SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur):
uma proposta viável?
Aristides Faria Lopes dos Santos | Elizabeth Kyoko Wada | Carlos Lucio Martins
Encontro Nacional de Estudantes de Turismo
01 a 03 de junho de 2017 | São Paulo (SP)
Premissa original
• A coesão entre os players de
um mercado em um dado
território é fator-chave no
gerenciamento de crises ou na
concorrência contra
competidores – novos ou já
estabelecidos.
• O produto turístico é composto
pelo encadeamento de ofertas
baseadas tanto nos polos
emissores quanto nos
destinos, assim, a perspectiva
esta muda e a coesão entre
estes players ganha
importância.
Problema de pesquisa
• Quais fatores influenciam a
viabilidade da implementação
de uma solução de base
tecnológica que auxilie
destination management
organizations (DMOs) no
gerenciamento das demandas
de seus stakeholders?
Referencial teórico
• Hospitalidade
– LUGOSI, P. (2008). Hospitality spaces, hospitable moments: consumer
encounters and affective experiences in commercial settings. Journal of
Foodservice, 19 (2), pp. 139-149.
• Serviços
– HUANG, C. D.; GOO, J.; NAM, K.; YOO, C. W. (2017). Smart Tourism
Technologies in Travel Planning: The Role of Exploration and Exploitation.
Information and Management (accepted manuscript).
Referencial teórico
• Turismo
– EICHHORN, V.; MILLER, G.; MICHOPOULOU, E.; BUHALIS, D. (2008). Enabling access
to tourism through information schemes? Annals of Tourism Research, vol. 35, no.
1, pp. 189–210.
• Competitividade
– SAFTIC, D.; TEZAK, A.; LUK, N. (2011). Stakeholder approach in tourism
management: implication in Croatian tourism. In: 30th International Conference on
Organizational Science Development. Portorož, Slovenia.
• Stakeholders
– MUNRO, A., KING, B., POLONSKY, M. J., (2006). Stakeholder Involvement in the
Public Planning Process: The Case of the Proposed Twelve Apostles Visitor Centre.
Journal of Hospitality and Tourism Management, vol. 13, no. 1, 97-107.
Objeto de pesquisa
Observatoriodoturismo.com
Perspectivas sobre a viabilidade do SIGESTur
EmpresarialAcadêmica
Finalista no I Camp de Inovação no Turismo (2016)
Considerações finais
• O Sistema mostra-se inovador e viável, sobretudo, por sua sólida
fundamentação teórica no campo do turismo e no entendimento de
que as relações de hospitalidade e hostilidade entre os stakeholders
atuantes em um destino impactam sobre o nível de competitividade
do mesmo.
• O Sistema é, então, proposto a partir da premissa de que as DMOs
têm de liderar e serem protagonistas na geração de coesão entre os
players do mercado turístico.
SIGESTur
Este sistema
representa a
profissionalização da
gestão pública do
turismo e
transparência ao
cidadão, os
profissionais e
empresários do
setor.
Muito obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaAristides Faria
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)Aristides Faria
 
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19Aristides Faria
 
CLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SE
CLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SECLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SE
CLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SELeylane Meneses
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11
Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11
Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11Aristides Faria
 
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)Aristides Faria
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17Aristides Faria
 
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...Aristides Faria
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)Aristides Faria
 
A tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança TurísticaA tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança TurísticaLeylane Meneses
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoAristides Faria
 
Seminário de regionalização
Seminário de regionalizaçãoSeminário de regionalização
Seminário de regionalizaçãoKarlla Costa
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19Aristides Faria
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)Aristides Faria
 
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)Aristides Faria
 
FUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aula
FUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aulaFUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aula
FUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aulaElton Rodrigues
 
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aristides Faria
 
Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aristides Faria
 

Mais procurados (20)

WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
 
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
 
CLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SE
CLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SECLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SE
CLUSTER TURÍSTICO COMO MODELO DE GOVERNANÇA NA ZONA COSTEIRA DE ARACAJU/SE
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11
Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11
Fundamentos do Turismo (I): aulas 10 e 11
 
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
Fundamentos do Turismo (I): aulas 15 a 17
 
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados...
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 12 a 14)
 
Slide iot
Slide iotSlide iot
Slide iot
 
A tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança TurísticaA tecnologia móvel para governança Turística
A tecnologia móvel para governança Turística
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
 
Seminário de regionalização
Seminário de regionalizaçãoSeminário de regionalização
Seminário de regionalização
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
Fundamentos do Turismo (I): aulas 18 e 19
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 16 e 17)
 
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)
Disciplina Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao) (aulas 15 e 16)
 
FUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aula
FUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aulaFUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aula
FUNESO - Marketing turístico - 15.08 - Planejamento de aula
 
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugura de Fundamentos do Turismo (IFSP Campus Cubatao)
 
Portfólio Consultoria em Turismo.
Portfólio Consultoria em Turismo.Portfólio Consultoria em Turismo.
Portfólio Consultoria em Turismo.
 
Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)
Aula inaugural de Marketing e Turismo (IFSP Campus Cubatao)
 

Semelhante a Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)

Análise do Journal of Travel Research (04/2017)
Análise do Journal of Travel Research (04/2017)Análise do Journal of Travel Research (04/2017)
Análise do Journal of Travel Research (04/2017)Aristides Faria
 
Competitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoCompetitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoAristides Faria
 
Competitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoCompetitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoAristides Faria
 
Estudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo BrasileiroEstudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo BrasileiroWalfrido dos Mares Guia
 
A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...
A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...
A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...Leonardo Seabra
 
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...Ana Carolina Borges Pinheiro
 
The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...
The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...
The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...Nuno Alexandre Abranja
 
Manual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdf
Manual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdfManual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdf
Manual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdfssuserd70dab
 
Seminário de abertura
Seminário de aberturaSeminário de abertura
Seminário de aberturaKarlla Costa
 
Inovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada Real
Inovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada RealInovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada Real
Inovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada RealLilianMilena
 
noções conceituais de turismo
 noções conceituais de turismo noções conceituais de turismo
noções conceituais de turismoKarlla Costa
 
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada praticas_sustentabilidade
 
A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...
A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...
A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...Eveline do Rosário Santos
 
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
Santos (Sp)   regionalizacao do turismoSantos (Sp)   regionalizacao do turismo
Santos (Sp) regionalizacao do turismoAristides Faria
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosAristides Faria
 
Projeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdf
Projeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdfProjeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdf
Projeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdfHELENO FAVACHO
 

Semelhante a Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur) (20)

Análise do Journal of Travel Research (04/2017)
Análise do Journal of Travel Research (04/2017)Análise do Journal of Travel Research (04/2017)
Análise do Journal of Travel Research (04/2017)
 
Competitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoCompetitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismo
 
Competitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoCompetitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismo
 
Estudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo BrasileiroEstudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
Estudos da Competitividade do Turismo Brasileiro
 
A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...
A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...
A competitividade entre destinos na era das redes sociais: Uma investigação s...
 
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
Reflexões preliminares sobre os stakeholders e o destino turístico: Estudo de...
 
The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...
The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...
The relation between the Travel Agencies and the Internet [Rev cenário (nº2,v...
 
Manual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdf
Manual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdfManual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdf
Manual-Turismo-e-Empreendedorismo-Final.pdf
 
Seminário de abertura
Seminário de aberturaSeminário de abertura
Seminário de abertura
 
Inovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada Real
Inovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada RealInovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada Real
Inovação estratégica do setor turístico em Minas Gerais: o caso Estrada Real
 
1608
16081608
1608
 
232_O_Novo_Agente_de_Turismo.pdf
232_O_Novo_Agente_de_Turismo.pdf232_O_Novo_Agente_de_Turismo.pdf
232_O_Novo_Agente_de_Turismo.pdf
 
Aula ejarque3
Aula ejarque3Aula ejarque3
Aula ejarque3
 
noções conceituais de turismo
 noções conceituais de turismo noções conceituais de turismo
noções conceituais de turismo
 
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
 
Hotéis Sustentáveis – Alexandre Garrido
Hotéis Sustentáveis – Alexandre GarridoHotéis Sustentáveis – Alexandre Garrido
Hotéis Sustentáveis – Alexandre Garrido
 
A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...
A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...
A desejável sinergia entre o marketing de destinos turísticos e o planejament...
 
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
Santos (Sp)   regionalizacao do turismoSantos (Sp)   regionalizacao do turismo
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
 
Projeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdf
Projeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdfProjeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdf
Projeto de Turismo para sua região - Gestão de Turismo 2º e 3º semestre.pdf
 

Mais de Aristides Faria

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Aristides Faria
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxAristides Faria
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Aristides Faria
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloAristides Faria
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Aristides Faria
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Aristides Faria
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAristides Faria
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Aristides Faria
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Aristides Faria
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Aristides Faria
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Aristides Faria
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyAristides Faria
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Aristides Faria
 
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...Aristides Faria
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14
Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14
Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14Aristides Faria
 

Mais de Aristides Faria (15)

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: survey
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
 
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
Competitiveness in the travel and tourism sector: multiple case study in the ...
 
Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14
Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14
Fundamentos do Turismo (I): aulas 12 a 14
 

Último

O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 

Último (20)

O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 

Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur)

  • 1. Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos (SIGESTur): uma proposta viável? Aristides Faria Lopes dos Santos | Elizabeth Kyoko Wada | Carlos Lucio Martins Encontro Nacional de Estudantes de Turismo 01 a 03 de junho de 2017 | São Paulo (SP)
  • 2. Premissa original • A coesão entre os players de um mercado em um dado território é fator-chave no gerenciamento de crises ou na concorrência contra competidores – novos ou já estabelecidos. • O produto turístico é composto pelo encadeamento de ofertas baseadas tanto nos polos emissores quanto nos destinos, assim, a perspectiva esta muda e a coesão entre estes players ganha importância.
  • 3. Problema de pesquisa • Quais fatores influenciam a viabilidade da implementação de uma solução de base tecnológica que auxilie destination management organizations (DMOs) no gerenciamento das demandas de seus stakeholders?
  • 4. Referencial teórico • Hospitalidade – LUGOSI, P. (2008). Hospitality spaces, hospitable moments: consumer encounters and affective experiences in commercial settings. Journal of Foodservice, 19 (2), pp. 139-149. • Serviços – HUANG, C. D.; GOO, J.; NAM, K.; YOO, C. W. (2017). Smart Tourism Technologies in Travel Planning: The Role of Exploration and Exploitation. Information and Management (accepted manuscript).
  • 5. Referencial teórico • Turismo – EICHHORN, V.; MILLER, G.; MICHOPOULOU, E.; BUHALIS, D. (2008). Enabling access to tourism through information schemes? Annals of Tourism Research, vol. 35, no. 1, pp. 189–210. • Competitividade – SAFTIC, D.; TEZAK, A.; LUK, N. (2011). Stakeholder approach in tourism management: implication in Croatian tourism. In: 30th International Conference on Organizational Science Development. Portorož, Slovenia. • Stakeholders – MUNRO, A., KING, B., POLONSKY, M. J., (2006). Stakeholder Involvement in the Public Planning Process: The Case of the Proposed Twelve Apostles Visitor Centre. Journal of Hospitality and Tourism Management, vol. 13, no. 1, 97-107.
  • 7. Perspectivas sobre a viabilidade do SIGESTur EmpresarialAcadêmica
  • 8. Finalista no I Camp de Inovação no Turismo (2016)
  • 9. Considerações finais • O Sistema mostra-se inovador e viável, sobretudo, por sua sólida fundamentação teórica no campo do turismo e no entendimento de que as relações de hospitalidade e hostilidade entre os stakeholders atuantes em um destino impactam sobre o nível de competitividade do mesmo. • O Sistema é, então, proposto a partir da premissa de que as DMOs têm de liderar e serem protagonistas na geração de coesão entre os players do mercado turístico.
  • 10. SIGESTur Este sistema representa a profissionalização da gestão pública do turismo e transparência ao cidadão, os profissionais e empresários do setor. Muito obrigado!