Conhecimento cientifico

15.776 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação

Conhecimento cientifico

  1. 1. Conhecimento científico Lucila Pesce
  2. 2. <ul><li>Tipos de conhecimento (campos do saber) </li></ul>Conjunto de idéias e práticas aceitas por um dado grupo social como realidade, a partir da vivência cotidiana. Do senso comum Empiria (comprovação) Fenômenos (naturais / sociais) Científico Revelação (textos sagrados) Religiosidade Teológico Especulação (argumento) Homem / realidade / conhecimento Filosófico Realização Estética Artístico Método Objeto Conhecimento
  3. 3. Atividade metódica (ações possíveis de serem reproduzidas) Não se atém ao método Busca causas de um acontecimento É crítico, por julgar a correção das suas próprias produções Não tem como foco a criticidade Divulga os resultados, com apresentação do método científico Não se preocupa com a divulgação dos resultados Atende ao princípio da generalidade (validade em outras situações) Não se atém ao princípio da generalidade Não é imediatista (refuta a superficialidade) Informações relativas aos seus objetivos mais imediatos Conhecimento científico Conhecimento do senso comum
  4. 4. <ul><li>Conhecimento do senso comum </li></ul><ul><li>Uma das características dos nossos saberes cotidianos e de senso comum é a seguinte: </li></ul><ul><li>“ são subjetivos: isto é, exprimem sentimentos e opiniões individuais e de grupos, variando de uma pessoa para outra, ou de um grupo para outro, dependendo das condições em que vivemos (...)”. </li></ul><ul><li>In: CHAUÍ, M. Convite à Filosofia . São Paulo: Ática, 1994. p. 248 </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Conhecimento do senso comum </li></ul><ul><li>Uma das características dos nossos saberes cotidianos e de senso comum é a seguinte: </li></ul><ul><li>“ O senso comum ou o bom senso é o guia do homem na solução de suas dificuldades diárias. (...) é um saber não sistematizado , obtido sem qualquer planejamento rigoroso (...)”. </li></ul><ul><li>In: SOUZA, Sonia Mª Ribeiro. Um outro olhar – Filosofia . 1995. p. 58. </li></ul>
  6. 6. CIÊNCIAS FORMAIS FACTUAIS MATEMÁTICA LÓGICA NATURAIS SOCIAIS QUÍMICA FÍSICA BIOLOGIA ETC. SOCIOLOGIA PSICOLOGIA POLÍTICA DIREITO ETC. ANTROPOLOGIA
  7. 7. <ul><li>O conhecimento científico moderno </li></ul><ul><li>Século XVII (Modernidade): Filosofia x Ciência. </li></ul><ul><li>Epistemologia (século XVII – ramo da Filosofia). </li></ul><ul><li>Kant – sujeito (cognoscente) e objeto (cognoscível) </li></ul><ul><li>“ A ciência é uma das formas de conhecimento que o homem produziu no transcurso de sua história, com o intuito de entender e explicar racional e objetivamente o mundo para nele poder intervir”. </li></ul><ul><li>In: SOUZA, Sonia Mª Ribeiro. Um outro olhar – Filosofia. 1995. p. 59. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>CORRENTES DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO MODERNO </li></ul><ul><li>Empirismo – primazia do objeto (fonte do conhecimento). </li></ul><ul><li>Racionalismo – primazia do sujeito. </li></ul><ul><li>KANT </li></ul><ul><li>Interacionismo – primazia da interação do sujeito com o objeto. </li></ul><ul><ul><li>Produtos da ciência – resultados das inter-relações que o homem mantém com a realidade, a partir de suas práticas sociais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ciência como prática social – não neutralidade, relações culturais e ideológicas, historicamente datada. </li></ul></ul>
  9. 9. <ul><li>Escolhas no processo de pesquisa </li></ul><ul><li>O pressuposto científico : construção de conhecimento, a partir da compreensão e interpretação dos significados construídos socialmente. </li></ul><ul><li>Cada escolha no processo de pesquisa (metodológica, teórica, dos instrumentos de coleta, do tratamento de análise...) determina formas de se compreender o que se investiga. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>MÉTODO CIENTÍFICO DE PESQUISA </li></ul><ul><li>Entender o que é ciência, ou mesmo conceituá-la, não é tarefa fácil. </li></ul><ul><li>O método científico é mais do que a descrição dos passos da pesquisa. É teoria, pois envolve escolhas teóricas ou pressupostos que fundamentarão o modo de pesquisar. Isto porque há diferentes modos de se pesquisar. </li></ul><ul><li>Nem todos os pensadores adotam os mesmos pressupostos ou teorias. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>MÉTODO DE PESQUISA </li></ul><ul><li>Reflete as condições históricas concretas do momento histórico em que o conhecimento é elaborado. </li></ul><ul><li>Mais que procedimentos , porque se articula a escolhas teóricas (pressupostos que fundamental o modo de pesquisar). </li></ul>
  12. 12. <ul><li>MÉTODO DE PESQUISA </li></ul><ul><li>Os pressupostos articulam-se às visões de: homem, natureza, sociedade e processo de produção de conhecimento. </li></ul><ul><li>Embora seja historicamente datado, há uma pluralidade de perspectivas no processo de produção do conhecimento: diferentes visões de ciência e diferentes tendências metodológicas. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>MOMENTOS INICIAIS DA PESQUISA </li></ul><ul><li>Diagnóstico da realidade </li></ul><ul><li>Organização dos dados </li></ul><ul><li>Definição da questão de pesquisa </li></ul>
  14. 14. <ul><li>O quê? (questão-problema) </li></ul><ul><li>Por quê? (justificativa) </li></ul><ul><li>Onde? (delimitação do campo de investigação) </li></ul><ul><li>Quem? (sujeitos de pesquisa) </li></ul><ul><li>Como? (movimento metodológico) </li></ul><ul><li>- fontes de informação </li></ul><ul><li>- instrumentos de coleta </li></ul><ul><li>- perspectiva de análise </li></ul><ul><li>- procedimentos de análise e interpretação </li></ul>

×