O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Movimentos E ForçAs

35.657 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Movimentos E ForçAs

  1. 1. MOVIMENTOS E FORÇAS
  2. 2. MOVIMENTO E REPOUSO Movimento – Um corpo está em movimento se há alteração da posição do corpo ao longo do tempo em relação a um determinado referencial. Repouso – Um corpo está em repouso quando a posição do corpo não varia à medida que o tempo decorre e em relação a um determinado referencial.
  3. 3. Trajectória Um corpo ao movimentar-se vai ocupando sucessivas posições no espaço. A linha que une os pontos correspondentes a essas posições designa-se trajectória. Pode haver trajectórias diferentes para ir de um local para outro.
  4. 4. Tipos de Trajectórias Curvilínea (circular) Rectilínea Curvilínea (elíptica)
  5. 5. Órbitas dos planetas
  6. 6. Distância:comprimento total da trajectória. Quanto maior é o comprimento da trajectória maior é a distância percorrida.
  7. 7. O João e o Manuel são irmãos. Andam na mesma escola e saem de casa à mesma hora. Seguem trajectórias diferentes, mas no entanto, chegam à escola ao mesmo tempo. O Manuel moveu-se com maior velocidade.
  8. 8. Velocidade Média  Calcula-se dividindo a distância percorrida pelo tempo que se demorou a percorrê-la. A Terra move-se em torno do Sol com velocidade média de 30 km/s. Isto significa que, num segundo, a Terra percorre em média 30 km.
  9. 9. FORÇAS GRAVÍTICAS No seu movimento em torno do Sol, os planetas executam trajectórias curvilíneas, pelo que que deverá existir uma força responsável por este tipo de movimento: Força da Gravidade. Newton percebeu um dia, quando estava debaixo de uma macieira e uma maçã lhe caiu na cabeça, que a força que fazia cair a maçã era do mesmo tipo da força que puxava a Lua para a Terra. Newton descobriu, portanto, que a força gravítica não existe apenas à superfície da Terra: existem todo o lado do universo, pelo que se diz universal.
  10. 10. Força da Gravidade: é uma força de atracção cuja intensidade é tanto maior quanto maiores forem as massas dos corpos e quanto menor for a distância entre eles. Tem: A direcção da linha que une os corpos; O sentido do corpo atraído para o corpo que exerce a atracção.
  11. 11. A intensidade das forças gravitacionais é tanto maior quanto maiores forem os corpos que se atraem e quanto menor for a distância entre eles.
  12. 12. Fenómeno das Marés Desde há muitos séculos que se associam os fenómenos das marés à Lua. No entanto, só no séc. XVII, Newton explicou correctamente o fenómeno das marés através da atracção gravitacional da Lua e do Sol sobre as águas do mar. Marés: são o fenómeno periódico da subida e da descida do nível dos mares.
  13. 13. Fenómeno das Marés As marés devem-se, sobretudo, às forças gravíticas que a Lua exerce sobre a Terra. Elas exercem-se sobre as partes sólidas e líquidas, mas é nas líquidas que se nota mais esse efeito. Maré Alta: quando o nível das águas alcança o seu máximo e aí permanece cerca de 8 minutos. Maré Baixa: quando o nível das águas atinge o nível mínimo.
  14. 14. Fenómeno das Marés As partes da Terra mais próximas da Lua são mais atraídas, deformando a Terra. A atracção da Lua é maior sobre a água que se encontra mais próximo dela (I).
  15. 15. Fenómeno das Marés: Efeito do Sol Quando o efeito da atracção do Sol se soma ao da Lua, as marés atingem níveis mais elevados e mais baixos, ocorrem as marés vivas; caso contrário, têm-se marés mortas.
  16. 16. Peso e Massa de um corpo Na linguagem do dia-a-dia, confunde-se muitas vezes massa e peso! Dizemos por exemplo: “ O meu peso é 70 kg.” “Quantos quilogramas pesa este pacote de farinha?” No entanto, na Física, massa e peso são duas grandezas diferentes.
  17. 17. Massa de um corpo Quantidade de matéria que existe num corpo; O valor da massa não varia qualquer que seja o local onde se encontre; Trata-se de uma grandeza escalar, que fica perfeitamente definida pelo valor numérico e respectiva unidade de medida (quilograma, kg, no SI). Mede-se com balanças.
  18. 18. Massa de um corpo “Usei 0,5 kg de farinha na confecção de um bolo. “ Não há dúvidas de que nos estamos a referir ao conceito de massa de um corpo! Se transportássemos essa farinha para a Lua, o pacote manteria as características e a massa seria a mesma. Se pesássemos a farinha numa balança de pratos, poderíamos comprovar que continuávamos na presença de 0,5 kg de farinha.
  19. 19. Peso de um corpo É uma força que corresponde aproximadamente à força de atracção gravitacional que os planetas exercem sobre os corpos que neles se encontram.  É uma grandeza vectorial e representa-se por P
  20. 20. Relação entre a Massa e o Peso de um corpo O peso do corpo varia com a massa do planeta. Quanto maior for a massa do planeta, maior é o peso do corpo. E quanto menor for a massa do planeta, menor é o peso do corpo.
  21. 21. Relação entre a Massa e o Peso de um corpo No mesmo lugar da Terra. O peso de um corpo é tanto maior quanto maior for a sua massa. Se a massa de um corpo B é o dobro da massa de um corpo A, então, o peso de B também é o dobro do peso de A.
  22. 22. Variação do Peso com a altitude O peso é tanto menor quanto maior for a altitude do lugar onde se encontra, porque, se a altitude é maior, a distância do corpo ao centro da Terra é maior.
  23. 23. Variação do Peso com a latitude O peso é tanto maior quanto maior for a latitude do lugar onde se encontra. Nas zonas próximas do equador, onde a latitude é menor, a distância ao centro da Terra é maior, logo o peso é menor. Nas zonas próximas dos pólos, onde a latitude é maior, a distância ao centro da Terra é menor, logo o peso é maior.
  24. 24. Massa Peso Grandeza escalar Grandeza vectorial Exprime-se em kg Exprime-se em Newton Mede-se com balanças Mede-se com dinamómetros Não varia Varia com a massa, altitude e latitude

×