Cap 23 o sagrado e o profano

2.034 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.034
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cap 23 o sagrado e o profano

  1. 1. Raízes: entre o sagrado e o profano
  2. 3. “ Mito é um tecido de simbolismo vestindo um mistério” Hathorn
  3. 4. A escura raiz do grito <ul><li>Místico </li></ul><ul><li>estado de se estar concentrado na profundidade do novo, do inesperado. </li></ul><ul><li>Mistério </li></ul><ul><li>dimensão inexpressiva e incontrolável em </li></ul><ul><li>que se subtrai o inesperado </li></ul>
  4. 5. <ul><li>Rito </li></ul><ul><li>Representação dos passos de um mito </li></ul><ul><li> Os mitos são modelos-guias de sociedade que acrescentam a fé à fragilidade humana. </li></ul><ul><li>“ O mito é o nada que é tudo.” </li></ul><ul><li>Fernando Pessoa </li></ul>
  5. 6. <ul><li>O Rito é uma narrativa que percorre a trajetória do Mito e conta a </li></ul><ul><li>Vida </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Paixão </li></ul>
  7. 8. MORTE
  8. 9. <ul><li>Lamento </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Ressurreição </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Aristóteles ao afirmar que a imitação é parte da natureza humana ( Poética , 1448a-b), pontuou que, enquanto a tragédia mostrava os homens melhores do que eram, a comédia imitava mostrando os homens piores do que são... </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Ter inventado a tragédia é um glorioso mérito, e esse mérito pertence aos gregos. </li></ul><ul><li>Romilly (1998) </li></ul>
  12. 13. <ul><li>A tragédia, aparentemente, evoluiu dos cantos corais apresentados nas festas religiosas em honra a Dioniso e atingiu o apogeu em Atenas entre -480 e -400, mais ou menos; do século -IV em diante entrou em franco declínio. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>Dionísio: </li></ul><ul><li>Afirmação da identidade grega através do estrangeiro perturbador. </li></ul><ul><li>Dionísio orgíaco e rural </li></ul><ul><li>Dionísio urbano e ordenador (político) </li></ul>
  14. 15. Rituais Dionisíacos <ul><li>Deuses – Polis - cidadão </li></ul>
  15. 16. As bacantes <ul><li>Manhã de carnaval O amor louco </li></ul>
  16. 17. Nascimento da tragédia <ul><li>Prometeu acorrentado </li></ul>
  17. 18. Édipo – a tragédia da identidade <ul><li>Édipo e a Esfinge </li></ul>
  18. 19. Agamenon <ul><li>Agamenon conduz Cassandra </li></ul>
  19. 20. Medéia <ul><ul><ul><ul><ul><li>Medéia matando os filhos </li></ul></ul></ul></ul></ul>

×