheita - Milho
Colheita - MilhoColheita - Milho
Colheita - Milho
 
Tecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioi
Tecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioiTecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioi
Tecnologias para Produção de Mudas de Café - Emivaldo Pioi Fenicafé 2015 - pioi
 
A cultura da goiaba
A cultura da goiabaA cultura da goiaba
A cultura da goiaba
 
Sorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologiaSorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologia
 
Introdução à cultura e aspectos econômicos do milho
Introdução à cultura e aspectos econômicos do milhoIntrodução à cultura e aspectos econômicos do milho
Introdução à cultura e aspectos econômicos do milho
 
A Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozA Cultura do Arroz
A Cultura do Arroz
 

Destaque

Apresentação - CEVSS
Apresentação - CEVSSApresentação - CEVSS
Apresentação - CEVSS
riciware
 
Caracteristicas da-cana-de-acucar
Caracteristicas da-cana-de-acucarCaracteristicas da-cana-de-acucar
Caracteristicas da-cana-de-acucar
Clauber Dalmas Rodrigues
 
03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira
03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira
03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira
Clauber Dalmas Rodrigues
 
Breve histórico da cana-de-açúcar
Breve histórico da cana-de-açúcarBreve histórico da cana-de-açúcar
Breve histórico da cana-de-açúcar
Clauber Dalmas Rodrigues
 
Ecofisiologia da cana
Ecofisiologia da canaEcofisiologia da cana
Ecofisiologia da cana
Jose Carlos Caldeira Junior
 
SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)
SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)
SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)
toledoanderson
 
Projeto da cadeia produtiva da cana de-açucar
Projeto  da cadeia produtiva da cana de-açucarProjeto  da cadeia produtiva da cana de-açucar
Projeto da cadeia produtiva da cana de-açucar
Rosalva Aparecida Costa
 
COSAN Presentation
COSAN PresentationCOSAN Presentation
COSAN Presentation
DecisionForum
 
Resumo cana de açucar
Resumo cana de açucarResumo cana de açucar
Resumo cana de açucar
Carlos Agro
 
Logística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e Operação
Logística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e OperaçãoLogística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e Operação
Logística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e Operação
Robson de Aguiar
 
08 preparo_cana
08  preparo_cana08  preparo_cana
08 preparo_cana
Clauber Dalmas Rodrigues
 
Produção Agroindustrial
Produção AgroindustrialProdução Agroindustrial
Produção Agroindustrial
Murilo Muniz
 
Preparo da Cana-de-açúcar
Preparo da Cana-de-açúcarPreparo da Cana-de-açúcar
Preparo da Cana-de-açúcar
Clauber Dalmas Rodrigues
 
Moenda
MoendaMoenda
Case Raízen 1
Case Raízen 1Case Raízen 1
Case Raízen 1
DecisionScience
 
O futuro da informática e unidades de armazenamento
O futuro da informática e unidades de armazenamentoO futuro da informática e unidades de armazenamento
O futuro da informática e unidades de armazenamento
Luiz Eduardo
 
Edição 104 fevereiro 2015 - cadê a cana
Edição 104   fevereiro 2015 - cadê a canaEdição 104   fevereiro 2015 - cadê a cana
Edição 104 fevereiro 2015 - cadê a cana
Rafael Mermejo
 
CONSULTORIA EM RASTREAMENTO
CONSULTORIA EM RASTREAMENTOCONSULTORIA EM RASTREAMENTO
CONSULTORIA EM RASTREAMENTO
marcosbvictor
 
Rastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresa
Rastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresaRastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresa
Rastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresa
Auto Brasil Franquias
 
Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)
Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)
Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)
Rodolfo Almeida
 

Destaque (20)

Apresentação - CEVSS
Apresentação - CEVSSApresentação - CEVSS
Apresentação - CEVSS
 
Caracteristicas da-cana-de-acucar
Caracteristicas da-cana-de-acucarCaracteristicas da-cana-de-acucar
Caracteristicas da-cana-de-acucar
 
03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira
03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira
03 recepção da cana-de-açúcar em usina sucroalcooleira
 
Breve histórico da cana-de-açúcar
Breve histórico da cana-de-açúcarBreve histórico da cana-de-açúcar
Breve histórico da cana-de-açúcar
 
Ecofisiologia da cana
Ecofisiologia da canaEcofisiologia da cana
Ecofisiologia da cana
 
SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)
SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)
SPMEC 2011 Palestra Abertura - Osmar (CTC)
 
Projeto da cadeia produtiva da cana de-açucar
Projeto  da cadeia produtiva da cana de-açucarProjeto  da cadeia produtiva da cana de-açucar
Projeto da cadeia produtiva da cana de-açucar
 
COSAN Presentation
COSAN PresentationCOSAN Presentation
COSAN Presentation
 
Resumo cana de açucar
Resumo cana de açucarResumo cana de açucar
Resumo cana de açucar
 
Logística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e Operação
Logística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e OperaçãoLogística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e Operação
Logística de Precisão e Controle de Tráfego Agrícola – Planejamento e Operação
 
08 preparo_cana
08  preparo_cana08  preparo_cana
08 preparo_cana
 
Produção Agroindustrial
Produção AgroindustrialProdução Agroindustrial
Produção Agroindustrial
 
Preparo da Cana-de-açúcar
Preparo da Cana-de-açúcarPreparo da Cana-de-açúcar
Preparo da Cana-de-açúcar
 
Moenda
MoendaMoenda
Moenda
 
Case Raízen 1
Case Raízen 1Case Raízen 1
Case Raízen 1
 
O futuro da informática e unidades de armazenamento
O futuro da informática e unidades de armazenamentoO futuro da informática e unidades de armazenamento
O futuro da informática e unidades de armazenamento
 
Edição 104 fevereiro 2015 - cadê a cana
Edição 104   fevereiro 2015 - cadê a canaEdição 104   fevereiro 2015 - cadê a cana
Edição 104 fevereiro 2015 - cadê a cana
 
CONSULTORIA EM RASTREAMENTO
CONSULTORIA EM RASTREAMENTOCONSULTORIA EM RASTREAMENTO
CONSULTORIA EM RASTREAMENTO
 
Rastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresa
Rastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresaRastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresa
Rastreadores Auto Brasil - Para você e para sua empresa
 
Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)
Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)
Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)
 

Semelhante a 02 A produção e produtividade de cana-de-açúcar no Brasil e no mundo

Palestra.pptx
Palestra.pptxPalestra.pptx
Palestra.pptx
MarceloFernando23
 
Clipping cnc 15e16072015 versão de impressão
Clipping cnc 15e16072015   versão de impressãoClipping cnc 15e16072015   versão de impressão
Clipping cnc 15e16072015 versão de impressão
Paulo André Colucci Kawasaki
 
Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro
Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do FuturoPerspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro
Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro
Portal Canal Rural
 
Clipping cnc 22052014 versao de impressao
Clipping cnc 22052014   versao de impressaoClipping cnc 22052014   versao de impressao
Clipping cnc 22052014 versao de impressao
Paulo André Colucci Kawasaki
 
Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.
Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.
Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.
Revista Cafeicultura
 
Clipping cnc 15042015 versão de impressão
Clipping cnc 15042015   versão de impressãoClipping cnc 15042015   versão de impressão
Clipping cnc 15042015 versão de impressão
Paulo André Colucci Kawasaki
 
Onde inovar na indústria da cana?
Onde inovar na indústria da cana?Onde inovar na indústria da cana?
Onde inovar na indústria da cana?
Ricardo Pinto
 
20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final
20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final
20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final
Tereosri
 
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado futuro
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado  futuroAnalise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado  futuro
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado futuro
UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
 
Palestra Crie Agronegocio
Palestra Crie AgronegocioPalestra Crie Agronegocio
Palestra Crie Agronegocio
SEBRAE MS
 
Perfil do Produtor Agropecuário Brasileiro
Perfil do Produtor Agropecuário BrasileiroPerfil do Produtor Agropecuário Brasileiro
Perfil do Produtor Agropecuário Brasileiro
Fiesp Federação das Indústrias do Estado de SP
 
Agrocafé Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto Rodrigues
Agrocafé  Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto RodriguesAgrocafé  Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto Rodrigues
Agrocafé Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto Rodrigues
Revista Cafeicultura
 
Clipping cnc 21052014 versao de impressao
Clipping cnc 21052014   versao de impressaoClipping cnc 21052014   versao de impressao
Clipping cnc 21052014 versao de impressao
Paulo André Colucci Kawasaki
 
Micronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviais
Micronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviaisMicronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviais
Micronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviais
Marcos Claudio
 
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e PelaCampanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
alantygel
 
Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15
Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15
Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15
Sistema FARSUL
 
A cultura do sorgo flavio tardin
A cultura do sorgo  flavio tardinA cultura do sorgo  flavio tardin
A cultura do sorgo flavio tardin
rancholandy
 
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...
Revista Cafeicultura
 
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...
Revista Cafeicultura
 
ILP - Lourival Vilela
ILP - Lourival VilelaILP - Lourival Vilela
ILP - Lourival Vilela
ANCP Ribeirão Preto
 

Semelhante a 02 A produção e produtividade de cana-de-açúcar no Brasil e no mundo (20)

Palestra.pptx
Palestra.pptxPalestra.pptx
Palestra.pptx
 
Clipping cnc 15e16072015 versão de impressão
Clipping cnc 15e16072015   versão de impressãoClipping cnc 15e16072015   versão de impressão
Clipping cnc 15e16072015 versão de impressão
 
Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro
Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do FuturoPerspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro
Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro
 
Clipping cnc 22052014 versao de impressao
Clipping cnc 22052014   versao de impressaoClipping cnc 22052014   versao de impressao
Clipping cnc 22052014 versao de impressao
 
Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.
Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.
Estimativa da Conab, estima-se uma safra de 47,5 milhões de sacas em 2013.
 
Clipping cnc 15042015 versão de impressão
Clipping cnc 15042015   versão de impressãoClipping cnc 15042015   versão de impressão
Clipping cnc 15042015 versão de impressão
 
Onde inovar na indústria da cana?
Onde inovar na indústria da cana?Onde inovar na indústria da cana?
Onde inovar na indústria da cana?
 
20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final
20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final
20150213 tereos internacional_presentation_q3_por_final
 
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado futuro
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado  futuroAnalise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado  futuro
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado futuro
 
Palestra Crie Agronegocio
Palestra Crie AgronegocioPalestra Crie Agronegocio
Palestra Crie Agronegocio
 
Perfil do Produtor Agropecuário Brasileiro
Perfil do Produtor Agropecuário BrasileiroPerfil do Produtor Agropecuário Brasileiro
Perfil do Produtor Agropecuário Brasileiro
 
Agrocafé Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto Rodrigues
Agrocafé  Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto RodriguesAgrocafé  Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto Rodrigues
Agrocafé Runos do Agronegócio Brasileiro - palestra Roberto Rodrigues
 
Clipping cnc 21052014 versao de impressao
Clipping cnc 21052014   versao de impressaoClipping cnc 21052014   versao de impressao
Clipping cnc 21052014 versao de impressao
 
Micronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviais
Micronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviaisMicronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviais
Micronutrientes em cana de-açúcar   a fome oculta dos canaviais
 
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e PelaCampanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
 
Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15
Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15
Análise e Perspectivas para os mercados de arroz e soja set15
 
A cultura do sorgo flavio tardin
A cultura do sorgo  flavio tardinA cultura do sorgo  flavio tardin
A cultura do sorgo flavio tardin
 
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, ok, melhoramento genético café conilo...
 
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...
Palestra ix simpósio pesquisa cafeeira, Melhoramento genético café conilon - ...
 
ILP - Lourival Vilela
ILP - Lourival VilelaILP - Lourival Vilela
ILP - Lourival Vilela
 

02 A produção e produtividade de cana-de-açúcar no Brasil e no mundo

  • 1. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Unidade: Glória de Dourados Curso: Tecnologia em Produção Sucroalcooleira Disciplina: Introdução ao Setor Sucroenergético 02 A produção e produtividade de cana-de-açúcar no Brasil e no mundo Prof. Clauber Dalmas Rodrigues <clauber@uems.br> Fevereiro/2015 Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 1 / 37
  • 2. Sumário 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 2 / 37
  • 3. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 3 / 37
  • 4. Períodos de Safra no Brasil Em termos regionais, o Brasil apresenta dois períodos distintos de safra: Setembro a março no Norte-Nordeste, e Abril a novembro no Centro-Sul Figura 1.1: Regiões geoeconômicas do Brasil. Fonte:sudo add-apt-repository ppa:atareao/atareao www.padogeo.com Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 4 / 37
  • 5. Figura 1.2: Localização das usinas no Brasil (Dados de 2005 - Novacana (2014)).
  • 6. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 6 / 37
  • 7. Brasil Índia C hina M éxico Tailândia Paquistão C olôm bia Austrália Indonésia EstadosU nidos O utros 50 100 150 200 250 300 350 400 450 455,3 281,2 100,7 50,6 47,7 44,7 39,8 38,2 30,2 26,8 276,2 País emmilhoesdetoneladas Figura 2.1: Cana-de-açúcar colhida no mundo (em milhões de ton.) (NOVACANA, 2014).
  • 8. Breve comentário Observa-se que o Brasil e a Índia respondem, em conjunto, por pouco mais da metade da cana produzida mundialmente. Modelos de produção agrícola: Brasil −→ concentrados em grandes produtores. Índia −→ baseados em pequenos produtores. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 8 / 37
  • 9. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 9 / 37
  • 10. O que é 1 hectare (ha)? Um hectare (representado pelo símbolo ha), é uma unidade de medida de área equivalente a 10.000 m2. 100 m 100m Área = 100m×100m Área = 10 000 m2 Área = 1 ha 1 ha 200 m 50m Área = 200m×50m Área = 10 000 m2 Área = 1 ha 1 ha Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 10 / 37
  • 11.
  • 12. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 12 / 37
  • 13. Tabela 1: Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil. Cultura Área Colhida (106 ha) Produção (106 ton) % Área colhida Produtividade (ton./ha) Soja 20,6 58,0 35,6 2,8 Milho 13,8 51,8 23,9 3,8 Cana-de-açúcar 6,7 515,8 11,6 77,1 Feijão 3,8 3,3 6,6 0,9 Arroz 2,9 11,1 5,0 3,8 Café 2,2 2,2 3,8 1,0 Mandioca 1,9 26,9 3,3 14,1 Trigo 1,9 4,1 3,2 2,2 Algodão herbáceo 1,1 4,1 1,9 3,7 Laranja 0,8 18,5 1,4 23,1 Outros 2,1 7,2 3,6 3,5 Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 13 / 37
  • 14. Soja M ilho C ana-de-açúcar Feijão Arroz C afé M andioca Trigo Algodão herbáceo Laranja O utros 0 5 10 15 20 20,58 13,82 6,69 3,83 2,9 2,22 1,91 1,85 1,12 0,8 2,06 Cultura emmilhõesdehectares Área cultivada das principais culturas no Brasil Figura 2.2: Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil (NOVACANA, 2014).
  • 15. Soja M ilho C ana-de-açúcar Feijão Arroz C afé M andioca Trigo Algodão herbáceo Laranja O utros 0 100 200 300 400 500 58,0 51,8 515,8 3,3 11,1 2,2 26,9 4,1 4,1 18,5 7,2 Cultura milhõesdetonleadas Produção em milhões de toneladas no Brasil Figura 2.3: Produção colhida no Brasil (NOVACANA, 2014).
  • 16. 2005/06 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 0 100 200 300 400 500 600 431 475 571 571 605 624 561 589 659 642 10 13 21 21 23 34 34 37 42 45 Safra emmilhõesdetoneladas Brasil MS Figura 2.4: Série histórica de cana-de-açúcar processada no Brasil e em MS (Conab, 2015). Nota: Previsão para safra 2014/2015
  • 17. 2005/06 2006/07 2007/08 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 300 400 500 600 Safra emmilhõesdetoneladas Produçao de cana-de-açucar dos 10 principais produtores 1o- SP 2o- GO 3o - MG 4o - MS 5o- PR 6o- AL 7o - MT 8o - PE 9o- PB 10o- ES Figura 2.5: Série histórica dos 10 principais produtores de cana-de-açúcar (Conab, 2015). Nota: os valores da safra 2014/15 é uma previsão.
  • 18. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 18 / 37
  • 19. Produtividade da cana-de-açúcar PRODUTIVIDADE MÉDIA DA CANA-DE-AÇÚCAR é a quantidade de cana-de-açúcar colhida em 1 ha. Segundo (MAPA, 2013, p.8), PRODUTIVIDADE MÉDIA HISTÓRICA é 85 toneladas de cana hectare ou 85 t.c. ha. . Nesta safra (2014/15) a média de produtividade do Brasil é estimada pela Conab (2015) em 74,1t.c/ha. Os estados da região Centro-Sul devem colher 91% do total da produção nacional. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 19 / 37
  • 20. Quanto de açúcar e álcool é possível produzir com 1 tonelada de cana-de-açúcar? Segundo MAPA (2013, p.8), 1 tonelada de cana-de-açúcar produz, se toda a produção for destinada a : Açúcar: ≈ 140 kg de açúcar e 10 L de etanol, produzido a partir do mel residual, ou Etanol: ≈ 82 L de etanol. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 20 / 37
  • 21. Quanto de Açúcar é possível produzir com 1 hectare plantado com cana-de-açúcar? 1 ton. cana 140 kg açúcar 85 ton. cana x x = 85×140 x = 11900 kg de açúcar hectare x = 11,900 ton. ha 1 ton. cana 10 L de etanol 85 ton. cana Vetanol residual Vetanol residual = 85×10 Vetanol residual = 850 L de etanol ha Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 21 / 37
  • 22. Quanto de Etanol é possível produzir com 1 hectare plantado com cana-de-açúcar? 1 ton. cana 82 L etanol 85 ton. cana x x = 85×82 x = 6.970 L de etanol ha 1 tq. carro 45 L ntq. 6.970 L ntq. = 6.970 45 ntq. = 154,8 Tanques de carros populares Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 22 / 37
  • 23. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 23 / 37
  • 24. Figura 3.1: A influência da sazonalidade na cana-de-açúcar no MS (Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar, 2015). Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 24 / 37
  • 25. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 25 / 37
  • 26. Figura 4.1: Usinas novas vs. usinas fechadas (Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar, 2015). Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 26 / 37
  • 27. Estimativas da Unica1 No primeiro ano 9 unidades produtoras poderão fechar devido a difícil condição financeira de boa parte das empresas do setor produtivo. Desde 2008, cerca de 80 usinas já fecharam as portas no Brasil. No País, são 67 unidades em recuperação judicial (considerando as usinas em operação e aquelas inativas) 1(Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar, 2015) Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 27 / 37
  • 28. Figura 4.2: Recorte da reportagem da reportagem de estimativa de moagem no Brasil na próxima safra 2015/16 (Revista Canavieiros, 2015). Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 28 / 37
  • 29. Figura 4.3: Divulgação das perspectivas para a próxima safra (Canal Rural Online, 2015). Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 29 / 37
  • 30. Figura 4.4: Nova proporção de etanol na gasolina: 27%. Fonte: www. canalrural.com.br Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 30 / 37
  • 31. Estimativas da Safra 2015/16 pela DATAGRO Segundo estimativa da DATAGRO (Revista Canavieiros, 2015) para a safra 2015/16 no Brasil será: Açúcar −→ 35,48 milhões de toneladas Etanol−→ 28,19 bilhões de litros E, a partir deste cenário, há expectativas de que o próximo período seja mais alcooleiro, com crescimento de 2%. O maior consumo de etanol hidratado, que registrou elevação de mais de 20%, tem estimulado este segmento: O aumento da mistura de anidro na gasolina, que deve passar de 25% para 27% ou 27,5%. Crescimento da frota flex no mercado (atualmente, é de 67%). Aumento da CIDE na gasolina. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 31 / 37
  • 32. Estimativas da Safra 2015/16 pela DATAGRO Mais 9 usinas devem fechar (perda de mais de 75 milhões de toneladas de cana-de-açúcar). Nos seis anos, outras 83 usinas pararam de operar. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 32 / 37
  • 33. Sumario 1 Períodos de Safra no Brasil 2 Produção de cana pelo mundo O que é 1 hectare, ha? Participação da cana em relação à outras plantas cultivadas no Brasil 3 Produtividade da cana-de-açúcar A produtividade e a sazonalidade da cana-de-açúcar 4 Projeção para Safra 2015/16 5 O Mix de produção Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 33 / 37
  • 34. Mix de produção Conceito A cana-de-açúcar processada irá produzir caldo que após ser tratada, poderá ter, geralmente, dois possíveis destinos: Produção de açúcar. Produção de álcool. A proporção dependerá de uma série fatores (econômicos e técnicos) que será estudada posteriormente neste curso. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 34 / 37
  • 35. Figura 5.1: Mix de produção da região Centro-Sul (??). Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 35 / 37
  • 36. Referências Bibliográficas I Brasil. Ministério da Agricultura, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Anuário estatístico de agroenergia 2012. Brasília: MAPA/ACS, 2013. 284 p. ISBN 978-85-7991-070-8. Acesso em: 25 fev. 2015. Canal Rural Online. Consumo global de açúcar deve ter crescimento recorde. São Paulo: [s.n.], fev. 2015. Disponível em: <http://www.unica.com.br/na-midia/414848292036500164/ consumo-global-de-acucar-deve-ter-crescimento-recorde>. Acesso em: 19 fev. 2015. Companhia Nacional de Abastecimento. Séries históricas. Brasília, 2015. Disponível em: <http://www.conab.gov.br>. Acesso em: 28 jan. 2015. NOVACANA. Como é feito o transporte de cana-de-açúcar no Brasil. 2014. Disponível em: <http://www.novacana.com>. Acesso em: 01 jan. 2015. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 36 / 37
  • 37. Referências Bibliográficas II Revista Canavieiros. DATAGRO estima moagem de 642 milhões de toneladas na safra 2015/16. Revista Canavieiros, Sertãozinho/SP, p. 447, jan. 2015. ISSN 1982-1530. Disponível em: <http://www.revistacanavieiros. com.br/imagens/pdf/2dd124e8ee160943bcb583b3d9c6d486.pdf>. Acesso em: 13 fev. 2015. Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar. Balanço da safra 2014/2015. São Paulo, 2015. Disponível em: <www.unicadata.com.br/ download_media.php?idM=29483300>. Acesso em: 06 mar. 2015. Clauber D.R. (UEMS) Produção de cana fev15 37 / 37