Prótese para Fissura Palatina

973 visualizações

Publicada em

Trabalho de conclusão de curso Ciosp 2013 www.Facig .com.br

Publicada em: Saúde
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
973
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prótese para Fissura Palatina

  1. 1. APRESENTADOR/AUTOR: MILTON RODRIGUES DOS SANTOSCOAUTORA1: ANTÔNIA MARIA DA CONCEIÇÃOCOAUTORA 2: FERNANDA SAMPAIO RAMIROCOAUTORA 3: PAULA SOLDANI
  2. 2. Titulo:Avaliação do papel do cirurgião dentista e doProtético na confecção, de prótese para pacientescom fissuras palatinas.
  3. 3. Resumo: A fissura lábio palatina é uma deformidade complexa que atinge várias estruturasfaciais como: nariz, lábio, palato duro e mole, ela ocorre pela falta de fusão do lábio e/oupalato. A prótese de palato consiste num aparelho, que possui uma porção anterior,intermediaria e faríngea. Experiência e criatividade são requisitos para realizar areabilitação protética de pacientes com fissuras palatinas. Para a confecção de umaprótese de palato é necessário além do trabalho conjunto do fonoaudiólogo e do dentista,o envolvimento do técnico em prótese dentária. Todos devem se capacitados ecomprometidos na reabilitação de crianças. Após a conclusão de todas as etapas daprótese de palato é necessário retorno periódicos para manutenção, readaptação ourefinamento do bulbo faríngeo. O retorno dependera da idade da criança, de suacondição dentária, perda de elementos dentários decíduos, e do tipo de prótese indicada.Portanto após a adaptação da prótese, estes pacientes serão acompanhados poravaliações de controle a cada seis meses.
  4. 4. Paciente com palato aberto (fenda ampla) apresentando todos os dentesPrótese de palato obturadora em posiçãoPrótese de palato obturadora com bulbo faríngeo
  5. 5. Paciente desdentado com palato aberto (fenda ampla)Prótese de palato obturadora em posiçãoPrótese de palato obturadora com bulbo faríngeo (repondo todos os dentes)
  6. 6. Paciente com fissura de palato operado, apresentando insuficiência velofaríngeaPrótese de palato obturadora em posiçãoPrótese de palato obturadora com bulbo faríngeo
  7. 7. Paciente com palato resseccionado devido à neoplasia malignaPrótese de palato obturadora em posição (apenas obturando a fístula)Prótese de palato obturadora
  8. 8. Paciente fissurado operado com retalho faríngeo não funcionantePrótese de palato obturadora com bulbo faríngeo bilateral em posiçãoPrótese de palato obturadora com bulbo faríngeo bilateral
  9. 9. Paciente fissurado operado com retalho faríngeo e fístula nopalato (usando aparelho ortodôntico)Prótese de palato com bulbo faríngeo bilateral em posiçãoPrótese de palato com bulbo faríngeo bilateral
  10. 10. Criança fissurada de palato operada ( comsequela cirúrgica grave)Prótese de palato obturadora em posição(temporária)Prótese de palato obturadora com bulbo faríngeorepondo os dentes incisivos superiores e pré-maxila
  11. 11. Paciente com paralisia de palatoPrótese de palato elevadora em posiçãoPrótese de palato elevadora
  12. 12. Paciente operada de palato com insuficiência velo faríngea,submetida à colocação de implantes osseointegrados.Prótese obturadora com bulbo faríngeo sobre implantes em posição.Prótese obturadora com bulbo faríngeo sobre implantes.
  13. 13. conclusãoNa equipe de odontologia, cada profissional tem o seu lugar bem delimitado. Otécnico em prótese dentária (TPD) é um profissional absolutamente necessário, parteintegrante da odontologia, que tem como função confeccionar a parte laboratorial daspróteses dentárias. Seu trabalho envolve fundição de metais, aplicação de cerâmicas,confecção de núcleos, de copings, montagem de dentes em próteses, acrilização eetc. Não confundir Protético com Protesista. Protesista é o dentista especialista emprótese.O protético não pode mexer na boca do paciente. Todo seu trabalho artesanal é feito emlaboratório. Na via normal dos tratamentos, para fazer uma prótese, por exemplo, odentista é responsável por toda a avaliação de como esta prótese vai ser, como vai ficara mordida e qual vai ser a cor dos dentes. O dentista vai examinar toda a boca dopaciente, ver o rebordo ósseo, a mucosa, além de fazer um exame geral de saúde. Éimportante ressaltar que o dentista é o único responsável pela prótese entregue ao seupaciente.
  14. 14. Por ser este, um curso técnico, esta pesquisa foi realizada com base nas pesquisasdesenvolvidas pelo Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais daUniversidade de São Paulo.BIBLIOGRAFIA: Trabalho realizado no setor de prótese de palato do Hospital de Reabilitação deAnomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (HRAC-USP-Bauru),carinhosamente conhecido como "Centrinho", estando sob a responsabilidade daFonoaudióloga Prof.ª Dr.ª Maria Inês Pegoraro-KrooK e do Cirurgião Dentista (Protesista)Prof. Dr. João Henrique Nogueira Pinto.RODOLFO, Dr. Luizwww.dicasodonto.com.br

×