Como alavancar sua vida financeira

3.882 visualizações

Publicada em

O que a psicologia descobriu e você pode colocar em prática

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.882
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.881
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como alavancar sua vida financeira

  1. 1. O que a psicologia descobriu e você pode colocar em prática<br />COMO ALAVANCAR SUA VIDA FINANCEIRA <br />
  2. 2. TRANQÜILIDADE FINANCEIRA<br />Nascer rico<br />Ganhar a mega sena<br />Assaltar um banco<br />Golpe do baú<br />Ou...<br />
  3. 3. TRANQÜILIDADE FINANCEIRA <br />Conquistar seu próprio dinheiro<br />
  4. 4. VANTAGENS <br />Senso de realização<br />Orgulho<br />Se perceber construtivo<br />
  5. 5. POSSIBILIDADES<br />Como funcionário<br />Autônomo<br />Empresário<br />
  6. 6. Sua vida financeira está um desastre porque...<br />Você está desmotivado, não procura coisas novas.<br />Não consegue fazer seu chefe ver o seu potencial.<br />Auto boicote em entrevista de emprego.<br />Dificuldade em liderar seus funcionários.<br />Falta dinamismo para procurar novos clientes.<br />Não desenvolve o seu produto / serviço.<br />
  7. 7. PLANO DE AÇÃO:<br />Qual seu objetivo? Sua meta é viável. <br />Informações: O que as outros já fizeram e deu certo. O que não fizeram mas pode dar certo? <br />Quais os passos? Tarefas pequenas. <br />Quais conhecimentos necessários?<br />Investimento? <br />
  8. 8. VÁ PRA AÇÃO!<br />Não conseguiu? <br />Aqui entra a parte da psicologia. <br />
  9. 9. Decisão emocional<br />Como não cair nessa?<br />
  10. 10. Inveja?<br />
  11. 11. SORTE?<br />“Quanto mais eu trabalho mais sorte tenho!”<br />
  12. 12. PQ AS PESSOAS NÃO TEM SUCESSO?<br />Paralisia emocional: Ex. Medo mudar de emprego, visitar novo cliente, nova proposta de marketing. <br />Paralisia comportamental: Ausência de ações e esforço. <br />Paralisia cognitiva: “Não vou conseguir fazer isso” “Não sou bom nessas coisas”<br />
  13. 13. AUTO ESTIMA X AUTO EFICÁCIA<br />Auto estima: Depende do bom gosto. Gostar de ser agressivo em demasia ou “bonzinho” não trará sucesso profissional. <br />Auto eficácia: Sensação ter o repertório e competência necessários para realizar, mesmo que não saiba como, nem por onde começar.<br />
  14. 14. Competência x Gosto pessoal<br />Gosto de... Mas, sou bom nisso?<br />Sou bom em... Mas, gosto disso?<br />
  15. 15. Apresentação <br />O mundo trata melhor quem se veste bem.<br />Adequação.<br />
  16. 16. CONTROLE DA IMPULSIVIDADE<br />Gastar antes de ganhar, ou gastar no que não dá resultado.<br />Entrar em projetos e só depois ver que não são promissores.<br />Perder tempo em ações que não trazem resultados. <br />
  17. 17. CONTROLE DA IMPULSIVIDADE<br />Pesquisa com crianças:<br /> Os que pegaram o doce de imediato: Tímidos, teimosos, indecisos, perturbações diante das dificuldades, imobilizados quando tensos, ciúmes e inveja, mal humor, provocavam mais brigas. <br />
  18. 18. ANSIEDADE<br />Pesquisa: <br /> Grupo A: 15 minutos lembrando de tudo o que pode dar errado, e do que já deu errado. <br /> Grupo B: 15 minutos de relaxamento. <br /> Depois os dois grupos realizaram testes.<br />
  19. 19. PRA QUE ANSIEDADE?<br /> As pessoas são preocupadas porque em algum momento de suas vidas esta preocupação já “deu certo”. <br />
  20. 20. A FORÇA DO OTIMISMO<br /> Otimismo = autoconfiança = esperança<br />É o melhor instrumento na previsão de notas em alunos de potencial equivalente. <br />Lenda de Pandora: <br />
  21. 21. Vantagens do otimismo <br />Perseverança: <br />Flexibilidade: Caminhos diferentes. Troca de metas. <br />
  22. 22. O otimismo pode ser desenvolvido <br /> SIM!<br /> Pois é o resultado de como as pessoas explicam para si mesmas seus sucessos e insucessos, e... pode ser treinado.<br />
  23. 23. Ex: Rejeição em uma entrevista <br />
  24. 24. Ex: Autônomo com boas vendas<br />
  25. 25. FLUXO<br />Canalização das emoções a serviço do desempenho.<br />As emoções são positivas e alinhadas com a tarefa que está sendo realizada.<br />Estado de auto abandono, oposto da ruminação. <br />
  26. 26. Formas de entrar em fluxo:<br />Manter, de forma deliberada, uma aguda atenção no que está sendo feito. <br />Equilibrar tédio e ansiedade.<br />
  27. 27. Empatia<br />Caso do chá emagrecedor.<br />
  28. 28. EMPATIA x ASSERTIVIDADE<br />Você tem um mercadinho que vende guarda chuva. Em dias de chuva eles acabam rápido, e os clientes reclamam que precisam de mais. Em dias ensolarados eles lotam as prateleiras. <br />O que fazer?<br /> Conscientizar os clientes a comprarem guarda chuva em dias de sol? <br />
  29. 29. EMPATIA x ASSERTIVIDADE<br />Chefe lhe deu o maior “esculhambo”. <br />O que fazer? <br />Pedir demissão<br />Esculhambar também o chefe<br />Fechar-se em copas<br /> Seja assertivo!!!<br />
  30. 30. EMPATIA x ASSERTIVIDADE<br />Qual será o objetivo dele? Te esculhambar? <br />Qual o seu objetivo? Ser capacho dos outros, ser um boxeador? <br /> Assertivo é aquele que escolhe seus comportamentos conforme o resultado que deseja. <br />
  31. 31. RECEBENDO CRÍTICAS<br />Use a crítica como uma informação valiosa para aprimorar o seu trabalho.<br />Não fique na defensiva, assuma a responsabilidade. <br />Se precisar peça para continuar a conversa mais tarde para absorver a crítica. <br />
  32. 32. FAZENDO CRÍTICAS:<br />Nunca critique a pessoa, sempre o ato. Não faça ataques pessoais. <br />Seja específico: Técnica x y z<br />Ofereça solução<br />Faça a crítica pessoalmente<br />Seja sensível<br />
  33. 33. INTELIGENTE OU ESFORÇADO?<br />Elogiar pela inteligência, em vez do esforço, provoca um impacto negativo na motivação, pois faz parecer que inteligência é algum aspecto pré determinado do “EU”.<br /> Essa mensagem enfraquece o senso de responsabilidade pelo sucesso. <br />
  34. 34. POSSO PEDIR AJUDA?<br />Não pedir ajuda reforça a FALSA CRENÇA: <br />“Quem necessita de ajuda declara baixa capacidade”.<br />
  35. 35. AMEAÇA ESTEREOTÍPICA <br />Se você considerar que não é bem vindo num grupo X porque você é mulher, nordestino, alto, baixo, negro, branco, judeu, cristão, inconscientemente, se esquivará de caminhos que o levem para X. <br />
  36. 36. AMEAÇA ESTEREOTÍPICA <br />Pesquisa: Grupo de mulheres asiáticas, onde se verificou os estereótipos: <br />“Asiático bom em matemática” <br />“Mulheres ruins em matemática”. <br /> Percebeu-se que as mesmas pessoas tinham desempenhos muito bons em matemática quando era salientado a característica “asiático”, mas desempenhos muito ruins quando salientados a característica “mulher”. <br />
  37. 37. ESTEREÓTIPO X ESFORÇO<br />Estudantes pertencentes a grupos de minorias, não se esforçam em determinados domínios pois defendem sua “identidade” de incapazes.<br />Ex: Quem nasceu na roça não tem jeito pra ser professor, médico, empresário...<br />Ex: Que petulância ele querer ser algo melhor do que é.<br />
  38. 38. TEM SAÍDA?<br />Desenvolver uma POSTURA DE OPOSIÇÃO. <br />Identificar MODELOS, pessoas de seu grupo que são bem sucedidos. <br />
  39. 39. TEORIA DOS EUS POSSÍVEIS<br />Os eu possíveis representam a percepção do individuo daquilo que ele pode se tornar. <br />É a ligação entre cognição e motivação. <br />
  40. 40. PROTEGENDO IDENTIDADE<br /> Identidades negativas escolhem pessoas e atividades que as confirmem. <br />Ex: Identidade de funcionário operacional escolhe um chefe que nunca dará promoção. <br />Ex: Identidade de pessoa dependente escolhe produto sem aceitação no mercado. <br />
  41. 41. PESSIMISMO DEFENSIVO<br /> “Estou preparado para o pior, já sei tudo o que pode dar errado”. <br />Prevê os piores cenários possíveis para administrar a ansiedade, mas prejudica suas realizações. <br />
  42. 42. AUTO OBSTACULIZAÇÃO<br />Desenvolver uma desculpa ao mal desempenho antes mesmo dele acontecer. <br />Ex: Sair para beber antes da apresentação ao cliente.<br /> Mantém a crença de que poderia ter se saído melhor se tivesse se preparado. <br />
  43. 43. AUTO OBSTÁCULO PÚBLICO<br />Dizer que não se preparou, quando de fato se preparou muito, criando desculpas para o mal desempenho possível. <br />Ajuda a administrar a ansiedade, mas arrisca um mal desempenho verdadeiro. <br />
  44. 44. PENSAMENTO POSITIVO<br />Tentar enganar a si mesmo a fim de se sentir bem.<br />
  45. 45. Transformar fracasso em oportunidade<br />É fato que: <br />A maioria dos relacionamentos chegará ao fim. <br />Nos esportes você perde tantas vezes quanto ganha. <br />Se investe, perderá dinheiro algumas vezes. <br /> Uma vez que fracassar é inevitável torna-se fundamental desenvolver estratégias para lidar e atenuar o fracasso.<br />
  46. 46. Antes... TAREFA: <br />Faça uma lista de tudo o que já se passou em sua vida que você considerou um fracasso. Lembre-se de todas as “mancadas” e “foras” que já deu, todas as “vergonhas” que já passou. <br />
  47. 47. Estratégias para lidar com o fracasso<br />Coisas que você pode dizer a si mesmo para a reduzir o impacto do fracasso:<br />
  48. 48. NÃO FRACASSEI, MEU COMPORTAMENTO É QUE FALHOU<br />Eu não sou um fracassado. Foi meu comportamento que fracassou e...<br /> ...comportamentos podem ser mudados. <br />
  49. 49. POSSO APRENDER A PARTIR DO FRACASSO<br />Observe uma criança montando um quebra-cabeças, tentando encaixar peças nos lugares errados. Ela está falhando ou aprendendo? <br />
  50. 50. POSSO ME ESFORÇAR MAIS<br />Se você explica o fracasso referindo-se à sua falta de habilidade (por exemplo “sou burro”), vai ficar deprimido e desistir.<br />Se atribuir seu comportamento à falta de esforço, saberá que pode se esforçar mais da próxima vez. <br />
  51. 51. TALVEZ NÃO TENHA SIDO UM FRACASSO<br />É possível que você não tenha falhado. <br /> Por exemplo, Irene era casada com Paulo. <br /> Ele estava teve um caso. <br /> Irene se sentiu fracassada por não ter conseguido fazer com que Paulo ficasse com ela. <br /> Porque ela julgava ser a responsável? <br /> Ele não quebrou sua promessa? <br />
  52. 52. FOCAR OUTROS COMPORTAMENTOS <br />Focamos exclusivamente o comportamento isolado que não teve êxito e pensamos que esse comportamento é a única coisa que importa. <br />
  53. 53. FOCAR O QUE CONSIGO CONTROLAR<br />Desistir de uma meta que não está funcionando pode ser a oportunidade de centrar-se naquilo que se pode controlar. <br />
  54. 54. NÃO ERA ESSENCIAL TER ÊXITO <br />Você pode se perguntar: “Quão diferente minha vida teria sido se eu não tivesse alcançado algumas destas metas?”<br />
  55. 55. HÁ ALGUNS COMPORTAMENTOS QUE COMPENSAM<br />Imagine que você tenha trabalhado durante um ano e depois tenha sido demitido. Você concluiria que tudoque fez no trabalho foi um fracasso? <br />
  56. 56. TODO MUNDO FRACASSA<br />Exemplo: Quando Fred estava na universidade tirou nota C em um trabalho com a idéia de um serviço que iria competir com o correio. <br /> O professor considerou isso tolo. <br /> Dois anos depois Fred Smith fundou a Federal Express. <br />
  57. 57. TALVEZ NINGUÉM TENHA PERCEBIDO<br />Que fantasia egocêntrica é a sua: outras pessoas não tem nada melhor para fazer do que ficar falando de seus problemas? <br />
  58. 58. O FRACASSO NÃO É FATAL<br />“Isto é horrível. Fracassei!”? <br /> Mas...O insucesso não é fatal se você ainda estiver no jogo. <br />
  59. 59. MEUS PADÕES ESTAVAM MUITO ELEVADOS?<br />O perfeccionismo é um componente-chave da depressão e da ansiedade. <br />
  60. 60. FUI MELHOR QUE ANTES<br />A idéia de ser ou fazer “melhor que antes” é muito eficaz.<br />
  61. 61. POSSO PENSAR NO QUE ME RESTA FAZER<br />No restaurante você pede uma vitela mas... acabou. <br /> O que você faz? Esbraveja “Quero minha vitela”? Não come porque não tem vitela? Chama o proprietário e exige uma explicação completa por não ter vitela? Fica pensando quão afortunadas são as pessoas que podem comer vitela? <br />Não! Você apenas consulta o menu e escolhe outra coisa. <br />Ao falhar em algo, pense: “O que me resta a fazer?” <br />
  62. 62. FALHAR EM ALGO SIGNIFICA QUE TENTEI<br />“Industriosidade Adquirida” <br />Orgulho e prazer ao empenhar esforços para alcançar as metas.<br />
  63. 63. ACABEI DE COMEÇAR<br />Quem inicia uma academia forçando até o limite volta pra casa com tanta dor que nunca mais volta. <br />A melhor maneira de se estabelecer um novo padrão de comportamento é por meio de pequenos aumentos graduais na freqüência e na intensidade adequadas. <br />
  64. 64. AMANHÃ É OUTRO SUCESSO<br />Considere a seguinte proposição: Todo fracasso é seguido de um sucesso.<br />
  65. 65. AMANHÃ É HOJE<br />Não há qualquer razão para esperar outro dia ou outra hora. <br />Sempre há algo a fazer neste exato momento. <br />
  66. 66. Tabela de crenças pessoais <br />
  67. 67. Tabela de crenças pessoais <br />
  68. 68. Tabela de crenças pessoais <br />
  69. 69. Tabela de crenças pessoais <br />
  70. 70. Tabela de crenças pessoais <br />
  71. 71. Tabela de crenças pessoais <br />
  72. 72. Tabela de crenças pessoais <br />
  73. 73. Tabela de crenças pessoais <br />

×