Fissura lábio palatina

2.078 visualizações

Publicada em

Fissura Lábio palatina + Caso clínico + D.E + diagnóstico de enfermagem

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

Fissura lábio palatina

  1. 1. TERESINA, 2015.1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ –UESPI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE – CCS FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS – FACIME BACHARELADO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE II PROFESSORA: ELIANE MARTINS ADHONIAS CARVALHO MOURA LORENA LÍVIA NOLÊTO
  2. 2. FISSURA LÁBIO PALATINA
  3. 3. FISSURA LÁBIO PALATINA A fusão do lábio superior na linha média completa-se por volta da 7 e 8 semanas de gestação; Podem ser unilaterais (frequentes no lado esquerdo) ou bilaterais e envolver a crista alveolar FENDA UNILATERAL FENDA BILATERAL
  4. 4. FISSURA LÁBIO PALATINA
  5. 5. FISSURA LÁBIO PALATINA
  6. 6. FISSURA LÁBIO PALATINA
  7. 7. FISSURA LÁBIO PALATINA
  8. 8. FISSURA LÁBIO PALATINA
  9. 9. FISSURA LÁBIO PALATINA
  10. 10. FISSURA LÁBIO PALATINA
  11. 11. FISSURA LÁBIO PALATINA
  12. 12. FISSURA LÁBIO PALATINA
  13. 13. FISSURA LÁBIO PALATINA RN em 2º dia de vida, à termo (39 semanas) nascido de parto normal em uma maternidade de referência do município de Teresina – PI (P – 3,045 kg; PC – 35 cm; PT – 33cm; C – 48 cm) . Encontra-se na Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINco) eupneico, normocárdico, normocorado com deficiência na sucção e alimentação e AVP em MSD, ao nascer foi identificado com fissura lábio palatina transforâmica esquerda completa. Ao entrevistar a mãe, a mesma revelou que procede do município de Passagem Franca, não realizou todas as consultas pré natais e trabalha com agricultura, não relatou o uso de agrotóxicos durante a gestação, porém existem casos de fissura lábio palatina (FLP) na família (avô materno e 2 primos da mãe), além do histórico familiar a mãe relatou que o pai do RN é tabagista e fumou durante todo o período de gestação.
  14. 14. FISSURA LÁBIO PALATINA 1) Pág. 101 – Nutrição desequilibrada: menos do que as necessidades corporais, relacionada à capacidade prejudicada de ingerir os alimentos, evidenciada por incapacidade percebida de ingerir comida, e fissura lábio palatina. 2) Pág. 111 – Risco de volume de líquidos deficiente relacionado à desvios que afetam a ingestão de líquido. 3) Pág. 239 – Amamentação ineficaz relacionada à anomalia do bebê e reflexo de sucção da criança insatisfatório, evidenciado por incapacidade da criança de apreender a região areolar-mamilar corretamente, processo de amamentação insatisfatório e sinais observatórios de ingestão inadequada pela criança. 4) Pág. 329 – Risco de infecção relacionado à exposição ambiental aumentada a patógenos e procedimentos invasivos. 5) Pág. 330 – Risco de aspiração relacionado à deglutição prejudicada. 6) Pág. 333 – Integridade da pele prejudicada relacionada à fatores de desenvolvimento, evidenciada por rompimento da superfície da pele. 7) Pág. 336 – Risco de lesão relacionado à fatores internos (físicos – pele lesionada). 8) Pág. 81 – Autonegligência relacionada ao estilo de vida, evidenciada por falta de adesão a atividades de saúde.
  15. 15. FISSURA LÁBIO PALATINA 1) Observar se há presença de engasgo ou vômito durante a mamada do RN, sempre que houver amamentação. 2) Orientar a mãe quanto as necessidades e manobras adequadas utilizadas para a amamentação eficaz Do RN, 3 vezes ao dia. 3) Orientar e acalmar a mãe quanto ao medo e insegurança que possa sentir durante a amamentação do RN com fenda lábio palatina, 2 vezes ao dia. 4) Auxiliar a mãe dando-lhe segurança durante a mamada, sempre que o RN demonstrar fome. 5) Fazer troca e limpeza de AVP a cada 72h horas, ou sempre que necessário. 6) Atentar para sinais flogísticos, a cada 6 horas. 7) Observar durante a mamada qualquer sinal de aspiração, a cada amamentação. 8) Observar durante o exame físico se há aumento da fissura, ou lesão devido a fenda, 1 vez ao dia. 9) Conversar com a mãe quanto a necessidade e eficácia do acompanhamento da gestação e a importância do pré-natal para a detecção de anomalias do feto, inclusive da fenda lábio palatina, 1 vez ao dia. 10) Orientar a mãe quanto os malefícios do cigarro durante a gestação, tanto para fumante passivo, quanto ativo, 1 vez ao dia.
  16. 16. FISSURA LÁBIO PALATINA 1) Nutrição equilibrada e eficaz do RN. 2) Volume de líquido adequado para o RN. 3) Amamentação e pegada eficazes. 4) Não haver infecção. 5) Não haver aspiração. 6) Não haver prejuízo da integridade da pele nem lesão. 7) A mãe faça o pré-natal completo no caso de uma outra gravidez futura.
  17. 17. FISSURA LÁBIO PALATINA • BEHRMAN, R. E.; KLIEGMAN, R. M.; JENSON, H. B. Nelson Tratado de pediatria. Ed. Guanabara Koogan, 18 edição, 2009. • NANDA. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação (2009-2011). Porto Alegre: Artmed, 2010. • SPINA, V. et al. Classificação das fissuras lábio-palatais. Sugestão de Modificação. Revista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo. v. 1,n. 27, p.5-6. 1972. • WONG, D.L. Enfermagem Pediátrica: Elementos Essenciais à intervenção efetiva. 5ª ed. Rio de Janeiro. Ed. Guanabara Koogan, 1999.

×