Adamastor

64.430 visualizações

Publicada em

0 comentários
35 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
64.430
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
173
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
826
Comentários
0
Gostaram
35
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • To view this presentation, first, turn up your volume and second, launch the self-running slide show.
  • …global causes.
  • Adamastor

    1. 1. M. B., B. L., A. N.O AdamastorPpt de apoio a apresentação oral
    2. 2. Ler:Canto V, estrofe 37
    3. 3. MomentosIntrodução:Preparação do ambiente para o aparecimento do Gigante (37-38)Depois de cinco dias de bom tempo, os navegadores estão “descuidados”.Entretanto aparece uma nuvem negra "tão temerosa vinha e carregada" que põeos navegadores com tanto medo que leva Vasco da Gama a apelar a Deus.Desenvolvimento:Visão do Gigante: Retrato físico e psicológico(39-40)Este episodio caracteriza o monstro. A caracterização é feita através daadjectivação abundante. Mostra a imponência do monstro e o terror de Vasco daGama e dos seus companheiros.
    4. 4. Discurso do Gigante: (41-48)O discurso, que é feito num tom de voz horrendo e grosso, anuncia os castigos que esperampara aquela "gente ousada“. Começa por caracterizar os portugueses com ousados eatrevidos, revelando-se irritado pelo o atrevimento em cruzar os seus mares. Por isso, oAdamastor promete castigos (profecias) que ira aplicar a quem passar: tempestades e perigosde toda a sorte – “que o menor mal fosse a morte” naufrágio de Bartolomeu Dias; D. Franciscode Almeida e da família Sepúlveda.Interpelação do Gama (49)Tocado com as profecias, Vasco daGama pergunta ao monstro sobre a suaidentidade. E isso provoca no monstro umamudança de estado de espírito, pois recorda-seda sua trágica aventura amorosa.Momentos
    5. 5. MomentosDesenvolvimento:Confissão pelo Gigante sobre o seu passado amoroso (50-59)Na segunda parte do discurso do Gigante, o assunto é a sua história de vida.o O “Cabo Tormentório” que acaba a costa de África.o Filho da Terra (Gea)o Lutou contra Júpiter e Neptunoo Apaixonado por Tétis desde o momento em que a viu.o Como era impossível conquistá-la, decidiu “tomá-la por armas”.o Mãe de Tétis, Dóris, fala-lhe do Gigante, mas a ninfa repudia esse amor, mas pensa emmanipular o Gigante para evitar a guerra.o Em troca de Tétis, o Gigante desiste da Guerra e certa noite pensa que ela está a vir tercom ele.o Mas afinal, quem ele encontra realmente é um monte.o Entretanto ele afasta-se para não ser ridicularizado, poischorava muito.o Em suma, os Deuses castigaram-no transformando-onum cabo que é banhado pelas águas que são Tétis.
    6. 6. MomentosConclusão:Desaparecimento do Gigante (60)De repente, o Adamastor desapareceu muito choroso porrecordar o seu passado triste, levando consigo a nuvemnegra. Vasco da Gama pede a Deus que remova "os duroscasos que Adamastor contou futuros“.
    7. 7. Estrutura Externa• O Adamastor está no Canto V. Estrofes 37-60
    8. 8. Estrutura InternaParte: NarraçãoPlano: plano da Viagem do Vasco daGamaCategoria: Simbólico - O Adamastorsimboliza o Cabo das Tormentas e todosos perigos e obstáculos enfrentadospelos navegadores.
    9. 9. Narrador/Narratário• Narrador: Vasco da Gama narra a sua históriana primeira pessoa (narrador participante esubjectivo) – “Arrepiam-se as carnes e o cabelo/A mim e todos…”• Narratário: Rei de Melinde
    10. 10. Informações Históricas RelevantesCamões, ao longo deste episódio, usa a sua imensa sabedoriahistórica sobre:Viagem de Pedro Alvares Cabral (ex. “a primeira armada que…” estrofe 43), fala de naufrágios contados na «História Trágica–Marítima» (ex.“Naufrágios, perdições…” estrofe 44) e menciona a viagem de BartolomeuDias ao Cabo das Tormentas (ex. “aquele cabo” estrofe 50).D. Francisco de Almeida (vice-rei da India que morreu no regresso aPortugal num naufrágio) quando escreve: “E do primeiro Ilustre, que aventura…” (estrofe 45)Manuel de Sousa Sepúlveda (um homem ilustre que também morreunaufragado no regresso da India a Portugal) quando redige: “Outro tambémvirá, de honrada fama…” (estrofe 45).
    11. 11. Caracterização das PersonagensAdamastor é um titã, medonho, disforme ecarrancudo e ameaçador.Tinha uma barba imunda ebastante danificada, cabelos secos e maltratados e quandosurge, surge diante de uma nuvem imensa. (ex. «Arrepiam-se ascarnes e o cabelo/ A mi e a todos só de ouvi-lo e vê-lo»)Também se revela bastante emotivo ao recordo oseu drama amoroso.Foi-se embora depois de admitir que amava Tétis e que foi castigado portal, (ex. “Cego de amor abandonei a guerra e uma noite, Tétis, vem, todanua, ao meu encontro. Corri, abracei-a e cobri-a de beijos, mas eraapenas uma ilusão, um engano, e de repente dei por mim abraçado a ummonte, e eu próprio transformado em monte e rocha, e, sendo eu tãogrande, formou-se este Cabo.”)
    12. 12. Caracterização das PersonagensVasco da Gama, no início, revela-seamedrontado e diz “arrepiam-se as carnes e ocabelo/ a mi e a todos, só de ouvi-lo e vê-lo”.Gama prova ser destemido e curioso, aoperguntar-lhe “Quem és tu?”.Além do mais, Vasco da Gama écrente, “Eu, levantando as mãos ao santo coro/Dos Anjos […]/ A Deus pedi que removesse osduros casos”.
    13. 13. Espaço e TempoTempo:Vasco da Gama está a contar a história do Adamastor ao Reide Melinde (No tempo do discurso utiliza analepse).O tempo no episódio é cronológico desde a altura que oAdamastor entra numa nuvem de agua até que ele se vai.Espaço:A acção decorre quando osnavegadores se encontram a meio dasua viagem (a passar pelo Cabo dasTormentas). Eles estão no vastooceano e Camões faz questãode isto destacar.
    14. 14. O que representa o episódio?• Geograficamente representa o Cabo da BoaEsperança• Simbolicamente, O Adamastor representa avitória sobre o medo do desconhecido e todosos obstáculos ou perigos enfrentados.
    15. 15. Recursos Expressivos• Metonímia: “Porém, já cinco sóis eram passados” e “Da natureza edo húmido elemento”• Metáfora: “Serei eterna e nova sepultura”• Anástrofe: “Prosperamente os ventos assoprando” (37), “Que humdos sete milagres foi do mundo“ (40)• Anáfora: “Já néscio, já da guerra desistindo,”(55)• Apóstrofe: “Ó Ninfa, a mais fermosa do Oceano,” (57)• Eufemismo: “Ouve os danos de mi, que apercebidos” (42)• Dupla adjectivação: “Tão temerosa vinha e carregada” (38), “Senos mostra no ar, robusta e válida” (39) e “Cum tom de voz nos fala,horrendo e grossa” (40)• Enumeração e gradação: “Ou fosse monte, nuvem, sonho ounada?” (57)• Perífrase: “Contra o que vibra os raios de Vulcano.” (51) (=Júpiter)
    16. 16. Concluindo…O episódio do Adamastor conta que as nausportuguesas já navegavam à cinco dias, estavam perto doCabo das Tormentas quando um gigante monstro comfeições humanas surge do vasto oceano. Ele questiona aousadia dos portugueses e ameça-os, mas o valenteVasco da Gama prova ser destemido ao perguntar quem ogigante era. O gigante então profere a sua história trágicada sua amada intocável, e às tantas emociona-se. Ogigante desaparece. É importante perceber o simbolismodo episódio.
    17. 17. Actividade1) A quem se dirige o Adamastor nas estrofes 41 – 48?2) Como se sentem os navegadores quando vê o Adamastor?3) Porque é que o Adamastor chorou?4) O Adamastor lutou contra que deus?5) O Gigante tão temido foi transformado em quê?6) Em que canto se encontra o Adamastor? E por que é que é tãoimportante?7) Qual a categoria a que pertence o episódio do Adamastor?8) O que representa o episódio do Adamastor?9) Caracteriza fisicamente o Grande Adamastor:– “Cheios de terra e crespos os cabelos.”– “Fui dos filhos aspérrimos da terra.”– “Foi capitão do mar, por onde andava…”10) Quando e onde ocorre este episódio?
    18. 18. Bibliografia• http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com/2009/11/27/resumo-%E2%80%9Co-gigante-adamastor%E2%80%9D-os-lusiadas-canto-v-estancias-37-6/• http://pt.wikipedia.org/wiki/Os_Lus%C3%ADadas#O_Adamastor• http://jorge-almeida.blogspot.com/2007/03/resumo-de-episdios-d-os-lusadas-adaptao.html• http://trutas.no.sapo.pt/adamastor/index.htm

    ×