Ensaio modulo 3

3.323 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.323
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ensaio modulo 3

  1. 1. Como promover a construção coletiva do projeto pedagógico da escola? Maria Tolentino Rocha Brandão ( mtolentino15@hotmail.com )RESUMO: Este ensaio faz uma breve reflexão sobre a importância da construção coletiva do projetopedagógico da escola, para tanto destaca suas dimensões e princípios, os três grandes movimentos do processode construção do projeto pedagógico, a necessidade de uma avaliação contínua em todo seu processo deconstrução e execução, e sua articulação com a prática pedagógica. Na conclusão ressalta a contribuição destareflexão para a melhoria do desempenho da função docente.Palavras-chave: projeto pedagógico, coletividade, dimensões e princípios, práticapedagógica. A atual LDB no seu Artigo 12, Inciso I, determina como incumbência dosestabelecimentos de ensino a tarefa de “elaborar e executar sua proposta pedagógica”. Aescola não deve conceber esta tarefa apenas como uma autonomia legal, mas assumi-la comouma autonomia construída pelos seus sujeitos, que devem ser reconhecidos comoresponsáveis, com competências técnicas e políticas, portanto habilitados para participar daelaboração e execução do seu projeto pedagógico para melhoria da qualidade do ensino e daaprendizagem e desta forma garantir sua autonomia construída na ação compartilhada dosseus vários segmentos, mais dialogada e solidária. “O projeto pedagógico é o que confere identidade à escola e, por isso, precisa ser construído coletivamente por todos os segmentos que participam da vida escolar – professores, pessoal de apoio, pais, alunos e demais membros da comunidade escolar-, e mostrando-se democrático, abrangente, flexível e duradouro.” (VEIGA apud MARÇAL, p. 35, 2001) O projeto pedagógico deve ser construído a partir da realidade da escola por meio dotrabalho coletivo e participativo, pois desta forma as responsabilidades e os compromissos sãodivididos e assumidos por todos. Sendo assim podemos conceituar o projeto pedagógicocomo um instrumento teórico-metodológico que explicita as intenções da escola, apontando adireção e o caminho que vai percorrer para realizar sua função educativa. Marçal (2001), ao representar a constante transformação do cotidiano da escola,destaca que o projeto pedagógico estabelece uma estreita relação entre a teoria e a prática,compreendendo a prática a partir da teoria, e efetuando a prática com base numa teoria sólida.Essa reflexão deve ser resultado de um trabalho coletivo entre todos os segmentos da escolade acordo com suas dimensões: pedagógica, administrativa, financeira e política. Essasdimensões devem apontar aquilo que a escola já é e suas possibilidades de transformação, apartir da ação coletiva dos seus sujeitos. Portanto, essas dimensões devem ser analisadas deacordo com sua interdependência, pois uma interfere diretamente na outra.
  2. 2. A escola no processo de construção do seu projeto pedagógico precisa ainda, refletirde forma integrada sobre seus princípios norteadores, sendo eles: a relação escola comunidadelocal, gestão democrática; democratização do acesso e da permanência com sucesso do alunona escola; autonomia; qualidade de ensino para todas as escolas; organização curricular;valorização dos profissionais da educação, formação inicial e formação continuada. Para a construção do projeto pedagógico cada escola deve utilizar a metodologia quemelhor atende sua realidade. Porém, existem três grandes movimentos que adaptados aocontexto de cada escola, podem contribuir para a sistematização do seu projeto pedagógico,sendo eles: o diagnóstico da realidade da escola; o levantamento as concepções do coletivo daescola; e a definição de estratégias, pessoas e/ou grupos objetivando assegurar a execução dasações definidas pelo coletivo da escola. Esses movimentos não são estanques, por isso, devemser trabalhados de forma interligada. No momento do diagnóstico da realidade, a escola deve indagar-se sobre o trabalhoque desenvolve em todas as suas dimensões, para isso pode utilizar estratégias que devem serdialogadas, compartilhadas e adaptadas ao seu contexto, como aplicação de formulários,análise de registros, leitura de documentos dentre outros. Para o levantamento das concepçõesdo coletivo, é preciso que a escola realize momentos de discussão e análise dos fundamentosteóricos que orientam sua prática assumindo um posicionamento político-pedagógico edefinindo as concepções e ações a serem compartilhadas pelos seus sujeitos. Algumasestratégias de organização podem ser adotadas pela escola para otimizar esse momento, dentreelas; criação de horários de discussão, reuniões com vários segmentos e criação deoportunidades para que entidades estudantis participem desse momento. No terceiro momentoas estratégias adotadas devem contribuir para apontar quais as ações definidas pelo coletivoda escola como prioritárias e eleger os responsáveis pela realização de cada uma das ações. Ao considerar que o processo de construção do projeto pedagógico deve serparticipativo e contínuo faz-se necessário que a avaliação esteja presente em todos os seusmomentos, a fim de assegurar a identificação dos rumos que a escola vem tomando, bemcomo orientar o seu trabalho para o seu próprio sucesso. Ao articular o projeto pedagógico com a prática pedagógica é importante considerar ascaracterísticas organizacionais do trabalho escolar na elaboração dos seus planos de ação. Aescola deve refletir sobre qual a relação entre o planejamento e o projeto pedagógico, pois nãose constrói um projeto pedagógico sem planejamento. Essa reflexão ajuda a escola a descobrirsua missão, a estabelecer seus objetivos estratégicos, suas metas e a elaborar o plano de ação. 2
  3. 3. Essa breve reflexão sobre o processo de construção do projeto pedagógico da escolapropiciou também uma reflexão sobre a necessidade da participação de todos nós no processode construção e execução do nosso projeto de trabalho enquanto docentes, de assumirmosnossos compromissos e responsabilidades para realização de um trabalho com mais qualidade,e assim contribuir para o sucesso não só de um segmento da escola, mas de toda escola comoum todo, um verdadeiro coletivo.Referências:MARÇAL, Juliane Corrêa; MACAHDO, Maria A. de Medeiros; SOUSA, José Vieira.Progestão: como promover a construção coletiva do projeto pedagógico da escola?Módulo III. Brasília: CONSED, 2001.SILVA, A. C. B. Projeto Pedagógico: instrumento de gestão e mudanças, limites epossibilidades. Belém: Unama, 2000.VEIGA, Ilma Passos Alencar (org.). Escola: espaço do projeto político-pedagógico.Campinas: Papirus, 1998. 3

×