SlideShare uma empresa Scribd logo

LBA LIÇÃO 7 - A salvação pela graça

1. A Lei no Antigo Testamento tem a função de instruir e ensinar, mas o ser humano não consegue cumpri-la totalmente. 2. A graça de Deus por meio de Cristo oferece a salvação que a Lei não pode dar. 3. Muitos não compreendem que a salvação é um presente gratuito da graça divina, não um pagamento por obras.

1 de 28
Baixar para ler offline
LBA LIÇÃO 7 - A salvação pela graça
LBA LIÇÃO 7 - A salvação pela graça
TEXTO ÁUREO
"Pois assim como por uma só ofensa
veio o juízo sobre todos os homens
para condenação, assim também por
um só ato de justiça veio a graça sobre
todos os homens para justificação de
vida."
(Rm 5.18)
VERDADE PRÁTICA
A nossa salvação é fruto único e
exclusivo da graça de Deus.
LEITURA BÍBLICA
Romanos 5.6-10,
15,17,18,20; 11.6
6 - Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu
tempo pelos ímpios.
7 - Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá
ser que pelo bom alguém ouse morrer.
8 - Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo
morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.
9 - Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue,
seremos por ele salvos da ira.
10 - Porque, se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com
Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já
reconciliados, seremos salvos pela sua vida.
15 - Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa; porque,
se, pela ofensa de um, morreram muitos, muito mais a graça
de Deus e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus
Cristo, abundou sobre muitos.

Recomendados

A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.Márcio Martins
 
Salvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre ArbítrioSalvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre ArbítrioMárcio Martins
 
Apresentação Graça e Salvação
Apresentação  Graça e SalvaçãoApresentação  Graça e Salvação
Apresentação Graça e SalvaçãoMárcio Melânia
 
Lição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaLição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaErberson Pinheiro
 
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Márcio Martins
 
A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.Márcio Martins
 
LBA LIÇÃO 4 - Salvação, o amor e a misericórdia de deus
LBA LIÇÃO 4 - Salvação, o amor e a misericórdia de deusLBA LIÇÃO 4 - Salvação, o amor e a misericórdia de deus
LBA LIÇÃO 4 - Salvação, o amor e a misericórdia de deusNatalino das Neves Neves
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaErberson Pinheiro
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusErberson Pinheiro
 
Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Márcio Martins
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaÉder Tomé
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusÉder Tomé
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoErberson Pinheiro
 
Lição 13 – Glorificados em Cristo
Lição 13 – Glorificados em CristoLição 13 – Glorificados em Cristo
Lição 13 – Glorificados em CristoÉder Tomé
 
LBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvação
LBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvaçãoLBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvação
LBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvaçãoNatalino das Neves Neves
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoErberson Pinheiro
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouErberson Pinheiro
 
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.Márcio Martins
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.Márcio Martins
 
A Bondade que Confere Vida.
A Bondade que Confere Vida.A Bondade que Confere Vida.
A Bondade que Confere Vida.Márcio Martins
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusÉder Tomé
 
LBA LIÇÃO 1 - Uma promessa de salvação
LBA LIÇÃO 1 -  Uma promessa de salvaçãoLBA LIÇÃO 1 -  Uma promessa de salvação
LBA LIÇÃO 1 - Uma promessa de salvaçãoNatalino das Neves Neves
 
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015Pr. Andre Luiz
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a DeusÉder Tomé
 

Mais procurados (20)

Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
 
Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 13 – Glorificados em Cristo
Lição 13 – Glorificados em CristoLição 13 – Glorificados em Cristo
Lição 13 – Glorificados em Cristo
 
LBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvação
LBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvaçãoLBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvação
LBA LIÇÃO 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
 
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
 
A justiça divina
A justiça divinaA justiça divina
A justiça divina
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.
 
A Bondade que Confere Vida.
A Bondade que Confere Vida.A Bondade que Confere Vida.
A Bondade que Confere Vida.
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
LBA LIÇÃO 1 - Uma promessa de salvação
LBA LIÇÃO 1 -  Uma promessa de salvaçãoLBA LIÇÃO 1 -  Uma promessa de salvação
LBA LIÇÃO 1 - Uma promessa de salvação
 
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
O Evangelho da Graça - Lição 02 - 3º Trimestre de 2015
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e sua restauração a Deus
 
A Doutrina da Salvação
A Doutrina da SalvaçãoA Doutrina da Salvação
A Doutrina da Salvação
 
LBA LIÇÃO 10 - O processo da salvação
LBA LIÇÃO 10 - O processo da salvaçãoLBA LIÇÃO 10 - O processo da salvação
LBA LIÇÃO 10 - O processo da salvação
 
LBA LIÇÃO 11- Adotados por deus
LBA LIÇÃO 11- Adotados por deusLBA LIÇÃO 11- Adotados por deus
LBA LIÇÃO 11- Adotados por deus
 

Destaque

Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusErberson Pinheiro
 
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICALição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICAErberson Pinheiro
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoErberson Pinheiro
 
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximoLição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximoErberson Pinheiro
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoErberson Pinheiro
 
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOSLição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOSErberson Pinheiro
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoErberson Pinheiro
 
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luzLição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luzErberson Pinheiro
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaErberson Pinheiro
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasErberson Pinheiro
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteErberson Pinheiro
 
Lição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoLição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoÉder Tomé
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialErberson Pinheiro
 
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãErberson Pinheiro
 
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrioLBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrioNatalino das Neves Neves
 
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoLição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoÉder Tomé
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioAilton da Silva
 

Destaque (18)

Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
 
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICALição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
 
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximoLição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOSLição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
 
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luzLição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestante
 
Lição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoLição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de Cristo
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
 
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
 
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrioLBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
 
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoLição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 

Semelhante a LBA LIÇÃO 7 - A salvação pela graça

Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2fogotv
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaAilton da Silva
 
Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.Márcio Martins
 
Lição 09 a graça
Lição 09   a graçaLição 09   a graça
Lição 09 a graçaajcm3110
 
Ebd adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02
Ebd   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02Ebd   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02
Ebd adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02Joel Silva
 
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015Joel Oliveira
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 083º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 08Joel Silva
 
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 05
Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 05Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 05
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 05Joel Silva
 
2016 2º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 05.pptx2016 2º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 05.pptxJoel Silva
 
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05Joel Silva
 
lição 5 - A maravilhosa graça
lição 5 - A maravilhosa graçalição 5 - A maravilhosa graça
lição 5 - A maravilhosa graçaErberson Pinheiro
 
Os apóstolos e a lei_1122014_GGR
Os apóstolos e a lei_1122014_GGROs apóstolos e a lei_1122014_GGR
Os apóstolos e a lei_1122014_GGRGerson G. Ramos
 
Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016
Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016
Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 
LBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deus
LBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deusLBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deus
LBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deusNatalino das Neves Neves
 
Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.
Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.
Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Os Benefícios da Justificação
Os Benefícios da JustificaçãoOs Benefícios da Justificação
Os Benefícios da JustificaçãoLuciana Evangelista
 
U.XI - Salvação em Cristo - Parte I
U.XI - Salvação em Cristo - Parte IU.XI - Salvação em Cristo - Parte I
U.XI - Salvação em Cristo - Parte IRamón Zazatt
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida antonio vieira
 

Semelhante a LBA LIÇÃO 7 - A salvação pela graça (20)

Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2Lei E GraçA Modulo 2
Lei E GraçA Modulo 2
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.Vivendo de Forma Moderada.
Vivendo de Forma Moderada.
 
Lição 09 a graça
Lição 09   a graçaLição 09   a graça
Lição 09 a graça
 
Ebd adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02
Ebd   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02Ebd   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02
Ebd adolescentes - 4ºtrimestre 2016 - lição 02
 
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 083º trimestre 2015 juvenis lição 08
3º trimestre 2015 juvenis lição 08
 
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 05
Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 05Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 05
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 05
 
2016 2º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 05.pptx2016 2º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 05.pptx
 
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d  adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 05
 
lição 5 - A maravilhosa graça
lição 5 - A maravilhosa graçalição 5 - A maravilhosa graça
lição 5 - A maravilhosa graça
 
Os apóstolos e a lei_1122014_GGR
Os apóstolos e a lei_1122014_GGROs apóstolos e a lei_1122014_GGR
Os apóstolos e a lei_1122014_GGR
 
Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016
Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016
Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo - Lição 03 - 2º Trimestre de 2016
 
LBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deus
LBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deusLBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deus
LBA 2017 3 TRI Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a deus
 
Salvação_432014_GGR
Salvação_432014_GGRSalvação_432014_GGR
Salvação_432014_GGR
 
Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.
Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.
Ebd lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 7 A vida segundo o Espírito.
 
3 romanos.pptx
3 romanos.pptx3 romanos.pptx
3 romanos.pptx
 
Os Benefícios da Justificação
Os Benefícios da JustificaçãoOs Benefícios da Justificação
Os Benefícios da Justificação
 
U.XI - Salvação em Cristo - Parte I
U.XI - Salvação em Cristo - Parte IU.XI - Salvação em Cristo - Parte I
U.XI - Salvação em Cristo - Parte I
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida
 

Mais de Natalino das Neves Neves

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTONatalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSNatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSNatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSNatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULONatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULONatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINANatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINANatalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaNatalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaNatalino das Neves Neves
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoNatalino das Neves Neves
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoNatalino das Neves Neves
 

Mais de Natalino das Neves Neves (20)

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
 

Último

A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...excellenceeducaciona
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Prime Assessoria
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxColmeias
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...apoioacademicoead
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...excellenceeducaciona
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
Considerando a Teoria da Autodeterminação abordada no livro da disciplina, de...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 

LBA LIÇÃO 7 - A salvação pela graça

  • 3. TEXTO ÁUREO "Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida." (Rm 5.18)
  • 4. VERDADE PRÁTICA A nossa salvação é fruto único e exclusivo da graça de Deus.
  • 6. 6 - Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. 7 - Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. 8 - Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. 9 - Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. 10 - Porque, se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida. 15 - Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa; porque, se, pela ofensa de um, morreram muitos, muito mais a graça de Deus e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos.
  • 7. 17 - Porque, se, pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça e do dom da justiça reinarão em vida por um só, Jesus Cristo. 18 - Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida. 20 - Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; 11.6 - Mas, se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça.
  • 8. • A Lei no Antigo Testamento tem a função de instruir e ensinar ao povo. • Os mandamentos contêm preceitos indispensáveis de moral, de ética e de vida religiosa, sem os quais o povo viveria num caos. • Entretanto, o ser humano não é capaz de cumprir toda a Lei. • Por isso, a necessidade de alguém que pudesse cumpri-la no seu lugar e oferecer gratuitamente a salvação. “Pela graça sois salvos...” INTRODUÇÃO
  • 9. PONTO CENTRAL A salvação é resultado da graça divina.
  • 10. I - LEI E GRAÇA
  • 11. • A Lei tem o propósito espiritual de mostrar quão terrível é o pecado - "pela lei vem o conhecimento do pecado" (Rm 3.20). • A Lei também acaba por revelar a necessidade do ser humano da graça de Deus (Rm 7.19; Tg 2.10). • Jesus não veio anular a Lei, mas cumpri-la. • Muitos aspectos morais e éticos da Lei continuam vigorando até os dias atuais (Êx 20.1-17). 1. O propósito da Lei
  • 12. • A Lei foi uma espécie de guia para encontrarmos a Cristo por meio da graça (Gl 3.24). • Ela nos convence, pela impossibilidade de ser cumprida, de que não podemos alcançar a salvação sem Cristo. • Quando o ser humano faz uso da Lei para se justificar, por seus méritos, ela se torna depreciativa e uma barreira à salvação. • No entanto, quando utilizada para demonstrar a situação de dependência humana da graça divina, ela conduz à salvação gratuita em Cristo (Ef 2.8). 2. A Lei nos conduziu a Cristo
  • 13. • Paulo constata a superioridade do Espírito em relação à Lei (Gl 5.18; Rm 7.4; Gl 2.19). • O autor de Hebreus afirma que a Lei é imperfeita (Hb 8.6,7,13). • Cristo trouxe a graça e a verdade (Jo 1.17). • A graça é superior à lei, pois enquanto esta aponta para o pecado, aquela enfatiza no amor e misericórdia de Deus (Rm 5.8; 7.7). • A lei exige a justiça perfeita e divina. A graça revela a grandeza da misericórdia de Deus. 3. A graça revela que a Lei é imperfeita
  • 14. SINÓPSE DO TÓPICO Lei e graça: a justiça e a misericórdia de Deus.
  • 15. II - O FAVOR IMERECIDO DE DEUS
  • 16. • Não há pecador, por pior que seja, que não possa ser alcançado. • Onde abundou o pecado, que foi exposto pela Lei, superabundou a graça de Deus (Rm 5.20). • Por isso, que "se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo" (1 Jo 2.1). Você já pensou qual seria sua situação se não fosse a graça de Deus? 1. Superabundante graça
  • 17. • A graça opera mediante a fé no sacrifício vicário de Cristo Jesus. • Ambas, fé e graça, atuam juntamente na obra de salvação: a graça, o presente imerecido de Deus; a fé, a contrapartida humana à obra de Cristo. • Nesse sentido, não é a fé que opera a salvação, mas a graça de Deus que atua mediante a fé do crente no Filho de Deus (Rm 3.28; 5.2; Fp 3.9). 2. Fé e graça
  • 18. • A graça aplicada não significa um salvo conduto para a prática do pecado ou da libertinagem (Gl 5.13). • Pelo contrário, a graça de Deus nos convoca à obediência voluntária e amorosa à Deus. • O amor de Cristo nos "constrange" (2 Co 5.14) a fazer algo que agrade ao Pai (1 Ts 4.1). • O cristão salvo deve amar a Deus e ao próximo, viver em santidade e não na prática do pecadol(Rm 13.8; Jo 13.35; Rm 6.11,13). 3. A graça não é salvo conduto para pecar
  • 19. SINÓPSE DO TÓPICO Graça, o favor imerecido de Deus.
  • 20. III - O ESCÂNDALO DA GRAÇA
  • 21. • Devido a limitação de compreensão humana da verdadeira justiça, a graça é considerada um escândalo (Cl 2.14; Ef 2.8,9). • Pelos méritos próprios ninguém será justificado (Gl 2.16), mas somente mediante a graça e misericórdia de Deus(15.11). • Os judeus estavam cansados devido a imposição da Lei, mas cristo revelou o segredo do descanso para a alma (Mt 11.28-30). • Como a justificação não é por méritos, muitos têm a justificação pela fé por injusta. Para entender a justificação pela fé Leia Gl 3 e Rm4. 1. Seria a graça injusta?
  • 22. • Muitas pessoas não compreenderam os ensinamentos de Paulo sobre a graça (2 Pe 3.15,16). Dois extremos se destacam: 1. Liberdade total para pecar (Rm 6.1,2); 2. A impossibilidade de receber tão valioso presente (Gl 5.4,5). • O primeiro, naturalmente, conduz a pessoa à libertinagem (Hb 10.29). • O segundo extremo, naturalmente, conduz a pessoa ao legalismo, à hipocrisia e ao orgulho espiritual (Ef 2.8-10; Mt 23.23). 2. A divina graça incompreendida
  • 23. • Humanamente é impossível ao crente, alcançado pela graça, retribuir a Deus tão grande salvação. • Em nosso relacionamento com Deus, quem tem mérito é seu Filho, Jesus Cristo (Fp 2.9-11). • Por isso, Paulo afirma que a salvação é um presente de Deus (ver Rm 4.1-8). 3. Se deixar presentear pela graça
  • 24. SINÓPSE DO TÓPICO Não somos merecedores da graça divina.
  • 25. 1. A Lei é imperfeita, mas tem o seu propósito. Ela serviu como aio (guia) para conduzir o ser humano até Cristo. 2. A graça é um favor imerecido, mas não significa liberdade para pecar. Pelo contrário, constrange o salvo a obedecer à Deus e amar ao próximo. 3. Muitos por não entenderem o amor de Deus, tem a salvação como presente de Deus como injusta. No entanto, Deus se faz justiça por meio de Cristo e concede a reconciliação gratuita a quem a aceita, um presente. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 26. REFERÊNCIAS Dicionário Bíblico Wycliffe. Rio de Janeiro: CPAD, 2009. HORTON, Stanley M. Teologia Sistemática: Uma perspectiva pentecostal. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1996. LIÇÕES BÍBLICAS ADULTOS. A obra da Salvação: Jesus Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida. 4º Trim., Edição Professor, Rio de Janeiro, CPAD, 2017. NEVES, Natalino das. Justiça e Graça: um estudo da doutrina da salvação na Carta aos Romanos. CPAD: 2015. POMMERENING, Claiton Ivan. A obra da Salvação: Jesus Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida. Rio de Janeiro: CPAD, 2017.
  • 27. REFERÊNCIAS RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia: Uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo. 10ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. RICHARDS, Lawrence. Comentário Histórico- Cultural do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2007.
  • 28. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Facebook: www.facebook.com/natalino.neves Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 98409 8094 (TIM)