SlideShare uma empresa Scribd logo
"E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada
um de vós seja batizado em nome de Jesus
Cristo para perdão dos pecados, e recebereis
o dom do Espírito Santo."
(At 2.38).
O arrependimento do pecador é o primeiro
passo para receber, pela fé, a graciosa
salvação de Deus.
Atos 2.37-41.
37- E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e
perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos,
homens irmãos?
38- E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja
batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e
recebereis o dom do Espírito Santo;
39- Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e
a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso
Senhor chamar.
40- E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava,
dizendo: Salvai-vos desta geração perversa.
41- De sorte que foram batizados os que de bom grado
receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase
três mil almas
O arrependimento e a fé operam conjuntamente para a salvação. É o
pecador arrependido que crê no sacrifício vicário de Cristo na cruz do
Calvário. Essa fé leva o pecador arrependido a abandonar de vez a
situação de pecado, para então ser perdoado e,
experimentar assim, a paz de Deus em seu coração.
1. Definição de arrependimento.
No Antigo Testamento, arrependimento significa mudança de ideia ou
de propósito, no sentido de abandonar o pecado, voltando-se para
Deus de todo o coração, alma e força (Ne 1.9; Is 19.22).
Em o Novo Testamento, o verbo
arrepender é mais fortemente
expressado, pois significa "converter-se"
ou "retornar", termos que expressam a
mudança de mente, transformação do
pensamento, da consciência, das
atitudes, isto é, uma verdadeira
metanoia - do grego, "mudança da
mente, mudança do homem interior: a
mudança profunda e radical da mente".
Quando se passa pelo verdadeiro
arrependimento há uma tristeza sincera
pelo pecado praticado (2 Co 7.10) e
posterior compromisso de abandoná-lo
para abraçar a vontade de Deus.
2. O arrependimento na vida cotidiana.
O arrependimento nos livra das amarras do pecado, da culpa que
escraviza e nos tira a alegria de viver. Ele nos leva a experimentar a
cura da consciência cauterizada pelo pecado (1 Tm 4.2). Assim, o
arrependimento nos devolve a satisfação, a autoestima sadia (sem
orgulho ou narcisismo) que resulta em alegria e paz no coração.
Há na existência do cristão
diversas áreas da vida que talvez
ainda não tenham sido
submetidas ao completo senhorio
de Cristo, isto é, áreas que ainda
não passaram pelo processo de
arrependimento (Hb 12.17). Por
isso a Palavra de Deus aconselha-
nos a fazer um autoexame sincero
(1 Co 11.28a) para percebermos o
que sorrateiramente nos
contamina, pois "enganoso é o
coração, mais do que todas as
coisas, e perverso; quem o
poderá conhecer?" (Jr 17.9).
3. A ação do Espírito Santo no arrependimento. O Espírito Santo
opera o arrependimento na conversão do ser humano (Jo 16.8).
Somente Ele pode conhecer e esquadrinhar profundamente o coração
do homem, e os que estão abertos ao seu mover podem perceber as
situações que precisam de confissão sincera diante de Deus.
Outrossim, a purificação do pecado por meio do arrependimento é
uma condição que precede o batismo no Espírito Santo (At 2.37-39).
1. A fé natural. É a aceitação intelectual de certas verdades acerca de
Deus, mas não acompanhada por um compromisso com o Evangelho
(Tg 2.17). Essa fé é vivenciada pelas pessoas que até acreditam em
Deus, aceitam que Ele fez todas as coisas, concordam que o sol se
levanta pela manhã por provisão dEle, todavia, não dão o passo
decisivo para a salvação.
A Bíblia afirma que até os demônios creem e estremecem diante de
Deus (Tg 2.19), o que significa que ter uma fé apenas teórica não
representa muita coisa. As pessoas podem estar até cientes da vida
eterna, mas ainda assim, não aceitar o sacrifício vicário de Cristo Jesus
para lhes proporcionar a salvação.
2. A fé salvífica. É uma atitude do intelecto e do coração para com
Deus em que o homem abandona a vida de pecado para confiar
exclusivamente na obra salvadora de Cristo na cruz
(At 16.30,31; Gl 2.16). Logo, a fé salvífica não consiste somente em
crer em algumas coisas, mas confiar na pessoa de Cristo (Jo 3.18).
Ela é um dom de Deus (Ef 2.8), cujo autor é Cristo (Hb 12.2) e que se
origina do ouvir a Palavra de Deus (Rm 10.17), algo imprescindível
para se obter a salvação (Jo 5.24). Embora um dom de Deus, a fé
precisa ser exercida pelo crente para confirmar a sua salvação.
3. Os benefícios da fé.
A salvação é pela graça, mas a fé é o elemento indispensável (Ef 2.8-9)
para obtê-la. É a porta de entrada das bênçãos oriundas da salvação,
tais como: a justificação, a regeneração, a adoção, a reconciliação, o
perdão, a santificação, a glorificação e a vida eterna.
Além dos benefícios inerentes à salvação, a fé ainda abre as portas
para a cura de enfermidades (Mc 16.18; Tg 5.15), o batismo no Espírito
Santo (Mc 16.17; At 2.1-4), a vitória contra o mundo (1 Jo 5.4), contra
a carne (Gl 2.20), contra o Diabo (1 Pe 5.8-9), a paciência (Tg 1.3) e a
proteção contra os dardos inflamados do Maligno (Ef 6.16).
1. Arrependimento - condição para a salvação. Jesus afirmou que
para fazer parte do Reino de Deus é necessário o arrependimento
(Mt 4.17). Zaqueu, o publicano, teve um arrependimento tão genuíno
que prometeu dar aos pobres metade de seus bens e devolver quatro
vezes mais caso houvesse roubado alguém (Lc 19.8). De modo que ele
pôde ouvir do Senhor: "Hoje, veio salvação a esta casa" (19.9).
Assim, o arrependimento é diferente do remorso; este é momentâneo
e passageiro, aquele atinge o lugar mais recôndito
do coração humano.
2. Salvação por meio da fé.
A salvação é pela graça mediante a fé (Ef 2.8), uma condição
necessária para se obtê-la, pois sem a fé não se pode crer no sacrifício
vicário de Cristo. Assim, o arrependimento produzido pelo
convencimento do Espírito Santo e a fé, como dom divino, exercida
pela pessoa, operam conjuntamente para a glória de Deus.
3. Arrependimento e conversão.
O arrependimento faz parte do processo de conversão e abrange o ser
humano por inteiro: o intelecto (Mt 21.29), as emoções (Lc 18.13) e a
vontade (Lc 15.18,19). Portanto, a conversão é uma ruptura com
antigas tradições e modos de vida abomináveis e pecaminosos. Agora,
tudo se torna novo, surge outra pessoa nascida de novo (Jo 3.3). Isso
significa que todas as esferas da vida humana assumem a virtude e a
ética do Reino de Deus ensinadas por Cristo Jesus (Mt 5-7).
Como nova
criatura, "as coisas
velhas já passaram;
eis que tudo se fez
novo" (2 Co 5.17).
Ao crente que
experimentou essa
conversão cabe
esforçar-se para
manter-se afastado
do que outrora
causou-lhe tanta
dor, sendo o motivo
de sua perdição.
Agora, tudo é novo!
Tudo faz sentido!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O espirito santo de deus
O  espirito  santo  de  deusO  espirito  santo  de  deus
O espirito santo de deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
Josue Lima
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
Junior Cesar Santiago
 
A SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUSA SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUS
Enerliz
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
Márcio Martins
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Éder Tomé
 
Um estudo em ii timóteo 2:15
Um estudo em ii timóteo 2:15Um estudo em ii timóteo 2:15
Um estudo em ii timóteo 2:15
Pedro no Piel
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
A Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - ApresentaçãoA Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - Apresentação
Márcio Melânia
 
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
Mazinho Souza
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Éder Tomé
 
Dons do espirito santo
Dons do espirito santoDons do espirito santo
Dons do espirito santo
WebExecutivo1
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Joanilson França Garcia
 
Lição 10 - O Dia da Expiação
Lição 10 - O Dia da ExpiaçãoLição 10 - O Dia da Expiação
Lição 10 - O Dia da Expiação
Éder Tomé
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Éder Tomé
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
Jaed Gomes
 
Intimidade com deus a cada dia
Intimidade com deus   a cada diaIntimidade com deus   a cada dia
Intimidade com deus a cada dia
Edmilson Fernandes
 
Treinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jniTreinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jni
Joao Cerqueira
 
INTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUSINTIMIDADE COM DEUS
Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)
Daniel Junior
 

Mais procurados (20)

O espirito santo de deus
O  espirito  santo  de  deusO  espirito  santo  de  deus
O espirito santo de deus
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
 
A SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUSA SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUS
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Um estudo em ii timóteo 2:15
Um estudo em ii timóteo 2:15Um estudo em ii timóteo 2:15
Um estudo em ii timóteo 2:15
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
A Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - ApresentaçãoA Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - Apresentação
 
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Dons do espirito santo
Dons do espirito santoDons do espirito santo
Dons do espirito santo
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
Lição 10 - O Dia da Expiação
Lição 10 - O Dia da ExpiaçãoLição 10 - O Dia da Expiação
Lição 10 - O Dia da Expiação
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
 
Intimidade com deus a cada dia
Intimidade com deus   a cada diaIntimidade com deus   a cada dia
Intimidade com deus a cada dia
 
Treinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jniTreinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jni
 
INTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUSINTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUS
 
Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)
 

Destaque

Salvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre ArbítrioSalvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre Arbítrio
Márcio Martins
 
LBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvação
LBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvação
LBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvação
Natalino das Neves Neves
 
A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.
Márcio Martins
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Éder Tomé
 
Super heróis
Super heróisSuper heróis
Super heróis
Deisy Quintero
 
Super heróis
Super heróisSuper heróis
Super heróis
Mateus Ferraz
 
Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Hulda, a Mulher que Estava no Lugar CertoHulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Márcio Martins
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
Erberson Pinheiro
 
O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.
Márcio Martins
 
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOUROLIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouroLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
Natalino das Neves Neves
 
Jônatas, um Exemplo de Lealdade
Jônatas, um Exemplo de LealdadeJônatas, um Exemplo de Lealdade
Jônatas, um Exemplo de Lealdade
Márcio Martins
 
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzasJoyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Rogéria Cristina
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Lição 3 - Igreja, Agência Evangelizadora
Lição 3 - Igreja, Agência EvangelizadoraLição 3 - Igreja, Agência Evangelizadora
Lição 3 - Igreja, Agência Evangelizadora
Erberson Pinheiro
 
Mulheres da biblia
Mulheres da bibliaMulheres da biblia
Mulheres da biblia
Fabiano Fernandes Paulino
 
Arrependimento ou remosso
Arrependimento ou remossoArrependimento ou remosso
Arrependimento ou remosso
Eid Marques
 
Salvação e arrependimento
Salvação e arrependimentoSalvação e arrependimento
Salvação e arrependimento
Joselito Machado
 
7 falsificações do arrependimento
7 falsificações do arrependimento7 falsificações do arrependimento
7 falsificações do arrependimento
Giovani Luiz Zimmermann Jr.
 
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrioLBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
Natalino das Neves Neves
 

Destaque (20)

Salvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre ArbítrioSalvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre Arbítrio
 
LBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvação
LBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvação
LBA LIÇÃO 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
 
Super heróis
Super heróisSuper heróis
Super heróis
 
Super heróis
Super heróisSuper heróis
Super heróis
 
Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Hulda, a Mulher que Estava no Lugar CertoHulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
 
O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.
 
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOUROLIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouroLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 12 - O mundo vindouro
 
Jônatas, um Exemplo de Lealdade
Jônatas, um Exemplo de LealdadeJônatas, um Exemplo de Lealdade
Jônatas, um Exemplo de Lealdade
 
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzasJoyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
 
Lição 3 - Igreja, Agência Evangelizadora
Lição 3 - Igreja, Agência EvangelizadoraLição 3 - Igreja, Agência Evangelizadora
Lição 3 - Igreja, Agência Evangelizadora
 
Mulheres da biblia
Mulheres da bibliaMulheres da biblia
Mulheres da biblia
 
Arrependimento ou remosso
Arrependimento ou remossoArrependimento ou remosso
Arrependimento ou remosso
 
Salvação e arrependimento
Salvação e arrependimentoSalvação e arrependimento
Salvação e arrependimento
 
7 falsificações do arrependimento
7 falsificações do arrependimento7 falsificações do arrependimento
7 falsificações do arrependimento
 
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrioLBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
LBA LIÇÃO 8 - Salvação e livre-arbítrio
 

Semelhante a Arrependimento e Fé para a Salvação.

Aula 9 ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃO
Aula 9   ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃOAula 9   ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃO
Aula 9 ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃO
Hilda Helena Heringer
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Éder Tomé
 
A diferença entre cristãos e hipócritas
A diferença entre cristãos e hipócritasA diferença entre cristãos e hipócritas
A diferença entre cristãos e hipócritas
Glauco moraes
 
Lição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da SalvaçãoLição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da Salvação
Éder Tomé
 
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptxsoteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
bpclaudio11
 
Lição 10 o processo da salvação
Lição   10 o processo da salvaçãoLição   10 o processo da salvação
Lição 10 o processo da salvação
Cicero
 
Lição 2.pptx
Lição 2.pptxLição 2.pptx
Lição 2.pptx
ssuser010f46
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Erberson Pinheiro
 
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - SoteriologiaDoutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
Roberto Trindade
 
Lição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus Cristo
Lição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus CristoLição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus Cristo
Lição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus Cristo
Éder Tomé
 
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus CristoLição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Éder Tomé
 
A obra da salvacao aula final
A obra da salvacao aula finalA obra da salvacao aula final
A obra da salvacao aula final
Samuel De Lima Santana
 
Batismo no espirito santo
Batismo no espirito santoBatismo no espirito santo
Batismo no espirito santo
Marcos Eleandro Da Costa
 
Revisão do discipulado
Revisão do discipuladoRevisão do discipulado
Revisão do discipulado
Valdinar Viana
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Éder Tomé
 
Aplicação da redenção
Aplicação da redençãoAplicação da redenção
Aplicação da redenção
Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus
 
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃOlição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
Hilda Helena Heringer
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Éder Tomé
 
Manual do-discipulado
Manual do-discipuladoManual do-discipulado
Manual do-discipulado
marcio augusto
 
A doutrina da salvação
A doutrina da salvaçãoA doutrina da salvação
A doutrina da salvação
Anapaula Ribeiro
 

Semelhante a Arrependimento e Fé para a Salvação. (20)

Aula 9 ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃO
Aula 9   ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃOAula 9   ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃO
Aula 9 ARREPENDIMENTO E FÉ PARA A SALVAÇÃO
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
 
A diferença entre cristãos e hipócritas
A diferença entre cristãos e hipócritasA diferença entre cristãos e hipócritas
A diferença entre cristãos e hipócritas
 
Lição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da SalvaçãoLição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da Salvação
 
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptxsoteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
soteriologia-doutrina220207183119 (1).pptx
 
Lição 10 o processo da salvação
Lição   10 o processo da salvaçãoLição   10 o processo da salvação
Lição 10 o processo da salvação
 
Lição 2.pptx
Lição 2.pptxLição 2.pptx
Lição 2.pptx
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
 
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - SoteriologiaDoutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
 
Lição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus Cristo
Lição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus CristoLição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus Cristo
Lição 8 - A Obra Salvífica do Senhor Jesus Cristo
 
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus CristoLição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
 
A obra da salvacao aula final
A obra da salvacao aula finalA obra da salvacao aula final
A obra da salvacao aula final
 
Batismo no espirito santo
Batismo no espirito santoBatismo no espirito santo
Batismo no espirito santo
 
Revisão do discipulado
Revisão do discipuladoRevisão do discipulado
Revisão do discipulado
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Aplicação da redenção
Aplicação da redençãoAplicação da redenção
Aplicação da redenção
 
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃOlição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
lição nº 10 O PROCESSO DA SALVAÇÃO
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
 
Manual do-discipulado
Manual do-discipuladoManual do-discipulado
Manual do-discipulado
 
A doutrina da salvação
A doutrina da salvaçãoA doutrina da salvação
A doutrina da salvação
 

Mais de Márcio Martins

A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.
Márcio Martins
 
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
Márcio Martins
 
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Márcio Martins
 
A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
Márcio Martins
 
A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.
Márcio Martins
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.
Márcio Martins
 
Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.
Márcio Martins
 
A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.
Márcio Martins
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.
Márcio Martins
 
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
Márcio Martins
 
A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.
Márcio Martins
 
A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.
Márcio Martins
 
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
 A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus. A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
Márcio Martins
 
A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.
Márcio Martins
 
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Márcio Martins
 
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
Márcio Martins
 
O Único Deus Verdadeiro e a Criação.
O Único Deus Verdadeiro e a Criação.O Único Deus Verdadeiro e a Criação.
O Único Deus Verdadeiro e a Criação.
Márcio Martins
 
Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Inspiração Divina e Autoridade da BíbliaInspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Márcio Martins
 
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de CaráterJesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Márcio Martins
 
José, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de Caráter
José, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de CaráterJosé, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de Caráter
José, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de Caráter
Márcio Martins
 

Mais de Márcio Martins (20)

A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.
 
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
 
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
 
A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
 
A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.
 
Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.
 
A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.
 
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
 
A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.
 
A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.
 
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
 A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus. A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
 
A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.
 
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
 
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
 
O Único Deus Verdadeiro e a Criação.
O Único Deus Verdadeiro e a Criação.O Único Deus Verdadeiro e a Criação.
O Único Deus Verdadeiro e a Criação.
 
Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Inspiração Divina e Autoridade da BíbliaInspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
 
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de CaráterJesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
 
José, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de Caráter
José, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de CaráterJosé, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de Caráter
José, o Pai Terreno de Jesus – Um Homem de Caráter
 

Último

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (18)

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 

Arrependimento e Fé para a Salvação.

  • 1.
  • 2. "E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo." (At 2.38).
  • 3. O arrependimento do pecador é o primeiro passo para receber, pela fé, a graciosa salvação de Deus.
  • 4. Atos 2.37-41. 37- E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos? 38- E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; 39- Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar. 40- E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. 41- De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas
  • 5. O arrependimento e a fé operam conjuntamente para a salvação. É o pecador arrependido que crê no sacrifício vicário de Cristo na cruz do Calvário. Essa fé leva o pecador arrependido a abandonar de vez a situação de pecado, para então ser perdoado e, experimentar assim, a paz de Deus em seu coração.
  • 6. 1. Definição de arrependimento. No Antigo Testamento, arrependimento significa mudança de ideia ou de propósito, no sentido de abandonar o pecado, voltando-se para Deus de todo o coração, alma e força (Ne 1.9; Is 19.22).
  • 7. Em o Novo Testamento, o verbo arrepender é mais fortemente expressado, pois significa "converter-se" ou "retornar", termos que expressam a mudança de mente, transformação do pensamento, da consciência, das atitudes, isto é, uma verdadeira metanoia - do grego, "mudança da mente, mudança do homem interior: a mudança profunda e radical da mente". Quando se passa pelo verdadeiro arrependimento há uma tristeza sincera pelo pecado praticado (2 Co 7.10) e posterior compromisso de abandoná-lo para abraçar a vontade de Deus.
  • 8. 2. O arrependimento na vida cotidiana. O arrependimento nos livra das amarras do pecado, da culpa que escraviza e nos tira a alegria de viver. Ele nos leva a experimentar a cura da consciência cauterizada pelo pecado (1 Tm 4.2). Assim, o arrependimento nos devolve a satisfação, a autoestima sadia (sem orgulho ou narcisismo) que resulta em alegria e paz no coração.
  • 9. Há na existência do cristão diversas áreas da vida que talvez ainda não tenham sido submetidas ao completo senhorio de Cristo, isto é, áreas que ainda não passaram pelo processo de arrependimento (Hb 12.17). Por isso a Palavra de Deus aconselha- nos a fazer um autoexame sincero (1 Co 11.28a) para percebermos o que sorrateiramente nos contamina, pois "enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?" (Jr 17.9).
  • 10. 3. A ação do Espírito Santo no arrependimento. O Espírito Santo opera o arrependimento na conversão do ser humano (Jo 16.8). Somente Ele pode conhecer e esquadrinhar profundamente o coração do homem, e os que estão abertos ao seu mover podem perceber as situações que precisam de confissão sincera diante de Deus. Outrossim, a purificação do pecado por meio do arrependimento é uma condição que precede o batismo no Espírito Santo (At 2.37-39).
  • 11. 1. A fé natural. É a aceitação intelectual de certas verdades acerca de Deus, mas não acompanhada por um compromisso com o Evangelho (Tg 2.17). Essa fé é vivenciada pelas pessoas que até acreditam em Deus, aceitam que Ele fez todas as coisas, concordam que o sol se levanta pela manhã por provisão dEle, todavia, não dão o passo decisivo para a salvação.
  • 12. A Bíblia afirma que até os demônios creem e estremecem diante de Deus (Tg 2.19), o que significa que ter uma fé apenas teórica não representa muita coisa. As pessoas podem estar até cientes da vida eterna, mas ainda assim, não aceitar o sacrifício vicário de Cristo Jesus para lhes proporcionar a salvação.
  • 13. 2. A fé salvífica. É uma atitude do intelecto e do coração para com Deus em que o homem abandona a vida de pecado para confiar exclusivamente na obra salvadora de Cristo na cruz (At 16.30,31; Gl 2.16). Logo, a fé salvífica não consiste somente em crer em algumas coisas, mas confiar na pessoa de Cristo (Jo 3.18).
  • 14. Ela é um dom de Deus (Ef 2.8), cujo autor é Cristo (Hb 12.2) e que se origina do ouvir a Palavra de Deus (Rm 10.17), algo imprescindível para se obter a salvação (Jo 5.24). Embora um dom de Deus, a fé precisa ser exercida pelo crente para confirmar a sua salvação.
  • 15. 3. Os benefícios da fé. A salvação é pela graça, mas a fé é o elemento indispensável (Ef 2.8-9) para obtê-la. É a porta de entrada das bênçãos oriundas da salvação, tais como: a justificação, a regeneração, a adoção, a reconciliação, o perdão, a santificação, a glorificação e a vida eterna.
  • 16. Além dos benefícios inerentes à salvação, a fé ainda abre as portas para a cura de enfermidades (Mc 16.18; Tg 5.15), o batismo no Espírito Santo (Mc 16.17; At 2.1-4), a vitória contra o mundo (1 Jo 5.4), contra a carne (Gl 2.20), contra o Diabo (1 Pe 5.8-9), a paciência (Tg 1.3) e a proteção contra os dardos inflamados do Maligno (Ef 6.16).
  • 17. 1. Arrependimento - condição para a salvação. Jesus afirmou que para fazer parte do Reino de Deus é necessário o arrependimento (Mt 4.17). Zaqueu, o publicano, teve um arrependimento tão genuíno que prometeu dar aos pobres metade de seus bens e devolver quatro vezes mais caso houvesse roubado alguém (Lc 19.8). De modo que ele pôde ouvir do Senhor: "Hoje, veio salvação a esta casa" (19.9).
  • 18. Assim, o arrependimento é diferente do remorso; este é momentâneo e passageiro, aquele atinge o lugar mais recôndito do coração humano.
  • 19. 2. Salvação por meio da fé. A salvação é pela graça mediante a fé (Ef 2.8), uma condição necessária para se obtê-la, pois sem a fé não se pode crer no sacrifício vicário de Cristo. Assim, o arrependimento produzido pelo convencimento do Espírito Santo e a fé, como dom divino, exercida pela pessoa, operam conjuntamente para a glória de Deus.
  • 20. 3. Arrependimento e conversão. O arrependimento faz parte do processo de conversão e abrange o ser humano por inteiro: o intelecto (Mt 21.29), as emoções (Lc 18.13) e a vontade (Lc 15.18,19). Portanto, a conversão é uma ruptura com antigas tradições e modos de vida abomináveis e pecaminosos. Agora, tudo se torna novo, surge outra pessoa nascida de novo (Jo 3.3). Isso significa que todas as esferas da vida humana assumem a virtude e a ética do Reino de Deus ensinadas por Cristo Jesus (Mt 5-7).
  • 21. Como nova criatura, "as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" (2 Co 5.17). Ao crente que experimentou essa conversão cabe esforçar-se para manter-se afastado do que outrora causou-lhe tanta dor, sendo o motivo de sua perdição. Agora, tudo é novo! Tudo faz sentido!