Gestão Democrática

1.757 visualizações

Publicada em

O Papel da Equipe Diretiva.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.757
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão Democrática

  1. 1. GESTÃO DEMOCRÁTICA: O PAPEL DA EQUIPE DIRETIVA Celso Vasconcelos
  2. 2. Equipe diretiva  Direção  Orientação educacional  Coordenação pedagógica/supervisão
  3. 3. O papel da equipe diretiva no processo de democratização e qualificação da escola  tem como meta a mudança de prática em sala de aula e na escola  reflexões devem levar em consideração: o contexto social em que a escola está inserida ( a experiência democrática brasileira ainda é recente)
  4. 4. Gestão democrática: construindo uma nova postura  Exercício de poder: reconhecer a existência do poder; a serviço de que e de quem se coloca; superar o autoritarismo e/ou o espontaneísmo.  Confiança: confiar no grupo  Coerência: a busca da coerência entre aquilo que se prega e aquilo que se faz.
  5. 5. O papel do diretor  Na escola costuma responder o arquétipo do poder, tradicionalmente está vinculado a práticas autoritárias.  Costuma se prender à tarefa de “fazer a escola funcionar”, deixando de lado o seu sentido mais profundo.
  6. 6. O papel da direção • Tem por função ser o grande elo integrador, articulador dos vários segmentos, internos e externos da escola, cuidando da gestão das atividades, para que venham a acontecer e a contento, isto é, de acordo com o projeto político pedagógico da escola. • A direção deve se capacitar, buscar crescer, se fortalecer também no conhecimento, para enfrentar os conflitos do cotidiano de maneira mais qualificada e produtiva.
  7. 7. Conselho de escola • Congrega representante de vários segmentos: comunidade, professores, funcionários, alunos e equipe diretiva ( órgão máximo de decisão na escola). • O diretor tem o papel de gestão, de coordenação geral e execução da programação, de acompanhar a operacionalização das decisões do conselho, tendo uma visão ampla e articulando as dimensões administrativa, pedagógica e comunitária.
  8. 8. A orientação educacional: contextos e desafios  Qual a sua postura diante do mundo?  Ajustamento (do aluno à escola, do professor às exigências dos dirigentes, do profissional ao mundo do trabalho, do cidadão à sociedade) ? Ou  Transformação (do sujeito, da escola, das instituições, da sociedade)?
  9. 9. O papel da orientação educacional • Que função terá a orientação no processo de mudança da escola? Será uma mera expectadora? Ficará de fora, servindo de colo para as eventuais feridos dos conflitos? • Estará ocupada com as disputas internas de poder ou com os infindáveis atendimentos individuais, anamneses e testes? Ou assumirá a liderança, radicalizando as análises e articulando a coletividade em torno de um novo projeto?
  10. 10. o papel da orientação educacional no processo de mudança na escola  deve partir de onde o sujeito (professor, aluno, pai, etc.) está e não de onde se considera eventualmente que deveria estar.
  11. 11. O papel da orientação educacional: resgatar a identidade do professor  Ajudar na interpretação dos acontecimentos e de produção de sentido para o trabalho, para os conteúdos, para o estudo, para a vida;ajudar o professor na busca da construção da sua identidade profissional.  Orientar é cuidar.
  12. 12. o papel do orientador educacional: o aluno como sujeito  Ver e ouvir os alunos  o aluno deve ter preservado seu direito de participar da vida da escola em todos os níveis: da sala de aula até o relacionamento com a comunidade...  Organização dos alunos (grêmios, representante de sala, etc.)
  13. 13. o papel da orientação profissional: • orientação profissional • questão disciplinar: postura pautada na dialética ternura-vigor, para, de um lado, não deixar o rolo compressor da escola passar por cima deles e por outro não cair no equívoco de paparicar (paternalismo, assistencialismo) • a atividade mediadora do orientador deve favorecer que se estabeleça um substancioso vínculo entre professor e aluno e não tanto entre ele e o aluno.
  14. 14. Conselho de classe participativo  deve ser articulado ao trabalho coletivo dos alunos  deve ser um momento para se pensar a prática educativa como um todo e como processo

×