SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Como promover a construção coletiva do projeto pedagógico da escola?

                                      Maria Tolentino Rocha Brandão
                                      ( mtolentino15@hotmail.com )

RESUMO: Este ensaio faz uma breve reflexão sobre a importância da construção coletiva do projeto
pedagógico da escola, para tanto destaca suas dimensões e princípios, os três grandes movimentos do processo
de construção do projeto pedagógico, a necessidade de uma avaliação contínua em todo seu processo de
construção e execução, e sua articulação com a prática pedagógica. Na conclusão ressalta a contribuição desta
reflexão para a melhoria do desempenho da função docente.

Palavras-chave: projeto pedagógico, coletividade, dimensões e princípios, prática
pedagógica.


        A atual LDB no seu Artigo 12, Inciso I, determina como incumbência dos
estabelecimentos de ensino a tarefa de “elaborar e executar sua proposta pedagógica”. A
escola não deve conceber esta tarefa apenas como uma autonomia legal, mas assumi-la como
uma autonomia construída pelos seus sujeitos, que devem ser reconhecidos como
responsáveis, com competências técnicas e políticas, portanto habilitados para participar da
elaboração e execução do seu projeto pedagógico para melhoria da qualidade do ensino e da
aprendizagem e desta forma garantir sua autonomia construída na ação compartilhada dos
seus vários segmentos, mais dialogada e solidária.
                                      “O projeto pedagógico é o que confere identidade à escola e, por isso,
                                      precisa ser construído coletivamente por todos os segmentos que
                                      participam da vida escolar – professores, pessoal de apoio, pais, alunos e
                                      demais membros da comunidade escolar-, e mostrando-se democrático,
                                      abrangente, flexível e duradouro.” (VEIGA apud MARÇAL, p. 35,
                                      2001)

        O projeto pedagógico deve ser construído a partir da realidade da escola por meio do
trabalho coletivo e participativo, pois desta forma as responsabilidades e os compromissos são
divididos e assumidos por todos. Sendo assim podemos conceituar o projeto pedagógico
como um instrumento teórico-metodológico que explicita as intenções da escola, apontando a
direção e o caminho que vai percorrer para realizar sua função educativa.
        Marçal (2001), ao representar a constante transformação do cotidiano da escola,
destaca que o projeto pedagógico estabelece uma estreita relação entre a teoria e a prática,
compreendendo a prática a partir da teoria, e efetuando a prática com base numa teoria sólida.
Essa reflexão deve ser resultado de um trabalho coletivo entre todos os segmentos da escola
de acordo com suas dimensões: pedagógica, administrativa, financeira e política. Essas
dimensões devem apontar aquilo que a escola já é e suas possibilidades de transformação, a
partir da ação coletiva dos seus sujeitos. Portanto, essas dimensões devem ser analisadas de
acordo com sua interdependência, pois uma interfere diretamente na outra.
A escola no processo de construção do seu projeto pedagógico precisa ainda, refletir
de forma integrada sobre seus princípios norteadores, sendo eles: a relação escola comunidade
local, gestão democrática; democratização do acesso e da permanência com sucesso do aluno
na escola; autonomia; qualidade de ensino para todas as escolas; organização curricular;
valorização dos profissionais da educação, formação inicial e formação continuada.
       Para a construção do projeto pedagógico cada escola deve utilizar a metodologia que
melhor atende sua realidade. Porém, existem três grandes movimentos que adaptados ao
contexto de cada escola, podem contribuir para a sistematização do seu projeto pedagógico,
sendo eles: o diagnóstico da realidade da escola; o levantamento as concepções do coletivo da
escola; e a definição de estratégias, pessoas e/ou grupos objetivando assegurar a execução das
ações definidas pelo coletivo da escola. Esses movimentos não são estanques, por isso, devem
ser trabalhados de forma interligada.
       No momento do diagnóstico da realidade, a escola deve indagar-se sobre o trabalho
que desenvolve em todas as suas dimensões, para isso pode utilizar estratégias que devem ser
dialogadas, compartilhadas e adaptadas ao seu contexto, como aplicação de formulários,
análise de registros, leitura de documentos dentre outros. Para o levantamento das concepções
do coletivo, é preciso que a escola realize momentos de discussão e análise dos fundamentos
teóricos que orientam sua prática assumindo um posicionamento político-pedagógico e
definindo as concepções e ações a serem compartilhadas pelos seus sujeitos. Algumas
estratégias de organização podem ser adotadas pela escola para otimizar esse momento, dentre
elas; criação de horários de discussão, reuniões com vários segmentos e criação de
oportunidades para que entidades estudantis participem desse momento. No terceiro momento
as estratégias adotadas devem contribuir para apontar quais as ações definidas pelo coletivo
da escola como prioritárias e eleger os responsáveis pela realização de cada uma das ações.
       Ao considerar que o processo de construção do projeto pedagógico deve ser
participativo e contínuo faz-se necessário que a avaliação esteja presente em todos os seus
momentos, a fim de assegurar a identificação dos rumos que a escola vem tomando, bem
como orientar o seu trabalho para o seu próprio sucesso.
       Ao articular o projeto pedagógico com a prática pedagógica é importante considerar as
características organizacionais do trabalho escolar na elaboração dos seus planos de ação. A
escola deve refletir sobre qual a relação entre o planejamento e o projeto pedagógico, pois não
se constrói um projeto pedagógico sem planejamento. Essa reflexão ajuda a escola a descobrir
sua missão, a estabelecer seus objetivos estratégicos, suas metas e a elaborar o plano de ação.


                                                                                              2
Essa breve reflexão sobre o processo de construção do projeto pedagógico da escola
propiciou também uma reflexão sobre a necessidade da participação de todos nós no processo
de construção e execução do nosso projeto de trabalho enquanto docentes, de assumirmos
nossos compromissos e responsabilidades para realização de um trabalho com mais qualidade,
e assim contribuir para o sucesso não só de um segmento da escola, mas de toda escola como
um todo, um verdadeiro coletivo.

Referências:

MARÇAL, Juliane Corrêa; MACAHDO, Maria A. de Medeiros; SOUSA, José Vieira.
Progestão: como promover a construção coletiva do projeto pedagógico da escola?
Módulo III. Brasília: CONSED, 2001.

SILVA, A. C. B. Projeto Pedagógico: instrumento de gestão e mudanças, limites e
possibilidades. Belém: Unama, 2000.

VEIGA, Ilma Passos Alencar (org.). Escola: espaço do projeto político-pedagógico.
Campinas: Papirus, 1998.




                                                                                        3

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão democrática participativa
Gestão democrática participativaGestão democrática participativa
Gestão democrática participativaUERN
 
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes LimaPaulo Lima
 
Políticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de EducaçãoPolíticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de EducaçãoPetianos
 
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolaAtividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolapactoensinomedioufu
 
Gestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publicaGestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publicavilemarm
 
A história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolarA história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolarmarliceci
 
A Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede MunicipalA Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede MunicipalUlisses Vakirtzis
 
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALO GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALchristianceapcursos
 
Gestão democrática e a autonomia da escola
Gestão democrática e aautonomia da escolaGestão democrática e aautonomia da escola
Gestão democrática e a autonomia da escolaCEEJA VILHENA
 
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...Sandra Menucelli
 
Desafios da organização e gestão escolar
Desafios da organização e gestão escolarDesafios da organização e gestão escolar
Desafios da organização e gestão escolarElicio Lima
 
Como promover a construção ppp
Como promover a construção pppComo promover a construção ppp
Como promover a construção pppUlisses Vakirtzis
 
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...Miltinho Rodrigues
 
O que é gestão escolar césar tavares
O que é gestão  escolar césar tavaresO que é gestão  escolar césar tavares
O que é gestão escolar césar tavaresCÉSAR TAVARES
 
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosGestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosUlisses Vakirtzis
 

Mais procurados (20)

Cap 3 gestao_democratica
Cap 3 gestao_democraticaCap 3 gestao_democratica
Cap 3 gestao_democratica
 
Gestão democrática participativa
Gestão democrática participativaGestão democrática participativa
Gestão democrática participativa
 
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
 
Desafios da gestão democrática na escola pública: Emergência de um novo parad...
Desafios da gestão democrática na escola pública: Emergência de um novo parad...Desafios da gestão democrática na escola pública: Emergência de um novo parad...
Desafios da gestão democrática na escola pública: Emergência de um novo parad...
 
Políticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de EducaçãoPolíticas Públicas de Educação
Políticas Públicas de Educação
 
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolaAtividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
 
Gestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publicaGestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publica
 
A história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolarA história e os caminhos da gestão escolar
A história e os caminhos da gestão escolar
 
A Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede MunicipalA Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede Municipal
 
Caderno5
Caderno5Caderno5
Caderno5
 
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALO GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
 
Gestão democrática e a autonomia da escola
Gestão democrática e aautonomia da escolaGestão democrática e aautonomia da escola
Gestão democrática e a autonomia da escola
 
Vertentes fundamentais de gestão escolar
Vertentes fundamentais de gestão escolarVertentes fundamentais de gestão escolar
Vertentes fundamentais de gestão escolar
 
Slide disciplina gestao (4)
Slide disciplina gestao (4)Slide disciplina gestao (4)
Slide disciplina gestao (4)
 
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
18 jul 2014_aspectos_da_gestao_democratica_nas_atividades_do_coordenador_peda...
 
Desafios da organização e gestão escolar
Desafios da organização e gestão escolarDesafios da organização e gestão escolar
Desafios da organização e gestão escolar
 
Como promover a construção ppp
Como promover a construção pppComo promover a construção ppp
Como promover a construção ppp
 
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
 
O que é gestão escolar césar tavares
O que é gestão  escolar césar tavaresO que é gestão  escolar césar tavares
O que é gestão escolar césar tavares
 
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosGestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
 

Destaque

Presentaci+ôn 5 ta sesi+ôn
Presentaci+ôn 5 ta sesi+ônPresentaci+ôn 5 ta sesi+ôn
Presentaci+ôn 5 ta sesi+ônRoberto Pérez
 
Dessacralizao do mundo
Dessacralizao do mundoDessacralizao do mundo
Dessacralizao do mundoJoana Costa
 
Seguridad en redess
Seguridad  en redessSeguridad  en redess
Seguridad en redess07rubiaa
 
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto pilotoCurriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto pilotoMagali Kleber
 
02 tema 2 grupoa
02 tema 2 grupoa02 tema 2 grupoa
02 tema 2 grupoaCarla Gomes
 
Don+quijote+en+pueblonuevo+del+terrible
Don+quijote+en+pueblonuevo+del+terribleDon+quijote+en+pueblonuevo+del+terrible
Don+quijote+en+pueblonuevo+del+terribleSoipuerta Soy-puerta
 
Guia age sec 2013 2014 3-1
Guia age sec 2013 2014 3-1Guia age sec 2013 2014 3-1
Guia age sec 2013 2014 3-1Roberto Pérez
 
Marketing Digital para Psicólogos
Marketing Digital para PsicólogosMarketing Digital para Psicólogos
Marketing Digital para PsicólogosCínthia Demaria
 
Branding como Ferramenta Estratégica para Cooperativas
Branding como Ferramenta Estratégica para CooperativasBranding como Ferramenta Estratégica para Cooperativas
Branding como Ferramenta Estratégica para CooperativasFernando Augusto Ferraz Busch
 
La evaluaciondelproyectodisenado
La evaluaciondelproyectodisenado La evaluaciondelproyectodisenado
La evaluaciondelproyectodisenado Roberto Pérez
 
Business Management N4-N6
Business Management N4-N6Business Management N4-N6
Business Management N4-N6Kyle Julies
 
Holocausto kristel!!
Holocausto kristel!!Holocausto kristel!!
Holocausto kristel!!K'rlos Aranda
 
Colecistitis aguda y cronica.
Colecistitis aguda y cronica.Colecistitis aguda y cronica.
Colecistitis aguda y cronica.Laura Moreno
 
LinkedIn: utilize a rede social a seu favor
LinkedIn: utilize a rede social a seu favorLinkedIn: utilize a rede social a seu favor
LinkedIn: utilize a rede social a seu favorCínthia Demaria
 

Destaque (20)

Presentaci+ôn 5 ta sesi+ôn
Presentaci+ôn 5 ta sesi+ônPresentaci+ôn 5 ta sesi+ôn
Presentaci+ôn 5 ta sesi+ôn
 
Dessacralizao do mundo
Dessacralizao do mundoDessacralizao do mundo
Dessacralizao do mundo
 
Seguridad en redess
Seguridad  en redessSeguridad  en redess
Seguridad en redess
 
Treball de musica tradicional michelle
Treball de musica tradicional michelleTreball de musica tradicional michelle
Treball de musica tradicional michelle
 
U_AMB - Reciclagem
U_AMB - Reciclagem U_AMB - Reciclagem
U_AMB - Reciclagem
 
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto pilotoCurriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
 
02 tema 2 grupoa
02 tema 2 grupoa02 tema 2 grupoa
02 tema 2 grupoa
 
Don+quijote+en+pueblonuevo+del+terrible
Don+quijote+en+pueblonuevo+del+terribleDon+quijote+en+pueblonuevo+del+terrible
Don+quijote+en+pueblonuevo+del+terrible
 
Guia age sec 2013 2014 3-1
Guia age sec 2013 2014 3-1Guia age sec 2013 2014 3-1
Guia age sec 2013 2014 3-1
 
Crise portugal
Crise portugalCrise portugal
Crise portugal
 
Marketing Digital para Psicólogos
Marketing Digital para PsicólogosMarketing Digital para Psicólogos
Marketing Digital para Psicólogos
 
Branding como Ferramenta Estratégica para Cooperativas
Branding como Ferramenta Estratégica para CooperativasBranding como Ferramenta Estratégica para Cooperativas
Branding como Ferramenta Estratégica para Cooperativas
 
La evaluaciondelproyectodisenado
La evaluaciondelproyectodisenado La evaluaciondelproyectodisenado
La evaluaciondelproyectodisenado
 
08022014
0802201408022014
08022014
 
Business Management N4-N6
Business Management N4-N6Business Management N4-N6
Business Management N4-N6
 
Holocausto kristel!!
Holocausto kristel!!Holocausto kristel!!
Holocausto kristel!!
 
Colecistitis aguda y cronica.
Colecistitis aguda y cronica.Colecistitis aguda y cronica.
Colecistitis aguda y cronica.
 
Previsibilidade
PrevisibilidadePrevisibilidade
Previsibilidade
 
LinkedIn: utilize a rede social a seu favor
LinkedIn: utilize a rede social a seu favorLinkedIn: utilize a rede social a seu favor
LinkedIn: utilize a rede social a seu favor
 
Arquitetura da Informação na Movile
Arquitetura da Informação na MovileArquitetura da Informação na Movile
Arquitetura da Informação na Movile
 

Semelhante a Construção coletiva do projeto pedagógico da escola

Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostasAndré Alencar
 
Educação integral otp
Educação integral   otpEducação integral   otp
Educação integral otpJorci Ponce
 
5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escolaUlisses Vakirtzis
 
Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6Liberty Ensino
 
Trabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individualTrabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individualPamela Werneck
 
Projeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógicoProjeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógicoHeles Souza
 
Artigo - Gestão do trabalho coletivo
Artigo - Gestão do trabalho coletivoArtigo - Gestão do trabalho coletivo
Artigo - Gestão do trabalho coletivoJose Arnaldo Silva
 
Projeto de Intervenção
Projeto de Intervenção Projeto de Intervenção
Projeto de Intervenção Superestagio
 
Integração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o remIntegração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o rempactoensinomedioufu
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela Silva
 
Gestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública municípioGestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública municípionilvacirilo
 
Gestao inclusiva
Gestao inclusivaGestao inclusiva
Gestao inclusivaborgonha
 
Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5Liberty Ensino
 
Modelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógicoModelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógicoElicio Lima
 

Semelhante a Construção coletiva do projeto pedagógico da escola (20)

Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
 
Educação integral otp
Educação integral   otpEducação integral   otp
Educação integral otp
 
Aula 2 gestão educacional
Aula 2 gestão educacionalAula 2 gestão educacional
Aula 2 gestão educacional
 
5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola
 
Apresentação.pptx
Apresentação.pptxApresentação.pptx
Apresentação.pptx
 
Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6Coordenacao pedagogica 6
Coordenacao pedagogica 6
 
Trabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individualTrabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individual
 
Projeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógicoProjeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógico
 
Artigo - Gestão do trabalho coletivo
Artigo - Gestão do trabalho coletivoArtigo - Gestão do trabalho coletivo
Artigo - Gestão do trabalho coletivo
 
Projeto de Intervenção
Projeto de Intervenção Projeto de Intervenção
Projeto de Intervenção
 
Integração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o remIntegração caderno 5 pacto e o rem
Integração caderno 5 pacto e o rem
 
Pacto EM
Pacto EMPacto EM
Pacto EM
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012
 
Gestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública municípioGestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública município
 
Gestao inclusiva
Gestao inclusivaGestao inclusiva
Gestao inclusiva
 
Plano de ação nilda auseli
Plano de ação nilda auseliPlano de ação nilda auseli
Plano de ação nilda auseli
 
ppp jmm 2021.pdf
ppp jmm 2021.pdfppp jmm 2021.pdf
ppp jmm 2021.pdf
 
Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5
 
Ensaio modulo ii.
Ensaio modulo ii.Ensaio modulo ii.
Ensaio modulo ii.
 
Modelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógicoModelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógico
 

Mais de mtolentino1507

Apresentação boas praticas pba paraiso
Apresentação boas praticas pba paraisoApresentação boas praticas pba paraiso
Apresentação boas praticas pba paraisomtolentino1507
 
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedadeFilosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedademtolentino1507
 
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimentoFilosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimentomtolentino1507
 
Planos e conteúdos 2º bimestre
Planos e conteúdos 2º bimestrePlanos e conteúdos 2º bimestre
Planos e conteúdos 2º bimestremtolentino1507
 
Grandes momentos do ppp
Grandes momentos do pppGrandes momentos do ppp
Grandes momentos do pppmtolentino1507
 
Dimensões e princípios do ppp
Dimensões e princípios do pppDimensões e princípios do ppp
Dimensões e princípios do pppmtolentino1507
 
Função social da escola
Função social da escolaFunção social da escola
Função social da escolamtolentino1507
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula mtolentino1507
 

Mais de mtolentino1507 (12)

Apresentação boas praticas pba paraiso
Apresentação boas praticas pba paraisoApresentação boas praticas pba paraiso
Apresentação boas praticas pba paraiso
 
Progestão modulo 4
Progestão modulo 4Progestão modulo 4
Progestão modulo 4
 
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedadeFilosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
 
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimentoFilosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimento
 
Planos e conteúdos 2º bimestre
Planos e conteúdos 2º bimestrePlanos e conteúdos 2º bimestre
Planos e conteúdos 2º bimestre
 
O sentido dos gansos
O sentido dos gansosO sentido dos gansos
O sentido dos gansos
 
Quem é quem
Quem é quemQuem é quem
Quem é quem
 
Grandes momentos do ppp
Grandes momentos do pppGrandes momentos do ppp
Grandes momentos do ppp
 
Dimensões e princípios do ppp
Dimensões e princípios do pppDimensões e princípios do ppp
Dimensões e princípios do ppp
 
Ensaio modulo i
Ensaio modulo iEnsaio modulo i
Ensaio modulo i
 
Função social da escola
Função social da escolaFunção social da escola
Função social da escola
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 

Construção coletiva do projeto pedagógico da escola

  • 1. Como promover a construção coletiva do projeto pedagógico da escola? Maria Tolentino Rocha Brandão ( mtolentino15@hotmail.com ) RESUMO: Este ensaio faz uma breve reflexão sobre a importância da construção coletiva do projeto pedagógico da escola, para tanto destaca suas dimensões e princípios, os três grandes movimentos do processo de construção do projeto pedagógico, a necessidade de uma avaliação contínua em todo seu processo de construção e execução, e sua articulação com a prática pedagógica. Na conclusão ressalta a contribuição desta reflexão para a melhoria do desempenho da função docente. Palavras-chave: projeto pedagógico, coletividade, dimensões e princípios, prática pedagógica. A atual LDB no seu Artigo 12, Inciso I, determina como incumbência dos estabelecimentos de ensino a tarefa de “elaborar e executar sua proposta pedagógica”. A escola não deve conceber esta tarefa apenas como uma autonomia legal, mas assumi-la como uma autonomia construída pelos seus sujeitos, que devem ser reconhecidos como responsáveis, com competências técnicas e políticas, portanto habilitados para participar da elaboração e execução do seu projeto pedagógico para melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem e desta forma garantir sua autonomia construída na ação compartilhada dos seus vários segmentos, mais dialogada e solidária. “O projeto pedagógico é o que confere identidade à escola e, por isso, precisa ser construído coletivamente por todos os segmentos que participam da vida escolar – professores, pessoal de apoio, pais, alunos e demais membros da comunidade escolar-, e mostrando-se democrático, abrangente, flexível e duradouro.” (VEIGA apud MARÇAL, p. 35, 2001) O projeto pedagógico deve ser construído a partir da realidade da escola por meio do trabalho coletivo e participativo, pois desta forma as responsabilidades e os compromissos são divididos e assumidos por todos. Sendo assim podemos conceituar o projeto pedagógico como um instrumento teórico-metodológico que explicita as intenções da escola, apontando a direção e o caminho que vai percorrer para realizar sua função educativa. Marçal (2001), ao representar a constante transformação do cotidiano da escola, destaca que o projeto pedagógico estabelece uma estreita relação entre a teoria e a prática, compreendendo a prática a partir da teoria, e efetuando a prática com base numa teoria sólida. Essa reflexão deve ser resultado de um trabalho coletivo entre todos os segmentos da escola de acordo com suas dimensões: pedagógica, administrativa, financeira e política. Essas dimensões devem apontar aquilo que a escola já é e suas possibilidades de transformação, a partir da ação coletiva dos seus sujeitos. Portanto, essas dimensões devem ser analisadas de acordo com sua interdependência, pois uma interfere diretamente na outra.
  • 2. A escola no processo de construção do seu projeto pedagógico precisa ainda, refletir de forma integrada sobre seus princípios norteadores, sendo eles: a relação escola comunidade local, gestão democrática; democratização do acesso e da permanência com sucesso do aluno na escola; autonomia; qualidade de ensino para todas as escolas; organização curricular; valorização dos profissionais da educação, formação inicial e formação continuada. Para a construção do projeto pedagógico cada escola deve utilizar a metodologia que melhor atende sua realidade. Porém, existem três grandes movimentos que adaptados ao contexto de cada escola, podem contribuir para a sistematização do seu projeto pedagógico, sendo eles: o diagnóstico da realidade da escola; o levantamento as concepções do coletivo da escola; e a definição de estratégias, pessoas e/ou grupos objetivando assegurar a execução das ações definidas pelo coletivo da escola. Esses movimentos não são estanques, por isso, devem ser trabalhados de forma interligada. No momento do diagnóstico da realidade, a escola deve indagar-se sobre o trabalho que desenvolve em todas as suas dimensões, para isso pode utilizar estratégias que devem ser dialogadas, compartilhadas e adaptadas ao seu contexto, como aplicação de formulários, análise de registros, leitura de documentos dentre outros. Para o levantamento das concepções do coletivo, é preciso que a escola realize momentos de discussão e análise dos fundamentos teóricos que orientam sua prática assumindo um posicionamento político-pedagógico e definindo as concepções e ações a serem compartilhadas pelos seus sujeitos. Algumas estratégias de organização podem ser adotadas pela escola para otimizar esse momento, dentre elas; criação de horários de discussão, reuniões com vários segmentos e criação de oportunidades para que entidades estudantis participem desse momento. No terceiro momento as estratégias adotadas devem contribuir para apontar quais as ações definidas pelo coletivo da escola como prioritárias e eleger os responsáveis pela realização de cada uma das ações. Ao considerar que o processo de construção do projeto pedagógico deve ser participativo e contínuo faz-se necessário que a avaliação esteja presente em todos os seus momentos, a fim de assegurar a identificação dos rumos que a escola vem tomando, bem como orientar o seu trabalho para o seu próprio sucesso. Ao articular o projeto pedagógico com a prática pedagógica é importante considerar as características organizacionais do trabalho escolar na elaboração dos seus planos de ação. A escola deve refletir sobre qual a relação entre o planejamento e o projeto pedagógico, pois não se constrói um projeto pedagógico sem planejamento. Essa reflexão ajuda a escola a descobrir sua missão, a estabelecer seus objetivos estratégicos, suas metas e a elaborar o plano de ação. 2
  • 3. Essa breve reflexão sobre o processo de construção do projeto pedagógico da escola propiciou também uma reflexão sobre a necessidade da participação de todos nós no processo de construção e execução do nosso projeto de trabalho enquanto docentes, de assumirmos nossos compromissos e responsabilidades para realização de um trabalho com mais qualidade, e assim contribuir para o sucesso não só de um segmento da escola, mas de toda escola como um todo, um verdadeiro coletivo. Referências: MARÇAL, Juliane Corrêa; MACAHDO, Maria A. de Medeiros; SOUSA, José Vieira. Progestão: como promover a construção coletiva do projeto pedagógico da escola? Módulo III. Brasília: CONSED, 2001. SILVA, A. C. B. Projeto Pedagógico: instrumento de gestão e mudanças, limites e possibilidades. Belém: Unama, 2000. VEIGA, Ilma Passos Alencar (org.). Escola: espaço do projeto político-pedagógico. Campinas: Papirus, 1998. 3