Mecânica-cinemática 2012

1.241 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.241
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mecânica-cinemática 2012

  1. 1. Capítulo 6MECÂNICA - CINEMÁTICA
  2. 2. CinemáticaCONCEITOS FUNDAMENTAIS
  3. 3. 1. REFERENCIAL É um corpo ou um conjunto de corpos que usamos para estabelecer a posição de outros corpos.
  4. 4. MOVIMENTO REPOUSO A posição de um corpo varia,  A posição de um corpo não em relação a um referencial, varia, em relação a um ao longo do tempo. referencial, ao longo do tempo.2. MOVIMENTO E REPOUSO
  5. 5. 3. TRAJETÓRIA DE UM PONTO É o caminho descrito pelo corpo. Depende do referencial. Quando está em repouso a trajetória é um ponto.
  6. 6. 4. DIREÇÃO E SENTIDO Uma reta define uma direção no espaço. Essa reta admite 2 orientações, que são os possíveis sentidos.
  7. 7. GRANDEZA FÍSICA ESCALAR GRANDEZA FÍSICA VETORIAL É toda aquela que basta um  É toda aquela que, além de número e uma unidade para um número e uma unidade que fique totalmente de medida, necessita de determinada. uma direção e de um sentido para que fique totalmente  Massa determinada.  Volume  Temperatura  Deslocamento  Densidade  Velocidade  Força5. GRANDEZAS FÍSICAS
  8. 8. 1. FORÇA É a grandeza que pode causar:  Variações de velocidade de um corpo  Deformações em um corpo Para que uma força atue num corpo é preciso que haja uma interação entre esse corpo e outro. As interações podem ser de campo ou de contato. No SI a unidade é N (kg.m.s-²) Existe também o kgf, em que 1kgf=9,8 N
  9. 9. 2. FORÇA RESULTANTE É a soma vetorial de todas as forças que atuam num corpo.É a resultante que altera a velocidade desse corpo. Pode ser representada por R ou Fr.
  10. 10. CinemáticaESTUDO DOS MOVIMENTOS
  11. 11. 1. VELOCIDADE MÉDIA deslocamento É a variação do espaço percorrido ou deslocamento que ocorre, em média, na unidade de intervalo de tempo tempo escolhida. No SI: m/s No sentido da trajetória: V0 (movimento progressivo) No sentido oposto da trajetória: V0 (movimento retrógrado)
  12. 12. 2. VELOCIDADE INSTANTÂNEA É a grandeza que indica a rapidez de um corpo num determinado instante.
  13. 13. 3. ACELERAÇÃO É a variação da velocidade instantânea que ocorre, em média, na unidade de tempo. Se dizemos que um móvel tem uma aceleração de 5m.s-2 , isso significa que a velocidade varia, em média, 5m.s-1 em cada segundo. variação da velocidade intervalo de tempo
  14. 14. MOVIMENTO ACELERADOMOVIMENTO UNIFORME  É quando o corpo é cada vez É quando sua velocidade é mais veloz com o passar do constante e diferente de tempo. zero. Assim, ele se desloca sempre com a mesma MOVIMENTO RETARDADO rapidez.  É quando o corpo é cada vez mais lento com o passar do tempo.4. MOVIMENTOS
  15. 15. 4. MOVIMENTOS
  16. 16. 5. MOVIMENTO UNIFORME É aquele em que a velocidade é constante diferente de zero.
  17. 17. 6. MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO É aquele que em que a velocidade varia ao longo do tempo de modo regular, uniforme.
  18. 18. 7. QUEDA LIVRE Quando um objeto cai livremente, sem a resistência do ar ou qualquer outro fator que se oponha ao movimento. Nessas circunstâncias, o único fator que atua no movimento do objeto é a atração gravitacional da Terra.
  19. 19. 8. ACELERAÇÃO DA GRAVIDADE O valor da aceleração da gravidade, o g, é o mesmo para todos os corpos em queda, numa mesma localidade na Terra. g= 9,8 m.s-2 Costumamos aproximar para fins práticos para 10 m.s-2
  20. 20. CinemáticaOS 3 PRINCÍPIOS DA DINÂMICA
  21. 21. 1ª LEI DE NEWTONPRINCÍPIO DA INÉRCIA
  22. 22. 1ª LEI Na ausência de forças externas (como atrito e resistência do ar), um objeto em repouso permanece em repouso e um objeto em movimento permanece em movimento.
  23. 23. MASSA Definição 1: grandeza associada à quantidade de matéria que um corpo possui. Definição 2: é a medida da inércia de um corpo, ou seja, da dificuldade que temos para produzir nele uma aceleração. Definição 3: é a medida da capacidade que o corpo tem de exercer atração de determinada natureza sobre outros corpos. (Ex: Terra e Lua) No SI a unidade é o quilograma (kg)
  24. 24. 2ª LEI DE NEWTONPRINCÍPIO FUNDAMENTAL DA DINÂMICA
  25. 25. 2ª LEI É chamada de Princípio Fundamental da Dinâmica. Segundo ela, uma força F atuando sobre um corpo de massa m, provoca uma aceleração a. A aceleração de um corpo submetido a uma força resultante externa é inversamente proporcional a sua massa. Ou seja, quanto maior a massa, maior a resistência à aceleração, maior inércia. Irá ser representada pela fórmula: Neste caso, devemos calcular a força resultante realizando uma soma vetorial das forças, antes de usar a Segunda Lei para calcular a aceleração.
  26. 26. Força Resultante (N) Massa (kg) Aceleração (m.s-2)
  27. 27. 3ª LEI DE NEWTONPRINCÍPIO DA AÇÃO E REAÇÃO
  28. 28. 3ª LEI Toda vez que um corpo A exerce uma força F num corpo B, este também exerce em A uma força F tal que essas forças:  Têm a mesma intensidade (módulo);  Têm a mesma direção;  Têm sentidos opostos;  Tem a mesma natureza, sendo ambas de campo ou ambas de contato.  Não se equilibram, pois estão aplicadas em corpos diferentes.
  29. 29. 4. FORÇA PESO É a força de campo (não nessecita contato)relacionada ao campo gravitacional de um astro sobre um corpo de massa m. P=m.g g pode variar de astro para astro. Um objeto de massa 1kg tem peso igual a 10 N. Alguém com massa de 70 kg tem peso de 700N.
  30. 30. Newton’s 2nd Law proves that different massesaccelerate to the earth at the same rate, but withdifferent forces.• We know that objects with different masses accelerate to the ground at the same rate.• However, because of the 2nd Law we know that they don’t hit the ground with the same force. F = ma F = ma 98 N = 10 kg x 9.8 m/s/s 9.8 N = 1 kg x 9.8 m/s/s

×