E consumidor - parte I

295 visualizações

Publicada em

O perfil dos consumidores tem vindo a sofrer enormes alterações ao longo dos tempos. Nesta apresentação é possivel identificar o perfil dos consumidores atuais, que dependem cada vez mais da Internet.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

E consumidor - parte I

  1. 1. E-consumidor Apresentação:JoanaSimões Parte I
  2. 2. Conteúdos 1. Definir e-consumo e e-consumidor. 3. Identificaros perfisdos e-consumidores. 2. Identificaras característicasdos e-consumidores. 2Joana Simões
  3. 3. 1. Definir e-consumo e e-consumidor. 3Joana Simões
  4. 4. Aquisição de bens e serviços Comportamento Pessoais SociaisCulturais Psicológicos Fatores E-consumo 4Joana Simões
  5. 5. O e-consumidor cria uma relação com a marca, avalia, torna a compra rápida e possível em qualquer lugar. A internet permite um processo de consumo diferente e difícil de prever. O processo de decisão de compra sofreu grandes alterações com o meio de comunicação, a Internet. É o momento em que o e-consumidor é o controlador da sua compra, sem ser influenciado diretamente por alguém que estaria presente na compra física. 5Joana Simões
  6. 6. O e-consumidor é a pessoa que utiliza a tecnologia de comunicação para criar, apoiar ou definir novas comunidades. O novo consumidor cria novas ”e-comunidades”. Os consumidores têm à sua disposição a Internet que reúne um conjunto de ferramentas. E-consumidor O e-consumidor é mais do que a pessoa que realiza as suas compras através da internet. 6Joana Simões
  7. 7. Através da internet o consumidor mudou o seu papel, de isolado para conectado, de não informado para informado e de passivo para ativo. Hoje olhamos para a internet e percebemos que o seu maior impacto não foi por surgir uma nova rede social, mas sim o fato de mudar o comportamento do consumidor. O consumidor hoje ganha mais poder por ter mais acesso a informação e por isso consegue conhecer, questionar, comparar e divulgar a sua opinião sobre produtos, serviços, marcas e empresas e assim exige uma mudança na proposta de valor das empresas. 7Joana Simões
  8. 8. 2. Identificaras característicasdos e-consumidores. 8Joana Simões
  9. 9. Novos Consumidores Criar relação com a marca Comparar preços, vantagens, serviços Amigos Seguidores das redes sociais, etc. Melhores experiências de compras nas lojas virtuais 9Joana Simões
  10. 10. procuram o “aqui e agora”, são menos pacientes criam altas expectativas em relação a todas as experiências querem o melhor das marcas Os consumidores hoje: 10Joana Simões
  11. 11. QUALIDADE PREÇO Os consumidores procuram cada vez mais uma relação entre: 11Joana Simões
  12. 12. A geraçãodigital proporciona ao consumidor: • LIBERDADE • CUSTOMIZAÇÃO • CONTROLO • INTEGRAÇÃO • INTERAÇÃO • RAPIDEZ • ENTRETENIMENTO • INOVAÇÃO 12Joana Simões
  13. 13. 3. Identificaros perfis dos e-consumidores. 13Joana Simões
  14. 14. Perfil do e-consumidor Mais formado e informado. Mais atento às tendências de mercado e conhecedor dos seus direitos. 14Joana Simões
  15. 15. Consumidores têm mais formação • Atualmente há consumidores com níveis de formação superiores e mais conhecedores dos seus direitos. Isto verifica-se no nível de exigência e nas reclamações realizadas. Consumidores jovens mais informados • A faixa hetária dos consumidores varia bastante, no entanto, há indicações de que oscila entre os 30 e os 60 anos, como idade representativa dos consumidores. Os consumidores mais jovens são mais atentos às tendências do mercado e tendem estar mais informados. No geral, tendo em conta a crise, os consumidores estão mais atentos. Maior exigência na informação • O nível de exigência e de informação dos consumidores tem vindo a aumentar significativamente nos últimos anos. Hoje em dia, os consumidores estão mais sensibilizados e informados. Por exemplo, cada vez mais as reclamações são fundamentadas. 15Joana Simões
  16. 16. Preço e não a marca determina opção de compra • A crise e a perda de rendimento das famílias obrigou-as a reconsiderar os seus hábitos de consumo e a realizar compras mais ponderadas. O consumidor mostra-se mais independente das marcas e compra ao melhor preço. Recurso ao crédito de forma mais ponderada • Existe da parte dos consumidores nacionais uma maior preocupação em torno desta opção de financiamento e há maior procura por informação. As pessoas estão mais atentas às condições de crédito que existem e, quando escolhem esta opção é resultado de uma decisão mais ponderada. 16Joana Simões
  17. 17. O meio digital é o que nos caracteriza hoje em dia. Desta forma permite às empresas conhecer melhor o seu consumidor. A tradicional expressão “word of mouth” evolui para “word of click”. 17Joana Simões
  18. 18. “Cada vez mais vamos olhar para um consumidor, perceber os seus hábitos de consumo, para além daquela marca que outras é que ele fala, a que horas consome televisão, que páginas é que ele segue no facebook, tudo isso, consegue- se acompanhar cada vez mais o consumidor, ajustar a comunicação, o produto/serviço à jornada, às preferências e à personalidade do consumidor.” Joana Carravilla, Country Manager Iberia, E.Life 18Joana Simões
  19. 19. O perfil do novo consumidor português resulta em novos hábitos de consumo e, onde fatores como, o preço e a exigência determinam a sua compra. Em resumo: 19Joana Simões
  20. 20. Dados sobre o • 1100 milhões de utilizadores • 60% acedem via mobile • 13% são mobile only • 4,7 milhões em Portugal • 1500 milhões em finais de 2013 Curiosidades 20Joana Simões
  21. 21. Recursos  www.imagensdemarca.sapo.pt  http://www.jornaldenegocios.pt  www.virginiacoutinho.com  www.slideshare.net 21Joana Simões
  22. 22. Apresentação realizada no âmbito de um trabalho de pesquisa propostopelo formador, correspondente à UFCD: E- consumidores, do curso Técnico/a de Marketing ACIB, Arcozelo 17 de Fevereiro de 2014 22Joana Simões

×