SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Competitividade do Setor de Viagens e Turismo
A experiência de Cubatão, Itanhaém e Santos (SP)
Aristides Faria Lopes dos Santos | Profa. Dra. Elizabeth Kyoko Wada
Problema de pesquisa
O relacionamento entre o poder público e seus
stakeholders exerce influência sobre a
competitividade no setor de viagens e turismo
em nível municipal?
Objetivos de pesquisa
• Objetivo geral
– Verificar se o relacionamento entre o poder público e seus stakeholders exerce
influência sobre a competitividade no setor de viagens e turismo em nível
subnacional.
• Objetivos específicos
– Identificar os stakeholders do poder público municipal no setor de turismo;
– Analisar as relações de hospitalidade existentes entre o poder público e seus
stakeholders;
– Averiguar se as Secretarias de Turismo (SETURs) praticam a gestão do
relacionamento com seus stakeholders de modo sistemático.
Metodologia
• Protocolo de pesquisa
• Estudo de casos múltiplos
• Pesquisa exploratória, abordagem qualitativa
• Técnica de coletas de dados
– Pesquisa bibliográfica
– Pesquisa documental
– Entrevistas individuais semiestruturadas com Secretários de Turismo de Cubatão,
Itanhaém e Santos
– Entrevistas individuais semiestruturadas (Stakeholders): snowball
• Tratamento dos dados
– Referencial teórico organizado em dois capítulos teóricos
– Transcrição das entrevistas
– Análise de conteúdo: categorias de análise
• Perfil profissional
• Estrutura da Secretaria
• Atividade do departamento
Metodologia
• Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo
• Agência de Viagens Caiçara ExpediçõesCubatão
• Associação Comercial de Itanhaém
• Secretaria de Desenvolvimento EconômicoItanhaém
• Museu Pelé
• Museu do CaféSantos
Conceitos adotados
Hospitalidade Turismo Serviços Stakeholders Competitividade
Caracterização do objeto de estudo
Imagem: Região Metropolitana da Baixada Santista
Objeto de estudo
• Municípios
– Cubatão, Itanhaém e Santos
– Unidades de análise: Secretarias Municipais de Turismo
• Justificativa
– Localização: Região Metropolitana da Baixada Santista
• Região administrativa estabelecida por lei (território)
– Secretarias Municipais de Turismo (SETURs) na estrutura administrativa;
– Existência de Conselhos Municipais de Turismo (COMTURs);
– A diversidade e a complementaridade que as características, os atrativos e
serviços ofertados representa para a região turística como um todo.
• Região turística da Costa da Mata Atlântica
CubatãoItanhaémSantos
Resultados
• Identificou-se que há relações de hospitalidade e hostilidade entre o poder
público e seus stakeholders e mesmo entre os demais entes dos mercados
– Conflitos de interesse, divergências partidárias e competição predatória
• Os municípios parecem desenvolver pouco diálogo e mantém poucas
ações conjuntas para promoção regional do turismo
• Os resultados evidenciaram o diminuto alcance das ações do governo
estadual na região no que tange ao turismo e a fragilidade de entidades
setoriais
• Verificou-se que há parcerias pontuais e de curto prazo, sem que haja
planejamento estratégico em nível regional ou ao menos intermunicipal
– Fator evidenciado pela falta de um organismo que lidere esse processo
– Nos anos de 1990 teve início um “movimento de descentralização das ações
estatais e tinha o propósito de incentivar a participação dos municípios na
cogestão das políticas públicas do turismo, visando à democratização do
acesso ao turismo” Araujo e Taschner (2012, p. 81)
Resultados
• Foi possível verificar que o poder público não pratica a gestão do
relacionamento com seus stakeholders de modo sistêmico, formal
– Inoperância dos COMTURs pesquisados: Cubatão e Itanhaém: em processo de
reativação; e Santos: inativo
• A deficiência e inoperância dos Conselhos Municipais de Turismo tendem
a empurrar para baixo o nível de qualidade dos produtos e serviços
ofertados pelo trade turístico local, o que diminui o potencial de
competitividade
• Deficiência e inoperância
– Aumenta a importância e a influência da ação governamental, mas...
– Porter (2008) recomenda que o Governo – e suas intervenções por meio de leis
e (des)regulamentações – não seja compreendido como uma força competitiva
pois sua interferência é indireta sobre o mercado
– Plano Diretor de Turismo da Região Metropolitana da Baixada Santista
• Defasado já que sua publicação original é de 2003
Referências (resumo)
ARAUJO, C. M.; TASCHNER, G. Turismo e políticas públicas no Brasil. In: BENI, M. C. (Org.)
Turismo: planejamento estratégico e capacidade de gestão. Barueri (SP): Manole, 2012.
BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.
BENI, M. C. Clusters de turismo. In: BENI, M. C. (Org.) Turismo: planejamento estratégico e
capacidade de gestão. Barueri (SP): Manole, 2012.
BRITO, R. P.; BRITO, L. A. L. Vantagem competitiva, criação de valor e seus efeitos sobre o
desempenho. Revista de Administração de Empresas. v. 52, n. 1, p. 70-84, janeiro/fevereiro,
2012
CAMARGO, L. O. L. Hospitalidade. São Paulo: Aleph, 2004.
CARMONA, V. C.; COSTA, B. K.; RIBEIRO, H. C. M. Competitividade e turismo: estudo da
produção científica internacional. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo. São Paulo, v. 8,
n. 2, p. 201-221, maio/agosto, 2014.
FRANCO, M. L. P. B. Análise de Conteúdo. Brasília: Liber Livro Editora, 2008.
FREEMAN, R. E. Strategic management: A stakeholder approach. Boston (MA): Pitman, 1984.
GOTMAN, A. O comércio da hospitalidade é possível? Revista Hospitalidade. São Paulo, v. 6, n.
2, p. 3-27, junho/dezembro, 2009.
Referências (resumo)
LASHLEY, C. Para um entendimento teórico. In: LASHLEY, C.; MORRISON, A. (Orgs.) Em
busca da hospitalidade: perspectivas para um mundo globalizado. Barueri (SP): Manole, 2004.
LASHLEY, C.; LYNCH, P.; MORRISON, A. Hospitality: a social lens. University of Strathclyde,
Amsterdam (UK), 2007.
MICHAEL J.; ENRIGHT; JAMES; NEWTON. Determinants of tourism destination
competitiveness in Asia Pacific: comprehensiveness and universality. Journal of Travel
Research, v. 43, p. 339-350, maio, 2005.
MITCHELL, R. K.; AGLE, B.; WOOD, D. J. Toward a theory of stakeholder identification and
salience: defining the principle of who and what really counts. Academy of Management
Review, v. 22, n. 4, p. 853-886, 1997.
ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO (OMT). Turismo internacional: uma perspectiva
global. Porto Alegre: Bookman, 2003.
PINHEIRO, A. C. B. Stakeholders e o destino turístico: estudo de caso da cidade de Cuiabá
(MT). Dissertação de mestrado. São Paulo. Programa de Hospitalidade. Universidade Anhembi
Morumbi, 2012.
PORTER, M. The five competitive forces that shape strategy. Harvard Business Review, p. 1-18,
janeiro, 2008.
Referências (resumo)
SANTOS, A. F. L.; CAVENAGUI, A. J.; GUIZI, A. A. Análise sobre o Programa de Revitalização
e Desenvolvimento da Região Central Histórica de Santos, São Paulo, Brasil (Alegra Centro). In:
XI Seminário da Associação de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo. Anais eletrônico.
Disponível em: < http://www.anptur.org.br/anptur/anais/v.10/Anais/DTP1/105.pdf >. Acesso em:
23 de julho de 2015.
SILVA, F. C. A formação de agenda de políticas públicas de turismo em âmbito local: os casos
de Ouro Preto (MG) e Paraty (RJ). Tese de Doutorado. Fundação Getúlio Vargas. São Paulo, 2015.
SOLHA, K. T. Órgãos públicos estaduais e o desenvolvimento do turismo no Brasil. Tese de
Doutorado. Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP). São Paulo, 2004.
STONER, J. A. F.; FREEMAN, R. E. Administração. Rio de Janeiro: Prentice Hall do Brasil,
1999.
TOMAZZONI, E. L. Observatório de turismo e cultura, integração regional do cluster de turismo
e desenvolvimento socioeconômico da Serra Gaúcha. In: BENI, M. C. (Org.) Turismo:
planejamento estratégico e capacidade de gestão. Barueri (SP): Manole, 2012.
Referências (resumo)
TRINDADE, D. P.; JOÃO, B. N.; CLARO, J. A. C. S. Vantagem competitiva no turismo
regional: uma análise do turismo na Região Metropolitana da Baixada Santista. In: XV Simpósio
de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais. Anais eletrônicos.
Disponível em: <
http://www.simpoi.fgvsp.br/arquivo/2012/artigos/E2012_T00109_PCN29539.pdf >. Acesso em:
06 de março de 2015.
WADA; E. K. Reflexões de uma aprendiz de hospitalidade. In: DENCKER, A. F. M.; BUENO, M.
S. Hospitalidade: cenários e oportunidades. São Paulo: Pioneira Thomsom Learning, 2003.
YIN, R. Estudo de Caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.
ZAGO, A. P. Dinâmica de stakeholders e co-criação de valor em museus: estudo de casos
múltiplos do circuito cultural Praça da Liberdade, Belo Horizonte (MG). Dissertação de mestrado.
São Paulo. Programa de Hospitalidade. Universidade Anhembi Morumbi, 2011.
Muito obrigado!!
“Certamente, nem
todas as comunidades
em que predomina a
confiança de conseguir
realizá-la conseguirão
tal feito, mas aquelas
em que falta a
confiança seguramente
fracassarão”
(BENI, 2012, p. 535)
Imagem: Itanhaém (SP)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Aristides Faria
 
Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...
Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...
Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...Aristides Faria
 
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BAInventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BASecom Ilhéus
 
Projeto prda turismo
Projeto prda   turismoProjeto prda   turismo
Projeto prda turismows_mathues
 
Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.EcoHospedagem
 
Cartilha de Turismo Rural
Cartilha de Turismo RuralCartilha de Turismo Rural
Cartilha de Turismo Ruralluisbramante
 
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.EcoHospedagem
 
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.EcoHospedagem
 
7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...
7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...
7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...Hotelaria Uvv
 
Turismoacessivel bem atender 3
Turismoacessivel bem atender 3Turismoacessivel bem atender 3
Turismoacessivel bem atender 3abihoestepr
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosPATRICIA OLIVEIRA
 

Mais procurados (15)

Curriculo silvana
Curriculo silvanaCurriculo silvana
Curriculo silvana
 
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
 
Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...
Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...
Produção e consumo de serviços: análise sobre as relações de hospitalidade no...
 
Plano Municipal de Desenvolvimento do Turismo
Plano Municipal de Desenvolvimento do Turismo Plano Municipal de Desenvolvimento do Turismo
Plano Municipal de Desenvolvimento do Turismo
 
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BAInventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
Inventário Turístico - Município de Ilhéus, BA
 
Projeto prda turismo
Projeto prda   turismoProjeto prda   turismo
Projeto prda turismo
 
Artigo pe conhece pe
Artigo  pe conhece peArtigo  pe conhece pe
Artigo pe conhece pe
 
Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.Turismo de base comunitária, mtur.
Turismo de base comunitária, mtur.
 
Produção associada ao turismo praia do forte
Produção associada ao turismo   praia do forteProdução associada ao turismo   praia do forte
Produção associada ao turismo praia do forte
 
Cartilha de Turismo Rural
Cartilha de Turismo RuralCartilha de Turismo Rural
Cartilha de Turismo Rural
 
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
Ecoturismo, orientações básicas, mtur 2008.
 
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
Turismo cultural, orientações básicas, mtur 2008.
 
7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...
7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...
7937 rede-de-gestao-compartilhada-como-estrategia-de-desenvolvimento-para-a-r...
 
Turismoacessivel bem atender 3
Turismoacessivel bem atender 3Turismoacessivel bem atender 3
Turismoacessivel bem atender 3
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeiros
 

Destaque

Apresentação ABR (22/11/16)
Apresentação ABR (22/11/16)Apresentação ABR (22/11/16)
Apresentação ABR (22/11/16)Sistema CNC
 
Tayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadri
Tayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadriTayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadri
Tayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadriMuhammad Tariq
 
Manual aquarius 3 d map (versão 9 2012)
Manual aquarius 3 d map (versão 9   2012)Manual aquarius 3 d map (versão 9   2012)
Manual aquarius 3 d map (versão 9 2012)zeniltonbm
 
Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...
Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...
Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...Aristides Faria
 
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aristides Faria
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)Aristides Faria
 
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016Michely Oliveira
 
Trabalho de conclusão de curso - SLIDES
Trabalho de conclusão de curso - SLIDESTrabalho de conclusão de curso - SLIDES
Trabalho de conclusão de curso - SLIDESLuísa Alves
 
Regulamentação da profissão de turismólogo2
Regulamentação da profissão de turismólogo2Regulamentação da profissão de turismólogo2
Regulamentação da profissão de turismólogo2Patrícia Ventura
 
Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++Paulo Martins
 
Specifying a default exception strategy
Specifying a default exception strategySpecifying a default exception strategy
Specifying a default exception strategysivachandra mandalapu
 

Destaque (20)

Apresentação ABR (22/11/16)
Apresentação ABR (22/11/16)Apresentação ABR (22/11/16)
Apresentação ABR (22/11/16)
 
Tayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadri
Tayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadriTayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadri
Tayyab ul warda fi sharha burda by allama abul hasnat syed muhammad ahmad qadri
 
Manual aquarius 3 d map (versão 9 2012)
Manual aquarius 3 d map (versão 9   2012)Manual aquarius 3 d map (versão 9   2012)
Manual aquarius 3 d map (versão 9 2012)
 
Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...
Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...
Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a...
 
486
486486
486
 
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 06)
 
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
 
Trabalho de conclusão de curso - SLIDES
Trabalho de conclusão de curso - SLIDESTrabalho de conclusão de curso - SLIDES
Trabalho de conclusão de curso - SLIDES
 
And Filter
And FilterAnd Filter
And Filter
 
Abert2010
Abert2010Abert2010
Abert2010
 
Apresentação hipermade madeiras
Apresentação hipermade madeirasApresentação hipermade madeiras
Apresentação hipermade madeiras
 
Mod 1 tiat
Mod 1 tiatMod 1 tiat
Mod 1 tiat
 
IWCF Temporary Certificate
IWCF Temporary CertificateIWCF Temporary Certificate
IWCF Temporary Certificate
 
Regulamentação da profissão de turismólogo2
Regulamentação da profissão de turismólogo2Regulamentação da profissão de turismólogo2
Regulamentação da profissão de turismólogo2
 
521
521521
521
 
Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++
 
Recreação
RecreaçãoRecreação
Recreação
 
1607
16071607
1607
 
Specifying a default exception strategy
Specifying a default exception strategySpecifying a default exception strategy
Specifying a default exception strategy
 

Semelhante a Competitividade do Setor de Viagens e Turismo

Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminarDoutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminarAristides Faria
 
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
Santos (Sp)   regionalizacao do turismoSantos (Sp)   regionalizacao do turismo
Santos (Sp) regionalizacao do turismoAristides Faria
 
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...Ana Carolina Borges Pinheiro
 
Interesses, PP e o desenvolvimento da at. turística
Interesses, PP e o desenvolvimento da at. turísticaInteresses, PP e o desenvolvimento da at. turística
Interesses, PP e o desenvolvimento da at. turísticaCarolina Matos
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Aristides Faria
 
O processo de urbanização turística em ponta negra jussara aires
O processo de urbanização turística em ponta negra   jussara airesO processo de urbanização turística em ponta negra   jussara aires
O processo de urbanização turística em ponta negra jussara airesLuara Schamó
 
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...Aristides Faria
 
A tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança TurísticaA tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança TurísticaLeylane Meneses
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosAristides Faria
 
Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)
Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)
Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)Aristides Faria
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Aristides Faria
 
Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...
Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...
Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...Aristides Faria
 
Estudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo BrasileiroEstudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo BrasileiroWalfrido dos Mares Guia
 
TBC - Novos protagonistas na produção turística
TBC - Novos protagonistas na produção turísticaTBC - Novos protagonistas na produção turística
TBC - Novos protagonistas na produção turísticaCarolina Matos
 
Dixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxo
Dixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxoDixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxo
Dixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxoPedro Uva
 
Turismo, Lazer e Negócios 2
Turismo, Lazer e Negócios 2 Turismo, Lazer e Negócios 2
Turismo, Lazer e Negócios 2 Atena Editora
 
AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'
AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'
AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'Aristides Faria
 
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAção governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAristides Faria
 

Semelhante a Competitividade do Setor de Viagens e Turismo (20)

Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminarDoutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
 
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
Santos (Sp)   regionalizacao do turismoSantos (Sp)   regionalizacao do turismo
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
 
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
 
Interesses, PP e o desenvolvimento da at. turística
Interesses, PP e o desenvolvimento da at. turísticaInteresses, PP e o desenvolvimento da at. turística
Interesses, PP e o desenvolvimento da at. turística
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
 
O processo de urbanização turística em ponta negra jussara aires
O processo de urbanização turística em ponta negra   jussara airesO processo de urbanização turística em ponta negra   jussara aires
O processo de urbanização turística em ponta negra jussara aires
 
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
 
A tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança TurísticaA tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança Turística
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
 
Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)
Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)
Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
 
Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...
Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...
Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do litoral pauli...
 
Turismo eventos
Turismo eventosTurismo eventos
Turismo eventos
 
Estudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo BrasileiroEstudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
 
Slide iot
Slide iotSlide iot
Slide iot
 
TBC - Novos protagonistas na produção turística
TBC - Novos protagonistas na produção turísticaTBC - Novos protagonistas na produção turística
TBC - Novos protagonistas na produção turística
 
Dixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxo
Dixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxoDixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxo
Dixlogos do turismo_uma_viagem_de_inclusxo
 
Turismo, Lazer e Negócios 2
Turismo, Lazer e Negócios 2 Turismo, Lazer e Negócios 2
Turismo, Lazer e Negócios 2
 
AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'
AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'
AGRINORDESTE 2011 | Convite: Palestra sobre 'Turismo de Experiência'
 
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAção governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
 

Mais de Aristides Faria

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Aristides Faria
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxAristides Faria
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Aristides Faria
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloAristides Faria
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Aristides Faria
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoAristides Faria
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Aristides Faria
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaAristides Faria
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)Aristides Faria
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAristides Faria
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Aristides Faria
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Aristides Faria
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchAristides Faria
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Aristides Faria
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyAristides Faria
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Aristides Faria
 
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...Aristides Faria
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19Aristides Faria
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17Aristides Faria
 

Mais de Aristides Faria (20)

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism Research
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: survey
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
 
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 

Último (20)

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 

Competitividade do Setor de Viagens e Turismo

  • 1. Competitividade do Setor de Viagens e Turismo A experiência de Cubatão, Itanhaém e Santos (SP) Aristides Faria Lopes dos Santos | Profa. Dra. Elizabeth Kyoko Wada
  • 2. Problema de pesquisa O relacionamento entre o poder público e seus stakeholders exerce influência sobre a competitividade no setor de viagens e turismo em nível municipal?
  • 3. Objetivos de pesquisa • Objetivo geral – Verificar se o relacionamento entre o poder público e seus stakeholders exerce influência sobre a competitividade no setor de viagens e turismo em nível subnacional. • Objetivos específicos – Identificar os stakeholders do poder público municipal no setor de turismo; – Analisar as relações de hospitalidade existentes entre o poder público e seus stakeholders; – Averiguar se as Secretarias de Turismo (SETURs) praticam a gestão do relacionamento com seus stakeholders de modo sistemático.
  • 4. Metodologia • Protocolo de pesquisa • Estudo de casos múltiplos • Pesquisa exploratória, abordagem qualitativa • Técnica de coletas de dados – Pesquisa bibliográfica – Pesquisa documental – Entrevistas individuais semiestruturadas com Secretários de Turismo de Cubatão, Itanhaém e Santos – Entrevistas individuais semiestruturadas (Stakeholders): snowball • Tratamento dos dados – Referencial teórico organizado em dois capítulos teóricos – Transcrição das entrevistas – Análise de conteúdo: categorias de análise • Perfil profissional • Estrutura da Secretaria • Atividade do departamento
  • 5. Metodologia • Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo • Agência de Viagens Caiçara ExpediçõesCubatão • Associação Comercial de Itanhaém • Secretaria de Desenvolvimento EconômicoItanhaém • Museu Pelé • Museu do CaféSantos
  • 6. Conceitos adotados Hospitalidade Turismo Serviços Stakeholders Competitividade
  • 7. Caracterização do objeto de estudo Imagem: Região Metropolitana da Baixada Santista
  • 8. Objeto de estudo • Municípios – Cubatão, Itanhaém e Santos – Unidades de análise: Secretarias Municipais de Turismo • Justificativa – Localização: Região Metropolitana da Baixada Santista • Região administrativa estabelecida por lei (território) – Secretarias Municipais de Turismo (SETURs) na estrutura administrativa; – Existência de Conselhos Municipais de Turismo (COMTURs); – A diversidade e a complementaridade que as características, os atrativos e serviços ofertados representa para a região turística como um todo. • Região turística da Costa da Mata Atlântica
  • 10. Resultados • Identificou-se que há relações de hospitalidade e hostilidade entre o poder público e seus stakeholders e mesmo entre os demais entes dos mercados – Conflitos de interesse, divergências partidárias e competição predatória • Os municípios parecem desenvolver pouco diálogo e mantém poucas ações conjuntas para promoção regional do turismo • Os resultados evidenciaram o diminuto alcance das ações do governo estadual na região no que tange ao turismo e a fragilidade de entidades setoriais • Verificou-se que há parcerias pontuais e de curto prazo, sem que haja planejamento estratégico em nível regional ou ao menos intermunicipal – Fator evidenciado pela falta de um organismo que lidere esse processo – Nos anos de 1990 teve início um “movimento de descentralização das ações estatais e tinha o propósito de incentivar a participação dos municípios na cogestão das políticas públicas do turismo, visando à democratização do acesso ao turismo” Araujo e Taschner (2012, p. 81)
  • 11. Resultados • Foi possível verificar que o poder público não pratica a gestão do relacionamento com seus stakeholders de modo sistêmico, formal – Inoperância dos COMTURs pesquisados: Cubatão e Itanhaém: em processo de reativação; e Santos: inativo • A deficiência e inoperância dos Conselhos Municipais de Turismo tendem a empurrar para baixo o nível de qualidade dos produtos e serviços ofertados pelo trade turístico local, o que diminui o potencial de competitividade • Deficiência e inoperância – Aumenta a importância e a influência da ação governamental, mas... – Porter (2008) recomenda que o Governo – e suas intervenções por meio de leis e (des)regulamentações – não seja compreendido como uma força competitiva pois sua interferência é indireta sobre o mercado – Plano Diretor de Turismo da Região Metropolitana da Baixada Santista • Defasado já que sua publicação original é de 2003
  • 12. Referências (resumo) ARAUJO, C. M.; TASCHNER, G. Turismo e políticas públicas no Brasil. In: BENI, M. C. (Org.) Turismo: planejamento estratégico e capacidade de gestão. Barueri (SP): Manole, 2012. BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011. BENI, M. C. Clusters de turismo. In: BENI, M. C. (Org.) Turismo: planejamento estratégico e capacidade de gestão. Barueri (SP): Manole, 2012. BRITO, R. P.; BRITO, L. A. L. Vantagem competitiva, criação de valor e seus efeitos sobre o desempenho. Revista de Administração de Empresas. v. 52, n. 1, p. 70-84, janeiro/fevereiro, 2012 CAMARGO, L. O. L. Hospitalidade. São Paulo: Aleph, 2004. CARMONA, V. C.; COSTA, B. K.; RIBEIRO, H. C. M. Competitividade e turismo: estudo da produção científica internacional. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo. São Paulo, v. 8, n. 2, p. 201-221, maio/agosto, 2014. FRANCO, M. L. P. B. Análise de Conteúdo. Brasília: Liber Livro Editora, 2008. FREEMAN, R. E. Strategic management: A stakeholder approach. Boston (MA): Pitman, 1984. GOTMAN, A. O comércio da hospitalidade é possível? Revista Hospitalidade. São Paulo, v. 6, n. 2, p. 3-27, junho/dezembro, 2009.
  • 13. Referências (resumo) LASHLEY, C. Para um entendimento teórico. In: LASHLEY, C.; MORRISON, A. (Orgs.) Em busca da hospitalidade: perspectivas para um mundo globalizado. Barueri (SP): Manole, 2004. LASHLEY, C.; LYNCH, P.; MORRISON, A. Hospitality: a social lens. University of Strathclyde, Amsterdam (UK), 2007. MICHAEL J.; ENRIGHT; JAMES; NEWTON. Determinants of tourism destination competitiveness in Asia Pacific: comprehensiveness and universality. Journal of Travel Research, v. 43, p. 339-350, maio, 2005. MITCHELL, R. K.; AGLE, B.; WOOD, D. J. Toward a theory of stakeholder identification and salience: defining the principle of who and what really counts. Academy of Management Review, v. 22, n. 4, p. 853-886, 1997. ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO (OMT). Turismo internacional: uma perspectiva global. Porto Alegre: Bookman, 2003. PINHEIRO, A. C. B. Stakeholders e o destino turístico: estudo de caso da cidade de Cuiabá (MT). Dissertação de mestrado. São Paulo. Programa de Hospitalidade. Universidade Anhembi Morumbi, 2012. PORTER, M. The five competitive forces that shape strategy. Harvard Business Review, p. 1-18, janeiro, 2008.
  • 14. Referências (resumo) SANTOS, A. F. L.; CAVENAGUI, A. J.; GUIZI, A. A. Análise sobre o Programa de Revitalização e Desenvolvimento da Região Central Histórica de Santos, São Paulo, Brasil (Alegra Centro). In: XI Seminário da Associação de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo. Anais eletrônico. Disponível em: < http://www.anptur.org.br/anptur/anais/v.10/Anais/DTP1/105.pdf >. Acesso em: 23 de julho de 2015. SILVA, F. C. A formação de agenda de políticas públicas de turismo em âmbito local: os casos de Ouro Preto (MG) e Paraty (RJ). Tese de Doutorado. Fundação Getúlio Vargas. São Paulo, 2015. SOLHA, K. T. Órgãos públicos estaduais e o desenvolvimento do turismo no Brasil. Tese de Doutorado. Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP). São Paulo, 2004. STONER, J. A. F.; FREEMAN, R. E. Administração. Rio de Janeiro: Prentice Hall do Brasil, 1999. TOMAZZONI, E. L. Observatório de turismo e cultura, integração regional do cluster de turismo e desenvolvimento socioeconômico da Serra Gaúcha. In: BENI, M. C. (Org.) Turismo: planejamento estratégico e capacidade de gestão. Barueri (SP): Manole, 2012.
  • 15. Referências (resumo) TRINDADE, D. P.; JOÃO, B. N.; CLARO, J. A. C. S. Vantagem competitiva no turismo regional: uma análise do turismo na Região Metropolitana da Baixada Santista. In: XV Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais. Anais eletrônicos. Disponível em: < http://www.simpoi.fgvsp.br/arquivo/2012/artigos/E2012_T00109_PCN29539.pdf >. Acesso em: 06 de março de 2015. WADA; E. K. Reflexões de uma aprendiz de hospitalidade. In: DENCKER, A. F. M.; BUENO, M. S. Hospitalidade: cenários e oportunidades. São Paulo: Pioneira Thomsom Learning, 2003. YIN, R. Estudo de Caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005. ZAGO, A. P. Dinâmica de stakeholders e co-criação de valor em museus: estudo de casos múltiplos do circuito cultural Praça da Liberdade, Belo Horizonte (MG). Dissertação de mestrado. São Paulo. Programa de Hospitalidade. Universidade Anhembi Morumbi, 2011.
  • 16. Muito obrigado!! “Certamente, nem todas as comunidades em que predomina a confiança de conseguir realizá-la conseguirão tal feito, mas aquelas em que falta a confiança seguramente fracassarão” (BENI, 2012, p. 535) Imagem: Itanhaém (SP)